P. 1
Direito do Trabalho Questionário 2

Direito do Trabalho Questionário 2

|Views: 122|Likes:
Publicado porGustavo Matoso

More info:

Published by: Gustavo Matoso on Jul 13, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/05/2012

pdf

text

original

Centro Universitário Newton Paiva Direito do Trabalho I - 1/2010 Profª.

: Isabella Monteiro Gomes

Sala____ Turno: Noite - Data: ____/____ Nome: Lúcio 96970807
Orientações: 1) Para computação dos pontos extras o questionário dever ser apresentado no dia da prova, feito à mão. Questões: 1. Caracterize o contrato por prazo indeterminado.

É o contrato que segue a CLT no que diz respeito do ânimo de permanência (principio da continuidade) do contrato de trabalho, ou seja é o contrato que não possui a previsão de seu término, ocasionando na demissão sem justa causa os direitos: Seguro desemprego, Aviso prévio, FGTS + 40%, salário, férias + 1/3, 13º, adicionais de hora extra, insalubridade, periculosidade e repouso semanal remunerado. 1.A Caracterize o contrato por prazo determinado. (pode cair na prova)
Há previsão de término da prestação laborativa, a CLT estabeleceu o principio da continuidade do contrato, estabelecendo hipóteses específicas em que o contrato temporário pode ser firmado, devendo cominar com uma das hipótes: Art. 443, § 1º, CLT -Termo pré-fixado – possibilidade de fixação do fim do contrato -Serviço Especializado (na norma está como “especificado”) -Evento ou Acontecimento com prazo certo Art. 443, § 2º CLT -Atividade empresarial de natureza transitória – só acontece em determinado período (fabrica de ovos de páscoa) -Serviço Transitório (Sazonal) – ex. colheita, safra -Contrato de Experiência ● Prazo de duração – 445, CLT – no máximo 2 anos ○ Prorrogação – é permitida uma, dentro do período de 2 anos. O período contratado e o prorrogado não precisam ser iguais, basta não ultrapassarem 2 anos no total e que só ocorra uma vez – ex. contrato de 12 meses, prorrogado por mais 12, ou contrato de 3 meses, prorrogado por mais 21. ● Espécies ○ Contrato de Experiência -Conceito – é um contrato que serve para que ambas as partes possam se avaliar na prestação de serviço. -Prazo de Duração – Máximo 90 dias (≠ 3 meses) incluindo uma prorrogação. Ex. 30+60, 45+45, etc. ○ Contrato por Prazo Determinado – Lei 9601/98 – é uma lei que flexibilizou as normas da CLT para contratos por prazo determinado -Previsão/Instituição – o empregador só poderá contratar por prazo determinado se houver previsão no acordo ou convenção coletiva de trabalho. É necessário comprovar o aumento da demanda e do aumento do quadro de pessoal. ○ Terceirização -Conceito (Prof. Godinho) – É o fenômeno pelo qual se dissocia a relação econômica de trabalho da relação justrabalhista que lhe seria correspondente. É uma relação trilateral entre o obreiro, o tomador e a empresa prestadora de serviços. -Fundamentos – CLT e Lei 6.019/74 (Contrato temporário de terceirização) 2. Caracterize suspensão e interrupção do contrato de trabalho. Cite 3 exemplos de cada. Suspensão é diferente de interrupção, na suspensão há uma cessação total do contrato de trabalho, enquanto que na interrupção existe uma cessação parcial. Exemplos: Suspensão, aposentadoria por invalidez, durante o período do serviço militar, Licença Médica a partir do 16º dia; Interrupção, férias, repouso semanal remunerado, feriados. 3. Caracterize o contrato de trabalho do doméstico: elementos caracterizadores e direitos. Conceito (Art. 1º da Lei 5.859/72) – empregado doméstico é aquele que presta serviços de natureza contínua e de finalidade não lucrativa à pessoa ou à família no âmbito residencial destas, aplica-se o disposto nesta lei. Elementos: Pessoa Física, Pessoalidade, Remuneração, Subordinação, Serviço Contínuo, em âmbito residencial OBS: a esposa não é considerada empregada doméstica.

