Você está na página 1de 29
1 5º ano

1

1 5º ano
1 5º ano

5º ano

DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO MÉDICA DO
DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO MÉDICA DO

NEM/AAC PARA TI!

COORDENADORES: DIOGO SANTOS E SARA LOPES

COLABORADORES: ANA ISABEL BESSA; ANGELA SANTOS; CATARINA PAIS

RODRIGUES; DANIELA OLIVEIRA; DIANA CARVALHO PEREIRA; DIOGO

BERNARDO; FABIANA VENTURA; FÁBIO FERNANDO FERNANDES; FÁBIO

GOMES; FLÁVIA GONÇALVES; FRANCISCO ROCHA; GABRIELA TAMBARINA;

GONÇALO

MODESTO;

INÊS

MARTINS;

MAFALDA

JOÃO;

MARIANA

BERNARDO; MIGUEL VENTURA; NUNO MAIA; PATRÍCIA SILVA; RAQUEL

RODRIGUES; RICARDO MARTINS; RICARDO SOUSA; SARA DE CARVALHO;

SARA DIAS.

NÚCLEO DE ESTUDANTES DE MEDICINA DA ASSOCIAÇÃO ACADÉMICA DE

COIMBRA (NEM/AAC):

Pólo das Ciências da Saúde - Unidade Central, Piso -1 Azinhaga de Santa Comba, Celas 3000-548 Coimbra Tel: 239 832 882 www.nemaac.net www.facebook.com/nem.academica educacaomedica@nemaac.net

5º ano

3000-548 Coimbra Tel: 239 832 882 www.nemaac.net www.facebook.com/nem.academica educacaomedica@nemaac.net 5º ano 2

2

O que podes encontrar? Calendário Escola r…………………………………………………………………
O que podes encontrar? Calendário Escola r…………………………………………………………………
O que podes encontrar? Calendário Escola r…………………………………………………………………

O que podes encontrar?

Calendário Escolar………………………………………………………………… …4

Locais de estudo………………………………………………………………………

As Unidades Curriculares……………………………………………12

Pediatria I e II……………………………………………………………….……

Patologia Torácica e Vascular………………………………………………… 14 Patologia Musculo-Esquelética…………………………………………… …18 Patologia do Sistema Urinário………………………………………………….20 Ginecologia e Obstetrícia…………………………………………………………22 Medicina Geral e Familiar…………………………………………………………25 Doenças Infecciosas…………………………………………………………………26 Projecto de Trabalho Final MIM……………………………………………….28

12

5

3

Projecto de Trabalho Final MIM ……………………………………………….28 12 5 3 5º ano

5º ano

5º ano 4
5º ano 4

5º ano

5º ano 4
5º ano 4
5º ano 4

4

L OCAIS DE ESTUDO B IBLIOTECA DA F ACULDADE Horário : 9h às 19h30 Localiza-
L OCAIS DE ESTUDO B IBLIOTECA DA F ACULDADE Horário : 9h às 19h30 Localiza-
L OCAIS DE ESTUDO B IBLIOTECA DA F ACULDADE Horário : 9h às 19h30 Localiza-

LOCAIS DE ESTUDO

BIBLIOTECA DA FACULDADE

Horário: 9h às 19h30

DE ESTUDO B IBLIOTECA DA F ACULDADE Horário : 9h às 19h30 Localiza- se no Pólo

Localiza-se no Pólo I, no rés-do-chão, no corredor correspondente à fachada principal da Faculdade. As cadeiras e a luz são boas, no entanto alguns colegas consideram que não prima pelo silêncio. São duas salas de estudo e uma sala de computadores, onde podes inclusive aceder à Internet.

de computadores, onde podes inclusive aceder à Internet. B IBLIOTECA DO P ÓLO III Horário: 8h

BIBLIOTECA DO PÓLO III

Horário: 8h às 19h30 (em época de exames, encerra às 00h)

Esta biblioteca constitui um dos edifícios do Pólo III, sendo uma construção cinzenta situada em frente ao edifício destinado aos alunos de Medicina. Esta biblioteca tem várias salas: quatro para estudo individual, uma para estudo em grupo e outra com computadores que podes utilizar. É uma biblioteca muito silenciosa, onde podes aceder a muito material de estudo e

5

que podes utilizar. É uma biblioteca muito silenciosa, onde podes aceder a muito material de estudo

5º ano

livros importantes, no entanto, como se destina a todos os alunos do pólo III poderás
livros importantes, no entanto, como se destina a todos os alunos do pólo III poderás
livros importantes, no entanto, como se destina a todos os alunos do pólo III poderás
livros importantes, no entanto, como se destina a todos os alunos do pólo III poderás

livros importantes, no entanto, como se destina a todos os alunos do pólo III poderás ter dificuldade em arranjar lugar.

do pólo III poderás ter dificuldade em arranjar lugar. B AR DA FMUC Horário: 24 horas

BAR DA FMUC

Horário: 24 horas por dia 365 dias por ano!

