P. 1
Missões urbanas palestra JMC 2012

Missões urbanas palestra JMC 2012

5.0

|Views: 352|Likes:
Publicado porGildasio Reis

More info:

Published by: Gildasio Reis on Aug 23, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/04/2015

pdf

text

original

“A vida não me é mais preciosa que o laço sagrado que a liga ao bem estar público de nossa cidade”

Calvino

A população recenseada em 2000 foi de 10.434.252 habitantes (Wikipedia) Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Bibliografia

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

INTRODUÇÃO


 •


• • •

As ciências estudam a cidade: sociologia, antropologia, história, etc. A Bíblia menciona a cidade 1.195 vezes Não podemos fazer apenas uma leitura rural da Bíblia. Roma: um milhão de habitantes (tempos de Paulo). Alexandria (400 mil habitantes), Éfeso (200 mil habitantes), Antioquia (150 mil habitantes) Personagens urbanos: Davi, Salomão, Jeremias e Isaías viveram e trabalharam em Jesrusalém
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Para Pensar

“E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas deles, e pregando o evangelho do Reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo” Mateus 9.35

"Procura a paz da cidade a qual os fiz transportar, e roga por ela a Jeová; porque em sua paz tereis vossa paz" Jeremias 29:7
“A vida não me é mais preciosa que o laço sagrado que a liga ao bem estar público de nossa cidade” João Calvino
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

 

Para Pensar

“As cidades são realidades sensíveis com as quais se deve confrontar a palavra de Deus na pregação da Igreja; são como obstáculos contra os quais diariamente tropeça. A Igreja não pode contentar-se em falar sobre a cidade. Está dentro. Deve tomar uma atitude. Deve definir-se. Na atitude que adota oculta-se um pensamento implícito. Os erros ou as deficiências de pensamento se manifestarão na pastoral. E, ao contrário, a ausência de posição pastoral firme frente à cidade pode ser reflexo de ausência de pensamento”
Comblin
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

OBJETIVO GERAL: Treinar os alunos para a obra evangelística em contextos urbanos, sob a ótica bíblico-reformada. Estudar algumas cidades da Bíblia e examinar os problemas e estratégias para a comunicação do evangelho em aglomerados urbanos.
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Conteúdo:
1. 2. 3. 4.

Conceituação: Cidade, missões e evangelização e urbanização O Homem Urbano: Perfil e Problemas As cidades na Bíblia e suas igrejas Obstáculos para o crescimento de igrejas urbanas

5.
6.

Crescimento da Igreja Urbana: Métodos ou Princípios?
Estratégias Bíblicas de Missões na Cidade

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Conceito de Missiologia urbana

Missiologia urbana é a disciplina ou ciência que pesquisa, registra e aplica dados relacionados com a origem bíblica, a história, os princípios e técnicas antropológicas e a base teológica da missão cristã na cidade
GREENWAY, Roger; Cities – Mission´s New Frontier

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

A NECESSIDADE DE UMA MISSIOLOGIA URBANA
O fenômeno da urbanização requer uma missiologia urbana.

Urbanização é o processo pelo qual, em uma região particular, a porcentagem de pessoas vivendo em cidades tem um aumento relativo a população rural, com consequências na vida humana. Onde há rápida urbanização, há um declínio relativo na população rural.

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Definição de Missões (3)
Missões é aquela atividade da igreja, essencialmente nada mais do que a atividade de Cristo, realizada por meio da igreja, pela qual a igreja, neste período intermediário, chama os povos da terra ao arrependimento e à fé em Cristo, de modo que se tornem seus discípulos e, pelo batismo, sejam incorporados a comunhão daqueles que esperam a vinda do Reino J.H. Bavinck
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Definição de Missões (4)
“A missão constitui um ministério multifacetado

em termos de testemunho e serviço, justiça, cura, reconciliação, paz, evangelização, comunhão, implantação de igrejas, contextualização, etc..Inlcusive o intento de arrolar algunas dimensões da missão, porèm está repleto de perigo, porque de novo sugere que nos é possível definir o que é infinito. Quem quer que sejamos, espreita-nos a tentação de enclausurar a Missio Dei nos estreitos confins de nossas próprias predileções, voltando, necesariamente, à unilateralidade e ao reducionismo”
David Bosch
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

OBJETIVOS DO ESTUDO DE MISSIOLOGIA URBANA
1.

