Você está na página 1de 17

Nós de Ancoragem

TIPOS DE NÓS

1. Pinha Serve para dar peso ao cabo ou seja utilizar o próprio cabo para lançar e ancorar.

ou seja utilizar o próprio cabo para lançar e ancorar. 2. Azelha (simples) Serve para marcar
ou seja utilizar o próprio cabo para lançar e ancorar. 2. Azelha (simples) Serve para marcar
ou seja utilizar o próprio cabo para lançar e ancorar. 2. Azelha (simples) Serve para marcar
ou seja utilizar o próprio cabo para lançar e ancorar. 2. Azelha (simples) Serve para marcar

2. Azelha (simples)

Serve para marcar um cabo pelo seio, ou também, utilizado na confecção de uma alça pelo seio.

ou também, utilizado na confecção de uma alça pelo seio. 3. Azelha (dupla) A mesma finalidade
ou também, utilizado na confecção de uma alça pelo seio. 3. Azelha (dupla) A mesma finalidade

3. Azelha (dupla) A mesma finalidade da simples, sendo que, é feita pela volta do fiador.

da simples, sendo que, é feita pela volta do fiador. 4. Azelha pelo chicote simples Utilizado
da simples, sendo que, é feita pela volta do fiador. 4. Azelha pelo chicote simples Utilizado

4. Azelha pelo chicote simples

Utilizado na confecção de uma alça, sendo que, pela extremidade do cabo geralmente usado em local onde não é possível fazê-lo pelo seio.

de uma alça, sendo que, pela extremidade do cabo geralmente usado em local onde não é
de uma alça, sendo que, pela extremidade do cabo geralmente usado em local onde não é

5.

Azelha pelo chicote dupla

Utilizado na confecção de uma alça, sendo que, pela extremidade do cabo; Geralmente usado em local onde não é possível fazê-lo pelo seio.

usado em local onde não é possível fazê-lo pelo seio. 6. Volta do fiel Serve para
usado em local onde não é possível fazê-lo pelo seio. 6. Volta do fiel Serve para

6. Volta do fiel Serve para prender um cabo, muito usado para fixação.

Serve para prender um cabo, muito usado para fixação. 7. Volta do fiel pelo seio Serve
Serve para prender um cabo, muito usado para fixação. 7. Volta do fiel pelo seio Serve

7. Volta do fiel pelo seio Serve para prender o cabo através da laçada.

pelo seio Serve para prender o cabo através da laçada. 8. Boca de lobo. Serve de
pelo seio Serve para prender o cabo através da laçada. 8. Boca de lobo. Serve de

8. Boca de lobo.

Serve de amarração provisória, para amarrar qualquer cabo pelo seio ou pelo chicote, a um ponto fixo ou a um olhal.

para amarrar qualquer cabo pelo seio ou pelo chicote, a um ponto fixo ou a um

8.1. Boca de lobo pelo chicote.

para amarrar qualquer cabo pelo seio ou pelo chicote, a um ponto fixo ou a um
para amarrar qualquer cabo pelo seio ou pelo chicote, a um ponto fixo ou a um
para amarrar qualquer cabo pelo seio ou pelo chicote, a um ponto fixo ou a um

9. Pata do gato. Tem a mesma finalidade da boca de lobo, sendo que seus dois seios são dobrados.

da boca de lobo, sendo que seus dois seios são dobrados. 10. Constritor É um nó

10. Constritor

sendo que seus dois seios são dobrados. 10. Constritor É um nó de fixação, podendo ser

É um nó de fixação, podendo ser usado em superfícies roliças.

de fixação, podendo ser usado em superfícies roliças. 11. Fateixa É ideal para amarrar barcos, amarra

11. Fateixa

podendo ser usado em superfícies roliças. 11. Fateixa É ideal para amarrar barcos, amarra com firmeza.

É ideal para amarrar barcos, amarra com firmeza.

