Você está na página 1de 12

www.euvoupassar.com.br

Curso de História Geral - Teoria

Matéria: História – Professor: Felipe Liberal

História Geral

O QUE É A HISTÓRIA?

Teoria da História

História Geral O QUE É A HISTÓRIA? Teoria da História POR QUE ESTUDAR A PRÉ-HISTÓRIA? Origem

POR QUE ESTUDAR A PRÉ-HISTÓRIA?

Origem do Homem:

História POR QUE ESTUDAR A PRÉ-HISTÓRIA? Origem do Homem: Criacionismo = crença que uma divindade teria

Criacionismo = crença que uma divindade teria criado o homem Evolucionismo:

1859 – Origem das espécies:

= crença que uma divindade teria criado o homem Evolucionismo: 1859 – Origem das espécies: (Charles

(Charles Darwin)

www.euvoupassar.com.br

Seleção Natural:

Constante mutação (Melhor adaptação ao meio) 1871 – Origem do homem:

Evolução dos primatas

EVOLUÇÃO DA ESPÉCIE HUMANA:

Australopithecus (4 milhões de anos):

Bípede / semiereto Uso de instrumentos naturais Controle do fogo Uso de linguagens

de instrumentos naturais Controle do fogo Uso de linguagens Homo Habilis (2,5 milhões de anos a

Homo Habilis (2,5 milhões de anos a 1,5 milhão de anos):

Fabricava instrumentos de pedra Caçava, colhia e Construía abrigos

Homo Erectus (1,8 milhões de anos):

Caçava, colhia e Construía abrigos Homo Erectus (1,8 milhões de anos): Fabricou o fogo Migrou da

Fabricou o fogo Migrou da África

Caçava, colhia e Construía abrigos Homo Erectus (1,8 milhões de anos): Fabricou o fogo Migrou da

www.euvoupassar.com.br

Homo Neanderthalensis (200 mil anos a 27 mil anos atrás)

Se comunicava com sons articulados Construiu cabanas

atrás) Se comunicava com sons articulados Construiu cabanas Homo Sapiens (120 mil anos atrás): Aperfeiçoamento de

Homo Sapiens (120 mil anos atrás):

Aperfeiçoamento

de técnicas

Agricultura

Pastoreio

Comércio

de técnicas Agricultura Pastoreio Comércio PERÍODOS DA PRÉ-HISTÓRIA Paleolítico ou Pedra lascada

PERÍODOS DA PRÉ-HISTÓRIA

Paleolítico ou Pedra lascada (2,6 milhões de anos a. C – 12 mil anos a.C):

Uso de instrumentos lascados Caçadores e Coletores Nômades Dominaram o fogo Pintura (rupestre) Abrigos naturais

de instrumentos lascados Caçadores e Coletores Nômades Dominaram o fogo Pintura (rupestre) Abrigos naturais Página 3

www.euvoupassar.com.br

Neolítico ou Pedra Polida (12 mil anos a. C – 8 mil anos a.C)

Instrumentos Polidos Descoberta da roda Agricultura e domesticação de animais Produção de excedente Sedentários Formação das cidades

Idade dos metais (5 mil anos a. C)

Metalurgia-Técnicas de fundição (Cobre, prata, ouro e estanho) 1 – Cobre, 2-bronze e 3-ferro Criação do Estado Divisão social Surgimento da propriedade privada

do Estado Divisão social Surgimento da propriedade privada ANTIGUIDADE ORIENTAL Antiguidade Oriental: ● Egito
do Estado Divisão social Surgimento da propriedade privada ANTIGUIDADE ORIENTAL Antiguidade Oriental: ● Egito

ANTIGUIDADE ORIENTAL

Antiguidade Oriental:

Egito Antigo

Mesopotâmia

Fenícios

Hebreus

Persas

● Egito Antigo ● Mesopotâmia ● Fenícios ● Hebreus ● Persas ● Página 4

www.euvoupassar.com.br

Características em comum:

Oriente Médio/Norte da África

Sociedades hidráulicas

Agropastoris

Artesanato/ceramistas

Comércio

Características em comum:

Centralização do poder

Servidão coletiva

Tributarismo

Escravidão (guerra ou dívida)

Politeísmo (exceção: Hebreus)

EGITO ANTIGO

ou dívida) ● Politeísmo (exceção: Hebreus) EGITO ANTIGO “O Egito é uma dádiva do Nilo” (Heródoto)
ou dívida) ● Politeísmo (exceção: Hebreus) EGITO ANTIGO “O Egito é uma dádiva do Nilo” (Heródoto)
ou dívida) ● Politeísmo (exceção: Hebreus) EGITO ANTIGO “O Egito é uma dádiva do Nilo” (Heródoto)

“O Egito é uma dádiva do Nilo” (Heródoto)

www.euvoupassar.com.br

Política:

1.a ) Período Pré-Dinástico (4000 a.c – 3000 a.c)

Formação dos Nomos

Formação do Baixo e Alto Egito

Unificação do império com Menés

Baixo e Alto Egito ● Unificação do império com Menés 1.b) Período Dinástico: b).1. Antigo Império:

1.b) Período Dinástico:

b).1. Antigo Império:

Isolamento

Pacifismo

Desenvolvimento agrícola

Faraós

Pirâmides

● Desenvolvimento agrícola ● Faraós ● Pirâmides b). 2. Médio Império: ● Tebas (Nova Capital); ●

b). 2. Médio Império:

Tebas (Nova Capital);

Faraós X Nomarcas;

Expansão agrícola (Comércio)

Entrada de Hebreus no Egito;

Invasão dos Hicsos (introdução de cavalos e metalurgia).

(Comércio) ● Entrada de Hebreus no Egito; ● Invasão dos Hicsos (introdução de cavalos e metalurgia).

www.euvoupassar.com.br

b). 3. Novo Império:

Militarismo;

Escravização de hebreus

(ÊXODO – retirada de hebreus do Egito);

Expansionismo (Palestina, Fenícia e Síria);

Reforma religiosa (Amenófis IV – Aton);

2) Sociedade:

Reforma religiosa (Amenófis IV – Aton); 2) Sociedade: 3) Economia: a ) Intervenção estatal / Modo
Reforma religiosa (Amenófis IV – Aton); 2) Sociedade: 3) Economia: a ) Intervenção estatal / Modo

3) Economia:

a ) Intervenção estatal / Modo de Produção Asiático;

(Amenófis IV – Aton); 2) Sociedade: 3) Economia: a ) Intervenção estatal / Modo de Produção

www.euvoupassar.com.br

b ) Agricultura e dependência do rio Nilo.

b ) Agricultura e dependência do rio Nilo. 4) Cultura: a ) Religião Politeísta; com um

4) Cultura:

a ) Religião Politeísta; com um processo de Evolução onde no Antigo Império havia a reencarnação como sendo

algo divino, só permitido aos faraós. No Novo Império a reencarnação é estendida ao resto da população;

inclusive aos servos.

b ) Crença na vida pós - morte ( Mumificação). c) Deuses Animistas, Antropomórficos, Zoomórficos
b
) Crença na vida pós - morte ( Mumificação).
c)
Deuses Animistas, Antropomórficos, Zoomórficos e Antropozoomórficos ( Osíris, Isis, Hórus, Seth, Apis, Aton,

Hator, Basteth).

( Osíris, Isis, Hórus, Seth, Apis, Aton, Hator, Basteth). d ) Arquitetura – Pirâmides (Faraó), Mastabas

d ) Arquitetura – Pirâmides (Faraó), Mastabas (Elite), Hipogeus (Povão), Templos de Karnac e Luxor.

d ) Arquitetura – Pirâmides (Faraó), Mastabas (Elite), Hipogeus (Povão), Templos de Karnac e Luxor. Página

www.euvoupassar.com.br

f) Escritas (Hieroglíficas, Hierática, Demótica (comercial), Copta (Demótica e Grega) ). Pictográfica: simbólica.

Copta (Demótica e Grega) ). Pictográfica: simbólica. g ) Literatura (Hino ao Sol, Livros dos Mortos,

g ) Literatura (Hino ao Sol, Livros dos Mortos, Aventura de Sinuê).