Tomar consciência da realidade das cidades e seus desafios.
Considerar os fatos bíblicos e os princípios neles presentes, relacionados com missões urbanas. Apreciar os métodos de missões urbanas, hoje adotados, com base nos princípios e modelos bíblicos. Ensaiar a elaboração de um projeto de Missões urbanas, visando a evangelizaçào das cidades.
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

2.

3.

4.

Definição de cidade:
Não existe um padrão mundial que defina uma cidade. Esta definição pode variar de país para país:

No dicionário Michaelis (2002), cidade é definida como o centro urbano, sede de município, um aglomerado permanente, relativamente grande e denso, de indivíduos socialmente heterogêneos

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

URBANIZAÇÃO

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Evolução - Cidades

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

VI. O FENÔMENO DA URBANIZAÇÃO
Ano....................................................% População Urbana

1800 A.D........................................................................3% 1900 A.D.........................................................................15% 1950 A.D.........................................................................21% 1978 A.D.........................................................................40% 2000 A.D.........................................................................70-87%
Dr. David Barret em sua obra World Christian Encyclopedia O século XX começou com 15% da população mundial vivendo nas cidades e terminou com 15% vivendo fora das cidades.
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

População- evolução
CENSOS POP. ABSOLUTA (milhões)

% RURAL

% URBANA

1940 1950 1960

41 52 70

69 64 55

31 36 45

1970
1980 1991 2000
IBGE

93
120 150 170

44
33 24 19

56
67 76 81

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

O processo de urbanização do Brasil
Urbanização brasileira no Sác.XX
80 70 60 50 40 30 20 10 0

Percentual

1920

1940

1960 Décadas

1980

2000

IBGE

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Rural Urbano

Conseqüências Históricas da urbanização
 Déficit habitacional.  Favelização.

 Desemprego.
 Problemas ambientais urbanos.  Marginalidade.

 Sobrecarga nos sistemas de saúde, educacional, transporte, etc.

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Regiões metropolitanas

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

N

Região Metropolitana de São Paulo

39 municípios (18 milhões/hab)

São Paulo (10,5 milhões de hab)
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Fatores determinantes da urbanização
1. Êxodo rural motivado pela automação do campo (Revolução Industrial) 2. Migração em busca de qualidade de vida no meio urbano 3. Busca de melhoria da vida em termos urbanísticos 4. Busca da modernidade 5. Crescimento natural da população

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Estudo para os filhos, busca de melhores salários, busca de assistência médica,etc.

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

A cidade: Suas Tendências (1)
Há pelo menos 3 tendências que devemos considerar acerca das cidades:
1.
a)

Pluralismo Social

Vários grupos menores convivendo juntos (tribos urbanas). Eles se reúnem em torno:  Atividades religiosas, profissionais, esportes, ideologias, etc. b) Pobreza e riqueza convivem juntos (favelas e condomínios de luxo)

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

A cidade: Suas Tendências (2)

2. Pluralismo Religioso

 

A língua e a religião são elementos essenciais da identidade própria de um povo. Dentro das cidades temos diversos povos. Centenas de grupos religiosos disputam espaço nas cidades. Religiosidade individualista (busca para atender necessidades) Escândalos envolvendo evangélicos

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Religiões no Brasil - 2000
Católica Evangélica Sem religião Espiritismo (alto+baixo+espiritualista) Testemunhas de Jeová Outras religiosidades Sem declaração Não determinadas Budismo Outras religiões orientais Judaica Tradições esotéricas Islâmica Tradições indígenas Hinduísta

73,57% 15,41% 7,35% 1,66% 0,65% 0,58% 0,23% 0,21% 0,13% 0,09% 0,05% 0,03% 0,02% 0,01% 0,00%

Fonte: IBGE, Censo 2000 Análise e Gráfico: SEPAL Pesquisas - Abril/2006 Rev. Gildásio 11 2137-2500 - pesquisas@sepal.org.br - EZ Reis - Missiologia 2007

0%

10%

20%

30%

40%

50%

60%

70%

80%

A cidade: Suas Tendências (3)
3. Imposição da Relativização dos Conceitos

A tolerância inclusivista é exigida como atitude urbana. Torna-se politicamente incorreto qualquer juízo de valor sobre idéias, discursos e ações dos outros. O consumismo é violentamente disseminado, principalmente pelos meios de comunicação.

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

VII. CARACTERÍSTICAS E PROBLEMAS DO HOMEM URBANO

5.1 Características do Homem Urbano

5.1.1 Características psico-sociais:
Impessoalidade: Apesar de viver cara a cara, os contatos não são pessoais.

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

VII. CARACTERÍSTICAS E PROBLEMAS DO HOMEM URBANO

Relações utilitaristas: “O papel que cada um desempenha em nossa vida é sobejamente encarado como um meio para alcançar os fins desejados” Louis Wirth

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

VII. CARACTERÍSTICAS E PROBLEMAS DO HOMEM URBANO

Relações utilitaristas: “O papel que cada um desempenha em nossa vida é sobejamente encarado como um meio para alcançar os fins desejados” Louis Wirth

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

5.1.3 Características morais e religiosas :
a) Ele tem a tendência a ser um cristão nominal. b) Ele é tendente a ter padrões morais relaxados. c) Ele tem inclinação à auto-suficiência. d) Posmoderno

5.1.4 Características cívicas e políticas
a) Ele tem a consciência política mais acentuada.
b) Ele tem a tendência de ser influenciado por grupos de pressão.
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

5.2 Problemas do Homem Urbano
5.2.1 Problemas econômicos:
Dados da FGV mostram que 33% da população brasileira é constituida de miseráveis e que para erradicar a pobreza bastaria apenas a contribuição de R$14,00 por cidadão que está acima da linha da pobreza

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Distribuição da renda
10% mais ricos: 55,2% 40% intermediários: 33,7% 50% mais pobres: 11,1%

IBGE 2002 Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

São Paulo também tem grande quantidade de favelas e as estimativas mais recentes indicam que há na cidade 2018 favelas cadastradas, nas quais vivem aproximadamente 1.160.516 habitantes. (Rocinha é a maior favela do Rio de Janeiro contando com mais de 60.000 habitantes)
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Favela - Origem
A origem do termo se encontra no episódio histórico conhecido por Guerra de Canudos. A cidadela de Canudos foi construída junto a alguns morros, entre eles o Morro da Favela. O Morro de Favela possui este nome porque o morro era coberto de uma planta, chamada de favela. Os soldados que foram lutar na região, ao voltar ao Rio de Janeiro, em um certo momento deixaram de receber seu soldo e passaram a morar em construções provisórias instaladas em alguns morros da cidade, juntamente de outros desabrigados. A partir daí, estes morros passaram a ser conhecidos como favelas, em referência à "favela" original. (Wikipedia)
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Centro urbanos brasileiros que mais sofrem com o processo de favelização

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Calvino em Genebra – Sua política na área sócioeconômica. Destacamos 12 itens:
Assistência social aos necessitados sem discriminação de nacionalidade. Ajuda e cuidado com a saúde popular através de um programa de visita médica domiciliar. Esforços do governo na capacitação profissional. Combate ao desemprego com oferta de trabalho pelo governo. Ênfase no amparo aos pobres, idosos e desamparados. Luta contra a insolência do luxo em relação aos pobres. Exemplo de simplicidade por parte dos reformadores-líderes públicos. Limitação dos juros nos empréstimos. Forte combate à especulação. Ataque frontal à escravidão. Combate a bebedice e proliferação das tavernas. Grande esforço na educação de todos.
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

