Você está na página 1de 7
RESPOSTA TÉCNICA ASSUNTO: Processo Produtivo de Sabonetes Artesanais PALAVRA-CHAVE: Sabonete; Produto Ar tesanal;
RESPOSTA TÉCNICA ASSUNTO: Processo Produtivo de Sabonetes Artesanais PALAVRA-CHAVE: Sabonete; Produto Ar tesanal;

RESPOSTA TÉCNICA

ASSUNTO: Processo Produtivo de Sabonetes Artesanais PALAVRA-CHAVE: Sabonete; Produto Artesanal; Processo Produtivo;

IDENTIFICAÇÃO DA DEMANDA:

Preocupado com a situação financeira de sua família, composta de quatro filhos, sustentados por sua mãe, atualmente desempregada, um estudante de 16 anos, procurou o Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas (SBRT), solicitando informações de como fazer sabonetes artesanais, em casa, com pouco dinheiro, para garantir ocupação e renda a uma mãe que sustenta a família, catando latas.

A solicitação do garoto chegou ao Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico (CDT/UnB), via portal. A equipe do SBRT, por meio do CDT/UnB, enviou a resposta, com todas as dicas e o passo a passo para a fabricação de sabonetes artesanais, inclusive ilustrado com fotos, conforme abaixo.

SOLUÇÃO APRESENTADA

Sabonete Artesanal

Os sabonetes comercialmente vendidos são na verdade detergentes sintéticos. Em

comparação, o Sabonete Artesanal é a forma pura e verdadeira do sabonete.

Fazer sabonete é uma arte, o sabonete artesanal é macio, rico, envolvente e calmante.

Sua espuma é densa e penetrante, ela deixa uma película emoliente na pele tornando-a

macia e sensual.

Os sabonetes artesanais não contêm detergentes sintéticos nem os conservantes

encontrados nos sabonetes comerciais. O uso dessas cargas tem como objetivo prolongar

seu prazo de conservação nas prateleiras das lojas. Dos sabonetes comerciais é retirada a

glicerina natural, proveniente do próprio processo de fabricação de sabões, roubando do

consumidor todos os seus benefícios.

A glicerina é um derivado de componentes graxos que elimina a agressividade causada

à pele presente nos sabonetes comuns. Usado desde a cosmética antiga, permanecendo até

hoje, como elemento de uso obrigatório nas formulações que proporcionam profunda ação

hidratante.

A glicerina é um umectante. Uma molécula de glicerina é criada para cada três moléculas de sabão. Os fabricantes de sabonetes comerciais retiram a glicerina do sabonete e a revendem para a indústria de cosméticos e farmacêuticas. No Sabonete Artesanal é naturalmente formada e permanece no sabonete.

O Sabonete Artesanal é naturalmente mais macio, quando tocá-lo suavemente você deverá sentir a sua delicadeza. Você pode perceber que quando ele é fresco, o sabonete absorve a umidade do ar em pequenas gotas que deixam a sua superfície úmida.

Como fazer sabonete artesanal?

Apesar de tanto material este tipo de artesanato em sabonete não é muito difícil de fazer.

O tempo de execução é de 2 horas e são necessárias mais duas horas para secagem. A

estimativa de custo de cada um dos sabonetes é de R$ 6 já com o valor da embalagem.

Anote os materiais que você vai precisar:

350g de base glicerinada na cor transparente 450g de base glicerinada na cor branco

15 ml de essência de sua preferência

Faca

Corante alimentício nas cores amarelo, azul, verde, cor-de-rosa, marrom e preto.

Panela de vidro

Recipiente plástico com 13 cm x 20 cm

Recipiente de plástico medindo 10 cm x 10 cm

Formas de acetato com motivos de animais, flor e lua.

1 colher (de sopa) de massa corrida

Papel toalha

Palito de dente Tesoura

Colheres descartáveis

Filme-plástico

Fita adesiva

1 m de tule na cor laranja

Fita decorativa

Alicate

Miçangas na cor preta (opcional)

Argolas de bijuterias (opcional)

Caixa de papel reciclado com 18 cm x 22 cm (para a embalagem)

Beker de plástico

Agora é só seguir o passo a passo:

Beker de plástico Agora é só seguir o passo a passo: 1. Coloque 3 gotas do
Beker de plástico Agora é só seguir o passo a passo: 1. Coloque 3 gotas do
Beker de plástico Agora é só seguir o passo a passo: 1. Coloque 3 gotas do

1. Coloque 3 gotas do corante laranja em um dos lados do recipiente plástico com 13 cm x 20 cm. Nas outras três pontas do recipiente pingue os corantes azul, verde e amarelo.