(Hino ao Sol, Livros dos Mortos, Aventura de Sinuê). h ) Ciências (matemática (geometria), medicina(cirurgias),

h ) Ciências (matemática (geometria), medicina(cirurgias), astronomia e física e química (ácidos)

astronomia e física e química (ácidos) MESOPOTÂMIA Localização: “entre rios” Sociedades

MESOPOTÂMIA

Localização:

“entre rios”

Sociedades Hidráulicas

Crescente

Fértil

e química (ácidos) MESOPOTÂMIA Localização: “entre rios” Sociedades Hidráulicas Crescente Fértil Página 9

www.euvoupassar.com.br

Sumérios – 4.000 a.C-2350 a.C

Formação de Cidades-Estados – Ur, Uruk, Lagash e Nipur

(independentes governadas pelo Patesi)

Uruk, Lagash e Nipur (independentes governadas pelo Patesi) Sumérios – 4.000 a.C-2350 a.C Invenção da Escrita
Uruk, Lagash e Nipur (independentes governadas pelo Patesi) Sumérios – 4.000 a.C-2350 a.C Invenção da Escrita

Sumérios – 4.000 a.C-2350 a.C

Invenção da Escrita (Cuneiforme)

– 4.000 a.C-2350 a.C Invenção da Escrita (Cuneiforme) ● Estudos de astronomia ● Noção de semana

Estudos de astronomia

Noção de semana

(sete dias, divididos em horas, minutos e segundos)

Desenvolveu a operação de multiplicação

Geometria era já bastante avançada.

Utilizava signos do zodíaco

já bastante avançada. ● Utilizava signos do zodíaco Canais de Irrigação Construção de Zigurates: Templos e

Canais de Irrigação

Construção de Zigurates:

Templos e observatórios

zodíaco Canais de Irrigação Construção de Zigurates: Templos e observatórios Primeiros veículos de roda Página 10

Primeiros veículos de roda

www.euvoupassar.com.br

www.euvoupassar.com.br Enfraquecimento: Guerras entre as cidades e domínio dos acadianos Acádios – 2.350 a.C-2100 a.C

Enfraquecimento:

Guerras entre as cidades e domínio dos acadianos

Acádios – 2.350 a.C-2100 a.C

Formação do Iº Império Mesopotâmico Sargão I:

Tolerância cultural com os inimigos Conflito com os Gutis

Tolerância cultural com os inimigos Conflito com os Gutis Iº Império Babilônico (Amoritas) – 1.800 a.C-1.600

Iº Império Babilônico (Amoritas) – 1.800 a.C-1.600 a.C

Formação de centro comercial Código de Hamurábi:

Lei de Talião Ondas migratórias Invasões dos Assírios

Formação de centro comercial Código de Hamurábi: Lei de Talião Ondas migratórias Invasões dos Assírios Página

www.euvoupassar.com.br

Império Assírio – 1.300 a.C-612 a.C

Militarismo:

crueldade com os inimigos Rei Assurbanipal (668 a.C.-626 a.C.):

Auge do império, construção de uma biblioteca Invasões de Medos e Caldeus

IIº Império Babilônico (Caldeus) – 612 a.C-539 a.C

Nabucodonosor Expansão territorial:

Egito e Palestina Escravidão dos Hebreus Grandes obras:

Torre de babel e Jardins suspensos Invasão dos Persas

Torre de babel e Jardins suspensos Invasão dos Persas Literatura: Epopeia de Gilgamesh Enkidu e Gilgamesh
Torre de babel e Jardins suspensos Invasão dos Persas Literatura: Epopeia de Gilgamesh Enkidu e Gilgamesh

Literatura: Epopeia de Gilgamesh

Invasão dos Persas Literatura: Epopeia de Gilgamesh Enkidu e Gilgamesh Estado, sociedade e cultura Divisão do

Enkidu e Gilgamesh

Estado, sociedade e cultura Divisão do território em províncias. Nobres, guerreiros, sacerdotes e comerciantes (elite) Camponeses, trabalhadores urbanos (artesãos) e escravos Politeístas (Adoração de vários deuses)