Você está na página 1de 48

CURSO AUTOCAD 2006/2007 – 2D

Autor: Lucas Pablo Rodrigues Luz


INTRODUÇÃO AO EDITOR GRÁFICO

Menu Pull Down

Toolbar Fixa

Área Gráfica

Toolbar Flutuante

Cursor de Tela

UCS Icon

Região de Comandos

Região de Informações

Menu Pull-Down – Ficam localizados na barra de menus e você pode executar praticamente
todos os comandos.
Toolbar fixa e flutuante – Barras de ferramentas caracterizadas por ícones que representam
comandos. Aquelas com um pequeno triângulo preto são desdobráveis.
Área Gráfica – Área de trabalho
Cursor de Tela – Pode ser: Crosshair, Pickbox e Cursor.
UCS – Serve para indicar a direção dos eixos X e Y.
Região de Comando – Além de mostrar o que se digita pelo teclado, também exibe
prompts, que o AutoCAD usa para se comunicar com você. Comando Zoom como exemplo.
<default>.
Região de informações – Exibe a prosição absoluta do cursor a cada instante, em
coordenadas cartesianas ou polares.

2
CONFIGURANDO O AUTOCAD

Menu TOOLS – OPTIONS


• Opções do Folder Display

Anotações:

• Opções do Folder Open and Save

3
Anotações:

MÉTODOS DE VISUALIZAÇÃO

4
Comando ZOOM (VIEW-ZOOM)
O uso do comando ZOOM não altera o tamanho absoluto do desenho. Simplesmente
aumenta o tamanho da vista dentro da área de desenho.

Realtime: Você pode dar Zoom IN e Zoom OUT, mantendo o botão esquerdo do mouse
pressionado e movendo o cursor verticalmente para cima ou para baixo.

Scale: Especifica um fator de “escala” em relação ao limite do desenho. Se você digitar um


valor seguido por x, o AutoCAD especifica a escala relativa à vista atual.

All: Mostra tudo o que está desenhado dentro ou fora dos limites – até o limite.

Center: Pede por um ponto, que será colocado no centro da tela, e por um valor de altura
que será exatamente a altura da tela exibida.

Dynamic: Enquadra a tela gráfica numa tela particular onde aparecerão alguns retângulos.
Um será maior na cor branca e indica o limite do desenho. Outro será verde pontilhado e indica a
imagem que estava no monitor antes do acionamento do comando. Outro retângulo será do mesmo
tamanho que o pontilhado com um X no ponto central e é esse que deverá ser posicionado sobre a
nova área onde se quer Ter o ZOOM.

Extents: Amplia a totalidade do desenho dentro da tela gráfica sem se importar com os
limites.

Previous: Mostra a vista (Zoom) anterior. Máximo 10 previous.

Windows: Amplia a área especificada através de uma janela aberta.

Zoom IN: Aplica um fator de escala de 2.0x.

Zoom OUT: Aplica um fator de escala de 0.5x.


Comando PAN (VIEW-PAN)
Desloca a tela numa determinada distância e em uma determinada direção sem alterar os
limites do desenho, a escala e a ampliação da vista.

5
Comando REGEN (VIEW-REGEN)
Regenera o desenho e reprocessa as coordenadas da tela e a resolução da vista para todos os
objetos.

Anotações:

6
DEFININTO CARACTERÍSTICAS PARA O DESENHO
E DESENHANDO COM PRECISÃO

Comando DDUNITS (FORMAT-UNITS)


Permite definir o tipo de unidades e o grau de precisão do desenho, permitindo controlar a
forma de representação das unidades exibidas.

Anotações:

7
Comando LIMITS (FORMAT-DRAWING LIMITS)
Permite definir os limites de um desenho. Eles devem ser suficientes para conter os
desenhos.
Após ter determinado os limites do desenhos, será necessário o uso do comando ZOOM
ALL para que todo o limite seja apresentado na área da tela gráfica.

