Você está na página 1de 20

Curso: Técnico em Óptica

Professor: Jeyres Nobre


Aluna: Eliza Jardeline Silva de Sousa
Saúde Pública no Brasil
A saúde pública é aquela voltada para as ações
de manutenção da saúde da população,
garantindo um tratamento adequado e a
prevenção de doenças.
No Brasil, a saúde pública é regulamentada pela
ação do Estado, através do Ministério da Saúde e
demais secretarias estaduais e municipais.
O objetivo básico da saúde pública é garantir
que toda a população tenha acesso ao
atendimento médico de qualidade.
História da Saúde Pública no Brasil
Conheça os principais acontecimentos e conquistas
para a consolidação da saúde pública no Brasil:
A saúde na época da Colonização e Império

Durante o período da colonização e império do


Brasil não existiam políticas públicas voltadas
para a saúde. No início da colonização, muitos
indígenas morreram em virtude das "doenças do
homem branco", aquelas trazidas pelos europeus
e para as quais a população indígena não tinha
resistência.
A saúde pública após a Independência do
Brasil
Após a Independência do Brasil, em 1822, D.
Pedro II determinou a criação de órgãos para
inspecionar a saúde pública, como forma de
evitar epidemias e melhorar a qualidade de vida
da população. Também foram adotadas medidas
voltadas para o saneamento básico.
Criação do Sistema Único de Saúde (SUS)
O Ministério da Saúde foi criado em 1953, foi
quando também iniciaram-se as primeiras
conferências sobre saúde pública no Brasil. Daí,
surgiu a ideia de criação de um sistema único de
saúde, que pudesse atender toda a população.
Porém, com a ditadura militar, a saúde sofreu
cortes orçamentários e muitas doenças voltaram a
se intensificar.
A Lei Federal 8.080 de 1990 regulamenta o
Sistema Único de Saúde. De acordo com a
legislação, os objetivos do SUS são:

• Identificar e divulgar os condicionantes e


determinantes da saúde;
• Formular a política de saúde para promover os
campos econômico e social, para diminuir o
risco de agravos à saúde;
• Formular a política de saúde para promover os
campos econômico e social, para diminuir o
risco de agravos à saúde;
• Fazer ações de saúde de promoção, proteção
e recuperação integrando ações assistenciais e
preventivas.
A situação atual da Saúde Pública no Brasil
O Sistema Único de Saúde (SUS) foi uma grande
conquista da população brasileira, sendo
reconhecido como um dos maiores do mundo e
usado como modelo em muitos outros países.
Entretanto, a saúde pública no Brasil sofre desafios
do mau gerenciamento e de falta de investimentos
financeiros. Como resultado, temos um sistema em
colapso, na maioria das vezes insuficiente e com
pouca qualidade para atender a população.
Os principais desafios da saúde pública no Brasil
são:

• Falta de médicos: O Conselho Federal de


Medicina estima que exista 1 médico para cada
470 pessoas.
• Falta de leitos: Em muitos hospitais faltam
leitos para os pacientes. A situação é ainda mais
complicada quando trata-se de UTI (Unidade de
Terapia Intensiva).
Saúde pública e doenças
Atualmente, os principais problemas de saúde
pública no Brasil são a hipertensão, diabetes e 
obesidade.
Essas doenças atingem grande parte da
população e necessitam de uma estrutura
adequada dentro do SUS para garantir um
atendimento de qualidade para todos.
O resultado da falta de investimentos na saúde
reflete no retorno de doenças consideradas
erradicadas ou controladas há muito tempo. Por
exemplo, em 2018, o Brasil viveu um surto de
casos de sarampo. O mesmo também aconteceu
com a febre amarela, em 2017.
A saúde pública também envolve a divulgação de
campanhas de vacinação e divulgação sobre
formas de prevenção de doenças.
Fonte:
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em
Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade
do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em
Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA

https://www.todamateria.com.br/saude-publica-no-
brasil/amp/