Você está na página 1de 13

Aula 00

Resumos

em

PDF

de

Administração

Geral,

Pública

e

Gestão

de

Pessoas

para

Concursos

Professor: Carlos Xavier

00000000000 - DEMO

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula 00

AULA 00: Resumos de:

Conceitos iniciais de administraÁ„o. Teoria Geral da AdministraÁ„o EvoluÁ„o das Teorias de AdministraÁ„o. Processo administrativo. ComunicaÁ„o organizacional. Processo decisÛrio

Sum·rio

1. Apresentação do curso

2

2. Resumo - TGA

6

3. Resumo: processo administrativo e

7

4. Resumo: processo

9

ObservaÁ„o importante:

ObservaÁ„o importante:

ObservaÁ„o importante:

Este curso È protegido por direitos autorais (copyright), nos termos da

Lei 9.610/98, que altera, atualiza e consolida a legislaÁ„o sobre

direitos autorais e d· outras providÍncias.

Grupos de rateio e pirataria s„o clandestinos, violam a lei e prejudicam

os professores que elaboram os cursos. Valorize o trabalho de nossa

equipe adquirindo os cursos honestamente atravÈs do site EstratÈgia

Concursos.

Prof. Carlos Xavier

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

P·gina 1 de 11

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula 00

1.

ApresentaÁ„o do curso

Oi!!

Esse È um curso diferente. A ideia È que vocÍ tenha resumos sobre

todos os tÛpicos mais cobrados de administraÁ„o geral, p˙blica e gest„o de

pessoas, de modo que possa utiliz·los sempre como base para revis„o do

conte˙do, tenha ou n„o estudado comigo no curso completo para o seu

concurso especÌfico.

em resumos, sem

nenhuma quest„o anterior de nenhuma banca. Confira essa aula

demonstrativa para entender melhor!

Este curso

ser· baseado apenas em PDFs e

==0==

Proponho o seguinte cronograma para os resumos em PDF:

AULA Resumos de: CONTE⁄DO Conceitos iniciais de administraÁ„o. Teoria Geral da AdministraÁ„o –

AULA

Resumos de:

CONTE⁄DO

Conceitos iniciais de administraÁ„o. Teoria Geral da AdministraÁ„o EvoluÁ„o das Teorias de AdministraÁ„o.

Aula 00

Processo

organizacional.

administrativo.

Processo decisÛrio

ComunicaÁ„o

DATA

14/01/2018

Resumos de: Estrutura e departamentalizaÁ„o Aula 01 Gest„o de Projetos Gest„o de Processos. EstatÌstica

Resumos de:

Estrutura e departamentalizaÁ„o

Aula 01

Gest„o de Projetos

Gest„o de Processos. EstatÌstica aplicada ‡ gest„o de processos.

Aula 02

Resumos de:

21/01/2018

28/01/2018

Gest„o de Processos. EstatÌstica aplicada ‡ gest„o de processos. Aula 02 Resumos de: 21/01/2018 28/01/2018

Prof. Carlos Xavier

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

P·gina 2 de 11

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula 00

MudanÁa Organizacional. TeÛricos e suas contribuiÁıes para a gest„o da qualidade. Ferramentas de gest„o da

MudanÁa Organizacional.

TeÛricos e suas contribuiÁıes para a gest„o da qualidade. Ferramentas de gest„o da qualidade. Qualidade e ExcelÍncia nos serviÁos p˙blicos:

FNQ.

Indicadores. 6 Es do desempenho.

Aula 03

Aula 04

Aula 05

Resumos de:

Escolas do pensamento estratÈgico.

Vis„o geral sobre planejamento estratÈgico, metodologia e ferramentas. Planejamento baseado em cen·rios.

Ferramentas estratÈgicas de destaque em concursos: SWOT, Balanced Scorecard, Modelo Porter.

Resumos de:

Modelos de AdministraÁ„o P˙blica. EvoluÁ„o da AdministraÁ„o P˙blica no Brasil.