Comando DDRMODES (TOOLS-DRAFTING SETTINGS)


Permite ajustar funções que funcionam como auxílio na hora de desenhar, como o SNAP e o
GRID.
A função SNAP (F9) permite um deslocamento do cursor, na tela, de forma incremental, ou
seja, o movimento fica “preso” ou livre.
A função GRID (F7) pode ser comparada com a exercitada pelos papéis milimetrados, os
quais auxiliam o usuário quanto à verificação do tamanho do desenho.
A função ORTHO (F8) restringe/libera o cursos para movimentos ortogonais, permitindo
que você desenhe com deslocamento exclusivamente na horizontal ou vertical, facilitando no
momento de desenhar objetos ortogonais, como paredes por exemplo. Podemos ainda mover ou
copiar objetos com restrição de movimentos na horizontal ou vertical.

8
EXERCÍCIO:

• Comando LIMITS; • Comando MOVE;


• Comando DDRMODES; • Comando SELECT:
• Comando LINE; • Comando UNDO.

Anotações:

9
COORDENADAS

UCS ( User Coordinate System) e WCS (World Coordinate System)


O sistema de coordenadas padrão utilizado pelo AutoCAD é o WCS, ou sistema de
coordenadas global. O WCS indica a posição de um objeto nos eixos X, Y e Z. Você também pode
definir um sistema de coordenadas do usuário, ou UCS, que indica a posição de um objeto nos eixos
X e Y e pode até ser rotacionado ou movido.
Comandos relacionados: UCSICON, UCSFOLLOW e UCS.

COORDENADAS ABSOLUTAS
Utilizam-se esses tipos de coordenadas quando se sabe com exatidão a localização dos
pontos desejados, pois o ponto a ser localizado se relaciona diretamente com a origem do sistema.

EXERCÍCIO:

P1 = 0,0 P1 = 2,3 P1 = -1,-3 P1 = 0,0 P1 = -2,-3 P1 = 2,6


P2 = P2 = P2 = P2 = P2 = P2 =
P3 = P3 = P3 = P3 = P3 = P3 =
P4 = P4 = P4 = P4 = P4 = P4 =
P5 = P5 = P5 = P5 = P5 = P5 =
P6 = P6 = P6 =
P7 = P7 = P7 =
P8 = P8 = P8 =

10
COORDENADAS RELATIVAS
São utilizadas quando se sabe o deslocamento de um ponto em relação ao ponto anterior.
Para que o AutoCAD entenda essa relação, a coordenada deve ser precedida com o simbolo @.

EXERCÍCIO:

P1 = 0,0 P1 = 0,0
P2 = P2 =
P3 = P3 =
P4 = P4 =
P5 = P5 =
P6 =
P7 =
P8 =

COORDENADAS RELATIVAS POLARES


A sintaxe da coordenada polar é composta pela distância entre o ponto a ser inserido e o
ângulo de rotação. A distância é precedida pelo sinal de @ se for relativo ao último ponto e o ângulo
pelo sinal de < em ambos os casos.

11
EXERCÍCIO:

P1 = 0,0 P1 = 0,0
P2 = P2 =
P3 = P3 =
P4 = P4 =
P5 = P5 =
P6 =
P7 =
P8 =

12
MODIFICANDO E CRIANDO PROPRIEDADES
DE OBJETOS

LAYERS (FORMAT-LAYERS...)

Anotações:

13
LINHAS (FORMAT-LINETYPE...)

Anotações:

14
CORES
O AutoCAD atribui cores a objetos individuais e a layers. Todas as cores são caracterizadas
por um número de 1 a 255, porém os nomes padrões estão disponíveis apenas para as cores 1 a 7.
As cores de 8 a 255 devem ser atribuídas pelo número ou por sua seleção em quadros de diálogos.
A função das cores aparece na hora da impressão do desenho. Para cada cor o AutoCAD dá
uma espessura de impressão diferente.

