Você está na página 1de 1

A HISTORIA DE Z FINIM

UMA DAS HISTORIAS MAIS CONHECIDAS NO CARIRI A DE ( VICENTE FININ ) QUE, SEGUNDO A LENDA,VIRAVA LOBISOMEM NAS NOITES DE QUINTA PRA SEXTA FEIRA. CONTA A HISTORIA QUE QUANDO UMA MULHER TEM SETE FILHAS E O OITAVO HOMEM,ESTE MENINO SER UM LOBISOMEM .TAMBEM SER UM FILHO DE UMA MULHER AMANCEBADA COM UM PADRE . SEMPRE PALIDO, MAGRO E ORELHAS COMPRIDAS, O MENINO NASCE NORMAL. POREM LOGO QUANDO ELE COMPLETA 13 ANOS ,AMALDIO COMEA. NA PRIMEIRA NOITE DE TERA OU SEXTA FEIRA, DEOIS DO ANIVERSARIO, ELE SAI A NOITE E VAI AT UMA EMCRUZILHADA. ALI,NO SILENCIO DA NOITE ,SE TRANSFORMA NO TAL BICHO PELA PRIMEIRA VEZ,E UIVA PARA A LUA. NO CASO DE VICENTE FINIM, CUJO NOME VERDADEIRO VICENTE ARAUJO,A MALDIO DE VIRAR LOBISOMEM LHE FOI IMPOSTA PORQUE ELE TERIA PROVOCADO O ASSASSINATO DE SUA ME.A LENDA CONTA QUE VICENTE,AO LEVAR O ALMOO DE SEU PAI QUE TRABALHAVA NA ROA,COMEU A CARNE NO CAMINHO E DISSE QUE TERIA SIDO UM HOMEM QUE ESTAVA MAIS SUA ME. O HOMEM VOLTOU PARA CASA EMCIUMADO E MATOU A ESPOSA A FACA. AO MORRER, A ME DE VIENTE FINIM TERIA DEIXADO A MALDIO, DIZENDO QUE A PESSOA QUE LEVANTOU AQUELE FALSO, IA SER TRANSFORMADO EM UM LOBISOMEM. DA EM DIANTE,TODA TERA OU SEXTA FEIRA,ELE CORRIA PELAS RUAS OU ESTRADAS DESERTAS COM UMA MATILHA DE CACHORROS LATINDO ATRS.NESSA NOITE, ELE VISITAVA,SETE PARTES DA REGIO,SETE PATIOS DE IGREJAS,SETE VILAS E SETE ENCRUZILHADAS. POR ONDE PASSAVA, ASSOITAVA OS CACHORROS E APAGAVA AS LUZES DA RUA E DAS CASAS, EMQUANTO UIVA DE FORMA HORRIPILANTE. ANTES DO SOL NASER,QUANDO O GALO CANTA,O LOBISOMEM VOLTA AO MESMO LUGAR DE ONDE PARTIU E SE TRANFORMA OUTRA VEZ EM HOMEM. PARA QUEBRAR O ENCANTO, ERA PRECISO CHEGAR BEM PERTO SEM QUE ELE PERCEBA, E BATER FORTE EM SUA CABEA. SE UMA GOTA DE SANGUE ATINGIR A PESSOA,ELA TAMBEM VIRA BICHO. A HISTORIA DE VICENTE FINIM CORREU O MUNDO, FAZENDO MEDO A CRIANAS E ADULTOS. ENTROU PARA O FOLCLORE REGIONAL, FOI COTADA EM VEROS PELOS CORDELISTAS. ELE MORREU EM 1985, NO SITIO CABECEIRAS, MUNICIPIO DE BARBALHA,NEGANDO AS ACUSAES. MAS NAS ENTRELINHAS DEIXAVA UMA DUVIDA. CONFESSAVA QUE GOSTAVA MUITO DE NAMORAR E TROCAVA A O DIA PELA NOITE A PROCURA DE UM AMOR PROIBIDO.

ANTONIO VICELMO-SUCURSAL CRATO