Você está na página 1de 1

Solues dos testes de avaliao

Solues dos testes de avaliao

Teste 4
Grupo I
1. (a) (5); (b) (2); (c) (1); (d) (7); (e) (6).
2. 2.1. (C). 2.2. (B). 2.3. (B). 2.4. (A).
3. Bartolomeu Dias.
4. Estas trs primeiras estncias do Canto I dOs Lusadas constituem a Proposio.
5. O Poeta prope-se cantar os feitos dos Portugueses.
5.1. O Poeta s o conseguir fazer se o talento e a eloquncia lho permitirem.
6. Os versos referem-se queles que sero recordados devido aos seus feitos, no caindo, pois, no
esquecimento (lei da Morte).
7. O heri dOs Lusadas o povo portugus o peito ilustre Lusitano (v. 21).
8. Neste verso temos uma perfrase e uma sindoque, que realam o facto de Portugal ser um pas
com uma extensa costa (o que justifica a importncia dada ao mar pelo povo portugus).
9. oito versos (oitavas); esquema rimtico: abababcc; rima cruzada nos seis primeiros versos e
emparelhada nos dois ltimos.
9.1. As| ar | mas |e os | ba | res | a | ssi | na | la | (dos) dez slabas mtricas.
10. Resposta possvel:
Estas estrofes integram o episdio do Conslio dos deuses.
Neste episdio, os deuses do Olimpo esgrimem argumentos a favor e contra a chegada dos
Portugueses ndia. Referindo-se Lusitana gente (ltima estrofe), Jpiter defende que lhes deve
ser permitido chegar ndia, pois os Fados assim o ordenavam e, alm disso, os tripulantes
encontravam-se perdidos e cansados e j tinham passado por muitos perigos na viagem.
No entanto, Baco discorda de Jpiter, porque teme que, quando os Portugueses chegarem ao
Oriente, os seus feitos sejam esquecidos.
O facto de at os deuses considerarem esta viagem relevante e se reunirem para decidir a sua
sorte contribui para a glorificao do povo portugus, enquanto heri dOs Lusadas.
(116 palavras)

Grupo II
1. a. pensasse. b. havia. c. puderam. d. creem.
2. a. Embora a linguagem dOs Lusadas no seja fcil, lemo-la com prazer. b. O Pedro tr-lo para
mostrar turma.
3. (A).
4. Por exemplo: a. Se procuras um livro emocionante, l esta obra. b. A Isabel no leu o episdio
do Conslio dos Deuses nem escreveu o texto pedido pelo professor. c. Embora o Rui estivesse
doente, foi fazer o teste.
5. a. complemento oblquo. b. modificador (do GV). c. complemento agente da passiva.

1 DIAL9CP Porto Editora


fotocopivel