Você está na página 1de 27
Debate Sobre a Regulamentação da Profissionalização da Capoeira V Reunião de Articulação da Salvaguarda

Debate Sobre a Regulamentação da Profissionalização da Capoeira

Debate Sobre a Regulamentação da Profissionalização da Capoeira V Reunião de Articulação da Salvaguarda

V Reunião de Articulação da Salvaguarda

"Mandinga de escravo em ânsia de liberdade, seu princípio não tem método e seu fim
"Mandinga de escravo em ânsia de
liberdade, seu princípio não tem
método e seu fim é inconcebível ao
mais sábio capoeirista."

O que é a Salvaguarda?

O que é a Salvaguarda? Conceito de Salvaguarda da Unesco: “Medidas que visam garantir a viabilidade
O que é a Salvaguarda? Conceito de Salvaguarda da Unesco: “Medidas que visam garantir a viabilidade

Conceito de Salvaguarda da Unesco:

“Medidas que visam garantir a viabilidade do patrimônio cultural imaterial, tais como a identificação, a documentação, a investigação, a preservação, a proteção, a promoção, a valorização, a transmissão – essencialmente por meio da educação formal e não-formal – e revitalização deste patrimônio em seus diversos aspectos.”

A cultura da capoeira tem como tradição a transmissão oral.
A cultura da capoeira
tem como tradição a
transmissão oral.
O que foi registrado? Registro de Salvaguarda da Capoeira (2008): Livro dos Saberes: Ofício dos

O que foi registrado?

O que foi registrado? Registro de Salvaguarda da Capoeira (2008): Livro dos Saberes: Ofício dos Mestres

Registro de Salvaguarda da Capoeira (2008):

foi registrado? Registro de Salvaguarda da Capoeira (2008): Livro dos Saberes: Ofício dos Mestres da Capoeira

Livro dos Saberes:

Ofício dos Mestres da Capoeira

Livro das Formas de Expressão:

Roda da Capoeira

Salvaguardar o quê? “Quando pensamos em medidas de salvaguarda relacionadas à capoeira, não estamos considerando

Salvaguardar o quê?

Salvaguardar o quê? “Quando pensamos em medidas de salvaguarda relacionadas à capoeira, não estamos considerando o

“Quando pensamos em medidas de salvaguarda relacionadas à capoeira, não estamos considerando o risco de extinção dessa manifestação cultural que se encontra efetivamente difundida e integrada a outras instancias culturais na sociedade brasileira. Estamos, isto sim, diante do desafio de preservar a ancestralidade e, sobretudo, a diversidade cultural que caracteriza suas tradições. A espetacularização e, principalmente, a esportivização exarcebada podem, de fato, representar risco para as tradições culturais da capoeiragem.” (VIEIRA, p. 24, 2012)

E o que diz nossa Constituição?

E o que diz nossa Constituição? Art. 170. [ ] Parágrafo único. É assegurado a todos
E o que diz nossa Constituição? Art. 170. [ ] Parágrafo único. É assegurado a todos
E o que diz nossa Constituição? Art. 170. [ ] Parágrafo único. É assegurado a todos

Art. 170. [

]

Parágrafo único. É assegurado a todos o livre exercício de qualquer atividade econômica, independentemente de autorização de órgãos públicos, salvo nos casos previstos em lei.

XIII

trabalho, ofício ou profissão, atendidas as

qualificações profissionais estabelecer.

lei

qualquer

é

livre

o

exercício

de

-

que

a

E o que diz nossa Constituição?

E o que diz nossa Constituição? Art. 23. É competência comum da União, dos Estados, do
E o que diz nossa Constituição? Art. 23. É competência comum da União, dos Estados, do

Art. 23. É competência comum da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios:

I - zelar pela guarda da Constituição, das leis e das instituições democráticas e conservar o patrimônio público;

II

- proteger os documentos, as obras e outros bens de valor histórico, artístico e cultural, os monumentos, as paisagens naturais notáveis e os sítios arqueológicos;

IV

- impedir a evasão, a destruição e a descaracterização de obras de arte e de outros bens de valor histórico, artístico ou cultural;

V - proporcionar os meios de ciência;

acesso

à cultura, à educação

e

à

Quais as possíveis consequências?

