Você está na página 1de 2

1a Lista de Exercı́cios - Cálculo 3

Nome:

1. Classifique as equações abaixo e encontre a solução geral de cada uma.

(a) y 0 + 3y = t + e−2t
(b) y 0 − 2y = t2 e2t
cos2 (x)
(c) y 0 = cos2 (2y)
3x2 −1
(d) y 0 = 3+2y

(e) (2x + 3) + (2y − 2)y 0 = 0


(f) y 0 + y = te−t + 1
(g) y 0 + (1/t)y = 3cos(2t)
x2
(h) y 0 = y(1+x3 )

(i) y 0 − 2y = 3et
(j) y 0 + y = 5sen(2t)
(k) 2y 0 + y = 3t2
x2
(l) y 0 = y

(m) (3x2 − 2xy + 2)dx + (6y 2 − x2 + 3)dy = 0


(n) y 0 + y 2 sen(x) = 0

2. Uma determinada grandeza fı́sica p evolui no tempo com o modelo matemático


dp
= −kp + 2k
dt
Os seguintes dados são conhecidos:
Quando t = 0, tem-se que p = 22
Quando t = 1, tem- se que p = 7

(a) Determine o parâmentro k do modelo.


(b) Exiba a solução p(t), compatı́vel com os dados acima.

3. Determine o valor da constante a para que a EDO abaixo seja exata. Para o
valor achado, determine uma famı́lia de soluções.

ye2xy + x + axe2xy y 0 = 0

4. Nos problemas abaixo, encontre a solução do problema de valor inicial dado.

(a) y 0 − y = 2te2t y(0) = 1

1
(b) ty 0 + 2y = sen(t) y( π2 ) = 1
(c) ty 0 + (t + 1)y = t y(ln 2) = 1
−1
(d) y 0 = (1 − 2x)y 2 y(0) = 6
(e) (2x − y)dx + (2y − x)dy = 0 y(1) = 3
(f) (9x2 + y − 1)dx − (4y − x)dy = 0 y(1) = 0
(1−2x)
(g) y 0 = y
y(1) = −2
(h) y 00 + 4y 0 + 3y = 0 y(0) = 2 e y 0 (0) = −1
(i) y 00 + 5y 0 + 3y = 0 y(0) = 1 e y 0 (0) = 0
(j) 2y 00 + y 0 − 4y = 0 y(0) = 0 e y 0 (0) = 1
(k) y 00 + y 0 − 2y = 0 y(0) = 1 e y 0 (0) = 1
(l) y 00 + 2y 0 + 2y = 0 y( π4 ) = 2 e y 0 ( π4 ) = −2
(m) y 00 + 4y = 0 y(0) = 0 e y 0 (0) = 1
(n) y 00 + y = 0 y( π3 ) = 2 e y 0 ( π3 ) = −4
(o) y 00 + y 0 = 1 + sen(2t) y(0) = 0 e y 0 (0) = 0
(p) y 00 + y 0 − 2y = 2t y(0) = 0 e y 0 (0) = 1
(q) y 00 + 4y = 3sen(2t) y(0) = 2 e y 0 (0) = −1

5. Determine o maior intervalo no qual o P.V.I dado certamente tem uma solução
duas vezes diferenciável (Não tente encontrar a solução).

(a) ty 00 + 3y 0 = t y(1) = 1 e y 0 (1) = 2


(b) t(t − 4)y 00 + 3ty 0 + 4y = 2 y(3) = 0 e y 0 (3) = −1
(c) (t − 1)y 00 − 3ty 0 + 4y = sen(t) y(−2) = 2 e y 0 (−2) = 1

6. A EDO linear
t2 y 00 + αty 0 + βy = 0
chama-se Equação de Euler, onde α e β são constantes reais e t > 0. Use a
mudança de variável independente x = ln t para transformar a Equação de
Euler numa EDO linear, homogênea com coeficientes constantes. Encontre a
solução da EDO para α = 2 e β = −2.

7. Determine uma solução particular Y (t) para a EDO


cost
y 00 + y = , 0<t<π
sent

8. Encontre a solução geral da EDO

y 0000 − y 000 + y 00 − y 0 = 0

9. Determine a solução geral da EDO abaixo, onde k ∈ R é uma constante.

x2 y 00 − xy 0 + y = k

Dica: Suponha y(x) = xr solução.