Você está na página 1de 19

Ms.

LEILIANE MARTINS ÂNGELO


DPOC – O QUE É?
É um espectro de doenças que inclui:

 BRONQUITE CRÔNICA ‹‹‹‹

 ENFISEMA PULMONAR

 Em sua grande maioria provocada pelo cigarro


DPOC – BRONQUITE CRÔNICA + ENFISEMA

 Bronquite crônica

 Inflamação da árvore brônquica, com produção


exacerbada de muco resultando em tosse
produtiva e intenso desconforto respiratório;

 Enfisema pulmonar
ENFISEMA
PULMONAR
A DOENÇA DO TABAGISTA
ENFISEMA PULMONAR – O QUE É?
É um processo crônico degenerativo do Ácino
Pulmonar (porção distal dos bronquíolos e
alvéolos).

A degeneração pode ocorrer por duas maneiras:

 Pela dilatação dos espaços aéreos dos alvéolos


 Pela destruição da parede dos alvéolos

 Essa degeneração gera


 Irrigação sanguínea,
 Superfície respiratória,
 Recolhimento elástico
 Hiperextensão pulmonar
ENFISEMA PULMONAR
Porque ocorre a degeneração? Qual é a
causa da doença?
 Em condições normais, existe um equilíbrio
entre a produção de substâncias
degenerativas e protetoras no ácino
pulmonar, porém dois fatores principais
prejudicam esse equilíbrio:

 FALHA GENÉTICA;
 TABAGISMO
ENFISEMA PULMONAR

Fisiopatologia do
ENFISEMA PULMONAR
ENFISEMA PULMONAR
ENFISEMA PULMONAR
 Perda das paredes alveolares e conseqüente
perda da capacidade elástica dos pulmões.
SINAIS E SINTOMAS
ENFISEMA PULMONAR

 Com a perda da superfície dos alvéolos a


hematose fica prejudicada que gera os principais
sinais e sintomas da doença:

 Dispnéia
 Sensação de afogamento
 Chiado na ausculta pulmonar
 Dor torácica
 Cianose em pés e mãos
 Falta de apetite
 Perda de peso
SINAIS E SINTOMAS
ENFISEMA PULMONAR

O início da doença é lento,

O paciente vai perdendo gradualmente a


função pulmonar e apresentando infecções
respiratórias recorrentes,
SINAIS E SINTOMAS
ENFISEMA PULMONAR

 Em estágios mais avançados, aparece uma


deformação da caixa torácica:

 “tórax em barril” (hiperinsuflado),

 Cianose de extremidade,

 Rosto avermelhado ou arroxeado,

 Deformação das pontas dos dedos que podem


ficar achatadas "dedos em baqueta de tambor".
TRATAMENTO PARA
ENFISEMA PULMONAR

 Como tratamento da doença é sintomático,


pois como toda doença crônico degenerativa a
área “perdida” não será recuperada.

 Oscuidados estão inclinados a interromper a


degeneração dos pulmões e melhorar a
qualidade de vida do paciente e inclui:
TRATAMENTO PARA
ENFISEMA PULMONAR

 Parar de fumar, se tabagista


 Evitar exposição a poluentes
 Uso de corticóides,
 Broncodilatadores de ação curta ou longa,
 Anti inflamatórios,
 Programa de exercício físico supervisionado
 Fisioterapia
 Transplante de pulmão
QUALIDADE DE VIDA DO PACIENTE COM
ENFISEMA PULMONAR

 Enfisema em estágio avançado impossibilita


atividades diárias mínimas,

 Geragrande incapacidade e na sua grande


maioria está associada a outras condições
pulmonares.

(DPOC)
DPOC – RETOMANDO...
É uma condição lenta, grave e progressiva,

 Se inicia com discreta dispneia, mas pode


evoluir para dispnéia intensa;

 Nas fases avançadas da doença a dispnéia


está presente mesmo com o doente em
repouso;

 Estãopresentes a bronquite e o enfisema


pulmonar.
TRATAMENTO PARA DPOC

 PARAR DE FUMAR é a única forma de


impedir o declínio progressivo da função
respiratória.

 Chicletes, adesivos de nicotina e drogas


antidepressivas como a bupropiona, associados
a terapêuticas comportamentais, são de grande
utilidade para tratamento da dependência de
nicotina nos portadores de DPOC.
QUESTÕES PARA FIXAÇÃO