Você está na página 1de 17
FESTLIP LANÇA CONCURSO INTERNACIONAL DE POESIA E PREPARA ESPETÁCULO INÉDITO COM PORTUGAL EM SUA SÉTIMA EDIÇÃOwww.factoriacomunicacao.com De 26 de agosto a 6 de setembro , o FESTLIP – Festival Internacional de Teatro da Língua Portuguesa apresenta uma variada programação em dez espaços da cidade, com destaque para a mostra teatral, que este ano conta com oito peças de Angola , Brasil , Cabo Verde , Galícia , Moçambique e Portugal , todas inéditas no Rio de Janeiro. Com entrada franca , os espetáculos circulam pelo Oi Futuro Flamengo , Teatro Ipanema , Espaço Cultural Sérgio Porto e o os teatros SESI Centro e Jacarepaguá . Para celebrar 0s 450 anos do Rio, o Festlip promove pela primeira vez um concurso de poesia, aberto a todos os países de língua portuguesa, com temática sobre a cidade. Durante o festival, os melhores textos serão apresentados em uma exposição audiovisual, no Oi Futuro Flamengo , interpretados por atores cariocas. Outra novidade é a parceria entre o Festlip e a renomada companhia portuguesa Teatro da Garagem , do diretor Carlos Pessoa . A coprodução dará origem a um espetáculo inédito a ser apresentado na próxima edição do festival, com atores de Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique e Portugal, a partir da oficina A falar que a gente se entende , intensificando o intercâmbio entre os atores dos países lusófonos. A Escola de Artes Visuais do Parque Lage , a Escola de Cinema Darcy Ribeiro , o Morro de São Carlos e o restaurante Zazá Bistrô completam o circuito de atividades do Festlip 2015 . Com realização da Talu Produções , o festival é apresentado e tem o patrocínio do Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, Oi , Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura . “Depois de criar o DLIP ( www.portaldlip.com ) no ano passado, que disponibiliza online dramaturgia dos nove países de língua portuguesa, o Festlip amplia seu âmbito de atuação e dá início este ano a um intercâmbio de produção teatral e um concurso internacional de poesia, na tentativa de reforçar ainda mais os laços entre essas nações irmãs”, destaca a atriz e produtora Tânia Pires , idealizadora do festival, que contabiliza desde a sua primeira edição um público de mais de 250 mil pessoas. Comemorando 40 anos de carreira, a atriz, encenadora e diretora Maria Manuela de Lobão Soeiro , pioneira e um dos grandes nomes do teatro de Moçambique, é a homenageada deste ano. Fundadora do grupo teatral Mutumbela Gogo , em 1986, FACTORIA COMUNICAÇÃO 21 2249-1598 / 2259-0408 " id="pdf-obj-0-2" src="pdf-obj-0-2.jpg">
FESTLIP LANÇA CONCURSO INTERNACIONAL DE POESIA E PREPARA ESPETÁCULO INÉDITO COM PORTUGAL EM SUA SÉTIMA EDIÇÃOwww.factoriacomunicacao.com De 26 de agosto a 6 de setembro , o FESTLIP – Festival Internacional de Teatro da Língua Portuguesa apresenta uma variada programação em dez espaços da cidade, com destaque para a mostra teatral, que este ano conta com oito peças de Angola , Brasil , Cabo Verde , Galícia , Moçambique e Portugal , todas inéditas no Rio de Janeiro. Com entrada franca , os espetáculos circulam pelo Oi Futuro Flamengo , Teatro Ipanema , Espaço Cultural Sérgio Porto e o os teatros SESI Centro e Jacarepaguá . Para celebrar 0s 450 anos do Rio, o Festlip promove pela primeira vez um concurso de poesia, aberto a todos os países de língua portuguesa, com temática sobre a cidade. Durante o festival, os melhores textos serão apresentados em uma exposição audiovisual, no Oi Futuro Flamengo , interpretados por atores cariocas. Outra novidade é a parceria entre o Festlip e a renomada companhia portuguesa Teatro da Garagem , do diretor Carlos Pessoa . A coprodução dará origem a um espetáculo inédito a ser apresentado na próxima edição do festival, com atores de Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique e Portugal, a partir da oficina A falar que a gente se entende , intensificando o intercâmbio entre os atores dos países lusófonos. A Escola de Artes Visuais do Parque Lage , a Escola de Cinema Darcy Ribeiro , o Morro de São Carlos e o restaurante Zazá Bistrô completam o circuito de atividades do Festlip 2015 . Com realização da Talu Produções , o festival é apresentado e tem o patrocínio do Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, Oi , Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura . “Depois de criar o DLIP ( www.portaldlip.com ) no ano passado, que disponibiliza online dramaturgia dos nove países de língua portuguesa, o Festlip amplia seu âmbito de atuação e dá início este ano a um intercâmbio de produção teatral e um concurso internacional de poesia, na tentativa de reforçar ainda mais os laços entre essas nações irmãs”, destaca a atriz e produtora Tânia Pires , idealizadora do festival, que contabiliza desde a sua primeira edição um público de mais de 250 mil pessoas. Comemorando 40 anos de carreira, a atriz, encenadora e diretora Maria Manuela de Lobão Soeiro , pioneira e um dos grandes nomes do teatro de Moçambique, é a homenageada deste ano. Fundadora do grupo teatral Mutumbela Gogo , em 1986, FACTORIA COMUNICAÇÃO 21 2249-1598 / 2259-0408 " id="pdf-obj-0-4" src="pdf-obj-0-4.jpg">

