Maurício Roberto Barone, 41 anos

GCM desde 1993 ‡ Chefe de Operações e Técnicas de Defesa Civil ‡ Gestor de Segurança Patrimonial e Pessoal ± Anhanguera Educacional Campinas ‡ MBA em Gestão de Segurança Pública ± Anhanguera
Educacional Campinas

‡ Especialista em Segurança Pública, Sociedade e Estado ± PUC Campinas ‡ Especialista em Segurança Pública e Direitos Humanos com Ênfase em Polícia Comunitária ± Unisul / SC

Uso Progressivo da Força
Força é toda intervenção compulsória sobre o indivíduo, ou grupos de indivíduos, reduzindo ou eliminando sua capacidade de autodecisão. Nível do Uso da Força é entendido desde a simples presença policial em uma intervenção até a utilização de arma de fogo, em seu uso extremo e letal. Ética é o conjunto de princípio morais ou valores que governam a conduta de um indivíduo ou membros de uma mesma comunidade.

Violência e Força. . não são sinônimos.Uso Progressivo da Força Uso Progressivo da Força consiste na seleção adequada de opções de força pelo policial em resposta ao nível de submissão do indivíduo suspeito ou infrator a ser controlado. Não se deve confundir o uso legítimo da violência com o Uso Legítimo da Força.

A mesma sociedade da qual ele faz parte e de onde ele foi escolhido para se juntar à força policial. É importante que você conheça dois instrumentos internacionais importantes sobre o uso da força e arma de fogo: CCEAL e PBUFAF .Uso Progressivo da Força O policial tem o dever de aplicar a Lei e de reprimir com energia a sua transgressão em defesa da sociedade.

Não tem força de um Tratado e possui 8 artigos básicos em sua constituição. é um instrumento internacional. com o objetivo de orientar os Estados membros quanto à conduta dos policiais.Uso Progressivo da Força O Código de Conduta para Encarregados da Aplicação da Lei ± CCEAL ± 34/1979 ONU. .

4. 5. 3. Limitar o emprego da Força.Reiterar a proibição da tortura ou outro tratamento ou pena cruel. 2. mantendo e defendendo os direitos humanos. desumano ou degradante. . Demonstrar respeito e proteção á dignidade humana. Cumprir sempre o dever que a Lei lhe impõe.Uso Progressivo da Força CCEAL 1. Tratar com informações confidenciais.

Cuidar e proteger a saúde das pessoas privadas de sua liberdade.Uso Progressivo da Força CCEAL 6. Proibir o cometimento de quaisquer atos de corrupção. 7. .

8. . Respeito às Leis e ao CCEAL comprometendose a prevenir e se opor a quaisquer violações destes instrumentos. Cuidar e proteger a saúde das pessoas privadas de sua liberdade. 7. Proibir o cometimento de quaisquer atos de corrupção.Uso Progressivo da Força CCEAL 6.

Cuba.  Estabelecem que os princípios contidos no documento devem ser respeitados pelos governos no contexto da legislação e prática local. (Havana . .ONU)  Normas orientadoras aos Estados membros no sentido de assegurar e promover o papel adequado dos policiais.Uso Progressivo da Força PBUFAF 1. Princípios Básicos sobre o Uso da Força Armas de Fogo. 1990 .

Uso Progressivo da Força PBUFAF  Os governos deverão equipar os policiais com vários tipos de armas e munições. permitindo um uso diferenciado de força e armas de fogo.  Uso de arma de fogo com intuito legítimo sendo considerado medida extrema. .  Desenvolvimento de armas menos que letais para restringir meios capazes de causar morte ou ferimentos.

ameaça iminente de morte ou ferimento grave.  Para efetuar o uso de arma de fogo o policial deverá se identificar. . ou impedir fuga de alguém que represente risco contra a vida. exceto. em casos de legítima defesa de outrem. avisar previamente. e demonstrar claramente a intenção de usar.Uso Progressivo da Força PBUFAF  Os policiai não usarão arma de fogo. perpetração de crime grave contra a vida. prisão legal de quem resista à autoridade.

Uso Progressivo da Força PBUFAF  O uso indevido.  A responsabilidade é do Governo. conforme legislação vigente. . deve ser punido pelo governo como delito criminal . e do próprio policial. Superiores. arbitrário ou abusivo da Força e da arma de fogo.

Princípios Básicos sobre o Uso da Força e Armas de Fogo Congresso ONU sobre ³Prevenção do Crime e o Tratamento dos Infratores´. 293. PBUFAF. 1990. artigo 23 e seus incisos. Código de Processo Penal Militar. Código Penal Militar. artigos 284. . artigo 42 e seus incisos. Havana. 232. artigos 231. Código de Processo Penal. Leis Nacionais Código Penal Brasileiro.Uso Progressivo da Força Leis e Normas Internacional e Nacional Códigos e Princípios Código de Conduta para Encarregados da Aplicação da Lei Resolução 34/169 ONU 17/12/1979. 234. CCEAL. Cuba.

A ética dita os parâmetros morais para a utilização da força.Uso Progressivo da Força Uso Indevido da Força: O não atendimento aos princípios abaixo caracteriza o uso indevido da força. LEGALIDADE ± NECESSIDADE ± PROPORCIONALIDADE ± ÉTICA O princípio da legalidade é a observação das normas legais vigentes no Estado. O princípio da necessidade verifica se o uso da força foi feito de forma imperiosa: o princípio da proporcionalidade é a utilização da força na medida exigida para o cumprimento de seu dever. .

. Phoenix ± Departamento de Polícia de Phoenix ± EUA. Gillespie ± A Line Officer¶s Guide. ou até mesmo em atitude suspeita quando questionada. 1999.Uso Progressivo da Força MODELOS Os modelos de uso progressivo da força surgiram para orientar o policial sobre a ação a ser tomada a partir das reações da pessoa flagrada cometendo um delito. Remsberg ± livro The Tactical Edge Surviving High Risk Patrol. Os mais conhecidos são: Flect ± Federal Law Enforcement Training Center ± EUA. Nashville ± Polícia Metropolitana de Nashville ± EUA. Canadense ± Polícia Canadense ± Canadá. livro de 1998.

Pode ser facilmente adaptado pela polícia brasileira. . O modelo Canadense é o mais indicado por apresentar facilidade de aprendizagem e riqueza de conteúdo de forma gráfica. de fácil entendimento e memorização por parte do policial.Uso Progressivo da Força MODELOS MODELO CANADENSE: É um modelo muito prático.

Uso Progressivo da Força MODELO CANADENSE: Veja o infográfico: .

Uso Progressivo da Força PROPOSTA DE MODELO BÁSICO DE UPF .

Uso Progressivo da Força PRINCÍPIOS BÁSICOS SOBRE O USO DA FORÇA O emprego da força é legal? A aplicação da força é necessária? O nível de força a ser utilizado é proporcional ao nível de resistência oferecido? O uso da força é conveniente? NECESSIDADE LEGALIDADE PROPORCIONALIDADE CONVENIÊNCIA .

 Ativa. . A POLÍCIA ESTÁ EM SEGUNDO PLANO EM RELAÇÃO À SEGURANÇA DO PÚBLICO VISTO QUE É PAGA E TREINADA PARA ENFRENTAR O PERIGO.Uso Progressivo da Força USO LEGAL DA FORÇA AÇÕES INDISPENSÁVEIS A ênfase do confronto situa-se nas ³ações´ do indivíduo suspeito ou infrator. dentro dos limites da segurança e eficácia. baseada em sua experiência.  Reativa para prevenir ações agressivas por parte do transgressor. A resposta policial será:  Preventiva.

‡ NÍVEL 3 ± CONTROLES DE CONTATO OU MÃOS LIVRES. ‡ NÍVEL 5 ± TÁTICAS DEFENSIVAS NÃO LETAIS. DENTRO DE CIRCUNSTÂNCIAS QUE SÃO TENSAS.Uso Progressivo da Força NÍVEIS DE FORÇA PROGRESSIVA ‡ NÍVEL 1 ± PRESENÇA FÍSICA. ‡ NÍVEL 4 . . ‡ NÍVEL 2 ± VERBALIZAÇÃO. INCERTAS E RAPIDAMENTE ENVOLVENTES.TÉCNICAS DE SUBMISSÃO (Controle Físico). O POLICIAL DECIDE A RESPEITO DA UTILIZAÇÃO DE FORÇA EM RELAÇÃO À PERSPECTIVA DE SUA PERCEPÇÃO DO INDIVÍDUO SUSPEITO.

‡ Como último recurso.Uso Progressivo da Força NÍVEIS DE FORÇA PROGRESSIVA NÍVEL 6 ± FORÇA LETAL ‡ Ao enfrentar uma situação agressiva que alcança o último grau de perigo. e após o uso até mesmo de armas não letais ou de projeção de fuga controlada. quando todos os outros recursos já tiverem sido esgotados. ‡ É o mais extremo uso da força pela polícia. só é utilizado em último caso. o policial deverá fazer uso de um disparo letal. e. TIRO INTIMIDATIVO OU DE ADVERTÊNCIA: NÃO SE FAZ! . o policial deve utilizar táticas absolutas e imediatas para deter a ameaça mortal e assegurar a submissão e controle definitivos.

quando um suspeito toma vantagem de sua habilidade e oportunidade para colocar um policial ou outra pessoa inocente em um iminente perigo físico.Uso Progressivo da Força USO DA FORÇA LETAL ‡O uso da força letal constitui-se em medida extrema e somente justificado para a legítima defesa da vida! ‡ Triângulo da Força Letal: ‡ Habilidade. ‡ Risco. potencial do suspeito usar sua habilidade para matar ou ferir gravemente. capacidade física do suspeito de causar dano em um policial ou em outra pessoa inocente. . ‡ Oportunidade.

Não oferece resistência aos procedimentos policiais. Cooperativo: Suspeito positivo e submisso às determinações policiais.   . Resistente Passivo: Pode oferecer um nível preliminar de insubmissão.Uso Progressivo da Força NÍVEIS DE SUBMISSÃO DOS SUSPEITOS  Normalidade: Situação rotineira de patrulhamento em que não há necessidade de intervenção da força policial. não oferecendo resistência física aos policiais.

.  Agressão Não Letal: A tentativa de submissão à lei chocou-se com a resistência ativa e hostil culminando com ataque físico por parte do suspeito.  Agressão Letal: Ameaça séria à vida do policial ou do público.Uso Progressivo da Força NÍVEIS DE SUBMISSÃO DOS SUSPEITOS  Resistente Ativo: A resistência aumentou e apresenta desafio físico aos policiais.

Uso Progressivo da Força MENSAGEM FINAL  O bom trabalho de um só. nunca será melhor que o trabalho de todos nós juntos! .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful