Você está na página 1de 12

1

ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO 1 a LISTA DE EXERCÍCIOS - PME2100 - MECÂNICA A SISTEMA DE FORÇAS E ESTÁTICA

LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES AO LIVRO TEXTO (FRANÇA, MATSUMURA)

1) Dado o sistema de forças:

r

F

r

i

1

r

F

2

r

F

3

=

=

=

r

i

r

j

+

+

r

k

r

k

r

j

aplicada no ponto O (0,0,0)

aplicada no ponto A (1,0,1)

aplicada no ponto B (0,1,1)

a) Determinar a resultante e o momento em relação ao ponto O.

b) Verificar se o sistema é redutível a uma única força.

r

2) Uma força F

de uma placa circular de raio a, como indicado na figura.

é aplicada no ponto B, localizado na borda

Pedem-se:

a) Determinar o sistema equivalente a F , constituído por

r

y

uma única força aplicada em D e um binário.

b) O valor de máximo.

para que o momento em relação a D seja

Resposta do item b:

tan

=

2
2

2

B a O A D x
B
a
O A
D
x
z A a B G y b C P x r Resposta do item b:
z
A
a B
G
y
b
C
P
x
r
Resposta do item b: M
r
= amk
B

3) A figura mostra r uma placa r r triangular r de peso P. Sobre a

aplicada no ponto B e r

um

Pede-se:

a) Determinar a resultante R .

b) Determinar o momento

c) Mostrar que o sistema é redutível a uma única força.

d) Justificar por que a placa, sob ação do carregamento descrito, pode permanecer em equilíbrio estático

vinculada apenas por um anel de eixo perpendicular ao plano da placa.

e) Determine o lugar geométrico dos pontos da placa nos quais o anel pode ser posicionado.

placa age a força F

binário

de

= +

mi

nj

+

Pk

r

r

M

B

r

r

2aPi

r

bPj

+

3mak

M =

 

.

3

.

momento

4) Dado um sistema de forças, a sua resultante R

relação a um pólo O? Justificar.

r pode ser paralela ao momento

r

M

O

calculado em

2

r 5) A figura mostra um cubo homogêneo de peso P r

aresta a. Sobre o cubo agem as forças F 1 = r

e

aplicada no

= 2

r

pk

r

3

pk

 

r

r

ponto H e F 2 =

=

pi

 

2

pj

aplicada no ponto O, e um binário de

r

r

r

r momento M

3

api

+ 4

apj

+

apk

. Pede-se:

r

a) Determinar a resultante R .

b) Determinar o momento

c) Verificar se é possível reduzir o sistema a uma única força, justificando.

r

M

O

z D C B A O |H y E x F
z D
C
B
A
O |H
y
E
x F
z 4a r A F 2 y 3a r F 1 O 5a x
z 4a
r
A
F
2
y
3a
r
F
1
O
5a
x

r

F

3

B

6) A placa dobrada em L indicada na figura

está

;

sujeita

;

às

forças

B)

r

F

1

(pi , O)

r

=

r

F

2

=

r

(2pj, A)

r

F

3

=

(2pk,

r

. Pede-se:

r

a) Determinar a resultante R .

b)

c) Verificar se é possível reduzir o sistema a uma única força, justificando.

Determinar o momento

r

M

O

r Resposta do item b: M

O

 

r

r

= 2

api

10

apj

. Resposta do item c: não é possível.

7) A barra ABCDEFG mostrada na

figura é vinculada em C por um anel pequeno, em E por uma articulação e em F por um apoio simples. r Aplicam-se r à

barra

. Pede-se determinar as

força F

uma

um

r

=

momento

(Fj, A)

r

M

=

Mi

e

reações externas utilizando o sistema de coordenadas indicado.

Respostas: X = Z = 0 Y = 2 E E C a z 8a
Respostas:
X
= Z
= 0
Y
= 2
E
E
C
a
z
8a
a
P
10a
Q
y
B
C
a
A
D
x
P
Respostas: Q = 10P
X A =
10

F

F A z a y C D B a a 2a F E x a
F
A
z
a
y
C
D
B
a
a
2a
F
E
x
a
a
G
M
M
aF
Y
=
F
Z
=
Z
=
E
F
C
2 a

8) A roda dentada C, de raio 10a e o pinhão D de raio a foram montados na árvore horizontal AB. As

demais dimensões estão indicadas na figura. A força aplicada na roda C é horizontal e vale P. A força

aplicada na roda D é vertical e vale Q. Pede-se:

a) Determinar a relação entre P e Q para que haja equilíbrio.

b) As reações nos mancais (anéis) A e B em função

de P, na condição de equilíbrio.