FESTLIP LANÇA CONCURSO INTERNACIONAL DE POESIA E PREPARA ESPETÁCULO INÉDITO COM PORTUGAL EM SUA SÉTIMA EDIÇÃO

O festival homenageia a encenadora moçambicana Manuela Soeiro e apresenta, durante 11 dias, peças, shows, mostra gourmet, oficinas, palestras, encontro cultural, uma inédita exposição audiovisual de poesia em homenagem aos 450 anos do Rio e um novo projeto de intercâmbio teatral

Fotos em alta resolução: www.factoriacomunicacao.com

De 26 de agosto a 6 de setembro, o FESTLIP – Festival Internacional de Teatro da Língua Portuguesa apresenta uma variada programação em dez espaços da cidade, com destaque para a mostra teatral, que este ano conta com oito peças de Angola, Brasil, Cabo Verde, Galícia, Moçambique e Portugal, todas inéditas no Rio de Janeiro. Com entrada franca, os espetáculos circulam pelo Oi Futuro Flamengo, Teatro Ipanema, Espaço Cultural Sérgio Porto e o os teatros SESI Centro e Jacarepaguá. Para celebrar 0s 450 anos do Rio, o Festlip promove pela primeira vez um concurso de poesia, aberto a todos os países de língua portuguesa, com temática sobre a cidade. Durante o festival, os melhores textos serão apresentados em uma exposição audiovisual, no Oi Futuro Flamengo, interpretados por atores cariocas. Outra novidade é a parceria entre o Festlip e a renomada companhia portuguesa Teatro da Garagem, do diretor Carlos Pessoa. A coprodução dará origem a um espetáculo inédito a ser apresentado na próxima edição do festival, com atores de Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique e Portugal, a partir da oficina A falar que a gente se entende, intensificando o intercâmbio entre os atores dos países lusófonos. A Escola de Artes Visuais do Parque Lage, a Escola de Cinema Darcy Ribeiro, o Morro de São Carlos e o restaurante Zazá Bistrô completam o circuito de atividades do Festlip 2015. Com realização da Talu Produções, o festival é apresentado e tem o patrocínio do Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, Oi, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura.

“Depois de criar o DLIP (www.portaldlip.com) no ano passado, que disponibiliza online dramaturgia dos nove países de língua portuguesa, o Festlip amplia seu âmbito de atuação e dá início este ano a um intercâmbio de produção teatral e um concurso internacional de poesia, na tentativa de reforçar ainda mais os laços entre essas nações irmãs”, destaca a atriz e produtora Tânia Pires, idealizadora do festival, que contabiliza desde a sua primeira edição um público de mais de 250 mil pessoas.

Comemorando 40 anos de carreira, a atriz, encenadora e diretora Maria Manuela de Lobão Soeiro, pioneira e um dos grandes nomes do teatro de Moçambique, é a homenageada deste ano. Fundadora do grupo teatral Mutumbela Gogo, em 1986,

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

Manuela Soeiro produziu mais de 60 peças, entre inéditas e clássicos de Shakespeare, Ibsen, Dario Fo,
Manuela Soeiro produziu mais de 60 peças, entre inéditas e clássicos de Shakespeare, Ibsen, Dario Fo,

Manuela Soeiro produziu mais de 60 peças, entre inéditas e clássicos de Shakespeare, Ibsen, Dario Fo, Aristofane, entre outros, apresentando-se em países como África do Sul, Alemanha, Suécia, Portugal, França, Espanha, Índia, Argentina e Brasil. Integrou projetos internacionais como o The World Theatre Project, ao lado de encenadores da Suécia, Índia, Itália e China, e o FESMAM, Festival Mundial das Artes Negras. No Festlip, seu grupo apresenta a peça Os meninos de ninguém, de Manuela Soeiro, Mia Couto e Henning Mankell, sobre a persistência do sonho ante a dura realidade das crianças vítimas da guerra e da miséria nas ruas de Moçambique. Em sua primeira participação no Festlip, o premiado ator e diretor de 36 anos Elmano Sancho, em grande ascensão no teatro português, construiu carreira meteórica depois do início tardio, há pouco mais de dez anos, quando já era formado em Economia. Ele traz o solo Misterman, uma coprodução da companhia de teatro portuguesa Artistas Unidos, em que contracena com 11 personagens que surgem apenas através de vozes gravadas. Elmano, que ganhou no ano passado o Prêmio de Melhor Ator de Teatro 2014 da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) com este trabalho, assina também a direção do espetáculo que tem texto do autor irlandês Enda Walsh.

A Galícia marca presença pela segunda vez no Festlip, representada este ano pelo ator, músico e diretor Borja Fernández, que apresenta a peça Barbazul. Sob direção de Marta Pazos, com quem fundou a Cia Belmondo, Borja divide o palco, a autoria do texto e da trilha musical com Monica de Nut, misturando improviso e elementos de clown.

Em 31 de agosto acontece o III Encontros Culturais de Língua Portuguesa, no Oi Futuro Flamengo, dando início à primeira oficina A falar que a gente se entende. O encontro será o ponto de partida para a coprodução inédita entre o Festlip e o Teatro da Garagem, premiada companhia portuguesa criada há 26 anos, a ser apresentada na edição de 2016 do festival. No projeto, o diretor Carlos Pessoa, que assinará o texto, seleciona atores de Angola, Moçambique e Cabo Verde, para contracenar com as atrizes Tânia Pires e Maria João.

