Você está na página 1de 2

A tristeza é parte indissolúvel dos sentimentos humanos.

O uso do presente ritual não é


uma afronte a este impulso natural, mas uma ferramenta para lidar com ele. É
recomendado sua execução no caso de melancolia prolongada cuja a causa esteja além
de qualquer reação humana, como a depressão sentida pela perda de entes queridos ou
danos irreparáveis em qualquer aspecto da vida.

Preparação:

Crie um sigilo com a solução de seu problema. Por mais impossível que seja, como
trazer um morto de votla a vida, ou a solução de todos os seus problemas financeiros,
conjugais, etc... O objetivo do sigilo não é carregar a solução, mas ser a concentração de
um consolo utópico.

Desenhe o sigilo em lenços de papel. Prepare também uma pira ou bacia para futura
dissolução do papel.

O Ritual

1. O Adepto deve montar um o altar voltado para o Sul. Sobre o altar devem estar
dispostas uma vela branca, uma vela negra e um incenso de mirra.

2. Realiza algum Ritual de Banimento e acenda as velas e o incenso de mirra.

3 .É feita a invocação ao pássaro cinza nos moldes dados abaixo enquanto se visualiza
um imenso pássaro cinza escuro de olhos nigérrimos se aproximando e pousando diante
o adepto:

"Pássaro Cinza,

Grande senhor do Reino das Lágrima, aonde reside toda a tristeza e todo o pesar!

Tu cria, destrói e carrega toda a tristeza!

Tu és aquele que secretamente inspira artistas e nos revela os tons de cinza do sol.

Não há beleza que te supere, seu cantar muda a forma do mundo!

Vem Grande Pássaro Cinza! Pouse em minha mente, mas não faça ninho.

Sofrimento é parte da vida, então que eu sofra aqui e agora, e de uma vez.!!'

4. O Pássaro Cinza Agora está presente e abaixa a cabeça em sua direção. Comece então
a pensar e a recordar intensamente o motivo pelo qual estas triste. Que chore e sinta
profunda a tristeza máxima sem nada esconder ou segurar.
5. Quando as lágrimas verterem direcione toda a tristeza para ao pássaro. Perceba a
melancolia se transferindo de você para ele. Gaste tanto tempo quanto for o necessário.

6. Enxugue as lágrimas com os lenços preparados com o sigilo. A essa altura você deve
estar vazio de sofrimento e livre de melancolia enquanto o Pássaro Cinza está
trasbordante de tristeza, que é a sua natureza básica. Dissolva o sigilo em água ou
queime-o no fogo.

7. Agradeça a Presença do Pássaro, e se despeça dizendo algo como:

"Pássaro Cinza, Agradeço por sua visita. Leva agora minha tristeza com você, para seu
reinos distante no país das lágrimas."

8. Veja o Pássaro Cinza partir voando para longe, levando com ele seu sofrimento.
Deve-se então sentar-se confortavelmente e sentir plenamente o alivio de se ter
descarregado a melancolia, mergulhando profunda paz interior.

9 . Finaliza-se então algum ritual de banimento e sela-se a cerimônia bradando :

"Está Feito!"