“A pobreza não é causa da violência. Mas quando aliada à dificuldade dos governos em oferecer melhor distribuição dos serviços públicos, torna os bairros mais pobres mais atraentes para a criminalidade e a ilegalidade.”
Luís Antônio Francisco de Souza
Sociólogo

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

material de apoio
Os vídeos poderão ser encontrados nos endereços abaixo relacionados.
http://www.youtube.com/watch?v=UOHiLskErBo

http://www.youtube.com/watch?v=6jRyqslx46s
http://www.youtube.com/watch?v=B6arsK3r3bI http://www.youtube.com/watch?v=wJ1-oMerrwk

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Crimes

contra a vida: homicídio - assassinato, infanticídio, aborto ,latrocínio (assassinato com objetivo de roubo), lesão corporal (ataque à integridade física de outra pessoa) Crimes contra a honra: injúria (ofensa verbal, escrita ou encenada), calúnia (falsa atribuição de cometimento de crime a alguém), difamação (propagação desabonadora contra a boa fama de alguém). Crimes contra o patrimônio: furto (subtração de coisa alheia), roubo (subtração de coisa alheia mediante violência), dano (danificação de coisa alheia), extorsão (extorsão mediante seqüestro Crimes contra os costumes: estupro, corrupção de menores (indução de menor a práticas sexuais), rapto de mulher
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Dados estatísticos
1. 2. 3. 4.

5.

Fonte: UNESCO A cada 13 minutos um brasileiro é assassinado; A cada 7 horas uma pessoa é vítima de acidente com arma de fogo no Brasil; As armas de fogo provocam um custo ao SUS de mais de 200 milhões de reais; No Brasil, por ano, morrem cerca de 25 mil pessoas vítimas do trânsito e 45 mil morrem de armas de fogo; Em São Paulo, quase 60% dos homicídios são cometidos por pessoas sem histórico criminal e por motivos fúteis.
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Local

Motivo

Tempo

Mortos

Peru

Guerrilha

7 anos

25.000 cidadãos

Vietnã

Guerra

7 anos

56.000 americanos

Rio de Janeiro

Violência urbana

7 anos (85-91)

70.000 cidadãos

Revista Conjuntura Economica - Fundação G.V. 02/94
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

5.2.3 Problemas na Família:
A desintegração da família tem aumentado com os meios de comunicação, incentivando a infidelidade conjugal. Os filhos pequenos, muitas vezes, ficam sós ou com pessoas que não têm condições de educá-los, enquanto os pais trabalham fora. Separações de casais têm crescido e se tornado algo comum

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

5.2.4 Problemas psicológicos:

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

5.2.4 Problemas psicológicos (continuação):
Ansiedade / Depressão: Melancolia Tristeza Transtornos alimentares Transtornos de sono Pensamentos mórbidos
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

5.2.5 Problemas espirituais e morais:

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

5.2.6. Problemas educacionais:
Dados Estatísticos do Analfabetismo no Brasil – IBGE – Censo 2000

População 15 anos ou mais

População Alfabetizada 15 anos ou mais

População Analfabeta 15 anos ou mais

Taxa de Analfabetis mo

119.533.048

103.238.159

16.294.889

13,63 %

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

Algumas dificuldades:
O baixo salário dos professores Pressão econômica daqueles pais que necessitam do trabalho das crianças. Falta de boas universidades e dificuldades no acesso a estas(principalmente nos países mais populosos e menos desenvolvidos). Evasão escolar antes do término do ensino Ensino Fundamental.
Elevado número de jovens e adultos que não concluiram a escolarização em idade regular.
Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

VIII. OBSTÁCULOS PARA O CRESCIMENTO DE IGREJAS URBANAS

Rev. Gildásio Reis - Missiologia 2007

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->