Você está na página 1de 22

TÍTULO ORIGINAL:

Noviazgo Cristiano
(Espanhol)

PREP AR ADO E ESC RITO PO R:


Abel Saia Júnior

Este trabalho foi realizado com ajuda dos Pastores da


Igreja Evangélica Pentecostal de Cuba “Assembleia de
Deus”, em Julho de 1995, na Ilha da Juventude - Cuba.

1
INDICE
UM LAR FELIZ.........................................................................................................3
AGRADECIMENTOS...............................................................................................4
INTRODUÇÃO.......................................................................................................... 7
PERGUNTAS QUE NOS FIZEMOS NA JUVENTUDE......................................... 7
REFLEXÃO...............................................................................................................13
DEFINIÇÃO DO AMOR...........................................................................................13
A MINHA BIBLIOGRAFIA..................................................................................... 14
DEDICATÓRIA.........................................................................................................15
SETE REGRAS PARA TORNAR MAIS FELIZ A VIDA DO SEU LAR...............15
AUTOBIOGRAFIA DO AUTOR............................................................................. 17

Nota: É proibida a reprodução total ou parcial desta obra sem previa autorização do Autor.

2
UM LAR FELIZ

Um lar estabelece-se quando um homem e uma mulher são unidos em matrimónio. O lar
pode ser um lugar de armonia e contentamento, ou um lugar de pleitos e contendas.
__ Qual é o seu lar ? Feliz, forte e capaz de sobreviver as tempestades da vida ? A Bíblia
nos dá o plano para um lar cuja estrutura é formosa e firme com um ambiente placenteiro.
O lar é uma importante unidade social. O lar tem sido ordenado Divinamente e para
nossa satisfação física; para nossa felicidade emocional, e para nosso desenvolvimento
espiritual. O plano de Deus sempre tem sido que as famílias vivam em harmonia e que os
membros tragam felicidade os uns dos outros. Então, por quê há tantos lares
desleixados ? Porquê são destruídos pela discórdias, a separação e o divorcio ? È por que
o plano de Deus tem sido desatendido. Na sua palavra se encontram materiais necessários
para o lar feliz.
Os lares feitos segundo sua palavra são lugares onde reinam o amor, a confiança, o
interesse mútuo e o serviço sem egoísmo o um do outro. Tais lares trazem felicidades a
nossa vida e preservam nossas comunidades e nações. Está você, seguindo o plano de
Deus, o Mestre Arquitecto ? “ Se Jeová não edificar a casa, em vão trabalham os que a
edificam...” Salmos 127:1.

Na juventude estabelecemos o fundamento do nosso lar futuro. Na preparação do


matrimónio é muito importante viver uma vida de pureza. A vida pecaminosa antes do
casamento mina a estabilidade moral e põe em risco o lar futuro.
Se na juventude suele viver para si mesmo, só pensando no bem estar e felicidade de si
mesmo, depois de casar-se encontrará muitos problemas. A grande percentagem de
divórcios lhe comprova.

Se necessita arrepender-se sinceramente destes pecados antes que possa fazer uma nova
vida em Cristo. Ao arrepender-se um deixa atrás a vida pecaminosa e Deus enche o
coração do homem com suas bênçãos.
A Bíblia diz que um pode casar-se com quem queira com tal seja no Senhor( 1ªCorríntios
7:39). Isto quer dizer que ambos o homem e a mulher têm rendido a vontade e a vida ao
Senhor. Um tem que deixar que Deus tenha o primeiro lugar na sua vida. Quando o
homem e a mulher, ou os dois, são egoístas ou ensimesmados, onde está a base para a
felicidade mútua ?
Casando-se “no Senhor” não somente requer que os dois sejam Cristãos se não que sejam
atraído um do outro pelo espírito de Deus. As atracções físicas, as paixões e a enfatuação
não servem como bom fundamento para o matrimónio.

Quando estas constituem a base de atracção um dos outros, bem pode ser que lhes
causem frustrações e conflitos depois de casar-se. Mas se confiamos no Senhor e
deixamos que nos guie ao escolher nossa companheira ou companheiro, Ele na Sua
divina sabedoria vê e escolhe a esposa ou esposo que necessitamos para hoje e para os
anos que vêm. Pode ser que Deus escolha para um uma esposa com temperamento e
gostos diferentes aos dele, resultando numa união mais balanceada. Desta maneira, um
completa ao outro. “... e os dois será uma só carne...” (Marcos 10:8).