Esta biblioteca encontra-se no 4º piso da FMUC (Pólo I), com acesso pela porta lateral da Faculdade. No início do ano vais conhecê-la através das míticas “Tardes no Bar”, mas a partir da Latada transforam-se numa Sala de Estudo, com casa de banho, marmitório e uma vista incrível. Para acederes a este espaço terás de fazer um cartão no NEM pagando uma simbólica anuidade de 3 euros na sua aquisição e, caso queiras renovar no ano seguinte, pagarás apenas 2,50 €.

BIBLIOTECA GERAL

Horário: 2ª a 6ª, das 9h às 22h45

É

um

sítio

muito

pagarás apenas 2,50 €. B IBLIOTECA G ERAL Horário: 2ª a 6ª, das 9h às 22h45

5º ano

pagarás apenas 2,50 €. B IBLIOTECA G ERAL Horário: 2ª a 6ª, das 9h às 22h45

6

sossegado, fresco no Verão, mas um bocadinho frio no Inverno. A luz natural depende dos
sossegado, fresco no Verão, mas um bocadinho frio no Inverno. A luz natural depende dos
sossegado, fresco no Verão, mas um bocadinho frio no Inverno. A luz natural depende dos

sossegado, fresco no Verão, mas um bocadinho frio no Inverno. A luz natural depende dos sítios, mas em todas as mesas há um candeeiro. Também se pode tirar fotocópias com um cartão recarregável. As carteiras e pastas têm que ficar no bengaleiro à entrada. Óptimo lugar para estudar na zona do Pólo I, dado que é um lugar cheio de história!

BIBLIOTECA MUNICIPAL CASA DA CULTURA

Horário:

Inverno

- 2ª a 6ª feira: das 10h às

19h30;

Sábados:

Das 11h às 13h e das 14h às 19h

19h30; Sábados: Das 11h às 13h e das 14h às 19h Verão (15 de Julho a

Verão (15

de Julho

a

15

de

Setembro) - De 2ª

a

6ª feira:

Das 10h às 12h30 e das 14h às 18h30

É um sítio calmo, com boa luz, ar condicionado e cadeiras almofadadas. Só são permitidas fotocópias dos livros da Biblioteca.

Pode-se comer lá dentro, com a devida descrição e tem acesso directo à cantina da Sereia, situada no piso inferior.

7

comer lá dentro, com a devida descrição e tem acesso directo à cantina da Sereia, situada

5º ano

CANTINAS Abertas exclusivamente na
CANTINAS
Abertas
exclusivamente
na

época de exames:

- Dias de semana: das 22h até às 4h da Madrugada

- Fim-de-semana: das 14h até às 4h da Madrugada

Em épocas de exame, os “grelhados” e a cantina social do edifício da AAC (Sala A) transformam-se em sala de estudo. Em termos de condições, têm boa iluminação e água sempre à mão. Os grelhados geralmente são mais tranquilos, sendo uma boa alternativa, sobretudo ao fim-de-semana.

SALA

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA

DE

ESTUDO

DO

Horário: 2.ª a 6.ª feira das 8h30 às 20h; em época de exames, aberta até às 00h

das 8h30 às 20h; em época de exames, aberta até às 00h Situa- se no piso

Situa-se no piso 0 da Faculdade de Matemática e tem alguns livros de Medicina. Está perto do Bar das Matemáticas.

5º ano

se no piso 0 da Faculdade de Matemática e tem alguns livros de Medicina. Está perto

8

B IBLIOTECA DA F ACULDADE DE E CONOMIA Horário : 9h às 21h30 Localiza- se
B IBLIOTECA DA F ACULDADE DE E CONOMIA Horário : 9h às 21h30 Localiza- se
B IBLIOTECA DA F ACULDADE DE E CONOMIA Horário : 9h às 21h30 Localiza- se

BIBLIOTECA

DA

FACULDADE

DE

ECONOMIA

Horário: 9h às 21h30

Localiza-se na Avenida Dias da Silva, na Faculdade de Economia.

se na Avenida Dias da Silva, na Faculdade de Economia. É a “segunda casa” de muitos

É a “segunda casa” de muitos estudantes de Medicina na época de exames, já que tem duas salas muito bem iluminadas, com bastantes lugares (embora, em certas alturas, seja difícil encontrar lugar) e ar condicionado.