2. Derreta 250g de base glicerinada transparente. Em seguida despeje a mistura no recipiente de plástico. Espere secar por 10 minutos.

3. Agora, derreta 350g de base glicerinada branca, acrescente 2 gotas de corante amarelo, a essência e mexa para misturar.

de corante amarelo, a essência e mexa para misturar. 4. Retire a nata com a colher
de corante amarelo, a essência e mexa para misturar. 4. Retire a nata com a colher
de corante amarelo, a essência e mexa para misturar. 4. Retire a nata com a colher

4. Retire a nata com a colher e despeje a mistura sobre base transparente do recipiente. Espere secar por aproximadamente 20 minutos.

5. Desinforme a placa com cuidado e reserve.

6. Derreta 25g de base glicerinada branca e 25g de base transparente misturadas. Acrescente 1 gota de corante amarelo e mexa bem.

misturadas. Acrescente 1 gota de corante amarelo e mexa bem. SBRT – Formulário de Resposta Técnica
misturadas. Acrescente 1 gota de corante amarelo e mexa bem. SBRT – Formulário de Resposta Técnica
misturadas. Acrescente 1 gota de corante amarelo e mexa bem. SBRT – Formulário de Resposta Técnica

SBRT – Formulário de Resposta Técnica Padrão

3

7.

Despeje a mistura na fôrma de acetato com motivo de cachorro. Acrescente 1 gota de corante amarelo na base derretida que sobrou e despeje na forma de acetato motivo de lua.

8. Derreta 25g de base glicerinada branca e 25g de base glicerinada transparente misturada. Coloque 1 gota de corante azul e mexa bem. Despeje a mistura na fôrma com motivo de elefante.

bem. Despeje a mistura na fôrma com motivo de elefante. 9. Coloque algumas gotas de corante
bem. Despeje a mistura na fôrma com motivo de elefante. 9. Coloque algumas gotas de corante
bem. Despeje a mistura na fôrma com motivo de elefante. 9. Coloque algumas gotas de corante

9. Coloque algumas gotas de corante verde no restante da base, misture e despeje

na fôrma com motivo de ursinho. 10. Espere secar por aproximadamente 25 minutos e desinforme pressionando o fundo da forma. 11. Aplique a miçanga preta nos olhos dos bichinhos. Para isto, use um palito de dente.

nos olhos dos bichinhos. Para isto, use um palito de dente. 12. a e b -
nos olhos dos bichinhos. Para isto, use um palito de dente. 12. a e b -
nos olhos dos bichinhos. Para isto, use um palito de dente. 12. a e b -

12. a e b - Derreta 25g de base glicerinada branca. Despeje um pouco da base no miolo da flor com a colher. Tinja o restante da base derretida com o corante cor- de-rosa e complete a fôrma. Deixe secar por 10 minutos e reserve.

13. Em seguida, derreta 25g de base glicerinada transparente, passe na parte de trás dos bichinhos e cole sobre a placa. Reserve.

na parte de trás dos bichinhos e cole sobre a placa. Reserve. SBRT – Formulário de
na parte de trás dos bichinhos e cole sobre a placa. Reserve. SBRT – Formulário de
na parte de trás dos bichinhos e cole sobre a placa. Reserve. SBRT – Formulário de

14.

Derreta 25g de base glicerinada branca, acrescente 2 gotas de corante marrom e mexa bem. Despeje sobre o recipiente quadrado e deixe secar por 15 minutos.

15.

a

e b - Desinforme a base da fôrma. Em seguida, faça 1 molde oval de papel, com

tamanho desejado e risque-o sobre o sabonete. Para isto, use o auxílio do palito de dente e recorte com a tesoura.

o

o auxílio do palito de dente e recorte com a tesoura. o 16. Escreva a palavra
o auxílio do palito de dente e recorte com a tesoura. o 16. Escreva a palavra
o auxílio do palito de dente e recorte com a tesoura. o 16. Escreva a palavra

16.