3
O enlace matrimonial, deve ser uma união por toda a vida e não simplesmente um
contrato legal. Jesus deu este mandamento claro “... o que Deus juntou não o separa o
homem (Mateus 19:6).
O lar é uma pequena comunidade entre si e como em qualquer unidade social, se
necessita delegar a alguém certas responsabilidades. Deus nos tem dado detalhes desta
ordem na Bíblia. È uma estrutura de autoridade, a qual se seguimos, trará ordem e
felicidade no nosso lar. Se lhe requer ao esposo maior responsabilidade, porque é a
cabeça do lar, logo a esposa com sua devida responsabilidade, e em seguida ás crianças.
Lê 1ªCorrintios 11:3, Efesios 5:22-24. Quando Deus estabelece e aprova um princípio, é
um princípio sagrado. Qualquer desobediência a esse principio, trará sua devida medida
de tristeza. Aos obedientes Ele reparte Suas próprias características e os apoia com a sua
graça.
Ao casar-se o esposo e a esposa começam uma união na qual cada um tem suas
responsabilidades e obrigações. Se necessita aos dois com suas diferentes funções e
habilidades para que o lar seja completo. Alguém tem que ser cabeça do lar, e esta
posição Deus delegou ao homem, “...por que o marido é a cabeça da mulher, assim
como Cristo é a cabeça da Igreja a qual é seu corpo e ele é seu Salvador...”Efesios 5:23.
Paulo também ensina: “...Maridos, amem as vossas mulheres, assim como Cristo amou a
Igreja, e se entregou a si mesmo por ela”(Efesios 5:25).Tal amor causa ao esposo dar a
sua esposa o mesmo, cuidando-a e amando-a como o seu mesmo corpo (Efesios 5:28)
Um esposo que ama sua esposa, não lhe considera inferior ou menor que ele mesmo, ao
contrário, confia nela consultando nela e tratando-a em amor como uma verdadeira
companheira.
“... Assim mesmo, vos mulheres, estejam sujeitas aos vossos maridos...”(1ª Pedro 3:1)
Quando a esposa segue a direcção do seu esposo no lar ( como ele segue em obediência a
Cristo), seu lar é um refugio de paz e contentamento. Efesios 5:33 diz “...e a mulher
respeite o seu marido...” A rebelião contra este princípio tem trazido muitas tristezas aos
lares hoje em dia. Desatendendo esta ordem não somente causa problemas na família, se
não também causa conflitos no coração da esposa.
Quiséramos pensar que nossas crianças são puras inocentes, não obstante, todas nascem
com uma natureza pecaminosa. A natureza egoísta é mais e mais evidente ao crescer a
criança e trará muita infelicidade e desgraça a si mesmo e a outros se os pais não
disciplinam nem corrigem estas tendências.
O dever da criança é obedecer a seus pais “...filhos, obedecem no Senhor a vossos pais,
por que isto é justo...” (Efesios 6:1) se vê um exemplo perfeito de obediência na vida do
menino Jesus: “E descendeu com eles, e voltou de Nazaré, e estava sujeito a eles”
(Lc.2:51). Quando se pratica o principio de submissão e é a norma do lar, ambos pais e
crianças estão mais contentes e o lar é um lugar mais placenteiro.
Quando se mantém a ordem de Deus os pais viverão para as crianças e as crianças para os
pais, e todos viverão para Deus. Tais lares adornarão nossas comunidades e darão
qualidades a nossas nações.
Muitos jovens estão envoltos em cultos satânicos, o espiritismo, as drogas, as modas ,os
costumes e as diversões do mundo. Estão cativos por uma sociedade mal sã, caminhando
com muita pressa, deixando os valores e bons costumes que num tempo deu um certo
grau de integridade e estabilidade a nossas comunidades. Será por falta de lares felizes e
firmes que há tantos jovens desassossegados e descontentes ? A caso, se te tem ocorrido

4
a você que a construção e felicidade do seu lar depende de si e a lealdade do seu coração
a Deus ?
Se queremos edificar um lar feliz e firme, Jesus Cristo tem que ser fundamento.
Tempestades e chuvas podem golpearem-no mas com Cristo se mantém firme. Jesus ama
a famílias e está pronto a entrar e viver em nossos lares. Ele nos dá a direcção, força e
ânimo para fazer brilhar nossos lares como faróis de luz neste mundo cruel. Deixaremos
que Ele entre nos nossos lares ? Ele diz, “Eis aqui, estou a porta e chamo” (Apocalipse
3:20). Ele toca a porta dos nossos corações primeiro, logo do nosso lar.
Um lar feliz começa no nosso coração; não podemos ter paz no nosso lar se não a temos
nos nossos corações. Podemos ter vitoria pessoal sobre irritações e frustrações do dia
quando pomos nossa confiança em Deus. “Tú guardarás em perfeita paz aquele em cujo
o pensamento em ti persevera; por que em ti tem confiado “(Isaías 26:3).
Numa família piadosa, oram juntos intercedendo a Deus por seus próprios corações, seu
lar e suas necessidades e da comunidade. A oração une a família. Certo é o provérbio:” A
família que ora unidamente, vive unidamente”. Crês e aceites o plano de Deus para sua
vida e da do seu lar. “ Se ouvireis hoje sua voz, não endureçam os corações”(Hebr.3:7-8)
O Senhor está esperar abençoar o seu coração, seu lar também. Entrega-se a Ele de todo o
coração e seja fiel. Algum dia Ele lhe abrirá a porta do lar celestial, onde a felicidade e a
perfeita paz lhe darão sua bem vinda e ali morará para sempre e jamais.

AGRADECIMENTOS

Agradecimentos especiais vão a todos os que duma forma ou outra,


colaboraram na produção desta obra. Aos pastores da Assembleia de Deus
de Cuba, Arnoldo Gonsález Villoyanga e Isac Gonsález Ramos, Alexandre
Francisco Valoi(Chicualacuala) e a empresa que tipografará esta obra.
Também á minha esposa Atália Vasco Macoô Saia, que tanto me dá refugio
dos pesares e males desta vida.

“... Compra a verdade e não a vendas, a sabedoria a ensinança e a inteligência...”


Provérbios 23:23

5
“... E conhecereis a verdade e a verdade vos fará livres...” João 8:32

“... Santifica-lhes na tua verdade, tua palavra é verdade...” João 17:17

“...Lembra-te do teu Criador nos dia da tua juventude, antes que venham os dias maus e
cheguem os anos dos quais digas: não tenho neles contentamento ...”Eclesiastes.12:1

“... Alegra-te jovem na tua juventude, e tome prazer teu coração nos dias da tua
adolescência; e andem caminho do teu coração e a vista dos teus olhos; mas sabe, que
sobre todas estas coisas te julgará Deus...” Eclesiastes 11:9

6
INTRODUCÇÃO

No meio dum mundo corrupto, cheio de insegurança e desorientação, cresce e se


desenvolve uma juventude cristã redimida e transformada pelo Espírito Santo; mas
muitas vezes carente de princípios e verdades que lhe permita triunfar na vida
matrimonial.
Não por que não existam tais verdades e princípios disponíveis, que permitem ver
triunfos perduráveis ao largo dos anos, se não muita a inexperiência, a falta de
conhecimentos e a presença dos conceitos e ideias mundãs, não nos permitem interiorizar
e por ende, viver os conselhos práticos dados pelo Senhor Jesus na sua Sagrada palavra.