Tem lojas de fotocópias mesmo em frente, a cantina da Sereia é relativamente perto e a Faculdade tem um bar próprio.

é relativamente perto e a Faculdade tem um bar próprio. B IBLIOTECA DA Z OOLOGIA Localiza-

BIBLIOTECA DA ZOOLOGIA

Localiza-se junto à Sé Nova e tem 3 salas, não muito grandes mas com boas janelas, e um ambiente agradável. Nas épocas de exame tem tendência a encher: só se arranja lugar quando se chega cedo ou com muita sorte!

9

Nas épocas de exame tem tendência a encher: só se arranja lugar quando se chega cedo

5º ano

B IBLIOTECA DE D IREITO Encontra- se a funcionar entre as 9h e as 19h30,
B IBLIOTECA DE D IREITO Encontra- se a funcionar entre as 9h e as 19h30,

BIBLIOTECA DE DIREITO

B IBLIOTECA DE D IREITO Encontra- se a funcionar entre as 9h e as 19h30, de
B IBLIOTECA DE D IREITO Encontra- se a funcionar entre as 9h e as 19h30, de
B IBLIOTECA DE D IREITO Encontra- se a funcionar entre as 9h e as 19h30, de

Encontra-se a funcionar entre as 9h e as 19h30, de 2ª a 6ª feira. Ao sábado funciona entre as 10h as

18h30.

SALA DE ESTUDO

(BIBLIOTECA DA CIRURGIA CÁRDIO- TORÁCICA)

HUC

(B IBLIOTECA DA C IRURGIA C ÁRDIO - TORÁCICA ) HUC DOS Localiza- se no piso

DOS

Localiza-se no piso -3 dos H.U.C. O silêncio é regra, mas existe, no mesmo local, uma sala para trabalhar em grupo e outra com computadores ligados à Internet. Não dispõe de muitos lugares, mas, por enquanto, não costuma estar muito cheia. Funciona entre as 8h30 e as 19h30.

5º ano

de muitos lugares, mas, por enquanto, não costuma estar muito cheia. Funciona entre as 8h30 e

10

S ALA DE E STUDO DA A SSOCIAÇÃO A CADÉMICA DE C OIMBRA Um pequeno
S ALA DE E STUDO DA A SSOCIAÇÃO A CADÉMICA DE C OIMBRA Um pequeno
S ALA DE E STUDO DA A SSOCIAÇÃO A CADÉMICA DE C OIMBRA Um pequeno

SALA

DE

ESTUDO

DA

ASSOCIAÇÃO

ACADÉMICA

DE

COIMBRA

Um

pequeno

espaço

A CADÉMICA DE C OIMBRA Um pequeno espaço localizado junto dos tão famosos Jardins da Associação,

localizado junto dos tão famosos Jardins da Associação, onde podes estudar tranquilamente, com WI-FI à tua disposição.

Para além disso, a sua proximidade às imparáveis festas dos Jardins da Associação convidam a um intervalo para tornar o estudo mais produtivo!

11

às imparáveis festas dos Jardins da Associação convidam a um intervalo para tornar o estudo mais

5º ano

A S U NIDADES C URRICULARES As informações que se encontram abaixo expostas sobre as
A S U NIDADES C URRICULARES As informações que se encontram abaixo expostas sobre as
A S U NIDADES C URRICULARES As informações que se encontram abaixo expostas sobre as
A S U NIDADES C URRICULARES As informações que se encontram abaixo expostas sobre as

AS UNIDADES CURRICULARES

As informações que se encontram abaixo expostas sobre as

diferentes Unidades Curriculares foram baseadas nos anos

anteriores, assim como nas novas fichas de Unidade Curricular

disponíveis no Inforestudante. Deste modo, as informações

podem conter erros dada a implementação do novo plano

curricular.

Para além disso, o local das aulas teóricas aqui explanado

encontra-se atualizado segundo informação disponibilizada

pelos SGA, estando ainda sujeitos a confirmação.

PEDIATRIA I E II

Créditos:

Pediatria I: 4,5 ECTS Pediatria II: 5,0 ECTS

Regente: Prof. Doutora Guiomar Oliveira

Secretaria: Hospital Pediátrico

Aulas:

Teóricas: Auditório da Unidade Central.

5º ano

Guiomar Oliveira Secretaria: Hospital Pediátrico Aulas:  Teóricas: Auditório da Unidade Central. 5º ano 12

12

 Práticas: De acordo com o ano passado, no Hospital Pediátrico, Maternidade Daniel de Matos/Bissaya
 Práticas: De acordo com o ano passado, no Hospital Pediátrico, Maternidade Daniel de Matos/Bissaya
 Práticas: De acordo com o ano passado, no Hospital Pediátrico, Maternidade Daniel de Matos/Bissaya

Práticas: De acordo com o ano passado, no Hospital Pediátrico, Maternidade Daniel de Matos/Bissaya Barreto.