Gest„o por resultados na produÁ„o de serviÁos p˙blicos. ConvergÍncias e diferenÁas entre a gest„o p˙blica e privada. Empreendedorismo governamental e novas lideranÁas no setor p˙blico. Processos participativos de gest„o p˙blica: conselhos de gest„o, orÁamento participativo, parceria entre governo e sociedade.

Governo EletrÙnico. TransparÍncia na administraÁ„o p˙blica. NoÁıes de Cidadania. Controle social e cidadania. Governabilidade, GovernanÁa e accountability. O Estado olig·rquico e patrimonial, o Estado autorit·rio e burocr·tico, o Estado de bem-estar, o Estado regulador.

Resumos de:

IntermediaÁ„o de interesses (clientelismo, corporativismo e neocorporativismo). MudanÁas institucionais: organizaÁıes sociais, OrganizaÁ„o da Sociedade Civil de Interesse

07/02/2018

17/02/2018

21/02/2018

organizaÁıes sociais, OrganizaÁ„o da Sociedade Civil de Interesse 07/02/2018 17/02/2018 21/02/2018

Prof. Carlos Xavier

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

P·gina 3 de 11

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula 00

P˙blico (OSCIP), agÍncia reguladora, agÍncia executiva. Processo de formulaÁ„o e desenvolvimento de polÌticas:

P˙blico (OSCIP), agÍncia reguladora, agÍncia executiva.

Processo de formulaÁ„o e desenvolvimento de polÌticas: construÁ„o de agendas, formulaÁ„o de polÌticas, implementaÁ„o de polÌticas. As polÌticas p˙blicas no Estado brasileiro contempor‚neo: DescentralizaÁ„o e democracia; ParticipaÁ„o, atores sociais e controle social; Gest„o local, cidadania e equidade social.

Aula 06

Aula 07

Aula 08

Aula 09

Resumos de:

Vis„o geral sobre gest„o de pessoas.

LideranÁa

28/02/2018

MotivaÁ„o.

Resumos de:

 

Avaliação de desempenho

 
 

07/03/2018

Cultura e clima.

 

Gest„o por competÍncias

 

Resumos de:

 

Recrutamento e SeleÁ„o.

 

14/03/2018

CapacitaÁ„o

de

pessoas.

Gest„o

do

conhecimento

e

aprendizagem

Resumos de:

 

Grupos e equipes.

 

21/03/2018

Gest„o de conflitos.

Cargos, carreiras e sal·rios. Qualidade de Vida no Trabalho.

  21/03/2018 Gest„o de conflitos. Cargos, carreiras e sal·rios. Qualidade de Vida no Trabalho.

AlguÈm pode estar se perguntando:

- Carlos, e se eu quieser estudar o conte˙do completo, vocÍ

me recomenda algum curso?!

Prof. Carlos Xavier

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

P·gina 4 de 11

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula 00

- R.: Sim! Recomendo os seguintes cursos meus no EstratÈgia:

AdministraÁ„o para concursos:

https://www.estrategiaconcursos.com.br/curso/administracao-para-

concursos-com-videoaulas-curso-regular-2017-201707180223/

Gest„o de pessoas para concursos:

https://www.estrategiaconcursos.com.br/curso/gestao-de-pessoas-

para-concursos-com-videoaulas-curso-regular-2017-201707180219/

Ent„o, est„o prontos para iniciarmos o conte˙do?

Boa aula!

Prof. Carlos Xavier www.facebook.com/professorcarlosxavier www.youtube.com/profcarlosxavier Instagram: @Professorcarlosxavier

ObservaÁ„o importante:

ObservaÁ„o importante:

ObservaÁ„o importante:

Este curso È protegido por direitos autorais (copyright), nos termos da

Lei 9.610/98, que altera, atualiza e consolida a legislaÁ„o sobre

direitos autorais e d· outras providÍncias.