È por esta razão, que sinto animado a compartilhar as respostas á perguntas que me
preocuparam na minha etapa de solteiro. Respostas que encontrei na Santa palavra de
Deus, a voz da experiência dos meus pais e pastores, e, alguns livros que me ajudaram.
Todo jovem tem suas inquietude sobre o namoro e o matrimónio, mas muito poucos são
capazes de aproximar-se a um conselheiro solicitando sua ajuda; quase todos preferem
experimentar e encontrar respostas das sua interrogações no meio das frustrações e
tropeços da vida.

Mas quero dizer te embora o dito diz que : “Ninguém experimenta pela cabeça alheia”,
não é necessário fracassar para então recapacitar; é melhor escutar o conselho e fazer o
que nos ensinam embora não entendamos no presente.

Hoje cumpro o dever que tenho com Deus de transmitir a ti querido jovem que transitas
nesta vida; os conselhos que me fizeram andar na sua vontade. O amor não se descobre
de repente ou de vez para sempre. Há que descobri-lo constantemente em toda relação
humana. A verdadeira preparação para o matrimónio não é algo que se realiza num só
momento durante o namoro breve, se não um desenvolvimento das personalidades que
dura tanto como a vida e que logra-se por uma crescente a superar-se e por um fiel
compartilhar das alegrias e das tristezas.

QUAIS SÃO AS PERGUNTAS QUE TODOS NOS FIZEMOS QUANDO


CHEGAMOS Á JUVENTUDE ?

Entre outras temos:

O QUE É AMAR ?

Amar é ver o formoso da vida

 È aproximar-se a Deus.
 È ser cego para todo o feio e  È começar a vida de novo
negativo.  È contemplar uma beleza superior
 È ter sempre uma atitude mental que a do arco-íris.
positiva.  È renunciar o passado negativo
 È ter a necessidade de perdoar.

7
 È libertar a alma da escravidão do  È escutar a vibração musical mais
ódio e temor doce que existe.
 È atrair tudo o que há do formoso  È tocar o borde do manto de
na terra e no Céu ao banquete do Jesus.
amor  È seguir um curso de fé e de
esperança.
 È transformar as lágrimas em  È aprender o valor de abnegação e
prismas multicolores o sacrifício.
 È saber que quando as minhas  È lutar juntos para alcançar um
forças falham, posso pedir cume nobre e digno.
emprestado a força de alguém que  È olhar juntos á mesma meta e
cuida de mim. andar unidos na mesma direcção.
 È saturar-se de bondade e de fé.  È unir as nossas forças para levar
 È estar consciente de que minhas um peso comum.
tristezas serão compartilhadas e  È seguir juntos - unidos nossas
que minhas alegrias serão mãos, até o alheio horizonte, lá
multiplicadas e enriquecidas pelo encima e lá longe.
companheirismo dos seres  È viver.
amados.

 Isto é amar... e muito mais que a tinta não pode expressar nem o pensamento
precisar, só o coração sentir e o espírito gostar

Deus é Amor, quem vive em amor mora em Deus e Deus nele. O


amor vem de Deus por que Deus é Amor. S.João

QUAIS SÃO AS VANTAGENS DO AMOR?


 Nos dá ocasião de admirar, apreciar, de amar numa pessoa, o que
doutro modo não houvesse podido admirado, apreciado e amado
em três mil milhões de pessoas.

Pensamento: O amor é uma planta de origem celestial. Se queremos


que floresça nos nossos corações devemos cultivá-la diariamente. As
preciosas facetas do amor são: benignidade, doçura, apacibilidade,
suavidade, cavalheirosidade e paciência.

 Nos faz leviano ao trabalho.


 Nos dilata o coração para o por vir(futuro.)
 Logra a expansão de nossas almas, nos abre grandes horizontes,
nos enche de ilusões.

8
 Oferece a suprema oportunidade de aprendizagem nas virtudes
básicas: abnegação, sacrifício, compreensão, empatia, renuncia,
resignação, esperança e fé.
 Desenvolve a personalidade de ambos cônjuges. Não anula, se não,
enriquece e logra sua coesão.

O QUE É O NAMORO?

 È uma relação entre um homem e uma mulher que normalmente conduz ao


matrimónio.

PARA QUÊ O NAMORO?

 Estar juntos e estabelecer uma conversação alegre, séria e respeitosa.


 Chegar a conhecer os princípios , convicções, aspirações e ambições de um do
outro.
 È o período no qual, ambos podem compartilhar suas metas, valores e ideias.

SÃO CORRECTAS AS CARÍCIAS ÍNTIMAS NO NAMORO?


 Não. A paixão e os desejos carnais quando são alentados fora do matrimónio,
frequentemente agoniam a razão e vencem a vontade.

QUAIS AS COISAS QUE NÃO DEVEM INCLUIR-SE NO NAMORO?

 Assistência a lugares não apropriados para um Cristão.


 Intimidade sexual.
 Demasiada intimidade física que possa conduzir á fornicação.

QUAIS SÃO AS CARACTERÍSTICAS QUE DEVEM ENCONTRAR-SE NUM BOM


FUTURO CÔNJUGE?

