1

Nº 218, segunda-feira, 12 de novembro de 2012
ANEXO I
LISTA DE REFERÊNCIA DOS EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS
CANDIDATOS AO LEILÃO A-5, DE 2012
Aproveitamento

UHE
UHE
UHE
UHE
UHE
UHE
UHE
UHE
UHE
UHE
UHE

Ribeiro Gonçalves
Cachoeira
Estreito
Castelhano
Sinop
São Manoel
Cachoeira Caldeirão
Salto Apiacás
Paiaguá
Apertados
Ercilândia

Rio

UF

Parnaíba
Parnaíba
Parnaíba
Parnaíba
Teles Pires
Teles Pires
Araguari
Apiacás
Sangue
Piquiri
Piquiri

PI/MA
PI/MA
PI/MA
PI/MA
MT
MT/PA
AP
MT
MT
PR
PR

Potência Instala- No de Unidades No de Unidades de
da
Base
(MW)
113
2
2
63
2
2
56
2
2
64
2
2
400
3
2
700
5
4
219
3
2
45
3
2
28
2
2
135,5
3
2
96,6
3
2

Garantia Física
Local
(MWmed)
83,3
45,1
41,8
45,4
215,0
424,4
129,7
24,4
25,5
73,3
50,9

Benefício Indireto
(MWmed)
0
27,5
-

Garantia Física
Total
(MWmed)
83,3
45,1
41,8
45,4
242,5
424,4
129,7
24,4
25,5
73,3
50,9

ISSN 1677-7042

109

I - destina-se à regularização jurídica e melhoramentos estruturais de equipamentos comunitários de ensino, lazer e cultura ali
instalados, ficando excluídas da doação outras situações jurídicas porventura já constituídas;
II - reverterá de pleno direito ao patrimônio do Incra, independentemente de qualquer indenização, se não for utilizado de
acordo com a finalidade e prazo constantes do instrumento de doação.
Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
GILBERTO JOSÉ SPIER VARGAS

.

Ministério do Desenvolvimento Social
e Combate à Fome

GARANTIA FÍSICA DE ENERGIA NO PERÍODO DE MOTORIZAÇÃO
Aproveitamento
UHE
UHE
UHE
UHE
UHE
UHE
UHE
UHE
UHE
UHE
UHE

Ribeiro Gonçalves
Cachoeira
Estreito
Castelhano
Sinop
São Manoel
Cachoeira Caldeirão
Salto Apiacás
Paiaguá
Apertados
Ercilândia

Garantia
Física Total
83,3
45,1
41,8
45,4
242,5
424,4
129,7
24,4
25,5
73,3
50,9

UG*1

UG 2

UG 3

UG 4

UG 5

52,6
29,3
25,5
29,8
118,1
125,4
61,0
10,5
12,7
40,7
50,9

83,3
45,1
41,8
45,4
186,4
236,7
102,5
18,1
25,5
63,2
29,2

242,5**
316,0
129,7
24,4
73,3
45,2

377,8
50,9

424,4
-

*UG - número de Unidades Geradoras em operação comercial.
**A garantia física da UHE Sinop, após a completa motorização, é de 242,5 MW médios, sendo que neste total estão incluídos 27,5 MW
médios relativos ao beneficio indireto, que foi considerado na última unidade.
PORTARIA N o- 154, DE 9 DE NOVEMBRO DE 2012

PORTARIA N o- 156, DE 9 DE NOVEMBRO DE 2012

O SECRETÁRIO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ENERGÉTICO DO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA, no uso da competência que lhe foi delegada pelo art. 1o da
Portaria MME no 129, de 19 de março de 2009, tendo em vista o
disposto nos arts. 2o, § 2o, e 4o, § 1o, do Decreto no 5.163, de 30 de
julho de 2004, o que consta no Processo no 48000.001803/2012-51, e
considerando que:
o Contrato de Concessão no 11/1999-ANEEL-CLFSC, de 3
de fevereiro de 1999, regulou a exploração do potencial de energia
hidráulica, por meio da Pequena Central Hidrelétrica denominada
PCH Rio Novo, com potência instalada de 1,28 MW, com geração de
energia elétrica destinada a serviço público; e
a metodologia para o cálculo e revisão dos montantes de
garantia física de energia de usinas hidrelétricas não despachadas
centralizadamente pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico ONS, para fins de participação no Mecanismo de Realocação de
Energia - MRE, foi estabelecida pela Portaria MME no 463, de 3 de
dezembro de 2009, resolve:
Art. 1o Definir em 0,49 MW médios o montante de garantia
física de energia da Pequena Central Hidrelétrica denominada PCH
Rio Novo, de titularidade da empresa Santa Cruz Geração de Energia
S.A., localizada no Rio Novo, Município de Avaré, Estado de São
Paulo.
Parágrafo único. O montante de garantia física de energia da
PCH Rio Novo refere-se ao Ponto de Conexão da Usina. Para efeitos
de comercialização de energia elétrica, as perdas elétricas do Ponto de
Conexão até o Centro de Gravidade do referido Submercado deverão
ser abatidas do montante de garantia física de energia definido nesta
Portaria, observando as Regras de Comercialização de Energia Elétrica vigentes.
Art. 2o Para todos os efeitos, o montante de garantia física de
energia da PCH Rio Novo poderá ser revisado com base na legislação
vigente.
Art. 3o Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