Grupos de rateio e pirataria s„o clandestinos, violam a lei e prejudicam

os professores que elaboram os cursos. Valorize o trabalho de nossa

equipe adquirindo os cursos honestamente atravÈs do site EstratÈgia

Concursos.

Prof. Carlos Xavier

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

P·gina 5 de 11

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula 00

2.

Resumo - TGA

Teoria

Teoria Cl·ssica

Teoria da Adm. CientÌfica

nfase

Na estrutura

Nas tarefas

da Adm. CientÌfica nfase Na estrutura Nas tarefas RelaÁıes Humanas Nas pessoas No ecleticismo:

RelaÁıes

Humanas

Nas pessoas

No ecleticismo:

Neocl·ssica

tarefas, pessoas

e

estrutura.

Burocracia

Na estrutura

Estruturalista

Na estrutura e ambiente

Comportamental

Nas pessoas e ambiente

Sistemas

No ambiente

ContingÍncia

No ambiente e tecnologia, sem desprezar

tarefas, pessoas

e estrutura.

Sistemas No ambiente ContingÍncia No ambiente e tecnologia, sem desprezar tarefas, pessoas e estrutura.
Sistemas No ambiente ContingÍncia No ambiente e tecnologia, sem desprezar tarefas, pessoas e estrutura.
sem desprezar tarefas, pessoas e estrutura. Abordagem da organizaÁ„o OrganizaÁ„o formal
sem desprezar tarefas, pessoas e estrutura. Abordagem da organizaÁ„o OrganizaÁ„o formal
sem desprezar tarefas, pessoas e estrutura. Abordagem da organizaÁ„o OrganizaÁ„o formal
sem desprezar tarefas, pessoas e estrutura. Abordagem da organizaÁ„o OrganizaÁ„o formal
sem desprezar tarefas, pessoas e estrutura. Abordagem da organizaÁ„o OrganizaÁ„o formal

Abordagem

da

organizaÁ„o

OrganizaÁ„o

formal

OrganizaÁ„o

formal

CaracterÌsticas

ConcepÁ„o

Comportamento

Sistema de

b·sicas da administraÁ„o

do homem

organizacional do indivÌduo

incentivos

Engenharia humana / engenharia de produÁ„o

Engenharia humana / engenharia de produÁ„o

Homem

EconÙmico

Homem

EconÙmico

Ser isolado que reage como indivÌduo

Ser isolado que reage como indivÌduo

Incentivos materiais

e salariais

Incentivos materiais

e salariais

materiais e salariais Incentivos materiais e salariais OrganizaÁ„o informal Ser social que reage como membro
materiais e salariais Incentivos materiais e salariais OrganizaÁ„o informal Ser social que reage como membro

OrganizaÁ„o

informal

Ser social que reage como membro do grupo social

Incentivos sociais e

simbÛlicos

CiÍncia social aplicada

Homem Social

Sociologia da

burocracia

Homem

Organizacional

e

Administrativo

Ser racional e social focado no alcance de objetivos

individuais e organizacionais

Incentivos mistos, tanto materiais quanto sociais.

Homem

Organizacional

Homem

Organizacional

Homem

Administrativo

Homem

Funcional

Ser isolado que reage como ocupante de um cargo

Ser social que vive dentro de organizaÁıes

Ser racional tomador de decisıes quanto ‡ participaÁ„o nas organizaÁıes

Desempenho de papÈis

Desempenho de papÈis

Incentivos materiais

e salariais

Incentivos mistos, tanto materiais como sociais.