 Será alguém que seja cristão e mais ou menos da mesma doutrina, para que não
haja conflitos tocantes á igreja a qual assistir.
Também deve ser uma pessoa da mesma consagração ao Senhor.__ Como pode uma
mulher que busca o terrenal ser ajuda idónea para um homem cujo olhar está posto
nas coisas de cima ou vice-versa ?
 Será alguém a quem possa respeitar e admirar. Não basta a atracção física mútua.
 Será com o qual se sinta cómodo e se compraza em estar juntos. Se ambos jovens
não podem conversar bem entre si e se divertem somente quando estão um nos
braços do outro, é muito improvável que levem uma vida feliz no futuro. O
companheirismo é muito mais importante e duradouro no matrimónio que as
atracções físicas.
 Será alguém com ideias parecidas.

9
 Será alguém com afinidades de gostos.
 Será alguém com mais ou menos da mesma idade. Se há diferença de idades,
quase sempre, o preferível é que o homem seja o maior.
 Será alguém cujos pais sejam aceitados como família. Quando um se casa, chega
a formar parte de três famílias: a família dos pais, a família do Cônjuge e a nova
família que estabelecem os esposos. Se não gosta-lhes dos parentes da pessoa e
pensa que não se levaria bem com eles, deve recapacitar enquanto a formar uma
união com ditas pessoas.

QUERES SABER SE JÁ ENCONTRASTE O NOIVO OU NOIVA IDEAL ?


FAÇA-TE ESTAS PERGUNTAS E SEGUNDO A RESPOSTA TE DARÁS CONTA
SE É A PESSOA QUE NO FUTURO TE FARÁ FELIZ !

Pensamento :A busca dum companheiro ou duma companheira é


uma búsqueda dum coração que me compreenda.

 Temos um mesmo ideal até ao que nos dirigimos juntos ?


 Terei encontrado a pessoa espiritual e não só ao físico?
 Somos pessoas maduras emocionalmente falando ?
 Terei buscado um conselheiro espiritual ?
 Teremo-nos postos de acordo no referente aos seguintes pontos:
- Religião, moral, filosofia da vida.
- Vivenda (independente ou não )
- Ter filhos ou não(poucos ou muitos )
- Estudos ,carreiras, oficio, trabalho da esposa.
- Situação social e económica. Finanças .
- Temores secretos.
- Amizades rivais, ciúmes mal entendidos.
 Teremo-nos aclarados os segredos que devem ser descobertos?
 Temos amplas relações laborais, religiosas, culturais, sociais e recreativas com
outras pessoas ?
 È meu noivo ou noiva uma pessoa feliz no seu lar ?
 Ama a seus pais, seus irmãos e suas amizades ?
 È normal desde o ponto de vista psíquico ?
 Tem saúde física ?
 Está livre de neuroses e de taras mentais ?
 È bondadoso ou bondadosa ?
Pensamento: Casa-te com uma pessoa feliz e não amargada. Casa-te com uma
pessoa que haja aprendido a amar a seus pais, irmãos e seus amigos. Um bom
filho é um bom marido; uma boa filha é uma boa esposa.

10
QUAIS SÃO AS CARACTERÍSTICAS QUE APRESENTA UMA PESSOA QUE TEM
A SUFICIENTE MADUREZ PARA CASAR-SE ?

 Faz frente a vida com realismo.


 Aceita as situações tal como são.
 Coopera com os outros.
 È capaz de tomar decisões.
 Aceita bem as frustrações.

ALGUNS SINTOMAS DE FALTA DE MADUREZ SÃO:

• Ser exigente quanto á satisfação dos seus próprios desejos.


• Não considera os desejos e sentimentos do seu futuro cônjuge.
• Dá rendas soltas a seus sentimentos quando as coisas andam mal ou a pessoa
não consegue o que deseja.( Grita, chora, range está do mal humor, cala-se,
não aceita responsabilidades, culpa ao outro, é imcumpridor ou obstinado,
depende excessivamente dos pais e não cede aos assuntos em que há
diferença de opiniões. )

OS JOVENS TEM MOTIVOS PARA CASAR-SE. ALGUNS DOS MOTIVOS


INSUFICIENTES SÃO:

Comprazer-se do um do outro.
Escapar-se da solidão.
Casar-se para não ser diferente dos seus companheiros e amigos.
Demonstrar ao seu ex-pretendente, o qual lhe deixou, que és capaz de
atrair outra pessoa além dele.
Escapar-se dum lar infeliz ou doutra situação desagradável.
Casar-se com uma pessoa muito parecida a um parente muito achegado.
Experimentar a vida conjugal, e se não resulta bem, dissolver a união.

QUAIS AS COISAS QUE PODEM DEMORAR O MATRIMÓNIO ?

 Espere ter idade suficiente para casar-se.

Nota: Algumas pessoas têm a madurez suficiente para casar-se mais cedo que
outras. A madurez mental, experiência e formação são factores que devem ser
considerados.

11
 Espere por o amor.
 Espere até conhecer um ao outro.
 Espere até que os problemas sejam solucionados felizmente.
 Espere até que a saúde justifique o matrimónio.
 Espere pelo consentimento dos pais.
 Um cristão não deve casar-se sem a clara direcção de Deus.

QUANDO PODE SER PERIGOSO UM CASAMENTO ?

 Quando os pontos comuns entre ambos futuros cônjuges são muito poucos.
 Quando existe uma considerável diferença de idades.
 Quando há taras hereditárias físicas ou mentais.
 Quando a diferença de cultura é muito grande, sobre tudo se é a favor da mulher.
 Quando são tios ou sobrinhos carnais.
 Quando a mulher não sabe cozinhar.

QUAIS SÃO AS VANTAGENS DOS CASADOS ?

