Você está na página 1de 221

FLEX

Motores Volume 1

Flex
Doblò, Idea, Mille, Palio, Punto, Stilo
FIAT

Flex FORD
Ecosport, Fiesta, Focus, Ka
Esquemas elétricos
de controle de
motores Flex
Volume 1

Goiânia, agosto de 2008

Autor:
Fábio Ribeiro von Glehn

RESPEITE O DIREITO AUTORAL.


É ELE QUE GARANTE A CONTINUIDADE DE
PRODUÇÃO INTELECTUAL DE NOSSO PAÍS.

Nenhuma parte deste livro poderá ser reproduzida sejam quais forem os
meios empregados sem a permissão, por escrito, do autor.

Aos infratores se aplicam as sanções previstas nos;


artigos 102 a 106 da Lei n° 9.61 Ode 19 de fevereiro de 1998. 00104
Sumário

FIAT

Doblo 1.8 Flex Delphi MT27E 18


Idea 1.4 Flex Bosch ME7.9.9 30
Idea 1.8 Flex Delphi MT27E 42
Mille 1.0 Flex Magneti Marelli IAW 4AF 54
Palio / Siena / Strada 1.0 08V flex Magneti Marelli IAW 4AF com Computador de bordo 62
Palio / Siena / Strada 1.0 08V flex Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo 74
Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo e
Palio / Siena / Strada 1.0 08V flex 86
imobilizador no painel
Palio / Siena / Strada 1.3 08V flex Magneti Marelli IAW 4AF com Computador de bordo 62
Palio / Siena / Strada 1.3 08V flex Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo 74
Palio / Siena / Strada 1.4 08V flex Magneti Marelli IAW 4SF com Computador de bordo 98
Magneti Marelli IAW 4SF ou IAW 4DF sem Computador de
Palio / Siena / Strada 1.4 08V flex 122
bordo e imobilizador no painel
Palio / Siena / Strada 1.4 08Vflex Magneti Marelli IAW 4SF sem Computador de bordo 110
Palio / Siena / Strada 1.8 08V flex Delphi MT27E com Computador de bordo 134
Palio / Siena / Strada 1.8 08V flex Magneti Marelli IAW 4SF com Computador de bordo 98
Palio / Siena / Strada 1.8 08V flex Delphi MT27E com Computador de bordo 134
Punto 1.4 08V flex Magneti Marelli IAW 4DF com Computador de bordo 150
Punto 1.8 08V flex Delphi MT27E com Computador de bordo 162
Magneti Marelli IAW 4SF com Computador de bordo tetra-
Siena 1.4 08V flex 146
fuel
Stilo 1.8 Flex Delphi MT27E 174

FORD

Courier 1.6 flex Magneti Marelli IAW 4AFR ou 4CFR 186


Ecosport 1.6 flex Magneti Marelli IAW 4AFR ou 4CFR 186
Fiesta 1.0 flex Magneti Marelli IAW 4AFR ou 4CFR 186
Fiesta 1.6 flex Magneti Marelli IAW 4AFR ou 4CFR 186
Focus 1.6 flex FoMoCo EEC-VI 198
Ka 1.0 flex FoMoCo EEC-VI 210
Ka 1.6 flex FoMoCo EEC-VI 210
Tecnologia Flex

Motores flex
Motores flex são motores que podem queimar uma combinação qualquer de gasolina e álcool sem
a intervenção do motorista.
Em 1931, o Brasil começou a misturar álcool à gasolina. No início, a quantidade de álcool era tímida,
de apenas 5% em cada litro do combustível de petróleo. A idéia original era fortalecer a produção de cana-de-
açúcar, que não vinha bem há décadas. Em 1975 a mistura passou fazer diferença no preço da gasolina, com
um percentual bem maior no combustível vendido ao consumidor. Com o lançamento do Proálcool, durante
o governo de Ernesto Geisel (1974 - 1979), tornou-se obrigatória a solução com 20% do produto da cana e
80% de gasolina. A última regulamentação até a presente data a respeito do assunto, foi formatada pela lei
10696 de 2 de julho de 2003 que em seu artigo 18 possui a seguinte redação:
o o
Art. 18. O § 1 do art. 9 da Lei n° 8.723, de 28 de outubro de 1993, passa a vigorar com a seguinte
redação:
o
"Art. 9 ....
o
§ 1 O Poder Executivo poderá elevar o referido percentual até o limite de vinte e cinco por cento ou
reduzi-lo a vinte por cento.
Essa possibilidade de combinações exigiu a criação de uma codificação. O álcool utilizado no Brasil é o
etanol (em outros países existe o metanol), assim, quando dizemos que temos no reservatório um combustível
E100 estamos dizendo que trata-se de um combustível 100% etanol. Com a lei 10696, a gasolina brasileira
passa a ser denominada E20-25, ou seja uma gasolina com um percentual de etanol entre 20 e 25%. Como
no Brasil não existe uma gasolina pura (E0), podemos dizer que o combustível dos motores flex é do tipo
E20-100 o que significa dizer que este motor deverá funcionar perfeitamente com uma gasolina com um teor
de etanol igual a 20% até o limite do etanol puro (100%).
Para entender como a unidade de controle do motor (UCM) irá gerenciar o funcionamento desse
motor de combustível variável, você deverá entender alguns conceitos:
1 - A combustão do ar e a Relação Ar - Combustível (RAC)
2 - Mecânica dos fluídos e a determinação do tempo de injeção
3 - Autoadaptatividade e erro sistemático
4 - Calor latente de evaporação e o problema da partida a frio

A combustão do ar e como se determina a relação ar-combustíuel (RAC)


De modo genérico, a combustão ou queima é uma reação química exotérmica (com liberação de calor
para o ambiente) entre uma substância (o combustível) e um gás (o comburente), usualmente o oxigênio,
para liberar energia. No nosso caso específico, o comburente será sempre o oxigênio o que significa que em
uma combustão completa ou estequiométrica, o combustível reagirá com o comburente, e como resultado
obteremos dióxido de carbono, vapor d'água e energia.
Afonte fornecedora de oxigênio é o próprio ar atmosférico. Sendo este composto basicamente de dois
gases: nitrogênio e oxigênio na proporção de 79% e 21 % respectivamente. Como não existe um processo de
separação do nitrogênio, teoricamente este será admitido e expelido sem participar efetivamente da reação
química.
Afigura abaixo ilustra como determinamos a equação química da combustão do etanol.
Figura 1: Determinação da equação química da combustão completa do etanol

4
Tecnologia Flex
Uma vez determinadas as incógnitas, a
equação pode ser reescrita substituindo os valores
de "a", "b" e "c". Antes porém de seguirmos adiante
é bom sabermos que cada componente químico
possui uma massa atômica específica. A tabela
ao lado relaciona os elementos químicos que nos
interessam neste momento, e a figura 2 nos ensina,
como a partir da equação estequiométrica, obter a
relação ar combustível.

De modo análogo ao etanol podemos fazer estes cálculos para qualquer outro combustível. No caso
específico da gasolina pura sem álcool o carbono representa cerca de 86% em massa e o hidrogênio os 14%
restantes. Nestas condições, chega-se a uma RAC de 14,7 g/g.
Para evitar cálculos complexos na determinação da RAC de gasolinas com diferentes teores de etanol,
adotaremos a seguinte estratégia: a RAC é uma função linear do teor de etanol na gasolina. Essa estratégia
pode ser visualizada na figura 3.

Figura 3: Determinação da relação ar combustível de uma mistura gasolina - etanol

Para auxiliá-lo no entendimento da figura 3, tomemos como exemplo o combustível E24 (24% de
etanol). Aplicando a equação RAC = -0,057*24 + 14,7, chegamos facilmente a RAC (E24) = 13,3 g/g

5
Tecnologia Flex

Princípio de mecânica dos fluidos - como determinar o tempo de injeção

O primeiro conceito que devemos ter em mente quando paramos para pensar o que ocorre no injetor de
combustível é a lei da conservação da energia. No caso de escoamento sem atrito de fluidos incompressíveis
e sem transferência de calor a equação da conservação da energia pode ser escrita de forma simplificada
pela equação de Bernoulli identificada abaixo e onde P = pressão, p = densidade do fluido, u = velocidade
do fluido, g = aceleração da gravidade e h é a altura.

Equação de Bernoulli

2
O termo P/p é interpretado como uma energia estática. O termo D /2 é a energia cinética, enquanto
o termo g * h representa a energia potencial gràvitacional.
Isolando corretamente o termo D2 que representa a velocidade do fluido na descarga, chegamos à
equação:

D2 (P1 - P2) + 2 * g * h

O coeficiente de velocidade (p
foi introduzido na equação para que as
perdas no escoamento sejam levadas em
consideração.
Outro conceito importante é a lei
da conservação das massas ou a equação
da continuidade. Numa condição em que
o perfil de velocidade nas seções de
alimentação e descarga são uniformes,
a equação da continuidade estabele que:
m = p * A1 * D1 = p * A2 * D2 = constante
onde m é o fluxo de massa, p é a densidade
do fluido, A é a área da seção transversal e
D é a velocidade do fluido. Se o escoamento
for de um fluido incompressível (p =
constante), a vazão (Q) em volume também
é conservada. E neste caso a equação da continuidade pode ser simplificada para a equação seguinte:
Q = A1 * D1 = A2 * D2 = constante
Combinando-se a equação da velocidade do fluido no escoamento com a definição de vazão em
volume chegamos à seguinte conclusão:

Q = a * (p* A2 * \ / - ( P 1 - P 2 ) + 2 * g * h
y P onde o termo a é um coeficiente de contração que depende da
forma do orifício.
Nós já sabemos que RAC = massa de ar / massa de combustível, logo, a massa de combustível é a
relação entre a massa de ar e a RAC. Massa de combustível também pode ser dada pela seguinte equação:
mc = p * Q * tinj. Ou seja, a massa de combustível depende da densidade do combustível, da vazão de
combustível pelo injetor e do tempo em que esse injetor fica aberto. Logo ajustando todas as equações,
temos:
m a r
tinj =
R A C * p * <x*(p*A2 • \ / - ( P 1 - P 2 )
y P onde o termo 2 * g * h foi desprezado, visto que praticamente
não existe diferença de altura no injetor de combustível. E sem se esquecer que a UCM também controla a
frequência de abertura do injetor, em outras palavras o tempo de injeção determina a massa e a frequência
0 fluxo de massa de combustível.
Talvez até aqui, boa parte das pessoas não tenham entendido o raciocínio, no entanto veja que a
interpretação deste resultado é relativamente simples:
1 - Quanto maior for a massa de ar admitida, maior deverá ser o tempo de injeção. A massa de ar é medida
6 diretamente ou indiretamente pelo sistema de controle do motor e antes dos motores flex, era a única variável
Tecnologia Flex
dessa equação;
2 - Os termos a, (p e A2 dependem de características geométricas do injetor. Isso significa que injetores
diferentes debitam diferentes quantidades de combustível. Não se trata de uma variável, mas de uma
definição de projeto, o que representa um termo constante. Ou seja, se você trocar o injetor por outro com
características diferentes do injetor do projeto, estará induzindo a unidade de controle do motor a um erro.
Por isso é importante limpar o injetor, pois na realidade você está reconstituindo sua área e seus coeficientes
originais;
3 - A densidade do combustível influencia no cálculo do tempo de injeção. Quanto maior a densidade do
combustível, menor a necessidade de tempo de injeção. A densidade da gasolina encontra-se entre 0,720 a
0,775 kg/l, enquanto a do etanol é de 0,79 kg/l;
4 - 0 termo (P1 - P2) é a diferença entre a pressão da linha de combustível e a pressão do ar no duto de
admissão onde está inserido o injetor. Por isso é importante verificar a pressão da linha de combustível, a
UCM assume este valor como conhecido e se for alterado, induzirá a UCM ao erro;
5 - Finalmente o termo RAC, que depende fundamentalmente do combustível utilizado. Em condições
idênticas, um motor a álcool que possui RAC menor exigirá um tempo de injeção maior quando comparado
a um motor a gasolina. A determinação da RAC é o ponto que torna a estratégia do motor flex diferente da
estratégia do motor convencional que utiliza um único tipo de combustível.
Então a UCM é capaz de calcular o tempo de injeção para uma condição ideal com um combustível
EO (tO) e com um combustível E100 (t100) e ainda existe o tempo de injeção real aplicado ao injetor (tr). Agora
a idéia é similar ao da determinação da RAC. Veja o gráfico ao lado.
Mas o que faz a UCM encontrar um tempo de injeção (tr) diferente de t0 e de t100, caso tenhamos
no reservatório uma mistura qualquer de gasolina e
álcool? Figura 5: Determinação do teor de etanol
É aí que entra a sonda lambda como elemento
de realimentação no sistema de controle. Lembra da
equação estequiométrica? Pois bem, se a mistura de ar-
combustível na admissão tiver um excesso de oxigênio,
este será expelido na descarga e detectado pela sonda
lambda ou sensor de oxigênio. Em condições de
estabilidade de funcionamento, a UCM então, deverá
processar uma correção no sentido de aumentar o
tempo de injeção no intuito de buscar a queima ideal.
Essa correção, em geral, ultrapassa os limites do ideal
e a mistura que era pobre de combustível fica rica no
instante seguinte, o que provoca falta de oxigênio no
escape e a necessidade de se reduzir o tempo de
injeção. A UCM fica procurando a cada instante a
queima ideal.
Como existem outros fatores como não homegeneidade da mistura ar-combustível, o envelhecimento
do motor, queima de vapor de óleo lubrificante, vapor de combustível proveniente do sistema anti-evaporativo
e outras inúmeras fontes de erro e que são impossíveis de serem determinadas, então é a realimentação do
sistema, através do sinal da sonda de oxigênio no escapamento, quem vai mimizar essas fontes de erro.
É por isso que foi incluído na lista um entendimento mínimo sobre ...

7
Tecnologia Flex
Autoadaptatívidade e erro sistemático
Conceitualmente erro sistemático é a diferença
entre a média de um número considerado suficiente de
Figura 6: Erro sistemático
medições e o resultado verdadeiro esperado. O erro
sistemático indica a tendência de um instrumento, ou
de um sistema de controle, em registrar resultados
sistematicamente acima ou abaixo do valor real e
qual a amplitude esperada dessa variação. Para você
entender melhor, veja um exemplo num alvo de tiro.
No exemplo da figura 6, apesar do atirador mirar
no centro do alvo, observe que ele sistematicamente
acerta acima e à direita do objetivo dele. Podemos
afirmar que o instrumento utilizado pelo atirador possui
um erro sistemático associado.
A questão agora é: É possível acertar o
centro do alvo com um instrumento que sabidamente
possui um erro sistemático associado? Não é preciso
pensar muito para responder que sim e a solução é
extremamente simples. Basta o atirador deslocar a mira
para a esquerda e abaixo de modo a deslocar a média
dos seus tiros para o centro do alvo. Veja a figura 7 Figura 7: Compensação do erro sistemático
com o que acabo de descrever.
Então, um erro s i s t e m á t i c o p o d e s e r
compensado. E é exatamente isso o que quer dizer
autoadaptatívidade nas estratégias de funcionamento
de uma unidade de controle do motor.
Lembra o conceito? "... entre a média de um
número considerado suficiente de medições ..." , o
projetista define esse "número suficiente de medições"
e a partir daí o sistema é capaz de calcular a média,
verificar o quanto desvia do alvo e compensar para
evitar o erro. Em outras palavras, o sistema torna-
se inteligente o suficiente para reaprender o cálculo
levando em consideração os próprios erros.
A estratégia de autoadaptatívidade apareceu
nos sistemas de injeção eletrônica em veículos brasileiros em 1997. Com a estratégia da autoadaptatívidade
tornou-se possível corrígir,o cálculo do tempo de injeção na medida em que o motor envelhecia.
Imagine a situação de um veículo com um combustível E24 com uma certa quantidade de combustível
no reservatório e que é reabastecido com E100 de tal modo que o novo combustível no tanque mude de E24
para E50 por exemplo. Inicialmente a UCM irá calcular um tempo de injeção t24 que é muito pouco para um
combustível E50, ou seja, acabamos de introduzir um erro sistemático. A mistura vai ficar pobre, só que na
estratégia flex esse tal "numero suficiente de medições" é reduzido todas as vezes que a UCM percebe um
aumento no nível do reservatório de combustível. Em outras palavras, a autoadaptatívidade é acelerada e a
UCM é capaz de encontrar rapidamente t50 e com isso determinar a existência de um E50 no reservatório
até que seja feito um novo abastecimento.
A partir da determinação do teor de combustível no reservatório, a UCM passa a calcular normalmente
o tempo de injeção, só que agora levando em consideração a nova RAC e volta com a estratégia de
autoadaptatívidade lenta para acompanhar o envelhecimento do motor e outras fontes de erro.
Entretanto o etanol traz consigo alguns inconvenientes a serem estudados...

8
Tecnologia Flex
Calor latente de evaporação e o problema da partida a frio

O combustível é dosado na forma líquida, mas é queimado na forma gasosa. Portanto, o combustível
obrigatoriamente terá que mudar seu estado físico de líquido para gas e isso só é possível com o fornecimento
de calor. Essa energia vem do próprio ar que se resfria (perde calor sensível) enquanto o combustível
pulverizado troca de estado (recebe calor latente).
Quem já trabalhou com motores carburados vai lembrar de uma série de estratégias utilizadas para
aquecer o ar:
1 - circular água quente pela base do carburador;
2 - captar ar quente das proximidades do coletor de escape para o coletor de admissão
3 - circular gases de escape pelas paredes do coletor de admissão
4 - instalar uma resistência de aquecimento elétrico no coletor de admissão
Essas soluções desapareceram naturalmente com a introdução da injeção eletrônica e uma linha
de combustível pressurizada. Contudo, mesmo hoje temos o exemplo dos motores diesel common rail com
velas aquecedoras. A questão é a mesma, precisamos da energia térmica acumulada no ar para transformar
0 combustível de líquido para gás. Esse calor necessário é da ordem de 380 a 500 kJ/kg no caso da gasolina,
e de 904 kJ/kg no caso do etanol. Em resumo, precisa-se de 2 a 3 vezes mais calor para transformar de
líquido para gás o etanol se comparado com a gasolina.
O problema se agrava quando o ar e os componentes do motor estão frios. A solução encontrada
para a questão da partida a frio foi a introdução de um pequeno reservatório com gasolina. Assim a UCM
deverá controlar o acionamento da partida a frio quando ocorrer a seguinte situação:
1 - A temperatura da água do motor estiver abaixo de um determinado valor, por exemplo 17°C;
2 - 0 teor de álcool no combustível for superior a um determinado valor, por exemplo 30%
A temperatura da água é determinada diretamente com o uso de um sensor de temperatura. Já o
teor de álcool deverá ser armazenado quando do último funcionamento do motor. Assim, quando se desliga
o veículo, a UCM deverá guardar o teor de etanol preparando-se para a próxima partida.
Isso porque se tivermos um combustível E24 no reservatório principal será desnecessário ativar a
partida a frio, bem como se a temperatura ambiente no ato da partida for da ordem de 25°C.
Outra solução ainda não adotada seria o aquecimento do combustível ainda no injetor.
Como ler os esquemas elétricos

Principais simbologias adotadas


+30 Linha 30 proveniente do positivo de bateria
+15 Linha 15, positivo pós chave de ignição
+50 Linha 50, positivo para partida do motor
Retângulo central cinza Unidade de Comando do Motor (UCM)
Oval preto com numeração branca DENTRO do
Lir\ha de sinal proveniente de um senspr
retângulo central cinza
Linha positiva, em geral protegida por um fusível e
Oval preto com numeração branca FORA do
que está vinculada a um ou mais retângulos brancos
retângulo central cinza
com a mesma numeração escrita
Linha positiva proveniente de algum oval preto FORA
Retângulo branco com numeração
do retângulo central cinza
F15 Fusível 15 na caixa de fusíveis
F20A Fusível de 20 amperes
F12i Fusível 12 na caixa de fusíveis interna
MF05 Maxifusível 05

10
Como ler os esquemas elétricos

11
Como ler os esquemas elétricos

Identificação de cores de fios


AM = Amarelo MR = Marrom
AZ = Azul PT = Preto
AZcl = Azul claro RS = Rosa
AZes = Azul escuro VD = Verde
BG = Bege VDcl = Verde claro
BR = Branco VDes = Verde escuro
CZ = Cinza VI = Violeta
LI = Lilás VM = Vermelho
LR = Laranja BR/PT = Branco e Preto

12
Como ler os esquemas elétricos

Sensores de velocidade do tipo indutivo


Identificação no esquema elétrico: Terminais #A, #B e #C são terminais do sensor
de velocidade;
Como o sinal é gerado ao girar a roda dentada,
não há a necessidade do sensor estar conectado
eletricamente à UCM
Curva característica:

Sensores do tipo indutivo geram o sinal quando


a roda dentada corta o campo magnético do imã
permanente existente no núcleo do indutor. A
existência de uma falha ou a presença de um dente
excedente no conjunto de dentes da roda dentada
serve para identificar urna determinada posição.

Outra opção de teste: Aplicações típicas:


sensor de fase
sensor de ponto morto superior - pms
sensor de rotação do motor
velocidade do veículo
velocidade da bomba de recirculação (ABS)
velocidade da turbina.
velocidade de giro do volante
velocidade de giro do eixo do compressor (A/C)

Atuadores eletromecânicos indutivos


Terminais #A e #B são terminais do atuador;
F# representa um fusível de proteção;
#1 é o terminal de controle do atuador na UCM

Aplicações típicas:
eletroinjetores
bobinas de ignição
corretor da marcha-lenta
eletroválvula do canister
eletroválvula de partida a frio
eletroválvula de controle do variador de fase
eletroválvulas e atuadores em geral
motores e relés

O teste ao lado é válido se a UCM mantiver um


controle pulsado sobre o componente.
13
Como ler os esquemas elétricos

Sensores de velocidade do tipo hall


Identificação no esquema elétrico: Terminais #A, #B e #C são terminais do sensor
de rotação ou velocidade;
Terminal #1+ é o terminal pelo qual a UCM
alimenta positivamente o sensor;
Terminal #2 no oval é o terminal pelo qual a UCM
recebe o sinal de posição;
Terminal #3- é o terminal pelo qual a UCM
mantém um massa de referência.
Curva característica:

Sensores do tipo hall geram o sinais de onda


quadrada, então após a instalação do voltímetro,
gire lentamente o eixo em teste e certifique-se da
alternância entre os patamares de tensão.
Outra opção de teste: Aplicações típicas:
sensor de fase
sensor de ponto morto superior - pms
sensor de rotação do motor
velocidade do veículo
velocidade da bomba de recirculação (ABS)
velocidade da turbina
velocidade de giro do volante
velocidade de giro do eixo do compressor (A/C)

Meça a frequência do sinal gerado. Este deve


aumentar com o aumento da rotação do eixo. Essa
medição pode se tornar instável caso o tamanho das
'janelas' da armadura giratória sejam de tamanhos
diferentes uma das outras.

14
Como ler os esquemas elétricos

Sensores de velocidade do tipo magneto-resistivo


Terminais #A, #B são terminais do sensor de
rotação ou velocidade;
Terminal #1 é o terminal pelo qual a UCM
alimenta o sensor e recebe o sinal;
Terminal #2- é o terminal pelo qual a UCM
mantém um massa de referência.
Curva característica:

Sensores do tipo magneto-resistivo utilizam um anel


liso polarizado que faz parecer aos desavisados que
o sistema não possui um elemento giratório que faz
variar o campo magnético.
Teste em bancada: Aplicações típicas:
R1 sensor de fase
sensor de ponto morto superior - pms
sensor de rotação do motor
12V
velocidade do veículo
velocidade da bomba de recirculação (ABS)
velocidade da turbina
velocidade de giro do volante
velocidade de giro do eixo do compressor (A/C)
Gire lentamente o eixo em teste e certifique-se da
alternância entre os patamares de tensão.

Medidor de massa de ar por filamento ou filme aquecido


Identificação no esquema elétrico: Terminais #A, #B e #C são terminais do sensor
Terminal #1 é o terminal pelo qual a UCM
alimenta o sensor;
Teminal #2 é o terminal pelo qual a UCM recebe
o sinal do sensor
Terminal #3- é o terminal pelo qual a UCM
mantém um massa de referência.
Curva característica:

Varie o fluxo de ar e certifique-se da variação de


tensão no voltímetro 15
Como ler os esquemas elétricos

Sensores de oxigênio - sonda iambda


Identificação no esquema elétrico: Os terminais 1, 2, 3 e 4 são terminais da sonda
lambda
F#1 é o fusível de proteção ligado ao sistema de
F#1 H aquecimento da sonda;
Terminal #2 é o terminal pelo qual a UCM controla
o aquecimento da sonda;
Terminal #3 é o terminal pelo qual a UCM recebe
o sinal da sonda lambda;
Terminal #4 é o terminal pelo qual a UCM mantém
um massa de referência.
Curva característica:
faixa de
sensibilidade
da sonda
Ao gráfico ao lado, mostra que a mistura admitida i 1
é rica se a tensão da sonda for superior a 0,45V e
pobre se a tensão for inferior a este valor. Com o
motor aquecido e em marcha-lenta o normal é que
o sinal da sonda fique oscilando entre 0,1 e 0,9V
vahando entre pobre e rico.

Rica Pobre
Sensor de detonação
Terminais #A, #B são terminais do sensor de
detonação
Curva característica:

Com leves batidas no sensor, o voltímetro alternado


será capaz de captar sinais elétricos gerados no
cristal do sensor de detonação

16
FIAT FLEX 2003 - 2008
Doblo

Delphi MT27E

Idea

Bosch Motronic ME7.9.9


Delphi MT27E

Mille

Magneti Marelli IAW 4AF

Pálio / Siena / Strada

Magneti Marelli IAW 4AF com Computador de bordo


Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo
Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo e imobilizador no painel
Magneti Marelli IAW 4SF com Computador de bordo
Magneti Marelli IAW 4SF sem Computador de bordo
Magneti Marelli IAW 4SF ou IAW 4DF sem Computador de bordo e imobilizador no painel
Delphi MT27E com Computador de bordo

Siena tetra-fuel

Magneti Marelli IAW 4SF com Computador de bordo

Punto

Magneti Marelli IAW 4DF


Delphi MT27E

Stilo

Delphi MT27E
FIAT

B o m b a de combustível
S e n s o r de nivel
de combustível

S e n s o r de velocidade

C o m p u t a d o r de b o r d o
c o m Imobilizador
Incorporado

Painel de instrumentos 5

Eletroválvula do canister

Interruptor de p r e s s ã o
do óleo do motor

18
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT

19
FIAT

20
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT

21
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Alimentação da U.C.E Sensor de detonação
carcaça e massa continuidade pinos M39 e M62 resistência infinita
pino K02 e massa 12,5V
Eletroinjetores
pino K19 e massa 12,5V
Isolado 11,0 a 14,0n
pino K50 e massa 12,5V
pinos M57 e M60 22,0 a 28,0Q
pino K52 e massa 0,05V (ignição desligada)
Doblo pinos M57 e M58 22,0 a 28,0Q
1.8 Flex pino K52 e massa 12,3V (ignição ligada)
pinos M57 e M59 22,0 a 28,0Q
Relê principal
Sistema de ignição
pinosK16eK02 70 a 90Q v
primário isolado 0,4 a 0,6 Q
Sensor de rotação e PMS pinos M01 e M33 0,8 a 1,2 fi
pinos M05 e M22 500 a 610Q secundário isolado 4,2 a 5,2 kQ

Sensor de pressão absoluta Sistema de combustível


Verificar gráfico nas páginas seguintes Pressão da linha 3,5 bar

Sensor de temperatura do ar Válvula de purga do canister


Verificar gráfico nas páginas seguintes isolado 23,0 a 29.0Q
M03 e M57 (canister + injetor) 34,0 a 43,0Q
Sensor de temperatura da água
Verificar gráfico nas páginas seguintes Eletroválvula de partida a frio
pinos M40 e K52 18,0a22,0Q
Sensor posição da borboleta *
Fechada Aberta
* Adote uma margem de 5% para mais ou para menos
B e A (M09 e M13) 1481Q 2690Q
como faixa de tolerância
CeA(M12eM13) 2492Q 1190Q
D e A (M46 e M13) 1851Q 1851fi
BeC(M09eM12) 3431Q 3431Q
B e D (M09 e M46) 2666Q 1290Q
CeD(M12eM46) 1316Q 2565Q
H e E (M16 e M31 ) 1,6a
Aquecimento da sonda lambda aquecida
resist. aquecimento 9,0 a 11,0Q
pinos M52 e M57 (aquec.+injetor) 22,0 a 25.0Q
pinos M44 e M42 (marcha-lenta) 0,1 a 0,9V

Sensor posição do pedal do acelerador *


Pedal solto Acionado
2 e 3 (K35 e K50) 1235Q 1235Q
2 e 4 (K35 e K37) 2000Q 1211Q
3 e 4 (K50 e K37) 1149Q 19510
5 e 6 (K33 e K36) 1090Q 1635Q
1 e 5 (K20 e K33) 1683Q 1683Q
1 e 6 (K20 e K36) 2509Q 1953Q

22
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes M45 e M43.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave
de ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou
seja, conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade Doblo
de gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais M45 e M43. Ou diretamente no componente 1.8 Flex
desconectado, meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar


(°C) (V)
0 4.17
10 3.78
20 3.36
30 2.91
40 2.37
o
50 1.98 w
c
60 1.61"
70 1.30
80 1.04
90 0.82
100 0.64
110 0.51
120 0.41 40 50 60 70 80

Temperatura [°C]
Temp. Resist.
7000
(°C) (O) Sensor de temperatura do ar
0 6100
6000
10 3800
20 2500 5000

30 1700
,<5 4000
40 1100 ü
c
<a>
50 800
60 580 Ü 3000
70 430
2000
80 320
1000
90 240
100 180
110 140 120
120 110 40 50 60 70
Temperatura [°C]

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1220 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3995/(T+273) - 3,77 ± 10%
23

/
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes M62 e M10.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave
de ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou
Doblo seja, conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade
1.8 Flex de gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais M62 e M10. Ou diretamente no componente
desconectado, meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

Temp. Tensão Sensor de temperatura da água


(°C) (V)
0 3.00
10 2.42
20 1.91
30 1.48
40 1.07
50 0.82
50 3.45
60 3.09
70 2.72
80 2.35
90 2.00
100 1.67
110 1.40 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 110 120
Temperatura [°C]
120 1.17

Temp. Resist. Sensor de temperatura da água


(°C) (Q)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
' 50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
i
110 140 120
120 110 50 60 70
Temperatura [°C]

Equação da tensão até 50 °C: Unte = 5,0 / (1 + 4060 / Rntc) ± 5%


Equação da tensão acima de 50 °C: Unte = 5,0 / (1 + 360 / Rntc) ± 5%
24 Equação da resistência: In(Rntc) = 3550/(T+273) - 4,30 ± 10%
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou M45
e M26 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Doblo
Bosch 0 261 230 030 1.8 Flex
bar KPa mmHg Tensão (V)
0,2 20 150,01 0,301
0,3 30 225,02 0,739
0,35 35 262,52 0,958
0,4 40 300,02 1,177
0,5 50 375,03 1,615
0,6 60 450,04 2,053
0,7 70 525,04 2,491
0,8 80 600,05 2,929
0,9 90 675,05 3,367
0,92 92 690,06 3,455
1,0 100 750,06 3,805
1,1 110 825,07 4,243
1,2 120 900,07 4,681
1,23 123 922,57 4,812

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,38 * P(bar) - 0,575


Equação da pressão: P(bar) = 0,228 * U + 0,131
25
FIAT

Computador de bordo Computador de bordo

FUS DESTINO FUS DESTINO

12 Farol baixo direito (D) 49 Auto-rádio (A02)


13 Farol baixo esquerdo (D) Interruptor do farol de neblina (4)
31 Interruptor de marcha a ré (1) Comando do espelho elétrico (7 e 8)
Relê eletroventilador caixa de ar (86) Central de estacionamento (A01)
32 Conjunto de alavancas (B06) Sensor de chuva (6)
35 Interruptor do pedal de freio (1) Central do vidro elétrico (A17)
37 Interruptor do pedal de freio (2) 50 Airbag (A02)
Computador de bordo (13) 51 Acendedor de cigarros (1)
38 Computador de bordo (01) Computador de bordo (A27)
39 Computador de bordo (17) Painel de comando (A06)
Auto-rádio (A08) Luz de placa (1)
40 Vidro traseiro térmico (2) Luz de placa (2)
42 ABS (13) Iluminação de comando aquecedor (1)
43 Conjunto de alavancas (A11) 52 Central do vidro elétrico (A07)
44 Acendedor de cigarros (2) Conjunto de alavancas (C02)
47 Central do vidro elétrico (A01) 53 Computador de bordo (19)
48 Central do vidro elétrico (A10)
Relê Função

T01 Farol baixo


T11 Aquecedor traseiro térmico
T12 Relê de serviços 1
T13 Relê de serviços 2

26
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Delphi MT27E

Localização de componentes

Caixa de relés do vão do motor

Doblo
1.8 Flex

FUS DESTINO FUS DESTINO

01 Central do painel (P01) 18 Injeção eletrônica


02 Central do painel (P02) 12 se ME 7.9.6
03 Comutador de ignição (A2) 29B se IAW 59FB
04 ABS (17 e 18) B12e B29 se IAW5NF
06 Relé T06 eletroventilador (baixa vel.) K02 e K19 se Delphi
07 Relé T07 do eletroventilador (alta vel.) Relê T09 principal da injeção (86)
08 Relé T08 do eletroventilador interno 19 Relê T05 do compressor do ar condic.
09 ReléT17 20 Relê T19 da partida a frio
10 Relé T03 da buzina 21 Relê T10 da bomba de combustível
11 Sonda lambda (4) 22 Bobina de ignição (1)
Eletroválvula do canister (1) Eletro-injetores (1)
Sensor de velocidade (3) Bomba de combustível (1) se Marelli
14 Farol alto direito (C) 23 Relê T20 do farol suplementar
15 Farol alto esquerdo (C) Injeção eletrônica (K60 se Delphi)
16 Injeção eletrônica 30 Relê T14 do farol de neblina
13 se ME 7.9.6
47B se IAW 59FB Relê Função
B16se IAW5NF
K52 se Delphi T02 Farol alto
Relé 19 da partida a frio (86) T03 Buzina
17 Injeção eletrônica T05 Compressor de ar condicionado
44, 45 e 63 se ME 7.9.6 T06 Eletroventilador (baixa velocidade)
M47, M48 e M64 se Delphi T07 Eletroventilador (alta velocidade)
Relé T10 da bomba de combustível (86) T08 Eletroventilador interno
T09 Injeção eletrônica (principal)
T10 Bomba de combustível
T14 Farol de neblina
T17
T19 Partida a frio
T20 Farol suplementar 27
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Localização dos componentes do
controle do motor

Doblo
1.8 Flex

28
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Delphi MT27E

Acelerador eletrônico Na entrada do coletor de admissão


Alternador Frente do motor - lado direito
Bobina de ignição Parte traseira do motor fixado ao cabeçote
Bomba de combustível Reservatório de combustível
Bomba de partida a frio Reserv. partida a frio - lado direito do veículo
Central de injeção eletrônica Vão do motor - acima do servo freio
Doblo
Computador de bordo Abaixo e a esquerda do volante do veículo - fixado 1.8 Flex
à central de fusíveis
Eletro-injetores Coletor de admissão lado direito do motor
Eletroválvula de purga do canister Coletor de admissão próximo ao alternador
Injetor de partida a frio Painel corta fogo acima do alternador
Interruptor da pressão de óleo do motor Frente do motor no lado direito e abaixo
Interruptor do pedal de embreagem Fixado ao pedal de embreagem
Interruptor duplo do pedal de freio Pedal de freio
Interruptor inercial Coluna à direita da perna do passageiro
Painel de instrumentos Painel de instrumentos
Sensor de detonação À frente do motor de partida
Sensor de posição da borboleta Na entrada do coletor de admissão
Sensor de posição do pedal do acelerador Pedal acelerador
o
Sensor de pressão è temperatura do ar Coletor de admissão - acima duto 4 cilindro
Sensor de pressão do ar condicionado Duto do ar condicionado - abaixo farol direito
Sensor de rotação Frente do motor
Sensor de temperatura da água Abaixo da bobina de ignição
Sensor de velocidade Cambio logo abaixo da central de injeção
Sonda lambda aquecida Coletor de escape próximo válvulas escape
Termostato eletrônico No evaporador

29
FIAT

30
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT

31
FIAT
Controle do motor Bosch ME7.9.9
Pin-out da unidade de controle do motor

Idea
1.4 Flex

Term. Descrição
01 Aterramento
02 Aterramento
04 Alimentação positiva proveniente do relê T09 e protegida pelo fusível 17
14 Interruptor do pedal de freio
16 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 4
17 Interruptor do pedal de freio
18 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F18
19 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 1
Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 2
21 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 2
23 Relê T05 do compressor de ar condicionado pino 85
a
24 Relê T07 da 2 velocidade do ventilador do radiador pino 85
27 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C37 - CAN H
33 Solicitação de ar condicionado (termostato eletrônico pino 2)
38 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C20 - Diagnose
39 Positivo pós chave de ignição - linha 15 protegida pelo fusível F16
40 Relê T09 principal da injeção pino 85
a
43 Relê T06 da 1 velocidade do ventilador do radiador pino 85
46 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C36 - CAN L
54 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 6
55 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 3
62 Relê T19 da bomba de combustível pino 85
63 Relê T10 da partida a frio pino 85
67 Aterramento
68 Aterramento
72 Interruptor do pedal da embreagem
77 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 1
78 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 5
79 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 3

32
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Bosch ME7.9.9

Pin-out da unidade de controle do motor

Idea
1.4 Flex

Term. Descrição
83 Eletroinjetor 2 pino 2
84 Sonda lambda aquecida pino 2
85 Sensor de posição da borboleta pino 2
86 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 1
87 Sensor de temperatura da água pino 2
89 Sensor de detonação pino 2
91 Eletroinjetor 4 pino 2
92 Sonda lambda aquecida pino 3
93 Sensor de posição da borboleta pino 3
94 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 3
95 Sensor de rotação pino 1
96 Sensor de rotação pino 2
97 Sensor de detonação pino 1
99 Eletroinjetor 3 pino 2
100 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 4
103 Sonda lambda aquecida pino 1
104 Sensor de posição da borboleta pino 5
105 Interruptor da pressão de óleo do motor
106 Eletroválvula do canister pino 2
107 Eletroinjetor 1 pino 2
108 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 2
109 Sensor de temperatura da água pino 1
112 Sensor de posição da borboleta pino 6
114 Acelerador eletrônico pino 1
116 Bobina de ignição pino 1
119 Acelerador eletrônico pino 4
121 Bobina de ignição pino 3

33
Controle do motor Bosch ME7.9.9
Alimentação da UCE Sensor posição do pedal do acelerador *
carcaça e massa continuidade Fechada Aberta
pino 01 e massa continuidade 2 e 4 ( 2 1 e 16) 21270 11420
pino 67 e massa continuidade 3 e 4 ( 7 9 e 16) 12160 21910
pino 68 e massa continuidade 2 e 3 (21 e 79) 1303O 1303O
18 e massa 11,0 a 13.5V- motor deslig. 1 e6(19e54) 26450 19740
Idea
1.4 Flex 18 e massa 11,0a 13.5V- motor ligado 1 e5(19e78) 1760O 1760O
39 e massa 0,0V - motor desligado 6 e 5 (54 e 78) 11510 17940
39 e massa 12,0 a 15.0V - motor ligado
Sensor de detonação (resistência)
Relé principal (resistência) pinos 89 e 97 4,75 a 5,25 MO
40 e 39 70 a 90 O
Eletro-injetores (resistência)
Sensor de rotação e PMS (resistência) isolado 11,0 a 14,0 0
95e96 860 a 1060 Q pinos 107 e 83 22,0 a 28,0 O
pinos 107 e 89 22,0 a 28,0 O
Sensor de pressão absoluta
pinos 107 e 91 22,0 a 28,0 O
Verificar qráfico nas oáqinas sequintes
Sistema de ignição (resistência)
Sensor de temperatura do ar
primário isolado 0,5 a 0,7 O
Verificar gráfico nas páginas seguintes
pinos 1 e2 (116 e 121) 1,0a 1,4 O
Sensor de temperatura da água secundário 1 (1 e 4) 11,0 a 13,0 kO
Verificar gráfico nas páginas seguintes secundário 2 (2 e 3) 11,0 a 13,0 kO

Sensor posição da borboleta * Bomba de Combustível


Fechada Aberta Pressão da linha 3,5 bar
2 e 3 (85 e 93) 978Q 978Q
Eletroválvula de purga do canister (resist.)
2 e 5 ( 8 5 e 104) 12270 4290
isolado 18,0 a 22,0 O
2 e 6 (85 e 112) 6570 13160
3 e 5 ( 9 3 e 104) 560O 12550
3 e 6 ( 9 3 e 112) 1321Q 4780
5 e 6 ( 1 0 4 e 112) 16190 16190

Acelerador eletrônico (resistência)


1 e 4 (114 e 119) 1,8 O

Sonda Lambda
resist, de aquec. 9,0 a 11,00
pinos 92 e 107 20,0 a 2 5 , 0 0 aq sonda +
injetor
pinos 103 e 84 0,1 a 0,9V (marcha-lenta)

34
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Bosch ME7.9.9
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 86 e 108.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de Idea
gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 86 e 108. Ou diretamente no componente desconectado, 1.4 Flex
meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar


(°Ç) (V)
0 4.28
10 3.94
20 3.55
30 3.13
40 2.59
50 2.20
60 1.81
70 1.48
80 1.19
90 0.95
100 0.75
110 0.60
120 0.49
Temperatura [°C]
Temp. Resist.
(°C) (G) Sensor de temperatura do ar
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1020 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3415/(T+273) - 3,80 ± 10%