Incentivos mistos

Incentivos mistos

Incentivos mistos

OrganizaÁ„o

TÈcnica social b·sica e

formal e

administraÁ„o por

informal

objetivos

OrganizaÁ„o

formal

OrganizaÁ„o

Sociedade de

formal e

organizaÁıes e

informal

abordagem m˙ltipla

OrganizaÁ„o

CiÍncia

formal e

comportamental

informal

aplicada

OrganizaÁ„o

Abordagem sistÍmica:

Vari·vel

Abordagem

dependente do

contingencial:

Homem

ambiente e da

administraÁ„o

Complexo

tecnologia

contingencial.

como um

sistema

administraÁ„o de sistemas

administraÁ„o de sistemas

Fonte: Elaborado pelo autor. Adaptado de Chiavenato (2011).

Prof. Carlos Xavier

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

P·gina 6 de 11

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula 00

3.

Resumo: processo administrativo e comunicaÁ„o.

1-

consideradas como um todo integrado. Ele vem da literatura neocl·ssica, que busca explicar como as funÁıes administrativas s„o desenvolvidas pelas organizaÁıes.

È o conjunto das funÁıes administrativas,

Processo administrativo

As funÁıes do processo administrativo s„o:

Planejamento: È a funÁ„o respons·vel pela tomada de decis„o sobre o futuro desejado e os caminhos para alcanÁ·-lo. Inclui a tomada de decis„o sobre os meios a serem utilizados;

OrganizaÁ„o: trata-se da funÁ„o de estruturar os recursos disponÌveis para que tudo aquilo que foi planejado possa ser executado (como quando vocÍ “organiza” sua casa). Abrange tarefas, pessoas, Ûrg„os e relaÁıes.

DireÁ„o: È a funÁ„o de conduzir a execuÁ„o dos trabalhos que foram planejados, para que os objetivos da organizaÁ„o possam ser atingidos, com base em lideranÁa e comunicaÁ„o para motivaÁ„o dos funcion·rios.

Controle: trata-se da funÁ„o administrativa na qual os resultados obtidos pela organizaÁ„o/direÁ„o s„o analisados em funÁ„o daquilo que havia sido planejado.

Vale lembrar que a função “organização”, est· relacionada ao desenho da

estrutura organizacional (estratÈgica); da estrutura de Ûrg„os, cargos, rotinas

e procedimentos de cada departamento (t·tica); e definiÁ„o de mÈtodos e

processos de trabalho e de operaÁ„o (operacional). Trata, especificamente, da

obtenÁ„o dos meios para que se possa pÙr em pr·tica o planejamento.

Veja aqui um resumo em vÌdeo sobre processo administrativo:

https://www.youtube.com/watch?v=I2Ihg18K-S0

2-

 

ComunicaÁ„o

 

A

comunicaÁ„o pode ser formal ou informal. A comunicaÁ„o formal È aquela

que se d· por canais oficiais de comunicaÁ„o. A comunicaÁ„o informal, È aquela que se d· por meio dos grupos informais dentro da organizaÁ„o

espont‚neos.

Tanto nas organizaÁıes quanto nos grupos, a comunicaÁ„o exerce diferentes funÁıes. De forma geral, considera-se que ela pode servir para controlar, motivar, gerar express„o emocional e para transmitir informaÁıes.

Prof. Carlos Xavier

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

P·gina 7 de 11

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula 00

Algumas barreiras ‡ comunicaÁ„o podem ser: A Filtragem; PercepÁ„o seletiva;

Sobrecarga de informaÁ„o; Aspectos emocionais; Idioma/sem‚ntica/m·

codificaÁ„o e decodificaÁ„o; SilÍncio; Medo da comunicaÁ„o; DiferenÁas de

gÍnero; Comunicação “politicamente correta” e o Sistema cognitivo.

Existem diferentes elementos do processo de comunicaÁ„o. Geralmente se considera que s„o os seguintes: Fonte; o transmissor; o canal; o receptor; o destino e o ruÌdo.

A comunicaÁ„o pode ser realizada de forma verbal (oral ou escrita) e n„o

verbal.

3-

Redes de comunicaÁ„o.

 

A

comunicaÁ„o organizacional se utiliza de redes que podem ser de car·ter

formal e informal.