Quais as possíveis consequências? “A regulamentação pode restringir o acesso das pessoas a determinada profissão
Quais as possíveis consequências? “A regulamentação pode restringir o acesso das pessoas a determinada profissão

“A regulamentação pode restringir o acesso das pessoas a determinada profissão e, assim, causar lesão ao direito da sociedade de ter aquele ofício sendo exercido por quem detém efetivamente conhecimento para tanto. No caso da capoeira, qualquer formalização legal que impeça ou limite a atuação dos mestres e professores portadores da tradição, nos espaços adequados, poderá romper o ciclo intergeracional de transmissão de conhecimentos e contribuir para tornar a capoeira uma prática corporal desprovida de seus autênticos valores ancestrais.” (VIERA, p. 46, 2012).

Quais as penalidades? Lei de Contravenções Penais (Decreto-Lei nº 3.688/41) Art. 47 - Exercer profissão

Quais as penalidades?

Quais as penalidades? Lei de Contravenções Penais (Decreto-Lei nº 3.688/41) Art. 47 - Exercer profissão ou
Quais as penalidades? Lei de Contravenções Penais (Decreto-Lei nº 3.688/41) Art. 47 - Exercer profissão ou

Lei de Contravenções Penais

(Decreto-Lei nº 3.688/41)

Art. 47 - Exercer profissão ou atividade econômica ou anunciar que a exerce, sem preencher as condições a que por lei está subordinado o seu exercício:

Pena - prisão simples, de 15 (quinze) dias a 3 (três) meses, ou multa.

Outras legislações Lei nº 12.288/2010 – Estatuto da Igualdade Racial Art. 20. O poder público

Outras legislações

Outras legislações Lei nº 12.288/2010 – Estatuto da Igualdade Racial Art. 20. O poder público garantirá

Lei nº 12.288/2010 – Estatuto da Igualdade Racial

Art. 20. O poder público garantirá o registro e a proteção da capoeira, em todas as suas modalidades, como bem de natureza imaterial e de formação da identidade cultural brasileira, nos termos do art. 216 da CF.

Parágrafo único. O poder público buscará garantir, por meio dos atos normativos necessários, a preservação dos elementos formadores tradicionais da capoeira nas suas relações internacionais.

Art. 22. A capoeira é reconhecida como desporto de criação nacional, nos termos do art. 217 da Constituição Federal.

Outras legislações – § 1o A atividade de capoeirista será reconhecida em todas as modalidades

Outras legislações

Outras legislações – § 1o A atividade de capoeirista será reconhecida em todas as modalidades em

– § 1o A atividade de capoeirista será reconhecida em todas as modalidades em que a capoeira se manifesta, seja como esporte, luta, dança ou música, sendo livre o exercício em todo o território nacional.

– § 2o É facultado o ensino da capoeira nas instituições públicas e privadas pelos capoeiristas e mestres tradicionais, pública e formalmente reconhecidos.

Outras legislações Lei nº 11.645/08 Altera a Lei n o 9.394, de 20 de dezembro

Outras legislações

Outras legislações Lei nº 11.645/08 Altera a Lei n o 9.394, de 20 de dezembro de

Lei nº 11.645/08

Altera a Lei n o 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei n o 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”.

“História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. Nova Redação: “Art. 26-A Nos estabelecimentos de ensino

Nova Redação:

“Art. 26-A Nos estabelecimentos de ensino fundamental e de ensino médio, públicos e privados, torna-se obrigatório o estudo da história e cultura afro-brasileira e indígena.

Situação Social A Capoeira enquanto bem imaterial da cultura brasileira, em todos os seus formatos

Situação Social

Situação Social A Capoeira enquanto bem imaterial da cultura brasileira, em todos os seus formatos de

A Capoeira enquanto bem imaterial da cultura brasileira, em todos os seus formatos de expressão, possui uma ampla diversidade de manifestações

Para se organizar uma transmissão da Capoeira enquanto “profissão” essa diversidade deverá/poderá (discricionariedade) se restringir a um conjunto de visões, métodos e técnicas específicas. O que fatalmente resultará na massificação do ensino/aprendizagem, bem como na redução da diversidade pela qual ela ainda se apresenta.

Situação Social O Caminho de se buscar e garantir uma seguridade social para os Vetores

Situação Social

Situação Social O Caminho de se buscar e garantir uma seguridade social para os Vetores (mestres,

O Caminho de se buscar e garantir uma seguridade social para os Vetores (mestres, professores) da transmissão da Capoeira não depende da regulamentação de uma profissão. O efeito produzido a princípio é outro, instalando ou aumentando os conflitos de relação e trabalho que resultam na precarização dessas relações.

Isso dar-se-á pela formação de novos Vetores (mestres e professores) em escala maior, com carga horária definida, prazos e etc.