Fateixa É ideal para amarrar barcos, amarra com firmeza. 12. Volta da ribeira. Serve para prender
Fateixa É ideal para amarrar barcos, amarra com firmeza. 12. Volta da ribeira. Serve para prender
Fateixa É ideal para amarrar barcos, amarra com firmeza. 12. Volta da ribeira. Serve para prender

12. Volta da ribeira.

Serve para prender um chicote a um mastro, árvore, ou barra, ficando mais apertado à medida que se ajusta.

da ribeira. Serve para prender um chicote a um mastro, árvore, ou barra, ficando mais apertado
da ribeira. Serve para prender um chicote a um mastro, árvore, ou barra, ficando mais apertado
da ribeira. Serve para prender um chicote a um mastro, árvore, ou barra, ficando mais apertado

13.

Lais de guia.

Para formar uma alça firme, que não aperte com tração. Em casos de socorro, útil para proteção individual.

Em casos de socorro, útil para proteção individual. 14. Borboleta 15. Lais de guia de correr

14. Borboleta

de socorro, útil para proteção individual. 14. Borboleta 15. Lais de guia de correr Formado primeiramente
de socorro, útil para proteção individual. 14. Borboleta 15. Lais de guia de correr Formado primeiramente

15. Lais de guia de correr

individual. 14. Borboleta 15. Lais de guia de correr Formado primeiramente por um lais de guia
individual. 14. Borboleta 15. Lais de guia de correr Formado primeiramente por um lais de guia

Formado primeiramente por um lais de guia sendo que o restante do chicote passa por

dentro do mesmo, formando um nó próprio para correr.

por dentro do mesmo, formando um nó próprio para correr. 16. Encapeladura (algema) É usado para
por dentro do mesmo, formando um nó próprio para correr. 16. Encapeladura (algema) É usado para

16. Encapeladura (algema)

É usado para formação de duas alças que corram, dando idéia de algema.

para correr. 16. Encapeladura (algema) É usado para formação de duas alças que corram, dando idéia
para correr. 16. Encapeladura (algema) É usado para formação de duas alças que corram, dando idéia

17.

Encapeladura dobrada.

É dado de forma semelhante à algema, sendo que forma três alças.

de forma semelhante à algema, sendo que forma três alças. 18. Nó de forca. É uma
de forma semelhante à algema, sendo que forma três alças. 18. Nó de forca. É uma

18. Nó de forca.

à algema, sendo que forma três alças. 18. Nó de forca. É uma varição do nó

É uma varição do nó de pescador usado para fazer uma alça que aperte.

19. Lais de guia australiano.  
19. Lais de guia australiano.  
19. Lais de guia australiano.  
19. Lais de guia australiano.  

19.

Lais de guia australiano.

 
19. Lais de guia australiano.  
19. Lais de guia australiano.  
19. Lais de guia australiano.  
19. Lais de guia australiano.  
alça que aperte. 19. Lais de guia australiano.   20. Laçada perfeita pelo seio. Maneira simples

20. Laçada perfeita pelo seio.

guia australiano.   20. Laçada perfeita pelo seio. Maneira simples de se fazer uma alça, sem
guia australiano.   20. Laçada perfeita pelo seio. Maneira simples de se fazer uma alça, sem

Maneira simples de se fazer uma alça, sem que corra, utilizando um nó de correr.

20. Laçada perfeita pelo seio. Maneira simples de se fazer uma alça, sem que corra, utilizando
20. Laçada perfeita pelo seio. Maneira simples de se fazer uma alça, sem que corra, utilizando

10

21. Nó de rabiola.

Nó de fixação, podendo ser usado para amarrar materiais.