5. b) Quando inicia o prazo prescricional? Em regra. ● Licença paternidade – 5 dias corridos.. Para os Domésticos também se aplica a prescrição qüinqüenal. Quanto aos Contratos do ● ● ● ● ● ● . o Art. CR/88 – estabelece a igualdade entre trabalhadores rurais e urbanos. 7º. Contrato de trabalhador rural o Art. CLT – este conceito não é aplicado. 2º “Empregado rural é toda pessoa física que. a proteção ao empregado. Se o houver contribuição ao fundo. conforme o seu art. com prazo prescricional de cinco anos para os trabalhadores urbanos e rurais. pelos princípios do direito do trabalho. observado o prazo de 2 anos após o término do contrato de trabalho. caput. mas tem afastamento remunerado 4. f) O FGTS possui prazo diferenciado? É trintenária a prescrição do direito de reclamar contra o não-recebimento da contribuição para o FGTS. nem por novo empregador. sob a dependência deste e mediante saláo”. 11 da CLT. agropecuária – 20h às 4h. Não tem acidente de trabalho. Direitos ● Salário ● 13º ● Férias mais 1/3 ● Aviso prévio ● FGTS ● Repouso semanal remunerado ● Jornada definida ● Hora-extra ● INSS ● Adicionais de periculosidade/insalubridade ● Adicional noturno – único diferencial entre trabalhadores rurais e urbanos é o horário a ser considerado. presta serviço de natureza não eventual a empregador rural. ● FGTS – é faculdade do empregador. quanto aos créditos resultantes das relações de trabalho. Tal opção não pode ser desfeita.Direitos Trabalhistas Salário 13º Férias de 30 dias + 1/3 de abono Repouso semanal remunerado INSS Licença maternidade – 120 dias com estabilidade de 5 meses após o parto – o salário é pago pelo INSS. ● Não tem jornada de trabalho pré-fixada (não ganha hora-extra nem adicional periculosidade/insalubridade/noturno). equiparados portanto aos urbanos. o termo inicial de um prazo prescricional é a partir da violação do direito. devido a aplicação subsidiária do CPC. g) Há prescrição nas ações declaratórias? A CLT estabeleceu que os prazos prescricionais não se aplicam “às ações que tenham por objeto anotações para fins de prova junta à Previdência Social” h) Há prazo diferenciado para os domésticos. c) Em quais fases processuais pode ser argüida? Em qualquer momento processual. mas aplica-se a norma constitucional a partir de 25/05/2000 para os trabalhadores rurais. A atividade é regulada pela Lei 5889/73.. d) Pode ser conhecida de ofício pelo juiz? Sim. Sobre a prescrição no direito do trabalho: a) Como o direito do trabalho regulamentou a prescrição? No art. apesar do Direito do Trabalho e a Constituição da República Federativa do Brasil buscarem tutelar os direitos dos operários considerados parte hipossuficiente nas relações de trabalho. e) Qual é o prazo prescricional? Prazo prescricional de cinco anos para os trabalhadores urbanos e rurais. A prestação do fundo de garantia não tem prazo para ser cobrada judicialmente. até o limite de dois anos após a extinção do contrato de trabalho. em propriedade rural ou prédio rústico.) ação. ● Aviso prévio. até o limite de dois anos após a extinção do contrato de trabalho. entre eles. rurais e menor? A EC 28/00 – estabelece a isonomia entre trabalhadores rurais e urbanos. Caracterize o contrato de trabalho do empregado rural: elementos caracterizadores e direitos. 7º. 7º. sendo para os urbanos – 22h às 5h. b. o reconhecimento da prescrição de oficio traria prejuízos ao trabalhador. em caso de demissão sem justa causa deverá ser paga a multa de 40% dos valores depositados. e lavoura 21h às 5h. e ela não revogou expressamente o art. XXIX CR/88 – estão regulados os direitos dos trabalhadores urbanos e rurais (.

