A doutrina económica mercantilista Concorrência comercial entre os países europeus mais desenvolvidos

Proteccionismo e dirigismo estatal da economia Forte controlo da política aduaneira

Fomento das exportações

Restrição das importações

MERCANTILISMO

Incremento do trabalho manufactureiro

Incremento comercial e da exploração colonial

Crença no valor fundamental dos metais preciosos

Diminuição das importações e aumento das exportações

Acumulação de metais preciosos nos cofres do Estado

Obtenção de uma balança comercial favorável

Fortalecimento do aparelho do Estado

Dos finais do reinado de D. João V Enfraquecimento do poder absoluto O governo pombalino Criação do Erário Régio Criação de Companhias Comerciais Incentivo à criação de manufacturas Ataque aos privilégios do clero e da nobreza Reforço do aparelho do Estado Fomento comercial Fomento industrial Submissão das ordens privilegiadas e ascensão da burguesia Reforço da política absolutista “Despotismo Esclarecido” . João V ao governo pombalino Crise económica (quebra das receitas do Estado com a diminuição do ouro do Brasil) Crise dos finais do reinado de D.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful