Você está na página 1de 2

DISCIPLINA: Psicologia Escolar e Educacional

a) Conhecer as características de geração pouco importa


QUESTÃO 1 aos desafios escolares, uma vez que, atualmente, tais
Segundo Ghosh et al. (2016), os benefícios das desafios estão desaparecendo da realidade escolar.
tecnologias em sala de aula são inúmeros, porém não tão b) As gerações são invenções de autores, não são
claros para alguns docentes. Os autores apontam que a validadas cientificamente e não se adequam às
aceitação dos professores quanto ao uso das tecnologias questões escolares.
em sala de aula varia e depende da sua própria habilidade c) As características geracionais são importantes para
em usá-la. todo um grupo, porém crianças que “fogem à regra”
GOSH, S.; LISBOA, C.; CHAPPELL, C. BEARD, C.; devem ser excluídas da rotina de uma escola regular.
BUNGE, E.; FAVA, D. O uso de eletrônico e o cyberbullying d) As pessoas de uma mesma geração, de modo geral,
no contexto escolar. In: FAVA, D. A prática da Psicologia partilham expectativas, desejos e percepções
na escola: introduzindo a abordagem cognitivo- semelhantes; diante disso, faz-se necessário aos
comportamental. Belo Horizonte: Artesã, 2016. P 153-179. profissionais da escola reconhecer e considerar as
características geracionais.
Com base nos desafios da tecnologia em sala de aula, e) As características geracionais são válidas para
assinale a alternativa que representa a atuação do conhecimento, somente, da liderança da escola, tais
psicólogo escolar frente ao desafio: informações não são úteis a docentes que se
a) Os psicólogos escolares podem colaborar na responsabilizam, apenas, por ministrar conteúdos em
compreensão dos professores frente aos benefícios das sala de aula.
tecnologias aos alunos, tais como promoção da
criatividade e aprendizagem em qualquer lugar e em QUESTÃO 3
qualquer tempo. Programas que levam as crianças a ampliar o
b) Os psicólogos escolares devem se capacitar em conhecimento e a compreensão sobre o pensamento das
programação tecnológica e ensinar os professores a outras pessoas, sobre o que elas fazem ou deveriam fazer
elaborar aplicativos e programas que potencializem a e sobre como elas se sentem favorecem o
aprendizagem dos alunos, em sala de aula, via desenvolvimento sociocognitivo infantil (DIAS, 2012).
tecnologia da informação. DIAS, J. P. Literatura e desenvolvimento sociocognitivo:
c) Os psicólogos escolares devem realizar atendimentos avaliação e implementação de um programa na educação
individualizados e terapêuticos aos professores,
infantil. 2012. 145f. (Mestrado em Psicologia). Faculdade
buscando compreender as razões que dificultam a
de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto,
aceitação do docente ao uso das tecnologias em sala
Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.
de aula.
d) O psicólogo escolar deverá ameaçar os docentes e Com base na promoção do desenvolvimento
obrigá-los a utilizar as tecnologias em sala de aula. sociocognitivo, assinale a alternativa que propõe uma
Tratamentos de choque são bem efetivos para a intervenção com esta finalidade:
mudança de comportamento na escola. a) Intervenção pautada na leitura mediada e dialogada
e) O psicólogo escolar não tem nada a fazer. Sua atuação dos livros de histórias infantis ricos em pistas sociais.
direciona-se, somente, aos alunos; intervenções e b) Intervenção com base nos jogos matemáticas,
orientações a professores são de responsabilidade da incentivando a competição das crianças em sala de
coordenação da escola. aula.
c) Intervenção com os pais/responsáveis das crianças,
QUESTÃO 2 visando a aplicação de testes psicológicos a fim de
A geração X compreende os nascidos entre 1968 e 1979. identificar a personalidade familiar.
De modo geral, são os professores dos escolares atuais. d) Intervenção com alimentos naturais, pautados em uma
Já a geração Y, os nascidos entre 1980 e 1991; alimentação saudável infantil.
atualmente, podem ser considerados os pais dos e) Intervenção com professores incentivando a
escolares. (VELOSO; SILVA; DUTRA, 2012). Por fim, a classificação infantil e o planejamento de atividades
geração Z, nascidos 1980 e 2010, de modo geral, são as diferenciadas ao perfil das crianças.
crianças e adolescentes dos dias de hoje.
VELOSO, E. F. R; SILVA, R. C.; DUTRA, J. S. Diferentes QUESTÃO 4
gerações e percepções sobre carreiras inteligentes e "O conteúdo curricular deve ser o mais desenvolvido,
crescimento profissional nas organizações. Revista contemplando conteúdos científicos, artísticos e filosóficos,
Brasileira de Orientação Profissional, v. 13, n. 2, 197-207, levando a objetivação do ser humano de modo mais livre e
2012. universal. Os conteúdos presentes no currículo escolar
devem ser organizados e preparados de modo intencional,
Com base nas informações geracionais, podemos concluir
'entendendo que não há conhecimento que pertença à
que: burguesia e outro à classe trabalhadora'." (MALANCHEN;
ANJOS, 2013. p. 124.)
Com base na organização curricular, analise as afirmativas a) Atualmente, vive-se nas escolas o desalento de um
abaixo: processo adaptativo e domesticador em relação ao
( ) O currículo escolar é a principal ferramenta da escola. mundo. Pouco se conhece acerca das crianças que a
Os professores devem se organizar em sua elaboração e frequentam. Pouco se faz pelas possibilidades de
segui-lo rigorosamente em sala de aula. Faz-se transformações coletiva e individual.
necessários alunos passivos e professores ativos para que b) As escolas, hoje em dia, amordaçadas não se
todo conteúdo possa ser lecionado. posicionam para os pais. Foram extintas da realidade
( ) Os conteúdos curriculares devem ser organizados escolar as reuniões, nas quais os responsáveis iriam
conforme a realidade do público atendido. Escolas situadas até a escola compreender o desenvolvimento do filho.
em bairros periféricos devem elaborar um currículo mais c) As estatísticas apontam que as crianças têm saído da
fácil, tornando-o mais acessível aos alunos. educação infantil já alfabetizadas. Assim, ingressam
( ) O currículo escolar é algo necessário de se organizar. com todo repertório pedagógico conquistado necessário
Porém, um processo de ensino-aprendizagem efetivo vai ao Ensino Fundamental.
além e, para isso, são necessárias mudanças na d) Encontram-se nas escolas professores e funcionários
organização escolar para além do currículo, pautadas em seguros e cientes da função pedagógica e,
estratégias promotoras de desenvolvimento dos escolares. principalmente, social da escola. Diante disso, as
( ) Por meio do currículo escolar selecionam-se conteúdos evidências acima não se adequam à realidade, uma vez
com finalidades diversas, entre elas a transformação que, atualmente, a preocupação primeira são com as
social, contribuindo para a construção de sujeitos transformações sociais.
autônomos e de uma sociedade mais democrática. e) Sabe-se que a educação do Brasil não é prioridade.
MALANCHEN, J.; ANJOS, R. E. O papel do currículo Porém, a formação em pedagogia e licenciaturas tem
escolar no desenvolvimento humano: contribuições da sido altamente valorizada. As universidades têm
pedagogia histórico-crítica e da psicologia histórico- investido na contratação de, somente, doutores em
cultural. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, v. 5, educação para a docência no ensino superior.
n. 2, 2013, p. 118-129.
Assinale a alternativa que corresponde à avaliação correta
das afirmativas acima.
a) F, F, F, F.
b) F, V, F, V.
c) F, F, V, V.
d) V, V, F, F.
e) V, F, F, F.

QUESTÃO 5 - (ENADE - Adaptado)


Guzzo (2010) ressalta que, para compreender os desafios
educacionais, é necessário considerar elementos sociais e
políticos que envolvem a instituição escolar e as pessoas
ali inseridas.
Sobre os desafios educacionais, analise as evidências.
I. Encontra-se, facilmente, uma escola que não se
posiciona, que não reage, que não desperta para sua
importância como espaço de libertação, emancipação e
conscientização, de revolução, crescimento e de vida, uma
escola, portanto, amordaçada.
II. Os professores e funcionários de muitas escolas
acabam por não se envolver com a realidade das crianças
por não se sentirem capazes de lidar com elas.
GUZZO, R. L. S. Educação para a Liberdade, Psicologia da
Libertação e Psicologia Escolar: uma práxis para a
liberdade. In: ALMEIDA, S. F. C. (Org) Psicologia Escolar:
Ética e competências na formação e atuação profissional.
São Paulo: Alínea, 2010. p. 169-178.
Considerando os desafios em educação, assinale a
alternativa que corresponde à realidade educacional nos
dias de hoje.