Escreva a palavra "cheguei" com o palito de dente.

17.

Misture no copo a massa corrida com 1 gota de corante preto e mexa. Aplique a mistura sobre a placa feita no passo anterior e pressione com a colher para preencher a palavra.

terior e pressione com a colher para preencher a palavra. 18. Retire o excesso da massa
terior e pressione com a colher para preencher a palavra. 18. Retire o excesso da massa
terior e pressione com a colher para preencher a palavra. 18. Retire o excesso da massa

18.

Retire o excesso da massa corrida com o papel toalha.

19.

Derreta 10g de base glicerinada transparente e passe-a na parte detrás da peça para colar na placa.

20.

Embale a placa com papel-filme puxando as sobras para trás.

a placa com papel-film e puxando as sobras para trás. 21. e b Perfure a parte
a placa com papel-film e puxando as sobras para trás. 21. e b Perfure a parte
a placa com papel-film e puxando as sobras para trás. 21. e b Perfure a parte

21.

e b Perfure a parte superior central da placa com o palito de dente. Em seguida, passe o tule pelo orifício e centralize.

a

22.

Encaixe a argola no tule, deixando-a na parte detrás da placa e feche.

23. Faça dois laços com tule e corte o excesso. 24. Finalize colocando a placa
23. Faça dois laços com tule e corte o excesso. 24. Finalize colocando a placa

23. Faça dois laços com tule e corte o excesso. 24. Finalize colocando a placa na caixa de papel reciclado

A partir da receita básica de sabonete artesanal, você pode decorar sabonetes com

ervas aromáticas (como erva-doce, camomila), especiarias (cravo, canela), flores secas, produtos desidratados ou conchas. Acrescente esses produtos no momento em que estiver colocando o corante e o álcool de cereais.

Para fazer o sabonete artesanal durar mais, coloque em uma saboneteira com vazão para a água, ele e um produto especial.

CONCLUSÃO E RECOMENDAÇÕES

O Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas (SBRT), busca soluções tecnológicas a

problemas apresentados, principalmente por micro e pequenas empresas, por meio de

Respostas Técnicas sob medida das necessidades, elaboradas em curto espaço de tempo. Além de ser um serviço prestado por uma rede de instituições de diferentes regiões do país, que contam com a colaboração de especialistas nas mais diferentes áreas tecnológicas.

O serviço possibilita o acesso a informações tecnológicas e outros conteúdos gerados

pelas instituições participantes, contribuindo para o estabelecimento de uma cultura de geração e uso da informação tecnológica e para o desenvolvimento dos negócios do setor produtivo. Recomendamos que seja colocado em prática o que foi sugerido, além de participar dos cursos para se especializar e aperfeiçoar o processo de produção dos sabonetes artesanais. Desta forma abre-se uma oportunidade para uma cidadã, uma mãe, que estava sem perspectiva de trabalho, a possibilidade de garantir ocupação e renda que auxilia no sustento de seus quatro filhos. Isso é mais que um presente.

REFERÊNCIAS

http://www.jfservice.com.br/mulher/arquivo/artesanato/2003/10/8-sabonetes/cegonha.apl

Fonte: Revista Sabonetes Artesanais http://www.artesanatos.blogger.com.br/

http://www.crd2000.com.br/sabonetesartesanais/

http://www.arteducacao.pro.br/tecnicas/tecnicas.htm e-mail: aromaemcores@terra.com.br

DADOS DO TÉCNICO RESPONSÁVEL

NOME: Equipe Disque Tecnologia (Eduardo Matos; Silmara Campos e Marcelo Nascimento). TITULAÇÃO: Técnicos Administrativos ENDEREÇO: Universidade de Brasília DEPARTAMENTO/SALA/LABORÁTORIO: CDT/UnB – Disque Tecnologia

TEL: (61) 307-2730 E-mail: disque@cdt.unb.br

FAX: (61) 2745918

INSTITUIÇÃO RESPONDENTE

Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico – CDT/UnB Campus Universitário Darcy Ribeiro Faculdade de Tecnologia – Mod AT-05 Térreo Asa Norte – Brasília/DF CEP 70919-970

DATA DE FINALIZAÇÃO

16:10h

05/05/2005