P. 1
Como Combater o Feminismo Volume II

Como Combater o Feminismo Volume II

|Views: 624.414|Likes:

More info:

Published by: Chrístoffer Rodrigues on Aug 28, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/22/2015

pdf

text

original

1

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

2

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

3

Sumário

............................................................................................................................................... 1 Com a cruz ou contra a cruz .............................................................................................. 7 Getúlio Vargas: 59 anos do suicídio do ex-presidente.................................................... 13 Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

4

Mulheres cultas e trabalhadoras ameaçadas por serem contra o feminismo e suas mentiras .............................................................................................................................. 20 Uma das leitoras da página do facebook "Metendo a Real" tirou essa foto e enviou junto com as palavras: ...................................................................................................... 26 As Feministas odeiam os homens ..................................................................................... 27 7 Características do Homem Feminista........................................................................... 29 Jesus é Deus? ..................................................................................................................... 38 Fracasso total na Marcha das Vadias de Maceió ........................................................... 54 Ideologia de Gênero: Escolas de São Paulo começam “diversidade sexual” entre meninos e meninas............................................................................................................. 56 Blogueiros conservadores alvos de maldosos e perigosos trotes esquerdistas ............. 57 Ativista gay afirma que está disposto a pegar em armas contra cristãos que defendem a família natural ................................................................................................................ 59 Feministas invadem e destroem catedral no Chile ......................................................... 61 Mulher ou Travesti?.......................................................................................................... 63 Marcha das Vadias: Crime contra o sentimento Religioso. Denuncie!!!...................... 79 Procuro Namorada............................................................................................................ 89 Boneca de Rachel Sheherazade é queimada durante Marcha das Vadias ................... 89 O Feminismo e as doenças das mulheres......................................................................... 92 Por que as feministas odeiam Margareth Thatcher? ................................................... 104 Feministas querem censurar o humor na internet ........................................................... 109 Monte Atos X OWK: Uma nação machista versus uma nação feminista .......................... 132 Governo ................................................................................................................................. 135 Feministas adoram se fazer de vítimas ............................................................................. 138 Pedagogia do Sofrimento: as feministas precisam sofrer ................................................. 152 As feministas merecem sofrer .......................................................................................... 162 Preparem-se para a próxima Marcha das Vadias ................................................................. 172 O Estupro e a queda da Estação Espacial Skylab............................................................... 172 Indústria da pensão alimentícia ........................................................................................ 176 Feministas promovem suruba em protesto contra exploração sexual de mulheres........ 179 Ciência transcendente....................................................................................................... 180 JESUS CRISTO DIANTE DA CIÊNCIA .................................................................................... 181 Respeito às religiões das pessoas...................................................................................... 189 Feminista confessa quem é seu verdadeiro lider.............................................................. 193 Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

5

Lésbica é presa por fingir ser vítima de campanha de ódio. ............................................. 194 A Marcha das Vadias estava "Certa" segundo suas organizadoras .................................. 197 Preparem-se para a próxima Marcha das Vadias ................................................................. 210 Maioria das mulheres britânicas escolheria vida doméstica no lugar de carreira profissional. ....................................................................................................................... 211 Mulheres praticam mais violência doméstica que homens .............................................. 218 Mulheres praticam mais violência doméstica que homens...................................................... 218 Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br ......................................................................... 219 Femen diz que feministas brasileiras são muito feias....................................................... 219 A pilula do dia seguinte tornou o aborto obsoleto ........................................................... 243 Pílula do dia seguinte ................................................................................................................ 243 A MARCHA DAS VADIAS E A JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE................................... 247 Movimento em prol das mulheres ou contra as mulheres? ................................................. 247 ........................................................................................................................................... 248 Estatuto do Nascituro, aborto, estatísticas feministas manipuladas e a falta do bom exemplo. ............................................................................................................................ 266 Lista dos 9 tipos de mulheres que você deve evitar namorar/casar e se envolver .......... 273 Defender o aborto: apologia ao crime? ............................................................................ 287 Defender o aborto: apologia ao crime? ............................................................................ 287 Outro crime da Feminista Lola .......................................................................................... 292 LEI Nº 11.343, DE 23 DE AGOSTO DE 2006. .......................................................... 293 CAPÍTULO II ................................................................................................................... 294 O Feminismo só quer fugir do sofrimento ........................................................................ 294 Marcha das Vadias contra o papa: a lógica “interna” do feminismo ................................ 298 Horóscopo Feminista ........................................................................................................ 311 Viva as mulheres, abaixo o feminismo .............................................................................. 321 Lógica Feminista ................................................................................................................ 324 Feminista Lola acusa Masculinistas pelas putarias na Marcha das Vadias ....................... 333 Como desbaratar as Marchas das Vadias.......................................................................... 337 Pároco da Catedral de Guarulhos apela às autoridades contra “Marcha das Vadias” ..... 337 Fiéis protegem Igreja em Guarulhos contra Marcha das Vadias .............................................. 339 Marcha das vadias em Guarulhos: o contra-protesto............................................................... 341 Ativistas homossexuais que são defensores públicos da pedofilia: .................................. 349 Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

6

Marcha das Vadias invade Missa com crianças ................................................................ 351 Como as bruxas feministas manipulam o significado das palavras .................................. 355 Ser livre... não é ser vadia ................................................................................................. 370 O virus mutante do mal..................................................................................................... 371 Feminismo agora quer legalizar a Zoofilia ........................................................................ 388 Vivemos o auge do Feminismo ......................................................................................... 390 Jogos de aborto entre Brasil e ONU .................................................................................. 394 Jogos de aborto entre Brasil e ONU .................................................................................. 396 A intolerância vergonhosa do ativismo gay; Pr. Silas comenta......................................... 398 FEMEN – Feministas Brasileiras São Muito Feias .............................................................. 401 Direitos Humanos e Universidades Federais..................................................................... 425 Revista Época critica homens que odeiam as feministas .................................................. 426 A Ditadura Feminista será implantada em breve.............................................................. 428 Crime de feminicídio poderá ser incluído no Código Penal .............................................. 430 Santo Inácio de Loyola, Lutar varonilmente e lutar até o fim(*) ...................................... 432 O mito da educação como panacéia para os problemas brasileiros................................. 440 Entendendo a "lingua" das mulheres................................................................................ 442 Entendendo a "lingua" das mulheres................................................................................ 442 "Vamos dar um tempo" - Dicionário Feminino ................................................................. 443 Mulher mata a filha de um ano a pedradas: "Ela atrapalhava a minha vida" .................. 444 Qual é o verdadeiro objetivo da Marcha das Vadias? ...................................................... 445

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

7

Com a cruz ou contra a cruz
Quando, no memorável crepúsculo do dia mais célebre de todos os tempos, os inimigos de Jesus abandonaram o Calvário, o Crucificado não ficou sozinho. Ali ficaram a Mãe de Jesus, as santas mulheres, João Evangelista, aos quais se foram reunindo todos os amigos da Vítima que pendia da Cruz. Era toda a Igreja. Sim. A Igreja, que se constituía então de pouquíssimos elementos, ali estava. A humanidade se dividia assim em duas partes: a que se comprimia ao redor do Crucifixo e a que se afastara do Crucifixo. Aí estão os dois campos bem definidos. O grupo pequenino, centralizado pela cruz, é todo de almas escolhidas, tementes a Deus, dedicadas à boa causa, penetradas de reconhecimento pelo inestimável benefício da Redenção... O grupo dos que se distanciaram do Calvário, dos que fugiram do Crucificado - esse é a grande legião dos filhos do século. São os gozadores da vida, são os que oprimem o justo e o inocente e depois tripudiam sobre a desdita de suas vítimas. São os que cantam vitória em suas detestáveis empresas. São os que atiram chufas e impropérios sobre quanto há de mais sagrado e são aplaudidos como espíritos fortes e libertos de preconceitos. São os que se envergonham de Jesus Cristo e temem ser acoimados de crédulos. Mas o pequenino grupo que se acha ao pé da Cruz vai crescendo, vai crescendo. Dentro de alguns séculos os amigos da Cruz se acham em todo o mundo. Não se querem afastar da Cruz bendita. Perseguições de todo o gênero procurarão dispersá-los: não conseguirão. Tentarão arrancar-lhes a Cruz, fazer desaparecer esse sinal sagrado da sociedade. Mas o que se dá é o inverso. Cresce o grupo dos adoradores do Crucificado. A Cruz se torna, cada vez mais, objeto de culto, estima e veneração. A área do Calvário se tornou pequenina para conter os adoradores da Divina Vítima. Nem a cidade de Jerusalém poderia contê-los. Quem prometeu que haveria de reinar, e precisamente desse trono de dores, cumpriu a sua palavra. Continua a mesma distinção entre os dois grandes grupos em que se divide toda a humanidade - os que amam a cruz e os que odeiam a cruz. Não se acham mais separados em lugares diversos. Não. Hoje não existe mais separação local. Mas se distinguem muito bem. São às vezes dois irmãos que vivem sob o mesmo teto. Um é discípulo da Cruz. Tem-lhe grande amor. Não a traz arvorada como um estandarte, mas em sua alma. Pela mortificação cristã essa cruz se estampa nos seus atos, nos seus sentimentos, nas suas palavras. As lições da cruz são vividas por ele a todo instante. A gratidão lhe faz a alma ajoelhar-se frequentemente ao pé desse monumento da Redenção. Tal não se dá com o outro filho da mesma casa, para quem a cruz continua a ser um instrumento infamante de suplicío. A cruz o apavora e lhe deixa n'alma uma sombra negra, que lhe é um estigma de ingratidão. Tudo faz por afastar do seu caminho a
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

8

lembrança dessa cruz salvadora que o recrimina de contínuo, que lhe desperta remorsos, que lhe lembra as figuras tristissimas dos Pilatos, dos Herodes, dos Judeus... Da cruz ele não conhece os frutos salutares: dela apenas conhece o peso e a sombra negra que o persegue. Retirado do livro Abraçando a Cruz de Dom Antônio de Almeida Lustosa.

P.S: Percebem aqui a verdadeira origem do feminismo? O Feminismo nada mais é do que uma doutrina que prega que as mulheres não podem e não devem sofrer. A cruz de que nos fala o grande Lustosa é o sofrimento. A grande mensagem de Jesus Cristo é que todos os seres humanos precisam carregar seus sofrimentos, suas cruzes, assim como ele carregou a Dele. A mulher moderna não quer mais sofrer, não quer ser insultada, não quer vivenciar nenhum incômodo, mas quer jogar todas as cargas e dores da vida nas costas dos homens e das crianças. Para as mulheres só o prazer, a alegria a felicidade; para os homens só a dor, o sofrimento, a tristeza, a depressão, o suicídio e a morte. Morte também para os próprios filhos, através do aborto e do infanticidio que o feminismo defende. Para as mulheres o dinheiro, o emprego, as pensões alimenticias, o aborto, o sexo livre, a Marcha das Vadias, o nudismo, o lesbianismo, o prazer, o orgasmo múltiplo, o docinho e o gostoso da vida; mas para os homens e para as crianças só sobrará o resto, o amargor, o sofrimento, a dor que as mulheres não quiseram carregar e jogaram nas costas dos homens. Daí o ódio mortal do feminismo contra o Cristianismo. A inspiração diabólica do feminismo é tão evidente, que é inacreditável que tenhamos sempre que lembrar as pessoas de que feminismo e satanismo são uma mesma coisa: apenas a doutrina do mal.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

9

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

10

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

11

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

12

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

13

Getúlio Vargas: 59 anos do suicídio do ex-presidente
Governo Vargas - resumo, quem foi Vargas - Getúlio Dornelles Vargas (19/4/1882 - 24/8/1954) foi o do Brasil durante dois mandatos.: 1930 a 1945 e de 1951 a 1954. - Entre 1937 e 1945 instalou um governo forte, o chamado Estado Novo. - Vargas assumiu o poder em 1930, após liderar a Revolução de 1930 - Governo marcado pelo nacionalismo, industrialização, direitos trabalhistas, crescimento econômico e prosperidade e felicidade geral para todas as classes sociais. - Fechou o Corrupto Congresso Nacional no ano de 1937 e instalou o Estado Novo, salvando o Brasil da revolução comunista e impedindo que os Integralistas simpatizantes dos nazistas subissem ao poder e governou de forma justa, beneficiando todo o povo brasileiro, de todas as classes sociais. - Criou o Departamento de Imprensa e Propaganda para auxiliar na informação geral do povo e impedir que a obscenidade e os atentados aos bons costumes fossem perpetrados
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

14

sob a alegação de "liberdade de expressão". - Perdoou vários de seus inimigos politicos, inclusive o lider Integralista Plinio Salgado, que em 1937 tinha tentado assassinar o Presidente Vargas e assumir o poder através de um golpe de Estado. Foi magnânimo também com o perverso comunista Luis Carlos Prestes, que também tentou tomar o poder a força em 1935 e também tentou assassinar o Presidente Vargas nessa ocasião. Realizações importantes de seu governo: - Criou a Justiça do Trabalho em 1939; - Criou e implantou vários direitos trabalhistas, entre eles, o salário mínimo, Consolidação das Leis do Trabalho, semana de trabalho de 48 horas, Carteira profissional e férias remuneradas. - Vargas fez fortes investimentos nas áreas de infraestrutura: criação da Companhia Siderúrgica Nacional, Companhia Vale do Rio Doce e Hidrelétrica do Vale do São Francisco . - Em 1938, criou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. - Após um golpe militar, Vargas deixou o governo em 1945. - fundou empresas estatais como a Companhia Siderúrgica Nacional (1941), a Companhia Vale do Rio Doce (1942), a Companhia Nacional de Álcalis (1943), a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (1945) e outras. Nesse espírito, o então coronel Antônio Guedes Muniz propôs a construção de uma fábrica de motores aeronáuticos que atenderia à aviação militar e à nascente produção nacional de aviões para uso civil.a FNM foi a primeira empresa a fabricar caminhões no Brasil. Estreou com o D-7.300, um modelo bicudinho com motor a diesel e capacidade para 7,5 toneladas de carga. Em 1977, a fábrica foi vendida à Fiat — que continuou a fazer o modelo 180 por mais dois anos e fechou as portas da pioneira FNM.3 Ao longo de todas as suas fases, a empresa produziu aproximadamente 15.000 veículos.4 O Segundo Mandato - Vargas foi eleito presidente da República em 1950, através das vias democráticas, ou seja, pelo voto popular. - Neste segundo mandato continuou com uma política nacionalista. - Criou a campanha do "Petróleo é Nosso", para impedir que empresas estrangeiras pudessem explorar o petróleo em terras brasileiras. Esta campanha resultou, posteriormente, na criação da Petrobrás. A crise do governo Vargas e o suicídio - Em 1954, o clima político no Brasil era tenso e conflituoso. Havia fortes críticas por
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

15

parte da imprensa ao governo de Vargas. Os militares também estavam descontentes com medidas consideradas ―de esquerda‖ tomadas por Vargas. A população também estava muito descontente, pois a situação econômica do país era ruim. -Existia, portanto, grande pressão para que ele renunciasse. Porém, em agosto de 1954, Vargas suicidou-se no Palácio do Catete com um tiro no peito. A última reunião ministerial, o suicídio e a carta-testamento

Palácio do Catete, cuja função corresponde atualmente à do Palácio do Planalto, em Brasília, foi o local da morte de Getúlio Vargas.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

16

1954: Com um tiro no coração, Getúlio deixou a vida "para entrar na história". Na foto, o pijama e pistola usados na madrugada do suicídio e que estão expostos no Museu da República.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

17

Replica da Carta-Testamento de Getúlio Vargas. Por causa do crime da rua Tonelero Getúlio foi pressionado, pela imprensa e por militares, a renunciar ou, ao menos, licenciar-se da presidência. O Manifesto dos Generais, de 22 de agosto de 1954, pede a renúncia de Getúlio. Foi assinado por 19 generais de exército, entre eles, Castelo Branco, Juarez Távora e Henrique Lott e dizia:216 "Os abaixo-assinados, oficiais generais do Exército...solidarizando com o pensamento dos camaradas da Aeronáutica e da Marinha, declaram julgar, como melhor caminho para tranquilizar o povo e manter unidas as forças armadas, a renúncia do atual presidente da República, processando sua substituição de acordo com os preceitos constitucionais". Esta crise levou Getúlio Vargas ao suicídio na madrugada de 23 para 24 de agosto de 1954, logo depois de sua última reunião ministerial, na qual fora aconselhado, por ministros, a se licenciar da presidência.217 Getúlio registrou em sua agenda de compromissos, na página do dia 23 de agosto de 1954, segunda-feira: "Já que o ministério não chegou a uma conclusão, eu vou decidir: determino que os ministros militares mantenham a ordem pública. Se a ordem for mantida, entrarei com pedido de licença. Em caso contrário, os revoltosos encontrarão aqui o meu cadáver." Getúlio concordou em se licenciar sob condições, que constavam da nota oficial da presidência da república divulgada naquela madrugada: "Deliberou o Presidente Getúlio Vargas.... entrar em licença, desde que seja mantida a ordem e os poderes
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

18

constituídos..., em caso contrário, persistirá inabalável no propósito de defender suas prerrogativas constitucionais, com sacrifício, se necessário, de sua própria vida".24 Getúlio, no final da reunião ministerial, assina um papel, que os ministros não sabiam o que era, nem ousaram perguntar.218 Encerrada a reunião ministerial, sobe as escadas para ir ao seu apartamento. Vira-se e despede-se do ministro da Justiça Tancredo Neves, dando a ele uma caneta Parker 21 de ouro e diz: "Para o amigo certo das horas incertas"!218 A data não poderia ser mais emblemática: Getúlio, que se sentia massacrado pela oposição, pela "República do Galeão" e pela imprensa, escolheu a noite de São Bartolomeu para sua morte. Getúlio Vargas cometeu suicídio com um tiro no coração em seus aposentos no Palácio do Catete, na madrugada de 24 de agosto de 1954. Tancredo contou a Carlos Heitor Cony em 3 de agosto de 1984, como foram os últimos minutos de Getúlio. O depoimento de Tancredo saiu na Revista Manchete de 1 de setembro de 1984: "Por volta das sete e meia, oito horas da manhã, ouviu-se o estampido seco. Desceu o elevador, às pressas, o Coronel Dornelles, um dos oficiais de serviço na presidência. Nós subimos apressadamente para o quarto onde o presidente se achava. Os primeiros a entrar foram o General Caiado, Dona Darci, Alzira, Lutero e eu. Encontramos o presidente de pijama, como meio corpo para fora da cama, o coração ferido e dele saindo sangue aos borbotões. Alzira de um lado, eu do outro, ajeitamos o presidente no leito, procuramos estancar o sangue, sem conseguir. Ele ainda estava vivo. Havia mais pessoas no quarto219 quando ele lançou um olhar circunvagante e deteve os olhos na Alzira. Parou, deu a impressão de experimentar uma grande emoção. Neste momento, ele morre. Foi uma cena desoladora. Todos nós ficamos profundamente compungidos; esse desfecho não estava na nossa previsão. O presidente em momento nenhum demonstrou qualquer traço de emoção, nunca perdeu o seu autodomínio, jamais perdeu sua imperturbável dignidade, de maneira que foi um trágico desfecho, que surpreendeu a todos e nos deixou arrasados." — Tancredo Neves

Getúlio Vargas deixou dois documentos de despedida. O primeiro, conhecido como Carta-testamento, foi divulgado pelo rádio para todo o país logo após o suicídio. Foi encomendado ao amigo de confiança José Soares Maciel Filho, por este redigido e assinado pelo presidente. O outro, escrito a lápis em papel oficial, que chamaremos de carta-despedida, foi encontrado depois. São dois textos muito diferentes. A Carta-testamento é a despedida do político Getúlio Vargas. É desafiadora, agressiva, quase triunfante. É um grito de guerra, uma conclamação ao povo para que leve adiante a luta de sua libertação iniciada por ele, Getúlio Vargas. A morte não é vista como derrota, mas como sacrifício redentor, como bandeira de luta. Maciel Filho refletiu o pensamento do presidente sem ter sobre os ombros o peso da tragédia. Nela, a morte do político Getúlio Vargas é uma vitória.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

19

A carta-despedida é o adeus do homem Getúlio Vargas. É a expressão de sentimentos de amargura, desencanto, derrota. A traição dos amigos, a ingratidão de muitos, o ódio dos inimigos tinham quebrado a resistência do velho de 72 anos, tirando-lhe a capacidade de luta exibida em outras crises. Nela, a morte do homem Getúlio é uma derrota. Foi a morte trágica do homem Getúlio Vargas que deu à morte do político seu enorme poder de mobilização do sentimento popular. A junção das duas mortes garantiu a Getúlio Vargas a entrada na história após a saída da vida. A imensa multidão de cariocas e outros brasileiros que acompanharam seu féretro do Palácio do Catete até o Aeroporto Santos Dumont foi o testemunho de sua vitória e a garantia de seu lugar no coração do povo e na história do Brasil.

Carta-Testamento
Mais uma vez, as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se novamente e se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, me insultam; não me combatem, caluniam e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes. Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive que renunciar. Voltei ao governo nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliouse à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a Justiça da revisão do saláriomínimo se desencadearam os ódios. Quis criar a liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobrás, mal começa esta a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre. Não querem que o povo seja independente. Assumi o Governo dentro da espiral inflacionária que destruía os valores do trabalho. Os lucros das empresas estrangeiras alcançavam até 500% ao ano. Nas declarações de valores do que importávamos existiam fraudes constatadas de mais de 100 milhões de dólares por ano. Veio a crise do café, valorizou-se o nosso principal produto. Tentamos defender seu preço e a resposta foi uma violenta pressão sobre a nossa economia a ponto de sermos obrigados a ceder. Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo, renunciando a mim mesmo, para defender o povo que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar a não ser meu sangue. Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida. Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos. Quando vos vilipendiarem, sentireis no meu pensamento a força para a reação. Meu sacrifício nos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta. Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com o perdão. E aos que pensam que me derrotaram respondo com a minha vitória. Era
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

20

escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo de quem fui escravo não mais será escravo de ninguém. Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue terá o preço do seu resgate. Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia, não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história. Carta-Despedida Deixo à sanha dos meus inimigos o legado da minha morte. Levo o pesar de não haver podido fazer, por este bom e generoso povo brasileiro e principalmente pelos mais necessitados, todo o bem que pretendia. A mentira, a calúnia, as mais torpes invencionices foram geradas pela malignidade de rancorosos e gratuitos inimigos numa publicidade dirigida, sistemática e escandalosa. Acrescente-se a fraqueza de amigos que não me defenderam nas posições que ocupavam, a felonia de hipócritas e traidores a quem beneficiei com honras e mercês e a insensibilidade moral de sicários que entreguei à Justiça, contribuindo todos para criar um falso ambiente na opinião pública do país contra a minha pessoa. Se a simples renúncia ao posto a que fui elevado pelo sufrágio do povo me permitisse viver esquecido e tranqüilo no chão da Pátria, de bom grado renunciaria. Mas tal renúncia daria apenas ensejo para, com mais fúria, perseguirem-me e humilharem. Querem destruir-me a qualquer preço. Tornei-me perigoso aos poderosos do dia e às castas privilegiadas. Velho e cansado, preferi ir prestar contas ao Senhor, não de crimes que não cometi, mas de poderosos interesses que contrariei, ora porque se opunham aos próprios interesses nacionais, ora porque exploravam, impiedosamente, aos pobres e aos humildes. Só Deus sabe das minhas amarguras e sofrimentos. Que o sangue de um inocente sirva para aplacar a ira dos fariseus. Agradeço aos que de perto ou de longe trouxeram-me o conforto de sua amizade. A resposta do povo virá mais tarde...

Mulheres cultas e trabalhadoras ameaçadas por serem contra o feminismo e suas mentiras
Mulheres cultas e trabalhadoras ameaçadas por serem contra o feminismo e suas mentiras Tags esquerdismo, feminismo, igualdade de gêneros, igualdade de sexo, liberdade, liberdade.br, machismo, mulheres Esse artigo foi publicado no site MULHERES CONTRA O FEMINISMO, para ler o artigo original clique aqui.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

21

Algumas pessoas desconhecem que existem outras mulheres que lutam ativamente contra o feminismo. Sim, este raivoso movimento que mente nos representar possui outras mulheres contra ele. Existe esta falsa propaganda feminista na sociedade como se toda mulher deve ser ser feminista, pois de algum modo devemos algo a ele e isto é coisa de mulher ‖moderna‖ pois o feminismo ―promete o futuro‖. Esta pressão é muita usada por feministas que deixam a entender serem as ―verdadeiras defensoras‖ da verdade sobre serem mulheres e o papel da mulher na sociedade segundo as feministas. Tudo é propaganda feminista. Uma mentirosa propaganda. Este post tem o objetivo de enfatizar que existem MUITAS outras mulheres contra o feminismo e que nunca devemos nada a ele. Estas outras mulheres foram ameaçadas como também fomos e também foram censuradas pelos movimentos feministas. Liberdade, respeito, igualdade? Puras mentiras feministas da ditadura feminista hoje existente no Brasil. O movimento feminista é uma ditadura que censura e condena quem discorde delas. Todas as outras mulheres abaixo aqui sofreram com isso também.

Erin Pizzey: trabalhadora social inglesa que possui um tradicional abrigo para homens e mulheres que sofrem de abusos domésticos. Erin é uma ex-feminista e decidiu abandonar as feministas por notar a verdade escondida embaixo dos movimentos feministas que usavam de falsa propaganda como ―amor, igualdade, paz, liberdade, etc‖ e outras mentiras do mito paz e amor para outros fins. Erin descobriu que mulheres abusam de homens e violentam homens fisicamente ou psicologicamente semelhante a homens que maltratam mulheres. Isto na época foi algo novo que fugia do conto feminista que homens sempre maltratam mulheres. Erin descobriu que ambos os sexos podem ser violentos e podem gerar crianças violentas em um ciclo vicioso o que é perigoso para todos. Erin quis falar a verdade mas foi censurada pelo movimento feminista que era feliz com a verdade oculta, pois neste ciclo vicioso a estrutura familiar
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

22

era arruinada, tendo o homem sempre como culpado. Além disso, o movimento feminista lucrava com esta mentira por desviar incentivos financeiros do governo para fins feministas, sempre tendo o homem como culpado. Casos de injustiça eram considerados justiça por politicamente correto. Por falar a verdade, Erin sofreu ameaças de morte por parte das feministas, teve o seu cachorro morto e precisou mudar de continente por motivos de segurança.

Esther Margareta Katzen: Mais conhecida como Esther Vilar: escritora, mais conhecida pelo seu livro de 1971, O Homem Domado, e suas continuações, que argumentam, ao contrário da retórica feminista e dos direitos femininos, que as mulheres em culturas industrializadas não são oprimidas, e que ao invés disso exploram um sistema bem estabelecido de manipulação dos homens. Nele, ela alega que as mulheres não são oprimidas pelos homens, mas os controlam em um relacionamento que é vantajoso à elas mas no qual a maioria dos homens não tomam ciência. Debateu com gurus feministas que a ofenderam sem refutar os seus argumentos. Pelas as controvérsias em torno do livro sofreu ameaças de morte de grupos feministas. Algumas das estratégias descritas no livro e usadas pelas mulheres segundo a autora são: atrair homens com sexo, usando estratégias de sedução; usar o elogio para controlar homens administrando-o com cuidado; usar chantagem emocional como meio de controlar os homens; uso de amor e romance como um pretexto para disfarçar suas intenções e motivos reais.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

23

Michele Elliott: Mestre em psicologia, autora, professora e trabalhadora social especializada em crianças. Em 1992, Elliott publicou seu livro ―Abuso Sexual de Crianças Feminino, o último tabu ―, o primeiro livro a abordar a questão do abuso sexual por mulheres. O livro foi bem recebido pelos profissionais e organizações. Mike Lew descreveu como ‖um trabalho importante e desafiador―, ajudando a ‖forjar uma nova compreensão das questões―. Doody anual afirmou que era ‖um livro extremamente valioso para todos os profissionais, e isso aumenta muito o estado atual do conhecimento, ou a falta que conhecimento, que pode ter uma profunda influência sobre o desenvolvimento da sobrevivência e recuperação―. Trabalho de Elliott em expor a questão da pedofilia feminina também resultou na hostilidade de feministas que quiserem censurar o livro como fizerem com outros casos de mulheres que falavam a verdade contra a ―verdade feminista‖. Ao divulgar Abuso Sexual de Crianças Feminino Elliott organizou uma conferência em Londres sobre o abuso sexual por mulheres e sofreu ameaças. Depois de publicar o livro Elliott foi sujeita a um ―dilúvio‖ de mensagens de ódio das feministas.

Christina Hoff: Christina Hoff Sommers é uma autora americana e ex-professora de filosofia que é conhecida por sua crítica do feminismo do final do século 20, e seus escritos sobre o feminismo na cultura americana contemporânea. Seus livros mais discutidos são Who Stole Feminism?: How Women Have Betrayed Women e The War Against Boys: How Misguided Feminism Is Harming Our Young Men. Christina fala sobre a desinformação muitas vezes proposital sobre a violência doméstica contra a mulher, a raiva de feministas contra homens, violência doméstica contra os homens/meninos e sobre dados manipulados pela mídia feminista.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

24

Karen Straughan (Girl Writes That): Vlogueira e blogueira que desmascara as feministas e os dogmas feministas como ―cultura do estupro‖, ―homens ganham mais‖, ―homens isso, aquilo‖, ―mulheres sempre foram vítimas do sistema‖, etc. Ela questiona o mundo visto pelas feministas e os reais motivos do movimento feminista. Também sofre ameças por partes das feministas que em geral sempre repetem a mesma conversa.

Suzanne Wenker é vice-presidente do Centro de Política Casamento e autora de quatro livros, incluindo How to Choose a Husband (And Make Peace With Marriage) (February 2013), The War on Men (February 2013, eBook only), The Flipside of Feminism (2011), and 7 Myths of Working Mothers (2004).
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

25

Suzanne é uma colaboradora freqüente do Fox News.com e tem escrito extensivamente sobre política, educação de filhos, e a influência do feminismo na sociedade americana. Seu trabalho foi publicado no New York Post, St. Louis Post-Dispatch, Parents.com, Human Events, National Review Online, e CNSnews.com. Além disso, Suzanne apareceu no ABC, CNN, FOX, C-Span, e outros canais, bem como de programas de rádio de todo o país. Seu primeiro livro, 7 Myths of Working Mothers, argumenta que as crianças e carreiras exigentes são incompatíveis. O Flipside of feminism, lançado em 2011, é uma conta explosiva dos danos deixados na esteira do movimento feminista. Seu original de ebook, The war on men, é um olhar, concisa autoritária no mito da igualdade de gênero. E seu mais recente lançamento, How to Choose a Husband (And Make Peace With Marriage), lança um olhar duro para a revolução sexual e incentiva as mulheres a rejeitar o roteiro cultural têm sido vendidos sobre o amor, o sexo, os homens e o casamento.

Ayn Rand.Nascida Alissa Zinovievna Rosenbaum, de origem judaico-russa , em 1905, Ayn Rand deixou seu país, ao completar 21 anos de idade, rumo aos Estados Unidos,
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

26

supostamente para visitar parentes, mas, de fato, com a intenção de por lá ficar. Na terra natal, com a revolução russa e a vitória final dos comunistas, sua família de classemédia, que fugira para a Criméia, teve seus bens confiscados e ficou na miséria. Mesmo assim, de volta a Petrogrado, Alissa conseguiu se formar, em 1924, em Filosofia e História na universidade local e, no ano seguinte, 1925, logrou obter permissão para visitar parentes nos EUA, a terra da liberdade, como aprendera nas aulas de história ainda no secundário. Nunca mais retornou. Foi escritora, dramaturga, roteirista e controversa filósofa origem, mais conhecida por desenvolver um sistema filosófico chamado de Objetivismo, e por seus romances The Fountainhead (que foi lançado no Brasil com o título de ―A Nascente‖ e deu origem a um filme homónimo conhecido no Brasil por ―Vontade Indômita‖) e Atlas Shrugged (―A Revolta de Atlas‖ no Brasil). Nascida e educada na Rússia, Rand emigrou para os Estados Unidos em 1926. Ela trabalhou como roteirista em Hollywood e teve uma peça produzida na Broadway, em 1935-1936. Ela alcançou a fama com seu romance The Fountainhead, publicado em 1943, que em 1957 foi seguido por seu melhor e mais conhecido trabalho, o romance filosófico Atlas Shrugged. Talyta Caravalho: Filósofa especialista em renascença e mestre em ciências da religião pela PUC-SP. Escreveu um texto interessante na Folha de SP (que publicamos aqui no nosso blog) sobre o feminismo no contexto atual e se transformou imediatamente em um alvo por parte das feministas. Feministas além de repetirem a mesma conversa marxista cultural e a atacarem pessoalmente com argumentos antigos fizeram campanhas contra Talyta. Uma amostra de censura ditatorial feminista. Kelly Mac: Blogueira que é contra o feminismo por ele atualmente ser praticamente anti-homem. O blog dela é awomanagainstfeminism.blogspot.com

Uma das leitoras da página do facebook "Metendo a Real" tirou essa foto e enviou junto com as palavras:
"Boa tarde. Estou aqui apenas para falar que admiro esta página. Vejo que são à favor da família tradicional, dos antigos costumes. Vejo também que muitas mulheres que comentam os posts, criticando o machismo e vangloriando o feminismo infelizmente não veem o que de fato tem maior valor na vida. Essas feministas espelham-se nos piores tipos de homens, querem ser livres para fazer sexo com quem bem entenderem e usarem as roupas que quiserem, falando como se isso fosse liberdade (o que é ridículo). Sou totalmente contra essa nova cultura dos dias de hoje, essa cultura que quebra o verdadeiro sentido das coisas. O que mais vemos são os chamados "manginas" vangloriando as "vadiazinhas" que postam fotos e exibem seu corpo para que meio mundo veja. O que mais me chama a atenção na página é o empenho de vocês em ajudar os homens a se tornarem HOMENS de verdade, honrados e que saibam dar valor à família e ao que realmente importa na vida. Deixo aqui meus parabéns e minha admiração pelo trabalho de vocês. Sucesso à todos. Força e honra!"

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

27

As Feministas odeiam os homens
Vejam abaixo alguns relatos retirados do site: http://odeiohomens.tumblr.com/ Alguns relatos e confissões anônimas de ódio aos homens ―Eu confesso que odeio essa raça maldita que são os homens. E não, não é por traição é porque vocês são uns bostas mesmo. Vocês se acham melhores que as mulheres, são machistas… e são ridículos! Os moleques da minha sala zoam as namoradas deles pelas costas, o maior índice de crime são de homens, vocês querem sempre por a culpa nas mulheres sendo que vocês que sempre têm a culpa! Não importa do que seja. Odeio tanto homem que se um dia eu tiver algum filho (vai saber) e for homem, eu dou ele pra alguém, me recuso a cuidar dele. Só não viro lésbica porque não sinto atração por mulheres. Tive 2 namorados, e eles eram até legais comigo, mas só de imaginar o que eles poderiam ser, eu terminei com eles. Talvez eu precise de um psicólogo pra tirar essa imagem que faço dos homens, mas se eu cheguei nesse ponto foi por culpa dos homens, como sempre, os errados na história. Sou muito feliz com as minhas amigas e família. Não preciso de vocês.‖ — Anônima A ―Isso tudo é verdade, querida, você está certíssima. Também só não sou lésbica porque não sinto atração por mulheres. Agora virão inúmeros comentários trogloditas, mas somente comprovam tudo o que disse. Ignore, mulher é um milhão de vezes superior.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

28

Leve a vida como quiser, seja feliz, com certeza merece. Esqueça desses vermes. As mulheres deveriam comandar o mundo, o grande mal da humanidade é o machismo, trata-se de um sistema frívolo, desumano, e, principalmente, violento. Você é esperta, concordo plenamente.‖ — Anônima B ―Concordo plenamente. Lógico que também existem mulheres que não prestam. Mas os homens conseguem ser tão ridículos que superam de longe qualquer ponto negativo feminino. O mundo é tão machista e por isso está nesta merda. Se os homens soubessem valorizar mais as mulheres eles mesmos seriam mais felizes. Mas não. Vocês (homens idiotas e imbecis) são tão bostas que conseguem destruir qualquer relacionamento. O casal no início de namoro é super feliz. Tudo é alegria. São muitos os sonhos, desejos e se compartilha tudo. Mas depois de um tempo ele diz que o amor acabou e que não era tudo aquilo que ele queria. Assim, vai correndo atrás de qualquer rabo de saia. O pior é se já tiverem se casado (ou não) e se ela tiver engravidado e tido filho(s). Eu mesma já vi várias vezes casal com criança no carrinho, aí passa uma mulher ―popozuda‖ e VOCÊS HOMENS olham descaradamente com segundas intenções enquanto a tonta da mulher só tem olhos para o bebê no carrinho. As mulheres que aceitam esse tipo de coisa são muito fracas e não têm amor próprio. Certas são Xuxa, Madonna e outras do mesmo nível. Usa, abusa e joga fora e ainda SÃO AS PODEROSAS. HOMENS, VÃO TODOS PARA O INFERNO!!! ODEIO TODOS VOCÊS. NÃO PRECISAMOS DE VOCÊS PARA NADA!!!!!!!!!!‖ — Anônima C ―Nem todos são assim, mas acredito que naturalmete os homens são ridículos, não fazem falta pra ninguém. É uma raça maldita que deveria ser extinta da terra, nós mulheres deveriamos ter reprodução assexuada para não depender desses merdas. O pior é que eles não percebem que ELES é quem provocam o ódio na gente, com a imposição de ideologias machistas que fazem crescer o ódio no coração das mulheres (e com razão) porque durante toda a história da humanidade eles nunca fizeram NADA por nós, sempre fomos subjugadas, maltratadas, sempre se refiriram a nós como inferiores, querem mandar na gente, querem nos possuir e ainda acham que mulheres que detestam homens assim são infelizes consigo mesmas? Poupem-me. Quando se fala em ―homem‖ pra uma mulher, ela logo já pensa num traste pra ficar incomodando a vida dela, mijando na tampa do vaso e dependendo dela pra comer porque nem fritar um ovo sabe. Já quando se fala em ―mulher‖ para um homem, ele pensa em alguém que vai acolher, cuidar, dar carinho, não possuir, bater, matar. Porque mulher é isso, é um ser naturalmente bom.‖ — Anônima D ―Falou tudo!! Os homens são tão ridículos que a ciência já descobriu que se pode fazer uma vida a partir de dois óvulos, ou seja, os protagonistas da vida são as mulheres mesmo. Não dá pra fazer vida de dois espermatozóides, mas de dois óvulos é possível. A natureza é sábia. Portanto se acontece algum problema no mundo, se houver guerras e aniquilar muitas pessoas, principalmente os homens que são os que geram as guerras, estaremos aqui aptas a dar continuidade e aí sim, dar continuidade a um mundo bem mais calmo, sem guerras, e melhor, mais coeso.‖ — Anônima E ―Eu odeio essa raça maldita, desgraçada. Quanto mais o tempo passa, mais confirmo que essa raça é ridícula, desprezível, maldita… mataria um homem com prazer. Vocês são machistas, traiçoeiros, preconceituosos, golpistas, têm um ponto de vista unilateral e
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

29

se defendem mesmo estando errados, não sabem assumir os erros, tomara que todos vocês morram, bando de malditos, desgraçados. Odeio vocês!‖ — Anônima F ―Legais as confissões, concordo com todas, realmente os homens são uns canalhas, seres desprezíveis. Eu também odeio os homens e eu confesso que meu sonho é sair com uma espingarda calibre 12 e atirar na cabeça dos homens pelas ruas!! kkkkkkkkkkkkkk‖ — Anônima G ―Homens são uns bostas mesmo. Que eles se ferrem!! São uns malditos que só sabem encher o nosso saco e não servem pra nada!!‖ — Anônima H ―Os homens são uma aberração da natureza! Só pensam neles mesmos e só querem sexo.‖ — Anônima I ―Não disse nenhuma mentira. Homem é uma bosta mal cagada.‖ — Anônima J Fonte: http://odeiohomens.tumblr.com/

7 Características do Homem Feminista

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

30

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

31

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

32

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

33

7 Características do Homem Feminista

Um dos motivos que levou a que o feminismo radical obtivesse uma posição tão influente e "mainstream" na sociedade Ocidental é o facto deste movimento receber reforços vitais providenciados pelos traidores sexuais que deliberadamente canibalizam os outros homens como forma de apaziguar as suas donas. Este é o homem feminista. Este é o tipo de homem cujo totalidade da personalidade se centra em impedir que os outros homens ofendam as suas chefes feministas. Estes homens envergonham o natural comportamento masculino e disseminam a desilusão intelectualizada que hoje recebe o nome de "pontos de vista feministas". Eles auto-castram-se em público, mentido a eles mesmos em torno dos seus próprios desejos sexuais e imperativos. A grande ironia - e segredo - é que eles buscam os mesmos objectivos que os homens normais: obter sucesso sexual junto das mulheres (por muito que eles não queiram admitir), excepto que eles tentam fazer isso através da submissão irracional. Não há nada de especial no espécimen exibido em cima, excepto a sua exibição excepcional de comportamentos reveladores.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

34

7 Características do Homem Feminista 1. Voz efeminada Existem diversas evidências científicas que revelam que os homens estão a ser expostos a quantidades superiores de hormonas femininos. Entre as causas encontra-se o facto de existirem reservas de água ligeiramente contaminadas com compostos da pílula provenientes do corpo da mulher. O consumo em massa de produtos que são fontes de estrogénio pode ser outro motivo. Qualquer que seja a causa, hoje em dia há uma epidemia de homens heterossexuais que uma ostensiva "voz gay", e em nenhum outro homem isso é mais vincado do que nos homens feministas. Aparentemente, eles falam sem a voz grave como forma de não ofender as feministas. 2. Tom de voz efeminado e condescendente, tendência para revirar os olhos. Para além das características da sua voz, o homem feminista usa um tom de voz condescendente e paternalista (muitas vezes com frases "não-ditas), algo comum nas meninas adolescentes e nos homens homossexuais. Em vez de discordar de um argumento com base nos seus méritos, o homem feminista suspira longamente, qual Al Gore num debate presidencial. Para pior as coisas, eles associa o seu discurso com profanidades, que em vez de revelar firmeza, soa mais como uma adolescente emocionalmente instável a insultar o namorado. 3. Aparência desleixada, podendo ter uma barba usada pelos vegetarianos O uniforme do homem feminista é um cocktail não-ameaçador de roupa hipster castradora, com uma barba pouco cuidade - o distintivo do homem fraco actual - e qualquer outra coisa que tornam absurdamente aparente que ele não frequenta ginásio algum. e não é uma ameaça para ninguém.

4. Repete uma salada de palavras que mais não são que os pontos de vista das feministas. O homem feminista repete todos os chavões inventados e usados pelas feministas histéricas (palavras com a aparência de terem sido retiradas de livros de ficção científica
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

35

como "cis-género" e "sex-positive"). Eles participam também na má-representação e no abuso de palavras outrora úteis e com um significado positivo, tais como "consentimento", "patriarcado", e "privilégio". 5. Alarmista da violação sexual. Seguindo o exemplo da feminista mais militante, o homem feminista usa o CartãoViolação várias vezes em qualquer discussão, independentemente do assunto que está a ser discutido. Tal como a palavra "smurf" dos desenhos animados dos anos 80, a palavra "violação" [=estupro] está lentamente a perder o seu real significado devido ao seu uso alargado. O propósito desta invocação repetitiva é aumentar ainda mais a histeria exagerada em torno da violação, fazer toda a gente acreditar que há um violador em cada esquina, e passar a ideia de que, quando as mulheres não estão por perto, todas as pessoas fazem piadas em torno do abuso sexual. Posso contar numa mão o número total de piadas em torno da violação que eu ouvi em toda a minha vida (....).

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

36

6. Fomentar o histerismo feminista ao oferecer desculpas para o comportamento fanático e ao exigir que os outros homens meçam cuidadosamente os seus actos e as suas palavras. Segundo este homem - e segundo todas as feministas - é perfeitamente justificável ficar com um medo permanente dos homens se por acaso foste vítima de um deles (por mais real ou imaginária que essa vitimização tenha sido). Segundo esta forma de pensar, eu posso permanecer "apreensivo" e "ter medo" dos negros como "categoria" uma vez que eu já fui roubado por um negro. Para além disso, ele desculpa o discurso de ódio das feministas, qualificando-o de "brincadeira" que "não é para ser levada a sério", ao mesmo tempo que qualifica de 100% discurso sério e discurso de ódio tudo o que os inimigos ideológicos afirmam.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

37

7. Falsa aparência de intelectualismo e fundamento académico. Para conferir algum tipo de legitimidade à sua ilusória e problemática lógica, ele cita referências enviesadas supostamente académicas dentro dum argumento-espantalho em torno do que os "defensores dos direitos dos homens" usam como forma de provar a existência da misandria. Para além disso, ele aplica no seu discurso as acrobacias mentais das feministas que - essencialmente - transformaram a noite no dia, o topo na base, e transformaram os homens em mulheres.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

38

Jesus é Deus?