35
FIAT
Controle do motor Bosch ME7.9.9

Sensor de temperatura da água


Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 109 e 87.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
Idea conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de
1.4 Flex! gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 109 e 87. Ou diretamente no componente desconectado,
meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

Temp. Tensão Sensor de temperatura da água


(°C) (V)
0 4.28
10 3.94
20 3.55
30 3.13
40 2.59
50 2.20
60 •1.81
70 1.48
80 1.19
90 0.95
100 0.75
110 0.60
120 0.49

Temp. Resist. Sensor de temperatura da água


(°C) (P)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1020 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3415/(T+273) - 3,80 ± 10%

36
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Bosch ME7.9.9
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou 86 e
100 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Idea
Bosch 0 261 230 030 1.4 Flex
bar KPa mmHg Tensão (V)
0,2 20 150,01 0,301
0,3 30 225,02 0,739
0,35 35 262,52 0,958
0,4 40 300,02 1,177
0,5 50 375,03 1,615
0,6 60 450,04 2,053
0,7 70 525,04 2,491
0,8 80 600,05 2,929
0,9 90 675,05 3,367
0,92 92 690,06 3,455
1,0 100 750,06 3,805
1,1 110 825,07 4,243
1,2 120 900,07 4,681
1,23 123 922,57 4,812

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,38 * P(bar) - 0,575


Equação da pressão: P(bar) = 0,228 * U + 0,131
37
FIAT
Controle do motor Bosch ME7.9.9
Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis interno


VISTA ANTERIOR VISTA POSTERIOR
Idea
1.4 Flex

Computador de bordo Computador de bordo

FUS DESTINO FUS DESTINO

12 Farol baixo direito (2) 49 Auto-rádio (A02)


13 Farol baixo esquerdo (2) Interruptor do farol de neblina (4)
31 Interruptor de marcha a ré (1 ) Comando do espelho elétrico (7 e 8)
32 Conjunto de alavancas (B06) Central de estacionamento (A01)
33 Central do vidro elétrico (B11) Sensor de chuva (6)
34 Central do vidro elétrico (B20) Central do vidro elétrico (A17)
35 Sensor de nível de combustível (1) Central do teto solar (1)
Interruptor do pedal de freio (3) Comando do teto solar (4)
36 Subwoofer (3) Bússola e inclinômetro (4)
37 Interruptor do pedal de freio (4) Painel de comando (12)
Computador de bordo (13) 50 Airbag (A02)
Painel de instrumentos (A01) 51 Acendedor de cigarros (1)
38 Computador de bordo (01 ) Computador de bordo (A27)
39 Computador de bordo (17) Painel de comando (A06)
Auto-rádio (A08) Luz de placa (1)
40 Vidro traseiro térmico (2) Luz de placa (2)
41 Retrovisor térmico Iluminação de comando aquecedor (1)
42 ABS (18) 52 Central do vidro elétrico (A07)
43 Conjunto de alavancas (A11) Banco elétrico (2)
44 Acendedor de cigarros (2) Conjunto de alavancas (C02)
45 Banco elétrico (2) 53 Computador de bordo (19)
46 Central e motor do teto solar (3) Painel de instrumentos (A03)
47 Central do vidro elétrico (A01)
48 Central do vidro elétrico (A10) Relé Função

T01 Farol baixo


T11 Aquecedor traseiro térmico
T12 Relé de serviços 1
T13 Relé de serviços 2

38
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Bosch ME7.9.9

Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis do vão do motor


VISTA SUPERIOR
Idea
1.4 Flex

frente do veículo

FUS DESTINO FUS DESTINO

01 Central do painel (P01) 21 Relé T10 da partida a frio


02 Central do painel (P02) 22 Bobina de ignição (1)
03 Comutador de ignição (A2) Eletro-injetores (1 )
04 ABS (02 e 03) 23 Relé T20 do farol suplementar
06 Relé T06 eletroventilador (baixa vel.) 30 Relé T14 do farol de neblina
07 Relé T07 do eletroventilador (alta vel.)
08 Relé T08 do eletroventilador interno Relé Função
09 Relé T17
10 Relé T03 da buzina T02 Farol alto
11 Sonda lambda (4) T03 Buzina
Eletroválvula do canister (1) T05 Compressor de ar condicionado
Sensor de velocidade (3) T06 Eletroventilador (baixa velocidade)
14 Farol alto direito (10) T07 Eletroventilador (alta velocidade)
15 Farol alto esquerdo (10) T08 Eletroventilador interno
16 Central de injeção eletrônica T09 Injeção eletrônica (principal)
(39 - Bosch / K52 - Delphi) T10 Partida a frio
Relé T09 da injeção eletrônica T14 Farol de neblina
17 Central de injeção eletrônica T17
(M47, M48 e M64 - Delphi) T19 Bomba de combustível
(04 - Bosch) T20 Farol suplementar
18 Central de injeção eletrônica
(18 - Bosch, K02 e K19 - Delphi)
19 Relé T05 do compressor do ar condia
20 Relé T19 da bomba de combustível 39
FIAT
Controle do motor Bosch ME7.9.9
Localização dos componentes do
controle do motor

Idea
1.4 Flex

Frente do veículo

40
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Bosch ME7.9.9

Bobina de ignição parte traseira do cabeçote


Bomba de combustível no interior do tanque de combustível
Bomba de partida a frio na caixa de roda dianteira direita
Central de injeção eletrônica vão do motor fixado ao painel corta fogo
Computador de bordo fixado à caixa de fusíveis interna
Corretor da marcha-lenta corpo de borboleta (próx. central injeção)
Idea
Eletro-injetores coletor de admissão 1.4 Flex
o
Eletroválvula de purga do canister coletor de admissão acima tubulação 4 cil.
Injetor de partida a frio abaixo da central de injeção
Interruptor do reservatório de partida a frio na caixa de roda dianteira direita
Interruptor inercial ao lado do pedal de embreagem
Painel de instrumentos painel de instrumentos
a
Relê T21 da 4 vel. do eletroventildor interno à esquerda do porta-luvas
Sensor de detonação bloco motor abaixo do coletor de admissão
Sensor de posição da borboleta corpo de borboleta (próx. central injeção)
o
Sensor de pressão e temperatura do ar coletor de admissão acima tubulação 2 cil.
Sensor de pressão do ar condicionado frente do veículo próximo farol lado direito
Sensor de rotação frente do motor
Sensor de temperatura da água parte traseira do cabeçote, próx. bobina ign.
Sensor de velocidade caixa de cambio abaixo do cj. trambulador
Sonda lambda aquecida tubulação de escape na frente do veículo
Termostato eletrônico no conjunto evaporador (alguns possuem)

41
FIAT

42
Injeção eletrônica tecnologia flex

43
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Pin-out da unidade de controle do motor

Idea
Flex

Term. Descrição
K02 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F18
K03 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 2
K04 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 3
K05 Interruptor do pedal de freio pino 3
K07 Relê T05 do compressor de ar condicionado pino 85
K11 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C37 - CAN H
K13 Interruptor do pedal de freio pino 1
K16 Relê T09 principal da injeção eletrônica pino 85
K19 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F18
K20 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 1
K23 Relê T19 da bomba de combustível pino 85
a
K24 Relê T07 da 2 velocidade do ventilador do radiador pino 85
K25 Interruptor do pedal da embreagem pino 1
K33 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 5
K35 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 2
K36 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 6
K37 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 4
a
K39 Relê T06 da 1 velocidade do ventilador do radiador pino 85
K43 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C36 - CAN L
K45 Solicitação de ar condicionado (interruptor do A/C pino 2B ou termostato eletrônico pino 2)
K49 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 1
K50 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 3
K51 Relê T10 da partida a frio pino 86
K52 Positivo pós chave de ignição - linha 15 protegida pelo fusível F16
K54 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C20 - Diagnose

44
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Delphi MT27E

Pin-out da unidade de controle do motor

Idea
1.8 Flex

Term. Descrição
M01 Bobina de ignição pino A
M03 Eletroválvula do canister pino 1
M05 Sensor de rotação pino 2
M09 Sensor de posição da borboleta pino B
M10 Sensor de temperatura da água pino 2
M12 Sensor de posição da borboleta pino C
M13 Sensor de posição da borboleta pino A
M15 Acelerador eletrônico pino E
M16 Acelerador eletrônico pino H
M17 Bobina de ignição pino A
M22 Sensor de rotação pino 1
M26 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 4
M31 Acelerador eletrônico pino E
M32 Acelerador eletrônico pino H
M33 Bobina de ignição pino C
M37 Sensor de rotação pino 3
M39 Sensor de detonação pino 1
M40 Injetor de partida a frio
M42 Sonda lambda aquecida pino A
M43 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 2
M44 Sonda lambda aquecida pino B
M45 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 1
M46 Sensor de posição da borboleta pino D
M47 Alimentação positiva proveniente do relê T09 e protegida pelo fusível 17
M48 Alimentação positiva proveniente do relê T09 e protegida pelo fusível 17
M49 Bobina de ignição pino C
M52 Sonda lambda aquecida pino C
M56 Interruptor da pressão do óleo do motor
M57 Eletroinjetor 1 pino 2
M58 Eletroinjetor 3 pino 2
M59 Eletroinjetor 4 pino 2
M60 Eletroinjetor 2 pino 2
M62 Sensor de detonação pino 2
M62 Sensor de temperatura da água pino 1
M63 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 3
M64 Alimentação positiva proveniente do relê T09 e protegida pelo fusível 17
45
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Alimentação da U.C.E Eletroinjetores
carcaça e massa continuidade Isolado 11,0 a 14,0Q
pino K02 e massa 12,5V pinos M57 e M60 22,0a28,0Q '
pino K19 e massa 12,5V pinos M57 e M58 22,0 a 28,00
pino K52 e massa 0,05V (ignição desligada) pinos M57 e M59 22,0 a 28,0Q
pino K52 e massa 12,3V (ignição ligada)
Idea Sistema de ignição
1.8 Flex Relê principal primário isolado 0,4 a 0,6 D
pinosK16eK02 70 a 90Q pinos M01 e M33 0,8 a 1,2Í2
Sensor de rotação e PMS secundário isolado 4,2 a 5,2 kn
pinos M05 e M22 500 a 61 On Sistema de combustível
Sensor de pressão absoluta Pressão da linha 3,5 bar
Verificar gráfico nas páginas seguintes
Válvula de purga do canister
Sensor de temperatura do ar isolado 23,0 a 29,0Q
Verificar gráfico nas páginas seguintes M03 e M57 (canister + injetor) 34,0 a 43,0Q