No dia 1/9, a Vitrine Cultural do Festlip recebe mais três eventos: no Oi Futuro Flamengo, o escritor português Hugo Cruz dá palestra e lança o livro Arte e Comunidade, de 10h às 12h, sobre a importância dos projetos artísticos comunitários. Às 16h, o diretor Moacyr Goés promove a oficina A Palavra, O Corpo e a Memória, aberta ainda a jovens atores e estudantes de teatro, que participam como ouvintes. Às 16h, o diretor Carlos Pessoa faz palestra e oficina teatral com o tema Audiovisual nos palcos, na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. No dia seguinte, 2/9, de 14h às 19h, no Oi Futuro Flamengo, o diretor e encenador angolano José Mena Abrantes conduz a oficina teatral O Teatro da língua portuguesa sem a quarta parede, ponto alto do intercâmbio entre os grupos participantes, destinado a atores cariocas, que podem mandar seus currículos e se inscrever através do e-mail festliprio450@talu.com.br.

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

Paralelamente à mostra teatral, o Festlip abriga desde a primeira edição o Festlipshow , a grande
Paralelamente à mostra teatral, o Festlip abriga desde a primeira edição o Festlipshow , a grande

Paralelamente à mostra teatral, o Festlip abriga desde a primeira edição o Festlipshow, a grande celebração entre os grupos participantes e o público, embalados pela música dos países de língua portuguesa. No dia 29 de agosto, a

partir das 21h, a EAV Parque Lage recebe a festa Disritmia da DJ Lili Prohmann e o músico angolano Abel Duërë, convidado especial para realizar algumas

intervenções musicais da noite

O FESTLIPinho, evento destinado às crianças que este ano chega à sua segunda edição, terá duas oficinas de capulana, traje típico de Moçambique, ministradas pela atriz Graça Silva, da companhia Mutumbela Gogo, no Morro de São Carlos (29/8) e na EAV Parque Lage (30/8), que terminará com um animado desfile de moda africana entre as crianças participantes.

O restaurante Zazá Bistrô Tropical, em Ipanema, sedia mais uma vez o FESTGOURMET, que nesta edição apresenta O tempero de Moçambique no aniversário do Rio, menu exclusivo criado pelo chef Lúcio Vieira que estará disponível durante os 11 dias do festival, com pratos criados a partir dos sabores, cores e aromas das culinárias carioca e moçambicana.

O FESTLIP tem o patrocínio e é apresentado pelo Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, Oi, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura; tem patrocínio da HOPE Serviços, conta com o apoio institucional da Fundação Nacional de Artes Funarte, Ministério da Cultura, Ministério de Relações Internacionais, Embaixada de Portugal no Brasil, Camões - Instituto da Cooperação e da Língua e CPLP - Comunidade dos Países da Língua Portuguesa; o apoio cultural do SESI e FIRJAN, Hotel Vila Galé, Zazá Bistrô, Oi Futuro, Escola de Cinema Darcy Ribeiro, Escola de Artes Visuais do Parque Lage e Oca Lage, SESI Cultural e Sistema FIRJAN, e apoio da FUNARJ e Secretaria de Cultura, CACEF.

ATRAÇÕES FESTLIP 2015

MOSTRA TEATRAL - GRUPOS

ANGOLA

KULONGA Espetáculo: Filhos da Pátria

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

A COMPANHIA O Grupo de Teatro Kulonga foi fundado no dia 11 de julho de 1998,

A COMPANHIA

A COMPANHIA O Grupo de Teatro Kulonga foi fundado no dia 11 de julho de 1998,

O Grupo de Teatro Kulonga foi fundado no dia 11 de julho de 1998, no município de

Rangel, na Angola. O grupo tem como lema: “Por uma amizade sólida unamos os nossos ensinamentos”. Entre as conquistas, estão duas edições do Prêmio de Teatro Cidade de Luanda: Melhor Texto, em 2002, e Melhor encenação, 2005, respectivamente com as obras Luanda que Anda e História e Estórias de Luanda.

O ESPETÁCULO

A obra conta as peripécias vividas por um grupo de militares num campo de batalha. É um retrato dos bravos homens que defenderam o país com honra, sangue e vida. É uma homenagem aos 11 anos da conquista da paz em Angola, um tributo especial ao Comandante em Chefe e Arquiteto da Paz, Eng. José Eduardo dos Santos e aos que lutaram para a conquista.

FICHA TÉCNICA Direção: Afonso Dinis Autor: Afonso Dinis Figurino: Leonel Paulino Maquiagem: Letícia Kambovo Cenografia, Sonoplastia e Iluminação: Criação Coletiva Kulonga Elenco: Lecticia Kambovo, Ariclenes de Oliveira, Mateus Cabaça, Edson Quiosa, Ilda Bombota, Pedro Caetano, Afonso Dinis e Garcia Cordeiro Duração: 60 min

ANGOLA

ELINGA TEATRO Espetáculo: As Bondosas

A COMPANHIA

O Elinga Teatro, criado em 1988, como continuidade dos grupos Tchinganj, Xilenga-Teatro e Grupo de Teatro da Faculdade de Medicina de Luanda, tem como tema o resgate e a promoção da cultura angolana. A companhia cria uma linha estética e de conteúdo no desenvolvimento teatral há mais de 40 anos. O grupo já esteve presente em países como Moçambique, Cabo Verde, Portugal, Espanha e Itália.

O ESPETÁCULO

Três carpideiras – profissionais mulheres sem vínculo afetivo com o defunto contratadas para chorar em velórios – estão no enterro de uma jovem que se suicidou. Inconformadas por ninguém reconhecer os seus méritos profissionais, vão-se desviando das rezas para a fofoca, deixando transparecer todos os segredos que escondiam umas das outras e do mundo.