X B =

9P

Z

10 B

=

P

Z

A = 9

P

3

9) A barra ABCDEG mostrada na figura é vinculada em A por um apoio simples, em B por uma articulação e em E por um anel pequeno. r Aplicam- r

e

se

na

figura. Pede-se determinar as reações

externas

coordenadas indicado.

utilizando o sistema de

(Pj

Pk ,G)

(

à

barra as

Pi ,C)

r

forças

conforme

indicado

Respostas: X B v ( P )k = Z B 4
Respostas:
X B
v
(
P
)k
=
Z B
4

=

3 P

2

v i X E

=

v ( P )i 2
v
(
P
)i
2

G

z 2a P E P y A a 2a P B x a C a
z
2a
P
E P
y
A
a
2a
P
B
x
a C
a D

Y

B

= 2

v

Pj

Y

E

=

( P)j

3

v

Z A

=

( 5

v P )k 4
v
P
)k
4

10) A figura mostra o cubo homogêneo ABCDEFHI de peso P e lado 2a, mantido em equilíbrio estático por meio de uma articulação em E, do anel pequeno em H e do fio em D, que forma 45 o em

relação à reta que passa por AD. Sabendo que os fios e polia, admitidos sem peso, estão no plano

r que contém a face ABCD e dadas as forças (P,G)

pede-se, utilizando o sistema de coordenadas indicado:

a) A força de tração T no fio DK.

b) As reações externas em E, H, J e K.

e (S, B) , conforme indicado na figura,

,

(Q, A)

r

r

z J o 45 H E Q A D G y F I P K
z
J
o
45
H
E
Q
A
D
G
y
F
I
P
K
B
S
C
x

Respostas:

a)

b)

T DK

X

E

=

=

Q

( )  P  2  + S   2  P Z
(
)
 P
2
+ S
2
P
Z E =
2
P
Y J =
S
+
2

P

2

Z J

=

= Y E ( 2 +
=
Y E
(
2
+

P

Q

1

)

P

2

+ S

2

S

Z

H

=

S

X

H =

Q

+

S

+

P

2

4

11) A figura mostra a placa homogênea horizontal ABCD de peso P e lados 2a e 4a , mantida em equilíbrio estático por meio de uma articulação em D, de três barras de peso desprezível e do fio em C. Sabendo-se que os fios e as polias, admitidos sem peso, estão no plano Bzy e o bloco tem peso

2

sem peso, estão no plano Bzy e o bloco tem peso 2 2 P , pede-se

2P , pede-se determinar as forças nas barras, indicando se são de tração ou de compressão, e na

articulação em D.

H J 2 2P
H
J
2
2P
45 o y
45 o
y
z
z

G

B 4a

C

a

2a D
2a
D
a E a A x
a
E
a A
x

F

P Respostas: (compressão) F GB = F EA = 2 M R N L r
P
Respostas:
(compressão)
F GB =
F EA =
2
M
R
N
L
r
B
A
C
0,75L
D
L
O
E
3P

P

2

(tração)

X

D

=

Z

D

=

P

2

Y

D =

P

12) Um sistema de elevação de cargas é

acionado por meio de um mecanismo que gira

a polia de centro N, conforme indicado na

figura. As barras ABC, CDE e AE, as polias e

o fio têm pesos desprezíveis. Para a situação de equilíbrio indicada, a carga 3P está em repouso. Pede-se:

a)

b)

c)

As forças que agem nas barras ABC, CDE e AE.

O diagrama de corpo livre das polias.

As reações em A e E.

13) Uma barra homogênea AB de peso P, engastada na parede com um ângulo , tem um comprimento livre (descontando a parte engastada) b. Conforme indicado na figura, ela sustenta um cilindro de peso Q, cujo contato E com a barra dista a do ponto A na parede. Considere o cilindro simplesmente apoiado na barra e na parede, isto é, despreze os atritos. Faça os diagramas de corpo livre e calcule as reações no engastamento.

Respostas:

M

A

=

Q

a

sen

+

P

2 b

sen

X A =

B E A b a Q cot Y A = P + Q
B
E
A
b
a
Q cot
Y A =
P
+
Q

5

y C L B L Q A z L D M L Respostas: X =
y
C
L
B
L
Q
A
z
L D
M
L
Respostas:
X
= Z
=
Y
=
Z
= 0
A
A
D
D

E

14) Na estrutura em forma de T, de peso desprezível, tem-se uma articulação em A,

apoio simples em B (plano de apoio Bxz) e um

anel r pequeno em D. Os esforços ativos são

(Qj,C)

e o binário Mi r . Pede-se:

a) O diagrama de corpo livre da estrutura.

b) As reações externas.

c) Um esquema da estrutura com os esforços

x
x

ativos e as reações.

M M Y B = 2 Q Q + Y A = L L D
M
M
Y B = 2
Q
Q
+
Y A =
L
L
D C
Q
E
L
M
L/2
A
B
L L

15) O sistema mostrado na figura é constituído

pela barra AD e pela placa triangular BCD,

ambas de peso desprezível. O sistema é vinculado por articulações em A e D e por

apoios simples em B e C. Aplicam-se à placa a

força

ortogonal ao plano da figura. Pede-se:

cada

a) O diagrama de elemento.

b) As reações externas ao sistema.

(Q, E)

r

 

r

e

à

barra

o

momento

M

corpo

livre

de

r r c) A relação entre Q e M para que a reação em C
r
r
c) A relação entre
Q
e
M
para que
a
reação em C seja nula.
y
C
D
B
H
P
z
O
A x

16) Uma caixa de peso P é mantida sobre o plano inclinado ABD por um fio CP e pela

força horizontal H, paralela ao eixo Oz. A

caixa é apoiada sobre rodízios, de maneira que a reação de apoio é unicamente normal ao plano inclinado. Dados BC = 2L, BD = BO = 3L e AO = PD = 4L. Pede-se:

a) O diagrama de corpo livre da caixa.

b) A tração no fio.

c) A força horizontal H.

Resposta do item b:

r

T = 0,72

P(

0,51

r

i

+ 0,71

r

j

+ 0,48

k )

r

6

17) A placa de peso P da figura é articulada no y 2R ponto A
17)
A placa de peso P da figura é articulada no
y
2R
ponto A e tem um orifício circular de centro B
g
e
raio r. Para as dimensões indicadas, pede-se
força Q necessária para manter a placa na
posição indicada.
a
R
R
r
x
A
B
Q
2
r
Resposta:
Q
=
P
1
2
(
2
2
)
4 R
+
R
r

18) O pedal mostrado na figura é constituído por elementos rigidamente ligados: o eixo AEB, a haste DG e a alavanca CED. O pedal é sustentado por uma articulação em A e um anel pequeno em B. Quando r se

o

sistema

pela

aplica

r k o 30 D G T 2a A 4a a E 5P B r
r
k
o
30
D
G
T
2a
A
4a
a
E
5P
B
r
C
j
i r 2P
P
2a
2a

(F,C)

a

r

é

força

equilibrado

força (T , G)

r se ao ponto C a força(F,C) r

vertical. Aplica-

,

r

r

r

onde F

= 2

Pi

+

Pj

5

Pk

.

Usando

o

sistema de

coordenadas indicado, pede-

se:

a)

b)

r

O valor da força (T , G) .

As reações nos vínculos A e B.

19) O avião mostrado voa com velocidade horizontal constante. Sua distribuição de massa é

simétrica em relação ao plano Oxz. As forças atuantes no avião estão representadas na figura. Conhecidas as forças de sustentação L atuantes nas asas principais, a força de arrasto aerodinâmico D e o peso próprio P, pede-se:

a) A força de empuxo E de cada turbina. b) A coordenada x do centro
a) A força de empuxo E de cada turbina.
b) A coordenada x do centro de massa e a força de sustentação aerodinâmica F de cada asa
posterior.
z
z
g
F
F
F
D
a
c
O
x
O
E
y
L
d
L
d
L
P
P
x
b
D
b P
(
2
L
)
D a
(
+
c
)
P
Respostas:
E =
x =
F =
L
2
P
2

7

A L B D R C
A
L
B D
R
C

20) O arame da figura tem peso específico e área transversal S. O

trecho reto AB tem comprimento L e forma um ângulo reto com o plano que contém o trecho BCD de raio R. Pede-se o ângulo que o trecho AB forma com a vertical na posição de equilíbrio estático.