Anotações:

15
MODIFICANDO PROPRIEDADES
Por propriedades, entende-se sua cor, tipo de linha, características do texto, layer,
características das hachuras tais como escala, padrão, etc.

ATRIBUINDO PROPRIEDADES DE UMA ENTIDADE A OUTRA (MODIFY-


PROPERTIES)
Permite que uma vez que tenha uma entidade totalmente definida, quanto às suas
características no desenho (cor, tipo de linha, layer, etc.), você poderá transferir estas características
às demais entidades.

16
CRIANDO E MODIFICANDO OBJETOS

Comando PLINE (DRAW-POLYLINE)


Cria polilinhas bidimensionais. Uma polilinha normalmente é definida por uma série de
segmentos contíguos. O resultado é uma seqüência de linhas com características de uma única
entidade.

EXERCÍCIO:

Comando OFFSET (MODIFY-OFFSET)


Cria uma cópia paralela do objeto, com deslocamento determinado por uma distância ou
ponto.

EXERCÍCIO:

17
CRIANDO SNAP FIXOS – OSNAP (TOOLS-DRAFTING SETTINGS)

Anotações:

Endpoint – ponto extremo;


Midpoint – ponto médio;
Center – centro de um arco, círculo ou elipse;
Node – ponto desenhado com o comando Point;
Quadrant – quadrante mais próximo de um arco, círculo ou elipse (os pontos a 0º, 90º, 180º e 270º graus);
Intersection – interseção de objetos;
Extension – Gera uma linha de extensão temporária que é mostrada quando você passa o cursor sobre
extremidades dos objetos.
Insertion – ponto de inserção de um bloco, texto...
Perpendicular – ponto de um objeto que forma um alinhamento normal ou perpendicular.
Tangent – ponto de um círculo ou arco que forme uma tangente com o segundo ponto especificado;
Nearest – ponto do objeto que esteja mais próximo ao ponto especificado.
Apparent Int – ponto que faz a interseção aparente entre dois objetos. Você será solicitado a escolher os
dois objetos.
Parallel – Desenha um vetor paralelo a outro objeto toda vez que o AutoCAD solicita um segundo ponto de
um vetor.

18
Comando ARC (DRAW-ARC)
Desenha arcos.

Comando TRIM (MODIFY-TRIM)


Corta o excedente de um objeto até os limites definidos por outros objetos.

Comando EXTEND (MODIFY-EXTEND)


Estende objetos até se encontrarem com outros que funcionem com limite.

EXERCÍCIO:

Anotações:

19
Comando COPY (MODIFY-COPY)
Copia objetos de um desenho.

Comando BREAK (MODIFY-BREAK)


Permite remoção de parte de um objeto, mesmo sem usar outros limites.

Comando STRETCH (MODIFY-STRETCH)


Estica parte do desenho.

EXERCÍCIO:

Anotações:

20
Comando RECTANGLE (DRAW-RECTANGLE)
Desenha um retângulo.

Comando MIRROR (MODIFY-MIRROR)


Faz um rebatimento (espelhamento) das entidades selecionadas.

EXERCÍCIO:

Anotações:

21
Comando CIRCLE (DRAW-CIRCLE)
Desenha círculos.

Comando ELLIPSE (DRAW-ELLIPSE)


Desenha elipse ou arco elíptico reais.

Comando ROTATE (MODIFY-ROTATE)


Rotaciona objetos em torno de um ponto determinado.

EXERCÍCIO:

Anotações:

22
Comando FILLET(MODIFY-FILLET)
Executa arredondamentos ou concordância entre objetos. É criado um arco ou segmento de
polilinha para que o arredondamento possa ser criado.

Comando CHAMFER(MODIFY-CHAMFER)
Executa chanfros ou concordância entre objetos. É criada uma nova linha ou segmento de
polilinha para que o chanfro possa ser criado.