Material de estudo:

Os slides das aulas são o material mais importante, existem umas sebentas na LJCR mas o seu uso é desnecessário dado que as perguntas de exame são todas respondidas pelos slides; Perguntas-tipo.

Método de avaliação:

Avaliação Prática (50%) Avaliação contínua: contam as presenças nas aulas práticas e a participação (dependendo do professor), com realização de uma história clínica de neonatologia (Pediatria I) e uma criança doente (Pediatria II) que é discutida em exame oral com professor das aulas práticas. Esta oral decorre no final do semestre e pode ou não abordar temas não constantes da história (de acordo com o professor). De acordo com o semestre são também obrigatórias um determinado número de horas de urgência no hospital pediátrico. Avaliação Teórica (50%) Exame de 60 escolhas múltiplas (apenas uma certa) sobre matéria versada nas aulas teóricas e práticas.

Conselhos importantes dos teus colegas: As aulas teóricas são OBRIGATÓRIAS, ou seja, se um aluno der mais de determinado número de faltas às aulas teóricas chumba. De qualquer forma a presença nas aulas teóricas é importante,

13

número de faltas às aulas teóricas chumba. De qualquer forma a presença nas aulas teóricas é

5º ano

dado que muitas perguntas de exame se baseiam em raciocínios clínicos falados na teórica (os
dado que muitas perguntas de exame se baseiam em raciocínios clínicos falados na teórica (os
dado que muitas perguntas de exame se baseiam em raciocínios clínicos falados na teórica (os
dado que muitas perguntas de exame se baseiam em raciocínios clínicos falados na teórica (os

dado que muitas perguntas de exame se baseiam em

raciocínios clínicos falados na teórica (os casos clínicos não estão nos slides!). As aulas são também uma boa fonte de informação para completar os slides das aulas (que têm apenas

o básico). Muitas vezes a professora “responde” na aula teórica

a perguntas que faz no exame.

PATOLOGIA TORÁCICA E VASCULAR

Créditos: 11,5 ECTS

Regente: Prof. Doutor Manuel Antunes

Secretaria: CHUC (Último piso do bloco de Cirurgia Cardio- Torácica).

Aulas:

Cirurgia Cardio-torácica e Cirurgia Vascular

o

Teóricas: Centro de Cirurgia Cardio-torácica Salão Polivalente.

o

Práticas: De acordo com o ano passado, sala de aulas no último piso do bloco de Cirurgia Cardio- Torácica.

Cardiologia

o Teóricas: Anfiteatro do CHUC.

5º ano

no último piso do bloco de Cirurgia Cardio- Torácica.  Cardiologia o Teóricas: Anfiteatro do CHUC.

14

o Práticas: De acordo com o ano passado, sala de aulas do Serviço de Cardiologia.
o Práticas: De acordo com o ano passado, sala de aulas do Serviço de Cardiologia.
o Práticas: De acordo com o ano passado, sala de aulas do Serviço de Cardiologia.

o Práticas: De acordo com o ano passado, sala de aulas do Serviço de Cardiologia.

Pneumologia

o

Teóricas: Anfiteatro do CHUC.

o

Práticas: De acordo com o ano passado, sala de aulas do Serviço de Pneumologia.

Material de estudo:

Cirurgia Cardio-torácica

o

Slides das aulas teóricas (são disponibilizados) o essencialmente imagens com pouca informação;

o

Resumos/sebenta das aulas práticas e teóricas (disponíveis na LJCR);

o

Perguntas-tipo (muito importante).

Cardiologia

o

Guidelines ESC (Sociedade Europeia de Cardiologia) disponíveis no site da ESC;

o

Diapositivos das teóricas e das teórico-práticas (completos com eventuais apontamentos das aulas) (apenas algumas aulas são fornecidas);

o

Sebenta das aulas práticas do Prof. Doutor Lino Gonçalves, considerada pelos alunos como bem organizada e de fácil compreensão (a terapêutica farmacológica na abordagem do EAM deve ser seguida pelas aulas teóricas/ guidelines de 2011). (disponível na LJCR);

15

na abordagem do EAM deve ser seguida pelas aulas teóricas/ guidelines de 2011). (disponível na LJCR);