Sensor de temperatura da água Eletroválvula de partida a frio


Verificar gráfico nas páginas seguintes pinos M40 e K52 18,0 a 22,0Q

Sensor posição da borboleta *


* Adote uma margem de 5% para mais ou para menos
Fechada Aberta como faixa de tolerância
B e A (M09 e M13) 1481Q 2690Q
CeA(M12eM13) 2492Q 1190Q
D e A(M46 e M13) 18510 1851Q
BeC(M09eM12) 3431Q 3431Q
B e D (M09 e M46) 2666Q 1290Q
CeD(M12eM46) 1316Q 2565Q
H e E (M16 e M31) 1.6Q

Aquecimento da sonda lambda aquecida


resist. aquecimento 9,0 a 11,0Q
pinos M52 e M57 22,0 a25,0Q
aq sonda + injetor
pinos M44 e M42 0,1 a 0,9V (marcha-lenta)

Sensor posição do pedal do acelerador *


Pedal solto Acionado
2 e 3 (K35 e K50) 1235Q 1235Q
2 e 4 (K35 e K37) 2000Q 1211fi
3 e 4 (K50 e K37) 1149Q 1951Q
5 e 6 (K33 e K36) 1090Q 1635Q
1 e 5 (K20 e K33) 1683Q 1683Q
1 e 6 (K20 e K36) 2509Q 1953Q

Sensor de detonação
pinos M39 e M62 resistência infinita

46
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes M45 e M43.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave
de ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou
seja, conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade Idea
de gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais M45 e M43. Ou diretamente no componente 1.8 Flex
desconectado, meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar


(°C) (V)
0 4.17
10 3.78
20 3.36
30 2.91
40 2.37
50 1.98
60 1.61 *
70 1.30
80 1.04
90 0.82
100 0.64
110 0.51
120 0.41

Temp. Resist. Sensor de temperatura do ar


(°C) (O)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1220 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3995/(T+273) - 3,77 ± 10%
47
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes M62 e M10.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave
de ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou
Idea seja, conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade
1.8 Flex I de gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais M62 e M10. Ou diretamente no componente
desconectado, meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

Temp. Tensão Sensor de temperatura da água


(°C) (V)
0 3.00
10 2.42
20 1.91
30 1.48
40 1.07
50 0.82
50 3.45
60 3.09
70 •2.72
80 2.35
90 2.00
100 1.67
110 1.40
120 1.17

Resist. Sensor de temperatura da água


Temp.
(°C) (Q)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão até 50 °C: Unte = 5,0 / (1 + 4060 / Rntc) ± 5%


Equação da tensão acima de 50 °C: Unte = 5,0 / (1 + 360 / Rntc) ± 5%

48
Equação da resistência: In(Rntc) = 3550/(T+273) - 4,30 ± 10%
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou M45
e M26 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Idea
Bosch 0 261 230 030 1.8 Flex
bar KPa mmHg Tensão (V)
0,2 20 150,01 0,301
0,3 30 225,02 0,739
0,35 35 262,52 0,958
0,4 40 300,02 1,177
0,5 50 375,03 1,615
0,6 60 450,04 2,053
0,7 70 525,04 2,491
0,8 80 600,05 2,929
0,9 90 675,05 3,367
0,92 92 690,06 3,455
1,0 100 750,06 3,805
1,1 110 825,07 4,243
1,2 120 900,07 4,681
1,23 123 922,57 4,812

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,38 * P(bar) - 0,575


Equação da pressão: P(bar) = 0,228 * U + 0,131
49
FIAT

Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis interno


VISTA ANTERIOR VISTA POSTERIOR

Computador de bordo Computador de bordo

FUS DESTINO FUS DESTINO

12 Farol baixo direito (2) 49 Auto-rádio (A02)


13 Farol baixo esquerdo (2) Interruptor do farol de neblina (4)
31 Interruptor de marcha a ré (1 ) Comando do espelho elétrico (7 e 8)
32 Conjunto de alavancas (B06) Central de estacionamento (A01)
33 Central do vidro elétrico (B11) Sensor de chuva (6)
34 Central do vidro elétrico (B20) Central do vidro elétrico (A17)
35 Sensor de nível de combustível (1) Central do teto solar (1)
Interruptor do pedal de freio (3) Comando do teto solar (4)
36 Subwoofer (3) Bússola e inclinômetro (4)
37 Interruptor do pedal de freio (4) Painel de comando (12)
Computador de bordo (13) 50 Airbag (A02)
Painel de instrumentos (A01) 51 Acendedor de cigarros (1)
38 Computador de bordo (01 ) Computador de bordo (A27)
39 Computador de bordo (17) Painel de comando (A06)
Auto-rádio (A08) Luz de placa (1)
40 Vidro traseiro térmico (2) Luz de placa (2)
41 Retrovisor térmico Iluminação de comando aquecedor (1)
42 ABS (18) 52 Central do vidro elétrico (A07)
43 Conjunto de alavancas (A11) Banco elétrico (2)
44 Acendedor de cigarros (2) Conjunto de alavancas (C02)
45 Banco elétrico (2) 53 Computador de bordo (19)
46 Central e motor do teto solar (3) Painel de instrumentos (A03)
47 Central do vidro elétrico (A01)
48 Central do vidro elétrico (A10) Relê Função

T01 Farol baixo


T11 Aquecedor traseiro térmico
T12 Relê de serviços 1
T13 Relê de serviços 2

50
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT

Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis do vão do motor


VISTA SUPERIOR

FUS DESTINO FUS DESTINO

01 Central do painel (P01) 21 Relê T10 da partida a frio


02 Central do painel (P02) 22 Bobina de ignição (1)
03 Comutador de ignição (A2) Eletro-injetores (1)
04 ABS (02 e 03) 23 Relê T20 do farol suplementar
06 Relé T06 eletroventilador (baixa vel.) 30 Relê T14 do farol de neblina
07 Relé T07 do eletroventilador (alta vel.)
08 Relé T08 do eletroventilador interno Relê Função
09 Relé T17
10 Relé T03 da buzina T02 Farol alto
11 Sonda lambda (4) T03 Buzina
Eletroválvula do canister (1) T05 Compressor de ar condicionado
Sensor de velocidade (3) T06 Eletroventilador (baixa velocidade)
14 Farol alto direito (10) T07 Eletroventilador (alta velocidade)
15 Farol alto esquerdo (10) T08 Eletroventilador interno
16 Central de injeção eletrônica T09 Injeção eletrônica (principal)
(39 - Bosch / K52 - Delphi) T10 Partida a frio
Relé T09 da injeção eletrônica T14 Farol de neblina
17 Central de injeção eletrônica T17
(M47, M48 e M64 - Delphi) T19 Bomba de combustível
(04 - Bosch) T20 Farol suplementar
18 Central de injeção eletrônica
(18 - Bosch, K02 e K19 - Delphi)
19 Relé T05 do compressor do ar condia
20 Relé T19 da bomba de combustível 51
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Localização dos componentes do
controle do motor

Idea
1.8 Flex

52
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Delphi MT27E

Alternador Frente do motor, lado direito


Bobina de ignição Parte traseira do motor fixado ao cabeçote
Bomba de combustível Reservatório de combustível
Bomba de partida a frio Reserv. partida a frio, lado direito do veículo
Central de injeção eletrônica Vão do motor, acima do servo freio
Computador de bordo Abaixo e a esquerda do volante do veículo, fixado à
Idea
central de fusíveis
1.8 Flex
Eletro-injetores Coletor de admissão lado direito do motor
Eletroválvula de purga do canister Coletor de admissão próximo ao alternador
Injetor de partida a frio Painel corta fogo acima do alternador
Interruptor da pressão de óleo do motor Frente do motor no lado direito e abaixo
Interruptor do pedal de embreagem Fixado ao pedal de embreagem
Interruptor duplo do pedal de freio Pedal de freio
Interruptor inercial Ao lado do pedal de embreagem
Painel de instrumentos Painel de instrumentos
a
Relê R21 da 4 vel. do eletroventildor interno à esquerda do porta-luvas
Sensor de detonação À frente do motor de partida
Sensor de posição da borboleta Na entrada do coletor de admissão
Sensor de posição do pedal do acelerador Pedal acelerador
o
Sensor de pressão e temperatura do ar Coletor de admissão, acima duto 4 cilindro
Sensor de pressão do ar condicionado Duto do ar condicionado, abaixo farol direito
Sensor de rotação Frente do motor
Sensor de temperatura da água Abaixo da bobina de ignição
Sensor de velocidade Cambio logo abaixo da central de injeção
Sonda lambda aquecida Coletor de escape próximo válvulas escape
Termostato eletrônico Ao lado da caixa de ar no lado direito

53
FIAT

54
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AF

Pin-out da unidade de controle do motor

Mille
1.0 Flex

1
= Term. Descrição Term. Descrição
01 Sonda lambda aquecida pino 3 53 Sensor de rotação pino 1
09 Sonda lambda aquecida pino 2 54 Sensor de posição da borboleta pino 1
1
•a 13 Central do imobilizador pino A06 54 Sensor de temperatura da agua pino 1
1 14 a
Relê R33 pino 86 - 2 velocidade ventilador 55 Sensor de pressão e temperatura ar pino 2
15 Relê R31 pino 85 - principal da injeção 56 Sensor de detonação pino 2
1
£
17 Instrumentos pino A13 - sinal temperatura 57 Corretor de marcha-lenta pino 3
1 20 Sonda lambda aquecida pino 1 58 Corretor de marcha-lenta pino 4

j 25 Tomada de diagnose pino 3 59 Bobina de ignição 1 pino 1

\
I
26 Painel de instrumentos pino B14 60 Sensor de posição da borboleta pino 2
ie 27 Aterramento 61 Sensor de pressão e temperatura ar pino 1
28 Aterramento 62 Sensor de temperatura da agua pino 2

29 Linha 30 protegida pelo fusível 33 63 Sensor de detonação - malha
J
i 30 Sensor de pressão ar condicionado pino 2 64 Corretor de marcha-lenta pino 2
I 33 Sensor de pressão ar condicionado pino 1 65 Corretor de marcha-lenta pino 1
34 Indicador de nivel da partida a frio 66 Bobina de ignição 2 pino 1
1
36 Painel de instrumentos pino B04 67 Sensor de rotação pino 2
38 Relê R41 pino 85 - partida a frio 68 Sensor de pressão e temperatura ar pino 3
39 Sensor de pressão ar condicionado pino 3 70 Sensor de detonação pino 1
•S 40
a
Relê R32 pino 86 - 1 velocidade ventilador 71 Eletroinjetor 1 pino 2
í 41 Relê R11 pino 85 - compressor 72 Eletroinjetor 4 pino 2
c 42 Painel de instrumentos pino A13 75 Sensor de pressão e temperatura ar pino 4
44 Sonda lambda aquecida malha 76 Sensor de posição da borboleta pino 3
S
1 47 Positivo pós chave de ignição - linha 15 77 Sensor de rotação pino 3
48 Termostato pino 2 ou solicitação de A/C 78 Eletroinjetor 3 pino 2
50 Painel de instrumentos pino A08 79 Eletroinjetor 2 pino 2
52 Eletroválvula do canister pino 2

55
FIAT
Controle do motor Magnet! Marelli IÂW 4AF
Alimentação da UCE Eletro-injetores (resistência)
carcaça e massa continuidade isolado 13,0 a 17,0 0
pino 02 e massa continuidade pinos 71 e 79 26,0 a 34,0 0
pino 27 e massa continuidade pinos 71 e 78 26,0 a 34,0 0
29 e massa 11,0 a 13,5V - motor deslig. pinos 71 e 72 26,0 a 34,0 0
29 e massa 11,0 a 13.5V- motor ligado
Mille Sistema de Ignição (resistência)
1.0 Flex 47 e massa 0,0V - motor desligado
primário isolado 0,5 a 0,7 0
47 e massa 12,0 a 15.0V- motor ligado
pinos 1 e 3 (66 e 59) 1,0a 1,4 O
Relé principal (resistência) secundário 1 (1 e 4) 11,0 a 13,0 kO
15e47 70 a 90 O secundário 2 (2 e 3) 11,0 a 13,0 kO

Sensor de rotação e PMS (resistência) Bomba de Combustível


53 e 67 840 a 1450 O Pressão da linha 3,5 bar

Sensor de pressão absoluta Corretor da marcha-lenta (resistencia)


Verificar gráfico nas páginas seguintes pinos 65 e 58 20,0 a 53,0 Q
pinos 64 e 57 20,0 a 53,0 Q
Sensor de temperatura do ar
pinos 65 e 57 resistência infinita
Verificar gráfico nas páginas seguintes
pinos 64 e 58 resistência infinita
Sensor de temperatura da água
Eletrováívula de purga do canister (resist.)
Verificar gráfico nas páginas seguintes
isolado 18,0 a 22,0 Q
Sensor posição da borboleta *
Fechada Aberta
3 e 1 (76 e 60) 2215 a 2708O 1334 a 1 6 3 1 0
3 e 2 (76 e 54) 1447 a 1768Q 2160a2640O
1 e 2 (60 e 54) 1065 a 1302O 1065 a 1302O

Sonda Lambda
resist, de aquec. 3,0 a 4,00
pinos 01 e 71 16,0 a 2 1 , 0 0 aq sonda +
injetor
pinos 09 e 20 0,1 a 0,9V (marcha-lenta)

Sensor de detonação (resistência)


pinos 56 e 70 4,75 a 5,25 MQ

56
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW 4AF
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 3 e 4, já na unidade de comando utilize os correspondentes 55 e 61.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de Mille
gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 55 e 61. Ou diretamente no componente desconectado, 1.0 Flex
meça a resistência entre os terminais 3 e 4.

Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar


(°C) (V)
0 3,75
10 3,25
20 2,75
30 2,27
40 1,75
50 1,41
60 1,11 .
70 0,87
80 0,68
90 0,53
100 0,41
110 0,32
120 0,26

Temp. Resist. Sensor de temperatura do ar


(°C) (")
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 2040 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3554/(T+273) - 4,30 ± 10%
57
FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli lAW 4AF
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 54 e 62.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
Mille conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de
1.0 Flexi gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 54 e 62. Ou diretamente no componente desconectado,
meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

Temp. Tensão Sensor de temperatura da água


(°C) (V)
0 4.28
10 3.94
20 3.55
30 3.13
40 2.59
50 2.20
60 •1.81
70 1.48
80 1.19
90 0.95
100 0.75
110 0.60
120 0.49

Temp. Resist. Sensor de temperatura da água


(°C) (Q)
0 6100
10 3800 .
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1020 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3995/(T+273) - 3,77 ± 10%

58
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAMI 4AF
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 4 e 1 no sensor ou 75
e 61 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Mille
Bosch 0 261 230 030 1.0 Flex
bar KPa mmHg Tensão (V)
0,2 20 150,01 0,301
0,3 30 225,02 0,739
0,35 35 262,52 0,958
0,4 40 300,02 1,177
0,5 50 375,03 1,615
0,6 60 450,04 2,053
0,7 70 525,04 2,491
0,8 80 600,05 2,929
0,9 90 675,05 3,367
0,92 92 690,06 3,455
1,0 100 750,06 3,805
1,1 110 825,07 4,243
1,2 120 900,07 4,681
1,23 123 922,57 4,812

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,38 * P(bar) - 0,575


Equação da pressão: P(bar) = 0,228 * U + 0,131
59
FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW4AF

Localização de componentes

Mille
Atrás da caixa de fusíveis
1.0 Flex interna

Vão do motor ati


do farol esquerd
ou abaixo do pn<
estepe

Caixa de fusíveis interna

Atenção: a localização pode mudar de veículo para veículo.


Identifique pela coloração e também pela amperagem do componente.
Caixa de fusíveis interna FUS DESTINO
22 Imobilizador
Indicador de nível de combustível
FUS DESTINO Injeção eletrônica
01 Autorádio Relê da injeção eletrônica
Luzesde placa Relê de partida a frio
Luz de posição diant. esq e tras. dir. 23 Relê de partida a frio
Painel de instrumentos
02 Acendedor de cigarros Relê Função
Conjunto de interruptores R04 Limpador traseiro
Luz de posição diant. dir. e tras. esq. R05 Eletroventilador interno
03 Farol baixo esquerdo R06 Exclusão de cargas
04 Farol baixo direito R07 Desembaçador do vidro traseiro
05 Farol alto esquerdo R11 Compressor do ar condicionado
Painel de instrumentos
06 Farol alto direito Atrás da caixa de fusíveis interna
09 Alavanca de direção
10 Interruptor dos vidros elétricos FUS DESTINO
12 Acendedor de cigarros 31 30A - Relê da injeção eletrônica
Autorádio 32 15A- Sonda lambda
Iluminação interna Eletroválvula do canister
Interruptor do pedal de freio 33 10A-Imobilizador
Painel de instrumentos Injeção eletrônica
Buzina Relés do eletroventilador
13
Relê do desembaçador do vidro traseiro 34 7,5A- Relê do compressor do A/C
14
15 Alavanca de direção
Ar condicionado e recírculo Relê Função
Motor do limpador do vidro traseiro R31 Amarelo - Injeção eletrônica
a

Relê do limpador do vidro traseiro R32 Amarelo - 1 vel. do eletroventilador


a

Alavanca de direção R33 Azul - 2 vel. do eletroventilador


16
17 Ar condicionado e recírculo Vão do motor atrás do farol esquerdo
Interruptor de marcha a ré
Painel de instrumentos
ou abaíso do pneu estepe
18 Ventilação interna FUS DESTINO
20 Relés do eletroventilador 41 Relê de partida a frio
21 Relê do compressor do ar condicionado
Relê Função
60 R41 Partida a frio
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli I AW 4AF

Localização de componentes

Localização dos componentes do


controle do motor

Mille
1.0 Flex

Bobina de ignição parte traseira do cabeçote


Bomba de combustível no interior do tanque de combustível
Bomba de partida a frio painel corta-fogo canto direito
Central de injeção eletrônica vão do motor lado direito
Central do imobilizador fixado abaixo da coluna de direção
Corretor da marcha-lenta corpo de borboleta
Eletro-injetores coletor de admissão
o
Eletroválvula de purga do canister próximo à tubulação de admissão do 2 cil.
Injetor de partida a frio painel corta-fogo lado esquerdo
Interruptor do reservatório de partida a frio painel corta-fogo canto direito
Interruptor térmico do compressor ao lado caixa de ar próx. pedal acelerador
Painel de instrumentos painel de instrumentos
Pressostato próximo ao farol esquerdo
Sensor de detonação bloco motor abaixo do coletor de admissão
Sensor de posição da borboleta corpo de borboleta
o
Sensor de pressão e temperatura do ar coletor de admissão próx. tubulação 2 cil.
Sensor de pressão do ar condicionado próximo ao farol esquerdo
Sensor de rotação frente do motor
Sensor de temperatura da água parte traseira do cabeçote - próx. bobina ign.
Sensor de velocidade caixa de cambio abaixo do cj. trambulador
Sonda lambda aquecida tubulação de escape na frente do veículo
Termostato eletrônico no conjunto evaporador (alguns possuem)
Tomada de diagnose ao lado da central de injeção eletrônica 61
FIAT

62
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT

63
FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW 4AF com Computador de bordo
Pín-out da unidade de controle do motor

80 vias

Palio
Siena
Strada

1.0 08V
Flex
Term. Descrição
1.3 08V
Flex 01 Sonda lambda aquecida pino 3
06 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C36 - CAN L
08 Interruptor da pressão do óleo
09 Sonda lambda aquecida pino 2
a
14 Relê T07 pino 85 - 2 velocidade do ventilador do radiador
15 Relê T09 pino 85 - principal da injeção eletrônica
20 Sonda lambda aquecida pino 1
25 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C20 - Diagnose
27 Aterramento
28 Aterramento
29 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F18
30 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 2
32 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C37 - CAN H
33 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 1
38 Relê T10 pino 85 - partida a frio
39 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 3
a
40 Relê T06 pino 85 - 1 velocidade do ventilador do radiador
41 Relê T05 pino 86 - compressor de ar condicionado
44 Sonda lambda aquecida - malha
47 Positivo pós chave de ignição - linha 15 protegida pelo fusível F16
48 Solicitação de ar condicionado (interruptor do A/C) pino 2B
52 Eletroválvula do canister pino 2
Term. Descrição

64
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW4AF com Computador de bordo

Pin-out da unidade de controle do motor

80 vias

Palio
Siena
Strada

1.0 08V
Flex
53 Sensor de rotação pino 1
1.3 08V
54 Sensor de posição da borboleta pino 1 Flex
54 Sensor de temperatura da agua pino 1
55 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 2
56 Sensor de detonação pino 2
57 Corretor de marcha-lenta pino 3
58 Corretor de marcha-lenta pino 4
59 Bobina de ignição pino 3
60 Sensor de posição da borboleta pino 2
61 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 1
62 Sensor de temperatura da água pino 2
63 Sensor de detonação - malha
64 Corretor de marcha-lenta pino 2
65 Corretor de marcha-lenta pino 1
66 Bobina de ignição pino 1
67 Sensor de rotação pino 2
68 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 3
70 Sensor de detonação pino 1
71 Eletroinjetor 1 pino 2
72 Eletroinjetor 4 pino 2
75 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 4
76 Sensor de posição da borboleta pino 3
77 Sensor de rotação malha
78 Eletroinjetor 3 pino 2
79 Eletroinjetor 2 pino 2