… possÌvel classificar as redes formais nos seguintes tipos principais:

Rede tipo cadeia: … uma rede de comunicaÁıes formal estruturada de acordo com a cadeia de comando. Cada chefe se comunica formalmente com seus subordinados e vice-versa.

Rede tipo cÌrculo: s„o redes de comunicaÁ„o na qual cada integrante tem contato lateral com algumas pessoas, fazendo com que a comunicaÁ„o forme um cÌrculo pela organizaÁ„o.

Rede tipo roda: trata-se de uma rede que se organiza em torno de uma pessoa, que È o centro da rede, favorecendo a lideranÁa.

Rede tipo todos os canais: trata-se de uma rede onde as pessoas possuem liberdade para contribuir no processo, e n„o h· a figura de um lÌder em torno de quem as informaÁıes s„o centralizadas.

AlÈm dessas redes de comunicaÁ„o formal, existe ainda a rede de rumores, que È uma rede informal de comunicaÁıes na organizaÁ„o.

Veja aqui um resumo em vÌdeo sobre ComunicaÁ„o:

https://www.youtube.com/watch?v=5kLrLKeOFGQ

Prof. Carlos Xavier

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

P·gina 8 de 11

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula 00

4.

Resumo: processo decisÛrio.

Processo decisÛrio È o que permite a escolha entre caminhos a seguir com base no problema ou oportunidade apresentados.

Existem trÍs modelos comuns em prova para a tomada de decis„o: O modelo intuitivo: È um modelo no qual a tomada de decis„o È feita por meio de um processo inconsciente, baseado na intuiÁ„o. O modelo racional: trata-se da decis„o tomada de modo a maximizar o valor do resultado. E o modelo da racionalidade limitada: aqui, considera-se que n„o h· uma ˙nica decis„o que seja “a melhor de todas”, mas sim um conjunto de decisões diferentes que satisfazem diferentes critÈrios.

Chiavenato (2011) afirma que o processo decisorial envolve sete etapas:

PercepÁ„o da situaÁ„o que envolve algum problema; An·lise e definiÁ„o do problema; DefiniÁ„o dos objetivos; Procura de alternativas de soluÁ„o ou de cursos de aÁ„o; Escolha (seleÁ„o) da alternativa mais adequada ao alcance dos objetivos; AvaliaÁ„o e comparaÁ„o das alternativas; ImplementaÁ„o da alternativa escolhida.

Outro ponto importante È conhecer os diferentes estilos decisÛrios. Duas caracterÌsticas diferenciam os estilos decisÛrios: Quanto ao uso da informaÁ„o:

Podem ser Maximizadores ou Satisfacientes, ou quanto ao foco em alternativas para decis„o: Podem ser Unifoco Ou Multifoco.

VocÍ deve considerar que todas as decisıes possuem os seguintes elementos:

1.O estado da natureza; 2. A situaÁ„o; 3. O tomador de decisıes; 4. Os objetivos;5. As preferÍncias; 6. EstratÈgia; 7. O resultado/consequÍncias

As principais armadilhas na tomada de decis„o s„o: Armadilha de ‚ncora, ou ancoragem: Consiste em dar maior peso a informaÁıes anteriores, que “ancoram” indevidamente o pensamento. Armadilha de Status quo: h· certa acomodaÁ„o ao status quo e o gestor tende a gerar alternativas e informaÁıes semelhantes ‡s que foram pensadas no passado ou apresent·-las sob nova roupagem. Armadilha de custo irrecuper·vel, ou custo afundado:

Acontece quando as decisıes s„o tomadas hoje com base em perdas e ganhos ocorridas no passado. Armadilha de evidÍncia confirmadora: consiste em buscar ou aceitar evidÍncias marcantes e polÍmicas, mas n„o confirmadas, para justificar o instinto do tomador de decis„o. Armadilha do uso de tabelas comparativas: A forma atravÈs da qual os problemas e oportunidades s„o estruturados podem influenciar na escolha do decisor sem que este perceba. Armadilha de estimativa / precis„o: A autoconfianÁa das pessoas em sua precis„o faz com que essas tomem como certos os eventos e informaÁıes que na verdade s„o meras especulaÁıes com baixa precis„o. Armadilhas de confianÁa e de prudÍncia: o excesso de confianÁa e de