5º ano

o “Electrocardiografia clínica” – BMJ. (disponível na LJCR); o Harrison’s: “Principles of Internal
o “Electrocardiografia clínica” – BMJ. (disponível na LJCR); o Harrison’s: “Principles of Internal
o “Electrocardiografia clínica” – BMJ. (disponível na LJCR); o Harrison’s: “Principles of Internal
o “Electrocardiografia clínica” – BMJ. (disponível na LJCR); o Harrison’s: “Principles of Internal

o

“Electrocardiografia clínica” – BMJ. (disponível na LJCR);

o

Harrison’s: “Principles of Internal Medicine” – capítulo de cardiologia;

o

Perguntas-tipo

Pneumologia

o

Slides das aulas (fornecidos aos alunos);

o

Harrison’s: “Principles of Internal Medicine” – capítulo de pneumologia

o

Perguntas-tipo

Cirurgia Vascular

o

Slides das aulas teóricas (são disponibilizados);

o

Sebenta das aulas teóricas (disponível na LJCR);

o

Perguntas-tipo (muito importantes, uma vez que costumam sair repetidas).

Método de avaliação:

Avaliação Teórica Exame, 50%; Avaliação Prática avaliação contínua e frequência das aulas, 50%.

Conselhos importantes dos teus colegas:

Cirurgia Cardio-Torácica

o As perguntas-tipo são muito importantes, uma vez que costumam repetir as escolhas múltiplas e as perguntas de desenvolvimento, geralmente sobre anatomia das vascularização do coração, condutos, próteses valvulares e estadiamento

5º ano

geralmente sobre anatomia das vascularização do coração, condutos, próteses valvulares e estadiamento 5º ano 16

16

TNM/tratamento do carcinoma do pulmão. Por vezes, podem ser avaliados, em pergunta de desenvolvimento, outros
TNM/tratamento do carcinoma do pulmão. Por vezes, podem ser avaliados, em pergunta de desenvolvimento, outros
TNM/tratamento do carcinoma do pulmão. Por vezes, podem ser avaliados, em pergunta de desenvolvimento, outros

TNM/tratamento do carcinoma do pulmão. Por vezes, podem ser avaliados, em pergunta de

desenvolvimento, outros temas, como correcção cirúrgica de consequências de EAM e valvulopatias.

Cardiologia

o Não existe obrigatoriedade de presença nas aulas teóricas. As aulas teóricas são importantes para se acompanhar a matéria, sobretudo as de electrocardiograma. O exame teórico baseia-se nas Guidelines da ESC, considerando-se importantes as indicações nível I e III.

Pneumologia

o

Não existe obrigatoriedade de presença nas aulas teóricas. As aulas teóricas são dadas por vários docentes e são informativas e úteis, mas não essenciais.

o

O exame é baseado em casos clínicos, cujas perguntas são maioritariamente do género “escolha a opção mais correta”, pelo que se aconselha o desenvolvimento do raciocínio durante as aulas práticas.

Cirurgia Vascular

o É aconselhável ver perguntas-tipo. É uma UC com relativamente pouca matéria, mas é importante sabê-la bem já que o exame é pouco extenso. Nos últimos 2 anos, uma das fases de exame apresentou sempre uma pergunta de desenvolvimento com um tema diferente dos

17

2 anos, uma das fases de exame apresentou sempre uma pergunta de desenvolvimento com um tema

5º ano

presentes nas perguntas de anos anteriores – é importante ler a matéria toda. P ATOLOGIA
presentes nas perguntas de anos anteriores – é importante ler a matéria toda. P ATOLOGIA
presentes nas perguntas de anos anteriores – é importante ler a matéria toda. P ATOLOGIA
presentes nas perguntas de anos anteriores – é importante ler a matéria toda. P ATOLOGIA

presentes nas perguntas de anos anteriores é importante ler a matéria toda.

PATOLOGIA MÚSCULO-ESQUELÉTICA

Créditos: 10 ECTS

Regente: Prof. Doutor José António Pereira da Silva

Secretaria: 7º Piso dos CHUC

Teóricas:

Práticas, sala de aulas do serviço de reumatologia ou

Aulas:

Patologia do Sistema Musculo-Esquelético

o Teóricas: Anfiteatro da Unidade Central.

Ortopedia

o

Teóricas: Anfiteatro da Unidade Central.

o

Práticas: De acordo com o ano passado nas salas de aulas da ortopedia A do Bloco de Celas.

Reumatologia

o

Teóricas: Anfiteatro do CHUC.

o

Práticas: De acordo com o ano passado, nas salas de aulas da Ortopedia A do Bloco de Celas.