da qualidade da prestação laboral. Considera o empregado e o empregador dentro de sua categoria profissional. -Art. Contudo. 12. O direito individual – é o estudo da relação individual de trabalho. possui uma atuação nacional e função básica de coordenação das federações e sindicatos. federações e confederações) em todas as regiões do Brasil. .648. 440 CLT) . São associações representativas de trabalhadores e empregadores de uma determinada categoria. situam-se no “terceiro degrau” da organização sindical. os sindicatos devem ser voltados para a defesa dos interesses dos trabalhadores. e Art. 10. maior qualidade de vida no trabalho) e empregadores (aumento do lucro. Prazos: O prazo decadencial para propositura da ação rescisória é de 2 anos após transito em julgado. Possuem também a função negocial – o sindicato atua como intermediário nas negociações coletivas entre empregados e empregadores. Neste estudo é que aparecem as entidades representativas (os sindicatos. Para serem formadas devem ter representantes (sindicatos. através da organização das partes. tanto quanto a prescrição.648/08. apenas os sindicatos estatais eram reconhecidos. somente participando ativamente da vida do sindicato poderão determinar o rumo que ele deverá seguir. podendo na falta do sindicato atuar na negociação. IV – contribuição compulsória de todos os trabalhadores de ramos organizados em sindicatos. Sua formação é definida pelo Art. 2º da Lei 11. ou atividades. 853 CLT – o prazo de 30 dias para apuração de falta grave em processo disciplinar de trabalhador que tenha estabilidade. Se o menor começou a trabalhar com 14 anos.648/08? A Centrais Sindicais eram o órgão de cúpula até reforma pela Lei 11. -Contribuição assistencial – deve ser prevista em Acordo Coletivo ou Convenção Coletiva de Trabalho. 8. Como o direito do trabalho regulamentou a decadência? Quais os prazos decadenciais estabelecidos? A decadência. ou profissões similares ou conexas. liberdade e igualdade. Mesmo os empregados que não são associados serão beneficiados pela representação. Conceitue os sindicatos. Qual a principal inovação promovida pela Lei 11. por falta grave. Especifique outras funções que podem ser exercidas pelo Sindicato. de modo que a representação realizada pelo sindicato deve ser legítima. mesmo que o trabalhador não seja sindicalizado. ao completar 18 anos inicia-se a prescrição.Menor (Art. 9. são princípios constitucionais que devem ser observados para a formação de toda e qualquer instituição que venha a ser modelada dentro do ordenamento jurídico brasileiro. com os sindicatos não pode ser diferente.As federações atuam. Democracia. também é fato extintivo de direitos. federações e confederações de trabalhadores? . confederações) e os instrumentos normativos por eles redigidos (acordos coletivos). A representação pode ocorrer tanto administrativamente quanto juridicamente. e a função assistencial – Só atinge os associados. 14. . 8º. 7. 6. aos 20 será seu termo final. da produtividade e redução de custos). e para tanto é necessário que haja o envolvimento dos trabalhadores que. 853 da CLT a contar da suspensão. 11.Função principal dos sindicatos – representação da categoria (econômica ou profissional). A doutrina atribui ao direito coletivo o objetivo de consenso entre trabalhadores e empregadores. no território de um Estado Federado da República e exerce a função subsidiária dos sindicatos. em regra. apesar do direito de organização dos trabalhadores. Diferencie o objeto de estudo do direito individual do trabalho do direito coletivo. órgão de cúpula. Qual a principal função dos sindicatos. 13.Antes da CR/88 os sindicatos eram organizados pelo Estado. uma vez que pertencem a mesma categoria. 15. a maioria dos doutrinadores entende que só há uma hipótese de decadência na seara trabalhista: prazo de 30 dias para instauração de inquérito judicial para demissão de empregado estável (Súmula 403 do STF). aos 20 terá perdido o ano trabalhado até completar 15 anos (5 anos anteriores). Qual a estrutura sindical vigente atualmente no ordenamento jurídico brasileiro? Sindicatos – órgãos de base – formado por no mínimo 1 município Federações – órgãos intermediários – formada por no mínimo 5 sindicatos . Art. -Autonomia da organização sindical . Este é o ponto de partida do estudo do direito de trabalho enquanto que o direito coletivo – (também chamado informalmente de direito sindical) – estuda as relações individuais em grupos. -Estabilidade do Dirigente Sindical e de seus Suplentes – protege o representante dos trabalhadores contra arbitrariedades do empregador. Qual a finalidade do direito coletivo? Mediar os objetivos dos empregados (melhores salários. A categoria será fixada em face do exercício da mesma atividade ou profissão.As Confederação. Relacione os sindicatos e o Estado Democrático de Direito. Cite 4 inovações promovidas pela CR/88 relativas ao direito coletivo. federações.Contra os menores de 18 não corre nenhum prazo de prescrição. visando um termo comum. quando passaram a ser órgãos externos a estrutura sindical. não possuem legitimidade para atuar diretamente na negociação coletiva.

19. Acordo Coletivo de Trabalho é um ato jurídico celebrado entre uma entidade sindical laboral e uma ou mais empresa (s) correspondentes. 18. bem como em dimensão nacional. Uma Convenção Coletiva de Trabalho cria lei entre as partes. A inamovibilidade se restringe a base territorial do sindicato. É um instrumento normativo que resulta de uma negociação de âmbito mais amplo que o de uma categoria. no qual se estabelecem regras na relação trabalhista existente entre ambas as partes. Se o empregador der aviso prévio antes do registro da candidatura.Confederações – órgãos de cúpula – formada por no mínimo 3 federações 16. enquanto na primeira. cobrada apenas dos associados. -Inamovibilidade . 17. IV CF/88 Contribuição Confederativa – destinada aos associados e destinada ao órgão de cúpula. as regras valem para toda a categoria abrangida pelos sindicatos de trabalhadores e sindicatos de empregadores. podendo ser pactuado em um ou mais setores econômicos e profissionais. Quais as garantias dos dirigentes sindicais? Apresente o fundamento legal. Contribuição Assistencial – depende de previsão no ACT ou CCT. não se aplicam as garantias. Mensalidades – pagamento da associação. que devem ser respeitadas durante sua vigência. Obs. Caracterize CCT. o Acordo Coletivo de Trabalho é restrito apenas a(s) empresa(s) acordantes e seus empregados. Diferentemente da Convenção Coletiva de Trabalho. Diferencie ACT e CCT. Caracterize ACT. Ressalta-se que suas cláusulas não podem ferir direitos previstos na legislação. 8º. Convenção Coletiva de Trabalho é um instrumento normativo pactuado entre sindicatos representantes de empregadores (categoria econômica) e empregados (categoria profissional). 20. sob pena de nulidade. pode ser negociado entre as centrais sindicais. cobrada anualmente.dirigentes e suplentes até um ano após o término do mandato. não sendo obrigatória a participação do sindicato representante da categoria e suas cláusulas podem determinar procedimentos para as negociações dos ACT e CCT 21. confederações ou federações. -Estabilidade – dirigentes e suplentes até um ano após o término do mandato. Quais as receitas do sindicato e quem são os responsáveis por custeá-las? Contribuição Sindical Obrigatória – Art. Caracterize contrato coletivo. . Súmula 666 STF.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->