Você está na página 1de 1

Mil desculpas pra tentar fugir Mil excusas para intentar huir

Sem fundamentos para resistir Sin fundamentos para resistir


Até mentir pra me esconder de Ti Hasta mentir para esconderme de Ti
Mas, seu amor teimoso me alcançou Pero su amor terco me alcanzó
Sua longanimidade me esperou Su paciencia me esperó
Me acolheu, desmoronou meu Eu Me acogió, me desmoronó mi Yo
Minha vida regenerou, meu passado Ele Mi vida ha regenerado, mi pasado ha
apagou borrado
"Tetelestai", Ele bradou, tudo Ele pagou, me "Tetelestai", Él gritó, todo Él pagó, me salvó
salvou
No voy a intentar huir
Não vou mais tentar fugir Y ni fingir que soy feliz sin ti
E nem fingir que sou feliz sem ti No voy a engañarme
Não vou mais me enganar Me voy a entregar
Vou me entregar Viene a salvarme de mí
Vem me salvar de mim
Inventando mil excusas para escapar
Inventando mil desculpas para escapar Tercerización de mi culpa para disimular mi
Terceirizando a minha culpa para disfarçar a cobardía
minha covardia Pero su amor terco me alcanzó
Mas seu amor teimoso me alcançou Su paciencia me esperó
Sua longanimidade me esperou Me acogió, me desmoronó mi Yo
Me acolheu, desmoronou meu Eu Mi vida se regeneró, mi pasado se apagó
Minha vida regenerou, o meu passado Ele "Tetelestai", Él gritó, totalmente pagó
apagou
No voy a intentar huir
"Tetelestai", Ele bradou, totalmente pagou Y ni fingir que soy feliz sin ti
Não vou mais tentar fugir No voy a engañarme
E nem fingir que sou feliz sem ti Me voy a entregar
Não vou mais me enganar Viene a salvarme de mí
Vou me entregar
Vem me salvar de mim No voy a intentar huir
No voy a fingir, No soy feliz sin ti
Não vou mais tentar fugir No voy a engañarme
Não vou fingir, Não sou feliz sem ti Me voy a entregar
Não vou mais me enganar Viene a salvarme de mí
Vou me entregar De mí
Vem me salvar de mim
De mim