5º ano

do CHUC. o Práticas: De acordo com o ano passado, nas salas de aulas da Ortopedia

18

Material de estudo:  Reumatologia   o Reumatologia prática, JOSÉ ANTÓNIO P. SILVA (com consulta
Material de estudo:  Reumatologia   o Reumatologia prática, JOSÉ ANTÓNIO P. SILVA (com consulta
Material de estudo:  Reumatologia   o Reumatologia prática, JOSÉ ANTÓNIO P. SILVA (com consulta

Material de estudo:

Reumatologia

 

o

Reumatologia prática, JOSÉ ANTÓNIO P. SILVA (com consulta do DVD) para avaliação prática e teórica;

o

Perguntas-tipo

Ortopedia

o

Slides das aulas teóricas e apontamentos dos Professores, sobre certos temas;

o

Aulas téorico-práticas do professor Reis e Reis;

o

Aulas de salvação para o exame teórico, do professor Reis e Reis muito importante;

o

Skills/casos clínicos do professor Reis e Reis;

o

Sebenta de skills e dos temas das perguntas de

desenvolvimento para o exame téorico;

o

Perguntas-tipo

Método de Avaliação:

Avaliação Teórica Exame teórico, 55%; Avaliação Prática Frequência, 8,25%; Resolução de problemas, 5%; história clínica, 31,75%.

Conselhos importantes dos teus colegas:

Reumatologia

o O exame final é bastante focado na clínica e resolução de problemas, pelo que é importante

19

Reumatologia o O exame final é bastante focado na clínica e resolução de problemas, pelo que

5º ano

saber bem o livro, mas também ter muita atenção nas aulas práticas e teóricas. o
saber bem o livro, mas também ter muita atenção nas aulas práticas e teóricas. o
saber bem o livro, mas também ter muita atenção nas aulas práticas e teóricas. o
saber bem o livro, mas também ter muita atenção nas aulas práticas e teóricas. o

saber bem o livro, mas também ter muita atenção nas aulas práticas e teóricas.

o O exame oral prático exige a interpretação de radiografias e a realização de exame objectivo reumatológico num colega ou no assistente, pelo que é importante a prática do mesmo durante o decurso das aulas práticas.

Ortopedia

o Existe controlo das presenças nas aulas teóricas, sendo que supostamente existe uma bonificação adicional. A presença nas aulas teóricas é importante, uma vez que o material de apoio é relativamente escasso para o exame.

PATOLOGIA DO SISTEMA URINÁRIO

Créditos: 8,0 ECTS

Regente: Prof. Doutor Alfredo Mota

Secretaria: 7º Piso do CHUC (Serviço de Urologia) | Dª. Maria do Céu

Aulas:

Nefrologia

o

Teóricas: Anfiteatro do CHUC;

o

Práticas: De acordo com o ano passado, na sala de aulas do Serviço de Nefrologia.

5º ano

do CHUC; o Práticas: De acordo com o ano passado, na sala de aulas do Serviço

20

 Urologia o Teóricas: Anfiteatro do CHUC; o Práticas: De acordo com o ano passado,
 Urologia o Teóricas: Anfiteatro do CHUC; o Práticas: De acordo com o ano passado,

Urologia

 Urologia o Teóricas: Anfiteatro do CHUC; o Práticas: De acordo com o ano passado, na

o

Teóricas: Anfiteatro do CHUC;

o

Práticas: De acordo com o ano passado, na biblioteca do Serviço de Urologia.

Material de estudo:

Nefrologia

o

Slides das aulas apoiados com a sebenta teórica

(disponível na LJCR);

o

Harrison’s: “Principles of Internal Medicine” – capítulo de Nefrologia;

o

Perguntas-tipo (muito importante).

Urologia

o

Sebenta de Urologia, fornecida e organizada pelo corpo docente;

o

Slides das aulas (são fornecidos);

o

Urologia em 10 minutos (livro);

o

Perguntas-tipo

Método de Avaliação:

Avaliação Teórica Exame, 75%; Avaliação Prática Resolução de problemas, 25%.

Conselhos importantes dos teus colegas:

Nefrologia

o A presença nas aulas teóricas é uma mais-valia, pois as perguntas do exame teórico baseiam-se

21

Nefrologia o A presença nas aulas teóricas é uma mais-valia, pois as perguntas do exame teórico

5º ano

muito no raciocínio clínico aplicado nas aulas. De salientar também que dada a complexidade desta
muito no raciocínio clínico aplicado nas aulas. De salientar também que dada a complexidade desta
muito no raciocínio clínico aplicado nas aulas. De salientar também que dada a complexidade desta
muito no raciocínio clínico aplicado nas aulas. De salientar também que dada a complexidade desta

muito no raciocínio clínico aplicado nas aulas. De salientar também que dada a complexidade desta Unidade Curricular, é importante começar a estudar cedo.

Urologia

o Há a bonificação de 1 valor a quem assistir às aulas teóricas. Estas são importantes, uma vez que toda a matéria leccionada sai em exame. As aulas práticas são também importantes, permitindo que os alunos experienciem as diversas vertentes da urologia; na última hora existe um período de discussão de um tema teórico com o assistente.

GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

Créditos: 8,0 ECTS

Regente: Prof. Doutor José Joaquim Sousa Barros; Prof. Doutora Isabel Torgal (responsável pela Ginecologia)

Secretaria: Maternidade Doutor Daniel de Matos

Aulas:

Obstetrícia

o Teóricas: Anfiteatro do CHUC.

5º ano

Secretaria: Maternidade Doutor Daniel de Matos Aulas:  Obstetrícia o Teóricas: Anfiteatro do CHUC. 5º ano

22

o Práticas: De acordo com o ano passado, na Maternidade Doutor Daniel de Matos. 
o Práticas: De acordo com o ano passado, na Maternidade Doutor Daniel de Matos. 
o Práticas: De acordo com o ano passado, na Maternidade Doutor Daniel de Matos. 

o Práticas: De acordo com o ano passado, na Maternidade Doutor Daniel de Matos.

Ginecologia

o

Teóricas: Anfiteatro do CHUC.

o

Práticas: De acordo com o ano passado, na Biblioteca/sala de aulas do serviço de Ginecologia.

Material de estudo:

Obstetrícia

o

Dossier pedagógico - apontamentos cedidos pelos Professores e acetatos das aulas teóricas entregue ao responsável da cadeira que coloca numa reprografia à escolha.

o

Medicina Materno-fetal Luís Mendes da Graça (livro);

o

Perguntas-tipo

o

As aulas teóricas não são disponibilizadas.

Ginecologia

o

Slides das aulas (muito importantes);

o

Perguntas tipo (muito importantes).

Método de Avaliação:

Avaliação Teórica Exame, 75%; Avaliação Prática Frequência, 25%; Mini testes; Trabalho de síntese.

23

Teórica – Exame, 75%; Avaliação Prática – Frequência, 25%; Mini testes; Trabalho de síntese. 23 5º

5º ano

Conselhos importantes dos teus colegas:  Obstetrícia o Em muitas das aulas teóricas, os slides
Conselhos importantes dos teus colegas:  Obstetrícia o Em muitas das aulas teóricas, os slides
Conselhos importantes dos teus colegas:  Obstetrícia o Em muitas das aulas teóricas, os slides
Conselhos importantes dos teus colegas:  Obstetrícia o Em muitas das aulas teóricas, os slides

Conselhos importantes dos teus colegas:

Obstetrícia

o Em muitas das aulas teóricas, os slides comportam sobretudo imagens, pelo que é importante ter apontamentos da aula. A leitura atenta do exame teórico é crucial, devido à forma de correcção do mesmo.

Ginecologia

o

A presença nas aulas práticas é muito importante porque qualquer falta condiciona penalização na nota final, ou reprovação (consoante o nº de faltas). Nas aulas práticas os alunos irão ser distribuídos pelas várias valências do serviço, reservando-se um período final para discussão de casos e dúvidas com o assistente.

o

Nas aulas teóricas, os professores dão muitas informações que não constam dos slides e que são perguntadas em exame, pelo que muitos alunos as recomendam. Existe também uma bonificação de 1 valor dada aos alunos que frequentem as aulas teóricas.

MEDICINA GERAL E FAMILIAR

Créditos: 3,0 ECTS

Regente: Prof. Doutor José Manuel Monteiro Carvalho Silva (Professor responsável - Dr. Hernâni Pombas Caniço)

5º ano

Prof. Doutor José Manuel Monteiro Carvalho Silva (Professor responsável - Dr. Hernâni Pombas Caniço) 5º ano

24

Secretaria: Centro de Saúde Norton de Matos - Dª. Lourdes Simões (às 3ªs, 4ªs e
Secretaria: Centro de Saúde Norton de Matos - Dª. Lourdes Simões (às 3ªs, 4ªs e
Secretaria: Centro de Saúde Norton de Matos - Dª. Lourdes Simões (às 3ªs, 4ªs e

Secretaria: Centro de Saúde Norton de Matos - Dª. Lourdes Simões (às 3ªs, 4ªs e 5ªs de manhã encontra-se nos BEDEL nos HUC).

Aulas:

Seminários: De acordo com o ano passado, no Auditório da Unidade Central.

Teórico-práticas: De acordo com o ano passado no Centro de Saúde de Norton de Matos ou Centro de Saúde de Celas.

Material de estudo:

Sebenta das aulas teórico-práticas;

Perguntas-tipo

Novos tipos de família e planos de cuidados (livro) elaborado por um docente da cadeira. Todo este material está disponível na LJCR.