Projeto de Lei n° 2.858/08

Projeto de Lei n° 2.858/08 (Deputado Carlos Zarattini – PT/SP) Dispõe sobre a regulamentação da atividade
Projeto de Lei n° 2.858/08 (Deputado Carlos Zarattini – PT/SP) Dispõe sobre a regulamentação da atividade

(Deputado Carlos Zarattini – PT/SP) Dispõe sobre a regulamentação da atividade de capoeira e dá outras providências.

O Congresso Nacional decreta:

Art. 1º. É livre o exercício da atividade de capoeira em todo território nacional.

Art. 2º. A atividade de capoeirista aplica-se a todas as modalidades em que a capoeira se manifesta, seja como esporte, luta, dança, cultura popular e música.

Art. 3º. A capoeira, em todas as suas modalidades, é declarada bem de natureza imaterial, na forma do art. 216 da Constituição Federal, devendo o Poder Executivo tomar as providências necessárias para proceder ao seu registro e divulgação.

Já garantidos pela CF, pela Salvaguarda e pela Lei de Igualdade Racial.

Projeto de Lei n° 2.858/08

Projeto de Lei n° 2.858/08 Art. 4º. É livre a atividade de capoeira nas modalidades de
Projeto de Lei n° 2.858/08 Art. 4º. É livre a atividade de capoeira nas modalidades de

Art. 4º. É livre a atividade de capoeira nas modalidades de esporte, luta, dança, cultura popular e música, devendo ser incentivadas e apoiadas pelas instituições públicas e privadas.

e apoiadas pelas instituições públicas e privadas. JÁ FAZ PARTE DA SALVAGUARDA! Parágrafo único. A capoeira

JÁ FAZ PARTE DA SALVAGUARDA!

Parágrafo único. A capoeira nas modalidades luta e esporte é considerada como atividade física e desportiva, podendo ser exercida na forma lúdica, amadora e profissional.

física e desportiva , podendo ser exercida na forma lúdica, amadora e profissional. TEREMOS MESTRES AMADORES?!

TEREMOS MESTRES AMADORES?!

Projeto de Lei n° 2.858/08

Projeto de Lei n° 2.858/08 Art. 5º. Ficam reconhecidas como profissão as atividades de capoeira nas
Projeto de Lei n° 2.858/08 Art. 5º. Ficam reconhecidas como profissão as atividades de capoeira nas

Art. 5º. Ficam reconhecidas como profissão as atividades de capoeira nas modalidades luta e esporte.

as atividades de capoeira nas modalidades luta e esporte. E O REGISTRO DO OFÍCIO DOS MESTRES

E O REGISTRO DO OFÍCIO DOS MESTRES? E quem trabalha com a cultura?

Parágrafo único. Ficam reconhecidos como Contramestre e Mestre os profissionais com dez anos ou mais na profissão.

Projeto de Lei n° 2.858/08

Projeto de Lei n° 2.858/08 Art. 6º. É privativo do capoeirista profissional: I – o desenvolvimento
Projeto de Lei n° 2.858/08 Art. 6º. É privativo do capoeirista profissional: I – o desenvolvimento

Art. 6º. É privativo do capoeirista profissional:

I – o desenvolvimento com crianças, jovem e adultos das atividades esportivas e culturais que compõem a prática da capoeira em estabelecimentos de ensino e em academias;

II – ministrar aulas e treinamento especializado em capoeira para atletas de diferentes esportes, instituições ou academias;

III – a instrução acerca dos princípios e regras inerentes às modalidades e estilos da capoeira;

Projeto de Lei n° 2.858/08

Projeto de Lei n° 2.858/08 IV – a avaliação e a supervisão dos praticantes de capoeira;
Projeto de Lei n° 2.858/08 IV – a avaliação e a supervisão dos praticantes de capoeira;

IV – a avaliação e a supervisão dos praticantes de capoeira;

V – o acompanhamento e a supervisão de práticas desportivas de capoeira e

a apresentação de profissionais;

VI – a elaboração de informes técnicos e científicos nas áreas de atividades físicas e do desporto ligados à capoeira.

?

?

?

?

E OS MESTRES “AMADORES”? E quem trabalha com a cultura?

?

?

?

Projeto de Lei n° 2.858/08

Projeto de Lei n° 2.858/08 Art.7º. Fica a cargo do Poder Executivo a criação dos Conselhos
Projeto de Lei n° 2.858/08 Art.7º. Fica a cargo do Poder Executivo a criação dos Conselhos

Art.7º. Fica a cargo do Poder Executivo a criação dos Conselhos Federal e Regionais dos capoeiras.

