Você está na página 1de 1

Semelhanas

Poemas sobre Portugal.


Conceo da Histria Portuguesa enquanto demanda mstica.
D. Sebastio enviado por Deus ao mundo para difundir a F de Cristo.
Os heris concretizam a vontade divina.
Conceito abstrato de Ptria.
Apresentao dos heris da Histria de forma fragmentria.
Exaltao pica da ao humana no domnio dos mares.
Superao dos limites humanos pelos heris portugueses.
Superioridade dos navegadores lusos sobre os nautas da Antiguidade.
Glria marcada pelo sofrimento e lgrimas.
Sacrifcio voluntrio em nome de uma causa patritica.
Estrutura rigorosamente arquitetada.
Evocao do passado (memria) para projetar, idealizar o futuro (apelo,
incentivo).

Diferenas

Os Lusadas foram compostos no incio do processo de dissoluo do imprio


e Mensagem publicada na fase terminal de dissoluo do imprio;
Os Lusadas tm um carcter predominantemente narrativo e pouco
abstratizante, enquanto que a Mensagem tem um carcter menos narrativo e
mais interpretativo e cerebral;
No primeiro o Adamastor sinnimo de lgrimas e mortes, sofrimento e audcia
que as navegaes exigiram, enquanto que no segundo simboliza os medos e
terrores vencidos pela ousadia;
NOs Lusadas o tema o real, o histrico, o factual (os acontecimentos, os
lugares), em Mensagem o tema a essncia de Portugal e a necessidade de
cumprir uma misso;
Para Cames os deuses olmpicos regem os acidentes e as peripcias do real
quotidiano, para Pessoa os deuses so superados pelo destino, que fora
abstrata e inexorvel;
NOs Lusadas os heris so pessoas com limitaes prprias da condio
humana, mesmo se ajudados nos sonhos pela interveno divina crist ou pelos
deuses do Olimpo, em Mensagem os heris so mitificados e encarnam valores
simblicos, assumindo propores gigantescas;
Lusadas: narrativa comentada da histria de Portugal, Mensagem: metafsica
do ser portugus; Lusadas: heris e mitos que narram as grandezas passadas.
Mensagem: heris e mitos que exaltam as faanhas do passado em funo de
um desesperado apelo para grandezas futuras; A comparao entre "Os
Lusadas" e a "Mensagem" impe-se pelo prprio facto de esta ser, a alguns
sculos de distncia e num tempo de decadncia - o novo mito de ptria
portuguesa.