Método de Avaliação:

Avaliação Sumativa Exame, 50%. Avaliação Contínua Frequência, 18% (assiduidade, nível de conhecimentos, interactividade nas aulas, participação nas iniciativas pedagógico-cientificas da disciplina); Trabalho de campo, 32% (relatório/plano de acção, avaliação do desempenho no acompanhamento de uma família).

25

de campo, 32% (relatório/plano de acção, avaliação do desempenho no acompanhamento de uma família). 25 5º

5º ano

Conselhos importantes dos teus colegas: Há uma única aula teórica no início do semestre cuja
Conselhos importantes dos teus colegas: Há uma única aula teórica no início do semestre cuja
Conselhos importantes dos teus colegas: Há uma única aula teórica no início do semestre cuja
Conselhos importantes dos teus colegas: Há uma única aula teórica no início do semestre cuja

Conselhos importantes dos teus colegas: Há uma única aula teórica no início do semestre cuja presença conta como bonificação para a nota final. A assiduidade nas aulas teórico- práticas, assim como a interactividade e o nível de conhecimento, é um factor importante para a avaliação. Há registo de faltas/presenças nas aulas teórico-práticas. Durante cada semestre ocorre um “encontro de mgf” com palestras dadas por convidados, cuja presença conta como bonificação. Aconselha-se os alunos que têm a cadeira só no segundo semestre a comparecer ao encontro do primeiro e do segundo semestre, pois ambos contam como bonificação.

DOENÇAS INFECCIOSAS

Créditos: 5,5 ECTS

Regente: Prof. Doutor António Meliço Silvestre

Secretaria: Piso -1 do CHUC (Serviço de Infecciologia)

Aulas:

Teóricas: Anfiteatro dos CHUC.

Seminários: De acordo com o ano passado, no Anfiteatro do CHUC.

Práticas: De acordo com o ano passado, na sala de aulas do Serviço de Infecciologia.

5º ano

Anfiteatro do CHUC.  Práticas: De acordo com o ano passado, na sala de aulas do

26

Material de estudo:  Aulas teóricas e seminários (algumas estão disponíveis aos alunos, sendo que
Material de estudo:  Aulas teóricas e seminários (algumas estão disponíveis aos alunos, sendo que
Material de estudo:  Aulas teóricas e seminários (algumas estão disponíveis aos alunos, sendo que

Material de estudo:

Aulas teóricas e seminários (algumas estão disponíveis aos alunos, sendo que a maioria correspondem a trabalhos de alunos de há uns anos atrás);

Sebenta prática Dra. Isabel;

Livro do Professor: Meliço-Silvestre et al.: Doenças Infecciosas: O desafio da clínica; Temas de Infecciologia, 2008 (tem alguns temas pouco desenvolvidos, nomeadamente infeção HIV/ SIDA e Hepatites; embora seja um bom apoio, não se recomenda estudar apenas por ele);

Perguntas-tipo Todo este material está disponível na LJCR.

Método de Avaliação:

Avaliação Teórica Exame, 75%; Avaliação Prática Resolução de Problemas, 25%.

Conselhos importantes dos teus colegas: É importante estudar guidelines internacionais de tratamento da infecção HIV e infecções oportunistas e estudar bem as co-infecções mais importantes com o HIV e seu tratamento. Existe registo de faltas/presenças nas aulas teóricas, nas aulas práticas e nos seminários, embora sem informação sobre a forma de majoração na nota.

27

teóricas, nas aulas práticas e nos seminários, embora sem informação sobre a forma de majoração na

5º ano

Aconselha-se a presença nos seminários do Prof. Vitor Duque e Prof. Saraiva uma vez que
Aconselha-se a presença nos seminários do Prof. Vitor Duque e Prof. Saraiva uma vez que
Aconselha-se a presença nos seminários do Prof. Vitor Duque e Prof. Saraiva uma vez que
Aconselha-se a presença nos seminários do Prof. Vitor Duque e Prof. Saraiva uma vez que

Aconselha-se a presença nos seminários do Prof. Vitor Duque e Prof. Saraiva uma vez que os casos clínicos do exame são abordados nestes seminários.

PROJETO TRABALHO FINAL MIM

Créditos: 1,0 ECTS

Regente: Prof. Doutor Carlos Alberto Fontes Ribeiro

Informação Adicional: O Objetivo desta nova disciplina é avaliar e acompanhar o aluno na realização do seu trabalho de investigação, proporcionando uma melhor orientação.

Método de Avaliação: Projecto 100%.

5º ano

seu trabalho de investigação, proporcionando uma melhor orientação. Método de Avaliação: Projecto 100%. 5º ano 28

28

29

29 5º ano

5º ano