O SECRETÁRIO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ENERGÉTICO DO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA, no uso da competência que lhe foi delegada pelo art. 1o, da
Portaria MME no 129, de 19 de março de 2009, considerando o
disposto nos arts. 2o, inciso I, e 3o, inciso I, do Decreto no 5.597, de
28 de novembro de 2005, e o que consta no Processo no
48000.001885/2011-51, resolve:
Art. 1o A Portaria SPE/MME no 87, de 5 de setembro de
2012, passa a vigorar acrescida do art. 2o-A, com a seguinte redação:
"Art. 2o-A. Havendo comum acordo entre a Elizabeth Cimentos Ltda., de que trata a Portaria SPE/MME no 88, de 5 de
setembro de 2012, e a nova unidade consumidora Companhia de
Cimento da Paraíba - CCP, ficam ambas autorizadas a implementar a
seguinte instalação:
I - Linha de Transmissão, em 230 kV, CCP - Entroncamento
Elizabeth Cimentos, com um Condutor 556,5 kcmil por Fase, Circuito
Simples, com aproximadamente dez quilômetros de extensão, compartilhando Torres de Circuito Duplo com a Linha de Transmissão,
em 230 kV, Elizabeth - Norfil, por aproximadamente vinte quilômetros de extensão, perfazendo um total de trinta quilômetros de
extensão." (NR)
Art. 2o Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

ALTINO VENTURA FILHO
o-

PORTARIA N 155, DE 9 DE NOVEMBRO DE 2012
O SECRETÁRIO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ENERGÉTICO DO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA, no uso da competência que lhe foi delegada pelo art. 1o, da
Portaria MME no 129, de 19 de março de 2009, considerando o
disposto nos arts. 2o, inciso I, e 3o, inciso I, do Decreto no 5.597, de
28 de novembro de 2005, e o que consta no Processo no
48000.001499/2011-61, resolve:
Art. 1o A Portaria SPE/MME no 88, de 5 de setembro de
2012, passa a vigorar acrescida do art. 2o-A, com a seguinte redação:
"Art. 2o-A. Havendo comum acordo entre a Companhia de Cimento da Paraíba - CCP, de que trata a Portaria SPE/MME no 87, de 5 de
setembro de 2012, e a nova unidade consumidora Elizabeth Cimentos
Ltda., ficam ambas autorizadas a implementar a seguinte instalação:
I - Linha de Transmissão, em 230 kV, Norfil - Elizabeth Cimentos, com um Condutor 556,5 kcmil por Fase, compartilhando Torres de Circuito Duplo com a Linha de Transmissão, em 230 kV, CCP
- Norfil, por aproximadamente vinte quilômetros de extensão." (NR)
Art. 2o Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
ALTINO VENTURA FILHO

ALTINO VENTURA FILHO

.

Ministério do Desenvolvimento Agrário

GABINETE DA MINISTRA
PORTARIA N o- 239, DE 9 DE NOVEMBRO DE 2012
A MINISTRA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO
SOCIAL E COMBATE À FOME, no uso das atribuições que lhe
confere o art. 87, parágrafo único, inciso IV, da Constituição, e tendo
em vista o disposto no art. 1º e no art. 4º do Decreto nº 4.734, de 11
de junho de 2003, no art. 1º, inciso I, e no art. 3º da Portaria CC/PR
nº 1.056, de 11 de junho de 2003, e nos arts. 13 e 38 da Lei nº 8.112,
de 11 de dezembro de 1990, resolve:
Art. 1º Subdelegar competência ao Secretário-Executivo para, observadas as disposições legais e regulamentares, praticar os
seguintes atos:
I - exoneração de cargos em comissão do Grupo-Direção e
Assessoramento Superiores - DAS, nível 4;
II - designação e dispensa de substitutos eventuais para os
cargos do Grupo-Direção e Assessoramento Superiores - DAS, níveis
4 a 6.
Art. 2º Delegar competência ao Coordenador-Geral de Recursos Humanos para assinar os termos de posses dos cargos em
comissão do Grupo-Direção e Assessoramento Superiores - DAS,
níveis 1 a 6.
Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
TEREZA CAMPELLO
o-