Nó de fixação, podendo ser usado para amarrar materiais. 22. Laçada ajustável. Correrá livremente em qualquer
Nó de fixação, podendo ser usado para amarrar materiais. 22. Laçada ajustável. Correrá livremente em qualquer

22. Laçada ajustável.

Correrá livremente em qualquer direção, mas suportará firmemente e com segurança qualquer carga ou tensão.

firmemente e com segurança qualquer carga ou tensão. União de cabos do mesmo diâmetro 23. Direito
firmemente e com segurança qualquer carga ou tensão. União de cabos do mesmo diâmetro 23. Direito

União de cabos do mesmo diâmetro

23. Direito

Serve para unir cabos de mesmo diâmetro. Tem qualidade de não correr.

unir cabos de mesmo diâmetro. Tem qualidade de não correr. 24. Pescador simples. Serve para unir

24. Pescador simples.

Tem qualidade de não correr. 24. Pescador simples. Serve para unir cabos de mesmo diâmetro, recorre

Serve para unir cabos de mesmo diâmetro, recorre quando sem tração.

unir cabos de mesmo diâmetro, recorre quando sem tração. 25. Pescador dobrado. Feito de dois nós

25. Pescador dobrado.

recorre quando sem tração. 25. Pescador dobrado. Feito de dois nós de frade, tem a mesma

Feito de dois nós de frade, tem a mesma finalidade do simples sendo mais seguro.

sem tração. 25. Pescador dobrado. Feito de dois nós de frade, tem a mesma finalidade do
sem tração. 25. Pescador dobrado. Feito de dois nós de frade, tem a mesma finalidade do
11
11

26. Nó duplo/proa ou nó de fita.

Serve para unir cabos de diâmetros iguais.

ou nó de fita. Serve para unir cabos de diâmetros iguais. Nós alceados de ancoragem 27.
ou nó de fita. Serve para unir cabos de diâmetros iguais. Nós alceados de ancoragem 27.

Nós alceados de ancoragem

27. Balso americano.

É um método de se fazer duas alças em um cabo, útil na formação de assentos.

duas alças em um cabo, útil na formação de assentos. 28. Balso do calafate. Muito útil

28. Balso do calafate.

útil na formação de assentos. 28. Balso do calafate. Muito útil na proteção individual. 29. Balso
útil na formação de assentos. 28. Balso do calafate. Muito útil na proteção individual. 29. Balso

Muito útil na proteção individual.

28. Balso do calafate. Muito útil na proteção individual. 29. Balso pelo seio. É um método
28. Balso do calafate. Muito útil na proteção individual. 29. Balso pelo seio. É um método
28. Balso do calafate. Muito útil na proteção individual. 29. Balso pelo seio. É um método

29. Balso pelo seio.

É um método de se fazer duas alças em um cabo que tenha os dois chicotes presos.

individual. 29. Balso pelo seio. É um método de se fazer duas alças em um cabo
individual. 29. Balso pelo seio. É um método de se fazer duas alças em um cabo

30. Encapeladura pela pata do gato.

30. Encapeladura pela pata do gato. União de cabos de diâmetro diferente 31. Escota singela (simples)
30. Encapeladura pela pata do gato. União de cabos de diâmetro diferente 31. Escota singela (simples)

União de cabos de diâmetro diferente

31. Escota singela (simples)

Serve para unir cabos de bitolas diferentes, são largamente empregados para agüentar temporariamente um cabo passado em um olhal.

para agüentar temporariamente um cabo passado em um olhal. 32. Escota dobrada. Tem a mesma finalidade

32. Escota dobrada.

um cabo passado em um olhal. 32. Escota dobrada. Tem a mesma finalidade do anterior, sendo

Tem a mesma finalidade do anterior, sendo que é mais reforçado.

mesma finalidade do anterior, sendo que é mais reforçado. 33. Aboçadura ou volta falida Serve para
mesma finalidade do anterior, sendo que é mais reforçado. 33. Aboçadura ou volta falida Serve para

33. Aboçadura ou volta falida

Serve para unir cabos de diâmetros diferentes, e também pode unir cabos sintéticos a cabos de aço.

ou volta falida Serve para unir cabos de diâmetros diferentes, e também pode unir cabos sintéticos

34. Nó de Aboço

34. Nó de Aboço Base para outros nós 35. Nó simples Serve para içar objetos numa

Base para outros nós

35. Nó simples

34. Nó de Aboço Base para outros nós 35. Nó simples Serve para içar objetos numa

Serve para içar objetos numa manobra rápida ou confecção de outro nó.

objetos numa manobra rápida ou confecção de outro nó. 36. Volta do fiador. Utilizados para confeccionar

36. Volta do fiador.

Utilizados para confeccionar outros nós.

Volta do fiador. Utilizados para confeccionar outros nós. Nó para transporte 37. Moringa É utilizado na

Nó para transporte

37. Moringa

confeccionar outros nós. Nó para transporte 37. Moringa É utilizado na amarração de gargalo de garrafas

É utilizado na amarração de gargalo de garrafas ou mesmo ornamental.

outros nós. Nó para transporte 37. Moringa É utilizado na amarração de gargalo de garrafas ou
outros nós. Nó para transporte 37. Moringa É utilizado na amarração de gargalo de garrafas ou

Nó de evasão

38. Salteador (safa cabos)

Presta -se ao salvamento da pessoa que está utilizando o cabo e para recuperar o mesmo.

39. Nó de evasão pela azelha (espião) 40. Uiaá Utilizado para descida na ausência do
39. Nó de evasão pela azelha (espião) 40. Uiaá Utilizado para descida na ausência do
39. Nó de evasão pela azelha (espião) 40. Uiaá Utilizado para descida na ausência do
39. Nó de evasão pela azelha (espião) 40. Uiaá Utilizado para descida na ausência do

39.

Nó de evasão pela azelha (espião)

39. Nó de evasão pela azelha (espião) 40. Uiaá Utilizado para descida na ausência do freio
39. Nó de evasão pela azelha (espião) 40. Uiaá Utilizado para descida na ausência do freio
39. Nó de evasão pela azelha (espião) 40. Uiaá Utilizado para descida na ausência do freio

40.

Uiaá

Utilizado para descida na ausência do freio 8.

 
39. Nó de evasão pela azelha (espião) 40. Uiaá Utilizado para descida na ausência do freio
39. Nó de evasão pela azelha (espião) 40. Uiaá Utilizado para descida na ausência do freio
39. Nó de evasão pela azelha (espião) 40. Uiaá Utilizado para descida na ausência do freio
39. Nó de evasão pela azelha (espião) 40. Uiaá Utilizado para descida na ausência do freio

Acessão

para descida na ausência do freio 8.   Acessão 41. Frade Serve de arremate na extremidade
para descida na ausência do freio 8.   Acessão 41. Frade Serve de arremate na extremidade

41. Frade

Serve de arremate na extremidade de um cabo. Utilizado também na formação de outros nós.

  Acessão 41. Frade Serve de arremate na extremidade de um cabo. Utilizado também na formação
  Acessão 41. Frade Serve de arremate na extremidade de um cabo. Utilizado também na formação

42. Ramo.

Seqüência de meias voltas intercaladas, utilizado para auxiliar a subida de cabos. Pode ser feito também com volta do fiador.

subida de cabos. Pode ser feito também com volta do fiador. 43. Prussick Também denominado prussico,
subida de cabos. Pode ser feito também com volta do fiador. 43. Prussick Também denominado prussico,

43. Prussick

Também denominado prussico, utilizado para a fixação de um cabo a outro, só corre se folgado.

denominado prussico, utilizado para a fixação de um cabo a outro, só corre se folgado. 44.

44. Beckman

denominado prussico, utilizado para a fixação de um cabo a outro, só corre se folgado. 44.
denominado prussico, utilizado para a fixação de um cabo a outro, só corre se folgado. 44.

45. Marchand

denominado prussico, utilizado para a fixação de um cabo a outro, só corre se folgado. 44.
denominado prussico, utilizado para a fixação de um cabo a outro, só corre se folgado. 44.

46. Escada de corda.

Facilita a subida.

46. Escada de corda. Facilita a subida. Outros 47. Falcassa. Serve para arremate nas extremidades de
46. Escada de corda. Facilita a subida. Outros 47. Falcassa. Serve para arremate nas extremidades de

Outros

47. Falcassa.

Serve para arremate nas extremidades de um cabo.

