Você está na página 1de 4
PresidênciadaRepública CasaCivil SubchefiaparaAssuntosJurídicos LEINº8.027,DE12DEABRILDE1990.

PresidênciadaRepública

CasaCivil

SubchefiaparaAssuntosJurídicos

Dispõe sobre normas de conduta dos servidores públicos civis da União, das Autarquias e das Fundações Públicas, e dá outrasprovidências.

OPRESIDENTEDAREPÚBLICA,façosaberqueoCongressoNacionaldecretaeeusancionoaseguinte

lei:

Art. 1º Para os efeitos desta lei, servidor público é a pessoa legalmente investida em cargo ou em empregopúbliconaadministraçãodireta,nasautarquiasounasfundaçõespúblicas.

Art.2ºSãodeveresdosservidorespúblicoscivis:

I­exercercomzeloededicaçãoasatribuiçõeslegaiseregulamentaresinerentesaocargooufunção;

II­serlealàsinstituiçõesaqueservir;

III­observarasnormaslegaiseregulamentares;

IV­cumprirasordenssuperiores,excetoquandomanifestamenteilegais;

V­atendercompresteza:

a)aopúblicoemgeral,prestandoasinformaçõesrequeridas,ressalvadasasprotegidaspelosigilo;

b) à expedição de certidões requeridas para a defesa de direito ou esclarecimento de situações de interessepessoal;

VI­zelarpelaeconomiadomaterialepelaconservaçãodopatrimôniopúblico;

VII ­ guardar sigilo sobre assuntos da repartição, desde que envolvam questões relativas à segurança públicaedasociedade;

VIII­mantercondutacompatívelcomamoralidadepública;

IX­serassíduoepontualaoserviço;

X­tratarcomurbanidadeosdemaisservidorespúblicoseopúblicoemgeral;

XI­representarcontrailegalidade,omissãoouabusodepoder.

Parágrafoúnico.ArepresentaçãodequetrataoincisoXIdesteartigoseráobrigatoriamenteapreciadapela autoridadesuperioràquelacontraaqualéformulada, assegurando­seaorepresentadoampladefesa, com os meioserecursosaelainerentes.

Art.3ºSãofaltasadministrativas,puníveiscomapenadeadvertênciaporescrito:

I­ausentar­sedoserviçoduranteoexpediente,sempréviaautorizaçãodosuperiorimediato;

II­recusarféadocumentospúblicos;

III­delegarapessoaestranhaàrepartição,excetonoscasosprevistosemlei,atribuiçãoquesejadesua

competênciaeresponsabilidadeoudeseussubordinados.

Art.4ºSãofaltasadministrativas,puníveiscomapenadesuspensãoporaté90(noventa)dias,cumulada,

secouber,comadestituiçãodocargoemcomissão:

I­retirar,sempréviaautorização,porescrito,daautoridadecompetente,qualquerdocumentoouobjetoda

repartição;

II­oporresistênciaaoandamentodedocumento,processoouàexecuçãodeserviço;

III­atuarcomoprocuradorouintermediáriojuntoarepartiçõespúblicas;

IV­aceitarcomissão,empregooupensãodeEstadoestrangeiro,semlicençadoPresidentedaRepública;

V­atribuiraoutroservidorpúblicofunçõesouatividadesestranhasàsdocargo,empregooufunçãoque

ocupa,excetoemsituaçãodeemergênciaetransitoriedade;

VI­mantersobasuachefiaimediatacônjuge,companheiroouparenteatéosegundograucivil;

VII­praticarcomérciodecompraevendadebensouserviçosnorecintodarepartição,aindaqueforado

horárionormaldeexpediente.

Parágrafo único. Quando houver conveniência para o serviço, a penalidade de suspensão poderá ser convertida em multa, na base de cinqüenta por cento da remuneração do servidor, ficando este obrigado a permaneceremserviço.

Art.5ºSãofaltasadministrativas,puníveiscomapenadedemissão,abemdoserviçopúblico:

I ­valer­se, oupermitirdolosamentequeterceiros tirem proveitodeinformação, prestígioouinfluência, obtidosemfunçãodocargo,paralograr,diretaouindiretamente,proveitopessoaloudeoutrem,emdetrimento dadignidadedafunçãopública;

II­exercercomércioouparticipardesociedadecomercial,excetocomoacionista,cotistaoucomanditário;

III­participardagerênciaoudaadministraçãodeempresaprivadae,nessacondição,transacionarcomo

Estado;

IV­utilizarpessoalourecursosmateriaisdarepartiçãoemserviçosouatividadesparticulares;

V­exercerquaisqueratividadesincompatíveiscomocargoouafunçãopública,ou,ainda,comhoráriode

trabalho;

VI­abandonarocargo,caracterizando­seoabandonopelaausênciainjustificadadoservidorpúblicoao

serviço,pormaisdetrintadiasconsecutivos;

VII ­ apresentar inassiduidade habitual, assim entendida a falta ao serviço, por vinte dias, interpoladamente,semcausajustificadanoperíododeseismeses;

VIII­aceitarouprometeraceitarpropinasoupresentes,dequalquertipoouvalor,bemcomoempréstimos

pessoaisouvantagemdequalquerespécieemrazãodesuasatribuições.