PORTARIA N 240, DE 9 DE NOVEMBRO DE 2012
A MINISTRA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO
SOCIAL E COMBATE À FOME, no uso das atribuições que lhe
confere o art. 87, parágrafo único, inciso IV, da Constituição, considerando o disposto no art. 3º, incisos I e II, do Decreto nº 4.050, de
12 de dezembro de 2001, e tendo em vista a competência que lhe foi
delegada na Portaria MP nº 57, de 14 de abril de 2012, resolve:
Art. 1º Delegar competência ao Secretário Executivo deste
Ministério para praticar os seguintes atos:
I - autorizar a cessão de servidores deste Ministério, quando
esta ocorrer no âmbito do Poder Executivo Federal;
II - proferir manifestação sobre a cessão de servidores deste
Ministério, quando esta ocorrer para órgão ou entidade dos Estados,
do Distrito Federal, dos Municípios ou de outro Poder da União;
III - proferir manifestação sobre a requisição de servidores
deste Ministério.
Art. 2º Subdelegar competência ao Secretário Executivo deste Ministério para praticar atos concernentes à redistribuição de cargos efetivos vagos, prevista no art. 37, § 2º, da Lei nº 8.112, de 11 de
dezembro de 1990.
Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

GABINETE DO MINISTRO

TEREZA CAMPELLO

o-

PORTARIA N 89, DE 9 DE NOVEMBRO DE 2012
O MINISTRO DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO
AGRÁRIO, no uso das atribuições que lhe confere o Art. 87, inciso
IV, da Constituição Federal, tendo em vista o disposto nas Leis nº
5.954 de 3 de dezembro de 1973, 6.431, de 11 de julho de 1977 e
6.025, de 29 de junho de 1981, e ante o que consta do processo
Incra/nº 54.200.002045/2007-76, resolve:
Art. 1º Autorizar o Instituto Nacional de Colonização e Reforma - Incra a doar ao Município de Palotina, Estado do Paraná, sob
a forma onerosa, nos termos do art. 2º desta Portaria, a área urbana de
0,4516 ha (quarenta e cinco ares e dezesseis centiares), correspondente ao Lote 9-D da Gleba 17 da Colônia Piqueroby e Rio Azul,
situada na Vila Paraíso, identificada nas plantas e memoriais descritivos constantes do processo acima referido e registrada no nome
da autarquia em 13/11/1974, na Transcrição nº 28.462, fls. 78, do
livro nº 3-S, do 1º Ofício do Registro de Imóveis da Comarca de
Toledo, Estado do Paraná.
Art. 2º A doação deverá ser formalizada pelo Incra mediante
expedição de título apropriado, com observância da legislação vigente
e das recomendações constantes de fls. 148/149 e 154/155 do processo indicado, dele devendo constar que o objeto da doação:

Este documento pode ser verificado no endereço eletrônico http://www.in.gov.br/autenticidade.html,
pelo código 00012012111200109

Ministério do Desenvolvimento, Indústria
e Comércio Exterior
.

GABINETE DO MINISTRO
PORTARIA N o- 240, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2012
Declaração de inidoneidade para licitar ou
contratar com a Administração Pública.
O MINISTRO DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO,
INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - INTERINO, no uso de
suas atribuições legais, considerando as informações constantes do
Processo Administrativo nº 52400.003525/2009, com fundamento no
art. 7º, da Lei nº 10.520/2002, resolve:
Art. 1º Declarar inidônea para licitar ou contratar com a
Administração Pública, pelo período de 02 (dois) anos, a empresa
HIDELMAR HIDRÁULICA, ELÉTRICA E MANUTENÇÃO LTDA, inscrita no CNPJ sob o nº 32.113.300/0001-73, estabelecimento
comercial situado na Rua Bento Lisboa, nº 66, Catete, Rio Comprido,

Documento assinado digitalmente conforme MP n o- 2.200-2 de 24/08/2001, que institui a
Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful