Você está na página 1de 5

O Místico Poder destruidor da Oração Contrária

Olá meus amigos Telespectadores que me assiste nesta tarde.

Hoje eu quero falar de um assunto que tem despertado muita atenção e dispensado muitos cuidados
entre o povo de Deus, que é A ORAÇÃO CONTRARIA.

Esta Semana eu recebi um e-mail de uma irmã que se dizia desesperada. Sua vida parecia estar toda
embaraçada, nada lhe fluía bem, e o motivo que ela alegou era: estava sendo vítima de oração
contrária.

Essa irmã, meus queridos, não é a primeira que se sente vitimada dessa forma. Aliás, a chamada oração
contrária nunca assombrou tanto os crentes como nos dias atuais.

Muitos alegam terem suas vidas emperradas, casamentos destruídos, empresas falidas, ministérios
fracassados por serem alvo de orações contrárias.

Pensando nisto, fui inspirado pelo Espírito Santo a trazer um esclarecimento relevante sobre este tema
em questão.

Acompanhe essa ministração comigo e tenho a certeza, que ela será muito edificante para sua vida.

Bem, mas O que de fato é a oração contrária?


O que em nosso meio evangélico chamamos de oração contrária, ou fogo amigo assim dizendo?

Oração contraria ou fogo amigo, é o fato de alguém se opor espiritualmente a outra pessoa, ou a seus
interesses e manifestar essa oposição através de orações a Deus.

Essa oposição pode acontecer por uma simples divergência de interesses, o que às vezes não passa de
um mal entendido ou até mesmo falta de comunicação.

Há casos em que exista uma oposição Consciente e Maldosa ao que pode configurar-se como um tipo de
feitiçaria.
Lá em 1Samuel 15:23 nós lemos o seguinte: “Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como
iniqüidade e idolatria.”

A Palavra de Deus, diz claramente que a Rebelião, ou a oposição a outra pessoa é como se fosse um
pecado de feitiçaria. Neste mesmo versículo, a palavra diz que o porfiar, é como iniqüidade e idolatria.

NO dicionário Aurélio a palavra PORFIA significa: Disputa, labuta, luta, competição, Desafio.
A palavra de Deus diz que estas disputas, labuta ou competição, no corpo de Cristo são como que
iniqüidade e idolatria.
Mas, o que faz a oração contrária ser tão temida pelo povo de Deus ?

Primeiro: O opositor é um crente e não um ímpio. E um crente, meus amigos, supostamente teria
sabedoria, dons, unção e poder revestimento do alto. E poderia usar ainda a poderosa arma do jejum.

Em Segundo lugar: O opositor não estaria invocando contra a vítima o poder limitado dos demônios,
como fazem os feiticeiros comuns, mas estaria invocando o imensurável poder de Deus.

Eu quero dizer a você que meu ouve nesta tarde, que não devemos temer e nem ficarmos surpresos
pelo fato de haver pessoas orando contrariamente sobre nossas vidas.

► Vale lembrar que a bíblia é bem clara quando diz que existe joio no meio do trigo. De uma lida lá no
Evangelho de Mateus no capitulo13, e nos versos de14 a 30).

Em Mateus 7:15 a Palavra diz que há “lobos no meio das ovelhas” (Mt 7.15).
Fique atento. Muitos parecem crentes, mas não são!

Vamos ver aqui, duas situações em que é possível ver orações contrarárias:

1º Caso: Dois, ou mais, crentes oram por uma mesma questão só que em sentidos contrários.
Ex: Existe em uma empresa uma única vaga de emprego, e dois crentes oram para tê-la. Numa festa
especial na igreja, só um cantor poderá cantar, e varios cantores oram para que seja ele o escolhido. Ou
tradicional caso do pretendente a namorado(a): Fulano e Beltrano estão interessados em Ciclana, e
ambos oram para que Deus lhe conceda a jovem como varoa.

→ Neste tipo de situação, pode até não existir a maldade envolvida, mas uma simples oposição de
interesses que poderia ser resolvida com uma boa comunicação, apesar de que temos que considerar
que muitas vezes a comunicação não é possível.

Então é preciso lembrar que Deus é soberano, e que seus planos não são os nossos planos e que seus
pensamentos não são os nossos pensamentos.

Tanto os planos como os pensamentos do Senhor são maiores e melhores do que aqueles que se
produzem na mente humana.

Diz lá em Isaias 55:8 e 9 o seguinte:


“Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os
meus caminhos, diz o Senhor. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra,
assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos
mais altos do que os vossos pensamentos”. Isa 55.8,9.
Então, Deus, não vai decidir em favor de alguém em “detrimento” de outro, simplesmente por esse
alguém ter feito uma oração mais fervorosa ou como se diz entre nós, ter pago um maior “preço de
oração”.

Os critérios de Deus são perfeitos, e ele faz o melhor para cada um de seus servos.

O que Deus reserva para você, é para você e mais ninguém ! - Ninguém poderá te impedir de
conquistar,a não ser você mesmo.

Se nós amamos a Deus, tudo o que acontece é para nosso bem (Rm 8.28)

O mal que vem sobre nós, diz em Lamentações 3:39, ele vem como conseqüência dos nossos próprios
pecados (Lm 3.39).