EXERCÍCIO:

Anotações:

Comando ARRAY (MODIFY-ARRAY)


Cria várias cópias de um conjunto de objetos de maneira ordenada, que poderá ser retangular
ou polar (circular).
Retangular – cria vários objetos a partir da definição do número de linhas e colunas
desejadas.
Polar – cria vários objetos em torno de um centro, circundando totalmente ou parcialmente.

23
24
Comando SCALE (MODIFY-SCALE)
Amplia ou reduz os objetos selecionados.

Comando POLYGON (DRAW-POLYGON)


Cria polígonos, que serão polilinhas fechadas e de lados iguais.

EXERCÍCIO:

Anotações:

25
Comando BHATCH (DRAW-HATCH)
Cria Hachuras associadas aos objetos que formam limites. Os textos inclusive são
considerados limites de hachuras.

Anotações:

26
EXERCÍCIO:

Comando BLOCK

Cria um bloco a partir da seleção dos objetos.


Um bloco é um conjunto de objetos agrupados que formam um só objeto. Ele serve para
agilizar o processo do desenho, pois você pode inserir um mesmo bloco várias vezes, ao invés de
recriar elementos do desenho a cada vez. Você pode inserir, mudar a escala e aplicar rotação a um
bloco de desenho (DDINSERT). Você pode desmembrar um bloco em seus objetos componentes
(EXPLODE), modificá-los e modificar a definição de blocos.

27
Comando BMAKE (DRAW-BLOCK-MAKE)
Cria um bloco a partir de um bloco de diálogo interativo.

Anotações:

Comando WBLOCK (FILE-EXPORT- Salvar como tipo: Block (*.dwg)


Cria um arquivo externo.

Anotações:

28
Comando DDINSERT (INSERT-BLOCK...)
Insere os blocos criados com os comandos anteriores.

Anotações:

Comando EXPLODE
Desmembra um objetos composto nos objetos que o compõem. Os objetos permanecem no
mesmo lugar, porém sua cor ou tipo de linha podem mudar. Dependendo do tipo de objeto
composto, o efeito sobre o desmembramento do mesmo pode variar.

EXERCÍCIO:

• Transformar os desenhos dos exercícios anteriores em blocos – bancada do banheir, sanitário,


cama e mesa com cadeiras.

29
Comando DDSTYLE (FORMAT-TEXT STYLE)
Cria estilos de textos, ou seja, define a forma da letra, tamanho, inclinação, etc.

Anotações:

30
Comando DTEXT (DRAW-TEXT-SINGLE LINE TEXT)
Cria um texto no desenho.

Comando MTEXT (DRAW-TEXT-MULTILINE TEXT)


Cria um texto com várias linhas como um parágrafo.
É criado um parágrafo definido por limite pelo usuário. Esses limites não são impressos. O
objeto MTEXT será único, independente do número de linhas possui. Esses limites podem ser
alterados a qualquer momento por uso de comandos de edição ou grips.
Aqui é possível o uso de um redator de texto, que facilitará sobremaneira a forma de
trabalhar textos, possibilitando ter no mesmo texto, letras com cores diferentes, efeitos especiais,
caracteres de tamanhos diferentes, etc.

Anotações:

31
Comando DDEDIT (MODIFY-OBJECT-TEXT)
Edita textos.

EXERCÍCIO:
• Nomear os cômodos com as respectivas áreas.

Comando PEDIT (MODIFY-OBJECT-POLYLINE)


Permite a edição de polilinhas.
Opções:
• Close: Cria um segmento de polilinha unindo o último ponto ao primeiro, tornando-a fechada.
• Join: Une em uma polilinha aberta vários segmentos, transformando todo o conjunto em uma
única polilinha. Para que isso ocorra, os extremos de cada segmento devem se tocar
perfeitamente.
• Width: Solicita uma nova largura para a polilinha.
• Fit: Cria uma curva suave formada por pares de arcos entre cada dois vértices. A curva passará
por todos os vértices.