Resposta:

= arctan

2

R

2

2

L

2

+ 2

RL

21) Uma haste semicircular de raio R e massa m é sustentada por

um anel A. Um corpo de massa m e dimensões desprezíveis é ligado à haste no ponto C. Pede-se:

a) O baricentro da haste e do conjunto.

b)

c) O valor de quando

y x A R C B
y
x
A
R
C
B

(

).

=

= 90 o .

 2 R  Resposta: baricentro da haste: G =   ; R 
2 R
Resposta: baricentro da haste:
G
=
;
R
 2
+ sen
Item b:
= arctan
2
+
cos
  
A
F
D
E
B
G
Q
C

22) Os elementos da estrutura mostrada têm peso desprezível. Dados AF = FB = 2L; BG = 6L; CG = 5L; R = 2L; BE = 10L; DB = 4L e sabendo-se que A é um

apoio

articulações, pede-se:

a) As reações externas.

são

simples

e

B,

C

e

E

b) O diagrama de corpo livre de cada elemento.

c) As forças na polia.

d) A tração na polia.

e) As forças que agem nas barras AC e

DE.

f) A representação final de forças na estrutura.

Respostas:

4Q

5

X

A

=

X

C

=

Y C =

Q

8

23) No sistema em equilíbrio estático mostrado na figura, todos os elementos têm pesos desprezíveis à exceção da barra homogênea AB, de peso 2P. As polias têm o mesmo raio. Usando o sistema de coordenadas e as dimensões indicadas e com Q conhecida, pede-se:

a) As reações em O e nos vínculos A e

B.

b) As forças nas barras CB, CD e AD.

c) As forças na barra AB.

Obs.: quando pertinente indique se as forças são de tração ou de compressão.

Respostas: F = Q( 2 1) = 0 CD F AD Q F E L
Respostas: F
= Q(
2 1)
= 0
CD
F AD
Q
F
E
L
D
C
L
A
B
L
L

25) O sistema de barras AF, DB e DF, de

pesos desprezíveis, está unido pelas articulações D, E e F. O sistema é vinculado externamente pela articulação

A e pelo apoio simples B. Aplica-se a força vertical P na barra DF, distante b da articulação D. Pede-se:

a) O diagrama de corpo livre de cada barra.

b) As reações externas.

c) As forças internas em E.

d) A distância b para minimizar o esforço em E.

Resposta do item d: b= a/2

O D a y B a C x A a/2 a/2 2P Q
O
D
a
y
B
a
C
x
A
a/2
a/2
2P
Q

24) A treliça mostrada na figura, de peso desprezível e dimensões indicadas, está sujeita à força Q horizontal e está vinculada por

articulações em A e B. Calcule as reações externas e as forças em todas as barras, indicando se são

de tração ou de compressão.

Respostas:

F = 2 Q (tração) AC F = Q BD F = 2 Q BC
F
= 2
Q
(tração)
AC
F
=
Q
BD
F
=
2
Q
BC
b
D
F
P
E
a
A
B
a

9

z a B A y x C a/2 a/2 D F E P
z
a
B
A
y
x
C
a/2
a/2
D
F
E
P

26) A placa quadrada ABCD, homogênea de peso Q, está presa em A por um anel pequeno e articulado em B e D. A barra DE está articulada em E. O raio da polia é r. Sendo

aplicada ao sistema a força F, como

mostrado na figura, pede-se determinar as forças de reação em A, B e D.

27) Determinar a resultante do sistema de forças mostrado na figura e o seu momento em relação ao ponto C. Verificar se o sistema é redutível a uma única força. Em caso positivo, determinar as interseções da linha de ação da resultante com as barras CD e AC.

r

y C 2a B D 2a a A E x P 2a 2a
y
C
2a
B
D
2a
a
A
E
x
P
2a
2a

10F

CD e AC . r y C 2a B D 2a a A E x P

3F

M = 10Fh

C
C

A

B

1,5h

F

h

2h

D

A E x P 2a 2a 10 F 3 F M = 10 Fh C A

28) A estrutura é formada pelas barras AC, BD e CE, de peso desprezível. A polia e o fio, ideais, também têm peso desprezível. O fio sustenta um bloco de peso P.

a) Desenhe o diagrama de corpo livre da polia e o

diagrama de corpo livre da estrutura formada

pelas barras.

b) Determine as reações dos vínculos em A e E.

c) Determine todas as forças que atuam nas barras

AC, BD e CE.