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

39

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

40

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

41

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

42

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

43

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

44

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

45

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

46

Jesus é Deus?
Você já encontrou uma pessoa que é o centro das atenções onde quer que vá? Alguma característica misteriosa e indefinível o distingue de todas as outras pessoas. Pois foi isso que aconteceu dois mil anos atrás com Jesus Cristo. Porém não foi simplesmente a
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

47

personalidade de Jesus que cativou aqueles que o ouviam. Aqueles que puderem ouvir suas palavras e observar sua vida nos dizem que existia algo em Jesus de Nazaré que era diferente de todas as outras pessoas. A única credencial de Jesus era ele mesmo. Ele nunca escreveu um livro, comandou um exército, ocupou um cargo político ou teve uma propriedade. Normalmente ele viajava se afastando somente alguns quilômetros do seu vilarejo, atraindo multidões impressionadas com suas palavras provocativas e seus feitos impressionantes. Ainda assim, a magnitude de Jesus era óbvia para todos aqueles que o viram e ouviram. E enquanto a maioria das grandes personalidades históricas desaparece nos livros, Jesus ainda é o foco de milhares de livros e controvérsias sem paralelos na mídia. Grande parte dessas controvérsias envolvem as afirmações radicais que Jesus fez sobre si mesmo, afirmações que espantaram tanto seus seguidores quanto seus adversários. Foram principalmente as afirmações únicas de Jesus que fizeram com que ele fosse considerado uma ameaça pelas autoridades romanas e pela hierarquia judaica. Embora fosse um estranho sem credenciais ou força política, em apenas três anos Jesus foi capaz de mudar a história dos mais de 20 séculos seguintes. Outros líderes morais e religiosos influenciaram a história, mas não como o filho de um carpinteiro desconhecido de Nazaré. Qual era a diferença de Jesus Cristo? Ele era apenas um homem de grande valor ou era algo mais? Essas perguntas nos levam ao cerne do que Jesus realmente era. Alguns acreditam que ele era simplesmente um grande professor de moral, já outros pensam que ele foi simplesmente o líder da maior religião do mundo. Porém muitos acreditam em algo muito maior. Os cristãos acreditam que Deus nos visitou em forma humana, e acreditam que há evidências que provam isso. Após analisar com cuidado a vida e as palavras de Jesus, C.S. Lewis, antigo cético e professor de Cambridge, chegou a uma espantosa conclusão, que alterou o rumo de sua vida. Então quem é Jesus de verdade? Muitos dirão que Jesus foi um grande professor de moral. Ao analisarmos mais cuidadosamente a história do homem que causa mais controvérsias em todo o mundo, primeiramente devemos perguntar: será que Jesus foi simplesmente um grande professor de moral? Jesus é Deus? Grande professor de moral? Mesmo os membros de outras religiões acreditam que Jesus foi um grande professor de moral. O líder indiano Mahatma Gandhi falava muito bem sobre a integridade e as palavras sábias de Jesus.[1] Da mesma forma, o estudioso judeu Joseph Klausner escreveu, ―Admite-se mundialmente… que Cristo ensinou a ética mais pura e sublime… que joga nas sombras os preceitos e as máximas morais dos mais sábios homens da antiguidade.‖[2] O Sermão do Monte de Jesus foi considerado o maior de todos os ensinamentos sobre ética humana já feito por uma pessoa. De fato, muito do que conhecemos atualmente como ―direitos iguais‖ é resultado dos ensinamentos de Jesus. O historicista Will Durant, que não é cristão, disse a respeito de Jesus: ―Ele viveu e lutou persistentemente por ‗direitos iguais‘, e nos tempos modernos teria sido mandado para a Sibéria. ‗O maior dentre vós será vosso servo‘ é a inversão de toda a sabedoria política, de toda a sanidade.‖[3]
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

48

Muitos, como Gandhi, tentaram separar os ensinamentos de Jesus sobre ética de suas afirmações a respeito de si mesmo, acreditando que ele era simplesmente um grande homem que ensinava grandes princípios morais. Essa foi a abordagem de um dos Pais Fundadores dos Estados Unidos, o presidente Thomas Jefferson, que editou uma cópia do Novo Testamento retirando as partes que considerava que se referiam à divindade de Jesus e deixando as partes a respeito do ensinamento morais e éticos.[4] Jefferson carregava consigo essa versão editada do Novo Testamento, reverenciando Jesus como o maior professor de moral de todos os tempos. De fato, as memoráveis palavras de Jefferson na Declaração de Independência tiveram como base os ensinamentos de Jesus de que toda pessoa é de imensa e igual importância perante Deus, independente de sexo, raça ou status social. O famoso documento diz: ―Consideramos estas verdades como evidentes por si mesmas, que todos os homens são criados iguais, dotados pelo Criador de certos direitos inalienáveis…‖. Mas Jefferson não respondeu uma pergunta: Se Jesus afirmou incorretamente ser Deus, ele não poderia ter sido um bom professor de moral. No entanto, Jesus de fato afirmou sua divindade? Antes de observarmos o que Jesus afirmou, precisamos analisar a possibilidade de ele ter sido simplesmente um grande líder religioso. Jesus é Deus? Grande líder religioso? Surpreendentemente, Jesus jamais afirmou ser um líder religioso. Ele nunca se envolveu com políticas religiosas ou promoveu agressivamente suas causas, além de atuar quase sempre fora de locais religiosos. Ao comparar Jesus com outros grandes líderes religiosos, uma notável distinção aparece. Ravi Zacharias, que cresceu na cultura hindu, estudou religiões do mundo todo e notou uma diferença fundamental entre Jesus Cristo e os criadores de outras grandes religiões. ―Em todos esses, existe uma instrução, um modo de viver. Não é Zaratustra quem você consulta, é Zaratustra quem você escuta. Não é Buda que o liberta, são as Nobres Verdades que o instruem. Não é Maomé que o transforma, é a beleza do Corão que o lisonjeia. No entanto, Jesus são somente ensinou ou expôs sua mensagem. Ele era a sua própria mensagem‖.[5] A verdade na afirmação de Zacharias é ressaltada pelas diversas vezes nos Evangelhos em que os ensinamentos de Jesus foram simplesmente ―Venha a mim‖, ―Siga-me‖ ou ―Obedeça-me‖. Além disso, Jesus deixou claro que sua principal missão era perdoar os pecados, algo que somente Deus poderia fazer. Em As maiores religiões do mundo, Huston Smith apontou: ―Somente duas pessoas surpreenderam tanto seus contemporâneos a ponto de provocarem a pergunta ‗O que é ele?‘ em vez de ‗Quem é ele?‘. Essas duas pessoas foram Jesus e Buda. As respostas de Jesus e Buda para essa pergunta foram exatamente opostas. Buda disse claramente que ele era um simples mortal, e não um deus, quase que como se estivesse prevendo futuras tentativas de adoração. Jesus, por outro lado, afirmou… ser divino.‖[6] E isso nos leva à questão do que Jesus realmente afirmou sobre si mesmo: Jesus afirmou ser divino? Jesus é Deus? Jesus afirmou ser Deus?
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

49

Então o que convence muitos estudiosos de que Jesus afirmou ser Deus? O autor John Piper explica que Jesus reivindicou poderes que pertenciam exclusivamente a Deus. ―… os amigos e inimigos de Jesus ficavam espantados constantemente com suas palavras e ações. Ao andar pelas estradas, aparentando ser uma pessoa qualquer, ele virava e dizia coisas como ―Antes de Abraão nascer, Eu Sou‖ ou ―Quem me vê, vê o Pai‖. Ou, com muita calma, depois de ser acusado de blasfêmia, ele dizia: ‗O Filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados‘. Para os mortos ele simplesmente dizia ‗Apareçam‘ ou ‗Ergam-se‘. E eles obedeciam. Para as tempestades ele dizia ‗Acalmem-se‘. E para um pedaço de pão ele dizia ‗Transforme-se em mil refeições‘. E tudo acontecia imediatamente‖.[7] Mas o que Jesus realmente queria dizer com tais afirmações? É possível que Jesus tenha sido meramente um profeta como Moisés, Elias ou Daniel? Mesmo uma leitura superficial dos Evangelhos nos mostra que Jesus afirmou ser mais do que um profeta. Nenhum outro profeta fez afirmações desse tipo sobre si mesmo, de fato nenhum outro profeta jamais se colocou no lugar de Deus. Alguns dizem que Jesus jamais disse explicitamente ―Eu sou Deus‖. É verdade que ele jamais disse exatamente as palavras ―Eu sou Deus‖. No entanto, Jesus também nunca disse explicitamente ―Eu sou um homem‖ ou ―Eu sou um profeta‖. Ainda assim, Jesus foi sem dúvida humano, e seus seguidores o consideravam um profeta como Moisés ou Elias. Assim, não podemos rejeitar o fato de que Jesus era uma divindade somente pelo fato dele não ter dito exatamente essas palavras, assim como não podemos dizer que ele não era um profeta. De fato, as afirmações de Jesus sobre si mesmo contradizem a noção de que ele era simplesmente um grande homem ou um profeta. Em mais de uma ocasião, Jesus chamou a si mesmo de Filho de Deus. Quando questionado se acreditava na possibilidade de Jesus ter sido o Filho de Deus, o vocalista da banda U2, Bono, respondeu: ―Não, não é improvável para mim. Veja bem, a resposta secular para a história de Cristo é sempre esta: ele era um grande profeta, claramente uma pessoa muito interessante e com muitas coisas a dizer, assim como outros grandes profetas como Elias, Maomé, Buda ou Confúcio. Porém na verdade Cristo não deixava você fazer isso. Ele não o isentava das responsabilidades. Cristo dizia: ‗Não, não estou dizendo que sou um professor, não me chame de professor. Não estou dizendo que sou um profeta. … Estou dizendo que sou a encarnação de Deus‘. E as pessoas dizem: Não, não, por favor, seja apenas um profeta. Um profeta nós podemos aceitar.‖[8] Antes de analisarmos as afirmações de Jesus, é importante entendermos que essas afirmações foram feitas no contexto da crença judaica em um único Deus (monoteísmo). Nenhum Judeu fiel acreditaria em mais de um único Deus. E Jesus acreditava no Deus único, orando para seu Pai como ―o único Deus verdadeiro‖.[9] Mas na mesma oração, Jesus falou sobre ter sempre existido com seu Pai. E quando Filipe pediu a Jesus para que ele lhe mostrasse o Pai, Jesus disse: ―Você não me conhece, Filipe, mesmo depois de eu ter estado com vocês durante tanto tempo? Quem me vê, vê o Pai.‖[10] Assim a pergunta é: ―Jesus afirmava ser o Deus hebraico que criou o universo? Jesus afirmou ser o Deus de Abraão e Moisés? Jesus continuamente fazia referência a si mesmo de formas que confundiam seus
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

50

ouvintes. Como aponta Piper, Jesus fez uma afirmação audaciosa, ―Antes de Abraão nascer, EU SOU.‖[11] Ele falou a Marta e a outros ao seu redor: ―EU SOU a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá.‖[12] Da mesma forma, Jesus fazia afirmações como, ―EU SOU a luz do mundo‖[13], ―EU SOU o único caminho para Deus‖[14] ou ―EU SOU a ‗verdade‘[15]. Essas e muitas outras de suas afirmações começavam coma as palavras sagradas para Deus, ―EU SOU‖ (ego eimi).[16] O que Jesus quis dizer com tais afirmações e qual é a importância do termo ―EU SOU‖? Mais uma vez, precisamos voltar ao contexto. Nas Escrituras Hebraicas, quando Moisés perguntou a Deus Seu nome na sarça ardente, Deus respondeu: ―EU SOU‖. Ele estava revelando a Moisés que Ele era o único Deus atemporal e que sempre existiu. Incrivelmente, Jesus estava usando essas palavras sagradas para descrever a si mesmo. A questão é: ―Por que‖? Desde os tempos de Moisés, nenhum praticante do judaísmo jamais se referiria a si mesmo ou a qualquer outra pessoa usando ―EU SOU‖. Com resultado, as afirmações de ―EU SOU‖ de Jesus enfurecerem os líderes judaicos. Certa vez, por exemplo, alguns líderes explicaram a Jesus por que estavam tentando matá-lo: ―Porque você é um simples homem e se apresenta como Deus‖.[17] O uso do nome de Deus por parte de Jesus deixou os líderes religiosos muito enfurecidos. A questão é que esses estudiosos do Antigo Testamento sabiam exatamente o que ele estava dizendo: ele afirmava ser Deus, o Criador do universo. Somente essa afirmação poderia ter resultado na acusação de blasfêmia. Ao ler o texto, é claro entender que Jesus afirmava ser Deus, não simplesmente por suas palavras, mas também pelas reações a essas palavras. C.S. Lewis inicialmente considerava Jesus um mito. Porém esse gênio da literatura, que conheci os mitos muito bem, chegou à conclusão de que Jesus tinha de ter sido uma pessoa real. Além disso, conforme Lewis investigava as evidências sobre Jesus, ele se convenceu que Jesus não somente era real, mas também era diferente de qualquer outro homem da história. Lewis escreveu: ―E aí que vem o verdadeiro choque. Entre esses judeus, de repente surge um homem que começa a falar como se Ele fosse Deus. Ele diz perdoar os pecados. Ele diz que Ele sempre existiu. Ele diz que Ele está vindo para julgar o mundo no final dos tempos‖.[18] Para Lewis, as afirmações de Jesus eram simplesmente muito radicais e profundas para terem sido feitas por um simples professor ou líder religioso. Que tipo de Deus? Alguns dizem que Jesus afirmava ser apenas uma parte de Deus. Porém a ideia de que todos nós fazemos parte de Deus e de que dentro de nós está a semente da divindade simplesmente não é um sentido possível para as palavras e ações de Jesus. Tais pensamentos são revisionistas e não condizem com seus ensinamentos, suas crenças e com o entendimento de seus ensinamentos por parte de seus discípulos. Jesus ensinou que ele era Deus do modo que os judeus entendiam Deus e que as Escrituras Hebraicas retratavam Deus, e não do modo que o movimento da Nova Era entendia Deus. Nem Jesus nem seu público conheciam Star Wars, então quando falavam de Deus, eles não estavam falando de forças cósmicas. Trata-se simplesmente de uma má história para redefinir o que Jesus queria dizer com o conceito de Deus. Lewis explica:
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

51

Vamos esclarecer isso. Entre panteístas, como os indianos, qualquer pessoa poderia dizer que é parte de Deus, ou um com Deus… Porém este homem, por ser judeu, não poderia dizer que era esse tipo de Deus. Deus, em seu idioma, significava Estar fora do mundo, aquele que criou o mundo e era infinitamente diferente de qualquer outra coisa. Ao entender isso, você verá que o que esse homem disse, de forma muito simples, foi a coisa mais chocante jamais dita por um homem.[19] Com certeza existem aqueles que aceitam Jesus como um grande professor, porém ainda recusam chamá-lo de Deus. Como deísta, sabemos que Thomas Jefferson não tinha problemas para aceitar os ensinamentos morais e éticos de Jesus e ao mesmo tempo rejeitar sua divindade.[20] Porém como já dito, se Jesus não era quem afirmava ser, então é preciso analisar outras possibilidades, nenhuma das quais faria dele um grande professor moral. Lewis disse: ―Estou tentando impedir que qualquer um diga a coisa mais insensata, que as pessoas dizem frequentemente, sobre Ele: ‗Aceito Jesus como um grande professor moral, porém não aceito as afirmações de que ele era Deus‘. É exatamente isso que não podemos dizer‖.[21] Em sua missão em busca da verdade, Lewis sabia que não era possível aceitar as duas identidades de Jesus. Ou Jesus era quem ele afirmava ser, a encarnação de Deus, ou suas afirmações eram falas. Se fossem falsas, Jesus não poderia ter sido um grande professor moral. Ele estaria mentindo de propósito ou teria sido um lunático com um complexo de Deus. Jesus poderia estar mentindo? Mesmos os maiores críticos de Jesus raramente o chamaram de mentiroso. Essa classificação não é compatível com os grandes ensinamentos sobre moral e ética de Jesus. Mas se Jesus não era quem afirmava ser, devemos pensar na possibilidade de que ele estava intencionalmente enganando a todos. Uma das mais conhecidas e influentes obras políticas de todos os tempos foi escrita por Nicolau Maquiavel em 1532. Eu seu clássico, O príncipe, Maquiavel exalta o poder, o sucesso, a imagem e a eficiência acima da lealdade, da fé e da honestidade. De acordo com Maquiavel, não há problemas em mentir quando isso visa um fim político. Poderia Jesus Cristo ter construído todo seu império com base em uma mentira simplesmente para obter poder, fama ou sucesso? De fato, os inimigos judeus de Jesus constantemente tentavam o expor como uma fraude ou um mentiroso. Eles o bombardeavam de perguntas, tentando fazer com que ele cometesse erros ou se contradissesse. Ainda assim, as respostas de Jesus eram de uma incrível consistência. Assim, a questão que temos que fazer é: o que poderia motivar Jesus a tornar toda sua vida uma mentira? Ele ensinava que Deus não aceitava mentiras e hipocrisia, assim ele não poderia estar fazendo isso para agradar ao seu Pai. Ele certamente não mentiu em benefício de seus seguidores, uma vez todos, com exceção de um, foram martirizados em vez de renunciar seu Senhor (consulte ―Os apóstolos acreditavam que Jesus era Deus?‖ Assim, nos restam apenas duas possíveis explicações, ambas as quais são problemáticas. Benefício Muitas pessoas mentiram em prol de ganhos pessoais. De fato, a motivação da maioria das mentiras é o benefício que as pessoas veem nelas. O que Jesus poderia querer
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

52

ganhar ao mentir sobre sua identidade? A resposta mais óbvia seria o poder. Se as pessoas acreditassem que ele era Deus, ele teria um poder imenso (é por isso que muitos líderes antigos, como os imperadores romanos, afirmavam ser de origem divina). O problema dessa explicação é que Jesus evitava qualquer tentativa de ser colocado no poder, em vez de castigar aqueles que abusam de tal poder e vivem suas vidas em busca dele. Além disso, ele estendia suas mãos para os rejeitados (prostitutas e leprosos), aqueles sem poder, criando uma rede de pessoas cuja influência era menor do que zero. De uma maneira que só pode ser descrita como bizarra, tudo aquilo que Jesus fez e disse ia em direção complemente oposta ao poder. Se a motivação de Jesus era o poder, ele aparentemente teria evitado a cruz a todo custo. Ainda assim, em diversas ocasiões, ele disse a seus discípulos que a cruz era seu destino e sua missão. Como morrer em uma cruz romana poderia conceder poder a alguém? A morte, obviamente, trás a devida atenção a qualquer coisa. E enquanto muitos mártires morreram em prol das causas que acreditavam, poucos estiverem dispostos a morrer por mentiras conhecidas. Com certeza todas as esperanças de ganhos pessoais de Jesus teriam acabado na cruz. Ainda assim, até seu último suspiro, ele não abriu mão de afirmar que era o único Filho de Deus. O estudioso do Novo Testamente, J. I. Packer, aponta que este título expressa a divindade pessoal de Jesus.[22] Um legado Então se Jesus não mentia em benefício próprio, talvez suas afirmações radicais fossem falsas a fim de deixar um legado. Porém a possibilidade de ser espancado e pregado em uma cruz teria rapidamente acabado com o entusiasmo da grande maioria das pessoas. Aqui está outro fato assombroso. Se Jesus tivesse simplesmente rejeitado a afirmação de ser Filho de Deus, ele jamais teria sido condenado. Foi sua afirmação de ser Deus e sua relutância a rejeitá-la que fizeram com que ele fosse crucificado. Se aumentar sua credibilidade e reputação histórica foi o que motivou Jesus a mentir, é preciso explicar como um filho de carpinteiro, proveniente de um pobre vilarejo da Judéia, pode ter previsto os eventos futuros que tornariam seu nome tão conhecido e importante no mundo todo. Como ele poderia saber que sua mensagem sobreviveria? Os discípulos de Jesus tinham fugido e Pedro o negou, o que não é exatamente a melhor ideia para deixar um legado religioso. Os historicistas acreditam que Jesus mentiu? Estudiosos analisaram a vida e as palavras de Jesus para descobrir se há qualquer evidência de falhas em sua personalidade moral. De fato, mesmo os maiores céticos ficam espantados com a pureza ética e moral de Jesus. De acordo com o historicista Philip Schaff, não há evidências, tanto na história da igreja quanto na história secular, de que Jesus tenha mentido sobre qualquer coisa. Schaff argumentou: ―Como, em nome da lógica, senso comum e experiência, um homem enganador, egoísta e depravado poderia ter inventado e mantido de forma consistente, do início ao fim, a personalidade mais pura e nobre da história, com o mais perfeito ar de verdade e realidade?‖[23] Aceitar a possibilidade de que Jesus era um mentiroso iria em direção oposta a tudo aquilo em prol de que Jesus ensinou, viveu e morreu. Para a maioria dos estudiosos, essa opção simplesmente não faz sentido. Ainda assim, para negar as afirmações de Jesus, é preciso uma explicação. E se as afirmações de Jesus não são verdadeiras, e ele não estava mentindo, a única opção restante é de que ele estava enganando a si mesmo.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

53

Jesus poderia estar enganando a si mesmo? Albert Schweitzer, ganhador do Prêmio Nobel em 1952 por seus trabalhos humanitários, tinha suas próprias ideias sobre Jesus. Schweitzer chegou à conclusão de que a insanidade era a base das afirmações de Jesus de ser Deus. Em outras palavras, Jesus estava errado em suas afirmações, porém ele não mentiu intencionalmente. De acordo a teoria de Schweitzer, Jesus estava iludido de forma a acreditar que ele era o Messias. Lewis avaliou cuidadosamente essa possibilidade. Ele deduziu que se as afirmações de Jesus não fossem verdadeiras, então ele era louco. Lewis argumenta que alguém que afirmou ser Deus não seria um grande professor moral. ―Ou ele seria um lunático do mesmo nível de uma pessoa que diz ser um ovo cozido ou seria o Diabo do Inferno‖.[24] A maioria das pessoas que estudou a vida e as palavras de Jesus o reconhece como uma pessoa extremamente racional. Embora sua vida tenha sido permeada de imoralidade e ceticismo pessoal, o renomado filósofo francês Jean-Jacques Rousseau (1712–78) reconheceu a personalidade elevada e a presença de espírito de Jesus, declarando: ―Quando Platão descreveu seu homem justo imaginário… ele descrever exatamente a personalidade de Cristo. … Se a vida e a morte de Sócrates são as de um filósofo, a vida e a morte de Jesus Cristo são as de um Deus‖.[25] Bono conclui que ―louco‖ é a última coisa que alguém pode pensar de Jesus. ―Assim o que lhe resta é que Cristo era quem Ele dizia ser ou era totalmente louco. E quando digo louco, digo louco como Charles Manson… Eu não estou brincando. A ideia de que toda a história da civilização em mais da metade do planeta foi completamente alterada por um lunático, para mim isso não pode ser verdade…‖[26] Então, Jesus era um mentiroso ou um lunático, ou era o Filho de Deus? Será que Jefferson estava certo ao classificar Jesus como ―somente um professor moral‖, negando sua divindade? É interessante que o público de Jesus, tanto crentes como inimigos, nunca o consideraram como um simples professor moral. Jesus causou três reações principais nas pessoas com que teve contato: ódio, terror ou adoração. As afirmações de Jesus Cristo nos forçam a escolher. Como disse Lewis, nós não podemos categorizar Jesus simplesmente como um grande líder religioso ou um grande professor moral. O ex-cético nos desafia a nos decidir a respeito de Jesus, dizendo: ―Você precisa se decidir. Ou esse homem era, e é, o Filho de Deus, ou é um louco ao algo ainda pior. Você pode calá-lo por Ele ser um louco, você pode cuspir Nele e matálo como um demônio ou ajoelhar-se perante Ele e chamá-lo de Senhor e Deus. Mas não vamos considerar besteiras arrogantes dizendo que Ele era um grande professor moral. Ele não nos deu essa possibilidade. Não era esse seu objetivo‖.[27] Em Cristianismo Puro e Simples, Lewis explora diversas possibilidades a respeito da identidade de Jesus, concluindo que ele é exatamente quem ele afirmava ser. Sua análise cuidadosa da vida e das palavras de Jesus levou esse grande gênio da literatura a renunciar seu o ateísmo e se tornar um Cristão comprometido.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

54

A grande questão da história da humanidade é ―quem é o verdadeiro Jesus Cristo‖? Bono, Lewis e muitos outros chegaram à conclusão de que Deus visitou a terra em forma humana. Mas se isso é verdade, nos esperaríamos que ele estivesse vivo atualmente. E é exatamente isso seus seguidores acreditam. Jesus voltou mesmo dos mortos? As testemunhas de Jesus Cristo realmente falaram e agiram como se acreditassem que ele fisicamente se ergueu dentre os mortos após sua crucificação. Se eles estivessem errados, o cristianismo teria se baseado em uma mentira. Mas se estivessem certos, tal milagre confirmaria tudo o que Jesus disse sobre Deus, sobre si mesmo e sobre nós. Devemos então aceitar a ressurreição de Jesus Cristo somente pela fé ou existe uma evidência histórica sólida? Muitos céticos começaram investigações sobre os registros históricos para provar que os registros da ressurreição são falsos. O que eles descobriram? Clique aqui para ver as evidências da declaração mais fantástica feita, a ressurreição de Jesus Cristo! Clique aqui e deixe-nos saber como este artigo o ajudou. Jesus disse o que acontece após a morte? Se Jesus realmente voltou dos mortos, ele deve saber o que está do outro lado. O que Jesus disse sobre o significado da vida e sobre nosso futuro? Existem vários caminhos para Deus ou Jesus afirmou ser o único? Leia as respostas iniciais em ―Por que Jesus?‖ Clique aqui para ler ―Por que Jesus?‖ e descobrir o que Jesus disse sobre a vida após a morte. Jesus pode trazer significado para a vida? Jesus pode responder as grandes questões da vida: ―Quem sou eu?‖ ―Por que estou aqui?‖ E, ―Para onde estou indo?‖ Jesus fez declarações sobre a vida e o nosso propósito aqui na Terra que precisam ser analisadas antes de o ignorarmos como indiferente ou impotente. Este artigo, ―Por que Jesus‖, analisa o mistério de por que Jesus veio para a Terra e o que isso significa para nós.

Fracasso total na Marcha das Vadias de Maceió

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

55

Fracasso total na Marcha das Vadias de Maceió

Ontem, domingo, dia 18 de agosto de 2013, meia dúzia de biscates chegou a reunir-se no ponto de concentração – no Posto 7, na Jatiúca –, mas a falta de adesão das putas locais, somado à fubeca que as vadias do Rio de Janeiro levaram, com processos judiciais e problemas com a policia; mas segundo as feministas "foi culpa da chuva" o fracasso da Marcha das Vadias de Maceió. Tá, me engana que eu gosto. A nova data ainda não foi definida, mas sugerimos que seja em 31 de fevereiro de 2014. Em sua página na rede social Facebook, o grupo organizador pediu desculpa pelo adiamento da caminhada. A 2º edição da marcha pretendia convencer os estupradores a não estuprar as mulheres, usando para isso mulheres peladas para persuadir os estupradores a não estuprá-las. ??? Se esse método funcionar, a próxima Marcha das Vadias vai reunir milhares de mulheres peladas para pedir para os traficantes de drogas pararem de vender cocaína e crack. Depois elas vão fazer outra Marcha das Vadias para convencer o resto dos criminosos a serem bonzinhos e tornarão com isso, os presídios, a policia e o sistema judicial apenas instituições patriarcais obsoletas. O objetivo do ato é perpetuar o vitimismo feminismo e extorquir o governo e os homens para darem mais verba para o saco sem fundo das feministas. Elas defendem também o infanticidio, e o direito de ferrar com os homens e exigir que eles não reclamem. Elas querem também fazer tudo o que der na veneta e jamais serem responsabilizadas por nada, afinal, pra que existe homem trouxa para levar a culpa, né miga?

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

56

Ideologia de Gênero: Escolas de São Paulo começam “diversidade sexual” entre meninos e meninas
Ideologia de Gênero: Escolas de São Paulo começam ―diversidade sexual‖ entre meninos e meninas 15 de agosto de 201328 comentários Júlio Severo (*)

Por que os chamados educadores e pedagogos estão tão interessados em que crianças de 3 e 4 anos estejam longe dos pais e perto deles nas escolas? Por que o governo está tão ansioso de obrigar crianças de 4 anos a ir para a escola? Essa e outras perguntas são respondidas por uma matéria do jornal Estado de S. Paulo, que teve todo o cuidado de não criticar o intervencionismo abusivo de professores infantis que se julgam deuses. A matéria diz: No salão de cabeleireiro de mentirinha, João Pontes, de quatro anos, penteia a professora, usa o secador no cabelo de uma coleguinha e maquia a outra, concentradíssimo na função. Menos de cinco minutos depois, João está do outro lado da sala, em um round de luta com o colega Artur Bomfim, de cinco anos, que há pouco brincava de casinha. Nos cantos da brincadeira do Colégio Equipe, na zona oeste de São Paulo, não há brinquedo de menino ou de menina. Todos os alunos da educação infantil — com idade entre três e cinco anos — transitam da boneca ao carrinho sem nenhuma cerimônia. A coordenadora pedagógica de Educação Infantil do Equipe, Luciana Gamero, explica: ―Acreditamos que, ao não fazer essa distinção de gênero, ajudamos a derrubar essa dicotomia entre o que é tarefa de mulher e o que é atividade de homem.‖ Essa atividade curricular da educação infantil é adotada por um grupo de escolas que acredita que a escola é o espaço apropriado para quebrar os papéis tradicionais de
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

57

homem e mulher. Eles promovem uma infância sem o que eles chamam de ―estereótipos de gênero‖ — masculino e feminino —, a fim de construir uma nova sociedade onde é fundamental a total desconstrução do papel tradicional do homem. A diretora pedagógica do Colégio Sidarta, Claudia Cristina Siqueira Silva, afirma: —Temos uma civilização ainda muito firmada na questão do gênero e isso se manifesta de forma sutil. Quando uma mulher está grávida, se ela não sabe o sexo da criança, compra tudo amarelinho ou verde. Nesse contexto, a tendência é de que a criança, desde pequena, reproduza a visão de que menino não usa cor-de-rosa e menina não gosta de azul. No Colégio Santa Maria, num jogo de futebol, os meninos estavam brincando apenas entre eles. Nesse momento, os pedagogos interviram, para introduzir as meninas no jogo. Orientadora da pré-escola da instituição, Cássia Aparecida José Oliveira, conta: ―Explicamos que não deveria ser assim e começamos a propor, por exemplo, que os meninos fossem os cozinheiros de uma das brincadeiras.‖ Na oficina de pintura, todos foram convidados a usar só lápis cor-de-rosa — convite recusado por alguns. A pedagoga afirmou que nesse ponto muitos meninos dizem: ―Eu não vou brincar disso porque meu pai diz que não é coisa de menino.‖ A medida da pedagoga é convocar os pais para mostrar que eles não devem ficar chocados, mas aceitar meninos no balé e meninas no futebol. Se eles não aceitam, a pedagoga explica que se todos não combatemos os preconceitos, ―criamos uma sociedade machista e homofóbica.‖ O Estado de S. Paulo, sem criticar em nenhum momento o abuso psicológico contra as crianças, diz que essas escolas enfrentam um embate árduo e precisam de ―perseverança.‖ Sua matéria termina mencionando o Colégio Equipe, onde meninos e meninas brincam todos de cabeleireiro e o escritório — tudo para desconstruir um mundo chamado pelos pedagogos de ―machista‖ e ―homofóbico.‖ Anos atrás, vi fotos de um menino vestido de menina e brincando de boneca. A mãe, provavelmente ansiando muito ter uma menina, colocou o garoto contra a natureza. Ele acabou se tornando o principal ativista homossexual do Brasil e se gaba de ter tido relações sexuais com mais de 500 homens. É isso o que os pedagogos e novas escolas querem para os meninos do Brasil? Com informações do Estado de S. Paulo. (*) Fonte: http://www.usinadeletras.com.br/exibelotexto.php?cod=68389&cat=Artigos&vinda=S

Blogueiros conservadores alvos de maldosos e perigosos trotes esquerdistas
Blogueiros conservadores alvos de maldosos e perigosos trotes esquerdistas Julio Severo Quem disse que as ameaças dos esquerdistas se limitam a palavrões e ameaças escritas? De acordo com a Fox News, blogueiros conservadores dos Estados Unidos estão dizendo que estão sendo vítimas de um trote terrorista potencialmente mortal. Ligações são feitas para a polícia, em retaliação a artigos conservadores, trazendo como consequência policiais armados na porta dos blogueiros.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

58

Pelo menos, dois importantes blogueiros conservadores já foram vítimas. Num dos casos, um esquerdista anônimo ligou para a polícia se fazendo do blogueiro conservador e dizendo que havia acabado de dar um tiro na esposa. Membros da SWAT, a elite da polícia americana fortemente armada, foram até a casa, mas tudo se resolveu sem confusão. A vítima, o Dr. Patrick Frey, vicepromotor público do Ministério Público de Los Angeles, escreveu sobre o incidente em seu blog Patterico‘s Pontifications. O incidente mais recente envolveu o blogueiro Erick Erickson. Policiais chegaram ao seu lar domingo de noite, enquanto ele e sua família estavam jantando. O caso de Frey foi mais perigoso. Ele foi acordado depois da meia-noite por policiais que haviam recebido uma ligação que disse: ―Quero fazer a denúncia de um tiro… Atirei nela, na minha esposa‖. A polícia ordenou, com armas apontadas para ele, que ele saísse para fora da casa. Ele foi algemado até que uma busca completa registrasse que sua esposa e filhos estavam a salvo.

Especialistas nos EUA suspeitam que o autor desses trotes perigosos é Brett Kimberlin, que tem recebido financiamento de George Soros e Barbara Streisand entre outros esquerdistas. O histórico de Kimberlin inclui tráfico de drogas, abuso sexual de crianças, perjúrio e falsificação. Ele passou 17 anos na prisão. Hoje, suas atividades contam com vários seguidores, que se ocupam em provocar danos em blogueiros conservadores. Além disso, outros estão imitando os trotes. WND noticiou esta semana que um blogueiro cristão, Brian Camenker, foi vítima de um ativista gay, que acionou a SWAT contra ele, como se ele fosse um terrorista da mais elevada periculosidade. WND também disse: ―Ataques da SWAT contra ministérios cristãos pró-família estão aumentando recentemente, e envolvem alguém usando um programa de telefone e ligando para as autoridades fingindo ser do ministério ou da localidade do líder do
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

59

ministério. Eles denunciam um assassinato, tiroteio ou evento semelhante. As equipes da SWAT das jurisdições policiais locais então caem em cima do inocente líder de ministério e sua família com armas em punho, criando elevados níveis de perigo para pessoas inocentes‖. Blogueiros do Brasil, preparem-se: militantes esquerdistas brasileiros adoram copiar os comportamentos mais podres de seus camaradas americanos. A agenda gay que existe hoje no Brasil, por exemplo, é um produto quase 100% importado dos Estados Unidos. Olhando para o que ocorre nos EUA, você sempre terá uma ideia do que os radicais farão no Brasil. Fique de olho: cedo ou tarde eles ficarão sabendo das denúncias falsas à polícia em nome dos conservadores e começarão a dar o mesmo golpe baixo e sujo nos blogueiros conservadores do Brasil.

Ativista gay afirma que está disposto a pegar em armas contra cristãos que defendem a família natural

Em plena Câmara dos Deputados, ativista gay chama cristãos de ―desgraçados‖ Julio Severo Num vídeo (http://youtu.be/8MbJgw6OaEw) divulgado pelo deputado Marco Feliciano (PSC-SP), um ativista gay declarou que, na meta de avançar sua ideologia, ele está disposto a pegar em armas contra os cristãos que defendem a família natural. O vídeo foi gravado num seminário promovido pelo deputado federal, Jean Wyllys (PSOL-RJ), em plena Câmara dos Deputados. No vídeo, um raivoso ativista do movimento homossexual, Márcio Retamero, que gosta de usar o título de ―reverendo‖, chama de ―desgraçados‖ e de ―fundamentalistas religiosos‖ os cristãos que defendem a família e a fé cristã. Essa não é a primeira vez que o ―Rev.‖ Retamero, que afirma ser pastor da Igreja Presbiteriana da Praia de Botafogo e da Igreja da Comunidade Metropolitana do Rio de Janeiro (Comunidade Betel), debocha dos cristãos. Em 2009, ele publicou um artigo intitulado ―Carta Aberta a Júlio Severo - Homofóbico e Fundamentalista Religioso‖, que segue a linha da sabotagem teológica pró-homossexualismo.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

60

―Rev.‖ Márcio Retamero Mas o ―Rev.‖ Retamero não é universalmente anti-evangélico. Sua militância gay mostra respeito e admiração por evangélicos que, como ele, desprezam o conservadorismo evangélico. Duas mensagens de Retamero demonstram sua grande alegria com o tabloide progressista Genizah: ―Parabéns, mil vezes, parabéns! Gostaria de ler um texto lúcido como o assinado por você em outros blogs na web. O Estado é Laico e a Igreja (no sentido calvinista do conceito) deve, para seu próprio bem, ser separada do Estado. Nós, LGBTs brasileiros e brasileiras, não queremos amordaçar ninguém… O problema é o desiquilíbrio de certos púlpitos e a falta de amor destes para com seres humanos e o elevado amor ao dinheiro como vocês aqui no Genizah denunciam sem piedade, no que fazem muito bem! Mais uma vez, parabéns! Oxalá os protestantes deste país pensassem como você! Rev. Márcio Retamero‖. (Publicado em 9 de maio de 2011 às 00:31 no Genizah.) ―Graça e Paz! Gostei muito do seu artigo, ele me dá muita esperança no futuro, quando leio reflexões como essa que o sr. agora traz. Sou Pastor da Igreja Presbiteriana da Praia de Botafogo e da Igreja da Comunidade Metropolitana do Rio de Janeiro (Comunidade Betel) e sou gay assumido desde que não tive como mais permanecer na IPB por conta da minha orientação sexual e não OPÇÃO sexual, posto que eu e creio que nenhum outro LGBT OPTARIA por ser gay, caso isso lhe fosse oferecido como opção. Seu artigo me trouxe alegria não apenas enquanto pastor gay e de gays, mas enquanto ser humano gay, que não tem medo, nem vergonha de sê-lo, posto que não optei por isso, mas desde que me entendo como gente, sou assim. Homofobia é pecado sim! E obrigado por dizer isso com todas as letras! Saudações em Jesus Cristo nosso Rei, Salvador e Senhor, Rev. Márcio Retamero‖. (Publicado em 19 de janeiro de 2012 às 14:10 no Genizah.) O pastor ―presbiteriano‖ gay tem razões de sobra para se desmanchar em elogios pelo Genizah: os dois se identificam com um calvinismo progressista e têm fobia, ódio, aversão, nojo e difamações para os cristãos conservadores que defendem a família. Para o Genizah e sua quadrilha, o ―Rev.‖ Retamero tem mil e um parabéns, abraços e beijos. Para os cristãos ―homofóbicos‖, ―fundamentalistas‖ e defensores da família natural, sua disposição é outra: uma arma para dar um jeito nos ―desgraçados‖.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

61

Atualização em 11 de outubro de 2012: Depois da publicação deste artigo, Retamero imediatamente removeu seu texto ―Carta Aberta a Júlio Severo - Homofóbico e Fundamentalista Religioso‖ do site de sua igreja. Mas uma cópia do mesmo texto está agora disponível aqui: http://issuu.com/juliosevero/docs/carta_aberta_a_j_lio_severo___homof_bico_e_funda me Com informações do GospelPrime. Versão em inglês deste artigo: Gay minister says that he is willing to take up arms against pro-family Christians Fonte: www.juliosevero.com

Feministas invadem e destroem catedral no Chile

Feministas assaltam e profanam Catedral de Santiago de Chile 37 comentarios 477

Seguido Manifestante chegou a colocar um sinal de imagem ofensiva na Bem-Aventurada Virgem Maria em

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

62

SANTIAGO, 26 de julho 13 / 12:50 ( CNA ) -. Centenas de feministas abortistas quebraram na quinta-feira na Catedral de Santiago (Chile) no meio da missa , confessionários destruídos, altares foram pintadoss e imagens, jogadas no lixo e gritaram blasfêmias . Os fiéis presentes, entre os quais estava o prefeito da capital, Carolina Toha, impediram que a profanação chegasse ao altar. Dentro de horas da noite, os fiéis foram celebrar a festa de St. James, em uma missa presidida pelo arcebispo local, Dom Ricardo Ezzati, quando abortistas inesperadamente entrou no templo para completar a sua marcha "Eu aborto em 25 de julho ". Entre os participantes estavam os membros da Articulação Feminista Freedom of Choice, que Isabel Carcamo representante disse à CNN Chile não compartilhar o ataque, mas entendeu "a ira do povo" contra a Igreja , porque o aborto não é legal no país . Hazteoir.org Conforme relatado na marcha não faltam "as provocações de mulheres seminuas ou fetos banners com silhuetas em um fundo de sangue." Uma vez dentro do templo, cerca de 300 abortistas atacaram bancos móveis puxando para a rua, com a intenção de queimar, destruindo um confessionário, e realizando várias pintado no interior do local de culto, pintando "blasfêmia contra Deus e à Virgem e obter ofensiva e ódio contra os católicos ou spray de enchimento do altar de São Miguel Arcanjo ". O Bispo Auxiliar de Santiago, Dom Pedro Ossandón, disse que "estávamos comemorando a missa da festa de São Tiago, é claro, com a presença do Prefeito (Carolina Toha), e também agradecer a muitos católicos que fazem o serviço público uma atmosfera de paz e privacidade, e de repente entraram os manifestantes, ea verdade é que estamos sempre em diálogo, o debate de altura, acredita na razão pela qual Deus nos deu. " "Então, convidou a todos para se manifestar como quiser, mas a fazê-lo no ambiente de um estado de direito, a democracia, respeitando plenamente a dignidade das pessoas", disse ele. Bispo Auxiliar lamentou o que aconteceu e chamou as pessoas que demonstraram "a um clima, especialmente neste momento em que o Chile é escolher candidatos a presidente e parlamento, por favor, cuidado com o Estado de Direito". Finalmente, as feministas abortistas foram expulsos pelos guardas da Catedral e os fiéis, enquanto a polícia dispersou os manifestantes que estavam no exterior, tendo alguns prisioneiros.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

63

De acordo com o comandante da Terceira Delegacia de Santiago, Alex Moreno Farfán, vários envolvidos foram presos na rua, como o arcebispo pediu para não operar dentro da catedral, a fim de evitar que a situação se agrave. Funcionários da polícia afirmou que era o crime de dano qualificado monumento nacional. A Igreja vai apresentar uma queixa contra os responsáveis.

Mulher ou Travesti?
Você consegue distinguir das beldades abaixo, qual é mulher e qual é travesti?

A

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

64

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

65

B

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

66

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

67

C

D

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

68

E

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

69

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

70

F

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

71

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

72

G

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

73

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

74

H

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

75

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

76

I

J

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

77

K

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

78

L RESPOSTAS:
A = Travesti B = Travesti C = Travesti D = Mulher
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

79

E = Mulher F = Mulher G = Travesti H = Travesti I = Travesti J = Travesti K = Travesti L = Travesti

Marcha das Vadias: Crime contra o sentimento Religioso. Denuncie!!!

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

80

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

81

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

82

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

83

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

84

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

85

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

86

DOS CRIMES CONTRA O SENTIMENTO RELIGIOSO E CONTRA O RESPEITO AOS MORTOS

Direito Penal Capitulo I DOS CRIMES CONTRA O SENTIMENTO RELIGIOSO E CONTRA O RESPEITO AOS MORTOS Considerações gerais A tutela do sentimento religioso e do respeito aos mortos, abrange-se, de modo geral, a proteção aos valores ético-social de uma sociedade, ao qual a liberdade é sua forçamotriz, pois que esta abrange a liberdade de crença, de culto e de organização religiosa, em que nossa Constituição Federal, coube tratar, ao passo que o Código Penal, ainda que anterior a Carta Maior, os tutelou em caso de violabilidade, tipificando-os como crime. Assim, numa visão Constitucional, trata-se da dignidade da pessoa humana e seus valores perante a sociedade em ter sua liberdade protegida, deixando a livre escolha de o cidadão optar em seu prospecto filosófico-religioso. A liberdade de crença trata-se da simples liberdade de consciência, ou seja, do cidadão
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

87

optar e manifestar-se de sua religião, como prevê o estatuto Constitucional ―é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e as suas liturgias‖ assim como ―ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei‖; (art.5°, VI e VIII) A liberdade de culto exterioriza-se com a prática do corpo doutrinário e de seus ritos, com suas cerimônias, manifestações, hábitos, tradições, na forma que indicada para a religião escolhida. (art. 5°, VI, CF). A liberdade de organização religiosa tem dois primados, um refere-se a organização da igreja em seu espaço físico como também a profanação de sua crença, separando aos ditames ideológicos com o Estado, devido seu laicismo declarado (art.19, CF) Por fim, pujante as breves considerações gerais acima colocadas quanto aos delineios endo-constitucionais a temática, cumpre-se promover o Capitulo I do Código Penal. DOS CRIMES CONTRA O SENTIMENTO RELIGIOSO ULTRAJE A CULTO E IMPEDIMENTO OU PERTUBAÇÃO DE ATO A ELE RELATIVO Art. 208. Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso; Pena – detenção, de 1 (um) mês a 1 (um) ano, ou multa. Parágrafo único. Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente violência. Bem jurídico: Tutela-se a liberdade individual de ter a crença e culto, seu sentimento religioso, independentemente da religião professada. Sujeitos do delito: O sujeito ativo pode ser qualquer pessoa, pois trata-se de crime comum. O sujeito passivo é a pessoa que sofre com o escarnecimento, assim como a perturbação, impedimento de cerimônia ou prática de culto religioso, como também o vilipendio. Portanto, são pessoas determinadas que são vítimas, pois tanto pode ser um sacerdote, crente, rabino, padre, freira, pastor, ministro, assim como a toda a coletividade praticante da atividade religiosa. Tipo objetivo: há três condutas diversas previstas no artigo 208 que configuram o delito, vejamos: a) Escarnecer alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa: O legislador na sua feitura de promover seu domínio com a língua pátria utilizou a palavra escarnecer ou mesmo dizer: zombar, achincalhar, troçar, mofar, ridicularizar, fazer pouco, ofender alguém publicamente em virtude de crença ou função religiosa, ao qual a crença é a fé religiosa e a função é sinônimo de cargo, exercida por pessoas
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

88

determinadas como já dito anteriormente. A publicidade da ofensa entende-se, na presença de varias pessoas ou de maneira que a chegue ao conhecimento delas. b) Impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso: Impedir é paralisar, impossibilitar, evitar que se comece cerimônia ou pratica de culto religioso; Perturbar é atrapalhar, estorvar, tumultuar, desorganizar, atrapalhar, embaraçar culto ou cerimônia religiosa. Vem a convir que cerimônia é o ato solene e exterior do culto (ex. missa, procissão, batismo, casamento) e quanto a pratica de culto religioso é o ato religioso não solene (ex. reza, ensino de catecismo, novena, oração coletiva, sessão espírita). Portanto, a exemplos fáticos são: efetuar disparo com arma de fogo, provocando barulho para que os demais fiéis não possam ouvir o sermão do padre (RT, 419/293); palavrões proferidos por pessoa embriagada e de shorts que irrompe na igreja durante a missa (RT, 491/318); altos brandos durante casamento que provocam a abreviação da cerimônia (RT, 533/394). Cabe aqui ressaltar, que se configura o delito se houver uma alteração material capaz de impedir ou perturbar cerimônia ou culto religioso, porquanto, em sua substancia não configura como tal um simples desvio de atenção. c) Vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: A palavra vilipêndio consiste em desprezar, menoscabar, aviltar, desdenhar, injuriar, ultrajar, portanto, pode ser praticada em ato de culto religioso por palavras, escritos ou gestos e que seja cometido na presença de várias pessoas ou de maneira que chegue ao conhecimento delas, ou mesmo pode ser praticado contra objeto de culto religioso a que prestam como o altar, púlpito (tribuna), cálice, crucifixo, livros litúrgicos, turíbulos (Vaso suspenso por pequenas correntes, usado nas igrejas para nele queimar-se o incenso; incensório), aspersório (Instrumento de metal ou madeira que se mergulha em água-benta para aspergi-la sobre os fiéis na igreja). Elemento subjetivo: Em todas as condutas acima é representado pelo dolo (vontade livre e consciente) de modo especifico, já que inexiste modalidade culposa. Consumação: Trata-se de delito material, com o escarnecimento, independentemente do resultado; com o efetivo impedimento ou perturbação; com o vilipêndio, sendo este material ou de simples conduta. Tentativa: É admissível, em todas as condutas moldadas nos eixos do art.208, CP. Causa de aumento de pena: Será aumentada de um terço se houver violência, seja contra a pessoa como o objeto, mas além dessa causa de aumento de pena, o agente responderá, em concurso material de crimes, delito correspondente à sua conduta violenta como lesão corporal, dano, etc; sendo assim será forma majorada dos crimes contra o sentimento religioso devido ao emprego de violência. Pena: Trata-se de crime de menor potencial ofensivo, conforme dispõe a Leis 9.099/95 e a 10.259/01, aos quais a pena máxima não importe a ser superior a dois anos, ainda que esteja a majorante de um terço presente. Suspensão condicional do processo: é cabível no caput e no parágrafo único (art.89 da Lei 9.099/95)
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

89

Ação penal: publica incondicionada, promovida e movimentada pelo Ministério Publico; órgão incumbido pela persecutio criminis in judicio

Procuro Namorada
Procuro Namorada Tenho casa, carro, bom ordenado, ou seja, tenho tudo. Tu não é necessário que tenhas nada. Mas isso sabes fazer muito bem. Tu dedica-te a queixares-te de tudo, a fazer-te de vítima, a gastar dinheiro e a viver bem. Tenho a certeza de que concordarás comigo de que é um bom plano para o casamento ou convivência. Bem ao fim de um ano de termos casado, por exemplo, pedes o divórcio. Por essa altura já serás mãe mesmo que eu não seja pai. Tu entendes. O passo seguinte é acusares-me de abuso sexual infantil e de te maltratar física e psicologicamente. Depois ficas com a minha casa, com o meu ordenado e com quem de certeza não será o meu filho. Enfim, procuro uma mulher a sério: uma feminista. Uma mulher que saiba quais são os seus direitos e que não esteja disposta a que nenhum homem se resista a cedê-los. Uma "mulher" que defenda e imponha o seu direito a apropriar-se da propriedade dos homens, do suor de sua testa. É que o trabalhador não é convosco. Nunca acharam piada. Nunca foi o vosso gênero. Agora, graças à colaboração da maioria dos partidos políticos podem exercer o vosso legítimo direito ao roubo porque no fim de tudo, sempre se tratou disso, não é assim? Vocês sabiam-lo, nós sabiamo-lo e agora toda a gente o sabe. O casamento e a convivência passou de ser um negócio por norma a ser uma simples questão de abordagem, saqueio, pilhagem e de fazer prisioneiros e escravos. Aproveita a circunstância. Será grátis porque gozam de toda a proteção e cobertura política-jurídicamediática possível. Aproveita até que a revolução comece a revogar as leis feministas, ou seja escravagistas. Aproveita porque então as delinquentes e criminosas começarão a ser consideradas delinquentes e criminosas. Revolução Antifeminista! www.revolucionantifeminista.org

Boneca de Rachel Sheherazade é queimada durante Marcha das Vadias
Página Inicial » Brasil 13/08/2013 - 8:39 - Atualizado em 13/08/2013 - 8:40 Boneca de Rachel Sheherazade é queimada durante Marcha das Vadias Os manifestantes são contra as opiniões conservadoras da jornalista do SBT. por Leiliane Roberta Lopes

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

90

Boneca de Rachel Sheherazade é queimada durante Marcha das Vadias A jornalista Rachel Sheheraze foi alvo de críticas das participantes da ―Marcha das Vadias‖ que aconteceu no último sábado (10) em Campina Grande, Paraíba, estado onde a âncora do SBT nasceu. Mais de 200 pessoas participaram do evento que tinha como objetivo chamar a atenção da sociedade para os direitos da mulher. Com faixas, cartazes e corpos pintados os manifestantes pediam entre outras coisas a liberação do aborto e o fim da violência contra a mulher. Sheherazade teve uma foto sua colocada no rosto de uma boneca que foi queimada para mostrar a insatisfação das mulheres paraibanas com as posições consideradas como conservadoras da jornalista. As posições sobre política e religião que Rachel emite durante o programa SBT Brasil são bastante criticadas por movimentos liberais como é o caso das organizadoras da ―Marcha das Vadias‖. Na segunda maior cidade paraibana o evento feminista é organizado por Evellyn Lima que explicou o posicionamento da Marcha, mas não sobre o protesto contra a jornalista. ―A principal luta é pelo fim da violência contra a mulher, mas todas as pautas do movimento feminista estão incluídas e vários movimentos sociais estão aqui reunidos, para juntar toda a população em torno dessa luta‖, disse ela de acordo com o site Pragmatismo Político. Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/boneca-rachel-sheherazade-queimadamarcha-vadias/
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

91

P.S: Na Marcha das Vadias de Guarulhos as feministas ameaçaram invadir e depredar a catedral, vandalismo esse que só não aconteceu porque o Pároco pediu reforço policial dias antes. Na Marcha das Vadias do Rio de Janeiro as feministas vilipendiaram e destruiram símbolos católicos. E agora elas queimaram uma boneca representando uma jornalista MULHER do SBT? É assim que o feminismo protesta contra a violência contra a MULHER? Desejando queimar viva uma MULHER INOCENTE? A Inquisição católica acabou há séculos; mas agora estamos vivendo a Inquisição feminista, que queima na fogueira quem discorda delas. Só idiota para apoiar essas feministas. Quando é que as autoridades vão tomar uma providência e prender essas feministas CRIMINOSAS e incitadoras do ÓDIO E DA VIOLÊNCIA?
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

92

O Feminismo e as doenças das mulheres

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

93

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

94

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

95

Eu estou elaborando uma teoria, baseada no Distúrbio de Déficit de Atenção, ou Disfunção Cerebral Mínima, que pode dar uma explicação cientifica para o fenômeno das mulheres só se atraírem por bandidos e cafajestes. Eu acredito que as mulheres sofrem de algo parecido com o DDA. As pessoas com esse distúrbio só conseguem ligar e ativar os seus córtex cerebral, quando estão submetidas a altas doses de emoções negativas (medo, raiva, ansiedade), então, tais pessoas inconscientemente se metem em problemas porque a tensão emocional faz com que elas ativem seus córtex cerebrais. Quem sofre desse distúrbio, precisa tomar para o resto da vida um medicamento chamado Ritalina, porque senão, elas sempre dependerão das emoções negativas para ativar seus córtex. Vejam bem, que eu não tenho certeza se a explicação é isso mesmo, isso é só uma hipótese, uma teoria, que precisaria ser testada pelo método científico para ser comprovada ou invalidada. Mas pelo que eu já pesquisei em diversos livros, eu acredito que essa minha hipótese é bem razoável e tem chances de ser verdadeira. Nesse caso, para curar as mulheres, bastaria darmos a ela dois comprimidos de Ritalina por dia, um de manhã e outro à tarde e elas iriam parar com tantas putarias irracionais. Antes que as feministas venham me criticar aqui, eu quero dizer que eu mesmo tenho Déficit de Atenção. Uma das características de pessoas com DDA, é que elas conseguem se concentrar facilmente nos assuntos que naturalmente interessam a elas. No entanto, quando elas precisam se concentrar em outros tipos de assunto, que não interessam naturalmente a elas, tais como as matérias da escola, física, matemática, ou geometria ou então os problemas do cônjuge, simplesmente o córtex pré-frontal permanece desligado e a informação é incapaz de ser processada. Por isso foi muito dificil para mim descobrir que eu tinha Distúrbio de Déficit de Atenção, porque eu sempre li muitos livros, sempre comprava dezenas e centenas de livros e devorava-os. Mas as matérias da escola e Universidade eu não conseguia me ligar e estudá-las. Naquela época eu só conseguia estudar quando eu ficava totalmente apavorado. Portanto, para mim, estudar era como caminhar num calvário. Doía, era desagradável. Mas mesmo assim, aos trancos e barrancos eu consegui me formar. E cerca de uns dois anos depois de estar formado, eu estava lendo uma revista de musculação que tinha um artigo sobre o neurotransmissor dopamina e numa parte do artigo estavam falando de algo que acontecia comigo: Quem tem deficiência de dopamina no cérebro, não consegue estudar por vontade própria, mas consegue ler facilmente assuntos que naturalmente a interessem. Então, eu fui pesquisar sobre dopamina, achei a Ritalina e o Déficit de Atenção. Comprei um livro do Dr. Daniel G. Amen: "Transforme seu cérebro, transforme sua vida" e eu percebi desde as primeiras páginas que o meu caso era um caso clássico de pessoa que sofre de DDA, ou Distúrbio de Déficit de Atenção. Então eu tentei comprar a Ritalina em uma farmácia e me informaram que só poderiam vender se eu apresentasse uma receita amarela. Daí eu liguei para todos os consultórios médicos da minha cidade perguntando se o médico tinha receita amarela e descobri um psiquiatra que tinha, então marquei consulta com ele, e ele também concordou que o meu caso era de DDA e me receitou três caixas de Ritalina. Quando eu tomei o primeiro comprimido de Ritalina, eu peguei uma apostila de Direito Constitucional e comecei a ler, então depois de um certo tempo eu fui olhar para o relógio e tinha passado 4 horas!!!! E eu nem tinha percebido. Eu nunca havia conseguido estudar antes mais do que 15 minutos seguidos, sem me distrair e dessa vez, eu havia estudado 4 horas seguidas, sem parar, sem me cansar e depois eu ME LEMBRAVA DE TUDO QUE HAVIA ESTUDADO. Me deu vontade de chorar, porque eu só fui descobrir a Ritalina
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

96

dois anos DEPOIS de estar formado na faculdade. Ou seja, durante toda a minha vida escolar eu tive que conviver com uma doença incurável: o DDA, que impedia o meu cérebro de funcionar corretamente e durante toda aquela época eu só culpava a mim mesmo pelos meus fracassos acadêmicos. No ano passado, eu usei duas caixas de Ritalina e estudei por cerca de um mês para um concurso publico na Universidade onde trabalho e passei em 2º lugar. Mesmo sem eu ter títulos para contar pontos na prova de títulos, eu passei em 2º lugar, e estudei só por um mês, mas eu estudei tomando Ritalina. Mas o que a Ritalina faz? O cérebro humano tem três partes: o córtex pré-frontal, o sistema límbico e o cérebro reptiliano. Este último, o reptiliano é a parte central do cérebro e também a mais primitiva. Essa parte do nosso cérebro é igual à que tem em répteis e anfibios, tais como jacarés, crocodilos, cobras e é responsável pelas funções básicas de funcionamento do organismo: visão, olfato, instintos, fome, digestão, etc. Cobrindo essa parte, se encontra o sistema límbico, que é comum aos seres humanos e aos mamíferos e é responsável pelas emoções e sentimentos desses animais. Por essa razão nós conseguimos fazer amizade com um cachorro; mas não conseguimos cativar uma cobra ou um crocodilo, mesmo que os criemos desde pequenos. As cobras não têm sistema límbico e, portanto, não possuem emoções. Já os cachorros e outros mamíferos, possuem um pequeno sistema límbico, o que permite a eles se conectarem a outros seres, emocionalmente. Por fim, na parte mais externa do cérebro se encontra o córtex cerebral, ou córtex pré-frontal, e que é responsável pela razão nos seres humanos. Apenas a raça humana possui córtex pré-frontal. Mas uma pessoa como eu, e como as feministas, que tem Déficit de Atenção, conseguem usar o córtex pré-frontal apenas se sentir uma forte emoção oriunda do sistema límbico, ou então, se tomar Ritalina. Mas a pessoa normal ativa o córtex quando ela quer, sem ter que recorrer a esses truques de emoção ou de medicamento. Então, muitas pessoas, homens e mulheres, que sofrem de Distúrbio de Déficit de Atenção, passam a dedicar as suas vidas a atividades extremamente perigosas, pois elas precisam da emoção do perigo, para ativarem os seus córtex. Elas fazem isso inconscientemente. Muitos criminosos se dedicam ao crime por causa disso, porque precisam das fortes emoções de medo e fuga da policia para ativarem seus córtex.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

97

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

98

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

99

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

100

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

101

Vejam só os casos dos traficantes de drogas e consumidores de cocaína. Muitos dos que usam cocaína são pessoas que sofrem de Déficit de Atenção e o uso da cocaína ativa os córtex cerebrais daquelas pessoas e é só por isso que existem tantos viciados em cocaína hoje em dia. O problema é que a cocaína é uma molécula degenerativa, além de ser fabricada em condições de pouca higiêne, misturada a pó-de-vidro e outras substãncias letais. Então, os viciados em cocaína jamais vão abandonar a droga, porque eles sentem que o cérebro deles funciona melhor quando eles usam a cocaína e é verdade; mas como a cocaína é uma droga clandestina, mal feita, ela ativa o cérebro ao mesmo tempo que o estraga. É como colocar nitroglicerina misturado na gasolina do carro. Nós vamos conseguir correr o dobro do que normalmente correríamos com o carro; mas o motor vai estragar totalmente e arrebentar todo. Já a Ritalina, ela ativa o córtex cerebral sem causar os maleficios da cocaína. Além de ser muito mais barata, é um medicamento seguro, pois ele existe no mercado desde 1950 e já foi amplamente testada e estudada. O Déficit de Atenção também explica a existência de tantos alpinistas, exploradores que buscam perigo, corredores de automóveis que vivem de adrenalina, e até mesmo criminosos, que só se sentem bem, quando se sentem mal, quando sentem que a policia está perseguindo eles e que suas vidas serão arruinadas se forem capturados. Mas nem sempre a busca por confusão nas pessoas com DDA é tão dramática a ponto de ter que chamarmos a policia. Na grande maioria dos casos, essas pessoas se contentam em
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

102

provocar um inferno emocional nos seus amigos e familiares, através de constantes discussões, birras, para receberem deles respostas igualmente emocionais, que vai agitar seus cérebros e dar a eles a estimulação mental que tanto precisam. Por isso que mulheres com DDA se metem em confusão o tempo todo, brigam com o marido, arranjam amantes e fazem questão de serem descuidadas, porque inconscientemente elas querem ser pegas pelo marido, porque as broncas e brigas do marido a farão ter um medo tão grande que vai ativar o córtex pré-frontal dela e mesmo que ela não admita, é só isso que ela quer ao ter um amante. Para muitas mulheres, é necessário também combinar outro medicamento para reprimir as emoções negativas do sistema límbico: algum antidepressivo pode resolver esse problema. Também é importante para a mulher ir no ginecologista e no endocrinologista e fazer um exame de sangue para verificar o equilibrio hormonal do seu organismo, porque o desequilibrio desses sistemas também são os responsáveis pela instabilidade emocional de muitas mulheres e são os culpados de muitos divórcios e separações, que poderiam ter sido facilmente evitados, se a mulher tivesse apenas tomado um simples comprimido por semana. Vejam abaixo uma descrição da TPM das mulheres: ―Todos os meses, tenho os piores dias da minha vida. Minhas pernas incham e minhas costas doem, mas o pior é a sensação de tristeza extrema como se nada fizesse sentido. Ninguém entende minha irritação nem tem a obrigação de entender. Porém, isso está além das minhas forças e só passa depois da menstruação‖. Esse é o desabafo da leitora Ana Cristina, 35 anos, profissional liberal. Se você se reconhece nessa declaração e está na TPM, antes de comer o último bombom da caixa, saiba que existe tratamento para esse mal, que atinge 80% das mulheres do planeta. Principais sintomas Tristeza, choro fácil (até assistindo comercial de margarina), irritabilidade, compulsão por doces, diminuição do desejo sexual, distúrbios do sono, dor nas mamas e retenção de líquidos. Esses sintomas começam na segunda fase do ciclo menstrual, de 15 a 10 dias antes da menstruação, e terminam logo que ela chega. Carolina Ambrogini, ginecologista, obstetra e sexóloga da Unifesp, ouve frequentemente relatos de mulheres que sofrem com a TPM. ―Este desequilíbrio é muito individual, de acordo com a sensibilidade de cada mulher, por isso umas têm TPM e outras nem sabem o que é isso‖, avalia. A especialista afirma que os tratamentos também variam. A mulher pode escolher não menstruar usando métodos contínuos, como a pílula, o implante ou DIU hormonal, sem prejuízos à saúde. ‖Para quem quer continuar menstruando, é possível adotar medidas simples, como a prática de atividade física e evitar a ingestão de alimentos excitantes‖, complementa. Tratamentos A ginecologista informa que os casos leves podem ser tratados com fórmulas com cálcio, magnésio e vitamina E, além dos ácidos gamalinoleicos. Os quadros mais graves, que comprometem a qualidade de vida da mulher, podem exigir o uso de antidepressivos no período da tensão, que vão equilibrar os neurotransmissores que estão oscilando. A médica garante que a visão da medicina em relação à TPM mudou bastante, assim
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

103

como houve avanços no tratamento. ―Hoje, a TPM não é mais encarada como uma ‗frescura‘. Há muita pesquisa e produtos desenvolvidos pensando nisso, como certas pílulas anticoncepcionais e antidepressivos de tomada única (sete doses em um único comprimido de liberação lenta)‖, destaca. Afinal, o que é a TPM? - É um desequilíbrio em alguns neurotransmissores, como a serotonina, que regulam o humor. - Isso acontece da seguinte forma: quando a mulher ovula, produz um hormônio que se chama progesterona, preparando o corpo para uma possível gravidez. - Quando isso não ocorre, por volta de uns sete dias antes da menstruação, a progesterona e o estrogênio começam a diminuir, o que gera o desequilíbrio nos neurotransmissores, prejudicando o humor e a sensação de bem-estar. E isso são apenas os problemas orgânicos e hormonais. Agora somem a esses os incontáveis distúrbios psicológicos que as mulheres têm: complexo de inferioridade, complexo de superioridade, depressão, fobia, paranóia, sindrome de tourette, possessão diabólica e jogue a culpa de todas essas doenças no homem (objetivo do feminismo) e continue sofrendo em paz, com a certeza de que você estragou o dia e a vida de um homem inocente que não tinha nada a ver com os seus problemas. Some-se ainda as numerosas falhas morais que as mulheres possuem: de sempre mentir, distorcer a realidade, discutir por coisas bobas, serem atraídas por cafajestes, nunca admitirem a própria culpa em nada, infernizar a vida psicológica dos homens, enfim, se eu fosse continuar aqui falando dos defeitos psicológicos das mulheres, esse post não teria fim nunca. Agora, nem vou falar dos defeitos físicos, menstruação, fraqueza muscular, celulites, gorduras localizadas etc, etc. As mulheres são naturalmente e biologicamente complicadas e contraditórias. Temos que ter paciência com elas; mas haja o que houver, não podemos deixar elas terem as decisões finais, pois é quase certo que elas vão decidir pelo absurdo e pelo irracional.