Comando POINT (DRAW-POINT-SINGLE POINT ou MULTIPLE POINT)


Cria pontos, ou seja, marcas no desenho para que se faça referência a uma coordenada ou
posição determinada. As formas de pontos disponíveis são mostradas a seguir. O comando
DDPTYPE (FORMAT-POINT STYLE) controla o tipo e o tamanho dos pontos.

Comando DIVIDE (DRAW-POINT-DIVIDE)


Permite que sejam desenhados pontos ou blocos sobre uma entidade, em espaços regulares.
É sempre bom certificar-se de que o tipo e o tamanho do ponto estão visíveis no seu desenho
e que se possa visualizar a “divisão”. Deve ficar claro que o comando não quebra o objeto em
vários pedaços, apenas desenha pontos ou blocos sobre o mesmo.

Comando MEASURE (DRAW-POINT-MEASURE)


Permite que sejam desenhados pontos ou blocos sobre uma entidade, em espaçamento
definido pelo usuário. É similar ao comando DIVIDE, porém aquele desenha os pontos (ou blocos),
dividindo-os de maneira eqüidistante em função do número de segmentos que você definiu. Aqui,

32
você define a distância entre os pontos, e o comando define quantos pontos serão desenhados no
objeto.

Comando ALIGN (MODIFY-3D OPERATION-ALIGN)


Gira, move e altera o tamanho dos objetos para que se alinhem a outros. É um comando
extremamente útil.

Anotações:

33
LISTANDO E ANALISANDO INFORMAÇÕES
DE DESENHOS

Comando DIST (TOOLS-INQUIRY-DIST)


Calcula a distância entre dois pontos.

Comando AREA (TOOLS-INQUIRY-AREA)


Calcula a área dos pontos inseridos.

Comando LIST (TOOLS-INQUIRY-LIST)


Lista todas as propriedades de um ou mais objetos.

Comando ID (TOOLS-INQUIRY-ID)
Exibe as coordenadas de qualquer ponto.

Anotações:

34
USANDO E CONFIGURANDO GRIPS

Os grips permitem editar objetos selecionados através de sua manipulação. O grip é um


pequeno quadrado que aparece em posições definidas dos objetos, como quadrantes e centro de um
círculo ou início, fim e ponto médio de uma linha.
Usando os grips, você pode utilizar os comandos STRETCH, MOVE, ROTATE, SCALE,
MIRROR e COPY MÚLTIPLO. Para usá-los, basta selecionar os objetos que você quer editar,
usando o cursos.

Comando DDGRIPS (TOOL-OPTIONS)


Configura os Grips.

Anotações:

35
DIMENSIONAMENTO

É o processo de acrescentar medidas a um desenho. O AutoCAD permite cotar linhas, arcos,


círculos e segmentos de polilinhas ou desenhar dimensionamento independentes.
Os dimensionamentos mostram as medidas geométricas dos objetos, as distâncias, os
ângulos entre objetos ou as coordenadas XY de um objeto. São divididos em linear, radial e angular.
Os lineares incluem dimensionamento horizontal, vertical, alinhado, em rotação, ordenado por linha
de base e contínuo.

Estilos de Dimensionamentos – DDIM (DIMENSION-STYLE...)


Antes de criar os dimensionamentos, você precisa editar o estilo do dimensionamento ou
escolher um outro estilo já existente, senão será atribuído o padrão STANDARD como estilo atual.

Anotações:

36
Anotações:

37
Anotações:

38
Anotações:

39
Anotações:

40
Anotações:

41
Anotações:

42
Anotações:

43
Dimensionamentos Lineares (Horizontal e Vertical) – DIMLINEAR (DIMENSION-
LINEAR)
A linha de cota é posicionada horizontalmente ou verticalmente independente da localização
dos pontos de chamada. Pode-se modificar o ângulo da linha de cota bem como o ângulo e o
conteúdo do texto.

Dimensionamentos Alinhados – DIMALIGNED (DIMENSION-ALIGNED)


Em dimensionamentos alinhados, a linha de cota é paralela às origens da linha de chamada.
Pode-se modificar o texto e o ângulo do texto a ser inserido.

Dimensionamentos de Ordenadas – DIMORDINATE(DIMENSION-ORDINATE)


Os dimensionamentos de ordenadas são compostos por uma coordenada X ou Y e uma linha
guia. Elas medem a distância perpendicular entre um ponto de origem, chamado referência, e um
elemento cotado. Esses dimensionamentos impedem a ocorrência de erros de escala, pois os
deslocamentos dos elementos em relação à referência são precisos. O AutoCAD usa o UCS atual
para determinar a coordenada X ou Y medida, e desenha a linha guia numa direção ortogonal em
relação aos eixos das coordenadas do UCS atual. O valor absoluto da coordenada é usado de acordo
com os padrões predominantes para os dimensionamentos de ordenadas. Recomenda-se que o modo
ORTHO esteja ativado durante a criação de dimensionamentos de ordenadas.

Dimensionamentos Radiais – DIMRADIUS (DIMENSION-RADIUS)


Os dimensionamentos radiais medem raios com eixo ou centro opcionais.

Dimensionamentos de Diâmetros – DIMDIAMETER (DIMENSION-DIAMETER)


Os dimensionamentos de diâmetros medem diâmetros com eixo ou centro opcionais.

Dimensionamentos Angulares – DIMANGULAR (DIMENSION-ANGULAR)


Dimensionamentos angulares medem o ângulo entre duas linhas ou três pontos. A linha de
cota forma um arco. Para cotar um ângulo sobre um arco de círculo ou linha, você seleciona o
objeto e especifica os pontos extremos do ângulo. Pode-se, também, cotar um ângulo especificando
o vértice do ângulo e dos pontos extremos. Ao criar o dimensionamento, você pode modificar o
ângulo e o conteúdo do texto.

44
Dimensionamentos por Linha de Base – DIMBASELINE (DIMENSION-BASELINE)
Dimensionamentos por linha de base são vários dimensionamentos medidos a partir da
mesma linha de base. Para criar esses dimensionamentos, é preciso que já exista um
dimensionamento linear do objeto.

Dimensionamentos Contínuos – DIMCONTINUE (DIMENSION-LINEAR)


Dimensionamentos contínuos são vários dimensionamentos consecutivos colocados entre as
extremidades. Para criar esses dimensionamentos, é preciso que já exista um dimensionamento
linear do objeto.

Guia e Anotações – LEADER (DIMENSION-LEADER)


Uma guia é uma linha que associa uma anotação e um elemento de um desenho.

Marcas de Centro – DIMCENTER (DIMENSION-CENTER MARK)


Desenha linhas de centro em arcos e círculos.

Edição de Cotas – DIMEDIT


Permite que sejam alteradas as características das cotas selecionadas.

Edição de Textos em Cotas – DIMTEDIT (DIMENSION-ALIGN TEXT)


Altera a posição do texto.

Atualizando Estilos das Cotas – DIM UP (DIMENSION-UPDATE)


À medida que você vai trabalhando, pode chegar à conclusão de que a totalidade ou algumas
cotas não estão de acordo com as características que você acabou de ajustar. Esse comando é usado
para atualizar as cotas selecionadas de acordo com as características vigentes no momento do uso
do comando.

45
EXERCÍCIO:

46
PLOTAGEM

ESTILO DE PLOTAGEM – PLOT STYLE

O estilo de plotagem (plot style) define como será a plotagem de um objeto na impressora,
definindo sua cor, espessura, desbotamento, como será o acabamento das linhas, etc. No AutoCAD
2000 isto não será mais ligado à impressora em que a plotagem será feita. Um conjunto de estilos de
plotagem configura o que chamamos de “Tabela de Estilos de Plotagem”.

Comando STYLESMANAGER (FILE-PLOT STYLE MANAGER)

47
Comando PLOT (FILE-PLOT...)
Permite a impressão do arquivo na impressora ou plotter propriamente dito.

Anotações:

48