Você está na página 1de 6

Universidade Federal da Bahia - UFBA

RADIAÇÃO TÉRMICA E RELATIVIDADE RESTRITA

LUCIANO LUNARDI

Salvador - BA 2013

Professor: Luiz Mendes Salvador – BA 2013 .LUCIANO LUNARDI RADIAÇÃO TÉRMICA E RELATIVIDADE RESTRITA Resumo apresentado a disciplina de Física Moderna do curso de Licenciatura Especial em Física da Universidade Federal da Bahia – UFBA. como prérequisito para obtenção de nota.

A matéria em um estado condensado emite um espectro continuo de radiação. representa uma generalização da física clássica. Todos os corpos emitem esse tipo de radiação para o meio em que o cerca. nos dá a energia média contida em uma unidade de volume no intervalo de frequência de ν a ν + dν. a densidade de energia ρT (ν). Se um corpo esta mais quente que o meio. A teoria de Planck da radiação de cavidade Ao tentar solucionar a discrepância entre a teoria e a experiência. faz-se uma contagem do número dessas ondas estacionárias cujas frequências estão no intervalo de ν a ν + dν. A depender do tamanho do orifício for muito pequena praticamente toda radiação será absorvida pelo corpo. multiplicando pela energia média das ondas e dividido pelo volume da cavidade. Usando um argumento geométrico. A radiação térmica que incide sobre o orifício vinda do exterior entra pela cavidade e é refletida repetidas vezes pelas suas paredes internas e sendo por elas absorvidas. e dele absorve. a teoria eletromagnética clássica é usada para mostrar que a radiação dentro da cavidade deve existir na forma de ondas estacionárias com nós sobre as superfícies metálicas. É claro que a lei dá resultados satisfatórios para se . que inclui as leis clássicas como casos especiais. o numero de ondas estacionárias no intervalo de frequências. Radiação Térmica A radiação emitida por um corpo devido à sua temperatura é chamada radiação térmica. Uma característica dos corpos negros é que todos à mesma temperatura emitem radiação térmica com o mesmo espectro. de forma a determinar como esse número depende de ν. mas foi o inicio de uma revolução na física. absorvem toda radiação térmica incidente sobre eles. Max Planck apresentou seu artigo “Sobre a Teoria da Lei de Distribuição de Energia do Espectro Normal”. a 4 de dezembro de 1900. Há dois tipos de corpo quente que emite espetros térmicos de carácter universal. EISBERG RESNICK) Numa reunião da Sociedade Alemã de Física. com o aumento da temperatura. Esses corpos. a maioria dos objetos só podemos ver pela luz que refletem. Os detalhes do espectro quase não dependem do material. em sua superfície. às taxas de emissão e absorção são as iguais. na teoria clássica. ele irá esfriar.Resumo Radiação Térmica e Teoria da Relatividade Restrita RADIAÇÃO TÉRMICA E POSTULADO DE PLANCK (CAPITULO 1 DE FÍSICA QUANTIDA. Sua teoria. mas dependem bastante da temperatura. A teoria clássica da radiação de cavidade Inicialmente. Esta é a quantidade desejada. pois é maior sua emissão do que sua absorção. ao chegar ao equilíbrio térmico. Atraindo pouca atenção de inicio. o corpo emite mais radiação térmica e a frequência na qual a radiação é mais intensa aumenta. Outro tipo de corpo negro é um objeto que contem uma cavidade ligada ao exterior por um pequeno orifício. são chamados corpos negros. assim como a teoria da relatividade. A energia total média depende. A temperaturas usuais. Planck foi levado a considerar a hipótese de uma violação da lei de equipartição da energia sobre a qual a teoria baseava. Então usa-se um resultado da teoria cinética clássica dos gases para calcular a energia total média dessas ondas quando o sistema está em equilíbrio térmico. mas a temperaturas muito altas os corpos possuem luminosidade própria. Isto é. apenas da temperatura T.

. a energia média das ondas estacionárias é uma função da frequência figura. . onde consta dois postulados. PAUL A. Generalizando podemos afirmar o seguinte: Todo referencial que se move com velocidade constante em relação a um referencial inercial é um referencial inercial. 2º A velocidade da luz no vácuo é constante e nada que tenha massa pode atingir velocidade maior que a dela. com as propriedades indicadas na RELATIVIDADE (CAPITULO 1 – FÍSICA MODERNA. . Em outras palavras. nas circunstancias que predominam no caso da radiação de corpo negro. Sobre os referenciais inerciais. de forma que . por algum motivo. Em 1916 apresentou a teoria da relatividade geral. 1. As leis da física descobertas na Terra seriam as mesmas qualquer que fosse o ponto tomado como centro. por isso. a excelente concordância entre este número e o valor experimental da velocidade da luz e entre as propriedades de polarização prevista para ondas eletromagnéticas e a observadas para a luz constituía um forte indício de que a luz era uma onda eletromagnética e. a energia total média tende a kT quando a frequência se aproxima de zero. que desde Aristóteles chama-se de éter. e h uma constante universal (h=6. um corte.62. A Velocidade da Luz Por meio das Equações de Maxwell a velocidade da luz tem um valor bem determinado. isto é. podemos dizer que todos os referenciais inerciais são equivalentes. O Postulado de Planck e suas implicações As contribuições de Planck pode ser colocada na forma de um postulado.10 -34 J. Mas a propagação deveria ser por meio de um meio material. As leis de Newton têm a mesma forma com qualquer referencial inercial. onde v é a frequência da oscilação. . desde que esse referencial seja inercial. este estaria em todo universo. A discrepância para altas temperaturas poderia ser eliminada se houvesse.s). Planck descobriu que. se propagava com velocidade. como se segue: Qualquer ente físico com grau de liberdade cuja “coordenada” é uma função senoidal do tempo (isto é. Albert Einstein em 1905 apresentou a teoria da relatividade restrita ou especial.baixas frequências.. não existe um referencial especial ou privilegiado em relação ao qual possam ser feitas medidas absolutas de espaço e tempo. já com Copérnico mostrava que os cálculos dos movimentos dos planetas se tornaria mais simples e preciso se um modelo de que a Terra não fosse o centro do universo. TIPLER) O caráter relativista das leis da física começou a ser reconhecido muito cedo. Portanto podemos supor isto é. incluindo o interior da matéria. ou seja.. 1º todas as leis da física são validas independente do referencial adotado. executa oscilações harmônicas simples) pode possuir apenas energias totais ε que satisfaçam à relação (n=0. 2. acrescentando referenciais acelerados e efeitos da gravidade. 3. se a energia total média tender a zero quando a frequência tender a infinito.). o que significa que são invariantes em relação a uma transformação de Galileu.

Todo evento ocorre em um certo ponto do espaço e em um dado instante. a fonte está emitindo uma série de ondas em direção aos observadores A e B enquanto se aproxima de A e se afasta de B. Eventos e Observadores Evento é algo que acontece. O Efeito Doppler O efeito Doppler aqui é diferente do som. Assim considere uma fonte luminosa que esteja se movendo em direção a um observador A com velocidade v. Considere a seguinte situação: uma pessoa viaja numa nave e passa por outra pessoa em um ponto P. podemos deduzir a equação que mostra a dilatação do tempo. mas nada foi detectado. o tempo. mas de uma forma tal que se reduzam às equações clássicas para v<<c. o comprimento na direção do movimento é sempre menor que o comprimento próprio. ser modificadas para se tornarem compatíveis com os postulados de Einstein. Isso tudo por causa de todas as ondas conhecidas até então se propagavam em um meio e o meio influenciava na propagação. Referencial inercial formado por uma rede de réguas com um relógio em cada vértice. sendo que o pulso luminoso vai em direção ao espelho e depois é refletido pelo mesmo em direção à nave. AS três dimensões especiais são as posições dos relógios. Já o observador que está fora da nave vê a luz se propagar na diagonal. Para os dois observadores a velocidade da luz é a mesma. um raio que cai. Dilatação dos tempos e Contração das distâncias A dilatação do tempo é uma consequência da invariância da velocidade da luz. onde que . Um fenômeno intimamente associado à dilatação dos tempos é o da contração das distancias. como uma porta que é fechada. O comprimento de um objeto no referencial em que o objeto está em repouso é conhecido como comprimento próprio e representado pelo símbolo Lp. O observador de dentro da nave vê a luz ir e voltar ao longo de uma linha reta perpendicular ao deslocamento da nave.Michelson e Morley por meio de um interferômetro quiseram provar a existência do éter. instrumentos eletrônicos. Com base nisto. portanto. Observadores são os que descrevem os eventos. A fonte está localizada em x’ = 0 e naturalmente. A nave viaja paralelamente a um espelho de modo que o pulso luminoso emitido retorne para o observador de dentro da nave. A relatividade da Simultaneidade Todos os paradoxos da teoria da relatividade podem ser explicados se reconhecermos que os postulados da relatividade restrita implicam a relatividade das simultaneidade. entre outros. é representada pelas leituras dos relógios. Os observadores podem ser pessoas. mas é importante chamar atenção para o fato de que os eventos não dependem do referencial inercial usado para descrevêlos. esses sim estão associados a referenciais inerciais particulares. A quarta dimensão do espaço-tempo. O referencial onde estão A e B estão em repouso. sua linha do universo é o eixo ct’. Assim no caso . Essas modificações receberam o nome de Transformações de Lorentz. A transformação de Lorentz As equações da transformação de Galileu devem. duas partículas que se chocam ou uma estrela que explode. pois para o som é preciso um meio material e para luz isso não é preciso. Os relógios são todos sincronizados a partir de um relógio de referencia. Neste texto o observador será relógios instalados em vários pontos de referencial inercial. segundo a qual dois eventos que são simultâneos em um referencial não são simultâneos em outro referencial inercial que esteja se movendo em relação ao primeiro. Em um referencial no qual o objeto esta se movendo.

observaria que o outro voltou mais Jovem. O paradoxo dos Gêmeos Talvez o mais famoso paradoxo da relatividade restrita. a frequência da luz emitida. como no do som. . Se for vermelha ela está se afastando e se for azulada está se aproximando. até uma estrela distante e volta à Terra. e está ligado ao fenômeno de dilatação do tempo. Assim o paradoxo resulta da ideia de que todo movimento é relativo. Sendo esse o caso. e. Quando Ulisses chega em casa. o efeito Doppler é causado pelo movimento relativo entre a fonte e o receptor. portanto. Homero e Ulisses são irmãos gêmeos. ou seja. enquanto Homero permanece o tempo todo em nosso planeta.da luz. percebe que seu irmão tivera envelhecido muito mais do que ele. cada um dos gêmeos poderia ter uma impressão de que foi o outro que viajou. Na astronomia para ver se uma estrela está se afastando olhamos para a cor. também conhecida como paradoxo do relógio. próxima a da luz. Ulisses viaja com velocidade constante.