Conselho para

Fica a cargo do Poder Executivo a criação dos Conselhos Federal e Regionais dos capoeiras. Conselho

Fiscalizar?!

Projeto de Lei n° 2.858/08

Projeto de Lei n° 2.858/08 Art.8º. As unidades de ensino superior que ministrem cursos de graduação
Projeto de Lei n° 2.858/08 Art.8º. As unidades de ensino superior que ministrem cursos de graduação

Art.8º. As unidades de ensino superior que ministrem cursos de graduação em Educação Física manterão em sua grade curricular a formação em capoeira nas modalidades luta e esporte.

Art.9º. As unidades de ensino fundamental e médio integrarão em sua grade curricular a prática da capoeira nas modalidades de luta, dança, cultura popular e música.

Art.10. Fica instituído o Dia Nacional da Capoeira e do Capoeirista a ser comemorado anualmente no dia 12 de setembro.

Artigos 5º ao 8º - Corporativismo? “Mercadorização”?

Fiscalização???

Projeto de Lei n° 2.858/08

Projeto de Lei n° 2.858/08 Art.11. Compete aos órgãos públicos de educação, esporte, cultura e lazer
Projeto de Lei n° 2.858/08 Art.11. Compete aos órgãos públicos de educação, esporte, cultura e lazer

Art.11. Compete aos órgãos públicos de educação, esporte, cultura e lazer promover atividades que explorem as origens culturais e históricas da capoeira, bem como sua prática nas diversas modalidades referidas nesta lei.

Art. 12. Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Projeto de Lei nº 31/09 (Deputado Arnaldo Sá – PTB/SP) Dispõe sobre o reconhecimento da

Projeto de Lei nº 31/09

Projeto de Lei nº 31/09 (Deputado Arnaldo Sá – PTB/SP) Dispõe sobre o reconhecimento da atividade

(Deputado Arnaldo Sá – PTB/SP) Dispõe sobre o reconhecimento da atividade de capoeira e dá outras providências.

O CONGRESSO NACIONAL decreta:

Art.

É reconhecida

a

prática da

capoeira como

profissão, na sua

manifestação como dança, competição ou luta.

Art. 2º É considerado atleta profissional, nos termos do Capítulo V da Lei nº

9.615, de 24 de março de 1998, o capoeirista cuja atividade consista na

participação em eventos públicos ou privados de capoeira mediante

remuneração.

Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Tramitação PLC nº 31/09

Tramitação PLC nº 31/09 17/09/2013 - CE - Comissão de Educação Situação: A Comissão, reunida no
Tramitação PLC nº 31/09 17/09/2013 - CE - Comissão de Educação Situação: A Comissão, reunida no

17/09/2013 - CE - Comissão de Educação

Situação:

A Comissão, reunida no dia de hoje, aprova o Requerimento nº 52/2013-CE, anexado às fls. 29 a 31, de autoria dos Senadores Lídice da Mata e Paulo Paim, propondo a realização de diligência na cidade de Salvador e de Audiência Pública, no âmbito desta Comissão, para instruir o presente projeto.

A matéria fica sobrestada na Comissão até a realização da diligência e da Audiência Pública.

Referências o BRASIL. Congresso Nacional. Constituição Federal. 1988 o BRASIL. Congresso Nacional. Lei de

Referências

Referências o BRASIL. Congresso Nacional. Constituição Federal. 1988 o BRASIL. Congresso Nacional. Lei de

o

BRASIL. Congresso Nacional. Constituição Federal. 1988

o

BRASIL. Congresso Nacional. Lei de Contravenções Penais. Decreto- Lei nº 3.688, de 3 de outubro de 41.

o

BRASIL. Congresso Nacional.Lei nº 11.645, de 10 de março de 2008.

o

VIEIRA, Luiz Renato. A Capoeira e a política de salvaguarda de patrimônio imaterial: legitimação e conhecimento de manifestação cultural de origem popular. Brasília: FCP, 2012.

UNESCO. Convenção para a salvaguarda do patrimônio Imaterial. Paris, 17 de outubro de 2003.

Alanson Costela alansoncostela@yahoo.com.br

Alanson Costela alansoncostela@yahoo.com.br Priscila Paiva priscilapaiva.rp@gmail.com Rogério Oliveira

Priscila Paiva priscilapaiva.rp@gmail.com

Rogério Oliveira rogeriopsic@hotmail.com

BH – Novembro 2013

Priscila Paiva priscilapaiva.rp@gmail.com Rogério Oliveira rogeriopsic@hotmail.com BH – Novembro 2013