Prof. Carlos Xavier

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

P·gina 9 de 11

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula 00

prudÍncia faz com que as pessoas desconsiderem as diferentes possibilidades intervenientes ou busquem um excesso de informaÁıes que pode atÈ prejudicar o processo decisÛrio.

Principais tÈcnicas para a tomada de decisıes programadas:

TÈcnicas tradicionais

TÈcnicas modernas

H·bitos e costumes

Procedimentos administrativos padronizados;

Estrutura organizacional com subobjetivos claros

Expectativas comuns na organizaÁ„o;

Canais de comunicaÁ„o bem definidos.

• Canais de comunicaÁ„o bem definidos. • An·lises matem·ticas; • Planilhas; •
• Canais de comunicaÁ„o bem definidos. • An·lises matem·ticas; • Planilhas; •

An·lises matem·ticas;

Planilhas;

Pesquisa operacional;

Programas

computador;

de

SimulaÁıes computacionais;

Processamento de dados

Principais tÈcnica para a tomada de decisıes n„o programadas:

TÈcnicas tradicionais TÈcnicas modernas • Julgamento, intuiÁ„o e criatividade; • ContrataÁ„o de
TÈcnicas tradicionais TÈcnicas modernas • Julgamento, intuiÁ„o e criatividade; • ContrataÁ„o de

TÈcnicas tradicionais

TÈcnicas modernas

Julgamento, intuiÁ„o e criatividade;

ContrataÁ„o de executivos especializados;

Normas pr·ticas (guias) para tomada de decisıes imprevistas.

HeurÌstica: raciocÌnio largo e empÌrico, baseado em ‚ncoras de pensamento, disponibilidade de informaÁıes, etc. Podem advir de:

Treinamento dos tomadores de decis„o;

Sistemas de apoio ‡ decis„o corporativa

etc. Podem advir de: • Treinamento dos tomadores de decis„o; • Sistemas de apoio ‡ decis„o
etc. Podem advir de: • Treinamento dos tomadores de decis„o; • Sistemas de apoio ‡ decis„o

Prof. Carlos Xavier

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

P·gina 10 de 11

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula

Resumos de AdministraÁ„o e Gest„o de Pessoas em PDF Teoria Prof. Carlos Xavier - Aula 00

AlÈm de saber tudo isso, È importante tambÈm conhecer as principais tÈcnicas de apoio ‡ tomada de decisıes, que se aplicam nas diferentes etapas do processo decisÛrio, conforme a seguir:

Etapa do processo decisÛrio

Principais ferramentas de apoio

IdentificaÁ„o do problema/oportunidade

DiagnÛstico

GeraÁ„o de alternativas

Escolha de uma alternativa

AvaliaÁ„o da decis„o

Gr·fico de Ishikawa

5W2H

Diagrama de Pareto

Gr·fico de Ishikawa

5W2H

Diagrama de Pareto

Brainstorming

Brainwriting

An·lise de vantagens x desvantagens Tabela de decisıes e ·rvore de decisıes An·lise do campo de forÁas Modelo multicriterial

An·lise de vantagens x desvantagens Tabela de decisıes e ·rvore de decisıes An·lise do campo de forÁas Modelo multicriterial

Um vÌdeo de resumo que preparei no youtube para esse tÛpico

(extra):

https://www.youtube.com/watch?v=MEOLpP8O6-4

Um abraÁo!

Prof. Carlos Xavier www.facebook.com/professorcarlosxavier www.youtube.com/profcarlosxavier Instagram: @Professorcarlosxavier

Prof. Carlos Xavier

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

P·gina 11 de 11