As mulheres são complicadas não é? Mas calma, que nós homens aguentariamos todas as putarias acima de bom grado, afinal, tudo o que eu descrevi acima já faz parte da constituição inerente a TODAS AS MULHERES. Então, no fundo, não é culpa delas serem tão malucas desse jeito. O problema surge, quando aparece um movimento ideológico de fanatismo, chamado de feminismo, que vem e quer colocar toda a responsabilidade pelas loucuras e insanidades femininas em cima dos homens. Toda a responsabilidade para os homens; mas todos os direitos para as mulheres. Todos os deveres para os homens; mas todos os privilégios para as mulheres. Todo o sofrimento para os homens; mas todo prazer para as mulheres. É como se um homem e uma mulher concordassem em pedir uma pizza e rachassem em meio a meio o pagamento. Ai, quando chega a pizza, a mulher fala: Agora, vamos dividir a pizza por dois: eu fico com a pizza e você fica com a embalagem. Isso é o feminismo, esses são os "direitos iguais"
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

104

que as feministas querem. Todo prazer para elas; e todo sofrimento para os homens. As feministas têm usado essa tolerância que os homens têm para com as mulheres, para se aproveitarem e conseguirem direitos que não são devidos a elas. Ora, as mulheres feministas atuais não merecem mais privilégio nenhum, porque primeiro, elas renegaram seu papel de mães, fazem abortos, infanticidio, se esterilizam antes de terem tido qualquer filho, então, por que razão a sociedade moderna ainda teima em proteger as mulheres? Na próxima guerra que houver, as mulheres deverão ser convocadas para as batalhas na mesma proporção em que os homens são convocados, porque a mulher moderna não quer mais ser mãe, então, não há mais lógica em querer proteger uma lésbica seja na guerra ou na paz, ela nunca será mãe, nunca contribuirá para a perpetuação da espécie. Então, que contribua dando a própria vida em defesa da pátria, se houver uma guerra, assim como é exigido dos homens e sempre foi exigido dos homens em todos os países. As mulheres sofrem com as flutuações hormonais mensais, provocando variações tremendas de humor; mas nós homens não temos mais a obrigação de sermos compreensivos e tolerantes com os defeitos e as TPMs das mulheres. Olho por olho, dente por dente. O sofrimento físico, amoroso, sentimental e psiquico dos homens são constantemente ridicularizados e minimizados pelas mulheres feministas e agora elas querem que nós tenhamos compreensão pelo sofrimento das feministas?

Por que as feministas odeiam Margareth Thatcher?

Por que as feministas odeiam Margareth Thatcher?

De acordo com as Feministas, Margareth Thatcher era uma "Reaça":

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

105

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

106

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

107

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

108

Porque é que as feministas odeiam a Margaret Thatcher?

Quando se fala da versão feminista da história (desculpem: herstory), louvor seja dado à Gloria Steinem. Ela fundou uma revista que ninguém lê. Grande aplauso à Billie Jean King, a tenista que provou que uma jovem profissional poderia vencer um homem de 55 anos. Que tal uma salva de palmas para Indira Gandhi e Hillary Clinton? Elas provaram que
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

109

se pode chegar ao poder agarradas às abas do papá ou do marido. Celebremos também a Oprah Winfrey, que provou que se pode contorcer conversa de chacha mística, conversa de "poder" vazia de conteúdo e um perpétuo complexo de vítima até se chegar a um negócio de milhões de dólares. Mas . . . e a mulher mais importante do século 20, Margaret Thatcher, alvo dum do filme com o nome de "The Iron Lady"? Quando se fala na Margaret Thatcher, as feministas ficam silenciosas. Recatadas até. Elas geralmente deixam que os homens tomem conta da conversa enquanto elas se mudam para o quarto ao lado. Ou pior, elas atacam-na. Durante a sua campanha para liderar a Grã-Bretanha, em 1979, um slogan popular emitido pelas feministas dizia: Nós queremos o direito das mulheres e não mulheres da direita.Isto demonstra que o feminismo é uma ideologia que trabalha para a esquerda política e não um movimento que tem em vista o bem da mulher em si. Mas em 1983 as coisas ficaram piores quando os esquerdistas apenas diziam ―Ditch the bitch.‖ Uma colunista afirmou a visão feminista em torno da Dama de Ferro: Ela pode ser uma mulher mas ela não é uma irmã.Ou seja, como ela não sacrifica no altar do feminismo, ela não faz parte da irmandade feminista. No parlamento inglês os oponentes qualificavam-na de ―Attila the Hen‖ (hen = galinha em inglês). Mas Margaret Thatcher respondeu às feministas bem ao seu estilo: Não devo nada ao movimento de libertação das mulheres. As feministas odeiam-me, não é? Não as posso culpar uma vez que odeio o feminismo. É puro veneno. Fonte ..... Ou seja, uma das mulheres mais bem sucedidas da história da humanidade é rejeitada pelas horríveis feministas pelo simples facto dela ser uma mulher que não alinha com a esquerda política. Isto suporta a tese de que o feminismo é um produto político elitista da esquerda e não algo que genuinamente nasceu duma necessidade real e fundamental das mulheres.

Feministas querem censurar o humor na internet
Depois que eu vi a Marcha das Vadias, eu achei que não havia jeito do feminismo descer mais baixo. Eu pensei: O que mais as feministas poderiam fazer para se degradar mais ainda? Então eu descobri uma tal "Marcha da Vagina" que as feministas fizeram na Espanha. Eu sou um homem sensato, reconheço quando eu estou errado e eu estava errado ao imaginar que não havia como o Feminismo descer mais baixo. As feministas deveriam ganhar o Prêmio Ignobel da Ciência da Baixaria. Mas não é sobre isso que eu quero falar hoje. As feministas estão percebendo que alguns Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

110

homens e muitas, mas muitas mulheres mesmo, estão começando a questionar as falácias do feminismo, estão surgindo alguns sites que criticam o feminismo e Páginas do facebook e outras redes sociais que ridicularizam o feminismo, e as feministas estão furiosas com isso. Ou seja, nós homens não podemos criticar as mulheres feministas nem de brincadeira; embora elas critiquem os homens em livros, revistas, jornais, TV e internet há várias décadas. Um dos humoristas mais criticados pelos temas que aborda é Rafinha Bastos, na minha opinião um dos maiores ícones do Stand-Up Comedy brasileiro. Isso porque ele, de fato, trata de assuntos ainda mais polêmicos do que as loiras, os gaúchos ou os portugueses. Muitos veículos de imprensa criticaram números nos quais Rafinha fez humor com assuntos como o estupro – que é, sem dúvida, um dos crimes mais reprováveis previstos na legislação penal do país.

Entendo ser importante a consciência de que o humor, inevitavelmente, afetará algum grupo de pessoas. Não se pode fazer graça sem um alvo, como eu já havia dito.
Há alguns meses atrás, logo depois da demissão do ator Charlie Sheen da série Two and Half Men, eu assisti um Roast do Charlie Sheen, onde apareciam vários atores, esportistas e pessoas famosas convidadas e cada uma delas detonava com os outros presentes e com o próprio Charlie Sheen. Mas o Charlie não estava contrariado e nem zangado com as inúmeras piadinhas sobre ele; ao contrário, quanto mais os convidados ofendiam o Charlie, mais gargalhadas ele dava. Depois, no final, foi a vez do Charlie dar o troco e ele detonou com cada uma das pessoas que fizeram as piadinhas sobre ele. Tudo dentro do humor. Ai está o que deve ser feito se uma feminista se sentir ofendida com alguma piadinha. Retribua fazendo uma outra piadinha contra o cara que debochou de você. Agora, querer censurar a internet, proibindo os homens de debocharem do feminismo e das feministas é uma sandice que só poderia ter saído do cérebro de uma feminista mesmo. Primeiro, porque não adianta tentar censurar a internet. Se duvida, pergunte para a Xuxa e a cruzada dela contra a playboy em que ela apareceu pelada nos anos 80. A internet é como mijar na piscina. Depois que você mijou na piscina, não tem mais como tirar o mijo de lá. Depois que você colocou uma coisa na internet, não tem mais como você tirar de lá. É a mesma coisa que eu vi há alguns dias atrás que algumas feministas estavam querendo censurar os livros do Nessahan Alita. Basta analisarmos os precedentes: a Xuxa tentou censurar a playboy em que ela apareceu nua; mas não conseguiu até hoje. Os judeus tentaram censurar o livro: "Os Protocolos dos Sábios do Sião" na internet; mas até hoje não conseguiram. Quer dizer, se nem os judeus, que possuem o controle da internet (os donos do google são judeus), que são os donos das agências de noticias e dos principais jornais, emissoras de TV, estúdios de cinema, que são os governantes do Estado de Israel, que são os que comandam o Mossad, o serviço secreto de Israel, que mata desafetos em qualquer país do mundo, se nem os judeus conseguiram censurar os Protocolos dos Sábios do Sião, será que alguma feminista acha que vai conseguir censurar na internet os livros do Nessahan Alita? Ou mesmo os meus livros sobre como combater o feminismo? Para quem não sabe, os Protocolos dos Sábios do Sião é um livro apócrifo que descreve um plano dos judeus para dominar o mundo. Adolf Hitler leu os Protocolos dos Sábios do Sião na sua juventude e passou a dedicar a sua vida para impedir que o Plano descrito nos Protocolos se Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

111

realizasse. É por causa dos Protocolos dos Sábios do Sião que Hitler odiava os judeus e quis exterminá-los da face da Terra. E justamente por ter servido de inspiração para os nazistas perseguirem os judeus, a comunidade judaica mundial conseguiu censurar esse livro durante todo o resto do século XX e conseguiram impedir a divulgação do mesmo e até a publicação dos Protocolos. No entanto, com o advento da internet, os Protocolos dos Sábios do Sião estão disponíveis integralmente para qualquer um que faça uma simples busca no Google. O site da Radio Islam é um dos sites que disponibilizam o texto completo dos Protocolos dos Sábios do Sião. Mas e por que eu falei dos Protocolos e da Playboy da Xuxa? Ora, se nem eles, que são muito mais poderosos, ricos, inteligentes, articulados, do que as feministas, se nem eles, conseguiram censurar um livro que os critica, o que faz uma feministazinha barrela acreditar que será capaz de censurar os livros do Nessahan Alita? O que faz as feministas acreditarem que vão impedir os homens de debocharem delas, e de usarem o humor contra o totalitarismo nazifeminista delas? Vejam abaixo o Roast do Charlie Sheen e vejam o tanto que ele foi humilhado e ridicularizado:

The Roast of Charlie Sheen - Show Completo | Parte 1 de 5 Veja novos vídeos no ComedyCentral.com.br

www.comedycentral.com.br

Mais de The Roast: Charlie Sheen

Assistir videos de

Assista novos videos | Noticias de musica

Embed

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

112

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

113

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

114

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

115

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

116

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

117

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

118

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

119

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

120

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

121

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

122

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

123

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

124

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

125

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

126

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

127

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

128

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

129

As Feministas debocharem dos homens tudo bem; mas quando os homens debocham das feministas, ai não pode?

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

130

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

131

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

132

Monte Atos X OWK: Uma nação machista versus uma nação feminista

Monte Atos: Um Micropaís Machista

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

133

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

134

Imaginem um país onde o movimento feminista não existe. Esse país existe e ele se chama Monte Atos. É uma micronação, um estado Teocrático da Igreja Ortodoxa, que fica no meio da Grécia, assim como o Vaticano fica no meio da Itália. Monte Atos é um país habitado exclusivamente por monges ortodoxos. Não existe nenhuma mulher no território inteiro do país. Até as fêmeas de animais são proibidas de habitar Monte Atos. A restrição contra as mulheres é tão grande, que lá até as mulheres turistas são proibidas de visitar o país. Este Estado Teocrático têm cerca de 371 quilômetros quadrados e cerca de 1500 habitantes, todos homens e todos monges ortodoxos. A idéia de impedir a entrada de mulheres no território "santo" é relacionada com o pecado original. Os monges não perdoam Eva, por esta ter induzido Adão a comer do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Os monges continuam a ver na mulher a perpetuação do pecado e da desobediência. Karyai é a capital administrativa, sede do governo civil e eclesiástico da república. O porto é a pequena cidade de Daphni. Para poder visitar os mosteiros, os turistas (todos homens, é claro) têm que tirar um passaporte especial que é chamado de "Diamonitírion". Nos mosteiros não se come carne, somente peixe, legumes e frutas. Os monges são autosuficientes na produção de alimentos. Já o vinho é permitido a todos. Monte Atos chegou a ser habitado por cerca de 7 mil monges, mas hoje em dia, graças à crise financeira, vivem lá cerca de 1500 pessoas. Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

135

OWK: Um micropaís Feminista:
OWK foi fundada oficialmente em 01 de junho de 1996 [2] e era aberta aos visitantes até à Primavera de 1997, após dois anos de construção custando £ 2 milhões. [3] The Other Kingdom Mundo forneceu uma D / s ambiente de um tamanho e consistência não disponíveis em qualquer outro serviço no mundo. [4] A terra e os edifícios foram colocados à venda em 2008, com um preço inicial de € 8.000.000. [5] Os dados de venda sugeriam que a propriedade era adequado para uso como um hotel, restaurante, residência ou casa de pessoas de idade. [6]

Governo
O OWK é um matriarcado , onde as mulheres governam. O estado também tem forte BDSM e

A meta do estado "é conseguir o máximo de criaturas masculinas sob o domínio ilimitado da Mulher Superior em um território tanto quanto possível".
dominação Feminino temas.
[2]

O OWK é governado por Rainha Patricia I , uma monarca absoluto . [4] Ela é capaz de alterar as leis e outras questões legais. Seus outros papéis incluem "Administrador Sublime Supreme" ("supervisão sobre todas as atividades dentro da área e do Gabinete do Administrador do Supremo"), "Administrador Sublime do Tesouro" (As questões financeiras) e do tribunal da Rainha e guarda da rainha. [ 2], [7] Abaixo da Rainha existem uma série de classes diferentes. O primeiro é o "Ladies Sublime" ou "cidadãos Ladies", que formam a nobreza do Reino. Para se tornar uma cidadã, uma mulher deve cumprir determinados critérios. Estes são os seguintes:
    

A mulher deve ter atingido a idade de consentimento . A posse de pelo menos um escravo homem. Obedecendo aos princípios e leis do OWK. O envio de um pedido de cidadania. Passar pelo menos cinco noites na área do Palácio da Rainha. [2] [8]

A próxima turma são temas da Rainha. Estes são os homens que seguem a lei OWK, obedecer a rainha e pagar seus impostos, mas têm alguns direitos, tais como, "liberdade de viajar, propriedade e lidar com tal propriedade, ter filhos, mudar de emprego, empresa e Estado a

A classe mais baixa é a classe "Slave" "Escravo". Esta é uma classe do sexo masculino que perderam todos os direitos, são de propriedade da Rainha ou Sublime
sua opinião." Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

136

Senhoras e são considerados "no nível de um animal normal fazenda".
[2]

Situação na República Checa

O local era uma área de 3 hectares (7,4 hectares) de área, com vários edifícios e de uma pista oval 250m, pequeno lago e gramados. O edifício principal foi o Palácio da Rainha, que foi a residência da monarca, e continha uma sala de banquetes, biblioteca, sala do trono, câmara de tortura, sala de aula, ginásio e prisão caverna ampla, as células que poderiam ser contratados. Acomodação adicional visitante foi fornecido no Long House, inclusive os Condessa Elizabeth Bathory Chambers completo com duas câmaras de tortura. Este edifício também continha uma piscina, bar, restaurante, e Wanda Nightclub. As instalações ao ar livre foram complementadas por um picadeiro interior coberto de serragem e estábulos. [4]

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

137

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

138

Feministas adoram se fazer de vítimas
Porque as mulheres adoram se fazer de vítimas Existem basicamente 2 características psicológicas que nascem com uma mulher: a dissimulação e o vitimismo. Ambos estão intrinsecamente ligados. O vitimismo, é uma extensão da dissimulação. Se você parar para observar, vai notar que as pessoas que mais se utilizam do vitimismo, são também as mais dissimuladas e manipuladoras. Ninguém pode negar que as mulheres adoram fazer o papel de vitimas!

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

139

Durante milhares de anos, os homens sempre levaram a pior em tudo: desde morrer em guerras e assassinados, porque a quantidade de homens que são assassinados é 12 vezes maior do que o de mulheres, passando por trabalhar como escravos em jornadas de trabalho que chegavam a 16 horas por dia para levar o sustento para a família, até serem os últimos a abandonarem o navio em nome do “mulheres e crianças primeiro”. Resumi muito, mas existem milhares de exemplos de como os homens são muito mais oprimidos do que as mulheres. Nesse livro, o historiador prova que os homens cometem um erro colossal ao tratar a mulher como mera vítima de uma suposta sociedade machista e opressora. A mulher atual, que se diz tão ou mais capaz do que o homem, nunca abrirá mão do papel de vítima, porque isso é extremamente conveniente para ela. O vitimismo que as mulheres com mentalidade feminista fazem questão de alimentar pode ser visto nos mínimos detalhes, é só ficar mais atento e observar. Quando a mulher atual consegue alcançar algum êxito, a sociedade concede a essa mulher todo o mérito, mas se a mesma estiver sofrendo, sempre será encontrada alguma forma de culpar os homens. O vitimismo, é usado pela mulher da mesma forma que a cultura da pegada, mas para obter Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

140

outros tipos de vantagens. A mídia sempre retrata a mulher como um ser mais inocente, honesto, indefeso, uma vítima de uma sociedade machista e opressora.

Quando a mulher comete algum crime, a mídia sempre tenta fazer alguma conexão com alguma suposta influência maligna dos homens sobre ela. Como por exemplo no caso em que a assassina esquartejou o corpo do marido, e a mídia com total apoio das feministas, inverteu os papéis, e de psicopata a mulher passou a ser a vítima!
Mas será que se fosse o contrário, a sociedade teria aceitado essa inversão com tanta facilidade? Nas conversas, elas culpam os homens por tudo, principalmente pelo sofrimento amoroso delas e até quando são demitidas, a culpa é do machismo!

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

141

Não pode sequer tentar expor a realidade porque será execrado por todos, até pelos próprios homens.

Devido ao fortíssimo complexo de superioridade da mulher atual, elas acreditam que é injusto elas sofrerem por qualquer motivo.
Se ela trabalha em uma empresa, e tem um nível de produtividade 20 ou 30% inferior aos homens, e recebe menos, ela vai taxar isso de opressão machista da sociedade, e jamais vai parar para enxergar os fatos de forma madura e realista. Mas se ela ganha o mesmo que eles, mesmo com menor produtividade, ai ela se cala e ainda Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

142

acredita que não estão fazendo nada além da obrigação deles de tratá-la de forma privilegiada pelo fato de ela ser mulher.

A covardia da mulher moderna e o uso do vitimismo como escudo
A mulher atual está obsessiva em exibir uma suposta felicidade baseada em ideais feministas. Mas existe um grande problema nisso tudo, os homens também possuem vontade própria. E quando elas se deparam com homens que não aceitam fazer parte da megalomania delas, elas taxam todos os homens de machistas e retrógrados. Em nome de uma suposta liberdade de escolha, muitas preferem a solidão a ficar com um homem que não aceite as imensas exigências e os caprichos da mulher atual. No passado, os homens precisavam fazer a maior parte das escolhas, e a história provou que os homens decidiram pela família. Mas com o pós feminismo, a família foi destruída, e isso prova que a mulher não optou pela família. Todas as pesquisas provam que os homens se apaixonam primeiro, e desejam se casar e ter filhos muito mais do que as mulheres. Claro que os homens não são perfeitos, mas não tem como negar que os homens tomam a maioria de suas decisões com a razão ao invés da emoção. Conforme o feminismo avança, os padrões de decisão deixam de ser masculinos, para se tornarem femininos. Isso significa que ao invés da razão, o critério passa ser a emoção. Os homens estão cometendo um erro terrível ao começar a seguir o padrão de escolha feminino, porque as mulheres escolhem muito mal! Elas dão sexo selvagem e sem limites para os alfas, bandidos e cafajestes, e só quando não tem mais alternativa, aceitam, a contragosto ficar com algum “bonzinho”. Quanto mais livre e “independente” a mulher for, mais ela tomará atitudes erradas, porque são emocionais. Elas nunca vão mudar, e é preciso que os homens entendam e aceitem esse fato. Portanto quem deve mudar são os homens, porque somente assim elas mudarão. Infelizmente os homens atuais são incapazes de se impor, não através da força óbvio, mas através da razão. Acredito que somente esses poucos exemplos de como a mulher atual alimenta o mal na sociedade, já é o bastante para se ter uma idéia do quanto são ilógicas e incapazes de fazer as melhores escolhas. A megalomania e o ego guiam a mulher com mentalidade feminista Nem é preciso ir ao shopping para notar que as mulheres possuem fortes tendências a futilidade. A falta de interesse por tudo que é lógico aliado a complacência da sociedade, faz com que a mulher não sinta necessidade de raciocinar sobre as conseqüências de suas próprias decisões. Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

143

O resultado disso é elas se deixam levar pelo narcisismo e competição sexual entre elas, e com isso não amadurecem nunca. Amadurecer, não significa fazer tripla penetração aos 14 anos, mas sim ser capaz de admitir e aprender com os próprios erros e até com os erros alheios. Amadurecer, significa entender que os filmes e novelas, são ficção e que a vida real exige humildade, coragem e maturidade. A megalomania e a imaturidade, faz as mulheres exigirem dos homens a vida das mulheres que elas invejam na mídia. Elas exigem que os homens financiem uma vida de luxo e futilidade, e se o homem se recusar, é imediatamente taxado de machista opressor! Quanto mais elas se baseiam na vida das celebridades como parâmetro de comparação com a própria vida, mais exigentes e irrealistas elas se tornam. E a tendência é piorar, porque quanto mais os homens continuarem submissos, e aceitando pagar por sexo, mais elas vão acreditar que estão certas em levar uma vida baseada no egoísmo e promiscuidade!

Mas até quando esse truque feminista dará certo? Na minha opinião, elas usaram tanto o vitimismo, que agora essa trapaça está perdendo o efeito. Basta vermos o exemplo da Marcha das Vadias. Basicamente, o que foi essas Marchas das Vadias que as feministas fizeram? Tudo começou no Canadá, quando um chefe de policia disse em uma palestra em uma universidade Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

144

que se as mulheres não quisessem ser estupradas, elas não deveriam se vestir como vadias. As feministas enlouqueceram quando souberam disso e organizaram "Marchas das Vadias" no Canadá e em vários países do mundo, para intimidar os homens a não seguir o exemplo do chefe de policia do Canadá e criticarem qualquer aspecto que seja do sagrado e infalivel movimento feminista. No entanto, essas Marchas das Vadias acabaram se tornando o

o principal objetivo dessa Marcha das Vadias era fazer com que a mulher feminista continuasse sendo vista como uma eterna "vítima" e nunca tendo a mínima parcela de responsabilidade pelo mal que acontece a elas. Mas me digam se vocês conseguem sentir "dó", ou "piedade" ou se você consegue ver as mulheres abaixo como vítimas do que quer que seja:
proverbial "tiro que saiu pela culatra", porque

O desafio do feminismo é fazer a sociedade continuar a
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

145

sentir dó das mulheres

Você consegue sentir "dó" das feministas que fizeram o ato acima na Marcha das Vadias?

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

146

As feministas adoram se fazer de vítimas. Você consegue ver a mulher acima, da Marcha das Vadias como uma "vítima" do que quer que seja?

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

147

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

148

Sou uma mulher oprimida pelo patriarcado

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

149

O Patriarcado machista me oprime demais!!!

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

150

Sou uma mulher vítima, sou muito oprimida pelo patriarcado machista.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

151

Somos vítimas oprimidas pelo patriarcado

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

152

Pedagogia do Sofrimento: as feministas precisam sofrer
O que motiva o Feminismo e as feministas é uma profunda aversão ao sofrimento. Elas querem jogar todas as responsabilidades, dores e sofrimentos do mundo nas costas dos homens, ficando para as mulheres apenas o prazer, a diversão e o dinheiro fácil que elas extorquiram e roubaram dos homens. Mas o sofrimento não é ruim; ele é bom e pedagógico. As mulheres modernas se tornaram tiranas feministas porque elas nunca sofreram de verdade. Nós precisamos fazer as feministas sofrerem, precisamos retirar todo o dinheiro e poder que elas conquistaram e atormentá-las com todos os padecimentos da alma. As feministas Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

153

perderam a sua humanidade por falta de sofrimento. Mas não devemos fazê-las sofrer fisicamente, pois elas usariam os olhos roxos para se fazerem de vítimas e mandarem prender os homens. O sofrimento que devemos causar nas feministas é de natureza psicológica. Devemos retirar delas todo o prazer que elas têm na vida, todas as facilidades e privilégios. Precisamos fazer com que elas vejam o quanto elas nos repugnam e o quanto nós as detestamos. Jamais elas devem ser elogiadas; mas somente criticadas. Não devemos dar a elas o prazer da nossa amizade ou companhia. Precisamos rejeitá-las, humilhá-las. As naturais inseguranças femininas devem ser exacerbadas, a beleza delas deve ser ridicularizada, a feiúra delas deve ser ressaltada. Precisamos fazê-las se curvarem com o peso de inúmeros medos, precisamos fragilizá-las com o pesado fardo da insegurança, torná-las apavoradas com o fantasma do pânico, desesperadas e solitárias. Precisamos tirar do rosto das feministas o sorriso e a capacidade de sonhar: o sorriso delas deve dar lugar ao pranto, os medos e paranóias feministas precisam aflorar e adquirir um tamanho desproporcional. Temos que fazer com que a vida seja um fardo insuportável para as feministas. Devemos fazer com que as feministas se sintam tristes, solitárias, desarmadas, humilhadas, indefesas e infelizes. Elas devem ficar perdidas, sem voz, sem direção, as lágrimas devem brotar de seus rostos constantemente e nada deve confortá-las, nem consolá-las. Ninguém deve nem sequer tentar entendê-las e muito menos entender as dores delas. As feministas devem sofrer. Precisamos instalar o medo e o pânico na mente das feministas. O desespero deve invadir a sua alma e torná-las incapazes de sorrir, de sonhar, de viver, de trabalhar, de sair e até de crer. As feministas devem sofrer. Temos que ferir as feministas na alma, na mente, onde ninguém mais poderá ver a lesão e jamais poderemos ser culpados ou acusados de algo por elas. Pegaremos a lei Maria da Penha e a domaremos pelos seus chifres.

A dor que nós devemos provocar nas mulheres feministas é emocional e não física. Não pode haver sangue, nem olhos roxos, pois são com essas maquilagens que as mulheres conseguem se fazer de vítimas e usar o sistema judicial e policial contra os homens. Se as superarmos no campo em que elas são especialistas: o de provocar dor emocional, nós as derrotaremos definitivamente.
A dor da alma é tão forte e provoca tanto sofrimento quanto à dor do corpo e ainda é dilatada pela incompreensão das outras pessoas, inclusive da própria família. Alguns poderiam objetar que fazer as mulheres sofrerem é errado, porque essas pessoas acreditam que todo sofrimento é ruim. A estes eu respondo que nós só fazemos sofrer, porque as feministas não Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

154

nos deram nenhuma outra escolha e estão fazendo muito pior conosco atualmente. Precisamos fazer as mulheres sofrerem, porque elas perderam a própria humanidade graças ao vício do prazer e da putaria. Hoje em dia as mulheres se tornaram cínicas, vulgares, depravadas, promíscuas, tirânicas, cruéis, gananciosas, inescrupulosas, desumanas, assassinas. Em outras palavras: as mulheres modernas se tornaram feministas. O pai que bate no filho para que ele não atravesse a rua sem olhar para os lados, não faz isso porque odeia o seu filho; mas sim porque o ama e quer salvá-lo. Precisamos corrigir o mau comportamento das mulheres que caíram no lodo do feminismo; mas as mulheres que voluntariamente renunciaram ao feminismo, ou são genuinamente religiosas, essas nós devemos tratar com todo amor, carinho, respeito e mimos. Basicamente, o que devemos fazer é o método prazerdor: Temos que provocar dor emocional (e não física!) nas mulheres feministas, nas mulheres que se comportam e agem mal. Mas também devemos recompensar com prazer e tratar bem, com mimos e paparicação as mulheres honestas e decentes que renunciaram ao feminismo por vontade própria. As mulheres feministas modernas se tornaram bestas, se tornaram verdadeiros animais assassinos, porcas repugnantes e assassinas de bebês. A mulher feminista moderna não é mais um ser humano. O feminismo transformou as mulheres em animais na forma humana. Precisamos fazê-las sofrer e sentir dor emocional até que elas renunciem ao culto excessivo do sistema límbico de seus cérebros e voltem a usar a razão, e recuperem a sua humanidade perdida. As mulheres feministas são escravas de seus sistemas límbicos primitivos, de suas emoções, sentimentos e fantasias. Se as únicas emoções que as feministas sentirem forem sensações de medo, terror, pânico, dor, humilhação, logo elas perceberão a desvantagem de serem escravas de suas próprias emoções e voltarão a usar o córtex cerebral, a razão e voltarão a ser decentes e dignas. Mas esse é um trabalho que deveremos fazer em duas frentes: individualmente e coletivamente. No campo individual, precisamos fazer as mulheres sofrerem, para educá-las a recuperarem a sua humanidade, a sua doçura e sua bondade. No campo coletivo, precisamos combater o feminismo, que transforma as mulheres em demônios perversos e bestas selvagens. Precisamos agredí-las APENAS VERBALMENTE mas com um aspecto de estar fazendo o bem ou de não saber que está agredindo. Até o silêncio pode ser uma agressão forte o bastante, dependendo da circunstância. Isso ocorre quando algum comentário, uma posição ou opinião é avidamente esperado pela mulher e o homem, por sua vez, se fecha num silêncio sepulcral. A tática do silêncio como punição para a mulher feminista é muito eficaz, porque você fica com as "mãos limpas", sendo politicamente correto, afinal, você não fez nada, apenas estava caladinho no seu canto. Dependendo das circunstâncias e do tom como as coisas são ditas, até um simples “acho que você precisa voltar ao seu psiquiatra” é ofensivo ao extremo, assim como um conselho falsamente fraterno, do tipo “não fique nervosa e não se descontrole”. Você precisa estabelecer com a mulher feminista um padrão de comunicação, verbal ou não, que provoque nela sofrimento psicológico. No entanto, não tente fazer isso contra uma feminista militante; contra essas, a melhor estratégia é o silêncio. Deixe que ela vomite seu ódio de gênero e não se rebaixe respondendo aos cacarejos dela. A tática de usar comunicação verbal e não-verbal para provocar sofrimento psíquico em uma mulher feminista deve ser usada, quando a sua namorada ou esposa for uma feminista e você quiser corrigi-la. E se você está em um relacionamento com uma feminista militante, TERMINE A RELAÇÃO Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

155

IMEDIATAMENTE E FIQUE LONGE DESSA MULHER. Jamais cometa o erro de acreditar que você pode converter uma feminista radical. Pense no seguinte: Nem Deus, o Todo Poderoso, conseguiu convencer Lúcifer, um anjo-demônio, a ser bonzinho. O que é que te faz pensar que você, um reles mortal, vai convencer uma feminista radical, (que é mil vezes mais burra e maligna do que Lúcifer) a abandonar a doutrina diabólica que pretenda dar poderes absolutos para ela? As mulheres que podem ser convencidas a abandonar o feminismo, são as mulheres normais, as católicas, protestantes, ou mulheres comuns, que foram influenciadas por algumas idéias do feminismo; mas não são militantes fanáticas do feminismo. Outras técnicas que podem funcionar muito bem pra causar sofrimento psicológico nas mulheres feministas são: rejeição, depreciação, discriminação, humilhação, desrespeito e punições exageradas. Mais uma técnica muito útil para causarmos sofrimento psicológico na mulher feminista é fazer com que ela se sinta inferior, dependente, culpada ou omissa. A mais virulenta atitude com esse objetivo é quando você faz tudo corretamente, impecavelmente certinho, não com o propósito de ensinar, mas para mostrar à mulher feminista o tamanho da incompetência dela. O objetivo sempre deve ser provocar na feminista emoções desagradáveis. Medo, humilhação, culpa, ódio, insegurança.

Lembre-se sempre de que você deve fazer a mulher feminista sofrer apenas na mente dela, nos sentimentos dela. JAMAIS AGRIDA FISICAMENTE UMA MULHER, SENÃO ELA VAI ARRUINAR A SUA VIDA. Quando você for punir a feminista, não pode haver contato físico entre você e ela, tudo o que você está autorizado a usar contra ela é o seu próprio silêncio, e criticas e ofensas verbais contra ela, deboche, e, por fim, o término da relação se ela não se submeter.
Algumas emoções negativas que você pode facilmente despertar em qualquer mulher feminista: o medo de ficar sozinha, medo de ser traída e trocada por uma mulher melhor, mais jovem e mais bonita, medo de rejeição da familia dela e da sociedade, se todos descobrirem a puta safada que ela é, medo de envelhecer, medo de engordar e ficar feia, medo de bunda e peitos caídos. Compare os peitos murchos da mulher a um funil ou a uma biruta de aeroporto em dia de calmaria. Sempre em tom de "piadinha sem maldade", ressalte a malha viária que são as celulites dela, as gorduras localizadas também são uma fonte ótima para provocar dor emocional em mulheres feministas. Outra boa fonte de sofrimento para causarmos nas mulheres feministas, se relaciona ao instinto de competição que toda mulher tem para com as outras. Precisamos fazer vê-la que dentre as mulheres, ela é a mais defeituosa, mais feia, mais gorda, menos engraçada, menos Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

156

inteligente, menos competente. E é muito fácil fazer qualquer mulher se sentir assim, até mesmo se você estiver namorando com uma Top Model. Mulheres lindas têm um profundo complexo de inferioridade com relação à própria inteligência e às próprias qualidades morais e espirituais. E em quase todos os casos, elas estão certas em se sentirem burras e moralmente depravadas, porque é isso que elas são. Por esse motivo, mulheres muito bonitas são tão facilmente seduzidas por qualquer homem feio que finja ver qualidades morais e espirituais nelas. Mas a nossa missão não é levar a top model para a cama; mas sim, arruinar com a autoestima dela, fazer com que ela sofra psicologicamente, se ela for feminista. Se ela for uma mulher não-feminista, eu insisto que mesmo com todos os defeitos e contradições inerentes à todas as mulheres, se a mulher conscientemente rejeitar o feminismo, nós devemos recompensá-las e mimá-las, tratá-las bem. Nenhum elogio será o bastante para recompensar uma mulher que rejeite o feminismo, porque essa é uma mulher de virtudes morais, que conscientemente abriu mão de uma ideologia que visa dar poder a ela, porque ela considera errado adquirir poder que não lhe compete. O ciúme também é uma boa emoção para nos vingarmos das feministas. Se uma mulher, ou sua namorada ou esposa está te perturbando demais com ladainhas feministas, seduza e transe com a melhor amiga dela e faça com que ela saiba disso. Se você teve o grande azar de namorar uma feminista, essa pode ser uma boa vingança; mas tome cuidado, porque uma feminista militante é uma mulher rancorosa, maldosa, inescrupulosa e cheia de ódio e se você humilhá-la demais, ela vai mentir para Deus e o mundo só para se vingar de você, envolvendo família, judiciário, policia e o que mais o capeta sugerir à imaginação dela, só para te prejudicar. Por isso, eu realmente recomendo que todo homem fuja e fique longe de feministas militantes ou de mulheres muito feministas. Outra boa idéia para fazer uma feminista sofrer, se relaciona com o desejo sádico que todas as mulheres têm, de ver um homem sofrendo por amor a elas. Quando elas rejeitam um homem e sabem que o homem está sofrendo por amor a elas, as mulheres se sentem no paraíso. Elas pensam: "Eu sou desejada e rejeitei um homem. Como sou feliz por ser tão gostosa assim.". Não dê a mulher nenhuma esse prazer. Arrume outra no máximo no dia seguinte. As mulheres são sentimentalmente egoístas, a única coisa que importa para elas são os sentimentos DELAS. Elas consideram "certo" apenas as coisas que provoquem nelas boas sensações, e consideram "errado" qualquer coisa que provoque sofrimento ou sensações desagradáveis nelas. O problema é que nem sempre, as sensações agradáveis estão relacionadas com o que é certo. Por isso, uma mulher pode achar perfeitamente correto matar o marido para ficar com a herança e viver na farra com o amante, porque essa idéia faz ela ter sensações agradáveis de prazer e felicidade. Na cabeça dela, matar o marido para roubar o dinheiro dele é certo, porque essa idéia provoca boas emoções de prazer nela. Mas para um homem, esse ato é errado e até um assassino homem sabe que o que fez é errado e moralmente reprovável. A diferença é que o homem sabe que é errado e escolhe fazer o errado mesmo assim. A mulher vê algo errado, se convence de que é certo e faz com a consciência mais tranquila do mundo qualquer atrocidade e ainda tem a cara de pau de denegrir a memória do marido morto, como aquela mulher do caso Yoki, que matou o marido, esquartejou-o e depois foi fazer compras num shopping e agora a imprensa, as feministas e todo mundo diz que ela é uma vítima do patriarcado. Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

157

O egoísmo sentimental as possui e as impele a satisfazer constantemente a necessidade de saber que sofremos. Quando não conseguem detectar nos parceiros indícios de sofrimento emocional, ficam tristes e dizem para si mesmas: "Ele já não sofre mais por mim, devo estar ficando desinteressante e pouco atraente etc". Comprazem-se em ver-nos sofrer com a raiva, irritação, ciúmes, saudade, tristeza, falta, apego, confusão, dúvida etc. Esta mesma necessidade é que as fulmina de volta quando se deparam com um homem refratário pois este não permite que sejam satisfeitas. Como o desejo sádico de comprovar nosso sofrimento emocional é muito forte, o mesmo se tranforma em um parasita interno que as traga vivas quando não é satisfeito pois a dor da insatisfação é proporcional à intensidade do desejo. Portanto, o parceiro refratário irá ferí-las nos sentimentos uma primeira vez ao recusar-se a sofrer com a paixão e uma segunda vez ao castigá-las com suas próprias atitudes. Se ainda assim o problema não for resolvido, não restará outra alternativa além de abandoná-la. Há casos extremos de fêmeas altamente histéricas e indomáveis que nos desafiam a agredí-las fisicamente. Em tais casos não há alternativas além de abandoná-las definitivamente. Pouquíssimos machos conseguem lidar com o vício feminino da provocação. A maioria se desespera e sucumbe pois o aprendizado é difícil, demorado e doloroso. Os fracos gritam, agridem, insultam e perdem a guerra. Os machos são fortes física e intelectualmente porém são emocionalmente débeis. A debilidade emocional provoca derrotas nas guerras da paixão. A maior inteligência emocional das mulheres afronta as forças física e intelectual dos homens e as vence, derrubando-os. É este o motivo pelo qual aqueles que resistem às influências no nível emocional se tornam invulneráveis. A mente feminina tem dificuldades em diferenciar a bondade da fraqueza, bem como a crueldade da força. Tal confusão as leva a não se sentirem seguras na companhia dos democráticos e bondosos. Entretanto, existem homens bons e fortes, assim como cruéis e débeis. Portanto, a preferência pelos piores se fundamenta em um equívoco. E este equívoco resulta de mais um vício: a superficialidade nos julgamentos. Vejam abaixo um texto excelente que trata sobre a importância pedagógica do sofrimento:

Pedagogia do Sofrimento
“Jesus sempre tem um olhar diferente do nosso. Nós temos a tendência ao pessimismo imediatista, mas Jesus nos eleva para lugares mais altos para que possamos enxergar mais adiante.”

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

158

É árdua a tentativa de encarar o sofrimento com serenidade, seja ele de ordem psíquica, física ou espiritual, porém a tentativa já é um começo. Tenho tentado refletir sobre o assunto “sofrimento”, mas não sob uma ótica de meras dores estéreis, mas tenho tentado olhar para alguns episódios sob a hermenêutica do aprendizado, ou como alguns chamam, a “pedagogia do sofrimento”. “A Cruz é uma escola”, disse, Santo Agostinho em um de seus sermões, e é explícita a intenção deste Doutor da Igreja em correlacionar sofrimento com aprendizado. O que percebo, é que na grande maioria das vezes, a pessoa que sofre, por algum tempo, é acometido por algum tipo de inércia, que o torna paralítico diante de acontecimentos que geram algum tipo de dor ou algo que agrida de alguma forma seu “universo”, e em muitas destas ocasiões não há opções satisfatórias se não sofrer! Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

159

O que tenho a impressão (quase uma certeza), é que Deus, na sua infinita e insondável sabedoria, permite que em algumas ocasiões, nós tomemos uma via errada, mas que sob seu controle, em algum momento retornaríamos à via certa, isto para que durante a passagem pela via errada, aprendamos com os tropeções e feridas, que aquela via não é a correta. Parece um raciocínio simples; sim, é bem simples, porém, o olhar de quem protagoniza o sofrimento é prejudicado pelo desespero, que não raro, assola quem vive a situação. Sim, coisas belas podem surgir do sofrimento. O catecismo da Igreja católica aborda o sofrimento, com afirmação semelhante à exposta acima: “A enfermidade pode levar a pessoa à angústia, a fechar-se sobre si mesma e, às vezes, ao desespero e à revolta contra Deus. Mas também pode tornar a pessoa mais madura, ajudá-la a discernir em sua vida o que não é essencial, para voltar-se àquilo que é essencial. Não raro, a doença provoca uma busca de Deus, um retorno a Ele.” (CIC 1501).