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

FICHA TÉCNICA Direção: José Mena Abrantes Autor: Ueliton Rocon (Brasil) Figurino: Anacleta Pereira Cenografia: José Mena
FICHA TÉCNICA Direção: José Mena Abrantes Autor: Ueliton Rocon (Brasil) Figurino: Anacleta Pereira Cenografia: José Mena

FICHA TÉCNICA Direção: José Mena Abrantes Autor: Ueliton Rocon (Brasil) Figurino: Anacleta Pereira Cenografia: José Mena Abrantes Iluminação e Sonoplastia: Nuno Nobre Elenco: Cláudia Nobre, Anabela Vandiane, Cláudia Púkuta e Nzady Duração: 60 minutos

BRASIL

COMPANHIA DE TEATRO LUNA LUNERA Espetáculo: Aqueles Dois

A COMPANHIA

Fundada em 2001, a Cia. Luna Lunera é considerada uma referência na cena teatral brasileira. Investe em diversificados caminhos de criação através da pesquisa continuada e do diálogo com outros criadores contemporâneos do teatro, da dança, da música e das artes visuais. Construiu, em 14 anos de trajetória, seis espetáculos com ampla repercussão nacional.

O ESPETÁCULO Aqueles Dois conta a história de Raul e Saul, novos funcionários de uma repartição, que desenvolvem um forte laço de cumplicidade. É que “num deserto de almas também desertas, uma alma especial reconhece de imediato a outra”. No entanto, essa relação acaba gerando incômodo nos colegas de profissão. O espetáculo Aqueles Dois foi criado a partir do conto homônimo do escritor Caio Fernando Abreu.

FICHA TÉCNICA Direção: Cláudio Dias, Marcelo Souza e Silva, Odilon Esteves, Rômulo Braga e Zé Walter Albinati Autor: Cláudio Dias, Marcelo Souza e Silva, Odilon Esteves, Rômulo Braga e Zé Walter Albinati Figurino: Núcleo de criadores do espetáculo Iluminação: Felipe Cosse e Juliano Coelho Sonoplastia: Núcleo de criadores do espetáculo Cenografia: Núcleo de criadores do espetáculo Elenco: Cláudio Dias, Guilherme Théo, Marcelo Souza, Odilon Esteves Duração: 90 min

CABO VERDE

SIKINADA – COMPANHIA DE TEATRO

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

Espetáculo : Adão e Eva A COMPANHIA Através de um processo artístico coletivo, iniciado em 2005,

Espetáculo: Adão e Eva

Espetáculo : Adão e Eva A COMPANHIA Através de um processo artístico coletivo, iniciado em 2005,

A COMPANHIA Através de um processo artístico coletivo, iniciado em 2005, nasce a Sikinada – Companhia de Teatro, na Cidade de Praia. Desde sua estreia, com a peça Um Homem, uma Mulher e um Frigorífico, texto do renomado artista Mário Lúcio de Sousa, o grupo participou de festivais em Portugal e no Brasil. O nome Sikinada, palavra crioula para impulso, vem da expressão grega “skène”, ligada às artes cénicas.

O ESPETÁCULO

Que rumo teriam Adão e Eva depois de terem sido expulsos do paraíso? Numa linguagem

poética, a peça leva-nos numa envolvente viagem pelos primeiros momentos após a expulsão deles do paraíso, retratando a tomada da consciência da realidade das coisas, de si próprios e das dificuldades que enfrentavam. Uma abordagem contemporânea de uma temática clássica.

FICHA TÉCNICA Direção: João Paulo Brito Autor: Mário Lúcio Sousa Cenografia e Figurino: Bento Oliveira e Elizabete Gonçalves Iluminação: Paulo Silva Sonoplastia: José Pedro Bittencourt Elenco: João Paulo Brito e Raquel Monteiro Duração: 55 min

GALÍCIA

BORJA FERNÁNDEZ Espetáculo: Barbazul

O DIRETOR

Surge com o intuito de dar forma a obsessões relacionadas ao amor, à memória e ao

passar do tempo. Para contar estas histórias, mistura música, humor e linguagens cênicas. Desde 1999, Borja Fernández, produtor e ator, colabora em importantes companhias teatrais galegas como Belmondo, da qual é cofundador com Marta Pazos, Chévere e Voadora.

O ESPETÁCULO

Barbazul, uma sabotagem amorosa, está situada entre os sistemas clássicos de montagem do teatro e os sistemas habituais da criação contemporânea. Trata-se de um processo de investigação e improvisação cênica, partindo de uma série de elementos

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

literários, musicais e cenográficos. Nasce um artefato cênico em forma de espetáculo lírico-clownesco. FICHA TÉCNICA Direção:
literários, musicais e cenográficos. Nasce um artefato cênico em forma de espetáculo lírico-clownesco. FICHA TÉCNICA Direção:

literários, musicais e cenográficos. Nasce um artefato cênico em forma de espetáculo lírico-clownesco.