Falcassa. Serve para arremate nas extremidades de um cabo. 48. Esquerdo. A mesma finalidade do direito,

48. Esquerdo.

para arremate nas extremidades de um cabo. 48. Esquerdo. A mesma finalidade do direito, sendo que,

A mesma finalidade do direito, sendo que, as extremidades ficam alternadas.

do direito, sendo que, as extremidades ficam alternadas. 49. Torto Utilizado para emendar cabos de mesma

49. Torto

sendo que, as extremidades ficam alternadas. 49. Torto Utilizado para emendar cabos de mesma bitola, o

Utilizado para emendar cabos de mesma bitola, o mais utilizados pelas pessoas.

extremidades ficam alternadas. 49. Torto Utilizado para emendar cabos de mesma bitola, o mais utilizados pelas
extremidades ficam alternadas. 49. Torto Utilizado para emendar cabos de mesma bitola, o mais utilizados pelas

50. Amor perfeito

Ornamental.

50. Amor perfeito Ornamental. 51. Trevo É usado na formação de três alças, partindo do amor

51. Trevo

50. Amor perfeito Ornamental. 51. Trevo É usado na formação de três alças, partindo do amor

É usado na formação de três alças, partindo do amor perfeito.

52. Yokoama
52. Yokoama

52.

Yokoama

52. Yokoama
52. Yokoama
52. Yokoama
52. Yokoama

Reforço

53. Catau.

do amor perfeito. 52. Yokoama Reforço 53. Catau. Serve para reforçar um ponto fraco em um
do amor perfeito. 52. Yokoama Reforço 53. Catau. Serve para reforçar um ponto fraco em um
do amor perfeito. 52. Yokoama Reforço 53. Catau. Serve para reforçar um ponto fraco em um
do amor perfeito. 52. Yokoama Reforço 53. Catau. Serve para reforçar um ponto fraco em um
do amor perfeito. 52. Yokoama Reforço 53. Catau. Serve para reforçar um ponto fraco em um
do amor perfeito. 52. Yokoama Reforço 53. Catau. Serve para reforçar um ponto fraco em um

Serve para reforçar um ponto fraco em um cabo ou encurtá-lo.

do amor perfeito. 52. Yokoama Reforço 53. Catau. Serve para reforçar um ponto fraco em um
do amor perfeito. 52. Yokoama Reforço 53. Catau. Serve para reforçar um ponto fraco em um

18

54. Catau pela algema.

Serve para reforçar e encurtar mais ainda.

pela algema. Serve para reforçar e encurtar mais ainda. 54. Catau pela pata do gato. Serve

54. Catau pela pata do gato.

e encurtar mais ainda. 54. Catau pela pata do gato. Serve para reforçar e encurtar muito

Serve para reforçar e encurtar muito mais que os outros

Serve para reforçar e encurtar muito mais que os outros Aduchamento de cabos 55. Corrente simples

Aduchamento de cabos

55. Corrente simples

mais que os outros Aduchamento de cabos 55. Corrente simples Serve para encurtar um cabo, e

Serve para encurtar um cabo, e é muito utilizada em descidas de poços, caverna, etc

e é muito utilizada em descidas de poços, caverna, etc 55. Corrente dupla. A finalidade da

55. Corrente dupla.

em descidas de poços, caverna, etc 55. Corrente dupla. A finalidade da simples, com o detalhe
em descidas de poços, caverna, etc 55. Corrente dupla. A finalidade da simples, com o detalhe
em descidas de poços, caverna, etc 55. Corrente dupla. A finalidade da simples, com o detalhe

A finalidade da simples, com o detalhe de encurtar mais ainda.

em descidas de poços, caverna, etc 55. Corrente dupla. A finalidade da simples, com o detalhe
em descidas de poços, caverna, etc 55. Corrente dupla. A finalidade da simples, com o detalhe
em descidas de poços, caverna, etc 55. Corrente dupla. A finalidade da simples, com o detalhe

19

56. Corrente tripla.

57. Coroa. 58. Nó de Atílio.
57. Coroa. 58. Nó de Atílio.
57. Coroa. 58. Nó de Atílio.
57. Coroa. 58. Nó de Atílio.

57.