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

160

O Cristianismo é rico em exemplos de homens e mulheres que souberam extrair de seus sofrimentos o mais belo do relacionamento com Deus, como os Santos Mártires, que viram nos sofrimentos que os aguardavam nos dentes das feras, um ponte direta para o coração de Jesus. Conta-se que Santo Irineu de Lyon, quando era conduzido para seu martírio, escrevia cartas às Igrejas constituídas no oriente, e que numa dessas cartas, clamava aos seus irmãos que não o impedissem de nascer para Cristo, pelo seu martírio. Eles souberam encontrar no sofrimento um tesouro, uma forma de desenvolver intimidade com Cristo, que além de ser nosso Senhor, é ícone maior do sofrimento humano, mesmo entre os não cristãos. Mas se há aprendizado e algo de bom no sofrimento, por que fugimos do sofrimento? Por que esta repulsa; esta negação para o sofrimento? São Máximo Confessor, diz que temos a tendência humanade fugir da dor e buscar o prazer, e segundo seus escritos esta fuga seria a origem de muitas de nossas faltas e pecados, pois no desespero, no intuito de fugir da dor, Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

161

buscamos um prazer que não nos edifica, tampouco nos ensina algo proveitoso. Eu tinha a mania de pedir a Deus, que me privasse dos meus sofrimentos, e em dado momento me conscientizei, que não era a privação dos sofrimentos que Deus queria para mim, mas sim que eu aprendesse algo de bom com o que me causava sofrimento. Gosto muito de uma frase de Santo Agostinho, que descreve o que penso sobre o sofrimento: “Deus não seria Deus, se de um mal, ele não tirasse um bem infinitamente maior!” Uma lembrança simples, porém que sempre é luz para mim, é um episódio contado pela minha mãe; dizia ela, que ou eu ou meus irmãos (não me recordo quem) quando éramos bem pequenos, insistíamos em colocar os dedinhos curiosos numa tomada, e mesmo sendo chamados a atenção insistentemente por ela, a tentativa era recorrente. Em determinado momento, ela permitiu que os dedos “nervosos” fossem colocados na tomada. O resultado, é que um choque breve foi sentido pela ponta dos dedos, porém, foi o suficiente para causar choro e medo. Nunca mais colocamos dedos em tomadas. Foi uma dor necessária, algo que precisava ocorrer para que ficasse de alguma forma gravado no íntimo, que aquela atitude errada e nociva causou sofrimento. É algo que está embutido na nossa genética; um instinto que mantém a espécie humana. Devemos ter gravadas no coração, as Revelações da Sagrada Escritura a respeito do sofrimento, na qual São Paulo nos diz: “Se, pois, somos atribulados, é para vossa consolação e salvação. Se somos consolados, é para vossa consolação, a qual se efetua em vós pela paciência em tolerar os sofrimentos que nós mesmos suportamos.” (II Coríntios 1,6). São Tiago nos mostra os frutos provenientes de saber suportar com o discernimento do espírito as provações: “Considerai que é suma alegria, meus irmãos, quando passais por diversas provações, sabendo que a prova da vossa fé produz a paciência.” (Tiago 1,2-3) São João Crisóstomo, um grande Doutor da Igreja, nos diz: “Quando o Senhor concede a alguém a graça de sofrer, faz-lhe um bem maior do que se lhe desse o poder de ressuscitar os mortos. Isto porque o homem que faz milagres se torna devedor de Deus, mas no sofrimento, Deus se torna devedor do Homem.” Creio que é melhor saber lidar com o sofrimento que não sofrer. Precisamos olhar os acontecimentos do alto, e isto se faz possível se olharmos com o olhar de Jesus para as situações. Ele sempre tem um olhar diferente do nosso. Nós tendemos ao pessimismo imediatista, mas Jesus nos eleva para lugares mais altos para que possamos enxergar mais adiante. Por isso é muito difícil passar por momentos de tempestade, de tormentas, sem estar aliados à Jesus, que em todos os momentos, nos guia por caminhos mais seguros. Jesus nos ensina como sofrer de maneira fértil através dos Evangelhos e de Toda a Sagrada Escritura, o problema é que esta proposta é menos atrativa para o mundo de hoje. O mundo está mais atraído pela busca pelo prazer, como anestésico ou fuga da dor. Uma família que passa por momentos de intenso sofrimento, teria uma luz forte e um caminho já sinalizado, se olhassem pelo menos rapidamente para Jesus. Suportar os espinhos da vida cotidiana, ao lado de quem suportou os espinhos dos pecados de toda a humanidade, pareceme a opção mais sensata e produtiva. Ele passou por isso, logo pode nos ensinar como. PAX CHRISTI Diogo Pitta Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

162

Fonte: http://coracaocristao.blogspot.com.br/2011/07/pedagogia-do-sofrimento.html

As feministas merecem sofrer

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

163

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

164

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

165

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

166

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

167

As feministas julgam o sofrimento delas insuportável, porque se persuadiram de que os homens não sofrem como elas. Muito útil seria se elas conhecessem o sofrimento dos homens, para que elas possam se comparar a nós. E muito talvez elas se envergonhariam, reconhecendo a própria covardia. Há pessoas humildes que sofrem, por certo, muito mais do que elas; sofrem, porém, com tanta humildade e paz, que nada revelam de extraordinário. Com uma pequena contrariedade nas costas, ampliada enormemente pela fantasia insofrida, as feministas seguem reclamando, como se escalassem uma montanha. Quantos outros, com maiores dores do que elas, caminham conformados e alegres, a ponto de fazer crer que nada sofrem. Olhemos à nossa volta. Não encontraremos uma só pessoa que não sofra e bem poucas, talvez, que sofram menos do que nós. Se a dor é o quinhão de todos, se essa é a condição geral da humanidade, porque as feministas se lamentam tanto, quando todos os outros resignadamente aceitam seus sofrimentos? Encaremos a vida, a nossa existência pessoal, pelo lado bom. Você sofre porque é pobre? Considera que, em compensação, talvez tenhas saúde. Está doente? Mas tua enfermidade não é muito preferível a outras e outras? Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

168

Sofres porque é caluniado? Outros, porém, mais inocentes talvez, sofreram piores calúnias. É uma grave injustiça o que te faz sofrer? Mas quantos sofrem injustamente! Hás de concluir que não és a única a sofrer, nem a mais atingida pela dor, mas talvez do número das menos torturadas. Admira a naturalidade com que outros levam o próprio sofrimento, julgando-se merecedores das provações de Deus. Os pobres humildes, oprimidos muitas vezes por graves enfermidades, sem conforto de espécie alguma, costumam sofrer, com grande simplicidade, agruras cruéis. Mas acham natural que o sofrimento recaia sofre eles, porque se reconhecem merecedores do sofrimento. A idéia de revolta não lhes passa pela mente, porque nunca se julgaram com direito à exceção - todos sofrem. Se você sente ímpetos de se insurgir contra todo o sofrimento, é que te falta humildade bastante para te reconheceres culpada e digna de punição. A punição em quem se julga merecedora dela é muitas vezes desejada; é, ao menos aceita com resignação e calma. Examina algum caso concreto da sua vida. Por que razão sofreste tão mal aquele revés? Rebusca atentamente, que hás de encontrar, no fundo, o orgulho. Não quiseste reconhecer que essa provação se ajustava perfeitamente em ti. Tachaste de injusto esses sofrimento quando era justíssimo. Faltou então - naturalmente - o espírito de conformidade. A rebeldia de teu espírito produziu o desgosto, a repulsa. E quanto mais recalcitraste contra o aguilhão, mais pesado foi ficando o teu sofrimento. Convence-te de uma grande verdade: tudo quanto sofres é muito menos do que devias sofrer. Admira-te de seres tratada com tanta delicadeza pelo Senhor Supremo, quando teus pecados estão a clamar contra ti, junto à Justiça Eterna. A mão que te faz sofrer é detida pela Divina Bondade que se amerceia da tua fraqueza e reduz a bem pouca coisa o castigo que tanto mereceste. És uma grande devedora e não queres pagar quanto deves, apesar de te ser feita a cobrança com extraordinária redução. Não digas que é injusto o sofrimento que te oprime; injusta, profundamente injusta, é a tua acusação.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

169

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

170

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

171

Denuncie a Marcha das Vadias no Ministério Publico do seu Estado:
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

172

Preparem-se para a próxima Marcha das Vadias
Código Penal: Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de 1 (um) mês a 1 (um) ano, ou multa." Art. 233 - Praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público: Pena - detenção, de três meses a um ano, ou multa. .......
Lei 7.716/89 Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, RELIGIÃO ou procedência nacional. (Redação dada pela Lei nº 9.459, de 15/05/97) Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, RELIGIÃO ou procedência nacional. (Redação dada pela Lei nº 9.459, de 15/05/97) Pena: reclusão de um a três anos e multa

......... Constituição Federal:Art.5º, inciso VI - É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias Ar. 5º, inciso XVI - todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente;"

O Estupro e a queda da Estação Espacial Skylab

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

173

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

174

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

175

Eu nasci em Ponta-Porã - MS. Outro escritor que também nasceu em Ponta-Porã foi Elpidio Reis. Ele escreveu certa vez um livro de contos, cujo título era o seguinte: "20 contos de Reis". Era uma coletânea dos 20 melhores contos que ele havia escrito. Um dos contos dele se tratava da queda da Estação Espacial Americana dos anos 70: O Skylab. Era a estória de um homem aqui no Brasil que leu em algum jornal que a Estação Skylab iria cair em algum lugar da Terra; mas a NASA não sabia dizer exatamente onde ela iria cair e poderia ser em qualquer país, ou no oceano, ou no Brasil. A noticia dizia também que a NASA iria se responsabilizar para indenizar qualquer pessoa no mundo que sofresse prejuízo com a queda do Skylab. Pronto, isso foi o bastante para o sujeito ficar apavorado e começar a pensar que o Skylab iria cair bem em cima da própria cabeça. No resto do conto, ele relata como essa idéia perturbadora fez o nosso herói sofrer. Não importava que a lei da probabilidade dissesse que as chances reais do Skylab cair justamente na cabeça dele era de uma em um centilhão. Porque mais de 70% da superficie da Terra é de oceanos, então, havia 70% de chances de que o Skylab caisse sobre os oceanos. Haviam apenas 30% de chance do Skylab cair sobre o território de algum pais. As chances de que caíssem sobre o Brasil eram menores do que 0,5% e mesmo que caísse no Brasil, as chances de que iriam cair justamente sobre a cabeça daquele individuo paranóico era de uma em um centilhão. Mas ele não conseguia mais dormir, trabalhar, assistir TV, sair para passear porque a idéia de que a Estação Skylab iria cair na Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

176

cabeça dele era muito forte. E por que eu escrevi tudo isso? Ora, a estória acima é evidentemente ridicula e todos vemos que o sujeito acima é um doente mental que sofre de paranóia psicótica. No entanto, muitas feministas usam o mesmo raciocinio paranóico psicótico daquele sujeito para se apavorarem com a idéia de serem estupradas. O mais irônico é que as feministas que mais têm medo de serem estupradas, são justamente as mulheres que nenhum homem quer, as gordas, feias, escrotas, repugnantes, peludas, fedidas. Por que essa paranóia do estupro feminista só acomete essas mulheres escrotas que ninguém quer? Mas vamos tratar do tema estupro de uma forma que feminista nenhuma tratou: Com lógica. É sensato para alguma mulher sentir medo de ser estuprada? Esse é um crime tão comum assim a ponto das mulheres ficarem tão paranóicas? Vamos a alguns números. Já foi comprovado cientificamente, que em qualquer sociedade humana, cerca de 1% de suas populações, se dedicam a atividades criminosas. Em qualquer país da Terra, 99% da população obedece às leis da sociedade em que vive; mas cerca de 1% de qualquer povo, decide não obedecer as leis e se tornam criminosos, passíveis de irem para a prisão ou para a forca, se forem capturados pela policia. Nesses 1% da população que são criminosos estão englobados todos os assassinos, ladrões, estupradores, traficantes de drogas, estelionatários e blogueiras feministas. Vejam só os dados a seguir retirados do site: http://portal.mj.gov.br/main.asp?View={D574E9CE-3C7D-437A-A5B622166AD2E896}&BrowserType=NN&LangID=pt-br&params=itemID%3D{364AC56A-DE924046-B46C-6B9CC447B586}%3B&UIPartUID={2868BA3C-1C72-4347-BE11-A26F70F4CB26}: Entre 1995 e 2005 a população carcerária do Brasil saltou de pouco mais de 148 mil presos para 361.402, O Brasil é um país com cerca de 200 milhões de habitantes e para que cerca de 1% da população fosse criminosa, o Brasil deveria ter uns 2 milhões de presidiários. Mas o número real de presos no Brasil é de menos de 362 mil presos. Isso equivale a pouco menos de 0,2% da população do Brasil. Ou seja, de todos os homens e mulheres brasileiros, apenas 0,2% são de criminosos e desses, a quantidade de estupradores é menor ainda, porque nesses 0,2% de brasileiros "maus" estão a soma de todos os assassinos, traficantes de drogas, latrocinas, ladrões, estelionatários, e estupradores. Então eu pergunto para as mulheres: Diante de probabilidades tão ínfimas, é sensato fazer com que a sua vida gire em torno da hipótese da queda do Skylab na sua cabeça, ou de algum homem estuprar você? É teoricamente possivel que o Skylab caia na sua cabeça, assim como é teoricamente possivel vocês ser estuprada; mas diante dos números acima, é razoável temer isso? Porque os números não mentem, e mais de 99,99% da população brasileira são de bons cidadãos, homens honestos e decentes que jamais estuprariam uma mulher. Existe 0,1% de criminosos e os estupradores são 0,00001% deles, então, é sensato fazer tanto barulho por algo tão improvável? Percebem agora a falácia do feminismo e da Marcha das Vadias ao explorarem esse medo paranóico do estupro?

Indústria da pensão alimentícia
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

177

Indústria da pensão alimentícia Posted on 16 de setembro de 2012 Endereço original: http://pensaoalimenticia.homenshonrados.com/2010/12/industria-dapensao-alimenticia.html É vergonhoso o conceito que os brasileiros e, em especial, as brasileiras, têm a respeito da pensão alimentícia. Como dito em outra postagem, a pensão não tem caráter punitivo, mas puramente social. Mães que condicionam as visitas dos pais aos filhos ao pagamento da pensão, mulheres que exigem valor de pensão muito superior à capacidade de pagamento do progenitor, são apenas alguns dos absurdos que convivemos todos os dias e que ninguém fala nada a respeito. A ideia de que pensão é aposentadoria precoce, muito embora o politicamente correto não permita falar, é o que tem levado muitas pessoas, especialmente mulheres, aos tribunais. Isso sem mencionar aquelas que pedem o pagamento de pensão puramente por vingança!

Se você leu minha última postagem, já está consciente de que pode pagar pensão alimentícia para a ex do seu irmão, do seu pai, do seu filho, dos netos, e tudo sob pena de prisão.
O que escrevi já seria o suficiente para revoltar qualquer cidadão de bem ao extremo. Mas o pior ainda não veio. Como foi dito na primeira postagem do blog, você pode perder o seu FGTS para pagar pensão alimentícia. É, você não pode sacar o seu FGTS se não se enquadrar nos requisitos da lei, como aquisição de casa própria, doença grave, etc., mas pode perder o seu FGTS em um instante por causa de dívidas com pensão alimentícia. Além disso, você pode ter penhorado o seu salário, com base no parágrafo 2º, art. 649, do nosso Código de Processo Civil, uma das poucas exceções para a penhorabilidade do salário. Sua aposentadoria também não sai ilesa do LEÃO (este, sim, é o verdadeiro leão dos homens divorciados). E o bem de família? Não sabe o que é bem de família? Bem de família é a parte do patrimônio dos cônjuges, ou da entidade familiar, que não ultrapasse um terço do patrimônio íquido existente ao tempo de sua instituição, assim instituído por escritura pública ou testamento (Art. 1711 do Código Civil). Você faz isso para proteger, pelo menos, parte do seu patrimônio contra execuções judiciais, por exemplo, obrigações falimentares e previdenciárias. O bem de família está protegido contra dívidas de pensão alimentícia? Não! Você pode perder, sim, sua única casa, o seu único carro, tudo que você possui por causa da maldita pensão alimentícia! Dane-se se você vai ser jogado na miséria, o que importa é só o credor! Se o link que eu passei anteriormente não te convenceu, talvez este aqui te convença! Bem, e o imposto de renda? No site da Des. Maria Berenice, descobri que o IR pode ser, sim, Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

178

executado. Duvida? Consulte o processo nº 70011822806 e descubra por si só. O leão devolve seu dinheiro e a pensão toma de volta. Seria cômico se não fosse trágico.

Você pode perder o seu salário, sua aposentadoria, seu FGTS, seus bens, seu Imposto de Renda e sua liberdade para pagamento de pensão. Bem, é uma punição meio pesada, não acham? A Justiça não! Existe, ainda, um detalhe que precisa ser, devidamente, DESTRUÍDO a seu respeito: o seu nome! Sim, pai inadimplente vai para o SPC, além de tudo.
O mais engraçado é que qualquer caloteiro pode pedir para que aquela dívida feita pelo mesmo naquela loja lá do centro seja excluída do SPC por causa de “risco de dano moral”, mas dívida de pensão alimentícia não! Você não tem para onde fugir! Eles vão te executar judicialmente de qualquer jeito, nem que, para isso, vendam suas CUECAS para pagar a pensão! Bem, já temos absurdos demais por hoje. Até a próxima.

=========================================== Comentário:

estatisticamente falando, quem pede pensão é a mulher. E é surpreendente que muitas mulheres acham que pensão é aposentadoria precoce. E concordo com ela: pensão alimentícia é uma verdadeira INDÚSTRIA no Brasil. Aliás, está aí uma ideia para análise: em janeiro, o blog poderá passar a se chamar INDÚSTRIA DA PENSÃO ALIMENTÍCIA. Não se engane: a institucionalização do divórcio não foi benéfica para NINGUÉM! Famílias destruídas, pensões escandalosas, alienação parental, ódio, suicídios, pornografia e promiscuidade, todas estas mazelas só chegaram até nós
Veja bem o que a autora disse: Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

179

por causa do DIVÓRCIO! E o que nossos legisladores fazem a respeito? No
próximo post eu vou te contar.

não sou contra pagar pensão para FILHOS MENORES DE IDADE. Sou contra pagar pensão para sustentar GOLPISTAS.
Eu já disse antes, mas é bom sempre repetir:

Feministas promovem suruba em protesto contra exploração sexual de mulheres

Feministas promovem suruba em protesto contra exploração sexual de mulheres This entry was posted on Setembro 28, 2012, in Mundo. Bookmark the permalink. Deixe o seu comentário

As ativistas do Femen atacaram novamente. Dessa vez
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

180

realizaram uma grande suruba em protesto contra a exploração sexual de mulheres na Europa. O protesto foi motivado pela informação da demissão de mais de 50% das profissionais do sexo nos prostíbulos de Amsterdã, Holanda. As demissões em massa se deram em função da crise econômica, segundo empresários do ramo. Para as ativistas do Femen, “as demissões só deixam claro como essa indústria usa as mulheres como objetos para depois descartá-las”. A suruba aconteceu em frente ao consulado holandês em Kieve e reuniu mais de cinquenta pessoas.
Ciência transcendente
Saber sofrer - ciência preciosa! Que mina profunda e rica! Duas pessoas sofrem a mesma dor. Uma sabe sofrer, outra não. Esta se abate, se lastima, acha a vida um fardo, desespera. Avoluma imensamente seu sofrimento. Sua cruz era de madeira, tornou-se de chumbo. A outra sabe sofrer. Beija a cruz com imensa paz. Julga-se merecedora de muito maiores padecimentos. Admira-se de ser tratada com tanta delicadeza, quando sente a necessidade de se penitenciar. Compreende que entre as ilusões da vida só há um ponto de apoio - os braços da cruz. Quem pretender achar repouso no prazer, no conforto, sentirá depressa o travo da desilusão. Como é confortadora a consciência de uma dor suportada por amor de Deus! Como é grato percebermos em nós um traço vivo de semelhança com o Divino Redentor! E há sempre um ponto de contato em nossa vida com a de Jesus, quando a cruz gravita sobre nossos ombros. No fundo do cálice do prazer, sempre o fel que tanto amarga; no fundo do cálice do sofrimento bem suportado, sempre o néctar da paz. Entretanto continua a cruz a ser temida. Por que não torná-la desejada? Mas são muitos os que sabem sofrer? A ciência é profunda, mas está ao alcance de todos. Como porém se requer muita fé para se ver na cruz o que ela tem de invisível, bem poucos são os que vencem a repugnância natural ao sofrimento. Não se trata de inteligência mais ou menos aberta, mas de fé mais ou menos viva. A ciência sobrenatural conta bem pouco com as luzes naturais. O saber abraçar a cruz é, muitas vezes, privilégio de corações simples e pobres de luzes humanas; nem sempre as Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

181

inteligências cultas conseguem devassar os páramos espirituais. Escasseia a fé, muitas vezes, onde sobra a cultura. Os rústicos, por vezes, entendem melhor as cousas do alto. Há uma explicação bem simples para tudo isso - o orgulho. Sim, quando o orgulho infla o coração do homem culto, acaba cegando-o para as cousas sobrenaturais. De si, a ciência devia favorecer a fé: arejando a inteligência, preparando o terreno par as ilustrações da luz superior. O orgulho, porém, é inimigo implacável da fé! Que prejuízo imenso causa ele aos pobres homens, só com lhe opor à luz do céu a barreira das trevas. A luz escassa, que a ciência humana lhe projeta no espírito, não impede que ele seja um cego, pois quase nada percebe do mundo infinito, sobrenatural, com essa pobre luz. Mundo de maravilhas que são o encanto dos eleitos; mundo em que se rasgam continuamente novos horizontes aos olhos dos que mergulham na luz da fé! Pois a cruz banhada por essa luz que o orgulho não vê, tem aspectos esplêndidos e revelações surpreendentes. Aos humildes, dos quais a fé sempre é amiga, está reservada a ciência da cruz, a ciência única capaz de fazer a felicidade do homem, em meio as provações mais torturantes. Texto de Dom Antônio de Almeida Lustosa

JESUS CRISTO DIANTE DA CIÊNCIA
JESUS Senhores! Diante da História surge Jesus Cristo proclamando-se o Legado Divino, o Filho de Deus. Diante da História surge Jesus Cristo selando suas afirmações com a autenticidade dos selos privativos e infalsificáveis de Deus: os milagres. Se se procedesse com Jesus Cristo como geralmente se procede com os personagens que a História nos mostra, teríamos, de acordo com a ciência e a crítica escrupulosa, o conceito exato da pessoa de Jesus Cristo, como se afirma a personalidade de Cícero, Tucídides, Heródoto ... Mas não é em vão que, atualmente, em Psicologia e Psiquiatria, considera-se como ponto de vital interesse o influxo da afetividade na lógica; o influxo da afetividade na vontade. Nos problemas históricos comuns estão ausentes as cargas afetivas. Por isso é fácil ser lógico, sem que a vontade se desvie. No problema de Jesus Cristo, entretanto, existem, no máximo da intensidade, grandes cargas afetivas. As fobias, repugnâncias afetivas à doutrina de Jesus Cristo e suas conseqüências práticas, são de tamanha violência, que chegam não só a anular e a cegar a inteligência como a abater a vontade. Senhores, antes de entrar no tema desta conferência, uma reflexão. Pode-se avaliar o poder de intensidade da luz dum farol quando, apesar de mergulhado na mais espessa névoa, suas cintilações são vistas de grande distância. Densíssimas são as névoas afetivas e de preocupações apriorísticas diante das cintilações da Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br CRISTO DIANTE DA CIÊNCIA

182

pessoa de Jesus Cristo. As mais densas que existem na Humanidade. Em torno dessa luz colocou-se tudo quanto de ódio e de paixão existe no mundo; mas, senhores, se apesar de toda essa cerração da inteligência, ainda se percebem cintilações de luz intensa, podemos descobrir o poder intrínseco da luz que Jesus Cristo encerra. Senhores, vejamos agora o que sabem sobre Jesus Cristo os que abertamente negam ser ele Filho de Deus mas que, obrigados pela Ciência, não podem deixar de admitir inegável valor histórico às fontes de seu estudo. Vejamos que conceito formou a Ciência racionalista sobre Jesus Cristo. A Ciência... eles não admitem senão a Ciência racionalista. Pois bem, pois bem, diante desses homens de critério único e exclusivo racionalistamaterialista, como aparece a pessoa de Jesus Cristo, estudada por eles de acordo com sua técnica? Ouçamo-los esta noite. Que eles nos digam quem é Jesus Cristo segundo a Ciência. Sua Ciência. Vamos, por conseguinte, ver, perante a ciência racionalista pura, perante a refinada supercrítica, perante os que a priori, a priori, dizem ser impossível a existência de um homem Deus, o que opina essa mesma ciência sobre Jesus Cristo. Não proponham argumentos aos que defendem a priori ser impossível um homem Deus. Cegos por seus princípios, negam tudo quanto existe de divindade. Que há testemunhos? Que são autênticos?... Negam-no a priori. Para esses, precisamente para esses, quem é Jesus Cristo? Esta noite vamos ouvi-los. * * *

Se eu, senhores, vos submetesse, esta noite, as conclusões a que esses investigadores chegaram sobre Jesus Cristo e, confiado em minha memória, as repetisse aqui, esperaria que todos nelas cressem, não duvidando de minha veracidade. Mas, senhores, agradecendo-vos essa confiança em minhas citações, não procederei dessa forma. Minha memória talvez trocasse palavras que modificariam as idéias dos textos que iria citar. Ou talvez algum de meus ouvintes pudesse ser assaltado pela dúvida quanto à completa fidelidade das citações. Por isso, senhores, para minha tranqüilidade absoluta e para a plena garantia de todos, vou esta noite ler-vos textualmente as conclusões sobre a pessoa de Jesus Cristo dos investigadores racionalistas. E dos investigadores racionalistas corifeus e chefes de escolas, figuras, portanto, de primeira grandeza. Não vou citar esses arlequins da Ciência, esses falsificadores, que se cobrem com uma capa rasgada, que não é ciência, mas mero diletantismo. O arlequim é para o café, para o jornal. Os que estudam, como concebem a Jesus Cristo quando o estudam? E eu, senhores, não considero estudo comprar por cem cruzeiros um livro e devorá-lo numa noite. Não! Estuda aquele que domina o grego e o hebraico: considero capacitado para esse estudo o que Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

183

conhece bem a Filologia, o manuseador de todas as bibliografias referentes a esta matéria e aquele que, assim preparado, dedica a existência ao estudo. E esses, senhores, que dizem de Jesus Cristo? * * *

Jesus, para Renan, com "seu perfeito idealismo, é a mais alta regra da vida, a mais destacada e a mais virtuosa. Ele criou o mundo das almas puras, onde se encontram o que em vão se pede à terra, a perfeita nobreza dos filhos de Deus, a santidade consumada, a total abstração das mazelas do mundo, a liberdade enfim"[45]. Jesus Cristo é de uma clareza de inteligência, de uma penetração de espírito tão profunda, de uma elevação de idéias tão sublime que, para Renan, "criou o ensinamento prático mais belo que a Humanidade recebeu"[46]. "Ele concebeu — continua Renan — a verdadeira cidade de Deus, a verdadeira palingenesia, o sermão da montanha, a apoteose do fraco, o amor do povo, o gosto do pobre, a reabilitação de tudo quanto é humilde, verdadeiro e simples. Esta reabilitação ele a fez como artista incomparável, com caracteres que durarão eternamente. Cada um de nós lhe é devedor do que tiver em si de melhor"[47]. "Sente-se por tudo — escreve Loisy, o apóstata modernista — em seus discursos (de Jesus), em seus atos, em suas dores, não sei que de divino, que eleva Jesus Cristo, não somente por sobre a Humanidade ordinária, mas também por sobre o mais seleto da Humanidade"[48]. Para Loisy a obra de Jesus Cristo "o Cristianismo, representa incontestavelmente o maior e mais feliz esforço até agora realizado para elevar moralmente a Humanidade"[49]. E o chefe do racionalismo alemão, o renomado Professor Harnack, que escreve de Jesus Cristo? Para Harnack, "a grandeza e a força da pregação de Jesus estão em que ela é, ao mesmo tempo, tão simples e tão rica; tão simples, que está encerrada em cada um dos pensamentos fundamentais por ela expressados, tão rico que cada um dos seus pensamentos parece inesgotável, dando-nos a impressão de que jamais chegamos ao fundo de suas sentenças e parábolas". Atenção, senhores! Se Harnack, com a preparação científica que possuía, reconhece que, embora estudando-as a fundo, não crê haver chegado ao âmago das sentenças e parábolas de Jesus Cristo, que dirá o diletante?... E prossegue Harnack: foi Jesus Cristo quem "pôs à luz, pela primeira vez, o valor de cada alma humana e ninguém pode desfazer o que Ele fez. Qualquer que seja a atitude que, diante de Jesus Cristo, se adote, não se pode deixar de reconhecer que, na História, foi Ele quem elevou a Humanidade a esta altura"[50]. Quem "se esforçar em conhecer Aquele que trouxe o Evangelho, testemunhará que aqui o divino apareceu com a pureza com que é possível aparecer na terra"[51]. * * *

Diante da perfeição moral, da paz harmônica, da conduta delicada, serena, claríssima e plena Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

184

de humilde majestade de Jesus Cristo, exclama Harnack: "Que prova de intensa paz e de certeza!"[52]. Ah! Quisera ter aqui uns psicólogos profundos que me dissessem o que pensam do homem que saiba ter paz na alma, e paz serena, paz de domínio, paz de tranqüilidade, apesar de todas as torturas, de todos os ódios, de todos os tormentos, inclusive o da crucificação na cruz. Espanta, senhores! "De um só sabemos haver unido a humildade mais profunda e a pureza de vontade mais completa, com a pretensão de ser mais que todos os profetas que existiram antes dele", acrescenta Harnack[53]. Ouçamos Wernle: "O desconcertante em Jesus é que ele tinha consciência de ser mais que um homem, conservando, contudo, a mais profunda humildade diante de Deus". "É totalmente impossível representar-se uma vida espiritual como a de Jesus"[54]. Tal é a perfeição que, na ordem intelectual e moral, encontram em Jesus Cristo os mesmos que não lhe reconhecem a divindade, que Tyrrell confessa, ao vê-lo tão superior aos demais homens: "Eles queriam ter a Jesus por divino, em certo sentido... Ele seria Deus à maneira de um sacerdote, de um representante, a manifestação carnal do que Deus significa para nós... Jesus seria o mais semelhante a Deus entre os homens[55]. Foi o que escreveu recentemente J. Middleton Murry, dizendo que Jesus é o mais divino dos homens[56]. Para Augusto Sabatier, o pai do modernismo francês, Jesus Cristo é a alma mais bela que jamais existiu; sincera, pura, que conseguiu elevar-se a uma altura a que nunca o homem poderá atingir"[57]. Houve, senhores, na América, um homem que empregou toda a força de sua oratória e de sua ciência em retirar de Jesus Cristo a divindade, em exibi-lo como simples homem: Channing. Pois este homem, senhores, arrastado e obrigado pela evidência histórica em crítica racionalista pura, emite este juízo sobre Jesus: "Creio que Jesus Cristo é mais que um homem. Os que não lhe atribuem a preexistência (isto é, não o consideram, por isso, de maneira alguma, simples homem, os que, como ele, negavam-lhe a divindade) mas estabelecem entre ele e nós profunda diferença... Aceitam, de bom grado, que Jesus Cristo, por sua grandeza e por sua bondade, supera toda e qualquer perfeição humana"[58] Wilhelm Bousset, o exegeta talvez mais fora do plano da seriedade, não pode deixar de escrever: "Jesus permanece, é certo, em relação a nós, a uma distância insuperável ... Não ousamos medir-nos com ele, nem nos colocarmos ao lado desse herói"[59]. E disse Goethe: "Curvo-me diante de Jesus Cristo como diante da revelação divina do princípio supremo da moralidade". E Rousseau chega a dizer: "Se a vida e a morte de Sócrates são as de um sábio, a vida e a morte de Jesus Cristo são as de um Deus". Que dizer mais, senhores? A todos os demais homens é possível superar, mas Jesus Cristo atingiu a tal cúmulo de perfeição intelectual e moral, possuída em tal pureza e elevação, que Renan confessa Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

185

lapidarmente: "Jesus Cristo nunca será superado"[60]. Jesus colocado — prossegue Renan — "no mais alto cimo da grandeza humana... superior em tudo aos seus discípulos... princípio inesgotável de conhecimento moral, a mais alta... Nele se condensa tudo quanto existe de bom e elevado em nossa natureza"[61]. Afirmação que, antes de Renan, fez expressamente um dos mais encarniçados inimigos do catolicismo, não podendo fugir à evidência que se lhe impunha, embora contra seus preconceitos e cargas afetivas. Strauss, a quem me refiro, escreveu estas frases: "Cristo não podia ter sucessor que se lhe avantajasse... Jamais, em tempo algum, será possível ascender mais alto que ele, nem imaginar-se nada que sequer o iguale". Tão grandes, embora puramente humanos, aparecem Jesus e sua obra que Renan, em que pese o veneno destilado insidiosa e pseudocientificamente em seus livros, diante da pressão da realidade, da qual foge em vão, exclama estas frases dignas certamente de meditação para o incrédulo: "A Igreja, esta grande fundação, foi certamente a obra pessoal de Jesus. Para terse feito adorar até esse ponto, é necessário que ele tenha sido digno de adoração". Notem os senhores que neste trecho, Renan o concebe unicamente como homem, e acrescenta: "O amor não existe sem um objeto digno de acendê-lo e nós nada saberíamos de Jesus se não fosse pelo entusiasmo que ele soube inspirar a seu redor, pelo qual podemos, agora, afirmar ter sido grande e puro. A fé, o entusiasmo, a constância da primeira geração cristã, não se explicam senão supondo, na origem de todo o movimento, um homem de proporções colossais"[62]). E ainda diante do cadáver de Jesus, justiçado numa cruz, sente-se tão profundamente a grandeza de Jesus que, não o crente, mas a chamada ciência racionalista, deixou escritas estas linhas, com as quais dou por terminada a lista dos testemunhos, que nos mostram o conceito que, diante dessa ciência, gozava a pessoa de Jesus Cristo. Jesus Cristo morreu; foi justiçado como blasfemo, por afirmar sua filiação divina e, diante de seu cadáver, escreveu Renan: "Repousa agora em tua glória, nobre iniciador. Tua obra está terminada, tua divindade fundada... Ao preço de horas de sofrimento, que não chegaram a tocar tua grande alma, adquiriste a mais completa imortalidade. Signo de nossas contradições, serás a bandeira em torno da qual se travará a mais cruenta batalha. Mil vezes mais vivo, mil vezes mais amado após tua morte do que durante os dias de tua vida terrestre, hás de chegar a ser a pedra angular da Humanidade, de tal maneira que, arrancar o teu nome deste mundo, seria sacudi-lo em seus fundamentos. Entre ti e Deus não há distinção possível. Plenamente vencedor da morte, tomas posse do reino ao qual te hão de seguir, pela via real que traçaste, séculos de adoradores"[63]. Senhores, peço que mediteis um momento no que acabei de ler: "Tomas posse do reino ao qual te hão de seguir, pela via real que traçaste, séculos de admiradores"!... Li de maneira a ser entendido? * * *

Senhores, eis aí o que a incredulidade mais incrédula, à luz da chamada Ciência, pensa de Jesus Cristo. Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

186

Jesus Cristo é, perante a ciência racionalista, a pessoa histórica de superioridade máxima na Humanidade. Jesus Cristo é, perante a ciência racionalista, a inteligência mais sublime e mais profunda, da qual recebeu a Humanidade a doutrina mais prática e mais bela, mais simples e mais rica em conteúdo, mais consoladora e reabilitadora. Jesus Cristo é, perante a ciência racionalista, o homem-cume e a flor da Humanidade, que jamais terá quem a supere. O homem com a consciência exata de sua dignidade sobre-humana aliada à simplicidade e à lhaneza mais sincera. Jesus Cristo é, perante a ciência racionalista, a pessoa sem o mínimo desequilíbrio entre suas qualidades, todas sublimes, e em que reina a máxima harmonia intelectual, afetiva, moral. Jesus Cristo é, perante a Ciência racionalista, a alma mais pura e bela, serena, delicada e plena de luz, de amor e de verdade. Jesus Cristo é, perante a Ciência racionalista, aquele em quem se concentra tudo o que há de nobre, puro e elevado em nossa natureza. Jesus Cristo é, perante a Ciência racionalista, por todas as sublimes, harmônicas e únicas qualidades que possuiu, a pedra angular da Humanidade, cuja retirada sacudiria os alicerces do mundo da vida. Senhores, a Ciência racionalista, investigando seriamente, viu-se obrigada a confessar, através de todos seus grandes estudiosos de todas suas escolas, que Jesus Cristo é esse que acabais de ouvir. Esse sim. Mas Deus, não. Esse, sim, senhores. O máximo em sabedoria e moral, o máximo em retidão, o máximo em justiça, o máximo em verdade. Eis o que concede a ciência racionalista a Jesus Cristo. Mas Deus, não. * * *

E como fica tranqüila a Ciência, a racionalista, como que aliviada dum remorso opressor que a perseguia, quando concede isso a Jesus! Sim. Se fosse lógica, séria e científica, ela deveria reconhecer que Jesus Cristo é Deus. Mas, tendo que negar-lhe a divindade contra toda lei de ciência crítico-histórica, cega pelas densas névoas que ela própria, de modo afetivo, foi criando, não regateia nada do mais sublime que se possa conceber, contanto que não exceda os limites do puramente humano. E assim procedendo, os racionalistas como que fazem calar os gritos da verdade histórica que clama: "Não sois sérios, não sois científicos, não sois autênticos no tratamento do problema mais vital da Humanidade; claudicais diante de vossos apriorismos. Isso não é Ciência". E como que respondendo a essa voz atormentadora, semelhante a horrível pesadelo, respondem: "Deus, não. Mas em compensação, já confessamos que o maior na ordem intelectual, o maior na ordem moral, o maior na ordem afetiva, o maior da Humanidade existente e por existir, isso sim, isso é Jesus Cristo". A troco de negarem que Jesus Cristo é Deus, não lhes importa conceder-lhe o que concedem. Negar, com todas as forças, que Jesus Cristo seja Deus, mas exaltá-lo como homem até o ideal. Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

187

Mas, reparai senhores: é precisamente daquilo que concedem a Jesus Cristo enquanto homem que se conclui, de maneira intuitiva, ser ele Deus. Precisamente pelas perfeições que a ciência racionalista atribui a Jesus Cristo, enquanto homem, negando-o ser Deus; precisamente por essas concessões é que se deduz, claramente, que Jesus Cristo é precisamente Deus. Vejamos * a * prova. *

Há argumentos difíceis de expor, porque possuem conceitos delicados, que talvez eu não consiga expressar com a necessária clareza, mas hoje não preciso esforçar-me. Existem, talvez, aqui pessoas como o motorista que me escuta, o operário, o comerciante metido com seus negócios, o jovem que vem do comércio ou dos bancos, que poderiam dizerme: "Padre, não estou habituado a determinados raciocínios..." Mas hoje, desde o operário até o intelectual vão entender-me. Esse Jesus Cristo, senhores, disse que Deus Pai e Ele eram uma e a mesma coisa — que Ele era o Filho de Deus — que antes de Abraão Ele já tinha existência — que Abraão desejou ver o seu dia — que Ele era maior que Salomão — que aquele que, por Ele não abandonasse os pais e tudo quanto possuísse, não entraria no reino dos céus — que Ele tinha todo o poder tanto no céu como na terra — que Ele voltaria para julgar, no dia do juízo final, a Humanidade toda... Disse tudo isto repetidas vezes, asseverando, exigindo que acreditassem no que dizia. Disse-o, senhores, quer particularmente, quer em público. Disse-o, senhores, com tal clareza e tão categoricamente que, por dizê-lo, levaram-no à cruz. Eis agora o meu argumento. Ouvi-me um momento; o raciocínio é fulgurante. Se Jesus Cristo não era o Filho de Deus, se não era maior que Salomão, nem anterior a Abraão, nem possuía todo o poder no céu e na terra; se não era o Juiz da Humanidade e acreditou nisso, observai bem, senhores, Jesus Cristo não passava, então, dum paranóico vulgar. Um infeliz e delirante megalomaníaco. Um tipo digno de um manicômio. E se não acreditou no que dizia, mas sabendo que não era nem Filho de Deus, nem nada de quanto afirmou, afirmou-o e reafirmou-o, ameaçando de condenação eterna aqueles que não acreditassem em suas palavras, então Jesus Cristo foi um refinado embusteiro, Jesus Cristo foi um impostor. Um tipo digno de um cárcere. Jesus Cristo, senhores, se não foi Deus, como afirmava, foi um louco ou um impostor, foi um delirante ou um embusteiro. Evidente * como a própria * evidência, senhores. *

Mas, ciência racionalista, que nos disseste, como pura ciência, de Jesus Cristo? Como insististe, a troco de negar-lhe a divindade, ser Jesus Cristo a inteligência mais sublime e mais profunda, mais equilibrada e harmônica que já existiu e pode existir no domínio Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

188

intelectual? Logo, se a perfeição sublimada, no intelectual, foi Jesus Cristo, não foi ele um delirante, não foi ele um paranóico, não se enganou. Como insististe, ciência racionalista, a troco de negar a Jesus Cristo a divindade, haver sido ele a pessoa de moral mais pura e elevada, a retidão plena de luz e de verdade? Logo, se a perfeição sublimada, na ordem moral, foi Jesus Cristo, não foi ele um vulgar e refinado impostor ou embusteiro. Logo, senhores, se Jesus Cristo não se enganou, e se Jesus Cristo não enganou e se Jesus Cristo, séria e repetidamente, afirmou ser Deus, Jesus Cristo é Deus. Deus, ou louco, ou impostor. Eis o dilema. Jesus Cristo louco!? Ciência racionalista, repete agora o que concedeste à pessoa intelectual de Jesus Cristo. Fôste, no entanto, a primeira a confessar que Jesus Cristo não foi um louco. Impostor Jesus Cristo!? Ciência racionalista, repete agora o que concedeste à pessoa de Jesus Cristo. Foste, no entanto, a primeira a confessar que Jesus Cristo não foi um impostor. Deus, ou louco, ou impostor, isso é Jesus Cristo. Perante a ciência pura racionalista, Jesus Cristo é a suma sabedoria, a suma moral, a suma retidão, a suma verdade. Logo, não é louco nem impostor. Deus, ou louco, ou impostor. Jesus Cristo não é louco nem impostor; logo, senhores, perante a própria ciência racionalista, Jesus Cristo é Deus. * * *

Jesus Cristo. Agora sim, Jesus Cristo pode repetir aquela frase que, em vida, saiu de seus augustos lábios: "Mesmo quando sou eu próprio quem dá testemunho de Mim, o meu testemunho é verdadeiro"[64]. Crêde-me, * Senhores, terminei e disse Jesus * convido-vos a Cristo, eu sou Deus! * pensar.

Falamos, algures, de Jesus Cristo na Profecia e vimos convergir em Jesus Cristo, como em ponto concêntrico, verificadas e realizadas, todas as profecias no decurso de onze séculos. Apresentei-vos Jesus Cristo perante a História e recordai-vos de que não existe monumento literário nas obras clássicas do Universo, que tenha a certeza histórica de que gozam os Evangelhos; recordai-vos do testemunho autorizado e insuspeito de Westcott em favor dos Evangelhos, afirmando que a alteração que neles pudesse haver não passaria de uma milésima parte do seu todo. Vede, hoje, senhores, Jesus Cristo perante a ciência racionalista que, de maneira a não deixar dúvida, conclama a impossibilidade de ser tido como louco ou como embusteiro. Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

189

Donde, a conclusão, senhores... Desejais tirar a conclusão?

Padre Laburu

Respeito às religiões das pessoas

Há mais de quinze anos atrás, eu havia passado no vestibular para o curso de Direito em uma cidade do meu Estado, que não era a mesma cidade onde os meus pais moravam. Encontrei um restaurante lá e durante o almoço o garçom me disse que lá também era um pensionato. Eu fui ver o quarto, gostei e lá foi o primeiro lugar que eu morei sozinho para fazer a faculdade. Era um pensionato que ficava nos fundos do restaurante e na hora do almoço todos os estudantes comiam no restaurante, que era muito bom por sinal. Eu me impressionei com o garçom daquele restaurante, ele era muito simpático, estava sempre sorrindo, era muito educado e agradável para conversar. Mais tarde eu descobri que ele era um Testemunha de Jeová. Nós ficamos amigos e algumas vezes ele me convidou para ir na Igreja dele; o que eu educadamente recusei. Mas mesmo assim, quase toda a semana ele me dava ou emprestava algumas publicações das Testemunhas de Jeová e eu gostava particularmente da Revista Sentinela, que tinha alguns artigos religiosos que não me interessavam, mas que em toda edição tinha artigos interessantes, tais como a Estação Espacial Internacional
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

190

e outros assuntos interessantes. E como a Revista era gratuita, eu sempre guardava as Revistas Sentinela que o garçom me dava. Nós nos tornamos amigos. Às vezes ele falava sobre o que a religião dele acreditava; mas eu, que sempre fui contestador, me continha e me forçava a ficar calado para não contestar a fé dele. Mas por que eu fazia isso? Por que eu não tentava fazer ele ver que o meu ponto de vista ateu era o correto e que a crença religiosa dele era errada? Eu percebi que ele era uma pessoa feliz, apesar de ser pobre, ele era um sujeito muito feliz e agradável e eu não queria tirar a religião que o tornou feliz daquele jeito. Então nós ficamos amigos, apesar de eu ser ateu e ele ser Testemunha de Jeová. Mas essa não é a minha primeira história de amizade com um evangélico. O meu melhor amigo no mundo, o Ezequiel, que eu conheci quanto tinha 7 anos de idade na segunda série primária do colégio e que é meu amigo até hoje, sempre foi evangélico, desde pequenino e sempre dizia que o sonho dele era ser Pastor Evangélico quando crescesse. Hoje eu tenho 32 anos e sou amigo do Ezequiel até hoje e adivinhem só: Hoje em dia ele é um Pastor Evangélico, tem uma Igreja dele que ele comanda em Minas Gerais, se casou e está muito feliz. Desde que eu tinha 7 anos de idade ele tenta me converter ao protestantismo; mas eu sempre recusei. No ano passado ele me visitou e fiquei muito feliz em revê-lo. No entanto,
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

191

apesar de eu sempre ter recusado os convites dele para ir na Igreja dele, eu nunca tentei convencê-lo de que Deus não existe, ou nem ao menos tentei tirar a fé dele. Ele é feliz crendo em Deus e por que razão eu haveria de querer tirar a felicidade do meu melhor amigo? Nos tempos da faculdade eu fiz amizade com um outro rapaz, o Carlos. Este era e é ateu e sempre fez muito sucesso entre as mulheres. Muitas das coisas que hoje eu sei sobre as mulheres, foi o Carlos quem me ensinou. Nós ficamos muito amigos e até hoje continuamos mantendo a nossa amizade, sendo que pelo menos uma vez por ano ele vem até a minha cidade para me visitar. Na época da faculdade, apesar dele fazer Agronomia e eu fazer Direito, nós chegamos a dividir um apartamento por quase cerca de um ano, numa Republica. O Carlos não tem religião, e eu também não sigo nenhuma religião e sempre nos demos bem. Sou muito grato à amizade dele. Ainda naquela época eu conheci um outro rapaz, que fazia o curso de enfermagem, e que era muçulmano. Ele também era lutador de Jiu Jitsu, fazia musculação e admirava o Schwarzenegger. Ficamos amigos, porque eu também admirava o Schwarzenegger e inclusive, esse rapaz muçulmano tinha conversas tão interessantes sobre fisiculturismo e musculação que ele me estimulou a comprar várias revistas de musculação na época e até
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

192

comprei o livro que o Schwarzenegger escreveu: "Enciclopédia de Fisiculturismo e musculação". Naqueles tempos da faculdade, tinha um vendedor de livros que de vez em quando aparecia nos corredores vendendo muitos livros e eu sempre comprava livros dele. Em uma ocasião, eu estava com uns três livros que falavam sobre a história do povo judaico e um outro amigo meu chegou perto de mim e disse: O Christoffer, mas como você é obcecado pelo povo judeu hein? Eu acho que você queria ser judeu, diz ai. Então eu respondi a ele: "Olha André, se eu pudesse escolher, eu seria Judeu sim, porque eu acho que o povo judeu é o povo mais admirável na história do mundo. Eles sempre foram perseguidos e discriminados, mas mesmo assim, eles sempre viveram quietinhos a vida deles, sempre prosperaram e eu acho isso admirável." O vendedor de livros ouviu o que eu disse e começou a chorar. Eu fiquei sem entender; mas ai ele me respondeu: "Eu sou judeu e nunca ouvi alguém dizer algo tão bom dos judeus como isso que você disse. Pode levar esses três livros que você está segurando, não precisa me pagar nada, que Deus te abençoe meu amigo." Ele ficou tão comovido com o que eu disse sobre os judeus, que me deu de graça três livros que ele estava vendendo naquele dia e ficou meu amigo até hoje. Será que alguém aqui acha que eu iria criticar os
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

193

judeus ou o judaismo ou deixar de ser amigo de um judeu só porque eu não acredito no judaísmo ou em Deus? Tenho bons amigos na Igreja Católica, que inclusive são mulheres e eu jamais faria contra os católicos o desrespeito que as feministas da Marcha das Vadias fizeram com as Imagens da Virgem Maria. Eu jamais ofenderia os Testemunhas de Jeová, nem os muçulmanos, nem os Protestantes, nem os judeus, eu sou amigo de todos eles apesar de ser ateu. E tenho bons amigos também, que são ateus. Nunca, em hipótese nenhuma eu ofenderia a crença de nenhum deles, porque eu gosto de todos eles, todos eles são meus amigos de longa data e eu só tenho bons sentimentos, amizade, respeito e admiração por todos eles. Até a presente data, eu era ateu; mas vendo a podridão das feministas e as putarias que elas fizeram na Marcha das Vadias, eu não consigo encontrar outra explicação para aquilo a não ser como possessão diabólica. E se o demônio existe, e tomou conta do corpo, mente e alma das feministas; então Deus também deve existir, pois o mal não é o único hóspede desse planeta e também existe o bem. Até há alguns dias atrás, eu era ateu; mas a Marcha das Vadias me fez ver que o demônio existe, e se Lúcifer é real, então Deus e Jesus também são reais.
Feminista confessa quem é seu verdadeiro lider
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

194

Este foi o único cartaz verdadeiro na Marcha das Vadias. Ela confessa quem ela segue. Encerro aqui o meu caso, Excelência.

Nada mais há a dizer, a confissão é a prova suprema. Agora todos nós podemos ver claramente quem as feministas obedecem e porque odeiam tanto a Igreja Católica e Jesus Cristo. Encerro meu caso aqui, Excelência.

Lésbica é presa por fingir ser vítima de campanha de ódio.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

195

Lésbica é presa por fingir ser vítima de campanha de ódio. Publicado em julho 8, 2012 por ricardoribeiro4791 Domingo, 8 de Julho de 2012 Estudante universitária que se queixou de receber recados anti-homossexualismo admitiu à polícia que ela mesmo é que os escreveu. Muitas pessoas da CCSU [Central Connecticut State University] estão perplexas com a prisão duma estudante lésbica – Lexi Pennell – depois dela ter dito à polícia que era alvo de ódio. Tudo começou em Março último quando Lexi disse que “alguém” tinha o hábito de enfiar por baixo da porta do seu dormitório recados ameaçadores contra ela precisamente por ela ser homossexual. Ela disse: Recebemos alguns recados com mensagens derrogatórias centrados na nossa orientação sexual. Para tornar as coisas ainda mais ridículas e falsas, Pennell conseguiu reunir centenas de otários estudantes da mesma universidade numa manifestação feita em seu apoio devido aos seus esforços contra o alegado ódio. Infelizmente, e como é normal no ativismo homossexual, o espetáculo baseava-se em mentiras e dados falsos: A polícia afirmou que colocou câmaras ocultas no
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

196

corredor do dormitório e capturou a Lexi a colocar os recados no seu próprio dormitório. A polícia afirmou que tudo não passou duma grande mentira. Num mundo controlado pelo esquerdismo militante tu avanças na vida não através do teu esforço e dedicação mas sim se sentires pena de ti mesmo. No entanto, se os activistas homossexuais são genuínas vítimas de “homofobia”, há algum motivo para inventar ódio onde ele manifestamente não existe? Fonte

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

197

Fonte: O Homossexualismo
A Marcha das Vadias estava "Certa" segundo suas organizadoras

Para vocês que achavam que o filme "O Exorcista" era um perfeito exemplo de como o demônio se apodera do corpo de uma mulher, eu tenho que te dizer: Aquele filme
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

198

do Exorcista não é nada comparado à Marcha das Vadias. Depois de todas as depravações e violações que elas fizeram contra as imagens católicas, as Vadias da Marcha estão dizendo que elas estavam certas em fazer aquilo e que vão continuar fazendo, até que todos reconheçam Lúcifer como o único deus digno de adoração. Vejam abaixo o que está escrito no site da Marcha das Vadias em resposta às profanações de símbolos religiosos:

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

199

O vilipêndio às imagens religiosas foi um "ato necessário"
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

200

diante de fundamentalismo religioso (sic),

Declaração da Marcha das Vadias quando as questionamos sobre a foto acima: 'Foi um ato politico necessário diante de fundamentalismos religiosos'

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

201

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

202

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

203

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

204

Qual vai ser o próximo passo do Feminismo, depois da Marcha das Vadias?

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

205

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

206

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

207

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

208

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

209

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

210

Detenham as feministas e a Marcha das Vadias antes que seja tarde demais:

Preparem-se para a próxima Marcha das Vadias
Código Penal: Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de 1 (um) mês a 1 (um) ano, ou multa."Art. 233 - Praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público:

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

211

Pena - detenção, de três meses a um ano, ou multa. .......
Lei 7.716/89 Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, RELIGIÃO ou procedência nacional. (Redação dada pela Lei nº 9.459, de 15/05/97) Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, RELIGIÃO ou procedência nacional. (Redação dada pela Lei nº 9.459, de 15/05/97) Pena: reclusão de um a três anos e multa

......... Constituição Federal:Art.5º, inciso VI - É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias Ar. 5º, inciso XVI - todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente;"

Maioria das mulheres britânicas escolheria vida doméstica no lugar de carreira profissional.

Maioria das mulheres britânicas escolheria vida doméstica no lugar de carreira profissional.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

212

Depois de décadas a lutar pela igualdade nos locais de trabalho, muitas mulheres Britânicas admitem agora que colocariam a carreira profissional de lado em favor da vida doméstica, e que não têm problemas alguns em ser uma "mulher guardada" (inglês: "kept woman"). Mas de acordo a pesquisa, as mulheres guardam o seu desejo (de serem domésticas e não carreiristas) dentro de si uma vez que se sentem pressionadas a viver uma vida independente. Numa sondagem recente levada a cabo junto de 1,582 mulheres com idades para cima dos 25, todas empregadas e num relacionamento, 63 porcento delas admitiu secretamente que prefeririam ser donas de casa e não mulheres com uma carreira profissional. Foi perguntado às inquiridas se se identificavam como "mulheres independentes", e 65 porcento delas disse que sim. Para além disso, foi perguntado às mulheres que haviam
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

213

respondido com um "Sim" se sentiam algum tipo de pressão (por parte de outras mulheres) para serem independentes, e 74 porcento disse que sim. Mais de metade das mulheres (57 porcento) inquiridas pela site de moda mycelebrityfashion.co.uk admitiu que aspiravam por um estilo de vida mais relaxante, confessando que prefeririam ser domésticas e não carreiristas. Quando lhes foi perguntado sobre a independência financeira, 78 porcento das mulheres afirmou que não se importaria de depender financeiramente do parceiro. Bobbie Malpass, editora do site mycelebrityfashion.co.uk, disse que os resultados da sondagem foram chocantes para si:

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

214

Estou profundamente chocada por saber que a maioria das mulheres colocaria a carreira profissional de lado e optaria por uma vida doméstica, especialmente se levarmos em conta a frequência com que ouvimos que devemos abraçar a vida de mulher forte e independente; até o grupo "Destiny's Child" cantou algo em favor disto! Acho que a estatistica mais chocante é aquela que revela o número de mulheres que não se importaria de ser financeiramente dependente do marido uma vez que ser uma mulher "mantida" não é algo que apelaria a muitas. Fonte ******* Claro que a carreirista Bobbie Malpass está "chocada"
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

215

com a revelação dos verdadeiros desejos da mulher porque ela, tal como a maior parte das mulheres ocidentais, foi indoutrinada pelo movimento feminista a acreditar em algo que não reflecte o que as mulheres querem. É seguro afirmar que o feminismo é actualmente o maior inimigo da mulher. Aliás, o feminismo sempre foi inimigo da mulher. O que se passa actualmente é que mais e mais mulheres estão a admitir (embora secretamente) aquilo que as feministas não querem que elas admitam: dada a escolha e em igualdade de circunstâncias, a mulher escolherá maioritariamente viver uma vida mais familiar e tradicional. É precisamente devido à existência deste instinto natural e saudável na mulher que a liderança feminista faz todos os possíveis para envergonhar as mulheres que colocam de lado o carreirismo: “Ser uma dona de casa é uma profissão ilegítima . . . Escolher servir e ser protegida, e planear ser uma geradora de família, é uma escolha que não deveria existir. O cerne do feminismo radical é alterar isso.” ~ Vivian Gornick, University of Illinois, “The Daily Illini,” April 25, 1981. Segundo a feminista Vivian gornick, o cerno do feminismo radical (que não é fundamentalmente diferente do feminismo não-radical) é suprimir os desejos da mulher,
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

216

removendo dela a liberdade para ficar am casa. Para além disso, esta feminista qualifica de "ilegítima" a escolha que a maior parte das mulheres faria. Isto demonstra o quão anti-mulher o feminismo é. “Enquanto a família, o mito da família, o mito da maternidade e o instinto maternal não forem destruídos, as mulheres continuarão a viver sob opressão …. Nenhuma mulher deveria ter autorização para ficar em casa e cuidar de crianças. A sociedade deveria ser totalmente diferente. As mulheres não deveriam ter essa opção precisamente porque se tal escolha existir, demasiadas mulheres a seguirão. Isso é uma forma de forçar as mulheres numa certa direcção.” ~ Simone de Beauvoir, “Sex, Society, and the Female Dilemma,” Saturday Review, June 14, 1975. Simone de Beauvoir confirma o que foi dito em cima: dada a escolha, a maior parte das mulheres prefere uma vida doméstica. Conhecedoras desta natural tendência das mulheres, as feministas moldaram a sociedade actual de modo a que a mulher não tivesse possibilidade para exercer a sua natural preferência, mas visse em seu lugar a sua liberdade de escolha limitada ao lhe ser dito que verdadeira "independência" é adquirida através da vida profissional. Note-se também a natureza fascista do feminismo quando Simone de Beauvoir afirma que "Nenhuma
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

217

mulher deveria ter autorização para ficar em casa" e que "As mulheres não deveriam ter essa opção". Conclusão: Longe de ser um movimento que "emancipa" a mulher, ou "liberta" a mulher, o feminismo faz precisamente o reverso ao afirmar que ela só tem a escolha de ir trabalhar (embora a mulher universalmente prefira a vida doméstica). Isto leva-nos a afirmar que o feminismo é a mais bem sucedida obra de engenharia social uma vez que as suas adeptas subscrevem aos seus princípios em busca de "liberdade" quando o feminismo foi criado para fazer exactamente o contrário.