FICHA TÉCNICA

Direção: Marta Pazos Autor: Mónica de Nut e Borja Fernández Figurino: Uxía P. Vaello Cenografia: Borja Fernández Música Original: Borja Fernández e Mónica de Nut Iluminação: Laura Iturralde Elenco: Mónica de Nut e Borja Fernández Duração: 55 minutos

MOÇAMBIQUE

MUTUMBELA GOGO Espetáculo: Os meninos de ninguém

A COMPANHIA

Criado em 1986, foi o primeiro grupo profissional de teatro em Moçambique. A companhia já participou de vários festivais internacionais, incluindo países como África do Sul, Burkina Faso, Zimbabwe, Índia, Portugal, França, Espanha, Alemanha, Suécia, Noruega, Argentina e Ilhas do Oceano Índico. O grupo conta, desde sua fundação, com a colaboração do escritor, poeta e dramaturgo Mia Couto.

O ESPETÁCULO

Moçambique é uma das nações mais pobres do mundo. A miséria, criada pela guerra, impulsiona milhares de crianças para a rua, roubando seus futuros. São essas crianças, os meninos de ninguém. Condenados à periferia, sonhar com um futuro é um luxo e, mesmo assim, eles se entregam. O sonho devolve à infância o que o mundo roubou. Esta peça é uma homenagem aos sonhos destes meninos de todos nós.

FICHA TÉCNICA

Direção: Henning Mankell e Manuela Soeiro Autor: Mia Couto, Manuela Soeiro e Henning Mankell Cenografia: Alfredo Semo Figurino: Manuela Soeiro Iluminação e Sonoplastia: Peter Charlie Schaloski

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

Elenco: Graça Silva, Adelino Branquinho, Jorge Vaz, Flavio Mabote, Horacio Mazuze e Arlete Guilhermina Bombe Duração:
Elenco: Graça Silva, Adelino Branquinho, Jorge Vaz, Flavio Mabote, Horacio Mazuze e Arlete Guilhermina Bombe Duração:

Elenco: Graça Silva, Adelino Branquinho, Jorge Vaz, Flavio Mabote, Horacio Mazuze e Arlete Guilhermina Bombe Duração: 70 min

PORTUGAL

ELMANO SANCHO Espetáculo: Misterman

O DIRETOR

Elmano Sancho, que já se apresentou na Espanha, França, Itália, Bélgica, Brasil, Irã, Japão

e Turquia, tem formação internacional no Brasil (ECA/USP), em Paris (CNSAD) e na Espanha (RESAD). Em 2015, ganhou a categoria Melhor Ator do Prémio Autores, em Portugal. Trabalhou com o Teatro da Garagem, Teatro dos Aloés, Emmanuel Demarcy- Mota, Rogério de Carvalho, Ana Tamen, Miguel Abreu, Maria João Miguel e Paulo Alexandre Lage.

O ESPETÁCULO

Thomas sai todos os dias de casa para inspecionar o comportamento dos habitantes da aldeia. Acredita poder erradicar o pecado, salvar o mundo e sentar-se ao lado de Deus. Desde a trágica morte de Edel, encontra-se escondido num depósito abandonado, rodeado da farda do pai e gravadores de fita magnética. Numa solidão impenetrável recria ritualmente cada passo desse dia fatídico numa tentativa desesperada de expiação.

FICHA TÉCNICA Autor: Enda Walsh Direção: Elmano Sancho Figurino e Cenografia: Rita Lopes Alves Iluminação: Alexandre Coelho Sonoplastia: Pedro Costa Elenco: Elmano Sancho Duração: 67 min

PORTUGAL

TEATRO DA GARAGEM Espetáculo: Finge

A COMPANHIA

O Teatro da Garagem, fundado em 1989 e sediado no Teatro Taborda, dedica o seu trabalho artístico à pesquisa e experimentação, através da investigação de novas formas de escrita para teatro e de novas formas cênicas que a acompanham. Carlos J. Pessoa é

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

autor/encenador residente e auxilia o trabalho pedagógico, através do Serviço Educativo, nas escolas ao redor da
autor/encenador residente e auxilia o trabalho pedagógico, através do Serviço Educativo, nas escolas ao redor da

autor/encenador residente e auxilia o trabalho pedagógico, através do Serviço Educativo, nas escolas ao redor da companhia.

O ESPETÁCULO

Eros determina uma força vital no exercício da existência que chamamos conhecimento.

Conhecer uma experiência significa restringi-la a um conjunto de pressupostos transmissíveis, comunicáveis, seja através diálogo escrito ou ato poético. Prostitutas, ou acompanhantes, e revolução, ou dança, reverberam-se num impulso erótico irresistível que, aos poucos, inicia a moldagem de uma ordem desordenada, encontros e desencontros numa reaprendizagem da dor e do doar-se.

FICHA TÉCNICA Direção: Carlos J. Pessoa Autor: Carlos J. Pessoa Figurino e Cenografia: Sérgio Loureiro Sonoplastia: Daniel Cervantes Iluminação: Nuno Samora

Elenco: Ana Palma, Maria João Vicente, Nuno Nolasco e Nuno Pinheiro Duração: 75 minutos

III ENCONTROS CULTURAIS DE LÍNGUA PORTUGUESA

Com o intuito de promover a economia criativa, o FESTLIP organiza a oficina A Falar que a Gente se Entende. A convite do Teatro da Garagem, o FESTLIP e a companhia realizarão um espetáculo em coprodução, dirigido pelo encenador português Carlos Pessoa, para a próxima edição. A oficina é o início do processo de intercâmbio e parceira artística, abrindo o mercado de trabalho para os países participantes, além de permitir a reflexão a respeito da produção teatral no contexto internacional.

Local: Oi Futuro Flamengo Dia: 31/08 Período: 10h às 18h ENTRADA FRANCA *Somente participantes inscritos

OFICINA TEATRAL

“O Teatro da Língua Portuguesa sem a Quarta Parede”

José Mena Abrantes (ANGOLA)

Local: Oi Futuro Flamengo Dia: 01/09 Horário: 14h – 18h ENTRADA FRANCA

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

PALESTRA E OFICINA TEATRAL “Audiovisual nos Palcos” Carlos Pessoa (PORTUGAL ) Local: Escola de Cinema Darcy

PALESTRA E OFICINA TEATRAL “Audiovisual nos Palcos” Carlos Pessoa (PORTUGAL)

Local: Escola de Cinema Darcy Ribeiro Dia: 01/09 Horário: 16h ENTRADA FRANCA

PALESTRA E OFICINA TEATRAL “Audiovisual nos Palcos” Carlos Pessoa (PORTUGAL ) Local: Escola de Cinema Darcy

PALESTRA E LANÇAMENTO DO LIVRO “ARTE E COMUNIDADE”, do escritor português HUGO CRUZ

RESUMO

Arte e Comunidade reúne diferentes abordagens sobre a valorização de projetos artísticos comunitários, promoção da visibilidade e criação de um espaço de reflexão sobre estas práticas. A obra assume a individualidade de pensadores provenientes de Portugal, Brasil, Argentina, Palestina e Holanda, com o intuito de consolidar o movimento clarificador sobre as artes voltadas à comunidade, como o teatro de rua, sem pôr em causa a coerência do livro.

Hugo Cruz é licenciado em Psicologia pela Universidade do Porto e pós-graduado em Teatro Social. É co-fundador e diretor artístico da PELE_Espaço de Contacto Social e Cultural e coordenador de núcleo do Teatro do Oprimido do Porto. Desde 2013, é diretor artístico do Imaginarius – Festival Internacional de Teatro de Rua de Santa Maria da Feira.

Local: Oi Futuro Flamengo Dia: 01/09 Horário: 10h – 12h ABERTURA OFICIAL

EXPOSIÇÃO

O Rio450 contado pelo Festlip

A homenagem do FESTLIP aos 450 anos do Rio é presentear a nossa cidade com muita poesia. Artistas de todos os países da nossa língua se inspiraram na capital carioca para criar poemas, que foram selecionados através de um concurso. Durante o festival, o Oi Futuro Flamengo receberá uma exposição audiovisual com os melhores textos, interpretados por atores cariocas.

Local: Oi Futuro Flamengo Período: 26/08 à 06/09 Endereço: R. Dois de Dezembro, 63

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

ENTRADA FRANCA FESTGOURMET O tempero de Moçambique no aniversário do Rio A tradicional mostra gourmet também

ENTRADA FRANCA

FESTGOURMET

ENTRADA FRANCA FESTGOURMET O tempero de Moçambique no aniversário do Rio A tradicional mostra gourmet também

O tempero de Moçambique no aniversário do Rio

A tradicional mostra gourmet também entrará no clima do aniversário do Rio de Janeiro. Para comemorar a data, Lúcio Vieira, chef do Zazá Bistrô, criou um cardápio especial mesclando os temperos, aromas e sabores da cidade maravilhosa e de Moçambique, país homenageado da edição.

Cardápio:

Sopa de mariscos, macaxeira e amendoim Caril de frango orgânico com legumes e arroz com folhas de brócolis Bolo de macaxeira crua com doce de abóbora e melaço de cana

Local: ZAZÁ BISTRÔ Endereço: Rua Joana Angélica, 40 – Ipanema Período: 26/08 à 06/09

FESTLIPSHOW

A grande festa de celebração deste encontro cultural dos oito países de Língua Portuguesa. Junto à festa carioca Disritmia, a EAV Parque Lage vai vibrar na noite de sábado do festival. Com ritmos brasileiros e a influência da música dos países participantes, o músico angolano Abel Duërë é o convidado especial para realizar as intervenções musicais da noite

Local: Escola de Artes Visuais do Parque Lage Endereço: Rua Jardim Botânico, 414 Dia: 29/08 – sábado Horário: 21h

FESTLIPinho

Esse ano a moda dará cor e vibração às crianças cariocas. Moçambique irá literalmente vestir o Festlipinho com cores e muitos panos africanos. Trata-se da oficina de capulanas, trajes típicos de Moçambique, ministrada Graça Silva, com direito a um divertido desfile de moda africana.

MORRO DE SÃO CARLOS – CACEF Endereço: Rua União, 58 - Estácio Dia: 29/08 – sábado Horário: 15h

EAV PARQUE LAGE

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

Endereço: Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico Dia: 30/08 – domingo Horário: 15h Endereços SESI
Endereço: Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico Dia: 30/08 – domingo Horário: 15h Endereços SESI

Endereço: Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico Dia: 30/08 – domingo Horário: 15h

Endereços

SESI Centro

Av. Graça Aranha, 1 - Centro, Rio de Janeiro

SESI Jacarepaguá

Av. Geremário Dantas, 940 – Jacarepaguá

Oi Futuro Flamengo

Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo

Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto

Rua Humaitá, 163 – Humaitá

Teatro Municipal Ipanema

Rua Prudente de Morais, nº 824 – Ipanema

Morro São Carlos – CACEF

R. União, 58 – Estácio

Escola de Artes Visuais do Parque Lage

Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico

Escola de Cinema Darcy Ribeiro

Rua da Alfandega, nº5 – Centro

Ingressos gratuitos em todas as apresentações.

Retirada de senhas nos locais uma hora antes de cada sessão. Nas apresentações no Oi Futuro, as senhas serão distribuídas meia hora antes.

PROGRAMAÇÃO POR DATA

26/08/2015 – Quarta - ABERTURA OFICIAL

SESI CENTRO

Horário: 19h30

ESPETÁCULO: OS MENINOS DE NINGUÉM

GRUPO: MUTUMBELA GOGO PAÍS: MOÇAMBIQUE 22h COQUETEL

27/08/2015 – Quinta

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

TEATRO SESI CENTRO Horário: 19h30 ESPETÁCULO: OS MENINOS DE NINGUÉM GRUPO: MUTUMBELA GOGO PAÍS: MOÇAMBIQUE OI

TEATRO SESI CENTRO

Horário: 19h30

ESPETÁCULO: OS MENINOS DE NINGUÉM

GRUPO: MUTUMBELA GOGO PAÍS: MOÇAMBIQUE

OI FUTURO FLAMENGO

Horário: 20h

ESPETÁCULO: BARBA AZUL

GRUPO: BORJA FERNÁNDEZ PAÍS: GALÍCIA

ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO

Horário: 20h

ESPETÁCULO: AQUELES DOIS

GRUPO: CIA. DE TEATRO LUNA LUNERA PAÍS: BRASIL

TEATRO MUNICIPAL IPANEMA

Horário: 19h30

ESPETÁCULO: AS BONDOSAS

GRUPO: ELINGA TEATRO

PAÍS: ANGOLA

TEATRO SESI JACAREPAGUÁ

Horário: 20h

ESPETÁCULO: FILHOS DA PÁTRIA

GRUPO: KULONGA PAÍS: ANGOLA

TEATRO SESI CENTRO

Horário: 19h30

28/08/2015 – Sexta

ESPETÁCULO: OS MENINOS DE NINGUÉM

GRUPO: MUTUMBELA GOGO PAÍS: MOÇAMBIQUE

OI FUTURO FLAMENGO

Horário: 20h

ESPETÁCULO: BARBAZUL

GRUPO: BORJA FERNÁNDEZ

PAÍS: GALÍCIA

ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO

Horário: 20h

ESPETÁCULO: AQUELES DOIS

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

TEATRO SESI CENTRO Horário: 19h30 ESPETÁCULO: OS MENINOS DE NINGUÉM GRUPO: MUTUMBELA GOGO PAÍS: MOÇAMBIQUE OI
GRUPO: CIA. DE TEATRO LUNA LUNERA PAÍS: BRASIL TEATRO MUNICIPAL IPANEMA Horário: 19h30 ESPETÁCULO: AS BONDOSAS

GRUPO: CIA. DE TEATRO LUNA LUNERA PAÍS: BRASIL

TEATRO MUNICIPAL IPANEMA

Horário: 19h30

ESPETÁCULO: AS BONDOSAS

GRUPO: ELINGA TEATRO

PAÍS: ANGOLA

TEATRO SESI JACAREPAGUÁ

Horário: 20h

ESPETÁCULO: FILHOS DA PÁTRIA

GRUPO: KULONGA PAÍS: ANGOLA

TEATRO SESI CENTRO

Horário: 20h

29/08/2014 – Sábado

ESPETÁCULO: FILHOS DA PÁTRIA

GRUPO: KULONGA PAÍS: ANGOLA

OI FUTURO FLAMENGO

Horário: 20h

ESPETÁCULO: MISTERMAN

ELMANO SANCHO

PAÍS: PORTUGAL

ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO

Horário: 20h

ESPETÁCULO: FINGE

GRUPO: TEATRO DA GARAGEM PAÍS: PORTUGAL

TEATRO MUNICIPAL IPANEMA

Horário: 20h

ESPETÁCULO: BARBAZUL

GRUPO: BORJA FERNÁNDEZ

PAÍS: GALÍCIA

TEATRO SESI JACAREPAGUÁ

Horário: 20h

ESPETÁCULO: ADÃO E EVA

GRUPO: SIKINADA – COMPANHIA DE TEATRO PAÍS: CABO VERDE

FESTLIPINHO MORRO DE SÃO CARLOS

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

GRUPO: CIA. DE TEATRO LUNA LUNERA PAÍS: BRASIL TEATRO MUNICIPAL IPANEMA Horário: 19h30 ESPETÁCULO: AS BONDOSAS
Horário: 15h FESTLIPSHOW Escola de Artes Visuais do Parque Lage Horário: 22h 30/08/2015 – Domingo OI

Horário: 15h

FESTLIPSHOW Escola de Artes Visuais do Parque Lage

Horário: 22h

30/08/2015 – Domingo

OI FUTURO FLAMENGO

Horário: 20h

ESPETÁCULO: MISTERMAN

ELMANO SANCHO PAÍS: PORTUGAL

ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO

Horário: 19h

ESPETÁCULO: FINGE

GRUPO: TEATRO DA GARAGEM PAÍS: PORTUGAL

TEATRO MUNICIPAL IPANEMA

Horário: 20h

ESPETÁCULO: ADÃO E EVA

GRUPO: SIKINADA – COMPANHIA DE TEATRO

PAÍS: CABO VERDE

FESTLIPINHO Escola de Artes Visuais do Parque Lage

Horário: 15h

OI FUTURO FLAMENGO

Horário: 10h às 18h

31/08/2014 – Segunda

Horário: 15h FESTLIPSHOW Escola de Artes Visuais do Parque Lage Horário: 22h 30/08/2015 – Domingo OI