 Alcançar um dos principais fins do matrimónio, o aperfeiçoamento dos esposos.


 Possuir um oasis-refugio no meio da luta quotidiana.
 Ter regulada sua vida sexual e emocional.
 Poder desafogar-se alguma vez dos êxitos que houverem tido e das tontarias que
houverem feito.
 Sentir-se apreciado sinceramente por alguém.
 Poder ser alguma vez eles mesmos.
 Ter a bênção dos filhos.

HA QUE EVITAR

HÁ QUE BUSCAR
O formoso da conversão.
O lugar dos mútuos
obséquios.
A rua do respeito mútuo e O oásis dos belos dias de
recíproco. alegria.
O sendeiro da compreensão.
A frente do altruísmo. O bosque das mútuas
O prado do perfeito acordo. reservas.
A alforje das pequena A chama dos mal
economias. entendidos.

12
As ervas venenosas dos O moinho das palavras
sacrifícios. inúteis.
A anchura da monotonia. A praia das próprias
Os golpes do orgulho. comodidades.
O pântano de O riacho das lembranças
aburrimento. infantis. A montanha do
egoísmo

QUAL É A VERDADEIRA RIQUEZA DA VIDA?

Um matrimónio feliz.

REFLEXÃO

“...As flores quase todas são formosas, mas nem todas dão fruta; se a dá, nem sempre dá
fruta boa...”

“... As flores nunca saem da sombra a receber a luz do sol, mas dão frutas. Ficais vós
também onde Deus vos deixou e dareis muito fruto...”

Apreciado irmão, de todo o coração desejo que este livro possa te ensinar e ajudar-te a
escolher bem. Recorda , o matrimónio é bom e doce quando se têm sabido escolher.
Deus te abençoe ricamente, te deseja o Autor.

DEFINIÇÃO DE AMOR

Nota: O Amor não é um simples sentimento, se não se define como acções. O conjunto
destas acções definem assim a palavra amor ou caridade(Grego:-Àgape) A ausência ou
deficiência em qualquer destas acções, ensoberbe ou invalida o seu significado. È como uma
fórmula que se compõe de vários ingredientes e ao saltar um deles já não é produto.

O AMOR É:

 SOFRIDO: (Gr.longanimidade) Grandeza e firmeza de animo nas adversidade. Este


amor sabe sofrer, é paciente. Não desmaia no sofrimento. Assim mesmo, a ausência
desta paciência revela ausência de amor.

13
 BENIGNO( Grego: Serviçal ) Gosta-lhe servir, o qual faz sem queixas algumas nem
murmurações; a falta deste espírito “serviçal” denota deficiência do amor.
 NÃO TEM INVEJAS Quando se ama, a pessoa amada é objecto do nosso cuidado e
então se procura o seu bem, nuca se lhe inveja. Há gozo pelo êxito e triunfo do ser
amado. A presença de “inveja” manifesta a carência do amor.
 NÃO É ORGULHOSO: Ou seja, não se louva a si mesmo. Gosta de anonimato, a
câmara secreta e que sua mão direita não saiba o que faz a sua esquerda. A presença
deste “Orgulho” põe de manifesto a necessidade de amor.
 NÃO SE ARMALHA: Ou se engrile__ Atitude do coração que se enche, se sente
superior. Ar de superioridade por algo que possui que lhe destingue dos demais que não
o tem. Não conhece o principio de humildade cujo exemplo nos deixou o Senhor Jesus
quando se despiu de todo e se humilhou fazendo-se servo; ainda quando lavou os pés
dos seus discípulos. Que nos pediu que fôssemos mansos e humildes de coração como
Ele. A presença desta “armalhice” cuja raiz é o orgulho, revela a falta de amor.
 NÃO É INDECOROSO. Isto é, não faz coisas vergonhosas ou indevidas ou sem razão.
Seu andar é com decoro, seja honra, respeito, seriedade, honestidade, recato. Viver sem
“decoro” ou escasso “deste” põe em manifesto a falta de amor.
 NÃO BUSCA O SEU. O que ama busca o bem do outro ,não o seu próprio. Isento de
todo egoísmo. Onde há “egoísmo”, aí não há amor.
 NÃO SE IRRITA. Ou seja, não se encoleriza ou zanga, quando o amor está presente
não há lugar no coração para a cólera ou zangas. Se há “nervos”, não há amor.
 NÃO GUARDA RANCOR.(Gr. Não toma em conta o mal) Isto é, há um espírito de
perdoar e não guarda no coração as más acções sofridas, e como o seu Senhor perdoa a
todos assim que o que ama perdoa. Onde há “rancor” não há amor.
 NÃO SE ALEGRA DA INJUSTIÇA. Frente as injustiças se incomoda. se as
“injustiças” alegram-lhe, ali, não existe o amor.
 SE GOZA DA VERDADE. Como João o Apóstolo, gozava-se em que seus filhos
andassem na verdade , assim é o gozo do que ama quando a “Verdade” triunfa. A falta
do gozo frente a “Verdade”, manifesta a falta de amor.
 TUDO O SOFRE. Ou seja, tudo o escusa. Não acusa, não murmura, não se queixa
nem difama, se não trata de encontrar uma justificação verdadeira para escusar ao ser
amado. Quando este “escusar” não existir ou se não estiver presente, manifesta a falta
de amor.
 TUDO O ESPERA. Sempre a esperança está latente no que ama. Não se desalenta,
sempre espera tudo. Quando este “esperar” não existir, indicativo é, de falta de amor.

 TUDO CRÊ. Não é incrédulo, crê ao que ama, tem fé, seu amor faz lhe crer sempre no
ser amado.