Portanto, meu querido e minha querida, que me ouve: Não é necessário se preocupar, com uma possível
disputa espiritual, porque, Deus fará o melhor, e dará a cada um o que lhe é de direito.
(Ap 22.12) diz: "Eis que venho em breve! A minha recompensa está comigo, e eu retribuirei a cada um de
acordo com o que fez.”

Um justo juiz não dará ganho de causa a um dos litigantes só por esse lhe rogar mais e com mais
intensidade do que o outro, mas fará a plena justiça.

Ou seja, em casos de divergência de interesses, Por mais que oremos, Deus fará com justiça a sua
vontade.

Portanto fique tranqüilo ! - Ainda que um outro crente esteja orando em sentindo contrario ao seu,
mesmo que este irmão não tenha consciência da oposição que está fazendo a sua vontade, Deus tem
seus planos e propósitos e nenhuma oração poderá impedir que Deus faça o que Ele quer fazer em tua
vida! - Pois Deus, não é uma maquina que faz automaticamente o que lhe ordenam, mas é um Ser
Supremo com planos e vontade própria!

É muito importante entender...Que no caso dos pretendentes a namoro, há um outro fator essencial
envolvido: que é a vontade e os sentimentos do pretendido(a).

O 2º Caso de Oração Contrária é quando: Alguém se opõe ao propósito do outro em oração,


geralmente movido por inveja, ciúme, vaidade e egoísmo.

Por Ex: A sua empresa está prosperando, fato este, que desperta a inveja em outra pessoa, que passa
então, a orar a Deus pedindo que ponha Você e sua empresa “na prova”, ou seja, que essa prosperidade
seja abalada. Pois esta pessoa julga que voce não é merecedor.
→ Neste tipo de situação, quem faz a oração contraria, geralmente, tenta se justificar-se diante de Deus
alegando motivos diversos para se opor ao irmão em Cristo, tais como: “ele não merece”, “ela não é
santa”, “esse é o meu lugar”. Porém o que de fato move essas pessoas sãos sentimentos de inveja,
ciúmes e vaidade.

E ai que está a chave pra solucionar essa questão e acabar de vez com o medo da oração contraria:

Será que Deus se deixará persuadir por sentimentos maléficos, que se originam numa alma enferma?

Ora, Com absoluta certeza não.


Pelo contrario, o que move o coração de Deus é o amor e a misericórdia, tanto que Ele nos pede que
oremos com amor até por quem nos persegue.

Deus não compactua com a malicia humana. Por mais que esta esteja disfarçada.

A vontade do senhor é que sejamos solidários com as causas uns dos outros. Se alguém está feliz, Deus
pede que nos alegremos junto com ele. Se alguém está triste, a vontade então de Deus, é que
consideremos está tristeza como se também fosse nossa (Rm 12.15)“Alegrem-se com os que se alegram;
chorem com os que choram.”

Ou seja, em outras palavras Deus está dizendo: “Vocês estão num mesmo time a vitória de um é a
vitória de todos, e quando um perde todos perdem”.

A pessoa que faz orações contraria, é alguém que entrega a sua alma ao egoísmo, não quer ver a
felicidade do seu próximo, e contraria totalmente a vontade de Deus.

Portanto, em hipótese alguma Deus irá agir de acordo com esse tipo de oração.

Pelo contrario, quando Deus está te abençoando, aqueles que te amaldiçoam correm sérios risco de
serem amaldiçoados (Gen 12.3). a pormessa que Deus faz a Abraão e a sua Descendência:
“Abençoarei os que o abençoarem, e amaldiçoarei os que o amaldiçoarem; e por meio de você todos os povos
da terra serão abençoados".

É como o ditado popular: “O feitiço vira contra o feiticeiro”.

→ Portanto, meus irmão e amados em Cristo Jesus, não temais uma retaliação de Deus contra a tua
vida motivada por uma oração contraria de outras pessoas.

Sentimentos malignos nunca movem o coração de Deus.


Agora eu quero falar DO REAL PERIGO DAS ORAÇÕES CONTRARIAS
(Isso sim você deve considerar !)

O real perigo deste tipo de oração maldosa é que ela não move o coração de Deus que é bom, mas pode
mover forças que se alimentam dos sentimentos malignos, a saber, os demônios.

É fácil observar que nos rituais de feitiçaria os feiticeiros oferecem serviços para matar, separar,
adoecer, e todos os que buscam este tipo de assistência, são movidos por inveja, ciúme, vaidade e
egoísmo e os demônios agem através destes sentimentos. E como estes sentimentos estão presentes
na oração contraria, de fato ela pode virar uma feitiçaria e demônios passarem a conviver com aquele
que ora e a alimentar seus sentimentos malignos cegando-lhe cada vez mais o seu entendimento.

Oração contraria move demônios e não Deus.

Portanto a sua defesa deve ser contra as forças malignas, pois contra elas é a nossa batalha (Ef 6.12).

Ore sempre pedindo a Deus que anule a ação de qualquer força das trevas que se levante contra a tua
vida. E com certeza a vitória será sua, pois muito maior que os demônios é o Espírito de Deus que está
em você.

Vamos Ler (1 João 4:4),


“Filhinhos, vocês são de Deus e os venceram, porque aquele que está em vocês é maior do que aquele que
está no mundo.”

Em Salmos 125:2 diz: “Como os montes cercam Jerusalém, assim o Senhor protege o seu povo, desde
agora e para sempre.”

Interesses relacionados