"Oprimida"
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

218

Mulheres praticam mais violência doméstica que homens

Mulheres praticam mais violência doméstica que homens
Com informações da Fapemig

Sempre que se fala em violência doméstica, a imagem criada no imaginário e na mídia envolve o homem agredindo a mulher. A violência praticada contra o homem, por outro lado, é considerada uma exceção à regra. Mas esses preconceitos precisam mudar rapidamente, sob pena do problema da violência doméstica não ser solucionado. Foi o que apontaram os resultados surpreendentes do estudo realizado por Fernanda Bhona, na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em Minas Gerais. Violência da mulher contra o homem Com um total de 480 participantes, a pesquisa apontou que 77% de um grupo de 292 mulheres com relação conjugal afirmam ter xingado, humilhado ou intimidado o parceiro, contra 71% das mesmas ações tomadas por eles. A agressão física do companheiro - tapas, socos ou chutes - foi assumida por 24% das mulheres. E, segundo as próprias mulheres, apenas 20% dos parceiros cometeram o mesmo tipo de agressão contra elas. Quando o ato violento deixa lesões, hematomas ou causa desmaio após a pancada, cerca de 13% delas são responsáveis pela ação, contra 9,5% das agressões masculinas infligindo danos às parceiras. O quadro típico da violência doméstica só se confirmou nos casos de agressão sexual leve - a pesquisa revelou que 16% das mulheres foram forçadas a fazerem sexo com o parceiro, enquanto 14% dos homens foram obrigados a praticar o ato por suas companheiras contra a sua vontade. Violência contra a família As agressões podem se agravar ainda mais se existir consumo excessivo de álcool pelas mulheres. Segundo a pesquisa, 54% de um grupo de 252 mulheres, que tinham filhos de até 18 anos, cometeram algum tipo de ato classificado como maus-tratos aos filhos, como bater com a mão fechada ou chutar com força, após a ingestão de bebida alcoólica. A pesquisa não revelou nenhuma associação significativa entre o consumo de cerveja acima do permitido e a violência praticada pelas mulheres contra os homens. No entanto, 26% das entrevistadas relataram brigas entre o casal após a ingestão de álcool, que deixaram lesões nas mulheres e 35,6% delas sofreram algum tipo de agressão física. Há dez anos, outra pesquisa realizada em 16 capitais brasileiras apresentou resultados semelhantes à pesquisa de Fernanda Bhona. O nível de agressão psicológica entre os casais ficou em 78,3% e o de abuso físico, 21,5%, apresentando um cenário contrário ao que se atribui normalmente ao homem, o de agressor. Fonte: Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

219

Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br
URL:http://www.diariodasaude.com.br/news.php?article=mulheres-praticam-mais-violenciadomestica-homens&id=9004

Femen diz que feministas brasileiras são muito feias
FEMEN – Feministas Brasileiras São Muito Feias As feministas brasileiras foram chamadas de gordas e feias pelo FEMEN. Já era de se esperar que o grupo feminista dos peitos durinhos lá do leste europeu desse um chute nos glúteos caídos das feministas brasileiras e se envergonhassem das tetas murchas das moçoilas daqui. Faltava somente um pretexto para que o épico pontapé pudesse ser desferido.

Isso se faz num certo cômodo da casa, não na rua Um dos motivos (claro, existem inúmeros outros) que faz com que uma feminista brasileira – adolescente ou não – adentre nesse movimento, é a possibilidade de que possa exibir seu corpo e se iludir achando que seu corpo realmente é bonito e merece aplausos, o que, por si, é risível. Mas vou me focar no acontecimento. A “representante” do FEMEN no Brasil era Sara Winter (foi chutada do Femen hoje), dentre várias aberrações, essa manceba é acusada de ser nazista, conforme atesta o portal do UOL: A imagem de uma cruz no peito de Winter, levantou a dúvida sobre se ela teria pertencido quando jovem a um grupo neonazista, coisa que depois ela classificou de "erro do passado". Seu "nome de guerra" também seria uma referência ao movimento nazista. Depois, ela contou que havia entrado para o mundo da prostituição muito cedo, por isso passou a combater a atividade. Sara teve também de rebater afirmações de que simpatizava com o nazismo. Disse que simpatizou com skinheads no passado, mas que se desvencilhou deles quando passou a estudar história. Como se já não fosse um absurdo uma nazista brasileira (porque seria morta pelos nazistas verdadeiros simplesmente por ser brasileira), ainda tentou se mancomunar com as loirinhas Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

220

dos olhos azuis do leste europeu que chamaram feministas brasileiras de “gordas”, conforme atesta o blog de uma dessas feministas que JAMAIS entrariam pro grupelho ucraniano. Nós somos obrigados a concordar com o Femen: as feministas brasileiras realmente são muito feias e gordas. Mas as feministas brasileiras, rebatem isso fazendo o que sempre fizeram: negam a realidade e se recusam a admitir a verdade. Elas dizem que a beleza é um padrão cultural de um dado momento histórico, dando a entender que em algum outro momento histórico essas feministas escrotas seriam consideradas muito belas. No entanto, a beleza não é uma questão de opinião pessoal; mas sim é uma razão matemática, expresso pelo número Pi ou número de fibonacci: 1,618... Qualquer criatura, homem, mulher, animal, galáxia, objeto, sinfonia, música que tenha a proporção áurea, é considerado esteticamente bonito. Os gregos antigos já descobriram a proporção áurea e a usavam em seus poemas, canções e obras arquitetônicas. As pirâmides do Egito foram construídas levando em consideração essa proporção áurea, de tal forma que as pedras do degrau acima eram exatamente 1,618 vezes menores do as pedras do nivel mais baixo. A magnifica nona sinfonia de Beethoven foi composta estando ele completamente surdo. Ele jamais ouviu a própria sinfonia. Mas Beethoven sabia que qualquer um que ouvisse a nona sinfonia, iria achar a música bela, pois ele a compôs usando a proporção áurea. Você leitor pode comprovar a proporção aúrea dentro da sua carteira. Pegue o seu cartão de crédito, não importa se for Visa ou Mastercard, pegue uma régua e meça o comprimento e depois a largura do seu cartão. Então, divida os dois números. Você verá que o resultado será o número 1,618, porque os cartões de crédito são retângulos áureos, que são os retângulos mais bonitos que existem, pois eles têm a proporção áurea. No entanto, não são somente nas construções e criações humanas que encontramos a proporção áurea. Ela está em toda a natureza, desde as espirais de uma galáxia no universo, até o formato do corpo de um tigre ou outro animal selvagem. Qualquer animal, criatura, homem ou mulher, ou sinfonia, obra de arte, escultura, objeto, galáxia que tenham a proporção áurea, será considerado como bonito por qualquer cultura humana, desde os chineses, até os europeus, selvagens africanos ou aborigenes australianos. A beleza é matemática e universal e não uma opinião cultural. Vejam a imagem abaixo:

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

221

Existe algo na face do sujeito acima que nos incomoda, não? O que é? Ora, ele não tem nariz. Pela regra da proporção áurea, naquela posição do rosto, deveria haver alguma coisa, que é o nariz. Agora vejam a foto abaixo:

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

222

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

223

Percebem a diferença? Vejam como a Angelina Jolie é linda. Ela é linda porque ela é perfeitamente proporcional. Os gregos descobriram o número de ouro, uma relação de proporções que obedece a uma escala constante. Seu padrão é uma relação de um lado com dimensão "1" e o outro com dimensão "1.618"(...) ou "0.618"(...).

Espiral sobre o número de ouro Na cultura grega e romana, e consequentemente na ocidental pós-helênica, houve a constante Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

224

aplicação destes padrões numéricos, em especial no Renascimento, uma era "racionalista", e ainda hoje é fartamente aplicada na indústria do design de produtos, nas artes plásticas, arquitetura, automobilismo, etc. Por outro lado, estas relações de proporção podem ser encontradas nos corpos de diversos animais e em eventos que não participaram de um processo seletivo visual. Dessa forma, não se pode inferir que a beleza seja um aspecto relativo aos mamíferos e às aves, já que a proporção de flores, répteis, insetos, peixes e toda a fauna e flora seguem padrões analisáveis e em geral, associados ao número de ouro. Então, provavelmente a beleza é uma função constante no universo, manifesta em qualquer momento onde haja menores níveis de entropia, ou ainda, uma tendência da organização do universo em direção a elementos proporcionais, relacionando-se desta forma, à harmonia como elemento de composição do real. Vejam as fotos das mulheres abaixo:

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

225

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

226

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

227

Agora comparem as imagens acima, com as fotos das mulheres logo abaixo, que são mulheres cujos corpos e rostos estão de acordo com a proporção áurea:

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

228

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

229

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

230

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

231

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

232

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

233

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

234

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

235

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

236

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

237

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

238

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

239

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

240

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

241

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

242

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

243

Por que será que essa feminista gorda, feia e escrota odeia os homens?

A pilula do dia seguinte tornou o aborto obsoleto

Pílula do dia seguinte
José Mendes Aldrighi é médico, professor de Ginecologia do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e chefe do Departamento de Saúde Materno-Infantil da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

244

O início da vida sexual ocorre cada vez mais cedo, na maior parte das vezes, sem que os jovens se preocupem com nenhum procedimento contraceptivo. Consequentemente, não são raros os casos de meninas grávidas aos onze, doze anos de idade. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a única maneira de evitar tais incidentes é mantê-las informadas a respeito dos riscos a que estão expostas – entre eles, a transmissão de doenças graves como a AIDS, por exemplo, — e garantir-lhes o acesso aos métodos anticoncepcionais. Entretanto, apesar do nível de informação sempre crescente a respeito dos riscos e implicações inerentes ao exercício da sexualidade e dos meios disponíveis para evitá-los, muitas moças se descuidam e engravidam. As desculpas são muitas: acharam desnecessária a prevenção, porque consideravam remota a possibilidade de manter relações sexuais, haja vista que não tinham namorado fazia muito tempo, ou porque as relações eram tão esporádicas que não justificavam o uso contínuo das pílulas anticoncepcionais, ou, ainda, porque o rapaz tinha o hábito de usar preservativos. De repente, as coisas escapam de seu controle e elas se dão conta de que o programa do dia anterior coincidiu exatamente com o período fértil. Diante da possibilidade de uma gestação indesejada, muitas recorrem à pílula pós-coital, também conhecida como pílula do dia seguinte, ou do arrependimento. O QUE É? Drauzio – O que se entende por pílula pós-coital ou pílula do dia seguinte? José Mendes Aldrighi – A pílula pós-coital nada mais é do que a pílula anticoncepcional comum constituída por estrogênio e progestogênio. A única diferença está na dosagem um pouco maior (50 microgramas de estrogênio e 250 microgramas de progestogênio), quando indicada após uma relação sexual que represente risco de gravidez.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

245

Então, a jovem que manteve relação num momento inoportuno, ou teve a infelicidade de o preservativo ter-se rompido, o que não é tão infrequente assim, ou, ainda, aquela que foi vítima de estupro podem valer-se dessa pílula para afastar o risco da gestação indesejada. Na verdade, a pílula pós-coital contribuiu para evitar algumas agressões ao organismo que as mulheres cometiam, quando suponham estar grávidas. Por exemplo, ao se darem conta do ocorrido, aquelas que tinham mantido relação sexual próxima do período ovulatório faziam as maiores acrobacias para adiantar a chegada da menstruação. Para tanto, recorriam a drogas abortivas com efeitos colaterais danosos para sua saúde ou introduziam instrumentos dentro do útero, que podiam provocar danos gravíssimos ao organismo. INDICAÇÃO E DOSAGEM Drauzio – Como deve ser administrada a pílula pós-coital? José Mendes Aldrighi – Estupro, ruptura de preservativo ou coito num momento próximo da ovulação são casos que justificam a indicação da pílula pós-coital nas seguintes doses: tomar 2 comprimidos no período que vai desde o momento da relação sexual até 72 horas depois e mais 2 comprimidos doze horas mais tarde. São 4 comprimidos ao todo, portanto. Assim, a mulher que se encontra numa dessas situações de risco deve procurar obrigatoriamente um médico antes de completar as 72 horas para que ele possa prescrever-lhe a pílula. A eficácia é quase de 100%, uma vez que cria condições para apressar a menstruação e, com isso, impede que a gravidez se instale. Drauzio – Vamos admitir que a mocinha tenha tido uma relação no sábado à noite. Quais são as providências que deve tomar? José Mendes Aldrighi – Se a relação ocorreu no sábado à noite e no domingo ela não conseguiu entrar em contato com o médico, na segunda-feira precisa procurá-lo para receber a orientação adequada. Ele vai prescrever-lhe quatro comprimidos de uma pílula
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

246

anticoncepcional comum. O importante é que dois comprimidos sejam tomados o mais depressa possível e, passadas doze horas, tome mais dois. A grande maioria das pacientes responde a esse esquema com perda sanguínea num prazo de sete a dez dias. Drauzio – As moças costumam recorrer com frequência ao uso da pílula do dia seguinte? José Mendes Aldrighi – Há muitos anos venho chamando a atenção de que a pílula pós-coital, ou do dia seguinte, só deve ser utilizada numa emergência, não como recurso anticoncepcional rotineiro. Sempre defendi sua indicação nos casos de estupro, como forma de impedir que o sofrimento de uma gravidez forçada viesse somar-se ao trauma e à violência impingidos à mulher nesses casos. Quanto às meninas que mantêm relações sexuais com certa regularidade, essas devem procurar um médico para receber a orientação necessária sobre o uso da pílula ou de outro método contraceptivo adequado às condições de seu organismo e faixa de idade. Aliás, nesses casos, a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda a dupla proteção, isto é, a pílula anticoncepcional para elas e o preservativo para os meninos, a fim de protegê-las também contra a infecção pelo vírus HPV (papiloma vírus humano), por exemplo, que pode ser transmitido por via sexual e é responsável pelo aparecimento do câncer de colo de útero. Às vezes, as mulheres só descobrem tardiamente que são portadoras desse vírus, quando vão fazer o exame de Papanicolaou. ATENDIMENTO NO SERVIÇO PÚBLICO Drauzio – Esse tipo de orientação é oferecido pelo serviço público de saúde para as moças que não têm condição de consultar um médico particular? José Mendes Aldrighi – Em São Paulo, a Santa Casa, o Hospital das Clínicas e o centro de saúde-escola da Faculdade de Saúde Pública da USP, a Escola Paulista de Medicina (UNIFESP) oferecem esse tipo de
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

247

orientação. São esses serviços especializados que as moças devem procurar, em vez de ouvir os palpites de curiosos no assunto. Drauzio – No interior, esse serviço também está disponível nos postos de saúde? José Mendes Aldrighi – Em muitas das grandes cidades do interior, funcionam faculdades de medicina e hospitais-escola que podem prestar esse tipo de atendimento. Nas outras, a maioria possui postos de saúde competentes, responsáveis por informar e orientar as moças e pela prescrição dos medicamentos. Drauzio – É um procedimento caro? José Aldrighi – Não, não sai caro. Na verdade, sai o preço de uma cartela de pílulas anticoncepcionais de uso convencional, da qual são retirados apenas 4 comprimidos para serem tomados da seguinte forma: dois antes de completar as primeiras 72 horas posteriores à relação sexual e, doze horas depois, mais dois.
A MARCHA DAS VADIAS E A JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE
Imprimir esta página

Movimento em prol das mulheres ou contra as mulheres?
 

Segunda, Jul 29 2013 Escrito por Valéria Abdo

Смесители для душа и ванны Детские игрушки, развивающие игры

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

248

A MARCHA DAS VADIAS E A JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

Artigo NÃO é recomendado para menores de 18 anos. Neste artigo, destacam-se: cenas fortes, atentado violento ao pudor, nudismo e palavras de baixo calão que ofendem e denigrem a fé cristã entre outras religiões, frases de ódio ditas pela marcha das vadias entre outras imagens e frases ofensivas. Recomendamos cautela. A "Marcha das vadias" não passa de um movimento para as "mulheres" lutarem por promiscuidade, vem chocando e ofendendo pessoas. Enquanto o Papa pregava a fé, a Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

249

tolerância, o respeito e o amor propriamente dito, estas "mulheres" destruíram a imagem de Nossa Senhora, simularam sexo com o crucifixo e hostilizaram os cristãos.

Mulher não é mercadoria, mas esta marcha propõe, em forma de dicotomia, exatamente isso. Que a mulher seja vista como uma mercadoria em que você possa fazer sexo, sumir no dia seguinte que elas dão conta do “recado”. Se engravidar, ela aborta, se for contaminada com AIDS, hoje mesmo ela contaminará alguém, afinal, o corpo é delas e elas o usam da forma que bem entendem, inclusive contaminando pessoas com doenças sexualmente transmissíveis. A senhora gostaria que seu filho se relacionasse com uma “mulher” dessa? Que esta mulher nua da imagem fosse sua nora? Ou que a sua filha seja amiga de uma “mulher” que se porta de forma vergonhosa, manchando a imagem da verdadeira mulher? Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

250

Elas denigrem e mancham a imagem das mulheres. Uma mulher como eu, como à senhora, como a sua esposa, filha, irmã, etc..., batalhadoras, guerreiras, trabalhadoras... Que acordamos cedo, cuidamos dos nossos filhos (e as casadas, de seus maridos), vamos trabalhar, estudar, ajudar no orçamento doméstico, mantemos uma postura diante da vida e da sociedade, sermos chamadas de “vadias” por um bando de “mulheres” ensandecidas que desvirtuaram completamente o movimento feminista?! Querem ser igualadas a estas “mulheres”? Mulheres entre aspas, pois estas não são MULHERES. Mulher se dá ao respeito, tem postura, não faz manifestação NUA, expondo filhos e familiares e, muito menos admite em hipótese Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

251

alguma ser chamada de “vadia”, mesmo sendo um trocadilho com o linguajar masculino usado referindo-se as mulheres que fazem sexo indiscriminado.

Um movimento que impõem intolerância, inverdades como “aborto natural também pode virar crime” para convencer pessoas a serem a favor do aborto, onde estas mulheres se relacionam sem proteção e acham que o maior problema é a gravidez, sem se preocupar com a disseminação da AIDS entre outras doenças sexualmente transmissíveis. Um movimento recheado de promiscuidade, inverdades, intolerância, ódio e atentando violento ao pudor.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

252

Esta imagem, por exemplo, um manifestante contra a igreja Católica, introduz uma cruz na cavidade anal. Sim senhores, é um homem, introduzindo em seu ânus, um crucifixo, por uma “mulher”.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

253

Esta faz menção a Virgem Maria, demonstrando total desprezo ao significado da Virgem Maria, mãe de Jesus Cristo. Mulheres cheias de ódios e ensandecidas, cansadas de suas vidas vazias e fúteis. Frases como: “O seu fundamentalismo bate na minha xoxota gostosa e volta pra você”, “O útero é meu e faço quantos abortos eu quiser”, “a buceta é minha e eu dou pra quem eu quiser”, “Meu gozo é uma delicia”, “Eu adoro gozar gostoso”, “Eu toco uma siririca (masturbação feminina)“ entre outras frases de baixo calão, ofensivas e amorais.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

254

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

255

Isso não é uma manifestação digna e muito menos luta por um ideal concreto. Luta, pela única e exclusiva ideia de liberar o aborto. Apenas pelo direito de matar bebês quantas vezes assim o desejarem com O NOSSO DINHEIRO. Sim, elas querem que isso seja feito pela rede pública. Não passa a ideia e muito menos é cogitada a ideia do uso de métodos contraceptivos tais como: preservativo masculino, preservativo feminino, pílulas anticoncepcionais, DIU, injeção de hormônio, pílula do dia seguinte entre outras formas de prevenção. Elas apenas desejam o aborto e o sexo promíscuo e indiscriminado.

Sexo promíscuo e indiscriminado já é pratico há muito tempo no Brasil. Não só neste Pais, mas em muitos outros, onde a liberdade sexual vem sendo confundida com libertinagem sexual.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

256

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

257

Pedem respeito dizendo que mulheres não são glúteos e seios, mas saem nuas, segurando cartazes com os seguintes dizeres: “A porra da buceta é minha e eu dou pra quem eu quiser”.

Colocam e expõem crianças em mais tenra idade neste pseudo-protesto, banalizando a imagem da mulher e, mostrando para estas crianças que mulheres são objetos sexuais e assassinas de bebês. Ensinam a estas crianças que ter Deus (Jesus, Alá... Enfim, como quiserem) em seus corações e seguir uma vida moralmente regrada, se respeitando e respeitando os outros é errado e feio. Mostram que o legal é o sexo, a nudez, a violência, a intolerância e, claro, o assassinato de bebês.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

258

Esta menininha esta sem blusa (sendo exposta a nudez sem “vergonha”, tendo uma consciência que é normal e bonito se expor de uma forma tão agressiva), com os dizeres: “Liberdade é o meu futuro”.

Esta garotinha segura um cartaz escrito: Meu corpinho, minhas regrinhas, desde já e sempre e, nas coxas, a palavra PUTA. Elas caracterizaram uma criança tão pequena como dona de seu corpo, com discernimento sexual e, o rótulo de PUTA. Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

259

Novamente: “Liberdade é o meu futuro”. Esse pseudo-protesto é uma imensa contradição por si só. As feministas do movimento não lutam por um ensino melhor, por condições de trabalho melhor para as mulheres... Pelo fim do assédio sexual e moral no trabalho, faculdade, transportes públicos, vias públicas, estágios, etc... Elas lutam pela legalização do aborto, o direito de expor seus corpos nus em vias públicas sem serem questionadas ou incomodadas, ressaltando que homens andam sem camisetas (elas só esqueceram que homens não possuem seios. Seios que culturalmente são símbolo da feminilidade e aleitamento materno, portanto não é de bom tom expô-los como se fossem objetos a venda em uma vitrine qualquer). Lutam contra qualquer tipo de consciência religiosa, lembrando que:

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

260

“A Constituição Brasileira garante o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e as suas liturgias” (artigo 5.o, inciso VI).

“Manifestante” quebra a imagem de Nossa Senhora

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

261

Uma “manifestação” como essa é um ato de agressão aos princípios e crenças pessoais, que devem ser respeitados. Portanto independente da Igreja (Católica, Evangélica, ou outras…) é algo extremamente agressivo e desrespeitoso.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

262

Esta leva em seu corpo nu o desenho de um terço católico onde a cruz esta próxima a púbis, com os dizeres em seu peito nu: “Basta de Rosários”. Hostilizaram os jovens do movimento da juventude, agrediram verbalmente e visualmente idosos, jovens, adultos e crianças.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

263

Estas “mulheres” PODEM E DEVEM SER PROCESSADAS. Atentado violento ao pudor, agressão verbal, hostilização e repreensão contra pessoas que, garantidos pela lei, estavam cultuando e exercendo a sua fé. Elas protestam por protestar, não se trata de uma questão de princípios ou de defesa de causas sociais. Trata-se de um movimento, com a finalidade de fazer tumulto, baderna, falta de respeito, apelação e preconceitos respaldados pelo nome de “protesto”. Manifestações deste nível deixam clara a sua mensagem, de que tudo podem, em nome de um pseudo-protesto, pois estão acima da lei, mesmo quando proclamam sobre assassinatos e estupros de que são vítimas, as “vadias” se esquecem que os verdadeiros estupradores e assassinos não se comovem com palavras de ordem e sim, têm seus instintos aguçados por seus corpos que as próprias expõem e pela revolta de tais atos. PORÉM, EM NENHUM MOMENTO ELAS SE COLOCAM CONTRA A PEDOFILIA E O ABUSO FISÍCO E PSICOLOGICO DE CRIANÇAS.

Jovens universitárias — protegidas por familiares e amigos — expõem os seios em praças públicas, dizendo que adora gozar, mostrando uma nudez ostensiva, como se fora um bem de uso público, falando: “Meu corpo, minhas roupas curtas e minha nudez não é um convite ao sexo”. Essa atitude incentiva SIM o estupro e a banalização feminina, incentivando os homens a nos verem como objetos sexuais. De fato, as “vadias” não induzem, com sua atitude, o estupro de si mesmas, mas, sem dúvida, contribuem para transformar a mulher em objeto e, ao fazê-lo, reforçam nos machos brutais a convicção de que mulher é mesmo para ser usada. Porém estes homens não terão acesso às protegidas “vadias” das marchas — suas vítimas serão quase sempre as infelizes mulheres de periferia, que acordam as 04:00 da manhã, embaixo de sol e chuva para trabalhar por um salário mínimo. A marcha das vadias passam a falsa impressão de liberdade feminina, levando jovens garotas, sem muito discernimento a aderirem um movimento falso e agressivo, sem fundamento e ideais.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

264

Elas ainda têm a cara de pau e a falta de discernimento de pedir respeito. Respeite para ser respeitado. O movimento feminista vai muito além de pedir a liberação do aborto, sexo sem compromisso e promiscuo. O movimento feminista caracteriza a luta das mulheres por direitos iguais, tais como: Salário condizente, o direito ao acesso á cultura e educação, o direito a voto, entre outros garantidos em cláusula pétria na Constituição Federal. Nos mulheres NÃO queremos que estupradores saiam impunes, que maridos, namorados e/ou companheiro nos espanquem e saiam livre, que nossas crianças não sejam objetos sexuais e “saco de pancadas” e que o agressor seja responsabilizado e exemplarmente punido... Queremos que estes crimes sejam tidos como HEDIONDOS. Queremos o direito de sustentar os nossos filhos com dignidade e tranquilidade sem ser alvo de preconceito da sociedade. Queremos o direito de exercer profissões ditas como exclusivas do homem, com a equiparação salarial. Queremos ganhar de acordo com a nossa função desempenhada e não de acordo com o nosso sexo. Nos Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

265

não queremos ser contratadas pela nossa aparência e sim pela nossa capacidade. Nos não queremos ser vistas como símbolo sexual e sim como seres humanos, dotadas de direitos, inteligência e necessidades. O movimento feminista, desde que surgiu a marcha das vadias, que ao meu ver, suas participantes são realmente vadias, pois mulher que é mulher, é guerreira, trabalha, estuda, paga suas contas e não saem por ai, mostrando o corpo, aceitando ser chamada de "vadia" e hostilizando a fé dos outros, perdeu a sua essência, sendo banalizada e ridicularizada por tais participantes. Lutar pelo direito ao aborto é muito fácil depois que se nasceu. Se cuidar e se prevenir, ninguém quer... Matar uma vida, ai sim! Normal... Essas pseudo-mulheres não tem um ideal concreto para lutar, a não ser pedindo respeito ao direito do sexo promiscuo (Como se isso já não fosse super comum) ainda se dão ao direito de hostilizar as pessoas... É preciso resgatar a real essência do movimento feminista, para não saírem expondo seus corpos, envergonhando sua família e seus filhos. Triste, lamentável e desprezível. Esse tipo de "mulher" não representa a população feminina que não tem tempo para essa palhaçada, pois estas estão estudando, trabalhando e lutando pelos direitos igualitários e por um futuro melhor para si e seus filhos.

Lutar contra o preconceito contra a mulher já é por si uma luta desgastante ainda mais quando umas quantas desocupadas que não se valorizam fazem tudo para denegrir aquela que é a imagem da mulher de verdade. Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

266

Essas “mulheres” e essa marcha não me representam. Representam você? Eu sou a favor do movimento: “Mulheres Dignas”. E você?

TEXTO DA COLUNISTA CAMILA ABDO

Estatuto do Nascituro, aborto, estatísticas feministas manipuladas e a falta do bom exemplo.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

267

Estatuto do Nascituro, aborto, estatísticas feministas manipuladas e a falta do bom exemplo.
Publicado em junho 11, 2013 by Mulheres contra o feminismo Padrão

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

268

Por estes dias o debate sobre o aborto esquentou mais do que o esperado. E tudo por causa do estatuto do nascituro, um projeto de lei brasileiro de 2005 que garante o direito a vida do nascituro (feto). O assunto tenso voltou a tona pois foi aprovado pela Comissão de Finanças e Tributação da Câmara, e segue para análise da análise da Comissão de Constituição e Justiça. Bem, falar sobre o aborto é sempre complicado pois cada pessoa opina baseando-se em geral em alguma ideologia ou falta desta. O assunto é tenso em si mesmo. Iremos tentar usar de imparcialidade (como sempre). -Assunto 1: Sobre o aborto:

As leis brasileiras em geral se demonstram bem imparciais sobre o aborto e nos casos que este é permitido, existe um motivo bem delineado. O Brasil nunca foi um lugar aonde o aborto se banalizou graças a outras mulheres e homens que lutaram contra o movimento feminista que justamente quer banalizar este ato. O aborto em caso de estupro e outros casos particulares já estão previstos na lei, que neste caso segue o senso comum e age de modo imparcial dentro dos limites da ética e respeito. O movimento feminista patrocinado por sociedades com interesses por outro lado quer banalizar o aborto e mudar as leis atuais. Feministas e defensoras deste ato usam como justificativa a “liberdade e filosofia meu corpo, minhas regras”. Engraçado, elas nunca pensam na liberdade na hora de se prevenir ao engravidar, ainda mais com tantos meios que existem hoje. Se eu ou qualquer outra mulher nunca engravidamos porque elas também não conseguem? Ou quem não engravida tem algum poder a mais? Somos especiais? O fato de haverem abortos clandestinos não legitima a luta pela legalização do aborto. É um argumento no mínimo sem fundamento. Então temos que legalizar TODOS os desvios sociais pois eles causam risco aos envolvidos. Assim, legalizem o crack para que os viciados tenham atendimento estatal com o dinheiro público. Afinal, ninguém tem culpa de nada nesse nosso país. Ninguém é capaz de assumir a responsabilidade pelos seus atos. É sempre culpa de outra pessoa ou de alguma entidade que talvez explique o caos social e moral da nossa sociedade com funks, Valescas, novelas, BBBs, futebol e feminismo. Esse argumento de que “Eu defendo e sempre defenderei o direito de escolha de cada um. Eu jamais faria um aborto, mas não posso obrigar qualquer pessoa a pensar como eu ” é covarde e relativista de alguém com medo ao opinar. Aborto banalizado como quer o movimento Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

269

feminista é uma injustiça e sempre lutaremos contra o que consideramos injusto. É como se nos falassem ” se acha errado matar, não mate, mas não impeça alguém de matar” ou coisas assim e justificar tudo com liberdade usar o corpo do jeito que quiser. Utopia e covardia de gente metida a intelectual.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

270

Hoje, em pleno século 21, o aborto é usado sim como método anticoncepcional por jovens que vão engravidar nas festas “vivendo a vida louca”. Engravidam muitas vezes de jovens homens que compartilham a mesma filosofia. Se o aborto for legalizado, abortaremos milhões de fetos assim como os Estados Unidos hoje abortam e outros lugares tidos como “exemplo” neste quesito. Mas existiria somente este caminho ou existe uma outra alternativa que exige mais responsabilidade? Ninguém fala do trauma de um aborto. Claro que existem aquelas “super mulheres feministas de internet” que se “se dizem frias como um homem” e negam arrependimentos pois fazer o Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

271

aborto para elas é algo natural. Mas e a grande maioria? Acham certo banalizar um ato destes como quer o movimento feminista que se esconde na propaganda de “escolha e liberdade” quando convém. Se o aborto for legalizado, este ato cruel e traumatizante vai ser usado por razões nada terapêuticas. Se isso é ser pró-”escolha” então todo mundo que despreza a vida está apenas exercendo uma “escolha”. Se tudo é permitido por escolha e uso do corpo, que acabemos com as leis e regras. A lei não deveria funcionar assim se realmente queremos um mundo melhor. Repetimos, existem outros caminhos. Ficamos a imaginar o aborto legalizado no Brasil aonde existe carnaval, promiscuidade e outras coisas assim. O aborto seria como trocar roupa e seria usado como método de controle de natalidade sim. Na verdade, a mulher ou homem que defendem o aborto em prol da “liberdade e direito de escolha” não se garantem na hora de escolher uma parceira/o ou na hora de se responsabilizarem por seus atos usando alguns dos n meios para prevenir uma gravidez indesejada. Nestas horas se dizem a favor da liberdade e escolha por covardia ou incapacidade na hora da responsabilidade. As gurus feministas também fingem não ver uma coisa embora saibam pois assim manobram as feministas cegas massa de manobra. O aborto como é pregado pelo movimento feminista possui origens racistas e veio com a desculpa maquiada de “controle de natalidade, liberdade, meu corpo minhas regras”. Falaremos mais sobre isso em um futuro post. -Assunto 2: Estatísticas feministas….manipuladas. O movimento feminista adora fazer terrorismo mental e assustar através da cultura do medo e coletivismo. Confiar em dados feministas é como confiar em palavras ditas de uma pessoa criminosa com a mente doente. Uma destas estratégias é de manipular os dados e afirmar que milhares de mulheres morrem por fazer aborto ou qualquer outro assunto referido ao feminismo. Uma feminista afirmou no nosso facebook que 90% das mulheres do Brasil morrem por fazer aborto. E usam de estratégia similar ao falar que somos estupradas a toda hora. Lembram daquela feminista que disse que 2/3 das mulheres sofrem estupro que postamos sobre a perereca brasileira e o pinto rosa? Na verdade os dados feministas surgem da mentira. Sabemos que outras mulheres sofrem estupro e fazem aborto, mas olhem os dados feminista que FOGEM da realidade e sejam talvez resultado de viver em um mundo paralelo. Perguntamos: - Aonde se encontram os corpos destas milhares de mulheres que morreram ou morrem por causa de aborto? -90 % das mulheres do Brasil morrem por fazer aborto? Ou seja, 9 em cada 10, 90 em cada 100. Que mentira fora da realidade. Se isso fosse verdade o povo brasileiro seria extinto pois provavelmente não existiriam mulheres o suficiente para engravidar, procriar, etc mais brasileirinhos e brasileirinhas. -O mesmo se aplica para os casos de estupro que existem mas estão longe de serem os dados Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

272

que o movimento feminismo prega. 2 em cada 3 mulheres estupradas? Ou seja, 600 entre 900 mulheres foram estupradas. Se for assim, a maioria das mulheres foi estuprada e ninguém sabe, o que é novamente uma mentira. Mentira pura e terrorismo mental para nos assustar e nos jogar nos braços das feministas que assim engrossam as suas fileiras. -Assunto 3: O estatuto do nascituro. Tal projeto tem interesse de alguns e a revolta de outros e talvez seja mais um projeto politicamente correto que possui qualidades e defeitos. Sabemos que misturar o cruel ato de estupro com o cruel ato de um aborto é algo complicado. Bem, o Estatuto do Nascituro na verdade não removeu nenhum direito, apenas incumbiu o estado de proteger a criança e a mãe caso esta queira levar a cabo a gravidez oriunda de estupro. É uma minoria de casos mas por algum motivo este grupo da minoria da minoria obteve a atenção dos nossos governantes agora. Como pouco convém as feministas (que querem o aborto como resposta para tudo), elas lutam contra este estatuto que tem a mistura de dois assuntos complicados: aborto x estupro. Levar adiante ou não a gravidez de um estupro? A lei brasileira faz um bom tempo sabiamente permite o aborto no caso de estupro que é inclusive um crime hediondo. A gravidez este caso que pode gerar n problemas e traumas no futuro se levado adiante. Mas não passa pela cabeça das feministas (as mesmas que falam da liberdade de escolha) que talvez (apenas talvez) alguma mulher não queira abortar e por algum motivo queira levar adiante esta gravidez ou seja impedida por inúmeros revezes que culminarão com dificuldades emocionais e econômicas. O estado desta vez pensou neste grupo. Isso é bom ou ruim? Complicado de saber. Existe também o caso do estuprador pagar a bolsa- estupro, afinal, o projeto prevê a chamada “bolsa estupro” para a mãe se a gravidez for decorrência de violência sexual e ela quiser continuar a gravidez. Caso o agressor seja identificado, ele deverá pagar essa pensão e ainda vai ser punido. Caso não seja identificado, será dever do estado pagar essa bolsa.Muita feminista-marxista cultural vai falar do machismo e patriarcado aqui e a liberdade de escolha. Pois bem, o projeto salienta a escolha de querer continuar a gravidez (casos raros mas que aqui foram lembrados). Aqui mais uma vez se o patriarcado fosse de verdade, ninguém se importaria com uma mulher sendo estuprada ou no filho gerado por este estupro. -Assunto 4: a falta da teoria do bom exemplo, que é gera isso tudo. Alguém liga a TV, abre uma revista, jornal ou assiste “intelectuais” como Caetano e outros opinarem e o que podemos perceber? Coincidência ou não, os enredos das novelas ou que os outros meios deixam a entender é : defesa de vagabundos/criminosos, defesa de piriguetes, vamos ser bandidos, vamos ser vulgares, marcha da maconha, use drogas, aborte, seja a Valesca, seja o MC Catra, BBBs, trair é legal, ninguém pode julgar ninguém, promiscuidade é coisa boa e afins. Na última novela um dos personagens mais cativantes, para alguns, era a tragédia do”Pescoço”. Atriz que interpreta piriguete/ prostituta é vista como forte, moderna, emancipada. A nudez se banalizou. Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

273

Até hoje ainda nunca vimos um enredo sobre a realidade do país daqueles que somam: professoras que ensinam, enfermeiras que curam, policiais honestos, combate à corrupção, histórias de pessoas que ascenderam através do trabalho e etc. Ser bom é ruim e ser ruim é bom. O fruto disso que afasta filhos e pais, desune pessoas de bem é falta de limites, valores. A longo prazo o caos se instaura. O ser humano sem limites se transforma em um animal selvagem. E isso a longo prazo degrada a sociedade que foge da responsabilidade e justifica atos absurdos por ser covarde. No final das contas, este estatuto possui alguma coisa boa e outros absurdos mas parece ser politicamente correto demais ao pensar na minoria da minoria de casos que raramente acontecem. Claro, deve-se ter algo pensado para casos assim mas é mais um descaso com o povo em certo aspecto e que as feministas adoram para justificar o aborto. Existem coisas mais urgentes e que precisamos mais que uma lei politicamente correta sobre o estupro e aborto. Se a segurança fosse valorizada, valores familiares fossem estimulados assim como o bom exemplo e se o estado nos ajudasse a educar nossas filhas e filhos melhor ao invés de deseducar, nada disso seria preciso.

Lista dos 9 tipos de mulheres que você deve evitar namorar/casar e se envolver

Lista dos 9 tipos de mulheres que você deve evitar namorar/casar e se envolver

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

274

Existem tipos de mulheres que tem que ser muito burro pra se envolver pois é CERTO que são promíscuas, loucas, jogadoras emocionais, manipuladoras, perigosas. O maior perigo num relacionamento para um homem atualmente são 3:
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

275

1- Manchar sua honra devido ela ser promíscua e ter alta chance de infidelidade. 2- O absurdo poder de manipulação, jogos emocionais, táticas emocionais feminino. 3- A mulher não ter uma estrutura moral do que é certo e errado. Esses 3 fatores são os que mais destroem o homem num relacionamento e os deixam loucos. O homem entra num relacionamento, namoro ou casamento de boa fé. Ele entra buscando paz, tranqüilidade, bom sexo, boa compania e bons momentos juntos. Elas NÃO. Elas entram pra dominar a relação, pra testar o cara, pra subjugar. Pior, o homem não tem estrutura emocional para lidar com essas canalhices femininas devido anos de lavagem cerebral feminista. Assim ao lidar com estes tipos de mulheres o cara perde o controle e sofre violentamente, causando problemas graves em sua vida. Mas como identificar esses traços que eu mencionei acima, se as mulheres escondem bem isso, dissimulam e jogam cortinas de fumaças ninjas? Claro, nem todo mundo é fodão, másculo e tem esta
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

276

minha habilidade, já que sou não só bom em identificar esses traços mas também em lidar com bundas grandes e coxas grossas (sou especialista em lidar com mulheres com coxas grossas). Por isso eu criei uma LISTA de TIPOS de mulheres, além de traços que tu podes usar para evitar relacionamentos sérios ou para captar que estás diante de um perigo. 1- Mulher que participa de torcida organizada Nunca se envolva com este tipo de mulher. Mulheres de torcidas organizadas estão lá pra uma única coisa: Ter o ego inflado. Elas vestem roupas curtinhas, decotes, aquelas calças coladas no cu e adoram dançar e sambar e ignorar os homens. Passeiam pelo estádio e se envolvem com os líderes de torcida. De fato boa parte delas já rodou na mão dos mais fortes e altos da torcida ou dos líderes. Se souber que uma guria participa ativamente de torcidas organizadas de futebol, CUIDADO: Ela é promíscua, perdida e adora se exibir para diferentes machos. 2- Mulher que fuma é promíscua

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

277

Destino de Mulher moderna após anos de fumo, sexo casual, infidelidade e ódio contra homens. A experiência masculina é fabulosa e ela traz coisas poderosas para nosso conhecimento de lida com as mulheres. Um deles é o fumo. Os maiores Sedutólogos e pegadores do planeta concordam: Mulher que fuma gosta de dar e é mais fácil de abordar e é mais liberal. Boa parte das fumantes se enquadram nessa categoria. Se os maiores sedutólogos falam isso, e o homem comum também, porque tu vais querer ser o PASPALHÃO da história? HEIN? Isso já foi fartamente estudado e comprovado. Mulher que fuma tem mais probabilidade de ser promíscua. Veja por exemplo esses estudos demográficos aqui, aqui, aqui, aqui e aqui. 3- Tatuagem é carimbo de puta

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

278

Este é um bordão que minhas 2 comunidades no Orkut falam e é real. Mulher que usa tatoo na maioria são promíscuas E/OU manipuladoras perigosas E/OU não têm forte arcabouço moral. Principalmente tome cuidado com aquelas tatuagens em cima da bunda nas costas ("tramp stamp"), esse tipo de mulher não tem moral forte e noção do que é certo e errado, assim num relacionamento ela vai te destruir porque ela vai fazer absurdos e ainda te culpar por reclamar. Outro tipo de tatuagem perigosa são as que ficam no pé ou na nuca. Esse tipo de mulher é absurdamente egocêntrica e jogadora emocional pois mulher que venera os pés dela ou nuca são dominadoras e propensas a libertinagem. Evite com força mulheres tatuadas, são imprestáveis pra relacionamento sério.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

279

3% das mulheres com 0-1 parceiros sexuais na vida têm tatuagem, contra 30% das mulheres com 11 ou mais parceiros sexuais na vida. Dados desse estudo. 4- Mãe solteira

Esse tipo de mulher tem até um post específico, explicando por que evitá-las e as estratégias delas para te laçar. Mas vamos lá, porque tu vais assumir alguém que transou com um cafajeste e teve um filho ou
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

280

irresponsavelmente não sabe se cuidar (ou fica transando desde cedo com vários)? Porque tu vais ser o MERDINHA a assumir esperma alheio? TODA mãe solteira deseja um paspalho para assumir seu filho ou ajudar nas contas da casa. Elas mentem que não. Elas vão te tratar super bem, vão ser mais amáveis, dar sexo fácil e bom pra te prender mas é tudo tática pra arranjar um macho pra assumir uma parte das contas, garantir colchão financeiro e não ficarem feias pra sociedade. Uma vez casado ou dominado as garras aparecerão: A verdade será que ela não te respeita por assumir filho de outro macho. ACORDE SEU BURRO. 5- Mulher que faz sexo casual Anote aí: TODA mulher que faz sexo casual, ou seja, faz sexo fora de um relacionamento, é perigo pra namorar. É muito importante que tu saibas se uma mulher já fez sexo casual. Se sim, perigo a vista. Mulher que faz sexo casual tem maior probabilidade de ser infiel num relacionamento do que uma que não faz. Mulheres que sentem nojo de sexo casual ou o evitam costumam ser aquelas que ESPERAM namorar ou só conseguem dar com envolvimento emocional. Essas se dedicam mais numa relação e tem menor capacidade de trair fora da relação pois ao esperarem mais por alguém, investem
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

281

mais na relação e não só isso, a possibilidade de traição se torna mais distante exatamente por detestarem sexo casual. Isso é lógico e claro mas a moda hoje em dia é venerar promíscuas e fechar os olhos pro passado da mulher. Sinceramente seu modernete de merda, tu me ENOJAS ao comprar essa ideologia feminista. Homem que acha que passado da mulher não importa merece se ferrar. Travis: Em vez de exigirem que os homens sejam virgens e pouco rodados, as mulheres querem se igualar aos homens de outra forma: exigindo o direito de dar pra todo mundo. Mas se esquecem que não somos obrigados a aceitar vadias para casamento. Se elas gostam de cafajestes, o problema é delas. Não somos iguais e queremos mulheres decentes. Quanto mais parceiros sexuais, mais chance de infidelidade e menor a durabilidade dos relacionamentos. Veja por exemplo esses estudos demográficos aqui, aqui, aqui, aqui e aqui. Veja esse e esse artigos também. 6- Mulher que usa roupas curtas

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

282

Quanto mais o feminismo avança, mais as roupas femininas encurtam. Desde quando é “liberdade” e “moda” mostrar 80% das coxas, peitos e costas? Este é um dos sinais que atualmente os homens fazem vista grossa. Vejo vários paspalhões andando de mãos dadas com gurias com roupas curtíssimas, decotes, pernas de fora, costas de fora. Que beleza ver os homens
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

283

jogando sua dignidade no lixo pra não desagradarem suas donas. Vou te explicar IMBECIL, senta aí quietinho e APRENDE: Mulher que usa roupa curta NÃO tem respeito pelo corpo, é exibicionista e adora atenção masculina. Sua auto-estima, ego e visão de si mesma dependem do quanto conseguem atrair olhares através de mostrar seu corpo. Assim, se a auto-estima dela depende disto, ela está a um passo de flertar, paquerar e provocar outros para testar seu poder de sedução. Sem falar na humilhação que é ela rindo da tua cara ao tu dizer pra botar algo mais cumprido. Mulher que usa roupa curta são imprestáveis pra relacionamento. Não tem auto-estima e respeito por si mesmas nem por ti. Mas nada me diverte mais atualmente do que ver paspalhos sofrendo calados com os olhares masculinos direcionados a pseudo-putanas de mãozinhas dadas do lado dele com as coxas, peitos e costas de fora! 7- Mulher com muitos amigos homens Mulher com muito amigo homem é roubada e torna tua vida um inferno. Elas irão fazer confidências que não fazem contigo com eles, irão rir e se divertir com outros caras, elas irão sair com elas pra baladas, fazer festinhas em casa, chamá-los pra estudar juntinhos. Nada mais
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

284

nojento do que aquele tipo de mulher que ficam 5 caras e ela rodeada no meio deles rindo e se achando o máximo. Esse tipo de mulher adora ficar comparando tu com eles e contará as piadinhas, situações o tempo todo pra ti do que passou com os amiguxos no dia. Tua vida se tornará uma merda. Esse tipo de mulher costuma ser pouco confiável pois precisa estar rodeada de homens sempre, o que aumento riscos de infidelidade (seja com o amigo seja com conhecidos dos amigos o que é muito comum). Para bloquear este tipo de situação leia este meu post de como contra-atacar esta tática feminina usando amigas mulheres a seu favor, esta técnica minha é um sucesso no Brasil atualmente. 8- Baladeira

Duas baladeiras curtindo a night de forma decente e honrada. E elas foram apenas pra “dançar”.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

285

Ela sai todo final de semana. Sexta, sábado ás vezes domingo e dias de semana. O que uma baladeira idiota tem a oferecer pra ti se toda semana ela não perde uma balada? Ela dá beijos na boca babados em caras que nunca viu na vida em alguns minutos de conversa. Se tu não és baladeiro fuja de baladeiras. Isso porque apesar dela segurar sair tanto, no médio prazo ela irá se ressentir de ficar muito contigo em casa ou fazendo programas mais tranqüilos e vai querer começar a sair. Se tu não aceitares ela começará a sair sozinha com amigas ou fazer rolo de que tu “prendes ela muito”. Não só isso ela pensará em ti como “sem graça que não gosta de curtir”. TODA BALADEIRA SENTE FALTA DA BALADA NO MÉDIO PRAZO. Outro ponto é mesmo que tu sejas baladeiro e ela também, a graça da balada pro homem é dar em cima de mulheres e a possibilidade de beijar alguém. Ir pra balada com namoradas todo final de semana é cagar dinheiro fora. Ela vai dançar, se exibir e ter a cota de ego inflado, enquanto tu vai a cada final de semana ficando mais pobre e com cara de capacho, já que elas não pagam nada como nós pra entrar e bebem muito menos. Sem falar que baladeiras são viciadas na emoção de se vestirem sensualmente pra outros homens e terem o ego inflado. Elas adoram isso. E não conseguem deixar essa vida. É tu que vai ser o idiota a se fuder na mão de uma baladeira com todas essas possibilidades ruins? Com
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

286

alguém hedonista, idiota e que se deteriora rapidamente fisicamente por noites em claro regadas a dança e bebidas? Faz o seguinte, vira BIXA logo então porque é o que tu és ao ser tão submisso e cagão pra tua baladeirinha. 9- FEMINISTA Feministas costumam ser promíscuas, infiéis e são ruins de cama. Promíscuas e infiéis pois dar pra vários é um mantra feminista. Ruins de cama porque dominação masculina na cama é inaceitável pra elas (vide posições sexuais que as colocam sob domínio poderoso do homem como de 4). Fuja! ____________ Outros sinais que deves estar atento: Eu não esgotei ainda as possibilidades, mas eu cobri boa parte das mulheres que nos deparamos atualmente. Mas existem mais sinais que irei falar aqui brevemente. 1 - Cuidado se ela tem má opinião ou relacionamento com o pai. Péssimo sinal. 2 - Se o pai dá tudo pra ela (carros, viagens, paga tudo) pode evitar esse tipo de mulher. Se tu vais querer casar no futuro estará perdendo teu tempo já que ela vai
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

287

querer subsituir o papai por ti, o marido então se não puderes manter o nível de vida dela, tais completamente fudido e espere uma vida de infernos mentais diários. ____________ Fonte: http://machismoesclarecido.blogspot.com.br/2012/07/lis ta-dos-9-tipos-mulheres-que-voce.html
Defender o aborto: apologia ao crime?

Defender o aborto: apologia ao crime?

Ao defender o aborto indiscriminado não se concorreria em apologia ao crime, já que o aborto indiscriminado é crime no Brasil? Outros tipos de apologia ao crime já tiveram casos terminados em cadeia, como no caso da Banda Planet Hemp que teve shows cancelados e até estiveram preso por serem de
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

288

opinião a favor do uso de drogas ilícitas. Grande parte da doutrina tende a considerar que não se trata de apologia ao crime, visto que os pró-aborto não estariam incentivando as pessoas à prática do delito, e sim defendendo que deixe de ser crime.A conduta tipificada pela norma parece dar razão a essa corrente, uma vez que de fato, o delito de apologia de crime configura-se ao "fazer, publicamente apologia de fato criminoso ou de autor de crime" (art. 287, CP). Se uma pró-aborto defendesse que, mesmo diante do atual Código Penal, que considera o aborto um crime, a mulher pudesse praticá-lo, aí sim estaria cometendo o crime do art. 287.

Defender que o crime deixe de ser crime é uma coisa. Defender que se possa praticar esse crime enquanto é considerado crime, é bem outra. No primeiro caso temos uma atividade
normal na democracia (e, dependendo do valor protegido pela criminalização, um fato abjeto, desprezível, moralmente condenável). No segundo, temos um crime, o de apologia ao crime, previsto no art. 287 exatamente. O delito do art. 287 é a defesa de crime já praticado. Comete apologia ao crime o sujeito que louva um crime que já foi feito. A notificação anterior referem-se, isso sim, ao delito do art. 286, também do Código Penal, sob o nomen juris "incitação ao crime". Portanto, defender que se faça aborto, enquanto ele é considerado crime, e incentivar que ele seja feito, constituem o delito em tela.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

289

"Art. 286. Incitar, publicamente, a prática de crime: Pena - detenção, de três a seis meses, ou multa." Reparem: a conduta é a incitação da prática de crime. O sujeito deve dizer, por exemplo: "Pratiquem aborto." Ou alguém a uma mulher temerosa de sua gravidez indesejada: "Desfaça-te dessa criança. Conheço uma clínica clandestina que faz aborto. Queres vir comigo?" Isso é o crime do art. 286.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

290

Se uma pró-aborto defendesse que, mesmo diante do atual Código Penal, que considera o aborto um crime, a mulher pudesse praticá-lo, aí sim estaria cometendo o crime do art. 287. Promotor: ONG que "orienta" a abortar faz apologia de um crime
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

291

ACI Digital Fernando Vianna, promotor de justiça da cidade de Campinas no Estado de São Paulo (Brasil), denunciou que a ONG abortista Bem-Estar Familiar (BemFam) "orienta às mulheres a praticar um aborto. Instiga-se a uma pessoa, provocar a praticar este crime. Demonstra-se assim um total desrespeito pela lei. Faz-se efetivamente uma apologia a uma coisa criminal. Não há direito de fazer isso". Em entrevista concedida ao ACI Digital, Vianna explicou que em virtude à informação obtida sobre o "trabalho realizado" pelas abortistas do BemFam "tivemos por bem instaurar esta investigação policial no âmbito criminal justamente para ver no que consistia" a orientação oferecida por esta ONG anti-vida, porque o mais adequado é explicar com clareza às mulheres que "o aborto no código penal brasileiro é um crime". O promotor indicou em seguida que no Brasil o aborto é legal apenas em duas circunstâncias: quando "a mulher tem risco de vida, nesse caso se permite o aborto; ou no caso de estupro e a mulher não quer seu filho. Nessas possibilidades é possível a prática do aborto", Vianna afirmou que "em outros casos, inclusive quando a gravidez não é desejada, não é possível que se pratique um aborto".
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

292

"A participação da pessoa que orientou no crime do aborto e a pessoa que ajudou a cometer o crime do aborto também responde penalmente e a pena pode ser de um a quatro anos da prisão", destacou Vianna. Para o promotor de justiça de Campinas é inadmissível em um estado democrático de direito que algumas pessoas, porque não conseguiram a pretensão de que tinham de "legalizar o aborto no Congresso Nacional", troquem essa política e "passem a tentar uma forma que não é legal" para cumprir seu encargo abortista. O projeto anti-vida em Campinas recebeu 150 mil dólares da transnacional abortista IPPF para seu desenvolvimento.

Outro crime da Feminista Lola

Verdadeira orgia de crimes no site da feminista Lola. Ela está defendendo abertamente o aborto, e está dando as instruções necessárias para qualquer mulher praticar esse crime hediondo. Ela cita os nomes de remédios para abortar, dá as dicas de como comprar no exterior os medicamentos para abortar e ainda ensina como receber o produto do tráfico de entorpecentes pelos correios. Agora, além de ser uma criminosa que faz apologia do aborto, ensina técnicas de aborto, ela está ensinando e incentivando o tráfico ilicito de drogas internacionais,
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

293

usando os próprios correios para receber as drogas ilegais em casa, no conforto do lar.

LEI Nº 11.343, DE 23 DE AGOSTO DE 2006.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

294

CAPÍTULO II

DOS CRIMES Art. 33. Importar, exportar, remeter, preparar, produzir, fabricar, adquirir, vender, expor à venda, oferecer, ter em depósito, transportar, trazer consigo, guardar, prescrever, ministrar, entregar a consumo ou fornecer drogas, ainda que gratuitamente, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar: Pena - reclusão de 5 (cinco) a 15 (quinze) anos e pagamento de 500 (quinhentos) a 1.500 (mil e quinhentos) dias-multa. § 1o Nas mesmas penas incorre quem: I - importa, exporta, remete, produz, fabrica, adquire, vende, expõe à venda, oferece, fornece, tem em depósito, transporta, traz consigo ou guarda, ainda que gratuitamente, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar, matéria-prima, insumo ou produto químico destinado à preparação de drogas; II - semeia, cultiva ou faz a colheita, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar, de plantas que se constituam em matéria-prima para a preparação de drogas; III - utiliza local ou bem de qualquer natureza de que tem a propriedade, posse, administração, guarda ou vigilância, ou consente que outrem dele se utilize, ainda que gratuitamente, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar, para o tráfico ilícito de drogas.

§ 2o Induzir, instigar ou auxiliar alguém ao uso indevido de droga: (Vide ADI 4274) Pena - detenção, de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa de 100 (cem) a 300 (trezentos) dias-multa.

O Feminismo só quer fugir do sofrimento

Existe um problema que é comum a todos os seres humanos, de todas as épocas e países: O problema do
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

295

sofrimento. Todas as pessoas na Terra sentem algum tipo de dor, seja física ou moral. Por ser um problema tão universal, todos querem achar a solução para o problema da dor, fugindo ao sofrimento. Mas o terreno da nossa humanidade é tão fértil, que essa planta sempre brota, que a mão das feministas não cessa de arrancar. O renascer perene dessa angústia surpreende a mulher com aspectos novos, iludindo-lhe constantemente a vigilância. Elas conseguiram a igualdade com os homens no mundo do trabalho, conseguiram anticoncepcionais, direitos e privilégios especiais que o feminismo deu a elas. Em muitos países elas já legalizaram o aborto e em outros já legalizaram até o infanticidio, podendo matar seus próprios filhos, mesmo depois deles nascerem com vida. Mas ainda não está bom, elas sentem no íntimo que algo continua errado, porque elas continuam sofrendo e sentindo dor, solidão, angústia. Então, na sua infantilidade feminina, e no seu ódio irracional contra os homens elas concluíram que o sofrimento que elas sentem só pode ser culpa dos homens que sobraram. Coitados dos homens modernos. Eles se desdobram em mil, viram a si mesmos pelo avesso, correm feito desesperados para conseguir qualquer migalha de aprovação feminina; mas as mulheres modernas só os vêem como um macaco sujo, estuprador e repugnante. O amor é recompensado com o ódio feminista.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

296

De fato, a melhor solução para qualquer tipo de sofrimento seria o que não só extinguisse esse mal, mas, em lugar dele, fizesse surgir um bem. É exatamente isso que realiza o pensamento iluminado pela fé. É algo admirável. A dor repugna à natureza; é a coisa mais comum que existe a aversão ao sofrimento. A fé, porém, consegue fazer calar a natureza diante da dor; consegue mais ainda: consegue que ela abrace a dor com alegria. Isso é muito superior ao que conseguiram os estóicos, e infinitamente melhor do que os insensibilizados pelos entorpecentes corporais ou morais. Não se trata de anestesiar a sensibilidade. Pode ser que, fisicamente, seja possivel tornar os tecidos menos sensíveis ao cansaço e à dor. Mas o que verdadeiramente importa é sofrer em paz, por amor de Deus, e não eliminar o sofrimento. Como alguém pode achar que a solução para o sofrimento está no que o feminismo acredita? Em jogar todas as dores e desgostos do mundo nas costas dos homens, ao mesmo tempo que embota, caleja, insensibiliza e embrutece a consciência das mulheres? É verdade que a consciência calejada, faz sofrer menos que a delicada, porém; é também um embrutecimento. Se a uma feminista de consciência embotada os remorsos não fazem sofrer, o desgosto e o desespero por vezes a tornam uma desgraçada. Não sofrer, porque a consciência já não registra o mal feito, não é gozar da paz,
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

297

que não pode residir em um coração insensibilizado pela culpa. A paz supõe a boa consciência e não a consciência entorpecida, a consciência adormecida ou morta. E faltando a paz, que felicidade as feministas podem ter? Quando se ama e abraça o sofrimento, por espírito de fé, sente-se a compunção: a alma se penitencia. As feministas que tentam repelir o sofrimento tem a ilusão de poder afastá-lo de suas vidas, mas elas só conseguem torná-la mais cruciante. Ao contrário, a mulher religiosa, de fé, que se conforma com seu sofrimento, por isso mesmo lhe diminui o peso. As feministas acostumaram-se a fugir do sofrimento. Logo que se iniciava o combate tratavam de desertar. O namorado era bondoso e queria ter filhos? Elas tudo fazem para sabotar o relacionamento ou abortar a criança. Mas nessa fuga constante elas se tornaram insofridas, incapazes de enfrentar as realidades da vida. Uma idéia menos prazerosa aparece na frente delas, logo a repelem apavoradas. Uma dor incipiente era logo combatida com o maior empenho. O menor desconforto era evitado. As feministas que fogem do sofrimento e da dor são sempre infelizes, porque vivem sempre a fugir, ou a culpar homens inocentes, já que o sofrimento aparece espontaneamente na vida delas e de todos os seres humanos. A dor é como parte integrante do nosso ser, de modo que elas são fugitivas de si mesmas.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

298

Portanto, as mulheres não deveriam se esforçar tanto para evitar as provações, pois elas são inevitáveis. Talvez, o máximo que elas possam conseguir seja trocar uma dor, por outra; mas a troca em nada te aproveitará. Não ter filhos e abortá-los pode te dar uma folga financeira atual; mas ao mesmo tempo tornará tua vida vazia e sem significado. Não estamos falando que é proibido procurar alivio do sofrimento, nem mesmo que você não deveria evitar alguma dor. Mas não se deixe dominar pelo medo, nem pela preocupação de evitar todos os sofrimentos. O sofrimento é muito útil e você se tornará um ser humano completo apenas se você sofrer. Uma mulher que nunca sofre e só tem prazer, festas e baladas na vida, se torna uma tirana, uma assassina de bebês, uma feminista do Femen. O feminismo promete as mesmas mentiras que outras ideologias antes dele prometiam: Sigam o movimento, nos ajudem a destruir o inimigo (os homens) e depois disso todos nós seremos felizes. Onde está o paraíso nazista, ou o paraíso comunista que iludiu milhões de pessoas? Como alguém pode ser tão tola a ponto de acreditar que o Feminismo seria capaz de trazer felicidade para as mulheres?
Marcha das Vadias contra o papa: a lógica “interna” do feminismo

Marcha das Vadias contra o papa: a lógica “interna” do feminismo
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

299

A manifestação da Marcha das Vadias contra o papa tem um objetivo claro: não enxergar quem é de fora do grupo como um ser humano com direitos. por Flávio Morgenstern

Quando se discute idéias, a primeira precaução é procurar encontrar o termo preciso que diferencie as idéias, as intenções que as criam, os objetivos que visam, os meios utilizados, as conseqüências previstas e imprevistas de sua materialização e ainda as imagens que
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

300

essas idéias deixarão na realidade. É comum ignorar este rol de definições primárias e prolongar discussões que raramente conseguem alguma substancialidade maior do que a mera opinião. É a famosa equação de medir nossas idéias pelas intenções e medir as idéias do próximo pelas conseqüências. Um tema que virou comum no fim da década passada foi o feminismo. A rigor, seria a defesa dos direitos das mulheres. Mas é preciso diferenciar intenções, o meio utilizado, o caminho que essas idéias buscam. Muitas outras idéias parecidas podem ser erroneamente misturadas aí. Seria, por exemplo, natural chamar de feminista a Revolução Industrial, que multiplicou em 12 vezes o PIB per capita em menos de um século – a riqueza para as massas que permaneceu nulamente sem mudanças durante toda a História humana até então. As maiores afetadas foram as mulheres, que puderam ter mais filhos que deixaram de morrer pela drástica mortalidade infantil, e tiveram serviços cada vez mais leves com as novas máquinas. De uma população de 8,5 milhões, a Inglaterra saltou em um século para quase 36 milhões. Como não chamar de “feminista” algo que garantiu tantos direitos às mulheres, sobretudo o direito mais fundamental, de continuarem vivas e tendo continuidade?
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

301

Obviamente que ninguém chamaria uma revolução de maquinário de “feminista”, contudo. Com esse exemplo, fica óbvio que nem tudo o que defende os direitos das mulheres pode ser chamado de feminismo, e nem tudo o que chamamos de feminismo é simplesmente defesa desses direitos. Feminismo é uma busca por direitos específicos, através de um meio específico, com intenções específicas e objetivos específicos. Dividir grupos humanos é uma tática coletivista já meio antiga. Os homens (ou melhor, os humanos) são categorizados por características escolhidas a dedo, e cria-se um discurso que enxerga sempre o próximo como uma ameaça, não um semelhante (a despeito de cores diferentes de pele, gêneros diferentes, orientações sexuais distintas, religiões adversas etc). Toda ameaça massificada, onipresente e diversificada assim só pode ser combatida com leis draconianas contra o grupo tido como ameaçador e um poder de Estado policial cada vez mais capaz de invadir até as opiniões, crenças, palavras e pensamentos dos humanos postos em outro grupo (já se tem uma dica das intenções iniciais e conseqüências imprevistas do feminismo 2.0 a partir daí). É exatamente o que faz a Marcha das Vadias.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

302

O alvo da vez foi a Igreja Católica, durante a visita do papa Francisco ao Brasil. No meio de um passeio da Jornada Mundial da Juventude, um grupo de manifestantes da Marcha das Vadias achou por bem “protestar” no meio do evento religioso (público e com todas as idades presentes), tirar a roupa e, como meio de manifestação, usando o termo mais científico possível, “evaginar” uma imagem de Nossa Senhora, a mesma santa católica chutada por um pastor da Igreja Universal na TV. O objetivo declarado e o objetivo verdadeiro urgem serem distinguidos. Não se trata de uma “científica”, digamos, “encenação” contra a religião, contra símbolos ultrapassados, contra o machismo. O manifesto foi
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

303

apenas ofensa gratuita, violência a qualquer senso ético e estético, atentado ao pudor e ultraje a culto. Se fosse mesmo apenas uma manifestação de ateísmo dawkiniano, poderíamos supor que a Marcha das Vadias teria como próximo ato fagocitar por algum orifício que caiba uma imagem da negra Iemanjá, no meio de algum culto de candomblé. Sabe-se que não será o caso. A manifestação, ainda que as próprias manifestantes e apoiadores não saibam, visa dividir grupos que ontem sentavam-se na mesma mesa, para enxergá-los apenas como coletivos ameaçadores – pedindo proteção estatal contra aquele que deve ser excluído do futuro glorioso. O feminismo (e muitos outros “-ismos” que parecem uma simples idéia aglutinadora) marca território fortalecendo o grupo interno, tratando todos os que são de fora do grupo não como seres humanos, mas como uma massa homogênea, anônima e bestial de inimigos que precisam ser silenciados, sabe-se lá por quais métodos (ou, no fim, sabe-se muito bem). Se parte-se de alguma proto-ameaça real (o “machismo”, as 200 famílias “patriarcais” que ainda sobrevivem no país), trata-se todos os que não concordam com as suas intenções, métodos e objetivos como uma única ameaça comum. Crianças, vovózinhas, mulheres pudicas, famílias felizes inteiras são encaradas não mais como um semelhante
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

304

humano, mas como um grande poço de corrupção pior do que todos os Bórgias que não merece um pingo de respeito. A imagem religiosa da santa e de Jesus na cruz que esses religiosos tanto respeitam são quebradas e usadas como objeto sexual e motivo de escárnio por homens e mulheres nus, no meio da rua, durante uma manifestação pacífica (esta sim pacífica, com 3 milhões de pessoas e nenhuma “minoria de vândalos”, quando o “gigante acordando” reuniu 2 milhões no país inteiro, contando repetições de pessoas). O grupo defendido pelas feministas (um grupo que chamam de “as mulheres”, embora não tenham um pingo de respeito pela sensibilidade de milhares de mulheres presentes) é reforçado, e este grupo passa a inverter agente e paciente na análise histórica.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

305

As feministas e progressistas dizem que lutam contra um “discurso de ódio”, tudo porque a Igreja considera pecado alguns comportamentos que elas querem praticar (e não deveriam se importar tanto, já que, via de regra, sequer no Inferno católico acreditam). Este é o “discurso de ódio” da Igreja, emoldurado no perdão e no “amai-vos uns aos outros” e no Filho de Deus que nasce de uma mulher virgem. Enquanto elas, que se consideram vítimas, são capazes de, diante de famílias que nunca fizeram mal algum a elas, desnudarem-se e enfiarem uma imagem considerada sagrada pelos espectadores nos seus órgãos sexuais. Nenhum “discurso de ódio” aí? A platéia não apenas é ofendida: é algemada em suas
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

306

palavras. Afinal, poderia-se chamar uma mulher que faz uma coisa dessas de “vadia”? Ela não se auto-denomina “vadia”? Não: o intuito é, justamente, impedir até mesmo que sejam ofendidas, pois tratar com desrespeito essas mulheres que não respeitam a si próprias seria “discurso de ódio”. Não se pode chamar uma mulher que entuba uma imagem sagrada durante um culto religioso de “vadia”, apenas elas podem assim se auto-nomear e xingar o público presente (sem nenhum “discurso de ódio” que os defensores desse progressismo consigam notar). É o discurso de ódio contra o ódio verdadeiro. Tangível. Vê-se, então, que o “feminismo” não é uma defesa das mulheres, é apenas a defesa do que algumas mulheres defendem como objetivo de todas as mulheres, por só reconhecerem como mulheres humanas aquelas que estão dentro do grupo. Quem estiver fora é apenas uma ameaça ou, na melhor das hipóteses, um estorvo a ser futuramente “ultrapassado”. Não é uma mulher a ter seus direitos defendidos. Não apenas isso, é uma defesa por meios específicos (outros meios não são considerados “feminismo”). E com o fim específico de rachar a sociedade, enxergando apenas coletivos massificados – ou, para resumir, apenas o coletivo das mulheres “de dentro” e a pasta amorfa de obscurantismo das pessoas que ficam de fora. Ameaças a
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

307

serem tratadas como uma colônia de baratas no sótão.

Não à toa, toda a discussão entre as feministas e os “conservadores” é, justamente, que as primeiras recusam-se a enxergar no interlocutor algum traço de humanidade, enquanto os últimos enxergam almas individuais. De como feministas encaram fetos até a
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

308

forma como tratam tiazinhas carolas indo ver o papa, todo o discurso é bem próximo da escatologia apocalíptica: elas não enxergam nenhum humano como ser humano, a não ser elas próprias, sobretudo seus impulsos mais primitivos. Afinal, o papa abraçou rabinos, monges budistas e paisde-santo, defendeu a importância do Estado laico e do diálogo e disse que não cabe a ele julgar homossexuais. De quem foi a manifestação de ódio explícito? O mesmo vale para outros progressismos: a luta contra o racismo, pelos direitos dos gays, minorias etc costuma partir de algo na realidade que precisa ser mudado, mas não é tratado como um ideal fixo: a uma mudança de vento, é permitido o racismo, usa-se do mesmo “discurso de ódio” homofóbico e por aí vai. Cria-se a novilíngua que tudo inverte. Contra o “obscurantismo” de uma religião tradicionalista e baseada no pecado original, culpa-se o macho branco ocidental heterossexual por natureza, proíbe-se qualquer piada, qualquer aversão, qualquer opinião própria contra o rebanho, qualquer coisa que ofenda a hipersensibilidade alheia. Um ambiente bem mais opressivo do que a missa. Ou o confessionário. O discurso é pregação de ódio, e justamente diz que é contra a “pregação de ódio”. A própria definição da psicopatia, que é rara nos cérebros, mas tão comum nas
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

309

crenças.

A confusão fica clara quando uma das respeitáveis damas que enfiou a imagem da santa em sua sacrossantíssima explicou que preferiu cobrir o rosto para não sofrer represálias no trabalho. Por que se preocupar com o trabalho, tão capitalista, tão judaico-cristão, essa coisa que lhe dá tanta coisa que ela tanto quer, a ponto de ela ter medo de perder essa suposta exploração capital? E que tal depois levantar os cartazes “saia do meu corpo que não te pertence!”, como se fosse a religião que tivesse entrado em seu corpo a obrigando a tal, e não ela que tenha internalizado a sacralidade contra a opinião de todos os religiosos? No fim da “encenação” da Marcha das Vadias, após quebra de cruzes e da imagem de Nossa Senhora, uma
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

310

das respeitáveis moças nuas deitou outro ser humano nu com as pernas para o ar e, com uma camisinha, enfiou o que restou de um dos crucifixos em seu ânus. Essas feministas, que adoram encontrar ameaças abstratas (“o machismo! o patriarcalismo!”) em tudo, inventaram novas modalidades extremas de cagação de regra.

Resta aos defensores dos ideais progressistas, que não conhecem os perigos do coletivismo e da ação de massas, acreditar que essa exaltação foi um acidente de percurso, e não o próprio ápice do desconforto que, afinal, foi o objetivo da manifestação. Assim, até mesmo quando os coletivos fogem do controle, sempre se tem um bode expiatório, a última invenção da cultura brasileira: a “minoria de vândalos”. Como bem definiu o filósofo Olavo de Carvalho, a Marcha
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

311

das Vadias foi ótima. Libertou-nos de toda obrigação de tratá-las com respeito. Diante do papa, é fácil perceber do que essas feministas andam precisando. Fonte: http://www.implicante.org/artigos/marcha-dasvadias-contra-o-papa-a-logica-interna-do-feminismo/

Horóscopo Feminista

Horóscopo Feminista

ÁRIES - 21/03 a 20/04 Você é metida a honesta, sincera e se acha uma lider natural. O problema é que você faz tudo ao contrário e não consegue influenciar ninguém. Você gosta de chegar em um determinado lugar e "botar pra quebrar". Isso faz de você uma ignorante completa. Na verdade, você arruma confusão em todo lugar que passa, simplesmente porque você quer fazer as coisas do seu jeito nem que seja na base da porrada. O que você quer mesmo é o poder. Você quer chegar ao poder nem que tenha que foder com todos os homens à sua volta. A sorte dos outros signos do zodíaco é que você nunca consegue chegar ao poder. Falta inteligência! As profissões típicas da ariana: Puta, Maria Chuteira, Biscate profissional
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

312

TOURO- 21/04 a 20/05 Você é materialista e trabalha como uma condenada. As mulheres dos outros signos do zodíaco pensam que você é uma pão-dura, cabeça-dura, mão-de-vaca e estão certas. Além disso, você é uma teimosa desgraçada que faz só burrada na vida e continua fazendo, fazendo, fazendo... Você deve estar se perguntando...?? Por que eu trabalho tanto e só me fodo.??? A resposta é simples: Sua cabeça-dura não deixa você enxergar um palmo além do seu nariz. Por isso que você trabalha como uma condenada e nunca consegue subir na vida. Só leva fumo, e graças a sua teimosia idiota, continua levando, levando, levando... Profissões típicas da tourina: Faxineira, doméstica, catadora de papelão GÊMEOS- 21/05 a 20/06 Você é uma falsa "duas caras" ,fofoqueira, mentirosa e uma grande cara-de-pau. Você não é confiável. É sinistra. No trabalho, faz amizade com todos como se fosse a melhor amiga e depois entrega
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

313

todo mundo para o chefe. Você é tão safada que ninguém desconfia de você. Você gosta mesmo é de foder os outros, especialmente se for um homem ou uma mulher bonita, e depois ficar rindo da cara deles. Você é uma galinha. Não tem nenhum conceito de moral e tem caráter duvidoso. Além disso, todos consideram você uma canalha malresolvida. Geminianas costumam ter muito sucesso para chifrar, e também no incesto, na prostituição e na cafetinagem. Profissões típicas da geminiana: Atriz (se for bonita), feminista militante, politica, prostituta CÂNCER - 21/06 a 21/07 Você é uma chorona desgraçada. Os outros signos do zodíaco são obrigados ficar agüentando você reclamar da sua vida. Você se acha solidária e compreensiva com os problemas das outras pessoas, o que faz de você uma baba-ovo puxa-saco. O que você quer mesmo é ficar "bem na fita". Você só
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

314

quer saber de se dar bem, custe o que custar, e acaba sempre ficando numa boa, apesar de não valer nada. É na verdade uma canalha com cara de santa. Quando pressionada você faz chantagem emocional. Chora e faz da sua vida a pior de todas. Por isso, os outros signos do zodíaco nunca desconfiam de você. E o pior é que todos gostam de você. Profissões típicas da cenceriana: Cabeleireira, Manicure/Pedicure, Animadora de Auditório

LEÃO - 22/07 a 22/08 Você se acha o máximo, uma líder natural. Isso é que você acha. Os outros signos do zodíaco acham você uma idiota. A sua prepotência é insuportável para os outros signos do zodíaco e até para você mesma. Você não passa de uma baba-ovo, puxa-saco incompetente querendo se promover a todo custo. Quer ter "status", ser a "rainha da cocada preta", mesmo sabendo que não tem
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

315

condição alguma de ser. Você quer ser a atenção de todos. Como não tem inteligência nem sempre consegue. Daí a sua agressividade. Gosta de botar todo mundo pra trabalhar pra você, enquanto você mesma fica reclamando da vida sem fazer nada. Profissões típicas do leonino: Sequestradoras, Diretoras, Ditadoras emergentes.

VIRGEM - 23/08 a 22/09 Você é metida a perfeccionista, observadora e detalhista. Gosta de analisar e gerenciar tudo. Essa sua maldita mania faz de você uma burocrata insuportável. Você é uma bitolada e não tem nenhuma imaginação ou criatividade. Gosta mesmo é de tomar conta da vida dos outros. Critica os outros, "mete o pau" , mas não enxerga o próprio rabo. Quando as pessoas dos outros signos do zodíaco preenchem aquele maldito formulário de quinze vias carbonadas, de cinco cores diferentes, que devem
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

316

ser batidos à máquina, elas não tem dúvida... Só pode ser uma virginiana que fez. Profissões típicas da virginiana: Funcionária Pública, Montadora de quebra-cabeças, Contadora de Clips.

LIBRA - 23/09 a 22/10 Você se acha equilibrada, idealista e justa. Parece sentir a necessidade de >>proteger os outros e lutar contra as injustiças. Na verdade, você pensa mesmo somente em si. Você é uma engomadinha metida. Gosta de coisas sofisticadas e de alto nível, mas não passa de uma ignorante desinformada. Nas conversas, quer falar sobre coisas de alto nível intelectual como literatura e arte, e dificilmente entra em assuntos polêmicos. Quer ser politicamente correta. Na realidade você é uma grande "fazedora de média" puxa-saco baba-ovo. Isso esconde sua verdadeira cara. Dessa forma, os outros signos do zodíaco nunca saberão
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

317

seu real interesse, que é foder os outros, principalmente se forem homens ou mulheres bonitas. Afinal, você é uma teimosa, ignorante e ambiciosa. Profissões típicas do libriano: Advogada do diabo, Gerente de casa de tolerância, Pastora Evangélica.

ESCORPIÃO - 23/10 a 21/11 Você é a pior de todas. Você é desconfiada, vingativa, obsessiva, rancorosa, vagabunda, fria, cruel, anti-ética, sem caráter, traidora, orgulhosa, pessimista, racista, egoísta, materialista, falsa, maliciosa, mentirosa, invejosa, cínica, ignorante, fofoqueira e traiçoeira. Você é uma canalha completa. Só ama sua mãe e a si mesma. Aliás, algumas de vocês não amam nem a mãe. Você é imprestável e deveria ter vergonha de ter nascido. Escorpianas são tiranas por natureza. São ótimas militantes feministas do Femen. Seu único objetivo na Terra é foder os homens. E você tem um
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

318

orgasmo quando consegue isso. Pelo bem dos outros signos do zodíaco, as escorpianas deveriam ser todas exterminadas. Profissões típicas dos escorpianos: Carrasca, Militante do Femen, Serial Killer. SAGITÁRIO - 22/11 a 21/12 Você é uma otimista e tem uma forte tendência em confiar na sorte. Isso é bom para você, já que é imprudente, irresponsável, limitada e não possui nenhum talento. Como não tem competência, sempre arruma uma forma de se desculpar de suas burradas na vida. E sempre põe a culpa nos homens. Mas na verdade você que é incompetente mesmo. Você é uma teimosa, ambiciosa e metidinha. Na verdade, você é uma idiota fracassada. Além do mais, seu conceito de ética e moral é limitado. Você é uma puxasaco, galinha e gosta mesmo é de sacanagem. Quando consegue alguma coisa na ! vida é sempre de forma obscura.
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

319

Profissões típicas do sargitariano: Atriz pornô, Advogada do Diabo, Bicheira.

CAPRICÓRNIO - 22/12 a 20/01 Você é metida a séria, conservadora e politicamente correta. Na verdade você é uma materialista, falsa, ambiciosa e safada. Você tem uma tendência de ser enrustida em tudo. Grandes lésbicas foram capricornianas. Você é fria, não tem emoções e freqüentemente dorme enquanto está trepando. Você quer manter as aparências. Quando encontra um "amigo", abraça, deseja tudo de bom... mas na primeira oportunidade que tem executa a sangue frio. No fundo você gosta mesmo é de foder os homens. Você nunca joga limpo e sua frieza faz de você uma sanguinária completa. Mas que impo! rta? Se a grana está entrando... ótimo! Profissões típicas do capricorniano: Banqueira, Agiota,
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

320

Traficante.

AQUÁRIO - 21/01 a 19/02 Você provavelmente não é desse planeta. Tem uma mente inventiva e dirigida para o progresso. Você mente e comete os mesmos erros repetidamente porque é imbecil e teimosa. Você adora ser a "do contra". Pensa que tem opinião formada sobre tudo. Na verdade, você é egoísta e gosta mesmo é de aparecer. Mesmo que esteja entre um milhão de pessoas, você quer ser a diferente. Você nunca segue os padrões. Isso faz de você uma metida nojenta. Você se acha a moderninha. Acha que está a frente dos outros signos do zodíaco.Você não tem nenhuma moral.Tem grande chance de ser garota de programa. Profissões típicas do aquariano: Sindicalista, Estilista ou as duas coisas ao mesmo tempo.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

321

PEIXES - 20/02 a 20/03 > Você pensa que todo mundo é cabeça de bagre e só você é a esperta. Se acha a mulher mais inteligente do zodíaco. Você tem a maldita mania de achar que os outros signos do zodíaco precisam de sua ajuda. Na verdade, você se acha superior e considera os outros signos do zodíaco idiotas. Adora reprimir tudo e todos, impaciente, mal-educada e fica dando conselhos fúteis aos outros. O que você faz mesmo é foder os homens que seguem seus conselhos idiotas. Você não passa de uma desorganizada, não tem praticidade alguma e não sabe nem em que planeta vive. Quando alguém te questiona, você recorre ao misticismo, uma vez que sua inteligência é limitada. Piscinianas são ótimas macumbeiras ou sacerdotisas wicca. Na verdade, você que é o cabeça de bagre. Profissões típicas da pisciniana: Stripper, Vendedora de enciclopédia, cartomante
Viva as mulheres, abaixo o feminismo

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

322

Viva as mulheres, abaixo o feminismo Ser contra o feminismo não quer dizer ser a favor do machismo por Redação Por Eduardo Haak Volta e meia implico com os ingênuos arroubos feministas de uma amiga de longa data. Outro dia ela estava soltando foguetes porque, pela primeira vez na história, uma mulher levou o Oscar de direção – Kathryn Bigelow, pelo filme “Guerra ao Terror” (aliás, Kathryn por acaso é uma vampira e se banha diariamente em sangue de donzelas para estar com aquele inacreditável shape aos 58 anos?). Dei um pouco de corda a essa amiga e então ela veio com aquele papo: uma mulher vencer é importante para nós, mostra que nós podemos também etc, etc. Contestei o que ela disse em termos simpaticamente debochados, aí minha amiga me chamou de machista. Retruquei, dizendo que o fato de eu ser antifeminista não quer dizer que eu seja machista, muito pelo contrário. Aí ela resolveu partir pra ignorância mesmo e ameaçou me bloquear no MSN, dizendo: “Você é realmente incapaz de entender o que nós, mulheres, sentimos”. “Nós, as mulheres”, “nós, as mulheres”, nós, nós, nós. O
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

323

que está implícito nesse “nós” é que as mulheres formam um grupo coeso unido pela experiência comum do desfavorecimento, que as mulheres são uma minoria oprimida pelos valores sociais vigentes, que ainda consideram o homem um ser superior. E que o fato da bela Kathryn Bigelow ter levado o prêmio de melhor diretor tem um grande significado político, pois desafia esses tais valores que sempre deram imerecida proeminência e destaque às criaturas do sexo masculino. Pois é, a política, por lidar com o que a espécie humana tem de mais primário, acaba simplificando tudo, reduzindo tudo a esquemas elementares do tipo “homem, portanto opressor, portanto inimigo”, “mulher, portanto oprimida, portanto amiga”. Como costuma dizer aquele cara, Eduardo Haak, política é coisa de gentalha. E essa querida amiga está longe, muito longe de poder ser definida com um substantivo torpe como esse. É uma mulher inteligente, eventualmente até mesmo brilhante. Se não fosse o caso, não me daria ao trabalho de gastar minha preciosa ironia com ela. O que eu quero deixar muito claro com esse falatório todo é que, se há algo que a vitória de Kathryn Bigelow prova, é que o gênio e o talento sempre formaram uma classe aristocrática indiferente a gêneros sexuais, mulheres ou homens. Mulheres de gênio e talento sempre tiveram a projeção merecida, vide Cleópatra, Madame Curie, Dercy
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

324

Gonçalves, Margareth Thatcher, Eva, Indira Ghandi, Benazir Bhutto, Elisabeth II, Joana D´Arc, Martha Argerich, Daphne Du Maurier, Pina Bausch, Meredith Monk, Cacilda Becker, Katherine Mansfield. E que tentar transformar um triunfo individual – de Kathryn Bigelow – numa suposta vitória política de uma coletividade – de “nós, as mulheres” – é uma operação fraudulenta. E, no fundo, também cruel, pois dá a entender a qualquer pobre-coitada que ela pode reivindicar um papel de grande destaque no mundo pelo simples fato de ter uma grande quantidade de estrógeno e progesterona circulando nas veias. (E sempre haverá pessoas prontinhas para estimular e explorar essas criaturas iludidas, dizendo, por exemplo, a qualquer desequilibrada que se junta a uma “associação de escritoras” e que se põe a rabiscar frases soltas num papel que ela é, sem sombra de dúvida, uma sucessora da Virginia Woolf.) Sim, o feminismo, além de primário e mentiroso, também é altamente cruel. Fonte: http://www.itodas.com.br/amor-e-sexo/viva-asmulheres-abaixo-o-feminismo/

Lógica Feminista

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

325

As feministas são incapazes de raciocinar com lógica. Todas as argumentações das feministas são facilmente desmontadas usando a lógica racional. Elas usam de mentiras, falácias, falsos silogismos, ameaças, truques de retórica, trapaças verbais, chantagem emocional etc, etc para fazerem prevalecer seus pontos de vista supremacistas sobre os homens. Mas uma das trapaças mais usadas pelas feministas é o raciocinio indutivo. Na dedução o raciocínio parte do geral e/ou unviersal para o particular, na indução vai do particular para o geral. Um exemplo de Dedução: de "todos os homens são mortais" (uma afirmação de caráter geral), podemos deduzir que "Sócrates é mortal" (uma afirmação particular). Um exemplo de Indução: quando percebemos que "João morreu", "Maria morreu", "Pedro morreu", e todos os outros seres humandos morreram (ou seja de várias constatações individuais), podemos concluir que "todos os seres humanos são mortais" (afirmação geral). Em geral, embora isso não seja tão certo quanto parece, a indução é o processo mais natural das ciências empiricas. Por isso um pouco mais sobre ela: Chama-se Indução ou Conclusão indutiva a passagem de um conjunto finito de casos para um conjunto maior, eventualmente infinito, de casos. Ou: da constatação de casos singulares para a afirmação de uma lei geral. O
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

326

método indutivo consiste na obervação de casos particulares para o estabelecimento de hipóteses de caráter geral. Conclusões Indutivas são perigosas, pois generalizações de premissas verdadeiras podem levar a uma falsa conclusão. O primeiro a perceber o caráter incerto de conclusãos indutivas foi Aristoteles, mas o primeiro a formulá-lo de forma mais precisa foi David Hume (17111776). Para Humes, a formulação do problema acentua o caráter temporal das induções: De afirmações sobre o passado e o presente não podem ser deduzidas prognoses absolutamente seguras sobre o futuro. Ou seja, mesmo que todos os cisnes até hoje observados sejam/tenham sido brancos, não se pode afirmar com absoluta convicção que todos os cisnes sempre serão brancos. Um exemplo mais humorístico oferece Bertrand Russell: um peru que todas as manhãs recebia ração estaria errado ao supor que no dia 24 de dezembro também receberia ração: neste dia ele foi para a panela. No entanto, apesar de todas as falhas do raciocinio indutivo, é justamente esse tipo de raciocinio que as feministas mais usam para defender seus pontos de vista irracionais. Prestem bem atenção em como as feministas agem. Quando elas são confrontadas com um assunto sério, como o da Marcha das Vadias destruindo símbolos
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

327

religiosos, elas simplesmente não respondem nenhum questionamento sobre isso, mas mudam de assunto. A tática preferida delas é pegar o testemunho na forma de uma carta, de alguma mulher que sofreu muito no casamento, ou que foi muito infeliz ao lado de um homem. Elas destrincham páginas e mais páginas do rosário de lágrimas que é a vida da pobre mulher ao lado do marido mau e machista. Ela conta como as lágrimas rolavam dos seus olhos, escorriam pela face e caiam no chão. Uma verdadeira tempestade em copo dágua. Mas, exatamente como toda novela mexicana com finais felizes, toda carta de testemunho feminista termina com a mulher se divorciando do marido-machista-mau e então todos os problemas dela se resolveram como milagre. Ela nunca foi tão feliz quanto depois de ter dado o chute na bunda do marido. Esses testemunhos são tão parecidos entre si, que até parecem ser inventados. Mas mesmo que sejam reais, o fato é que o testemunho em si é uma trapaça para defender os pontos de vista feministas. Porque o que hipoteticamente deu certo para uma feminista que chutou o marido; não dará certo para outra mulher que leia aquele relato. Talvez, uma mulher bonita, com trinta e poucos anos possa até se separar do marido e conseguir se casar de novo com um homem bonito e bem sucedido. Mas a verdade é que quanto mais o tempo passa para a mulher, mais dificil será para ela encontrar
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

328

um bom partido para se casar. Se a mulher for feia e gorda então, o mais certo é que ela se separe do marido professor e depois não consiga mais se casar nem com o lixeiro desdentado.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

329

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

330

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

331

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

332

Outra coisa que me intriga nesses relatos da esposavitima-coitadinha é que ela namorou com o cara, ficou noiva e depois se casou e não percebeu que o cara era um crápula durante todo esse tempo. Só depois do homem ter assinado o contrato de casamento e ter se prendido juridicamente à mulher, sendo legalmente obrigado a pagar a ela uma pensão alimenticia em caso de divórcio, só depois disso, a mulher percebeu a canoa furada que era o casamento que ela embarcou. Mais uma caracteristica interessante das feministas é que, ao contrário do ânus, elas consideram o casamento
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

333

como uma via de mão única, onde só importa o que a mulher sente e deseja. Se o homem está infeliz no casamento, se o homem se sente oprimido pela esposa, isso não tem a menor relevância para as feministas, afinal, só importa o que ELA sente. Essa é a estratégia do sentimentalismo sobrepujando a razão. Um caso particular de alguma mulher, se transforma na regra geral que as feministas querem que todas as mulheres sigam: Sempre se divorcie do seu marido machista. O pior disso tudo, é que as mulheres têm uma inclinação para acreditar em qualquer baboseira sentimentalista e irracional. Basta vermos o sucesso que as revistas sobre astrologia e previsões dos signos têm entre elas. Astrologia é uma farsa, não é real. Como alguém pode acreditar que o movimento de uma estrela a milhões de anos-luz de distância da Terra vai influenciar de algum modo o seu namoro ou casamento aqui? Isso é tão ridiculo, mas as mulheres são atraídas por essas falsas idéias chamativas, assim como a mariposa é atraída para a luz, mesmo que isso signifique a sua morte. Só posso atribuir a isso o sucesso que uma ideologia tão ridicula, irracional e comprovadamente falsa como o feminismo, faz entre elas.
Feminista Lola acusa Masculinistas pelas putarias na Marcha das Vadias

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

334

Feminista Lola escreveu no blog dela que as putarias feitas na Marcha das Vadias foi culpa dos machistas, que arquitetaram uma conspiração alienígena-sionista e fingiram que eram feministas, cortaram fora os próprios pênis, ficaram anos tomando hormônios femininos e colocando silicone nos seios para fingir serem mulheres, se infiltraram na Marcha das Vadias para enfiar as estátuas da Virgem Maria dentro da bunda e depois acusarem as imaculadas feministas de serem as responsáveis por tal ato obsceno. Mas... as mulheres da Marcha das Vadias estavam claramente destruindo as imagens católicas e o ódio ao catolicismo é pregado diariamente pelas feministas, e agora elas ficam surpresas quando as suas seguidoras extravazam aquele ódio? Além do mais, temos as fotos e os videos que provam que as feministas estão cometendo verdadeiras orgias de crimes em suas passeatas. O

termo flagrante é associado ao crime que está sendo concebido no momento em que autoridades policiais ou qualquer do povo podem visualiza-lo, e determinar a prisão sem necessidade de provas ou inquéritos. As feministas foram FLAGRADAS
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

335

COMETENDO OS CRIMES CONTRA O SENTIMENTO RELIGIOSO:

Inacreditável senhores. Uma das mais rançosas feministas brasileiras, a feminista Lola, botou a culpa nos machistas pelas putarias que aconteceram na Marcha das Vadias e pelo desrespeito aos símbolos cristãos. Segundo o raciocinio doentio daquela feminista, alguns machistas se infiltraram na Marcha das Vadias para quebrar símbolos religiosos e enfiá-los nos ânus (pois um machista faz qualquer sacrificio para denegrir o feminismo, até dá o cú, segundo a Lola). Mas e a mulher que estava enfiando a estátua da Virgem Maria no ânus do manifestante? Vejam só o que a Feminista Lola escreveu: "vamos supor que mascus tenham algum neurônio e decidam que, na próxima Marcha (e nem precisa ser no Rio, e nem precisa ser Marcha das Vadias; pode ser qualquer protesto feminista), pra que todo mundo fale mal das feministas, eles, em vez de levarem um cartaz mal-escrito, levem símbolos religiosos. E vamos supor que eles, fingindo fazer uma performance feminista, destruam os tais símbolos, se masturbem com eles, enfiem no c* (mascus fazem qualquer sacrifício pra desmoralizar
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

336

feministas). E vamos supor que as manifestantes da Marcha, pegas de surpresa, fiquem só olhando, e talvez se deem as mãos e façam uma roda para impedir que os performáticos sejam atacados. E vamos supor que no dia seguinte todo mundo só associe uma bela marcha de mais de três horas de duração com esses dez ou quinze minutos infames. E aí? Diríamos que os mascus foram vitoriosos em arruinar a marcha, ou não?"

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

337

Como desbaratar as Marchas das Vadias Pároco da Catedral de Guarulhos apela às autoridades contra “Marcha das Vadias”

 Pároco da Catedral de Guarulhos apela às autoridades contra “Marcha das Vadias”. Data da Postagem: 7 jun 2013 | Autor: Ataíde | Comentários: 2 Comments e 0 Reactions

Diocese de Guarulhos Catedral Nossa Senhora da Conceição Praça Tereza Cristina, 01 – Centro – Guarulhos – SP Tel 2409-2101

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

338

À Polícia Militar do Estado de São Paulo À Polícia Civil do Estado de São Paulo À Prefeitura Municipal de Guarulhos À Secretaria Municipal de Segurança Pública de Guarulhos À Imprensa Guarulhos, 26 de maio de 2013. Ref. “marcha das vadias” Vimos, por esta, manifestar a nossa preocupação com o protesto anunciado na mídia (cfr. anexos) com o infeliz nome de “marcha das vadias”, o qual, segundo informações, é sempre eivado de crimes contra direitos de outras pessoas, tais como atentado violento ao pudor, violação de direitos religiosos, agressões físicas e outros que podem suceder. Previsto para ocorrer no Marco Zero de Guarulhos, às 14h do dia 08 de junho, exatamente em frente à Catedral Nossa Senhora da Conceição, Igreja da Padroeira de Guarulhos, em torno da qual se formou a nossa cidade de Guarulhos há 452 anos. É de se imaginar que o objetivo de realizar o protesto no Marco Zero, como aconteceu em outras localidades, é a invasão da Igreja Católica, lugar sagrado para os cristãos, por mulheres desnudas que proferem impropérios e ofensas, atos esses proibidos por lei (art.208 do Código Penal). No dia referido, a Igreja Católica tem programação de missas ao meio-dia, como acontece diariamente, e às 15h, que não podem ser perturbadas, pois é direito inalienável do cidadão o exercício de sua fé. Além disso, considerando que dia 08 de dezembro, data da fundação de nossa cidade é também o dia de Nossa Senhora da Conceição, nos dias 08 de cada mês comemoramos a Imaculada Conceição, inclusive com o canto da Ave-Maria, às 12 horas, na sacada da Catedral. A Igreja Católica, seguindo os passos de Nosso Senhor Jesus Cristo, defende a dignidade da mulher. Jesus Cristo foi o primeiro defensor das mulheres (cfr. Jesus e a mulher adúltera – Jo 8, 3-11). A “marcha das vadias”, geralmente apoiada por partidos políticos a favor do aborto, é ofensiva às mulheres católicas e crianças que estarão transitando no local. Diante de tal possibilidade, visando salvaguardar o direito das mulheres católicas e de todas as demais pessoas, solicitamos das autoridades constituídas:

a transferência dessa famigerada “marcha das vadias” para outro local, por exemplo, o Paço Municipal do Bom Clima, ou no Coreto da Praça Getúlio Vargas, onde os riscos serão reduzidos para todas as pessoas, o fornecimento de policiais em número adequado e de obstáculos para impedir a violação do solo sagrado da Catedral Nossa Senhora da Conceição e dos direitos de

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

339

todas as pessoas católicas e para tomar as medidas cabíveis no âmbito penal, se necessárias. Atenciosamente, Padre Antonio Bosco da Silva Pároco da Catedral Nossa Senhora da Conceição e Vigário Geral da Diocese de Guarulhos

Código Penal: Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de 1 (um) mês a 1 (um) ano, ou multa."Art. 233 - Praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público: Pena - detenção, de três meses a um ano, ou multa.
....... Constituição Federal:Art.5º, inciso VI - É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias

RESULTADO 1:
Fiéis protegem Igreja em Guarulhos contra Marcha das Vadias

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

340

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

341

Guarulhos, Catedral Nossa Senhora da Conceição, sábado, 8 de junho de 2013: Fiéis cercam a Catedral contra protesto fracassado da "Marcha das Vadias". Informações de Júnior Ferreira: "A 'marcha das vadias' em Guarulhos foi um fiasco. Tinha tanta polícia na frente da Catedral, que achavámos que iam ter pelo menos um número aceitável de pelo menos umas 500 pessoas, mas se tivesse 30 era muito!! Nós não conseguimos ouví-las, pois o terço foi rezado na sacada do coro da Catedral, com caixas de som potentes, e o órgão musical dava mais beleza as nossas ladainhas. Um grupo de pessoas fizeram uma corrente humana nas portas da igreja, caso os desordeiros inventassem de invadir, como fizeram na Bélgica. Uma representação por parte de católicos foi enviada a polícia, que proibiu nudez no protesto. As pessoas que passavam pelo Centro nem davam bola para os manifestantes. Nossa Senhora esteve conosco ! Uma Missa foi rezada após o terço, a os manifestantes cansados, desistiram e foram embora!" http://fratresinunum.com/2013/06/09/foto-da-semana-148/

RESULTADO 2:

Marcha das vadias em Guarulhos: o contra-protesto
Publicado por Jorge Ferraz (admin) em 10/06/2013. 7 comentários.

Na semana passada, as auto-intituladas “vadias” ameaçavam veladamente marchar sobre a Catedral de Guarulhos no domingo. A concentração estava marcada para o Marco Zero da cidade, curiosamente no mesmo lugar onde se encontra a Catedral de Nossa Senhora da Conceição. Nós levamos a sério. Em carta enviada «[à] Polícia Militar do Estado de São Paulo, [à] Polícia Civil do Estado de São Paulo, [à] Prefeitura Municipal de Guarulhos, [à] Secretaria Municipal de Segurança Pública de Guarulhos [e à] Imprensa», o pároco da Catedral denunciou as articulações diabólicas das revoltosas e solicitou às autoridades públicas proteção: transferência da marcha para outro lugar e «fornecimento de policiais em número adequado e de obstáculos para impedir a violação do solo sagrado da Catedral Nossa Senhora da Conceição e dos direitos de todas as pessoas católicas».

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

342

No domingo, nós estávamos a postos. Diante da Catedral, de joelhos, rezando à Santíssima Virgem que não permitisse o vilipêndio do templo erigido em honra à Sua Imaculada Conceição. Prontos para não deixarmos as desocupadas profanarem o lugar sagrado.

E a “marcha” foi um verdadeiro fiasco. O Fratres (de onde foram também retiradas estas fotos) nos traz o pequeno relato do Júnior Ferreira: A ‘marcha das vadias’ em Guarulhos foi um fiasco. Tinha tanta polícia na frente da Catedral, que achávamos que iam ter pelo menos um número aceitável de pelo menos umas 500 pessoas, mas se tivesse 30 era muito!! Nós não conseguimos ouvi-las, pois o terço foi rezado na sacada do coro da Catedral, com caixas de som potentes, e o órgão musical dava mais beleza às nossas ladainhas. Um grupo de pessoas fizeram uma corrente humana nas portas da igreja, caso os desordeiros inventassem de invadir, como fizeram na Bélgica. Uma representação por parte de católicos foi enviada a polícia, que proibiu nudez no protesto. As pessoas que passavam pelo Centro nem davam bola para os manifestantes. Nossa Senhora esteve conosco ! Uma Missa foi rezada após o terço, a os manifestantes cansados, desistiram e foram embora!

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

343

Impedimos o vandalismo das desocupadas, Deo Gratias. Os católicos de Guarulhos estão de parabéns. Por fim, a cereja do bolo: num patético exercício de jus sperniandi extemporâneo, a Lola reclama que duas meninas foram presas “porque o padre mandou” e, sob ameças vagas e vaticínios apocalípticos, a organização da Marcha promete um «novo ato». «Amanhã vai ser maior». Sim. Amanhã vai ser maior. Já chega desses “protestos” de mau gosto, que há muito já deixaram de ser em defesa de legítimos direitos das mulheres. Já chega dessas agressões em público mal-disfarçadas de “liberdade de expressão”. A Civilização há de sobreviver a barbárie: amanhã vai ser um novo dia. O sol há de raiar contra o vandalismo obscurantista das revolucionárias das maminhas ao léu. RESULTADO 3: Mesmo com todas as divergências políticas e religiosas, a Marcha das Vadias deu início a manifestação às 14:00 hs e saiu em passeata pela Rua Don Pedro II sentido a Câmara Municipal, no caminho cartazes e palavras de ordem alertavam a todos que passavam pelo local que a Marcha das Vadias tinha começado. Com uma escolta da polícia militar e guarda municipal, a marcha não foi muito longe e se deu inicio a uma confusão gerada porque uma das manifestantes resolveu tirar a camiseta e mostrar os seios em ato de protesto, que por sua vez foi confundido como atentado violento ao pudor! Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

344

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

345

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

346

O mais interessante é que foi uma policial militar FEMININA quem mais se irritou com as manifestantes. Ela estava tão nervosa que pensei

até que poderia ter um ataque do coração naquele momento, mas para a tristeza geral isso não aconteceu (OU SEJA, A POLICIAL FEMININA SOBREVIVEU E POR TER SOBREVIVIDO, AS VADIAS DA MARCHA FICARAM TRISTES. VIU SÓ MULHERES, COMO O FEMINISMO DEFENDE E "PROTEGE" AS MULHERES?)e a policial deu voz de prisão para a
manifestante sem camisa, as mulheres tentaram impedir a atuação que resultou em mais confusão e prisão. Uma das mulheres chegou a ser algemada e recebeu uma gravata de um policial. Por fim, todos mudaram o rumo da marcha que agora tinha como destino o 1° Distrito Policial de Guarulhos, para onde foram levadas as manifestantes presas e um novo protesto começou agora a favor da liberdade de expressão.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

347

RESULTADO 4: O movimento feminista está sendo sistematicamente desmoralizado perante toda a sociedade, graças a essas marchas das vadias. Mesmo pessoas que nunca leram o meu site, e que nunca leram qualquer crítica ao feminismo, estão se posicionando contra a Marcha das Vadias e estão começando a pensar que talvez o feminismo não esteja sempre com a razão, afinal de contas. P.S: Essa Marcha das Vadias é a prova cabal do desespero em que se encontra o movimento feminista. Ninguém mais cai no conto do vigário da "Feminista oprimida, coitadinha", então as feministas entraram em desespero e começaram a fazer o que toda mulher desesperada faz para conseguir o que quer: ficaram peladas. Mas agora, nem isso mais está funcionando, então eu pergunto agora para o movimento feminista: Qual é a outra carta queo feminismo tem escondida na manga para tentar roubar os homens? P.S2: Tudo o que o padre fez foi pedir ajuda policial contra a Marcha das Vadias, porque é uma contravenção penal as pessoas andarem nuas no meio da rua. (Já imaginaram se os homens decidissem fazer um protesto no meio da rua e pelados?).

Código Penal:
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

348

Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de 1 (um) mês a 1 (um) ano, ou multa."Art. 233 - Praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público: Pena - detenção, de três meses a um ano, ou multa.
.......

Constituição Federal:Art.5º, inciso VI - É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias Bastou apenas um simples oficio de um humilde pároco para desbaratar totalmente essa Marcha das Vadias. O que isso nos ensina? Olha, eu venho dizendo isso há muito tempo: O feminismo é o movimento de fanatismo mais ridículo e patético que já surgiu. Nós, homens de bem do ocidente já enfrentamos movimentos muito mais poderosos e perigosos do que o feminismo, como o nazismo, o fascismo e o comunismo e VENCEMOS TODOS ELES!!. A única razão pela qual o Feminismo ainda não foi varrido da face da Terra é porque as feministas se aproveitaram do amor e desejo que os homens sentem pelas mulheres para confundi-los e insinuar que se os
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

349

homens atacassem o feminismo, eles estariam atacando as mulheres. E isso, nenhum homem de bem quer. Mas eu estou aqui assoprando esse castelo de cartas do feminismo e estou dizendo para os homens: O Feminismo é diabólico, é um movimento do mal e deve ser combatido com todas as nossas forças, assim como nós combatemos o fascismo, o nazismo e o comunismo. Não confundam as mulheres com o feminismo. Se uma mulher é uma feminista, você não deve mais vê-la como mulher, mas como inimiga, como uma feminista. Resista à lavagem cerebral do feminismo, não dê nenhum centavo para as mulheres feministas, não deixe que elas roubem o seu emprego e as oportunidades que devem ser suas por mérito e direito. Não deixem que elas vomitem seus discursos de ódio, sem que você rebata os pseudoargumentos dela. E eu garanto que em menos de 20 anos nós teremos varrido o feminismo para o esgoto da história, ao lado do nazismo, do fascismo e do comunismo. Acessem o meu outro site: www.antifeminismo.com.br
Ativistas homossexuais que são defensores públicos da pedofilia:

Ativistas homossexuais que são defensores públicos da pedofilia:
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

350

Peter Tatchell - Uma das lideranças mundiais própedofilia. Esse senhor acha que com 14 anos qualquer criança está apta para ter relações sexuais e assumir as responsabilidades. A frente a ONG OutRage! ele trabalha para educar as crianças na vida sexual antes disso, isto é, com 9 anos. Dando aulas e exercícios sexuais para elas na escola e pré-escola! Amigos, o que ele pretende não é aula teórica (o que já seria um absurdo). Ele quer iniciálas na prática do descobrimento sexual na escolinha. Digam-me se essa postura é aceitável em qualquer mundo possível. Luiz Mott – É professor de antropologia na UFBa e fundador do grupo pró-homossexualidade mais poderoso do país, o GGB – Grupo Gay da Bahia. Como se pode ler no blog de Jael Saveli, em uma troca de emails entre ele e um senhor chamado Leo, Luiz

Mott afirma que pedofilia e Diversidade Sexual são “perfeitamente” associáveis. Além disso, em um
texto que revela seu desejo ilegal (Meu menino ideal) – já que a pedofilia é ilegal – o professor confessa seu desejo torpe de possuir menininhos. Obviamente, não se pode – nem é desejo deste texto – afirmar que todo homossexual é pedófilo só porque
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

351

alguns movimentos, em nome de todos, entra com leis e faz pressão às ocultas para que a pedofilia seja legalizada. É necessário, porém, reconhecer que onde há a tentativa de redução da maioridade sexual ou da extinção do crime da pedofilia se verificou que está um homossexual ativista.
Marcha das Vadias invade Missa com crianças

A Intolerância das “Vadias” invade Missa com crianças Mulher semi-nua, gritando palavrões e chavões sociais, invadiu o pátio da Igreja de Copacabana-RJ. Na nave da Igreja se celebrava a Missa com crianças. Outras manifestantes semi-nuas nas ruas apoiavam a integrante. Elas chamam isso de democracia. Na verdade, é só intolerância, preconceito e violência gratuita. A “Marcha das Vadias” é um movimento social. De modo geral, ser movimento social significa que é ideológico e que, portanto, muito poucas vadias fazem parte deste movimento. Do mesmo modo que poucos sem-terra fazem parte do MST; ou como trabalhadores nos Sindicatos. E faz algum tempo que a ideologia da moda é malhar a Igreja Católica por tudo e por qualquer coisa.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

352

Reprodução: a vadia descobre o dorso mas cobre a cara. Vergonha, dona vadia??? No último sábado, um grupo de manifestantes (uma “multidão” de 300 pessoas), autodenominado Marcha das Vadias, tumultuou o trânsito do bairro. Alguns podem ficar insatisfeitos com essas passeatas, outros podem achar uma grande palhaçada. No entanto, tudo isso faz parte do jogo democrático. Os cidadãos têm direito de parar trânsito, de esgoelar-se com palavras de ordem, de unir-se em torno de uma causa sempre que desejarem
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

353

nas democracias. O que não faz parte do jogo democrático é violar leis e liberdades. E as “vadias” violaram a Constituição Federal, as “vadias” agiram de modo criminoso. As “vadias” invadiram o pátio da Igreja de Copacabana, enquanto acontecia a Missa com crianças. Uma mulher tirou parte da roupa e gritou palavrões contra os participantes da liturgia católica. Ora, isso é crime contra a Constituição Federal! Diz a Carta Magna brasileira, no art. 5, inciso VI, que os lugares de culto religioso são protegidos para que seja livre de qualquer coação seu exercício no país.

É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias.
As “vadias”, em nome de não sei quê, cometeram o crime de violar o lugar e o culto de uma religião. Em um país no qual a tolerância fosse um direito de todos e não de uma minoria, os responsáveis pela passeata seriam citados em um processo de investigação criminal. As que participaram desta passeata argumentam que sua motivação é democrática e que, por isso, não violaram lei
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

354

alguma. Na verdade, não se trata de demandas sociais ou nada que o valha: é só intolerância, preconceito e violência gratuita contra os cristãos. E especificamente contra os cristãos, os mesmos que conseguiram os maiores benefícios que a humanidade já consignou às mulheres. Se as “vadias” tivessem um mínimo de senso histórico, beijariam o chão onde passam os sacerdotes. Se tivessem um pouco de consciência diriam aos religiosos: “Obrigado, Reverências, por deixarem-nos viver nossas vidas vazias; obrigado por deixarem-nos cada dia arriscar nossa saúde e nossa vida em relações sexuais perigosas. Não acreditamos nos seus dogmas, mas mesmo assim vocês não nos incomodam; não cremos no seu Deus, mas mesmo assim vocês respeitam nossa liberdade. Em outros lugares do mundo estaríamos mortas por causa de nossa escolha por uma vida fútil e depravada: obrigado, senhores sacerdotes!“. No oriente, em qualquer país de maioria islâmica, as “vadias” seriam exterminadas; a passeata terminaria com um carro-bomba e muitos mortos. Mas no Brasil, que é um país cristão, a tolerância da maioria está sendo violentada pela intolerância da minoria. Fico me perguntando: por que as senhoras vadias semi-nuas não entraram no pátio da Mesquita, que fica no Centro do Rio de Janeiro, na Av. Gomes Freire? Por que não xingaram as crianças islâmicas contra a violação dos direitos das
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

355

mulheres no Iraque ou na Arábia Saudita? “Ah, não,

mexer com os muçulmanos é perigoso. Já os católicos, eles são uns babacas. Então, vamos invadir as igrejas deles…” Até quando vai ser assim???
Não sei se há, mas gostaria de conversar com cada uma das manifestantes desse movimento das “vadias”, atrás de alguma que fosse sincera com seus próprios princípios. Mostraria a esse espécime raro o que pouquíssimos jornais e nenhuma televisão noticiou: a invasão da Igreja de Copacabana. E depois iria perguntar-lhe: é isso o que você chama de “tolerância”? Quantas vezes você viu um grupo de sacerdotes fazer passeata, invadir seus bacanais e arrancar-lhes das suas mãos as drogas que lhes entorpece e estraga a vida? O que permite a vocês entrar em Igrejas e ofender a Instituição e os seus fiéis?
Como as bruxas feministas manipulam o significado das palavras

Uma das trapaças mais comuns usadas pelo feminismo e pelas mulheres é redefinir o significado de palavras, invertendo seus valores e suas cargas negativas e positivas. O recente golpe feminista de redefinir a palavra "Vadia", através das Marchas das Vadias, para significar algo positivo e desejável é apenas mais um, de uma série de processos de perversões linguisticas e inversão de
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

356

valores que as mulheres estão impondo à sociedade há décadas. Uma das primeiras palavras que elas manipularam foi a palavra "machismo" e fizeram com que ela tivesse uma conotação negativa, quase o sinônimo de um palavrão, sendo usada apenas quando se quer ofender algum homem desafeto. Sociedade Patriarcal, saúde reprodutiva, questões de Gênero, vadias, dentre muitas outras, são palavras que as feministas usam, redefinindo seus significados, para tentar, dessa forma, anular qualquer oposição ao feminismo. Outra palavra que elas inventaram para destruir a oposição ao feminismo, é a palavra femismo, que elas dizem significar o movimento supremacista feminino e elas dizem para não confundir com o "feminismo", que é o movimento "bom" e justo segundo elas. No entanto, não existe a palavra "femismo" nos dicionários. Essa é só mais uma palavra que elas inventaram para manipular as pessoas. Outra palavra que elas usam é "Mascus" em um tom pejorativo, para se referir aos masculinistas, afinal, qualquer um que se oponha ao feminismo é um bosta, segundo as feministas, e merece ser xingado. Mas muitas vezes, as feministas não inventam uma palavra nova; mas elas pegam uma palavra que já existe e começam a usá-la com outro significado, para tentar forçar as pessoas a aceitar o novo ponto de vista. Assim, elas transformaram a palavra
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

357

Patriarcal, machista, homem branco, em sinônimos de palavrão. E, em contrapartida, elas transformaram as palavras bruxa, vadia em sinônimo de elogio. Recentemente, nós podemos nos lembrar da famosa escritora britânica J.K. Rowling, que redefiniu o significado de bruxaria, bruxos e bruxas, fazendo a sociedade acreditar que ser uma bruxa é algo positivo, bom e desejável.

Vejam as imagens abaixo, sobre como era a imagem das bruxas ANTES da manipulação feminista da palavra:

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

358

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

359

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

360

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

361

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

362

Então o movimento feminista promoveu os livros de Harry Potter e a escritora J.K Rowling e conseguiu redefinir a imagem que a sociedade tinha das bruxas. Agora, quando as pessoas pensam em uma bruxa, a imagem que vêm à cabeça delas são as imagens abaixo:

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

363

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

364

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

365

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

366

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

367

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

368

Qual é a consequência dessas redefinições de significados das palavras? São muito profundas. Primeiro, que fazendo isso, as feministas pegaram o touro pelos chifres e conseguiram sufocar quaisquer questionamentos ao feminismo, antes mesmo deles terem sido elaborados, pois elas constantemente mudavam de forma e confundiam as pessoas, ora dizendo que o feminismo radical não era feminismo; mas femismo, ora rotulando os incipientes questionamentos como preconceito "machista", intimidando os homens de questionar os pressupostos feministas. E mesmo quando algum homem corajoso conseguia romper as barreiras, censuras e perseguições feministas e conseguia fazer alguma pequena critica ao feminismo, então as feministas adotavam o plano de contingência de redefinir o significado da palavra. Foi isso que o feminismo fez com a
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

369

Marcha das Vadias. Um policial do Canadá, que já estava de saco cheio das ladainhas feministas, declarou que se as mulheres não quisessem ser estupradas, elas deveriam parar de se vestir como vadias. Foi só isso que ele disse, mas o movimento feminista jamais iria deixar uma critica passar sem punição, e então as feministas de todo o mundo organizaram várias "Marchas das Vadias" onde elas tentaram redefinir o significado da palavra Vadias, pois, se vadias fosse um elogio, elas poderiam pegar a declaração do policial canadense e transformá-la em um elogio ao feminismo. Percebem aqui a ditadura feminazi em ação? Vivemos um totalitarismo feminista que não admite a menor critica ao feminismo. Os homens não tem direito de criticar o feminismo. Os homens precisam abaixar a cabeça, se ajoelhar diante das mulheres e deixar elas cortarem fora nossas bolas, deixar elas nos cornearem, nos humilharem, nos roubarem, nos transformarem em gays e travestis e depois elas ainda querem que façamos operação para mudança de sexo, cortando fora os nossos pênis, nos transformando todos em gays ou em travestis. Em resumo, é isso que o movimento feminista defende. Quer dizer, o feminismo "moderado", porque o feminismo "radical", das seguidoras do Manifesto Scum da Valerie Solanas, pregam o extermínio de todos os homens da face da
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

370

Terra. Ódio de gênero puro e do mais baixo nivel. Isso é que é o feminismo.
Ser livre... não é ser vadia
texto!

Metendo a Real adm rocha Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

371

Quando questionadas a respeito de sua vadiagem e promiscuidade,as feministas e as tais mulheres modernas usam sempre a desculpa dos direitos iguais, e dizem:"Se o homem pode ser assim e fazer assim porque não podemos". O engraçado é que elas nunca procuram se espelhar e imitar os grandes homens e seus feitos que contribuíram para sociedade e nem em atos e gestos nobre dos homens honrados, mas sempre se espelham nos piores tipos de homens, ou seja, a atração desse tipo de mulher pelo mal faz parte de seu ser. Não vejo nenhuma dessas que dizem isso, falando:meu cérebro é poder! minha inteligência é poder!,mas dizem sempre que as partes íntimas delas é que é o poder. Pensam que são livres,mas na verdade são vistas apenas como objetos. Pendem sempre para o pior lado, liberando geral e querendo ser uma versão feminina do cafajeste. Qual o sentido de lutar para ser vadia? Por que não demonstram sua igualdade com o homem nos campos científico,tecnológico, cultural, humanitário e político. Elas confundem liberdade com libertinagem. A verdadeira mulher livre é aquela que mantém-se racional,aquela que deixa sua inteligência controlar suas emoções e não o inverso, aquela que Confia mais em seus valores do que em seus hormônios. Escolhe relacionamentos que a façam feliz(e não por interesse) e permitam que ela cresça como ser humano.

O virus mutante do mal

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

372

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

373

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

374

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

375

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

376

Vírus mutante do mal 07.18.13 | 07:00. Arquivado em Pensamentos Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

377

Em nosso mundo há pequenas criaturas que se transformam em outros que são alimentados ou toxinas que produzem sua degeneração inoculado. Quando um vírus ataca um animal ou de um homem, o vírus produz doença e morte. Bem, nos últimos anos temos visto o surgimento de vírus de computador. Um tipo específico de código de programação que está incorporado em um sistema de geração de uma falha, mau funcionamento ou até mesmo ações (computador) contra os interesses do proprietário do equipamento. Mas também sabemos que esses vírus têm inimigos, antiviral, anti-vírus, mas o vírus é mutante defender isso, é necessário ir perseguindo mutação após mutação. [Vírus de computador] Também na história da humanidade tiveram e estão tendo outros tipos de vírus, e também são mutantes. Um exemplo desta situação é que os cristãos têm hoje sob a forma de aumentar a pressão de "tolerância negativa". Este elegante máscaras de expressão uma realidade mais dura, ser tolerante significa que não pode haver nenhuma declaração pública da nossa fé, mesmo se ela é compartilhada por uma parte muito importante da sociedade. Isso pode irritar ou ofender aqueles que não compartilham nossas crenças, seria uma violação da liberdade de pensamento. Assim, a existência de um crucifixo em uma classe de crianças pode constituir uma ofensa para os pais ateus ou descrentes, mas ao invés negar Lei Natural na sala de aula é muito progressista. Este vírus atual conhecida como "tolerância negativa" é uma mutação de uma cepa comum chamada "ditadura do relativismo". Outros vírus nascem desta estirpe selvagem ambientalismo, ideologia de gênero, feminismo ou homossexualidade ultramontano beligerante, para citar alguns casos. Um desses vírus altamente tópico tem a ver com a relatividade do conceito de "ser humano". A primeira coisa que você tem feito é aumentar o grau de dignidade dos animais. Assim, cães, gatos, cavalos, pandas e gorilas tenham sido concedidos direitos semelhantes aos seres humanos. A conseqüência imediata do ramo genético do vírus que é a aceitação do aborto como uma questão de curso (como iria encerrar voluntariamente a gravidez de um gorila), ou ser sacrificado como um ato de misericórdia está envolvido (como é sacrificado um cão atormentado com displasia). Como eu disse, a cepa original destas mutações é o vírus da ditadura do relativismo, magistralmente descrito pelo falecido Papa. Este, por sua vez, vem da mutação de outro vírus que aconteceu uma vez que os antivirais encontrados pelo Beato João Paulo II, Ronald Reagan e Margaret Thatcher, bem como sua própria geração, acabou com o marxismo. Marxistas, depois de verificar que o formato era inaceitável transformou em relativismo, mas são os mesmos, os mesmos sintomas, o mesmo dano. Simplificar, o marxismo é a mutação de um vírus que continua a sobreviver em paralelo com a Maçonaria do século XIX, que por sua vez herda da Ilustração pretensioso. Assim, a mutação após a mutação. Hoje, o grande desafio é encontrar a verdadeira linhagem original derivada todas estas mutações, mutações que procuram mascarados pela aparência simpática e atraente para encobrir sua má intenção. Sim, porque o "mal" é a palavra chave para entender o problema na sua verdadeira dimensão. Quem projetou o código genético desses vírus? Quem criou o código fonte desse vírus malwares humano ou social? A resposta está na Bíblia, Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

378

no livro do Gênesis. Se, na árvore do bem e do mal, o símbolo da serpente do mal, o diabo, o diabo, em suma, de orgulho. Se o desenho da linha genética desses vírus, todos contêm uma alta dose de material básico chamado de orgulho, o que significa querer ser como Deus, autosuficiência, para suplantar Deus. O diabo está constantemente a mudar a aparência, a fala, a estratégia, mas nunca relaxa e está sempre à espreita. Ele vive em constante vigília.

Feminismo(s) e Marxismo: um casamento “mal sucedido”?
Manuela Tavares, Deidré Matthee, Maria José Magalhães e Salomé Coelho reflectem sobre os desafios da (re)construção de uma corrente feminista de esquerda. Artigo publicado na Revista Vírus. Artigo | 8 Março, 2011 - 00:43

Os debates das décadas de 1970 e de 1980 acerca de um "infeliz" casamento entre marxismo e feminismos (Eisenstein, 1979, Hartmann, 1981) acabam por se projectar na actualidade, perante os desafios colocados na (re)construção de uma corrente feminista de esquerda. Não se pretende com esta comunicação reavivar todos esses debates, mas tão só extrair deles Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

379

os principais pontos de referência num quadro onde as críticas pós-estruturalistas e pósmodernas não podem ser ignoradas. Apesar das críticas pós estruturalistas terem sido úteis (Foucault, Gramsci, Laclau, Mouffle) para expor alguns excessos do estruturalismo, verifica-se na actualidade um aligeiramento da importância da crítica social com origem na teoria marxista ou no próprio pensamento de Karl Marx. A força analítica e a profundidade histórica das categorias e ferramentas marxistas para a análise da opressão das mulheres foram postas em causa pelo feminismo radical da década de setenta do século XX, com base numa questão crucial: a não valorização das relações de reprodução e, como consequência, das contradições de género na sociedade. Apesar de Marx e Engels terem afirmado que a reprodução, ou seja, a "produção de pessoas" era tão importante como a "produção de bens", pelo que o modo de produção teria esta dupla dimensão, o certo é que este pensamento não foi desenvolvido. Deste modo, são as feministas socialistas marxistas que procuram romper com um quadro estático da teoria marxista e enriquecer a análise sobre a opressão das mulheres. Sheila Rowbotham (1972), Juliet Mitchell (1973) Zillah Eisenstein (1980), são algumas das mais destacadas feministas socialistas que atentas às críticas do feminismo radical procuram abrir campo para o feminismo socialista, introduzindo uma análise mais complexa da opressão das mulheres, tendo em conta factores como a produção, a reprodução, a sexualidade, a socialização (Mitchell, 1973). Combatem a visão estreita de que esta opressão teria apenas como base as relações de exploração capitalistas. A introdução do conceito de patriarcado pelas feministas da corrente radical é acolhido junto das marxistas, que aprofundam esta análise, no sentido do capitalismo e do patriarcado não surgirem como sistemas autónomos, mas como dois sistemas de dominação que interagiam e se alimentavam mutuamente. Segundo a corrente feminista socialista, a divisão sexual do trabalho é essencial para a reprodução do capitalismo e para manter a subordinação das mulheres. Contudo, outros factores de dominação são considerados. As discriminações sobre as mulheres surgem não apenas na sua relação com o sistema económico, mas com o sistema de uma dominação masculina hegemónica. Não se trata de dar primazia ao género ou à classe social, mas entrelaçar estes eixos de dominação entre si e com outros, considerados esquecidos pela própria corrente socialista-marxista do feminismo, a etnia e a orientação sexual. Apesar dos esforços das feministas socialistas marxistas para fomentarem o tão desejado reencontro entre feminismos e marxismo, os estragos de um marxismo impregnado de dogmatismo fizeram-se sentir até aos tempos actuais. Neste século, em relação aos feminismos, está colocado um duplo desafio ao marxismo: encontrar respostas teóricas que ficaram por dar às críticas feministas das décadas de 1970 e de 1980; enfrentar os novos desafios da crítica pós-moderna lançando as bases para uma corrente feminista de esquerda, capaz de ter pensamento e acção mobilizadora face à corrente neoliberal e institucional do feminismo, que tem vindo a dominar na Europa. Neste quadro de globalização neoliberal, cabe às e aos marxistas de hoje criar condições para que a luta feminista dispute terreno ao neoliberalismo no pensamento e na agenda política. Esta comunicação irá procurar dar alguns contributos neste sentido, focando os seguintes aspectos: contributos e limitações do marxismo; os estragos do dogmatismo; o peso da corrente neoliberal dos feminismos; ligações e tensões entre feminismo e pós-modernidade; Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

380

os desafios actuais: a (re)construção de uma corrente política de esquerda dos feminismos. (...)

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

381

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

382

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

383

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

384

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

385

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

386

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

387

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

388

Feminismo agora quer legalizar a Zoofilia
Vejam abaixo o resultado do combate que o feminismo faz contra os limites à sexualidade humana. Elas dizem que ao combater os limites ao sexo, elas estão pensando nos coitadinhos dos gays e então o povo ingênuo apoia a aprovação dos Estatutos da Diversidade Sexual. No entanto, esse Estatuto da Diversidade Sexual que a Marta Suplicy quer aprovar, vai legalizar a pedofilia (sexo com crianças), a necrofilia (sexo com cadáveres) e a zoofilia (sexo com animais). Vejam abaixo essa página do facebook, que aglutina zoófilos que defendem fazer sexo com animais e chamam a isso de "amor".

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

389

O certo e o errado são apenas construção social. Vocês podem estar esbanjando preconceito contra nós, mas daqui há uns anos a sociedade estará com outra mentalidade e nós seremos vistos como heróis revolucionários. Toda forma de amor merece respeito. O amor entre uma pessoa e um animal é a forma mais pura e verdadeira de amor, pois é um amor livre de interesses, formado apenas pelo afeto entre os 2, ou mais. Também somos a favor da poligamia zooafetiva.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

390

Fonte: http://migre.me/fANNo

Vivemos o auge do Feminismo

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

391

Vivemos o auge do Feminismo

Vivemos hoje em uma sociedade extremamente feminista, porém faz algum tempo que estou percebendo os sinais que evidenciam que vivemos o auge do Feminismo. Mas não se animem, feministas... pois tudo que sobe tem de descer, toda curva tem um pico, e estamos no pico, o auge do feminismo. Atingido o topo, só existe um caminho: pra baixo. O desgaste feminista é evidente, as mentiras feministas estão sendo desmascaradas e o feminismo está entrando em decadência, e logo será ultrapassado. Essa semana li um texto sobre a posse da Dilma Rousseff, ilustrada por uma foto que ilustra muito bem o momento atual... Dilma Rousseff, a primeira mulher a ocupar o cargo mais importante do Brasil. Uma grande ambição feminista, conquistar o poder, provar que são capazes de fazer qualquer coisa que um homem pode fazer. Conseguiram, e agora? Qual era o objetivo, além de provar competência? Existem muitas histórias de mulheres bem sucedidas na carreira e infelizes, pois a vida particular, amorosa vai mal. Não sei quanto a Dilma, como ela se sente, mas a imagem de sua Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

392

posse ilustra a situação de muitas mulheres exemplares do ponto de vista feminista: carreira de sucesso e solidão. Ao contrário de todos os presidentes, acompanhados de suas esposas, Dilma desfilou sozinha. E o maior destaque da cerimônia de posse foi a esposa do vice, Michel Temer, uma jovem loira e bonita, jovem mãe e dona-de-casa. A foto da posse de Dilma Rousseff, que ilustra uma conquista feminista, mostra duas mulheres. Uma idosa e uma jovem. Uma mãe dona-de-casa e uma mulher de sucesso na carreira profissional. Mas a dona-de-casa da foto não é a idosa, é a jovem. A foto ilustra o auge do feminismo, uma mulher no poder, mas também ilustra a decadência do feminismo: uma jovem com o perfil que as feministas queriam exterminar, uma mulher que não trabalha fora, uma jovem mãe que se dedica a cuidar do filho e da casa, esposa de um homem de sucesso profissional que sustenta muito bem a família financeiramente, sozinho. Michel e Marcela Temer são a imagem da família do passado, a família que o Feminismo quase conseguiu destruir. Mas também representam a família do futuro. Representam o ressurgimento da família em uma sociedade que vive o auge do Feminismo. Uma sociedade feminista que sofre as consequências das mentiras feministas. Uma população que desde criança ouvia as mentiras feministas, assistiu a ascensão das mulheres no mercado profissional até chegar ao poder máximo. O Feminismo prega a 50 anos que todos os problemas da sociedade são causados pelos homens, que o machismo era culpado por tudo. A sociedade se transformou nesses 50 anos, homens e mulheres acreditaram nas promessas e compraram as idéias feministas. Mas transformar a sociedade machista em uma sociedade feminista não resolveu os problemas, pelo contrário. A sociedade entrou em colapso, os relacionamentos entre homens e mulheres estão em crise e a família está ameaçada de extinção. A depressão se tornou a maior ameaça a saúde pública, em uma sociedade que depende de anti-depressivos, especialmente entre as mulheres. O uso de drogas aumentou, assim como todos os problemas que as feministas acusavam o machismo como culpado. O resultado da sociedade feminista é o contrário do que o Feminismo prometia, as mentiras ficaram evidentes. Mas as feministas não assumem a responsabilidade, pelo contrário. Continuam culpando os homens e o machismo por todos os problemas da sociedade. O problema é que elas não podem mais fazer isso. Por mais que elas acusem alguns homens de serem machistas, do ponto de vista feminista, a sociedade era muito mais machista a 50 anos atrás. Os machistas hoje são minoria. Vivemos em uma sociedade feminista, vivemos o auge do feminismo. Mas nossos problemas não acabaram, pelo contrário. Homens e mulheres estão sofrendo, crianças estão sofrendo, e quando pensamos no mundo a 50 anos atrás, só conseguimos imaginar o quanto aquelas pessoas eram felizes. Homens eram felizes trabalhando para sustentar a mulher amada e seus filhos amados, enquanto a mulher era feliz cuidando da casa e dos filhos, brincando com os filhos e aproveitando ao máximo cada fase de suas vidas, educando e ensinando suas crianças a viver. As preocupações da mulher estavam dentro de casa, dentro da família, enquanto seu marido cuidava de sustentar a casa e resolver os problemas. As feministas tinham muitas bandeiras, muitas exigências, muitos objetivos. Todos foram conquistados, as mulheres saíram de casa e conquistaram sucesso profissional, independência Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

393

financeira. Mas não vejo mulheres felizes e comemorando suas conquistas. Vejo mulheres desesperadas e deprimidas, buscando terapias e vivendo a base de remédios. Nos discursos feministas contra a opressão masculina, temos a impressão de que as mulheres tinham grandes problemas com os homens a 50 anos atrás. Mas a verdade é que homens e mulheres viviam muito bem juntos, e todos eram felizes, ao contrário de hoje. As famílias eram felizes e os filhos cresciam em um ambiente tranquilo e saudável, ao contrário dos jovens de hoje, cheios de traumas de infância e problemas psicológicos. As crianças eram felizes a 50 anos atrás, hoje é cada vez mais comum crianças com depressão. Vivemos o auge do Feminismo, uma sociedade feminista. Não adianta negar, as mentiras feministas não enganam mais ninguém, pois o resultado dos ideais feministas está ao nosso redor. O feminismo foi um desastre para a sociedade, um desastre para a família, para os relacionamentos, para homens e mulheres. Atingido o auge, só existe um caminho, e agora o Feminismo está entrando em decadência. Faz algum tempo que desconfio que por trás do feminismo havia um grande plano. Acredito que o Feminismo não foi apenas um movimento ideológico, uma revolução. Acredito que a sociedade ocidental foi vítima de uma Conspiração Feminista. Começou após a II Guerra Mundial, a guerra que serviu para acabar com todas as guerras, ou pelo menos deveria. Se as guerras eram um eficiente instrumento de controle populacional, com o fim das guerras, era preciso uma boa estratégia para conter o crescimento populacional. O feminismo era perfeito... quase conseguiu destruir a família e os relacionamentos entre homens e mulheres, destruir o amor entre homens e mulheres, acabando com a vontade dos homens terem filhos. Afinal, enquanto a maternidade é fundamental para a mulher, a paternidade é um sonho apenas para homens apaixonados. Destruindo o amor entre homens e mulheres, destruindo a família, os homens não irão querer ter filhos. A família é a célula da sociedade. Destruindo a família, a sociedade entra em colapso, enfraquece. Destruindo a sociedade, fica muito mais fácil conquistar um país. Não é preciso uma guerra. Basta manipular e enganar, e nada mais fácil do que enganar as mulheres. Elas caíram feito umas patas nas mentiras feministas. O Feminismo não passou de uma Conspiração para destruir o amor e a família. As consequências são evidentes e as mentiras estão sendo desmascaradas. A foto da posse de Dilma Rousseff representa o auge do Feminismo. Uma mulher no poder, idosa e solitária, enquanto uma jovem mulher, jovem mãe e dona-de-casa, representa a decadência do Feminismo. Pois as mentiras feministas são evidentes diante da trágica realidade. A sociedade feminista é um desastre. O feminismo espalhou sofrimento, destruindo a família, o amor e os relacionamentos. Porque o feminismo nunca combateu o machismo. Porque nunca existiu machismo. O que o feminismo chama de machismo, é a verdadeira natureza humana, a verdadeira vontade de homens e mulheres, nossos instintos. Essa é a grande mentira feminista, contrariar os instintos naturais de homens e mulheres. Uma grande farsa. Mas a verdade prevalece. O amor, a família e a felicidade resistiram ao Feminismo.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

394

http://hipersessao.blogspot.com/2011/05/o-aniversario-do-filho-de-michel-e.html Fonte: http://tocadocoelhovoador.blogspot.com.br/2011/06/vivemos-o-auge-dofeminismo.html

Jogos de aborto entre Brasil e ONU
Jogos de aborto entre Brasil e ONU Julio Severo Na semana passada, o governo de Dilma Rousseff foi pressionado pelo CEDAW (Comitê para a Eliminação da Discriminação contra as Mulheres) sobre um número alegado de 200.000 mortes de mulheres a cada ano por causa do aborto ilegal no Brasil. As representantes do Brasil não mostraram nenhuma disposição de questionar esse número patentemente inflado. Dados oficiais do governo brasileiro mostram que 146 mulheres, cuja gravidez terminou em aborto, morreram em 1996. Em 2004, 156 mulheres morreram. Onde foi que o CEDAW arranjou a estatística extravagante de 200.000 mortes? Das ONGs feministas brasileiras financiadas por instituições americanas pró-aborto como as Fundações MacArthur, Rockefeller e Ford, que geralmente patrocinam o treinamento pró-aborto de líderes feministas do Brasil, de modo que elas não estejam em descompasso com as feministas americanas em manobras de linguagem, estatísticas e ações políticas e legais. Depois desse treinamento, elas estão prontas para avançar para ocupações governamentais e não governamentais, e muitas delas estão hoje no sistema da ONU ecoando insanidades ideológicas do Primeiro Mundo com uma voz “brasileira”. O CEDAW cobrou as representantes brasileiras acerca dessa estatística elevada, perguntando: “O que é que vocês vão fazer com esse problema político enorme que têm?” O CEDAW Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

395

também deixou claro que acredita que a criminalização do aborto está ligada à alta taxa de mortes por ano. Essa foi uma “pressão” excelente e oportuna, pois o governo brasileiro tem toda disposição do mundo, ideológica e outras, para resolver “esse problema político enorme”. Dilma Rousseff, “ex-membro de uma organização terrorista comunista que lutava para derrubar o governo do Brasil nas décadas de 1960 e 1970, tem um histórico de apoio à descriminalização do aborto antes de sua corrida presidencial”. Contudo, ela se viu forçada a assinar um documento de compromisso de não apresentar legislação abortista ou homossexualista durante seu mandato presidencial para elevar seus números cada vez mais baixos nas pesquisas eleitorais depois que os cristãos começaram a alertar a população sobre o histórico dela. Por causa desse documento de compromisso, ela tem algumas dificuldades para resolver “esse problema político enorme”. Mas isso não a impediu de nomear Eleonora Menicucci como ministra das mulheres. Menicucci, que liderou a delegação do Brasil para “enfrentar” o CEDAW, é amiga de Rousseff e esteve encarcerada com ela na década de 1970, quando elas foram presas por terrorismo. Menicucci era membro de um grupo feminista e foi treinada, na Colômbia, para realizar abortos. Ainda que o aborto seja ilegal no Brasil (exceto em caso de estupro e risco de vida para a mãe), ela se gabou de que ela mesma teve dois abortos propositados. Não foi um desprazer para ela se encontrar com suas amigas feministas do CEDAW, que deixou claro que o CEDAW “não pode defender o aborto”. Apesar disso, Magaly Arocha, do CEDAW, disse à delegação brasileira: “As mulheres vão abortar. Essa é a realidade”. O documento oficial da ONU disse: “Os abortos inseguros no Brasil são uma questão de grande preocupação para esse Comitê [para a Eliminação da Discriminação contra as Mulheres], que já recomendou que o Brasil descriminalize o aborto”. Para acalmar suas camaradas abortistas na ONU, o relatório de Menicucci explicou a tentativa do governo de esmagar um projeto de lei que defende a vida chamado Estatuto do Nascituro, que proibiria o assassinato de crianças em gestação em todas as circunstâncias. O CEDAW também se queixou para a delegação brasileira de que “dá para se ver práticas discriminatórias… de casamento na legislação e quis uma explicação”. Mas a resposta brasileira oficial assegurou que o governo vem adotando medidas para eliminar as “desigualdades”: “Importantes realizações estão sendo feitas por meios judiciais, principalmente o Supremo Tribunal Federal, que permitiu que duplas de mesmo sexo registrassem sua união civil homossexual”. Uau! A prioridade do CEDAW, como agência da ONU para “ajudar” as mulheres, é avançar o “casamento” homossexual e o aborto! Não é de surpreender que o mesmo CEDAW que está avançando uma ideologia feminista radical seja um feroz inimigo do Dia das Mães. O CEDAW odeia todo traço original de características femininas. O CEDAW quer as mulheres em 50% de todas as ocupações masculinas, inclusive as forças armadas. O CEDAW odeia as mulheres em papéis femininos. O CEDAW se queixou de que o Brasil tem um número pequeno de mulheres no Congresso Nacional. O ideal da ONU, é claro, seria 50%, mas pode ter certeza de que a ONU não ficaria contente se tais mulheres se parecessem com Madre Teresa de Calcutá. A mulher ideal para a Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

396

ONU é como Eleonora Menicucci, com um histórico de abortos, treinamento para realizar abortos, terrorismo comunista e uma vida sexual promíscua. Com tais mulheres, o Congresso Nacional e Dilma nunca mais terão problema alguma para avançar o feminismo, o aborto, o homossexualismo e outras ideologias aprovadas pela ONU. O CEDAW também elogiou muito a Lei Maria da Penha, uma lei contra violência doméstica. Qualquer mínimo ato violento de um marido ou parceiro pode acarretar penalidades duras contra eles. Contudo, em atos violentos entre mulheres e crianças em gestação, não existe nenhuma Maria da Penha para proteger as crianças de violência e assassinato, que são suavizados e transformados em direito. Se os homens adotassem semelhante insanidade, eles poderiam receber da ONU um “direito” de matar mulheres. E com tal insanidade em andamento, a preocupação prioritária da ONU seria o assassinato de mulheres como “direito”. A realidade é que a preocupação prioritária do CEDAW com a delegação brasileira foi como descriminalizar o assassinato de bebês em gestação por meio do aborto! Havia um interessante jogo entre o Brasil e a ONU. Menicucci e o CEDAW queriam defender o aborto abertamente, mas ambos recorreram a uma linguagem malandra para expressar seus sentimentos ideológicos. O relatório brasileiro para CEDAW se queixou: “O afastamento de posições conservadoras em relação ao papel de homens e mulheres em nossa sociedade está ocorrendo mais lentamente do que se desejaria”. As opiniões conservadoras da maioria dos brasileiros, principalmente mulheres, estão impedindo Dilma e Menicucci de serem livres para impor suas opiniões pessoais e ideológicas em todas as mulheres brasileiras e outros brasileiros. De forma semelhante, as opiniões conservadoras da maioria das mulheres e nações estão impedindo a ONU de ser livre para impor suas opiniões pessoais e ideológicas no resto do mundo. Mesmo assim, com jogos de palavras e linguagem malandra sobre “direitos”, eles esperam alcançar o que com honestidade e números corretos jamais poderiam alcançar. Uma versão deste artigo, também de autoria de Julio Severo, foi publicada por LifeSiteNews para o público internacional. Fonte: http://juliosevero.wordpress.com/category/fundacao-rockefeller/

Jogos de aborto entre Brasil e ONU
Jogos de aborto entre Brasil e ONU Julio Severo Na semana passada, o governo de Dilma Rousseff foi pressionado pelo CEDAW (Comitê para a Eliminação da Discriminação contra as Mulheres) sobre um número alegado de 200.000 mortes de mulheres a cada ano por causa do aborto ilegal no Brasil. As representantes do Brasil não mostraram nenhuma disposição de questionar esse número patentemente inflado. Dados oficiais do governo brasileiro mostram que 146 mulheres, cuja gravidez terminou em aborto, morreram em 1996. Em 2004, 156 mulheres morreram. Onde foi que o CEDAW arranjou a estatística extravagante de 200.000 mortes? Das ONGs Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

397

feministas brasileiras financiadas por instituições americanas pró-aborto como as Fundações MacArthur, Rockefeller e Ford, que geralmente patrocinam o treinamento pró-aborto de líderes feministas do Brasil, de modo que elas não estejam em descompasso com as feministas americanas em manobras de linguagem, estatísticas e ações políticas e legais. Depois desse treinamento, elas estão prontas para avançar para ocupações governamentais e não governamentais, e muitas delas estão hoje no sistema da ONU ecoando insanidades ideológicas do Primeiro Mundo com uma voz “brasileira”. O CEDAW cobrou as representantes brasileiras acerca dessa estatística elevada, perguntando: “O que é que vocês vão fazer com esse problema político enorme que têm?” O CEDAW também deixou claro que acredita que a criminalização do aborto está ligada à alta taxa de mortes por ano. Essa foi uma “pressão” excelente e oportuna, pois o governo brasileiro tem toda disposição do mundo, ideológica e outras, para resolver “esse problema político enorme”. Dilma Rousseff, “ex-membro de uma organização terrorista comunista que lutava para derrubar o governo do Brasil nas décadas de 1960 e 1970, tem um histórico de apoio à descriminalização do aborto antes de sua corrida presidencial”. Contudo, ela se viu forçada a assinar um documento de compromisso de não apresentar legislação abortista ou homossexualista durante seu mandato presidencial para elevar seus números cada vez mais baixos nas pesquisas eleitorais depois que os cristãos começaram a alertar a população sobre o histórico dela. Por causa desse documento de compromisso, ela tem algumas dificuldades para resolver “esse problema político enorme”. Mas isso não a impediu de nomear Eleonora Menicucci como ministra das mulheres. Menicucci, que liderou a delegação do Brasil para “enfrentar” o CEDAW, é amiga de Rousseff e esteve encarcerada com ela na década de 1970, quando elas foram presas por terrorismo. Menicucci era membro de um grupo feminista e foi treinada, na Colômbia, para realizar abortos. Ainda que o aborto seja ilegal no Brasil (exceto em caso de estupro e risco de vida para a mãe), ela se gabou de que ela mesma teve dois abortos propositados. Não foi um desprazer para ela se encontrar com suas amigas feministas do CEDAW, que deixou claro que o CEDAW “não pode defender o aborto”. Apesar disso, Magaly Arocha, do CEDAW, disse à delegação brasileira: “As mulheres vão abortar. Essa é a realidade”. O documento oficial da ONU disse: “Os abortos inseguros no Brasil são uma questão de grande preocupação para esse Comitê [para a Eliminação da Discriminação contra as Mulheres], que já recomendou que o Brasil descriminalize o aborto”. Para acalmar suas camaradas abortistas na ONU, o relatório de Menicucci explicou a tentativa do governo de esmagar um projeto de lei que defende a vida chamado Estatuto do Nascituro, que proibiria o assassinato de crianças em gestação em todas as circunstâncias. O CEDAW também se queixou para a delegação brasileira de que “dá para se ver práticas discriminatórias… de casamento na legislação e quis uma explicação”. Mas a resposta brasileira oficial assegurou que o governo vem adotando medidas para eliminar as “desigualdades”: “Importantes realizações estão sendo feitas por meios judiciais, principalmente o Supremo Tribunal Federal, que permitiu que duplas de mesmo sexo registrassem sua união civil homossexual”. Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

398

Uau! A prioridade do CEDAW, como agência da ONU para “ajudar” as mulheres, é avançar o “casamento” homossexual e o aborto! Não é de surpreender que o mesmo CEDAW que está avançando uma ideologia feminista radical seja um feroz inimigo do Dia das Mães. O CEDAW odeia todo traço original de características femininas. O CEDAW quer as mulheres em 50% de todas as ocupações masculinas, inclusive as forças armadas. O CEDAW odeia as mulheres em papéis femininos. O CEDAW se queixou de que o Brasil tem um número pequeno de mulheres no Congresso Nacional. O ideal da ONU, é claro, seria 50%, mas pode ter certeza de que a ONU não ficaria contente se tais mulheres se parecessem com Madre Teresa de Calcutá. A mulher ideal para a ONU é como Eleonora Menicucci, com um histórico de abortos, treinamento para realizar abortos, terrorismo comunista e uma vida sexual promíscua. Com tais mulheres, o Congresso Nacional e Dilma nunca mais terão problema alguma para avançar o feminismo, o aborto, o homossexualismo e outras ideologias aprovadas pela ONU. O CEDAW também elogiou muito a Lei Maria da Penha, uma lei contra violência doméstica. Qualquer mínimo ato violento de um marido ou parceiro pode acarretar penalidades duras contra eles. Contudo, em atos violentos entre mulheres e crianças em gestação, não existe nenhuma Maria da Penha para proteger as crianças de violência e assassinato, que são suavizados e transformados em direito. Se os homens adotassem semelhante insanidade, eles poderiam receber da ONU um “direito” de matar mulheres. E com tal insanidade em andamento, a preocupação prioritária da ONU seria o assassinato de mulheres como “direito”. A realidade é que a preocupação prioritária do CEDAW com a delegação brasileira foi como descriminalizar o assassinato de bebês em gestação por meio do aborto! Havia um interessante jogo entre o Brasil e a ONU. Menicucci e o CEDAW queriam defender o aborto abertamente, mas ambos recorreram a uma linguagem malandra para expressar seus sentimentos ideológicos. O relatório brasileiro para CEDAW se queixou: “O afastamento de posições conservadoras em relação ao papel de homens e mulheres em nossa sociedade está ocorrendo mais lentamente do que se desejaria”. As opiniões conservadoras da maioria dos brasileiros, principalmente mulheres, estão impedindo Dilma e Menicucci de serem livres para impor suas opiniões pessoais e ideológicas em todas as mulheres brasileiras e outros brasileiros. De forma semelhante, as opiniões conservadoras da maioria das mulheres e nações estão impedindo a ONU de ser livre para impor suas opiniões pessoais e ideológicas no resto do mundo. Mesmo assim, com jogos de palavras e linguagem malandra sobre “direitos”, eles esperam alcançar o que com honestidade e números corretos jamais poderiam alcançar. Uma versão deste artigo, também de autoria de Julio Severo, foi publicada por LifeSiteNews para o público internacional. Fonte: http://juliosevero.wordpress.com/category/fundacao-rockefeller/

A intolerância vergonhosa do ativismo gay; Pr. Silas comenta
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

399

A intolerância vergonhosa do ativismo gay; Pr. Silas comenta

Matéria publicada pelo site do jornal O GLOBO mostrou um grupo de jovens casais homossexuais promovendo um beijaço na escadaria da Igreja de Nossa Senhora da Glória, no Largo do Machado, Zona Sul do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (22). A cena chocou alguns peregrinos, que começaram a rezar no local. Mais cedo, cerca de duzentos manifestantes e ativistas gays iniciaram uma caminhada em direção ao Palácio Guanabara, onde o Papa foi recebido por autoridades nacionais. A passeata ocorreu de forma pacífica, até que um segundo grupo se juntou a eles. Segundo a matéria, o ato foi convocado pelo estudante João Pedro Accioly, de 19 anos, e reuniu movimentos em defesa dos direitos homosexuais e grupos feministas. “(…) É um Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

400

protesto simbólico contra a criminalização das drogas, a proibição do aborto e a favor dos direitos LGBT. Enquanto os beijos forem considerados ofensas, protestos como esse serão necessários”, disse.

Pr. Silas Malafaia comenta: Há muito tempo que venho dizendo sobre a diferença entre ativistas gays e homossexuais. O segundo grupo quer viver apenas segundo a opção sexual que fizeram. O primeiro grupo quer ter privilégios e direitos acima de toda a coletividade social. Querem calar qualquer um que se opõe às suas práticas e objetivos, querem ter a liberdade para fazer o que bem entenderem, não respeitando os valores e princípios de ninguém. Eles clamam por direitos, mas o objetivo é cercear o direito dos outros e ter direitos para anarquizar, esculhambar, denegrir e enxovalhar quem quer que seja.

Vão para a porta de uma igreja católica nus e seminus para afrontar as pessoas religiosas com seus atos obscenos. É UMA VERGONHA! E a imprensa sectária e parcial não faz um comentário para
É bom que a sociedade brasileira veja quem são os verdadeiros intolerantes. desaprovar uma conduta ridícula como essa. Quem não respeita os valores dos outros, não tem autoridade para pedir que os outros respeitem seus valores! A imprensa tem escondido o que nós já sabemos: já foram presos homossexuais dentro de igrejas se beijando, numa verdadeira afronta aos princípios constitucionais. P.S: Concordamos inteiramente com o Pastor Silas Malafaia. Observem também que o Pastor Silas, apesar de ser evangélico, está indignado com o desrespeito contra os direitos religiosos Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

401

dos católicos, pois foi contra a Igreja Católica e contra a visita do Papa que ocorreram essas provocações dos movimentos gays. Ou seja, ele é um homem coerente, que respeita as diferenças, pois ele está indignado com o desrespeito contra a Igreja Católica e contra os católicos; apesar dele mesmo não ser católico, mas evangélico.

FEMEN – Feministas Brasileiras São Muito Feias
FEMEN – Feministas Brasileiras São Muito Feias As feministas brasileiras foram chamadas de gordas e feias pelo FEMEN. Já era de se esperar que o grupo feminista dos peitos durinhos lá do leste europeu desse um chute nos glúteos caídos das feministas brasileiras e se envergonhassem das tetas murchas das moçoilas daqui. Faltava somente um pretexto para que o épico pontapé pudesse ser desferido.

Isso se faz num certo cômodo da casa, não na rua Um dos motivos (claro, existem inúmeros outros) que faz com que uma feminista brasileira – adolescente ou não – adentre nesse movimento, é a possibilidade de que possa exibir seu corpo e se iludir achando que seu corpo realmente é bonito e merece aplausos, o que, por si, é risível. Mas vou me focar no acontecimento. A “representante” do FEMEN no Brasil era Sara Winter (foi chutada do Femen hoje), dentre várias aberrações, essa manceba é acusada de ser nazista, conforme atesta o portal do UOL: A imagem de uma cruz no peito de Winter, levantou a dúvida sobre se ela teria pertencido quando jovem a um grupo neonazista, coisa que depois ela classificou de "erro do passado". Seu "nome de guerra" também seria uma referência ao movimento nazista. Depois, ela contou que havia entrado para o mundo da prostituição muito cedo, por isso passou a combater a atividade. Sara teve também de rebater afirmações de que simpatizava com o nazismo. Disse que simpatizou com skinheads no passado, mas que se desvencilhou deles quando passou a estudar história. Como se já não fosse um absurdo uma nazista brasileira (porque seria morta pelos nazistas Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

402

verdadeiros simplesmente por ser brasileira), ainda tentou se mancomunar com as loirinhas dos olhos azuis do leste europeu que chamaram feministas brasileiras de “gordas”, conforme atesta o blog de uma dessas feministas que JAMAIS entrariam pro grupelho ucraniano (Aliás, recomendo a leitura do blog em questão Escreva Lola Escreva, é risada do começo ao fim passando por temas escabrosos como por exemplo um manual de : “Como falar pra amiga que ela cheira mal”). Nós somos obrigados a concordar com o Femen: as feministas brasileiras realmente são muito feias e gordas. Mas as feministas brasileiras, rebatem isso fazendo o que sempre fizeram: negam a realidade e se recusam a admitir a verdade. Elas dizem que a beleza é um padrão cultural de um dado momento histórico, dando a entender que em algum outro momento histórico essas feministas escrotas seriam consideradas muito belas. No entanto, a beleza não é uma questão de opinião pessoal; mas sim é uma razão matemática, expresso pelo número Pi ou número de fibonacci: 1,618... Qualquer criatura, homem, mulher, animal, galáxia, objeto, sinfonia, música que tenha a proporção áurea, é considerado esteticamente bonito. Os gregos antigos já descobriram a proporção áurea e a usavam em seus poemas, canções e obras arquitetônicas. As pirâmides do Egito foram construídas levando em consideração essa proporção áurea, de tal forma que as pedras do degrau acima eram exatamente 1,618 vezes menores do as pedras do nivel mais baixo. A magnifica nona sinfonia de Beethoven foi composta estando ele completamente surdo. Ele jamais ouviu a própria sinfonia. Mas Beethoven sabia que qualquer um que ouvisse a nona sinfonia, iria achar a música bela, pois ele a compôs usando a proporção áurea. Você leitor pode comprovar a proporção aúrea dentro da sua carteira. Pegue o seu cartão de crédito, não importa se for Visa ou Mastercard, pegue uma régua e meça o comprimento e depois a largura do seu cartão. Então, divida os dois números. Você verá que o resultado será o número 1,618, porque os cartões de crédito são retângulos áureos, que são os retângulos mais bonitos que existem, pois eles têm a proporção áurea. No entanto, não são somente nas construções e criações humanas que encontramos a proporção áurea. Ela está em toda a natureza, desde as espirais de uma galáxia no universo, até o formato do corpo de um tigre ou outro animal selvagem. Qualquer animal, criatura, homem ou mulher, ou sinfonia, obra de arte, escultura, objeto, galáxia que tenham a proporção áurea, será considerado como bonito por qualquer cultura humana, desde os chineses, até os europeus, selvagens africanos ou aborigenes australianos. A beleza é matemática e universal e não uma opinião cultural. Vejam a imagem abaixo:

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

403

Existe algo na face do sujeito acima que nos incomoda, não? O que é? Ora, ele não tem nariz. Pela regra da proporção áurea, naquela posição do rosto, deveria haver alguma coisa, que é o nariz. Agora vejam a foto abaixo:

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

404

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

405

Percebem a diferença? Vejam como a Angelina Jolie é linda. Ela é linda porque ela é perfeitamente proporcional. Os gregos descobriram o número de ouro, uma relação de proporções que obedece a uma escala constante. Seu padrão é uma relação de um lado com dimensão "1" e o outro com dimensão "1.618"(...) ou "0.618"(...).