 TUDO SUPORTA. O que ama, suporta tudo. Isto é, sobre leva e suporta ternamente
todas as coisas. Quando não se “suporta” revela a necessidade de amor.

14
A MINHA BIBLIOGRAFIA

SAGRADA BÍBLIA

O MATRIMÓNIO DE ÊXITOS(Em Espanhol)

O PASTOR COMO CONSELHEIRO. (Em Espanhol

VIDA MINISTERIAL(Em Espanhol

COMO FAZER AMIGOS E INFLUENCIAR PESSOAS( Dale Cornegie)

A VOZ DE EXPERIÊNCIA DOS MEUS PAIS E PASTORES

DEDICATÓRIA:

O presente livro, dedico-o aos meus irmãos carnais, jovens: Lázaro Abel Saia, Ernesto
Abel Saia e Paciência Abel Saia.
Duma forma muito especial, dedico ainda á minha esposa Atália Vasco Macoô Saia,,
ás minhas filhas Belmira Paula da Atália Abel Saia e Diana Nosta da Atália Abel Saia.
Também dirijo-o ao meu amigo e inesquecível irmão em Cristo Jesus, Sérgio José
António (Mucachariwa) e á Isabel Lucília Pedro Muniquela, irmã que me levou a
Cristo

SETE REGRAS PARA TORNAR MAIS FELIZ A VIDA


DO SEU LAR
__ A impertinência das esposas é uma das principais razões que levam os homens a
abandonarem os lares; ou, muitas esposas destroem, a pouco e pouco, a sua felicidade
conjugal.
REGRA: 1- Não seja impertinente.
VIVER E AMAR
A primeira coisa a aplicar no contacto com os outros é não interferir nos meios que lhes
proporcionam felicidade, e fazer com que esses meios não interfiram com os nossos de

15
modo violento; ou o êxito do matrimónio não depende só de se encontrar a pessoa exacta,
depende também, e muito, de se saber ser essa pessoa.
Assim, se quiser ser feliz no lar a REGRA Nº 2 é: Aceite o seu companheiro tal como é.
A primeira autoridade das Américas, nas causas de infelicidade conjugal, declara que
mais de 50 % dos casamentos fracassam; e sabe que uma das razões por que tantos
sonhos românticos se desfazem no tribunal é a crítica__ a fútil e desagradável crítica.
Assim, se quiser manter a felicidade no seu lar, lembre-se da REGRA Nº 3: Não critique.

UM MEIO RÁPIDO PARA FAZER COM QUE TODOS SEJAM FELIZES


A maneira dos homens, quando procuram esposas, não procuram uma Administradora,
mas alguém com sedução e boa vontade, que exalte a sua vaidade e o faça sentir-se
superior.
__ È necessário que os homens manifestem o seu apreço pelo esforço feito por uma
mulher, para se apresentar bonita e vestir decentemente.
 Todos os homens esquecem, se por a caso já chegaram alguma vez a compreender,
quanto as mulheres se interessam pelo vestuário.
 Por exemplo, se um casal encontra outro casal, a mulher raramente olha para o homem
em geral, observa como a outra mulher vai vestida.
 Se uma mulher procura a sua felicidade em tudo que diga respeito a seu marido, por
certo a encontrará, na sua apreciação e na sua dedicação e encontrando estas, encontra
também a felicidade do seu marido. Assim se quiser conservar a felicidade do seu lar a
REGRA Nº 4 é : Faça sempre uma apreciação sincera.

AS FLORES SIGNIFICAM MUITO PARA UMA MULHER


Desde tempos imemoriais, que as flores são consideradas a linguagem do amor. não
custam muito caro, principalmente em primavera, e muitas vezes se encontram á venda
nas esquinas.
Não é necessário esperar que sua esposa se encontre num hospital, para lhe dar flores.
Porquê não lhe leva hoje mesmo, algum ramo de rosas ? Faça a experiência e verás o
resultado.
 As mulheres ligam em geral, uma grande importância á sua data natalícia e outros
aniversários. O verdadeiro motivo desta preferência permanecerá sempre como um dos
mistérios femininos.
 A maioria dos homens podem passar a vida sem se lembrar de muitas datas, mas há
algumas que se tornam indispensáveis: a data do aniversário da esposa e o dia e ano
do seu casamento.
Recorte a observação que se segue e leia-a todas as manhãs, quando estiver a barbear-
se:«Só passarei por este caminho uma vez; portanto, qualquer bem que queira ou possa
fazer ou demonstrar a alguém, tenho de o fazer imediatamente. Não posso adiar, nem
posso esquecer, pois, não tornarei a passar pelo mesmo caminho.»
REGRA Nº5 : Não descure as pequenas atenções.

SE QUISER SER FELIZ, NÃO ESQUEÇA ISTO:

 O primeiro requisito na escolha de um companheiro é a cortesia depois de casamento.

16
 Se as jovens esposas dispensassem aos seus maridos as mesmas atenções que dispensam
aos estranhos ! Qualquer homem foge de uma mulher que tem o costume de ralhar.
 A grosseria é o mal que mata o amor. Todos sabemos disto, não obstante, somos mais
delicados com os estranhos, do que com os nossos parentes.
 È espantoso, mas verdadeiro que as únicas pessoas que nos disseram coisas insultantes e
ofensivas, foram as da nossa própria casa.
Na Holanda, é costume deixar os sapatos á porta antes de entrar em casa. Poderíamos
aprender com os Holandeses, esquecendo, antes de entrarmos em casa, todos os dissabores
que sofremos durante o dia, nas nossas ocupações. A REGRA Nº6 É: nunca deixe de ser
carinhoso.

NÃO SEJA UM IGNORANTE SOBRE O CASAMENTO

Estudos feitos pelo Dr.Paul papenoe do Instituto de Relações Familiares de Los Angeles
nos Estados Unidos de América, indicam que o fracasso no casamento é, em geral devido a
4 causas agrupadas pela ordem seguinte:

1ª Desajustamento Sexual.
2ª Diferença de opiniões, assim como da maneira de passar o tempo de descanso.
3ª Dificuldades financeiras.
4ª Anormalidades mentais, físicas ou emocionais.
 Note que o sexo vem em primeiro lugar e, de um modo bastante estranho, as dificuldades
financeiras em terceiro. Todas as autoridades em matéria de divórcio estão de acordo
quanto á necessidade absoluta de uma compatibilidade sexual. Como se disse pelo Juiz do
tribunal de Relações Domésticas de Cincinnati, quando afirmou: « Em cada dez divórcios,
nove são motivados por transtornos sexuais...»
 O sexo é, sem dúvidas, o capítulo mais importante da vida. É a causa que motiva a maioria
dos naufrágios da felicidade dos homens e mulheres, assim a REGRA Nº 7 é: leia um bom
livro sobre a vida sexual no casamento.

AUTOBIOGRAFIA DO AUTOR

ABEL SAIA JÚNIOR, Casado, nascido a 12 de Setembro de 1974, em Vamangue


-Chibonzane, Distrito de Manjacaze - Gaza.
Filho de Abel Zone Saia e de Paulina António Mondlane, ambos naturais de Manjacaze,
Província de Gaza.

Nascido numa família camponesa e pobre, éramos 15 irmãos da mesma família , dos
quais, só 7 da mesma mãe, pois, o meu pai tinha duas mulheres sendo a minha a segundo.
Tive a sorte de viver com os pais até aos 15 anos de idade, , mas uma nova etapa de vida
começou aos 7 anos, isto é, em 1981.

17
 Frequentei a Pré – Primária no Centro Educacional “ Liberdade ” em
Chibondzane Distrito de Manjacaze no ano de 1981

 1982 – Frequentei a 1ª classe na Escola Primária de Chiguivitane tendo passado


no mesmo ano.

 1983 – Desisto a 2ª classe na mesma Escola, devido as dificuldades que a família


atravessava e por causa da fome que assolou o País em geral.

 1984 – A família vai na Aldeia Comunal de Chibondzane, onde frequento no


mesmo ano a 2ª classe.

 1985 – 1987, frequentei as classes 3ª a 5ª, na Escola Primária “ Fídel Castro” de


Chibondzane.

 1988 – Transferido para a Escola Secundária de Machulane, onde frequentei 6ª e


7ª classes, concluídas em 1989.

 1989 – Tendo passado a 7ª classe, fui concedido bolsa de Estudos para


continuar com os mesmos na República de Cuba.
 Foi neste país que conheci a Cristo, por uma pretensão a uma jovem cristão
Evangélica, a qual lhe necessitava para que fosse minha namorada, não me
esquecendo da sua fortaleza espiritual, pois não cedeu a esta tentação que eu lhe
expunha. Foi exactamente no Domingo 31 de janeiro de 1993, que levado por esta
moça de nome Isabel Lucília Pedro Muniquela, por primeira vez entrara numa
Igreja naquele País, Americano, e graças a Deus, recordo que esta data marcou a
minha aceitação ao Senhor Jesus na minha vida, e depois desta data, nunca tive a
coragem de voltar a falar sobre “aquele” desejo carnal e pecaminoso que me
levou até parar numa Igreja, nessa tarde, saí daquela Igreja, total mente diferente e
transformado.
Fui crescendo na palavra, senti a necessidade de me meter num estudo bíblico,
isso foi, graças aos Pastores da Igreja a qual eu assistia, a Igreja Evangélica
Pentecostal” Assembleia de Deus” de Cuba na Ilha da Juventude, que me
condicionaram o Estudo Dirigido ás Igrejas para Superação Bíblica-EDISUB. Por
isso digo testemunhando :Em busca duma moça, encontrei a Cristo.

 27 de Agosto de 1990, viagem á República de Cuba, chegado e matriculado na


Escola de Idiomas “ Mijaíl Frunze” na Ilha da Juventude.

 De 1990 a 1993 – frequento as classes 8ª á 10ª, na Escola Secundária 25 de


Setembro – ESBEC 12 “ Escolas Moçambicanas na Ilha da Juventude – Cuba”.

 De Setembro de 1993 a Julho de 1995, em simultâneo, frequento as classes 11ª e


12ª, e o Ensino Médio Profissional em Agronomia, no Instituto Politécnico de
Agronomia “ Ângel Alberto Galanhena Llevat”.

18
 28 de Agosto de 1995. regresso á República de Moçambique, desde Cuba.

 Tendo terminado o ensino médio, no dia 7 de julho de 1995, regressei á Pátria-


mae, onde recomecei a vida, não sendo fácil, fiquei um ano desempregado, mas
graças a Deus, através duma simpatia e amizade da minha família com uma
Pastora da Igreja Presbiteriana, de nome Benedita Mabyaia, tive a oportunidade
de me empregar no Ministério da Administração Estatal, isso em Julho de 1996.

 17 de Julho de 1996, colocado na Administração do Distrito de Chicualacuala,


como Contratado, com a Categoria de 1º Oficial da Administração.

 Abril de 1997, Indicado pelo Governo do Distrito, para Representante do


Ministério para Coordenação da Acção Ambiental ( MICOA ) no Distrito.

 Julho de 1997, participo no Curso de Formador Local dos Recenseadores do II


Recenseamento Geral da População e Habitação – Censo 97, decorrido de 01 a 15
de Agosto de 1997, tendo trabalhado no Posto Administrativo de Pafúri.