OFICINA TEATRAL - “III Encontros Culturais de Língua Portuguesa” – Carlos Pessoa

01/09/2014 – Terça

OI FUTURO FLAMENGO Horário: 10h às 12h PALESTRA E LANÇAMENTO DO LIVRO “ARTE E COMUNIDADE”, DE HUGO CRUZ

OI FUTURO FLAMENGO Horário: 14h às 19h

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

OFICINA TEATRAL – “A Palavra, O Corpo e A Memória” – Moacyr Goés ENTRADA FRANCA ESCOLA
OFICINA TEATRAL – “A Palavra, O Corpo e A Memória” – Moacyr Goés ENTRADA FRANCA ESCOLA

OFICINA TEATRAL – “A Palavra, O Corpo e A Memória” – Moacyr Goés ENTRADA FRANCA

ESCOLA DE CINEMA DARCY RIBEIRO Horário: 16h PALESTRA E OFICINA TEATRAL - “Audiovisual nos Palcos”- Carlos Pessoa

02/09/2015 – Quarta

OI FUTURO FLAMENGO Horário: 14h às 19h OFICINA TEATRAL - “Angola encena com o Teatro Carioca” – José Mena Abrantes *Só para atores cariocas inscritos

DE 02/09/2015 A 06/09/2015

CONTINUIDADE DO FESTGOURMET, EXPOSIÇÃO E ESPETÁCULO “MISTERMAN”, DO ELMANO SANCHO.

A TALU PRODUÇÕES E MARKETING foi fundada pela atriz e produtora cultural Tânia Pires e pela jornalista e publicitária Luciana Rodriguez, a partir da idéia comum de desenvolver um trabalho abrangente e diferenciado de viver a cultura.

A proposta do trabalho se sustenta no modelo de transformação, através do investimento na diversidade e na fomentação da criação do artista. A filosofia da TALU se apóia na possibilidade de incentivar, divulgar e disseminar talentos nas mais diversas manifestações.

Com transparência nas relações e ousadia a TALU cria, planeja, desenvolve, produz e executa projetos culturais e sociais, desempenhando seu papel no mercado de forma ética, compromissada e singular.

A idéia do FESTLIP surgiu quando em uma viagem a Moçambique, África, Tânia Pires teve a oportunidade de dar aulas de teatro e conhecer de perto a manifestação artística de seu povo. A experiência de ver a diversidade das artes cênicas, através da língua portuguesa, motivou uma pesquisa sobre o teatro em todos os países que falam o português, nascendo então o FESTIVAL DE TEATRO DA LÍNGUA PORTUGUESA.

Diretora Geral e Artística - Tânia Pires

Atriz, formada pela CAL (Casa de Artes de Laranjeiras) e Produtora Cultural, graduada em Produção e Política Cultural pela Universidade Cândido Mendes-R.J. Experiência em produção, elaboração e realização de projetos culturais, leis de incentivo, captação de recursos e confere oficinas e palestras no Brasil e fora do país. Idealizadora do FESTLIP - Festival de Teatro da Língua Portuguesa que em 2011 vai para sua 4ª. Edição, trazendo para o Rio de Janeiro espetáculos e companhias teatrais de todos os países da língua portuguesa: Angola, Cabo Verde, Moçambique, Portugal, Guiné-Bissau, São Tomé e

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408

Príncipe e Timor Leste. Representante do Brasil no BRINC (Brasil, Rússia, Índia, Noruega e China) nowww.festlip.com Informações para a imprensa : Factoria Comunicação Vanessa Cardoso ( vanessa@factoriacomunicacao.com ) Pedro Neves ( pedro@factoriacomunicacao.com ) (21) 2249.1598 / 2259.0408 FACTORIA COMUNICAÇÃO 21 2249-1598 / 2259-0408 " id="pdf-obj-16-2" src="pdf-obj-16-2.jpg">
Príncipe e Timor Leste. Representante do Brasil no BRINC (Brasil, Rússia, Índia, Noruega e China) nowww.festlip.com Informações para a imprensa : Factoria Comunicação Vanessa Cardoso ( vanessa@factoriacomunicacao.com ) Pedro Neves ( pedro@factoriacomunicacao.com ) (21) 2249.1598 / 2259.0408 FACTORIA COMUNICAÇÃO 21 2249-1598 / 2259-0408 " id="pdf-obj-16-4" src="pdf-obj-16-4.jpg">

Príncipe e Timor Leste. Representante do Brasil no BRINC (Brasil, Rússia, Índia, Noruega e China) no projeto Ibsen International do Ministério da Noruega.

Diretora Geral e Relações Internacionais – Vânia Chequer

Atriz, graduada em Artes Cênicas pela University of Kansas-EUA, com MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas. Atua em Gestão Empresarial há 23 anos, com larga experiência em relações internacionais e políticas culturais.

PRODUÇÃO FESTLIP 2014 Direção executiva e artística – Tânia Pires

Promoter – Kassu Comunicação

Design Gráfico e Multimídia –Ismael Lito - Querubim.tv

Gestão Financeira do Projeto – Ouro Verde Produções

Realização: Talu Produções

Conselho Curatorial Internacional:

  • - João Costa Dias – Portugal

  • - Hugo Cruz – Portugal

  • - Diogo Colombo – Angola

  • - João Branco – Cabo Verde

Mais informações no website: www.festlip.com

Informações para a imprensa:

Factoria Comunicação Vanessa Cardoso (vanessa@factoriacomunicacao.com) Pedro Neves (pedro@factoriacomunicacao.com) (21) 2249.1598 / 2259.0408

FACTORIA COMUNICAÇÃO

21 2249-1598 / 2259-0408