Espiral sobre o número de ouro Na cultura grega e romana, e consequentemente na ocidental pós-helênica, houve a constante Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

406

aplicação destes padrões numéricos, em especial no Renascimento, uma era "racionalista", e ainda hoje é fartamente aplicada na indústria do design de produtos, nas artes plásticas, arquitetura, automobilismo, etc. Por outro lado, estas relações de proporção podem ser encontradas nos corpos de diversos animais e em eventos que não participaram de um processo seletivo visual. Dessa forma, não se pode inferir que a beleza seja um aspecto relativo aos mamíferos e às aves, já que a proporção de flores, répteis, insetos, peixes e toda a fauna e flora seguem padrões analisáveis e em geral, associados ao número de ouro. Então, provavelmente a beleza é uma função constante no universo, manifesta em qualquer momento onde haja menores níveis de entropia, ou ainda, uma tendência da organização do universo em direção a elementos proporcionais, relacionando-se desta forma, à harmonia como elemento de composição do real. Vejam as fotos das mulheres abaixo:

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

407

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

408

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

409

Agora comparem as imagens acima, com as fotos das mulheres logo abaixo, que são mulheres cujos corpos e rostos estão de acordo com a proporção áurea:

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

410

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

411

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

412

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

413

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

414

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

415

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

416

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

417

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

418

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

419

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

420

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

421

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

422

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

423

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

424

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

425

Por que será que essa feminista gorda, feia e escrota odeia os homens?

Direitos Humanos e Universidades Federais
Vocês já viram o "método cientifico" da UFMS? Da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul? Ao invés deles lançarem uma hipótese e depois fazerem as experiências para chegar a um resultado cientifico, a UFMS inverteu a ordem da ciência, chegando antecipadamente às conclusões finais, ANTES DE QUALQUER PESQUISA OU EXPERIÊNCIA TER SIDO FEITA. Ou seja, eles participam de uma reunião, vigiados pelo retrato de Karl Marx e decidem entre eles qual vai ser o resultado final de uma determinada pesquisa cientifica, e só depois disso é que as Professoras e Pseudo-pesquisadores da UFMS vão em busca das "pesquisas", e vão fazer as Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

426

"experiências" que comprovem a teoria inicial. Ignorando convenientemente qualquer pesquisa, experimento ou pesquisador que prove que a hipótese inicial estava errada. Isso é pesquisa cientifica hoje no Brasil. É isso que está sendo feito na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul - UFMS e eu aposto como o mesmo está sendo feito em todas as federais do Brasil. É para isso que pagamos impostos para sustentar aquela corja de Professores comunistas das Universidades Federais. Qualquer pesquisa ou experimento que comprove que o feminismo, o homossexualismo e o comunismo são errados e contraproducentes, são solenemente ignoradas. Mas qualquer professorazinha de Letras, que troca o L pelo R; mas que em compensação escreve "Odes de louvor ao comunismo" é recompensada com o Título de "Doutora" e recebe de quinze a vinte mil reais por mês de salários, como paga pela propagação do marxismo cultural. Ai está a razão pela qual NENHUM PESQUISADOR BRASILEIRO JAMAIS GANHOU UM PRÊMIO NOBEL SEQUER. Mas em compensação a UFMS está colecionando dezenas, senão centenas de Prêmios IGNÓBEIS, de pesquisas fajutas e fraudulentas. As Universidades Brasileiras não merecem serem chamadas de Universidades. Elas mais parecem um gigantesco esquema Ponzi, um tipo de Pirâmide financeira educacional, uma fraude monumental para enganar e extorquir estudantes ingênuos e propagar o marxismo cultural. É por essa razão que pipocam vários cursos nas Universidades Federais, com os eufemisticos titulos de "Direitos Humanos", ou Gestão em Politicas Publicas em Gênero e Raça. Mas na verdade, Direitos Humanos hoje em dia significa legalizar todas as perversões sexuais, imoralidades e aberrações. Mas não só legalizar a putaria; como também proibir, prender, intimidar e calar qualquer voz discordante. Gestão de Politicas Publicas de Gênero e Raça significa na verdade: Curso para pregar ódio racial e de gênero contra homens brancos. Eu posso dizer isso com conhecimento de causa, porque eu fui expulso da especialização em Gênero e Raça da UFMS, PORQUE EU SOU BRANCO E NÃO SOU FEMINISTA. Ou você se ajoelha e concorda com os disparates daquelas doutoras semi-analfabetas, ou então elas te expulsam do curso. Simples assim. Para eu permanecer naquela especialização, eu teria que parar de criticar e de apontar as falhas lógicas do feminismo. Teria que escrever trabalhos dizendo que todo homem branco é estuprador, ladrão e eu teria que sempre pedir desculpas à todas as mulheres e negros pelos tratamentos que brancos mortos há séculos atrás, deram a eles. Quando eu dizia que eu não era descendente de senhores de escravos; mas de imigrantes pobres da Europa do Século XX, italianos e alemães que vieram ao Brasil para trabalhar na roça, eu fui xingado e espiritualmente linchado por aquelas alunas e professoras feministas, que gritavam ameaças, xingamentos, impropérios na voz alta e esganiçada de feminista escandalosa, que nem sequer dava para ouvir a minha voz. Quase chorei na frente de todas elas por ter sido tão humilhado; mas felizmente eu consegui me controlar e fui chorar só quando cheguei em casa. E depois eu tenho que ler um artigo de um mangina da revista época dizendo que eu como homem não posso odiar o feminismo? Pois diante da injustiça o ódio é uma emoção legítima e necessária. Eu odeio o feminismo; mas gosto das mulheres que não são feministas, e vou varrer o feminismo da face do Brasil e depois do mundo, nem que seja a última coisa que eu faça.

Revista Época critica homens que odeiam as feministas
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

427

Hoje eu li um editorial da Revista Época no qual o editor da revista escreve uma ode ao feminismo e critica os homens que criticam o feminismo. De acordo com a pseudo-lógica mangina daquele sujeito, os homens não têm direito nenhum de criticar o feminismo, porque o feminismo é perfeito em si mesmo, afinal, o feminismo foi extraído do cérebro das criaturas mais santas, celestiais, puras, perfeitas e absolutamente infalíveis: as mulheres. Além da repetição dos velhos slogans feministas tais como: combater o patriarcado, mulheres oprimidas, sociedade machista etc, etc o texto daquele cara é um exemplo do grau a que chega a lavagem cerebral feminista na sociedade. Ele é um homem, que acha que o feminismo é infalivel e não merece receber a menor crítica. É tão óbvia a semelhança do FeminISMO com o ComunISMO, com o SocialISMO, com o NazISMO e com o FascISMO, que às vezes eu fico de queixo caído por ter sido o primeiro homem do ocidente a ver a semelhança entre o FeminISMO e todas as outras ideologias de fanatISMO, que terminam como sufixo ISMO. Se houve algum outro escritor ou pensador que percebeu a semelhança entre os "ISMOS" e que tenha colocado a coisa da forma que eu coloco, eu desconheço. Mas para fazer justiça eu preciso reconhecer que o pesquisador norte americano Eric Hoffer, em seu livro dos anos 50: Fanatismo e movimentos de massa, já havia desmascarado totalmente esses movimentos de fanatismo e exposto a mentira intrínseca a todos eles. Mas voltemos ao homem que endeusa as mulheres. Para esse tipo de homem, as mulheres são tão lindas, tão gostosas e sensuais, que ele as considera intrinsecamente superiores a ele próprio. Os trovadores, poetas, escritores românticos pertencem a essa estirpe detestável do gênero masculino: os otários, sempre cornos mansos, que endeusam as mulheres e acham que tudo o que sai do corpo feminino é puro e santificado. Basta tocar no corpo da mulher para qualquer coisa, por mais repugnante que seja, adquira a característica sagrada da pureza angelical e perfeita da mulher. As opiniões das mulheres, mesmo quando são totalmente insanas e incoerentes, são elevadas à categoria de doutrina sagrada inquestionável. A mulher pode matar o próprio bebê e jogá-lo no vaso sanitário, que o mangina a defende mesmo assim e diz que ela estava em "estado puerperal", ela é uma vítima!! A mulher pode matar e esquartejar o marido, como a mulher do caso Yoki fez com o marido; mas o mangina a defende, porque o marido dela era um canalha e tinha uma amante e, portanto, merecia morrer. A mulher pode até cuspir no rosto do mangina e dar um chute no saco dele, que ele continua defendendo a mulher e se ajoelha grato a ela por ela ter tido a grande condescendência de tocar nas bolas dele. Mesmo que tenha sido para dar um chute. Em resumo, aquela música da cantora Kelly Key resume com perfeição a atitude do mangina submisso à mulher. Ele se comporta, e age como se fosse o cachorrinho da mulher, a obedece em tudo, concorda com tudo o que a mulher fala, diz ou opina. Até a Kelly Key já está farta desses manginas babacas que endeusam uma mulher e fez uma música para esfregar na cara desses homens otários o quão submissos eles são; mas os vermes rastejantes nem ouvem a letra da música, só ficam embasbacados com a beleza do corpo escultural da Kelly Key. Por fim, outro erro do artigo do puxa-saco feminista é dizer que os homens odeiam as feministas. Olha, por mais repugnante que nos pareça uma mulher pelada no meio da rua, com um megafone gritando impropérios contra o patriarcado que sempre a protegeu, eu tenho que esclarecer uma coisa para aquele baba ovo feminista: Eu não odeio as mulheres e Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

428

nem odeio as feministas. Eu odeio o Feminismo. Até para as feministas eu estou disposto a dispensar a minha melhor amizade, consideração e amor, se elas deixarem de serem feministas. Mas isso não é exigir demais de minha parte? Ora, alguém aqui acha que um judeu deveria ter amizade, respeito ou consideração por um alemão nazista? Por alguém que o odeia só porque ele é o que é? Todo judeu tem o direito e o dever de odiar os alemães nazistas. Mas o judeu deve ter o bom senso de perdoar o alemão que deixa de ser nazista. A mesma analogia eu faço com o feminismo. Se uma mulher é feminista, eu não a odeio; mas considero-a minha inimiga. Mas, se ela se convencer do quão errado é o feminismo e deixar de ser feminista, então eu vou dedicar a ela a minha melhor amizade e carinho.

A Ditadura Feminista será implantada em breve
Participação de mulheres e minorias poderá ser tema da reforma política Anderson Vieira

VEJA MAIS

Info | Representação de mulheres e minorias no Congresso A elaboração de uma reforma político-eleitoral, prevista para o segundo semestre deste ano, deve trazer um desafio que vai além de temas como financiamento de campanha, reeleição, coligações, suplência e candidaturas avulsas. Para alguns senadores, será preciso garantir o avanço das minorias e segmentos socialmente excluídos na representação política do país. A preocupação está baseada principalmente nos números apresentados pelas duas Casas do Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

429

Congresso Nacional. Dos 81 senadores brasileiros, apenas oito são mulheres e dois se declaram negros ou pardos. Na Câmara, dos 513 deputados, 46 são do sexo feminino, 43 são afrodescendentes e um é assumidamente homossexual (veja infográfico). O quadro mostra um desequilíbrio de representatividade, principalmente quando se leva em conta a presença destes grupos no eleitorado nacional. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por exemplo, as mulheres representam 51,3% do eleitorado. Todavia, nas últimas eleições para vereador, em 2012, dos 415 mil candidatos registrados, somente pouco mais de 130 mil eram mulheres, o equivalente a 31%. Atualmente, a Lei 9.504/97 determina que, do total de candidatos registrados por um partido ou coligação, deve-se ter no mínimo 30% e no máximo 70% de candidatos do mesmo gênero sexual. Na prática, como as mulheres são minoria, o comando acaba preservando a cota mínima de 30% às candidaturas femininas. A exigência foi criada em 2009 e está prevista no parágrafo 3º do artigo 10 da Lei Eleitoral. Além disso, segundo a Lei 12.034/09, os partidos são obrigados a destinar 5% do Fundo Partidário à formação política das mulheres, assim como 10% do tempo de propaganda partidária para promover e difundir a participação feminina. Financiamento A senadora Ana Rita (PT) alega que candidatos negros e mulheres têm mais dificuldades de obter recursos para suas candidaturas, problema que, na opinião dela, seria resolvido com a adoção do financiamento público exclusivo de campanha. – Além disso, o financiamento público é mais transparente e democrático ao dar tratamento igual a todos os candidatos. Hoje quem tem mais relações com empresários consegue mais dinheiro – disse. A representante do Espírito Santo também defende o aumento da reserva mínima para mulheres candidatas de 30% para 50%. Segundo ela, isso poderia ser feito com a adoção do sistema de lista fechada pré-ordenada, elaborada pelos partidos com nomes alternados de homens e mulheres. – O fato de haver o número mínimo de 30% de mulheres candidatas não significa que elas vão ocupar 30% das cadeiras – advertiu. Na opinião da senadora Lídice da Mata (PSB-BA), não adianta uma reforma política com “medidas de perfumaria”. Segundo ela, o Congresso, as Câmaras e as Assembleias precisam promover alterações mais inclusivas, permitindo maior participação de mulheres, negros, jovens, pessoas com deficiência e de movimentos LGBTs. – Para isso, é preciso que os partidos possam garantir o estímulo à formação das lideranças mulheres, das lideranças negras, para que a nossa cara possa estar de forma mais bem representada no Congresso Nacional. Hoje temos uma sub-representação das mulheres e dos negros no Parlamento brasileiro. É muito difícil para esses segmentos, que são os mais vulneráveis da população, constituir uma campanha eleitoral que arrecade fundos vultosos para chegar a ganhar uma eleição – disse em discurso no Plenário, na tarde de quinta-feira (17). Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

430

Iniciativa popular Na tentativa de se obter um cenário mais equilibrado, o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) está colhendo assinaturas para a apresentação de um projeto de lei de iniciativa popular para reformar o sistema político brasileiro. Uma das propostas contidas no projeto busca incentivar os partidos a lançarem candidatas. Para tanto, determina que cada mulher ocupante de mandato de deputada federal tenha 30% a mais da cota do fundo partidário em relação ao deputado homem. Assim, para as legendas, pelo menos financeiramente, seria mais vantajoso eleger mulheres para a Câmara. Para a senadora Ana Amélia (PP-RS), uma legislação mais favorável às minorias até ajuda, mas o equilíbrio é um processo lento e deve se dar de forma espontânea: – Nada que é forçado funciona. Hoje há partidos que apenas completam seus quadros com mulheres para satisfazer a exigência legal dos 30%. Se olharmos nos concursos públicos e nas carreiras de estado, veremos a presença maciça das mulheres, assim como na medicina e nos tribunais superiores, coisa que não existia até há pouco tempo. Isso aconteceu de forma natural, não foi imposto – opinou. Malala Yousafzai Neste contexto de luta contra a discriminação e em favor da igualdade de gêneros, a Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado (CE) aprovou recentemente requerimento para ouvir em breve a paquistanesa Malala Yousafzai sobre sua luta em defesa da educação. A jovem de 16 anos sobreviveu a um atentado feito por radicais talibãs, contrários à educação escolar de mulheres. Líder de movimento pelo direito de toda menina estudar, ela levou um tiro no rosto e atualmente mora na Inglaterra. O pedido partiu da senadora Ana Amélia, que se disse emocionada ao ver a adolescente discursando nas Nações Unidas (ONU), em Nova York, na semana passada. A data para a audiência ainda não foi definida. Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/materias/2013/07/18/participacao-de-mulherese-minorias-podera-ser-tema-da-reforma-politica

Crime de feminicídio poderá ser incluído no Código Penal
Crime de feminicídio poderá ser incluído no Código Penal Simone Franco

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

431

VEJA MAIS

Vítimas de violência doméstica podem ter atendimento especializado no SUS CPMI propõe leis e ações do poder público para reduzir violência contra mulheres O Código Penal (Decreto-Lei nº 2.848/1940) poderá contar com mais uma forma qualificada de homicídio: o feminicídio. A pena sugerida para o crime – conceituado como “forma extrema de violência de gênero que resulta na morte da mulher” – é de reclusão de 12 a 30 anos. A tipificação especial para o delito foi recomendada pela Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Violência contra a Mulher e está prevista no projeto de lei do Senado (PLS 292/2013), proposto no relatório final da CPI. O projeto também deixa claro que a aplicação da pena do feminicídio não elimina punições por demais crimes a ele associados, como estupro. Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/materias/2013/07/18/crime-de-feminicidiopodera-ser-incluido-no-codigo-penal

P.S: Ai está o feminismo militante em ação. Matar uma mulher vai ser considerado um crime pior do que matar um homem, afinal, quem se importa com o que acontece com os homens? Em todas as guerras sempre foram os homens que foram enviados para a morte, para proteger
Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

432

as mulheres, que SEMPRE FICAVAM PROTEGIDAS EM CASA. Ou seja, a vida dos homens, em toda a história da humanidade, sempre valeu menos do que a vida das mulheres. O Feminismo está agora legalizando oficialmente isso. Só idiota ainda acredita que o Feminismo busca a igualdade. O Feminismo busca privilégios, superioridade e a ditadura feminista.
Santo Inácio de Loyola, Lutar varonilmente e lutar até o fim(*)
Santo Inácio de Loyola, Lutar varonilmente e lutar até o fim(*) Artigo escrito pelo Prof. Plinio Corrêa de Oliveira, há 50 anos, por ocasião do quarto centenário da morte de Santo Inácio de Loyola e republicado recentemente pela Revista Catolicismo (Julho/2006) Plinio Corrêa de Oliveira A passagem, no dia 31 deste mês [julho de 1956], do quarto centenário da morte de Santo Inácio de Loyola dá-nos ocasião de escrever algo sobre o grande santo. Fazemo-lo com certa hesitação. Pois tanto teríamos a dizer sobre sua vida, sua espiritualidade, sua obra, que não nos bastariam as dimensões, ainda que alentadas, de um artigo de revista. Consola-nos que parte do que teríamos a afirmar em louvor de Santo Inácio, já o publicamos no livro Em Defesa da Ação Católica, em momento em que tão insistentes eram certos ataques à sua espiritualidade. Desse livro, colhemos frutos tipicamente inacianos: dissabores, inimizades, um prefácio orientador desse grande Núncio, hoje Cardeal Masella, e uma carta de louvar enviada em nome do augusto Pontífice Pio XII. Tribulações de um lado, louvor do Santo Padre do outro. Parece-nos que Santo Inácio jamais desejou para si outra coisa... Mas o Em Defesa da Ação Católica foi publicado há tempo, há perto de 15 anos. Hoje, sobre este tema, o que dizer? Mudaram as circunstâncias. Terá mudado a aplicação que lhes pode ser feita, dos princípios da espiritualidade inaciana? Mudaram-se os tempos, sim, e mudaram-se as circunstâncias. Mas “plus ça change, plus c´est la même chose” (“Quanto mais muda, mais é a mesma coisa”) . Os problemas de hoje são os de ontem, agravados, requintados, exacerbados. E se ontem o ensinamento inaciano era atual e útil, hoje pode-se dizer que se tornou atualíssimo e utilíssimo. Dos múltiplos aspectos da realidade contemporânea aos quais as normas de Santo Inácio poderiam aplicar-se, e na impossibilidade de tratar de todos, destaquemos pelo menos um. Como se verá, por sua importância e profundidade bem merece ele ser tratado. Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

433

Diante dos novos ventos do espírito igualitário, o que fazer?

Um vento de igualitarismo sopra na sociedade contemporânea. A todo momento, os pais se vêem na contingência de preservar sua autoridade e seu prestígio, contra manifestações do espírito de independência de seus filhos. Vamos antes de tudo à realidade miúda dos fatos triviais de todo dia. Como se sabe, um vento de igualitarismo sopra em toda a sociedade contemporânea. A todo momento, os pais se vêem na contingência de preservar sua autoridade e seu prestígio, contra manifestações do espírito de independência de seus filhos. O mesmo se dirá dos patrões em relação aos empregados, dos mestres em relação aos discípulos, das pessoas gradas ou idosas em relação aos que lhes devem consideração e respeito. Diante deste fato, que atitude manter? Claro está que é preciso reagir, antes de tudo, ensinando com paciência e bondade as máximas em que se fundam a obediência e o respeito aos superiores. Mas pensar que, simplesmente com isto, tudo se resolve, é a mais rematada ingenuidade. Antes de mais nada, porque as pessoas picadas pela mosca do liberalismo e do igualitarismo detestam máximas, normas e princípios, estão sempre apressadas e não gostam de ouvir explicações doutrinárias dadas com coerência, calma e bondade. Elas vivem de emoções, e nada se lhes afigura mais monótono do que tais explanações. A calma as irrita ou lhes dá sono, a bondade lhes parece insossa e sem valor. Só consentem em ouvir algo se lhes é dito com certo sal, em duas palavras, e de maneira muito fácil. Como os doentes que só consentem em tratar-se se o remédio for uma pastilhinha fácil de engolir, de cor atraente e sabor agradável. Ora, não é todo o mundo que tem a forma especial — e até especialíssima — de talento necessária para dar esta apresentação à verdade. E mesmo que alguém conheça truques para transformar a boa doutrina em pílulas, é muito de duvidar que com pílulas destas se consiga formar uma pessoa. A alma, sob este ponto de vista, é comparável aos pulmões, que exigem para seu normal funcionamento, não apenas duas ou três lufadas esporádicas de ar fresco, mas o contato estável, permanente, largo, com uma atmosfera natural e pura. O espírito humano só é o que deveria ser quando respira sempre numa atmosfera de bons princípios. Não é — em via de regra, pelo menos — com uma ou outra lufada de boa doutrina que uma alma se forma. E, assim, toda pessoa séria será obrigada a reconhecer que os bons conselhos, a brandura, a mansidão não resolvem todos os casos. Então, o que fazer? A picada da mosca venenosa do liberalismo Não se julgue que este problema existe apenas no âmbito restrito da vida particular e Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

434

doméstica. Visto em escala mais vasta, toma

Governar homens picados pela mosca venenosa do liberalismo, é função de domador de feras ele o aspecto de um grande problema social. Os que cuidam especialmente da questão operária teriam muita vantagem — parece-nos — em cogitar detidamente no assunto. E o mesmo se diria de todas as pessoas que arcam com maiores responsabilidades no corpo social. Consideremos, com efeito, não só um professor em sua aula, ou um patrão em sua fábrica, ou um pai em seu lar, mas o conjunto dos pais, dos professores ou dos patrões de uma nação. Se eles souberem tomar uma atitude coerente e acertada diante da maré montante do igualitarismo, claro está que terão feito a si mesmos e ao país um grande benefício. Mas se agirem com desacerto, terão literalmente votado sua pátria à perdição. [...] Quando em um país o vagalhão do igualitarismo se torna como que irresistível, deve ele preparar-se para um triste porvir, pois só lhe restam dois caminhos: ou a desagregação, fruto fatal do liberalismo, ou então uma ditadura policial implacável. Pois o métier de governar homens se transforma, quando estes homens se deixaram picar pela mosca venenosa do liberalismo, na função de domador de feras. E então só se evitam os piores desastres mediante jaulas e chicotes. Jaulas, chicotes: paupérrima alegoria para ocultar uma realidade mil vezes pior –– os aparelhos de tortura, a onipresença da espionagem, a supressão de todos os direitos, as guerras de nervos, a propaganda dirigida que imbeciliza multidões inteiras, mil outros meios de opressão que os ditadores aplicam com um execrável luxo te requintes proporcionado por todas as técnicas conjugadas da era científica em que vivemos. Liberalismo, totalitarismo, não é bem esta a abominável, a sinistra alternativa em que se debate o mundo de hoje? E de onde veio isto, senão do fato de que o século XIX e o século XX Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

435

não resistiram ao tufão de anarquismo igualitarista, desencadeado pela pseudo-Reforma no século XVI, e transformado pela Revolução Francesa em cataclismo universal? A tática funesta de ceder para não perder

O século XX não resistiu ao tufão de anarquismo igualitarista, transformado pela Revolução Francesa em cataclismo universal Há, pois, a necessidade de recorrer a meios outros, que não a mera explicação feita com bondade, a qual aliás continuará a ser sempre a arma primeira, e predileta, de qualquer católico. Que meios serão estes? Se ensinar e sorrir não basta o que fazer então? Há no mundo inteiro toda uma corrente, toda uma família de almas, que tem uma fórmula surpreendente. Se ensinar e sorrir não basta, sorria sem ensinar. Em outros termos, não afirme princípios, não sustente máximas, não provoque discussões. Se seus filhos lhe faltam com o respeito, sorria, finja não perceber, mantenha seu bom humor. Eles acabarão por se comover e se corrigir. Se seus alunos fazem desordem em aula, ria esportivamente como se fosse um deles, finja divertir-se com o fato. Eles ficarão desarmados e voltarão atrás. Se seus operários se revoltam, não se zangue, eles acabarão por amá-lo. Mas esta corrente ainda não chega até o fim do caminho. Há os que acham que não ensinar máximas e princípios é bom, sorrir é melhor, porém nada disto é ótimo. O ótimo consiste em ceder, recuar, conceder. Silêncio sobre os princípios, sorriso diante das explosões de independência e revolta, concessões, concessões e mais concessões. Eis a fórmula perfeita. Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

436

Alguns exemplos desta tática serão talvez elucidativos. Se os filhos se desagradam em um ambiente impregnado pelo princípio da autoridade paterna, o pai deve democratizar-se. Isto é, deve fazer-se chamar por “você”; deve renunciar à poltrona em que preside as refeições; deve abandonar as atitudes naturais a uma pessoa de idade madura; deve transformar-se em galhofeiro, em contador de anedotas e piadas; em uma palavra, deve ser o meninão mais velho da casa. Ou melhor, o meninão velho. Despida de todos os seus elementos externos e acessórios, que são irritantes, a autoridade paterna não mais chocará. E o pai terá feito cessar a revolta dos filhos. Se um patrão está sendo vítima de uma propaganda demagógica, proletarize-se. Tome o modo de andar, de falar e de vestir-se dos operários (pelo menos quando estiver na fábrica). Faça cessar todos os usos e estilos que marcam a sua pessoa com o sinal da autoridade e da superioridade social. Terá deixado de irritar. E o problema terá sido resolvido como que por encanto. O professor deve navegar nas mesmas águas. Tenha espírito esportivo. Conte piadas na aula. Transforme sua preleção numa conversa animada. Iguale-se, incruste-se, afunde-se, suma-se na massa dos alunos. Será então estimado. E todos farão o que ele deseja, não porque ele o ordene, mas porque todos quererão o que ele quer. O mito de que com bondade se consegue tudo

O liberalismo levou os professores a imaginar que para ser bom educador é necessário igualarse e sumir no meio dos alunos Claro está que muita gente não enuncia estes princípios com tanta nitidez. Mas eles flutuam no ambiente moderno como uma nuvem impalpável, se bem que muito real, e dão origem a um destes estados de espírito indefiníveis, que penetram em tudo, manifestam-se em tudo, e nunca, ou quase nunca, são nitidamente perceptíveis pela pessoa em que existem. É que o bom e o mau espírito são nas sociedades humanas o que a saúde e a doença são no corpo. Transparecem por toda a parte, mas é impossível mostrar concretamente, e de modo Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

437

absolutamente exato, no que essas transparências consistem. Poderíamos dizer que tal estado de espírito está construído sobre um mito, isto é, o mito da bondade. A bondade tudo consegue. As únicas armas são as da bondade. Toda resistência irrita o adversário. Toda concessão o tranqüiliza. Empregar qualquer forma de discussão, de luta, de medida repressiva contra os tumores que se formam no corpo social é mais ou menos tão estúpido quanto raspar bem, ao nível da pele, uma ferida protuberante, com a ilusão de assim curá-la. Os ungüentos da bondade resolvem tudo. A era da violência, da cirurgia social, passou. Entramos no doce período da clínica. As pomadas da paciência e da condescendência contêm todas as penicilinas necessárias para curar os problemas individuais e sociais...

Luís XVI acreditou no “poder” do sorriso. Sorriu, cedeu, concedeu até ser guilhotinado Se se deseja conhecer um tema recente em que tal estado de espírito se tenha manifestado, basta lembrar a questão da anistia aos comunistas brasileiros. Segundo certas opiniões, o verdadeiro seria renunciar a qualquer repressão legal e policial. Pois esta apenas irritaria os ânimos e agravaria o problema. A anistia seria, pelo contrário, um golpe tremendo nos comunistas, etc., etc. A “bobeira” — não há outro termo — com que em certos círculos do Ocidente se estão acolhendo os sorrisos de Kruchtchev e Bulganin resulta do mesmo estado de espírito. No mais fundo da alma dos senhores do Kremlin, o sol do sorriso lançou os primeiros raios de uma aurora, que já ninguém conseguirá deter. É preciso concordar com eles em tudo, aceitar tudo, crer em tudo. Com nossa boa vontade, adoçá-los-emos ainda mais. Luís XVI acreditou nestes princípios. Sorriu, cedeu, concedeu. Verificado que nada adiantava, achou que era porque o remédio tinha sido ministrado em dose insuficiente. E por isto sorriu ainda mais, cedeu ainda mais, concedeu ainda mais. A dose não bastou. Ele reforçou a receita. E ao que parece só abriu os olhos quando estava preso entre os muros e as grades da Torre do Templo. Mais recentemente, fez o mesmo o Cardeal Initzer, Arcebispo de Viena, em relação aos nazistas. Não houve gentileza que não fizesse a Hitler. Não houve prova de consideração que lhe recusasse. Todos sabem qual foi a triste sorte da Igreja e do Cardeal naquele regime. Santo Inácio: bondade, mas também intransigência Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

438

A bondade insistente de Santo Inácio acabou por converter Francisco Xavier, o qual tanta glória daria à Igreja no Oriente E o que nos diz sobre este grave problema Santo Inácio de Loyola? Sua bondade tornou-se proverbial entre todos os que tiveram a dita de com ele tratar. Nem poderia ter sido elevado à honra dos altares, se não preferisse em todas as ocasiões as armas da bondade às da reação e da severidade. Mas na vida espiritual, bem como na ação apostólica, não achava ele que os sorrisos, os silêncios “prudentes”, as concessões fossem a única ou a principal arma. Nem considerava que era nisto que consistia a verdadeira bondade sobrenatural do cristão. Basta, para se convencer disto, ler algumas de suas páginas que figuram entre as mais célebres, isto é, as que consagrou ao “discernimento dos espíritos” e ao “sentire cum Ecclesia”. Infelizmente, neste artigo trataremos só daquelas, por falta de espaço. As regras relativas ao discernimento dos espíritos constituem uma aplicação inteligentíssima do que a doutrina católica nos ensina sobre a natureza humana decaída, a graça e o demônio. A alma de todo homem é um campo de batalha, no qual lutam o bem e o mal. Todos nós temos, em conseqüência do pecado original, inclinações profundamente desordenadas que nos levam com veemência ao pecado. Estas propensões são reforçadas não raras vezes pela ação do demônio. Assim, o homem sente uma viva atração para o mal. Tal atração se apresenta por vezes com uma franqueza desabrida. Mas outras vezes se manifesta por meios indiretos, como que a medo. Para lutar contra este terrível perigo, o homem tem as forças sadias de sua própria natureza e os socorros da graça de Deus. Entre as forças que o levam para o bem e para o mal está, como fiel da balança, o livre arbítrio humano. Desde que o homem incline o livre arbítrio para o lado do bem, tem de lutar contra sua natureza corrompida e a ação diabólica. Necessidade de combater energicamente os defeitos

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

439

Há tristezas como a de Judas, que levam ao abatimento, ao desespero, pois provêm da moleza ou das sugestões do demônio Como se trava esta luta? Por meio de uma intransigência absoluta com tudo quanto possa direta ou indiretamente, clara ou veladamente, conduzir ao mal. Se um sentimento de alegria leva ao apetite dos prazeres ilícitos, deve ser inexoravelmente rejeitado, pois qualquer concessão ou contemporização só agravará a tentação, em lugar de a eliminar. Se, pelo contrário, esse mesmo sentimento nos conduz à virtude, ao bem, à piedade, deve encontrar abertas as portas de nossa alma, pois leva a Deus. O mesmo se diga da tristeza. Há tristezas que suscitam o arrependimento, a emenda da vida, que procedem do Espírito Santo e merecem plena correspondência de nossa vontade. Mas há tristezas como a de Judas, que impelem ao abatimento, ao desespero, pois provêm da moleza do homem ou das sugestões do demônio, e em conseqüência merecem guerra sem quartel. A aridez deve ser vista à luz desta concepção militante da vida espiritual. Por vezes, é ela uma prova que vem de Deus. O homem deve neste estado de desolação redobrar de vigilância contra o demônio e a carne. Deve desconfiar de si, não tomando resoluções que possam ser sugeridas pela situação interior em que se encontra. Deve intensificar as orações. Vencerá assim a prova, para bem de sua alma e glória de Deus. Mas se a aridez provier de negligência e tibieza, é preciso combater energicamente estes defeitos para que, cessada a causa, desapareçam seus infelizes frutos. Santo Inácio: conselhos para enfrentar e vencer o demônio E nesta luta, insistimos, é necessário que sejamos desconfiados e rijos. Sobre a desconfiança interior contra os ardis do demônio, tem Santo Inácio este trecho saboroso: “O demônio faz como a mulher: dá parte de fraco, quando afrontado com energia; e mostra-se forte, quando lhe cedem terreno. Pois, assim como é próprio da mulher acovardar-se e fugir logo que o homem se impõe energicamente; e como, pelo contrario, sua fúria, desejo de vingança e ferocidade vão crescendo e chegam ao extremo se o homem, perdendo a coragem, começa a ceder — da mesma forma é próprio do demônio acovardar-se e perder a coragem, desistindo dos seus ataques, logo que a pessoa que se exercita nas coisas espirituais o enfrenta impavidamente, opondo-se diametralmente ao que ele lhe sugere. Se, porém, o exercitante começa a ter medo e a desanimar em meio das tentações, então não há no mundo inteiro fera tão sanhuda e que com tanta malícia persista em seus maléficos intentos, como o inimigo da Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

440

natureza humana” (Regras sobre o discernimento dos espíritos, nº 13). E sobre a rijeza, encontramos pouco antes estas palavras: “O demônio procede também como um falso enamorado, que corteja às escondidas e não quer ser descoberto. Pois, assim como o enamorado que com suas torpes solicitações vai seduzir a filha de um pai honesto, ou a esposa de um marido honrado, procura que suas conversas insinuantes fiquem em segredo; e como, pelo contrário, lhe desagrada muito que a moça ou a esposa descubra ao pai ou ao marido as suas conversas levianas e intenções depravadas, pelo receio que tem de lhe sair mal a tentativa — assim também o inimigo do gênero humano, quando inculca à alma do justo suas fraudes e sugestões, quer a todo o custo que sejam recebidas e guardadas em segredo” (ibid., nº 12). De tudo isto resulta um princípio. É que o verdadeiro católico pode ceder em tudo... desde que sua concessão não alimente as más paixões. Pois toda concessão que tenha este efeito agrava os problemas em lugar de os resolver. Conseqüência a tirar das sapientíssimas regras de Santo Inácio Ora, o que se diz da luta que cada um de nós trava dentro de si mesmo, deve-se dizer também das lutas que tenhamos de travar com o próximo: a caridade nos leva a ceder, sempre que a prudência o permita. Mas esta prudência estabelece muitos limites. E um deles resulta da suma combustibilidade das paixões humanas. O pai, o mestre, o patrão, o homem público devem absolutamente lutar contra as más inclinações de seus súditos. E se abandonarem esta luta, abandonam pura e simplesmente seu dever. Ora, sempre que uma concessão alimente o desregramento das paixões, sempre que um sorriso pareça um recuo diante do espírito de revolta que com isto se torna mais insolente, sempre que um gesto de fraqueza possa dar ao erro, ao vício ou ao crime a impressão de que está autorizado a expandir-se, é preciso recusar este sorriso, evitar este gesto, negar esta concessão. Mais: é preciso substituir o sorriso pelo semblante sombrio e carregado, substituir a concessão por uma ameaça, e impedir o mal com todos os recursos de que se possa dispor. Em uma palavra, é preciso lutar, e lutar até o fim. É a grande conseqüência — válida na escala individual, como na social ou na política — que podemos tirar das sapientíssimas regras sobre o discernimento dos espíritos. _____________ Nota: (*) O título original é "Lutar varonilmente e lutar até o fim" Fonte: http://revolucao-contrarevolucao.com/verartigo.asp?id=13

O mito da educação como panacéia para os problemas brasileiros
Uma das maiores mentiras que são propagadas na sociedade brasileira é o mito de que a educação resolveria os problemas sociais e econômicos dos brasileiros. Essa idéia é uma Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

441

mentira, uma fraude, uma farsa e assim como toda farsa ela mistura algumas premissas verdadeiras, para tirar uma conclusão falsa. O principal argumento de quem defende a educação como panacéia para os problemas brasileiros consiste em usar estatisticas que mostram que pessoas com escolaridade maior ganham salários maiores e pedir para as pessoas verem no cotidiano de suas vidas que algumas pessoas que elas conhecem, ganham mais porque estudaram mais. Essa farsa parece uma verdade irrefutável; no entanto esse argumento não é válido, porque a educação só melhora de fato a vida das pessoas, se o ambiente econômico no qual a pessoa vive é um lugar de crescimento econômico acelerado. Se a economia do país estiver estagnada, a educação não ajudará em nada, na verdade só vai atrapalhar e essa é a situação do Brasil hoje, porque há mais de 30 anos a economia está estagnada. Para vocês terem uma idéia, de 1930 até 1980 a economia do Brasil cresceu 7,5% ao ano. Mas de 1980 até 2010 a economia cresceu somente 1,5% ao ano. Ou seja, no Brasil atual, estagnado, a educação não adiantará nada, porque a economia não cresce e, portanto, não gera empregos altamente qualificados. Posso provar de forma irrefutável isso que afirmei, citando o exemplo do que ocorre hoje na Espanha. Naquele país, a população acreditou no mito da educação como panacéia para todos os problemas e os jovens estudaram até não poder mais. Tiraram diplomas de graudação, especialização, Mestrado, Doutorado, PósDoutorado e então, na casa dos 35 anos de idade, sem nunca terem trabalhado na vida e sem mais cursos para perseguir, os espanhóis foram enviar os curriculos deles para as empresas espanholas, para conseguir um emprego. Invariavelmente, as empresas respondiam que só estavam contratando pessoas com até o segundo grau, porque os únicos serviços disponíveis eram: frentista de posto de gasolina, açougueiro de supermercado, faxineiro, lavador de pratos de restaurante etc, etc, e essas empresas não queriam contratar um "doutor" em literatura inglesa, que não se submeteria de boa vontade ao trabalho de um faxineiro. Então, as empresas preferem contratar rapazes e moças simples, com o segundo grau completo e que não tem pretensões salariais de monarcas e nobres feudais. Então, os espanhóis, já beirando a casa dos 40 anos, sem nunca terem trabalhado, mas com diplomas de doutorado, começaram a mandar curriculos para as empresas, escondendo a sua formação superior e dizendo que eles só tem o segundo grau completo, para tentar disputar uma vaguinha de frentista de posto de gasolina, açougueiro de supermercado, faxineiro, etc, etc. Ai está o resultado de um país que acreditou no mito da educação; mas não se preocupou com o crescimento econômico. Mas e nos EUA? Lá nos EUA sempre houve um acelerado crescimento da economia e, portanto, sempre houve demanda para profissionais altamente qualificados. Mas lá nos EUA, os americanos não colocaram o carro diante dos bois, como na Espanha. Na América, primeiro eles promoveram o crescimento econômico e só depois disso, os jovens procuravam os cursos universitários e se especializavam em engenharia química, engenharia do petróleo, Física nuclear, engenharia aeronáutica, engenharia espacial etc, etc, pois quando eles saiam das Universidades, a Boeing, a Nasa, a Exxon, a General Atomics os contratavam para trabalharem na área em que se especializaram. É isso que nós no Brasil deveriamos fazer: acelerar o crescimento econômico. Com o crescimento acelerado, todos os outros problemas se resolvem por si mesmos: A saúde, a educação, a segurança publica, o déficit fiscal do governo, a divida publica se resolvem sozinhas quando há crescimento acelerado, pois os próprios jovens buscam pela educação e Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

442

até pagam por ela quando sabem e tem certeza de que ao sair da faculdade, vão trabalhar na Boeing ou na Nasa. Os governos arrecadam cada ano mais e mais dinheiro, SEM AUMENTAR OS IMPOSTOS, pois a economia cresce todo ano e pode gastar cada vez mais, sem onerar ou sobrecarregar os setores produtivos. Numa economia que cresce, toda a população ganha dinheiro e ninguém fica com inveja dos outros, pois todos sentem que estão ganhando, tanto os ricos, como a classe média e os pobres ficam felizes em um ambiente de alto crescimento. No entanto, quando há estagnação econômica, como é o caso do Brasil há mais de 30 anos consecutivos, a sociedade degenera, os jovens, sem esperança se entregam às drogas e ao crime, outros ficam cobiçando os empregos e salários de outros grupos e tentam canibalizar e roubar classes inteiras, através das famigeradas cotas raciais, politicas afirmativas, politicas de gênero e raça, tudo eufemismos que na verdade significam: Vou roubar você, porque o governo deixa e me protege. Ou seja, se alguém quiser melhorar o nivel educacional do Brasil, é simples: Basta acelerar o crescimento econômico, que a educação se resolve, a segurança publica se resolve, a saúde se resolve, a criminalidade se resolve, a segurança nacional se resolve, a ciência e tecnologia se resolvem. Tudo melhora se houver crescimento; mas se houver estagnação, todos nos transformamos em abutres, zumbis canibais devoradores de dinheiro e oportunidades de outras pessoas.

Entendendo a "lingua" das mulheres Entendendo a "lingua" das mulheres
14:17 RJ

Não é novidade para ninguém que as mulheres são complicadas por natureza e que quando falam algo, na verdade estão querendo dizer outra coisa totalmente diferente. Saber (quer dizer, traduzir) o que elas querem dizer e evitar passar por constragimentos futuros é um direito nosso. Saiba o que elas pensam sobre você (quer Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

443

dizer, seus pertences) e o que significa cada uma daquelas frases suspeitas (que elas falam "quase sem querer")... Você me ama? = vou lhe pedir algo. O quanto você me ama? = E é algo bem caro!Você me ama mesmo, não é? = Fiz algo que você não vai gostar de saber!Casamento = Garantia financeira. Marido = Homem titular Amante = Reserva que “entra no 2º tempo” pra fazer tudo o que o marido não faz.Amor impossível = Um pretendente desprovido de dinheiro Amor secreto = É aquele que ninguém sabe que existe, exceto (todas) as melhores amigas. Bonitinho o seu amigo! = Seu amigo é um tesão!Victoria (Secret) = Melhor amiga (de couro). Compras = Momento único de prazer (sem fingimento)Shopping = Lugar ideal para “investir na bolsa!” Carteira = Principal órgão masculino. Dinheiro = Ponto principal do principal órgão masculino, mede 14 cm (Nacional) e 15,5 cm(Gringo Americano). Eu confio em você = Vê se está escrito “otária” aqui na minha testa? Fracasso = Perder um homem para uma mulher mais magra.Gravidez = Investimento a longo prazo.Vou dormir = Não estou afim de “nada” por hoje!“Ficante” = Otário que vai pagar a conta hoje.Terapia de grupo = Shopping com as amigas. Sim = Não.Não = Sim.Não sei = Sim.Talvez = Não.Faz o que você achar melhor = faça exatamente o que eu digo ou você vai dormir no sofá! Não tem a menor importância! = nunca esquecerei isso.Eu não me importo em dividir a conta = Pobre, é a ultima vez que saio com você. Não vamos estragar nossa amizade = eu não iria para a cama com você nem morta!Não sei o que eu faria sem você = eu mesma teria de matar baratas, carregar as sacolas e retirar o lixo.Isso acontece, você está cansado = Que decepção, você é pior que o anterior. Não estou chateada = Lógico que eu estou chateada!Estarei pronta em um minuto = Tire os sapatos, escolha um canal de TV e relaxe.Estou gorda? = Se você responder que “sim”, eu te mato!Se quiser, pode ir! = Não quero que você vá!Sinto muito = Vai ser como eu quero e pronto!É claro que eu te perdôo querido! = espera o chifre que virá, otário! Não preciso de homem nenhum! = Meu Deus, perdoe mais essa mentirinha! Fonte: http://cincode5.blogspot.com.br/2008/11/tradutor-de-termos-femininos.html

"Vamos dar um tempo" - Dicionário Feminino

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

444

Mulher mata a filha de um ano a pedradas: "Ela atrapalhava a minha vida"
Ela atrapalhava minha vida, diz adolescente suspeita de matar a filha a pedradas em Alagoas 17 julho 2013 | por Nação Nordestina em Alagoas às 14:30

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

445

Uma adolescente de 17 anos confessou ter matado a filha de apenas um ano e meio a pedradas na cidade de Rio Largo, região metropolitana de Maceió, em Alagoas. O delegado Antônio Edson afirmou que ela disse que a criança ‘atrapalhava a vida’, já que o pai não assumiu e a família não a aceitava. O corpo de Karine Daniele Gouveia foi achado na noite de domingo (14) em uma ponte da cidade. Inicialmente, a mãe disse que suspeitos em um carro levaram a menina. Depois, um homem a pé. O delegado disse que além das controvérsias nos depoimentos, a roupa da adolescente estava suja de sangue. Questionada, ela acabou confessando o crime e disse que acertou três pedradas na criança e depois colocou o corpo na ponte. A pedra tinha cerca de quatro quilos. O delegado concedeu entrevista coletiva na tarde de terça-feira (16). A mãe apresentou frieza, segundo ele, e argumentou que toda a vida mudou depois da gestação e que ela e a filha estavam sofrendo muito. Por ser menor de idade, ela responderá apenas com medida socioeducativa e ficará detida na aos cuidados da Promotoria da Infância e da Juventude de Rio Largo. Dica: Rodolfo Lira / Fonte: R7 Fonte: http://www.tribunadoceara.com.br/nacaonordestina/alagoas/ela-atrapalhava-minhavida-diz-adolescente-suspeita-de-matar-a-filha-a-pedradas-em-alagoas/

Qual é o verdadeiro objetivo da Marcha das Vadias?

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

446

Não se preocupe moça. Ninguém quer carro estragado e nem mulheres estragadas como você.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

447

Espere só até o Islamismo tomar o poder aqui e veremos se você vai continuar repetindo isso.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

448

Você já ouviu falar de uma invenção chamada espelho? Use-a para ver quem é o imoral aqui.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

449

Eu sei que você é feminista por causa disso.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

450

Quem está por detrás do feminismo? Ou na frente dele?

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

451

O que alguns homens fazem só para ver uma mulher pelada?

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

452

Maria gasolina: Basta ver qualquer boyzinho com uma bicicleta motorizada que ela fica pelada na hora.

Uma feminista espiritualizada, porque ela sabe que o que importa é a beleza interior!!!

Estes dias atrás as feministas foram às ruas em protesto contra uma declaração de um policial canadense, que disse que se as mulheres não quisessem mais ser estupradas, elas deveriam parar de se vestir como vadias. O movimento feminista mundial ficou indignado com a declaração, pois, segundo as feministas o problema são os estupradores e não as mulheres Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

453

vulgares que andam quase peladas no meio da rua. Então, para afrontar diretamente essa declaração e mostrar ao mundo que o feminismo não tolerará a menor crítica ao seu sagrado movimento, as feministas organizaram em vários países as chamadas "Marcha das Vadias", onde milhares de mulheres peladas saem às ruas, empunhando cartolinas com frases de ódio contra os homens, ou frases ameaçando os estupradores, tentando convencer os estupradores a não estuprá-las. É de se perguntar se adianta alguma coisa pedir para um javali que ele amanse e fique bonzinho, ou de pedir a um assassino que ele pare de matar, e pedir a um ladrão que pare de roubar, já que as feministas acham que dá resultado pedir para um estuprador parar de estuprar, nós poderiamos usar esse método feminista para acabar com todos os outros crimes, não é? Se adianta alguma coisa fazer uma Marcha das Vadias e exigir que os estupradores parem de estuprar, então nós deveriamos fazer uma Marcha pela vida e convencer todas as pessoas a não mais cometerem homicidios. Uma Marcha pela honestidade, para convencer todos os ladrões a pararem de roubar. Não é ridicula essa Marcha das Vadias? De que adianta para as mulheres andarem peladas no meio da rua pedindo para os homens: "pararem de estuprá-las"? Os homens de bem, que são mais de 99% dos homens JAMAIS ESTUPRARIAM MULHER ALGUMA. Mas essa Marcha das Vadias só pode estar direcionada para afrontar os homens de bem, porque criminoso nenhum

O que a sociedade poderia fazer sobre a questão do estupro, a sociedade já faz: Pune esse crime com penas rigorosas. Acabou, não há mais nada que a sociedade pode fazer contra o estupro, além de punir o criminoso. Se você acha que a pena para o estuprador é
se deteria diante de uma feminista histérica e escandalosa. muito branda, então faça protestos para exigir a pena de morte para o estuprador; mas ficar dizendo em passeatas que os homens de bem são estupradores é uma sandice inominável. É a maior prova do mau-caratismo e depravação moral do movimento feminista.

É o feminismo o principal promotor dos estupros contra as mulheres, pois o estupro aumenta o poder do movimento feminista de duas formas: Primeiro, dando às feministas privilégios
legais que elas usam para acusar algum desafeto de tê-las estuprado e assim tirando homens não submissos do caminho delas. Segundo, divulgando ao máximo essa propaganda da mulher coitadinha vítima de estupro é um meio importante de conseguir milhões de mulheres medrosas para apoiar o feminismo. São mulheres que não estudam o feminismo em profundidade e acabam caindo na teia da militância feminista, apoiando as causas feministas só porque na imaginação dela, o feminismo vai protegê-la de algum homem-lobo-mau estuprador. Contudo, as líderes feministas pulam de felicidade quando vêem a noticia de que uma mulher foi estuprada, porque elas poderão usar essa notícia como propaganda para a sua ideologia. As feministas até inventam que são estupradas para atrair a atenção e prender homens desafetos, conforme uma pesquisa feita no fórum de Jusitça de São Paulo, mais de Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

454

80% das denúncias de estupro são comprovadamente falsas. Milhares de homens hoje em dia mofam em prisões, sofrendo abusos físicos de outros presos e guardas, porque foram acusados por alguma mulher de tê-la estuprado, APESAR DE NA VERDADE ELES NUNCA TEREM ESTUPRADO ELAS. Quando nós vemos as estatisticas do enorme número de homens falsamente acusados de estupro, nós começamos a montar o quebra-cabeça para entender o verdadeiro objetivo do movimento feminista e particularmente da Marcha das Vadias: Elas querem chamar a atenção das mulheres para esse poderoso método de eliminação de homens indesejáveis: Basta uma mulher ir numa delegacia, fazer um B.O dizendo que foi estuprada por algum homem, e pronto!! Voilá!! Você conseguiu destruir a vida de um homem desafeto usando menos de 15 minutos do seu dia, ou seja, ainda dá tempo até de ir no cabeleireiro!!. E vê-se no horizonte o próximo objetivo do feminismo: Legalização do aborto e do infanticidio. Nos países europeus, onde as feministas já legalizaram o aborto, agora elas estão tentando legalizar o infanticidio, ou seja, elas reivindicam o direito que a mãe têm de matar o bebê recém nascido DEPOIS QUE ELE NASCEU COM VIDA. Afinal, se o governo já permite abortarem fetos de 8 meses e meio, porque haveriam de proibir de matar um bebê de 9 meses e alguns dias, já que praticamente eles são a mesma coisa? Não nos espantemos também quando o movimento feminista começar a defender abertamente o assassinato de homens. Aliás, o movimento feminista já fez isso, através do livro da feminista Valeri Solanas, chamado "Manifesto Scum", onde ela prega o extermínio de TODOS OS HOMENS DA FACE DA TERRA. O pior de tudo isto é ver como os homens se deixam lavar o cérebro pelos meios de comunicação e caem na armadilha, seguindo o jogo do feminismo.

Copyright © Todos os direitos reservados para Chrístoffer Yuri Barbosa Greffe Rodrigues A Reprodução desta obra é livre e gratuita, desde que ela não seja modificada e o autor seja citado. Visitem os nossos sites: feminismodiabolico.blogspot.com.br www.antifeminismo.com.br

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->