P. 1
04. Exercicio Para Somar Com a Prova

04. Exercicio Para Somar Com a Prova

|Views: 206|Likes:
Publicado pornetoaudax

More info:

Published by: netoaudax on May 01, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/22/2011

pdf

text

original

TRABALHO EM SALA DE AULA (Equipe) ECONOMIA E MERCADO (4ptos) Dia de entrega: 31-04-2011

1. A “Curva de Possibilidade de Produção” é utilizada nos manuais de economia para ilustrar um dos problemas

2. 3. 4. 5. 6. 7. 8.

fundamentais do sistema econômico: por um lado os recursos são limitados (escassez) e não podem satisfazer a todas as necessidades ou desejos; por outro, é realizar escolhas. Essa curva quando construída para dois bens, mostra: a. Os desejos dos indivíduos perante a produção total desses dois bens. b. A quantidade total produzida desses dois bens em função do emprego total da mão-de-obra. c. A quantidade disponível desses dois bens em função das necessidades dos indivíduos dessa sociedade. d. Quando se pode produzir dos dois bens com as quantidades de trabalho, capital e terra existentes e com determinada tecnologia. e. A impossibilidade de atender às necessidades dessa sociedade, visto que os recursos são escassos. Qual a origem dos problemas econômicos fundamentais? Mostre graficamente e interprete economicamente a curva de possibilidade de produção. Conceitue a função demanda. Que diferenças há entre demanda e quantidade demandada? E quais as variáveis que afetam a demanda? O que são bens substitutos e bens complementares? Quais as situações que podemos estabelecer entre demanda de um bem e a renda do consumidor? Conceitue a função oferta. De que variáveis depende a oferta de uma mercadoria? Quais os princípios básicos do sistema Capitalista e Socialista

: CE1112565) FAECE/FAFOR GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS TURMA DA SALA 02 NOITE Defina: 1.Elástica: Quando a quantidade demandada é muito sensível a variação de preço. Elasticidade. e não quantitativa. . É a variação percentual da quantidade demandada do bem X. como as variações envolvidas são relativas.Preço da demanda. É a variação percentual da quantidade demandada. dada uma variação percentual na renda do consumidor.Inelástica: Quando a quantidade demandada é pouco sensível a variação de preço. sendo freqüentemente usadas para medir o modo pelo qual a demanda ou a oferta respondem às variações no preço ou na renda. É a variação percentual na quantidade. Elasticidade. 3. Resumindo: É um sinônimo de sensibilidade. Também existem 3 tipos: . Conclui-se que. .Unitária: Quando a variação percentual na quantidade ofertada for igual e na mesma direção que a variação percentual no preço.Elástica: Quando a variação percentual na quantidade ofertada for maior e na mesma direção que a variação percentual no preço. .Para a próxima aula Entregar no dia 07-04-2011 Individual ALUNO: MOZART RODRIGUES E SILVA NETO (Mat. traduz uma grandeza escalar pura. reação de uma variável face a mudanças em outras variáveis. Elasticidade Preço da Oferta. . resposta. dada uma variação no preço. Elasticidade preço cruzada da demanda. 4. dada uma variação percentual no preço do bem Y. Existem 3 tipos: . Essa variação demonstra a maneira como “y” responde à variações de “x”.Unitária: Quando a quantidade demandada na mesma proporção que a variação no preço. dada uma variação percentual no preço do bem. . Mede a variação percentual da quantidade ofertada. 5.Inelástica: Quando a variação percentual na quantidade ofertada for menor e na mesma direção que a variação percentual no preço. Elasticidade pode ser definida como a razão entre a variação relativa da variável dependente “y” e a variação relativa da variável independente “x”. a elasticidade de uma função é uma grandeza adimensional. Elasticidade renda da demanda. ou seja. 2.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->