 Novembro de 1997, Curso de Capacitação dos Agentes de Educação Cívica para o


Recenseamento Eleitoral de actualização, tendo trabalhado no Posto
Administrativo de Pafúri.

 Dezembro de 1997, Curso de Formação dos Representantes do MICOA nos


Distritos da Província de Gaza, decorrido nos Pequenos Libombos em Maputo,
com duração de 42 horas.

 21 de Março de 1998, Casamento Oficial com a Senhora Atália Vasco Macôo


Saia, em Manjacaze, na Igreja de IPM de Mausse, casamento celebrado pelo Rev.
Valentim Tseco.

 1998, enquanto Funcionário da Administração do Distrito, exercia as tarefas de:


Assistente dos Postos Administrativos e Localidades; Recursos Humanos e Sector
de Trabalho Migratório.

 Maio de 1999, Participo no Seminário do Projecto MOZ-001/97 “Apoio aos


Governos Provinciais” do Departamento dos Assistentes da Direcção Provincial
de Apoio e Controlo de Gaza.

 Junho de 1999, Curso de Capacitação das Estruturas dos Gabinetes Distritais do


Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE)

19
 Julho de 1999, Técnico de Formação e Educação Cívica no Gabinete Distrital do
STAE de Chicualacuala;

 Técnico Responsável pelo Sector da Administração e Finanças do mesmo


Gabinete.

 29 de Setembro de 1999 por Despacho de Sua Excelência o Ministro da


Administração Estatal, fui enquadrado no Novo Sistema de Carreiras e
Remunerações, considerado efectivo no Aparelho do Estado apartir de 17/07/96,
publicado pelo BR nº20 de 16 de Maio de 2000, II Série.

 Novembro de 1999, participo no Curso de Formação de Elaboração de Projectos


para Técnicos de Ambiente na Província de Gaza proporcionado pela Direcção
Provincial da Acção Ambiental de Gaza.

 Dezembro de 1999, Cessação de Funções de Representante Distrital do MICOA,


por incapacidade financeira da Direcção Provincial da Acção Ambiental para
pagamento do Subsídio.

 29 de Novembro de 2000, Designado em regime de Substituição Chefe de Secção


de Recursos Humanos na Administração do Distrito de Chicualacuala, pelo
Despacho nº259/2000 de sua Excelência o Governador da Província de Gaza.

 13 a 16 de Dezembro de 2000, Participo no Curso de Formação de Funcionários


Públicos sobre Gestão de Recursos Humanos, Contabilidade, Secretaria e Noções
de Estatística, promovido pela DPAC na Vila Eduardo Mondlane – Chicualacuala,
tendo durado 40 horas.

 Setembro de 2001, Formado como Operador de Computador nos pacotes


WINDOWS MILLENNIUM, WORD 95, EXCEL’ 97, Curso que durou 120
horas.

 Julho de 2001, Curso sobre Recolha, Tratamento de Informações e Elaboração de


Relatórios promovido pela DPAC com duração de 40 horas.

 Maio de 2002, Participação no Seminário Nacional, sobre lançamento do Projecto


MOZ/01/020, “ Apoio aos Processos de Descentralização” com duração de 18
horas, promovido pelo Ministério da Administração Estatal e Financiado pelo
PNUD/União Europeia, ( Assistência Preparatório)

 Designado Substituto do Director Distrital da Indústria Comércio e Turismo de


Chicualacuala, num período de 45 dias em que o Titular da Pasta esteve em gozo
de Licença Disciplinar, pelo Despacho de 28/02/2002 do Excelentíssimo senhor
Administrador do Distrito de Chicualacuala.

20
 Designado Substituto do Chefe do Posto Administrativo de Pafúri por um período
de 60 dias, período no qual, esteve transferido o respectivo Chefe do posto, tendo
cessado com a chegada do Titular da Pasta. – 18 de Maio a 17 de Julho de 2002.

 Designado Chefe do Posto Administrativo de Combomune no distrito de


Mabalane em Abril de 2005.

 Transferido para o Posto Administrativo de Chicumbane, Distrito de Xai-Xai,


como Chefe do Posto Administrativo em março de 2007.

 Enquanto Chefe do Posto Administrativo de Chicumbane, assistente do


Governador da Província de Gaza na área de imprensa e Editor do Boletim
Informativo do Governo da Província de Gaza denominado A PONTINHA.

Outras Informações
 Conhecimento das Línguas: Português e Espanhol.

 Conhecimento das Línguas Nacionais: Changana (materna), Tswá e Ronga.

 Conhecimento das Noções Básicas dos Pacotes MS-DOS, Dbase III e Turbo
Pascal da Informática.

 Dezembro de 1997, torno-me Membro efectivo do partido Frelimo.

 Julho de 1999, Membro do Gabinete Distrital de Eleições do Comité Distrital


do Partido Frelimo.

 Maio de 2000, Eleito Membro da Célula do Partido Frelimo na Administração


do Distrito de Chicualacuala, tendo renovado o mandato nas Eleições de 2001
e membro do Comité Distrital do Partido Frelimo.

Agora ,sendo funcionário público do Ministério da Administração Estatal, casado desde


21 de Março de 1998, com a jovem Atália Vasco Macoô Saia , temos tres filhos, doas
quais duas meninas e um rapaz, e felizes no nosso lar, não faltando dificuldade que
qualquer lar possa ter na vida.
Estimado leitor, esta é a minha história real do que sucedeu na minha vida, pode ser que
tenha uma igual ou mesmo diferente, mas a história é sempre bonita quando contada pelo
próprio protagonista. E tú, tens uma história ?

Cuba, aos 13 de junho de 1995

21
22