Coroa.

57. Coroa. 58. Nó de Atílio.
57. Coroa. 58. Nó de Atílio.
57. Coroa. 58. Nó de Atílio.
57. Coroa. 58. Nó de Atílio.

58.

Nó de Atílio.

57. Coroa. 58. Nó de Atílio.
57. Coroa. 58. Nó de Atílio.
56. Corrente tripla. 57. Coroa. 58. Nó de Atílio. 20
56. Corrente tripla. 57. Coroa. 58. Nó de Atílio. 20
56. Corrente tripla. 57. Coroa. 58. Nó de Atílio. 20
56. Corrente tripla. 57. Coroa. 58. Nó de Atílio. 20
56. Corrente tripla. 57. Coroa. 58. Nó de Atílio. 20
56. Corrente tripla. 57. Coroa. 58. Nó de Atílio. 20
56. Corrente tripla. 57. Coroa. 58. Nó de Atílio. 20
56. Corrente tripla. 57. Coroa. 58. Nó de Atílio. 20
56. Corrente tripla. 57. Coroa. 58. Nó de Atílio. 20

20

Nó de tração

59. Carioca.

Nó de tração 59. Carioca. 60. Nó de tração conjugado com borboleta. 61. Nó de tração

60. Nó de tração conjugado com borboleta.

59. Carioca. 60. Nó de tração conjugado com borboleta. 61. Nó de tração conjugado com oito.

61. Nó de tração conjugado com oito.

conjugado com borboleta. 61. Nó de tração conjugado com oito. 62. Nó de tração conjugado com

62. Nó de tração conjugado com oito e mosquetão.

conjugado com borboleta. 61. Nó de tração conjugado com oito. 62. Nó de tração conjugado com

21

Cadeirinhas

63. Cadeirinha de Alpinista.

Utilizada na retirada de vítimas ou para a execução de uma descida em cabo.

64. Cadeirinha japonesa.
64. Cadeirinha japonesa.

64.

Cadeirinha japonesa.

64. Cadeirinha japonesa.
64. Cadeirinha japonesa.
de uma descida em cabo. 64. Cadeirinha japonesa. 65. Cadeirinha de um nó. Constituída de apenas
de uma descida em cabo. 64. Cadeirinha japonesa. 65. Cadeirinha de um nó. Constituída de apenas
de uma descida em cabo. 64. Cadeirinha japonesa. 65. Cadeirinha de um nó. Constituída de apenas
de uma descida em cabo. 64. Cadeirinha japonesa. 65. Cadeirinha de um nó. Constituída de apenas

65. Cadeirinha de um nó.

Constituída de apenas um nó. Depende muito do nó utilizado em sua confecção, pois nele será depositada total confiança. Tem a mesma finalidade das demais.

depositada total confiança. Tem a mesma finalidade das demais. 66. Cadeirinha americana. 67. Cadeirinha brasileira. 22

66. Cadeirinha americana.

67. Cadeirinha brasileira.
67. Cadeirinha brasileira.

67.

Cadeirinha brasileira.

67. Cadeirinha brasileira.
67. Cadeirinha brasileira.
depositada total confiança. Tem a mesma finalidade das demais. 66. Cadeirinha americana. 67. Cadeirinha brasileira. 22
depositada total confiança. Tem a mesma finalidade das demais. 66. Cadeirinha americana. 67. Cadeirinha brasileira. 22
depositada total confiança. Tem a mesma finalidade das demais. 66. Cadeirinha americana. 67. Cadeirinha brasileira. 22
depositada total confiança. Tem a mesma finalidade das demais. 66. Cadeirinha americana. 67. Cadeirinha brasileira. 22
22
22

Interesses relacionados