Você está na página 1de 3

CENTRO EDUCATIVO MUNICIPAL ANTONIO FERREIRA NETO Quantitativo

DISCIPLINA: GEOGRAFIA TURNO: MANHÃ


PROFESSORA: SILVANA ARAÚJO MACIEL Qualitativo
ALUNO (A): _______________________________________Nº_______
Total
DATA: ______/______/2017.

2ª VERIFICAÇÃO DA APRENDIZAGEM DE GEOGRAFIA (8º ANO)

1. Em meados do século XVIII, a população do planeta passou para mais de 700 milhões de habitantes.
Esse crescimento se acelerou, sobretudo na Europa. Assinale a alternativa que explica as causas desse
crescimento.
a) Devido muitas pessoas terem migrado do campo para cidade em busca de trabalho nas fábricas;
b) Nesse período a população mundial duplicou rapidamente, sobretudo na Europa em virtude das
transformações do modo de vida decorrentes da Primeira Revolução Industrial;
c) O desenvolvimento de vacinas no início do século XX e a diminuição da natalidade na Europa;
d) As descobertas cientificas foram determinantes para o aumento das taxas de mortalidade no século
XVIII.

2. Observe o gráfico abaixo e justifique porque em meados do século XX, ocorreu uma explosão
demográfica. Explique os motivos que levaram a esse fenômeno.
______________________________________
______________________________________
______________________________________
______________________________________
______________________________________
______________________________________
______________________________________
______________________________________

3. Entre os países mais populosos estão Indonésia, Brasil, Japão e Bangladesh. Entre os mais povoados
se encontram Holanda, Bélgica e Japão. O critério para a classificação de um país como populoso e
povoado refere-se respectivamente a:
a) taxas de natalidade e mortalidade.
b) taxas de natalidade e expectativa de vida.
c) população absoluta e relativa.
d) densidade demográfica e movimentos migratórios

4- Quando nos referimos à população de um país, por exemplo podemos considerar os conceitos de
populoso e de povoado, que envolvem respectivamente, a noções de população absoluta e de população
relativa. A população relativa de um país refere-se à (ao):
a) Número de habitantes por quilômetro quadrado.
b) Número de habitantes com o mesmo padrão cultural.
c) Quantidade de pessoas que nascem a cada grupo de 1000.
d) Número total de habitantes.
5. (UNIFESP-adaptada) Megacidades são aglomerações urbanas que:
a) alojam centros do poder mundial e sedes de empresas transnacionais.
b) concentram mais de 50% da população total, em países pobres.
c) têm mais de 10 milhões de habitantes, em países ricos ou pobres.
d) pertencem a países de grande importância no comércio mundial.

6. Com base no mapa e nos seus conhecimentos sobre as migrações internacionais, assinale a alternativa
INCORRETA:

b) Os EUA não estabelecem rigorosos


controles de imigração, sobretudo em
relação aos imigrantes ilegais vindos do
México.
c) Os países americanos, em particular os
EUA, receberam um número significativo
de imigrantes europeus até meados do
século passado.
d) A Europa ocidental caracteriza-se
atualmente por ser um polo de atração de
imigrantes, o que tem levado a uma
regulamentação mais severa no controle da
a) Alguns países europeus e os EUA apresentam um
imigração.
significativo número de cidades com grandes
e) O Oriente Médio, a Austrália e a China
contingentes de população imigrante.
apresentam algumas cidades com grandes
contingentes de população imigrante.

7. (UEPB) O mapa da distribuição da população mundial mostra a irregularidade de ocupação humana


pelo espaço, que de um modo geral está associada a três fatores principais: físico ou natural, histórico e
econômico. Identifique as áreas assinaladas pelos numerais de 1 a 5 com os seus respectivos fatores
favoráveis ou não à ocupação humana.

( ) Norte do Canadá, que deve sua baixa densidade demográfica ao fator climático de influência polar.
( ) Nordeste dos Estados Unidos e Região dos Grandes Lagos, que devem sua intensa densidade
demografia à presença da maior concentração industrial norte-americana.
( ) Leste da China, tem na história muito antiga da sua ocupação um dos motivos para apresentar uma
alta densidade demográfica.
( ) Bangladesh, c u j a localização no delta dos rios Ganges, Brahmaputra e Meghna, deve a esses rios
as terras de aluvião muito férteis que atraíram uma das maiores concentrações populacionais do
mundo.
( ) Planalto do Tibete na Ásia Central, cuja grande altitude e consequente associação de baixa
temperatura e pressão atmosférica dificultam a ocupação humana.
A sequência correta da numeração é:
a) 5 3 1 4 2
b) 4 3 2 4 5
c) 3 2 5 1 4
d) 3 4 1 5 2
e) 4 3 2 1

8. (UFSJ-adaptada) Observe o mapa e a figura abaixo.

http://www.infoescola.com/wp- content/uploads/2010/07/mapa- siria.gif. (Adaptado).

Assinale a alternativa que apresenta fatos sobre a região em destaque que ocuparam os noticiários dos
jornais desde de 2012.
a) O governo de Israel apoia a formação de um governo xiita na Síria como alternativa à radicalização
do terrorismo.
b) Desde o começo da revolta contra o presidente Sírio Bashar al Assad, milhares de sírios se refugiaram
em países vizinhos.
c) China e Rússia encaminharam ao Conselho de Segurança da ONU pedido de apoio para uma
intervenção militar na Síria.
d) Síria, Israel, Líbano, Jordânia e Iraque fazem parte da “Primavera Árabe”, que se caracteriza por
manifestações populares contra governos ditatoriais.

9. [UEL-PR] A população mundial está concentrada sobretudo nos países subdesenvolvidos, ainda que
alguns desenvolvidos estejam entre os mais populosos. Em termos absolutos, qual é o continente mais
populoso?
a) Ásia.
b) Europa.
c) África.
d) América.

10. (UFG-GO) as migrações atuais de trabalhadores oriundos dos países pobres em direção aos países
ricos têm como causas:

a) Desigual densidade demográfica nos países pobres e a boa qualidade de vida nos países ricos.
b) Desemprego estrutural nos países pobres e a alta produtividade tecnológica dos países ricos.
c) O crescimento de conflitos sociais no campo, nos países pobres e a estabilidade econômica nos países
ricos.
d) A crise do emprego e dos salários nos países pobres e o interesse dos países ricos pelos salários baixos
do migrante.

Bom desempenho!