Parágrafoúnico.Apenalidadededemissãotambémseráaplicadanosseguintescasos:

I­improbidadeadministrativa;

II­insubordinaçãograveemserviço;

III­ofensafísica,emserviço,aservidorpúblicoouaparticular,salvoemlegítimadefesaprópriaoude

outrem;

IV ­ procedimento desidioso, assim entendido a falta ao dever de diligência no cumprimento de suas atribuições;

V­revelaçãodesegredodequeteveconhecimentoemfunçãodocargoouemprego.

Art.6ºConstituiinfraçãograve,passíveldeaplicaçãodapenadedemissão,aacumulaçãoremuneradade

cargos, empregos e funções públicas, vedada pela Constituição Federal, estendendo­se às autarquias, empresaspúblicas,sociedadesdeeconomiamistadaUnião,dosEstados,doDistritoFederaledosMunicípios, efundaçõesmantidaspeloPoderPúblico.

Art.7ºOsservidorespúblicoscivissãoobrigadosadeclarar,noatodeinvestiduraesobaspenasdalei,

quais os cargos públicos, empregos efunções queexercem, abrangidos ounãopelavedaçãoconstitucional, devendo fazer prova de exoneração ou demissão, na data da investidura, na hipótese de acumulação constitucionalmentevedada.

§ 1º Todos os atuais servidores públicos civis deverão apresentar ao respectivo órgão de pessoal, no

prazoestabelecidopeloPoderExecutivo,adeclaraçãoaqueserefereocaputdesteartigo.

§2º Caberáaoórgãodepessoal fazeraverificaçãodaincidênciaounãodaacumulaçãovedadapela ConstituiçãoFederal.

§3ºVerificada,aqualquertempo,aincidênciadaacumulaçãovedada,assimcomoanãoapresentação,

peloservidor,noprazoaqueserefereo§1ºdesteartigo,darespectivadeclaraçãodeacumulaçãodequetrata

ocaput,aautoridadecompetentepromoveráaimediatainstauraçãodoprocessoadministrativoparaaapuração da infração disciplinar, nos termos desta lei, sob pena de destituição do cargo em comissão ou função de confiança,daautoridadeedochefedepessoal.

Art. 8º Pelo exercício irregular de suas atribuições o servidor público civil responde civil, penal e administrativamente, podendo as cominações civis, penais e disciplinares cumular­se, sendo umas e outras independentesentresi,bemassimasinstânciascivil,penaleadministrativa.

§1ºNaaplicaçãodaspenasdisciplinaresdefinidasnestalei,serãoconsideradasanaturezaeagravidade

da infração e os danos que dela provierem para o serviço público, podendo cumular­se, se couber, com as

cominaçõesprevistasno§4ºdoart.37daConstituição.

§ 2º A competência para a imposição das penas disciplinares será determinada em ato do Poder Executivo.

§3ºOsatosdeadvertência,suspensãoedemissãomencionarãosempreacausadapenalidade.

§4ºApenalidadedeadvertênciaconverte­seautomaticamenteemsuspensão,portrintadias,nocasode

reincidência.

§ 5º A aplicação da penalidade de suspensão acarreta o cancelamento automático do valor da remuneraçãodoservidor,duranteoperíododevigênciadasuspensão.

§ 6º A demissão ou a destituição de cargo em comissão incompatibiliza o ex­servidor para nova investiduraemcargopúblicofederal,peloprazodecincoanos.

§7ºAindaquehajatranscorridooprazoaqueserefereoparágrafoanterior,anovainvestiduradoservidor

demitidooudestituídodocargoemcomissão,poratosdequetenhamresultadoprejuízosaoerário,somentese

daráapósoressarcimentodosprejuízosemvaloratualizadoatéadatadopagamento.

§ 8º O processo administrativo disciplinar para a apuração das infrações e para a aplicação das

penalidadesreguladasporestaleipermaneceregidopelasnormaslegaiseregulamentaresemvigor,assegurado

odireitoàampladefesa.

§9ºPrescrevem:

I­emdoisanos,afaltasujeitaàspenasdeadvertênciaesuspensão;

II ­ em cinco anos, a falta sujeita à pena de demissão ou à pena de cassação de aposentadoria ou disponibilidade.

§10.Afalta,tambémprevistanaleipenal,comocrime,prescreverájuntamentecomeste.

Art.9ºSerácassadaaaposentadoriaouadisponibilidadedoinativoquehouverpraticado,naativa,falta

punível com demissão, após apurada a infração em processo administrativo disciplinar, com direito à ampla defesa.

Parágrafoúnico.Seráigualmentecassadaadisponibilidadedoservidorquenãoassumirnoprazolegalo

exercíciodocargoouempregoemqueforaproveitado.

Art.10.Essaleientraemvigornadatadesuapublicação.

Art.11.Revogam­seasdisposiçõesemcontrário.

Brasília,12deabrilde1990;169ºdaIndependênciae102ºdaRepública.

FERNANDOCOLLOR

ZéliaM.CardosodeMello

EstetextonãosubstituiopublicadonoDOUde13.4.1990

*