10

30) Aplica-se uma força F horizontal num sólido homogêneo de massa m, conforme mostrado na figura. O coeficiente de atrito entre o sólido e o solo é . Pede-se

a)

b)

A força F máxima para que não ocorra escorregamento e nem pivotamento em torno do ponto O.

c)

O diagrama de corpo livre do sólido.

A relação entre a, , h para que a eminência de escorregamento e pivotamento em
A
relação
entre
a,
,
h
para
que
a
eminência
de
escorregamento
e
pivotamento
em
torno
do
ponto
O
aconteçam simultaneamente.
a
A
Q
Q
r

a

a

2a

2a

O aconteçam simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a

g

a

F

aconteçam simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F

h

a

simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
O
O
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h
simultaneamente. a A Q Q r a a 2 a 2 a g a F h

31) O disco representado na figura é mantido em equilíbrio sob a ação das

duas barras iguais, submetidas a forças B horizontais, iguais, aplicadas em A e B.

O disco é homogêneo, tem peso P e raio r. As barras têm peso desprezível. O coeficiente de atrito entre as barras e o

disco é . Conhecendo também o ângulo e a distância a, demonstrar que existem, em geral, um valor máximo e um valor mínimo de Q, compatíveis com o equilíbrio na posição indicada, e calcular esses valores. Resposta:

Q

Q

min

max

=

=

Pr

1

2

Pr

a

sen

+

1

cos

2

a

sen

cos

32)

P os valores máximo e mínimo de Q compatíveis com o equilíbrio do sistema.

Sabendo que o coeficiente de atrito entre a barra e o disco vale = 0,5, determine em função de

Resposta: 2 P B Q = r C min 9 Q P 2 P A
Resposta:
2
P
B
Q
=
r
C
min
9
Q
P
2
P
A
Q
=
max
3
a
2a

11

33) O sistema representado é constituído por duas barras de pesos desprezíveis e por dois blocos retangulares iguais, cada um de peso P. Entre os blocos e entre o bloco inferior e o solo o coeficiente de atrito é = 0,25. A barra inclinada está articulada no bloco superior, conforme a figura. Determine, em função de P, o valor máximo de Q ainda mantendo o sistema em equilíbrio.

Resposta:

Q =

3P

13

a

3a B 5a 3a A 4a
3a
B
5a
3a
A
4a

O

equilíbrio. Resposta: Q = 3 P 13 a 3a B 5a 3a A 4a O Q
equilíbrio. Resposta: Q = 3 P 13 a 3a B 5a 3a A 4a O Q
equilíbrio. Resposta: Q = 3 P 13 a 3a B 5a 3a A 4a O Q

Q

Problemas suplementares - Beer & Johnston

Cap. 2: exercícios 48, 52, 94, 96 Cap. 3: exercícios 64, 66, 80, 90, 92, 94 Cap. 4: exercícios 10, 12, 18, 22, 34, 40, 82, 108, 113 Cap. 5: exercícios 6, 30, 106, 118 Cap. 6: exercícios 52, 54, 58, 74, 78

12

Exercícios – Baricentros

B.1) Determine a posição do centróide da superfície plana da figura.

a posição do centróide da superfície plana da figura. B.2) Um arame homogêneo ABCD é preso

B.2) Um arame homogêneo ABCD é

preso por uma articulação. Determine o comprimento L para que a parte AB fique em posição horizontal.

dobrado , como se vê na figura. Em C o fio é

Resp.: 120mm

B.3) Determine a coordenada y do baricentro da peça da ilustração.

a coordenada y do baricentro da peça da ilustração. B.4) Um colar de bronze de comprimento

B.4) Um colar de bronze de comprimento h = 60mm está montado em um eixo de alumínio de 100mm de comprimento. Localize o baricentro do corpo composto. (Massas específicas do bronze

baricentro do corpo composto. (Massas específicas do bronze = 8,47 x 10 3 kg/m 3 ,

= 8,47 x 10 3 kg/m 3 , alumínio = 2,80 x 10 3 kg/m 3 ).

Resp.: 33mm acima da base