65
FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli lAW 4AF com Computador de bordo
Alimentação da UCE Eletro-injetores (resistência)
carcaça e massa continuidade isolado 13,0 a 17,0 0
pino 27 e massa continuidade pinos 71 e 79 26,0 a 34,0 Q
pino 28 e massa continuidade pinos 71 e 78 26,0 a 34,0 Q
29 e massa 11,0 a 13,5V- motor deslig. pinos 71 e 72 26,0 a 34,0 Q
29 e massa 11,0 a 13,5V- motor ligado
Palio Sistema de Ignição (resistência)
Siena 47 e massa 0,0V - motor desligado
primário isolado 0,5 a 0,7 Q
Strada 47 e massa 12,0 a 15,0V - motor ligado
pinos 1 e 3 (66 e 59) 1,0a 1,4 Q
1.0 08V Relé principal (resistência) secundário 1 (1 e 4) 10,4 a 12,8 kQ
Flex 15e47 70 a 90 Q secundário 2 (2 e 3) 10,4 a 12,8 kQ

1.3 08V Sensor de rotação e PMS (resistência) Bomba de Combustível


Flex
53e67 840 a 1450 Q Pressão da linha [ 3,5 bar

Sensor de pressão absoluta Corretor da marcha-lenta (resistencia)


Verificar gráfico nas páginas seguintes pinos 65 e 58 20,0 a 53,0 Q
pinos 64 e 57 20,0 a 53,0 Q
Sensor de temperatura do ar
pinos 65 e 57 resistência infinita
Verificar gráfico nas páginas seguintes
pinos 64 e 58 resistência infinita
Sensor de temperatura da água
Eletroválvula de purga do canister (resist.)
Verificar gráfico nas páginas seguintes
isolado 18,0 a 22,0 Q
Sensor posição da borboleta * pinos 52 e 71 31,0 a 39,0 Q canister + inj.
Fechada Aberta
3 e 1 (76 e 60) 2500a3100n 1400 a 1800Q
3 e 2 (76 e 54) 1600a2000Q 2400 a 2900Q
1 e 2 (60 e 54) 1200 a 1500Q 1200 a 1500Q

Sonda Lambda
resist, de aquec. 3,0 a 6,0Q
pinos 01 e 71 16,0 a 23,0Q aq sonda +
injetor
pinos 09 e 20 0,1 a 0,9V (marçha-lenta)

Sensor de detonação (resistência)


pinos 56 e 70 4,75 a 5,25 MQ

66
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW 4AF com Computador de bordo
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 61 e 55.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de Palio
gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 61 e 55. Ou diretamente no componente desconectado, Siena
meça a resistência entre os terminais 1 e 2. Strada

1.0 08V
Flex

Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar


1.3 08V
(°C) (V) Flex
0 3,75
10 3,25
20 2,75
30 2,27
40 1,75
50 1,41
60 1,11 .
70 0,87
80 0,68
90 0,53
100 0,41
110 0,32
120 0,26

Temp. Resist. Sensor de temperatura do ar


(°C) (G)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 2040 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3554/(T+273) - 4,30 ± 10%
67
FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW 4AF com Computador de bordo
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 54 e 62.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
Palio conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de
Siena gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 54 e 62. Ou diretamente no componente desconectado,
Strada meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

1.0 08V
Flex

1.3 08V Temp. Tensão Sensor de temperatura da água


Flex (00) (V)
0 4.28
10 3.94
20 3.55
30 3.13
40 2.59
50 2.20
60 -1.81
70 1.48
80 1.19
90 0.95
100 0.75
110 0.60
120 0.49

Temp. Resist. Sensor de temperatura da água


(°C) (Q)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1020 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3995/(T+273) - 3,77 ± 10%

68
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW 4AF com Computador de bordo
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou 61
e 75 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Palio
Bosch 0 261 230 030 Siena
bar KPa mmHg Tensão (V) Strada

0,2 20 150,01 0,301 1.0 08V


0,3 30 225,02 0,739 Flex
0,35 35 262,52 0,958
1.3 08V
0,4 40 300,02 1,177
Flex
0,5 50 375,03 1,615
0,6 60 450,04 2,053
0,7 70 525,04 2,491
0,8 80 600,05 2,929
0,9 90 675,05 3,367
0,92 92 690,06 3,455
1,0 100 750,06 3,805
1,1 110 825,07 4,243
1,2 120 900,07 4,681
1,23 123 922,57 4,812

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,38 * P(bar) - 0,575


Equação da pressão: P(bar) = 0,228 * U + 0,131
69
FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW4AF com Computador de bordo

Localização de componentes

Caixa de relés e f usineis interno


VISTA ANTERIOR VISTA POSTERIOR
Palio
Siena
Strada

1.0 08V
Flex

1.3 08V
Flex

Computador de bordo Computador de bordo

FUS DESTINO FUS DESTINO

12 Farol baixo esquerdo (2) 49 Auto-rádio (A04)


13 Farol baixo direito (2) Interruptor do farol de neblina (4)
31 Interruptor de marcha a ré (1 ) Comando do espelho elétrico (7 e 8)
32 Conj. alavancas (B06) Central de estacionamento (A01) -
33 Central do vidro elétrico (B11 ) Sensor de chuva (1)
34 Central do vidro elétrico (B20) Central do vidro elétrico (A17)
35 Sensor de nível de combustível (1 ) 50 Airbag (A02)
37 Interruptor do pedal de freio (1 ) 51 Acendedor de cigarros (1 )
Computador de bordo (13) Painel de comando (A06)
38 Computador de bordo (01 ) Iluminação de comando aquecedor (1 )
39 Computador de bordo (17) 52 Central do vidro elétrico (A07)
Auto-rádio (A07) Banco elétrico (2)
40 Vidro traseiro térmico (2) 53 Computador de bordo (19)
42 ABS (15)
43 Conj. alavancas (A11 ) Relê Função
44 Acendedor de cigarros (2)
45 Banco elétrico (1) T01 Farol baixo
47 Central do vidro elétrico (A01 ) T11 Aquecedor traseiro térmico
48 Central do vidro elétrico (A10) T12 Relê de serviços 1
T13 Relê de serviços 2

70
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW 4AF com Computador de bordo

Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis do vão do motor

VISTA SUPERIOR
Palio
Siena
Strada

1.0 08V
Flex

1.3 08V
Flex

frente do veículo
FUS DESTINO FUS DESTINO

01 Central do painel (P02) 21 Relé T10 da partida a frio


02 Central do painel (P02) 22 Bobina de ignição (1) se IAW 4AF ou IAW 4SF
03 Comutador de ignição (A2) Eletro-injetores (1) se IAW 4ÀF ou IAW 4SF
04 ABS (17 e 18) .. Bomba de combustível (1)
06 Relé T06 eletroventilador (baixa vel.) 23 Relé T20 do farol suplementar
07 Relé T07 do eletroventilador (alta vel.) 30 Relé T14 do farol de neblina
08 Relé T08 do eletroventilador interno
09 Relé T17 Relê Função
10 Relé T03 da buzina
11 Sonda lambda (4) T02 Farol alto
Eletroválvula do canister (1) T03 Buzina
Sensor de velocidade (3) T05 Compressor de ar condicionado
14 Farol alto direito (10) T06 Eletroventilador (baixa velocidade)
15 Farol alto esquerdo (10) T07 Eletroventilador (alta velocidade)
16 Central de injeção eletrônica T08 Eletroventilador interno
(05 se IAW 4SF / 1 5 se IAW 4AF / B62 se 5NF) T09 Injeção eletrônica (principal)
Relé T09 da injeção eletrônica T10 Partida a frio
Relé T10 da partida a frio T14 Farol de neblina
17 Bobina de ignição (2) - somente 5NF T17
Eletro-injetores (1) - somente 5NF T19
18 Central de injeção eletrônica T20 Farol suplementar
(28 se IAW 4SF / 29 se IAW 4AF / B16 se 5NF)
19 Relé T05 do compressor da ar condic.
20 ReléT19 71
FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW 4AF com Computador de bordo

Localização dos componentes do


controle do motor

Palio
Siena
Strada

1.0 08V
Flex

1.3 08V
Flex

72
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magnetí Marellí IAW 4AF com Computador de bordo

Bobina de ignição parte traseira do cabeçote


Bomba de combustível no interior do tanque de combustível
Bomba de partida a frio na caixa de roda dianteira direita
Central de injeção eletrônica vão do motor fixado ao painel corta fogo
Computador de bordo fixado à caixa de fusíveis interna
Corretor da marcha-lenta corpo de borboleta (próx. central injeção)
Palio
Eletro-injetores coletor de admissão Siena
Eletroválvula de purga do canister
o
coletor de admissão acima tubulação 4 cil. Strada
Injetor de partida a frio abaixo da central de injeção
1.0 08V
Interruptor do reservatório de partida a frio na caixa de roda dianteira direita Flex
Interruptor inercial à esquerda do pedal de embreagem
Painel de instrumentos painel de instrumentos 1.3 08V
Flex
a
Relê T21 da 4 vel. do eletroventildor interno à esquerda do porta-luvas
Sensor de detonação bloco motor abaixo do coletor de admissão
Sensor de posição da borboleta corpo de borboleta (próx. central injeção)
o
Sensor de pressão e temperatura do ar coletor de admissão acima tubulação 2 cil.
Sensor de pressão do ar condicionado frente do veículo próximo farol lado direito
Sensor de rotação frente do motor
Sensor de temperatura da água parte traseira do cabeçote, próx. bobina ign.
Sensor de velocidade caixa de cambio abaixo do cj. trambulador
Sonda lambda aquecida tubulação de escape na frente do veículo
Termostato eletrônico no conjunto evaporador (alguns possuem)

73
FIAT

74
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo

75
FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo

Pín-out da unidade de controle do motor

Palio
Siena
Strada

1.0 08V
Flex
Term. Descrição
1.3 08V
Flex 01 Sonda lambda aquecida pino 3
09 Sonda lambda aquecida pino 2
13 Central do imobilizador pino A06
o
14 Relê R14 pino 85 - 2 velocidade do ventilador do radiador
15 Relê R11 pino 85 - principal da injeção
17 Painel de instrumentos pino A13 - painel com led indicador de superaquecimento
20 Sonda lambda aquecida pino 1
25 Tomada de diagnose pino 3 - versão comum
Tomada de diagnose pino 7 - versão Celebration
26 Painel de instrumentos pino A14
27 Aterra mento
28 Aterramento
29 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F10A
30 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 2
33 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 1
34 Indicador de nivel do reservatório auxiliar da partida a frio
36 Painel de instrumentos pino B04 - sinal de nível do reservatório de combustível
38 Relê R10 pino 85 - partida a frio
39 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 3
o
40 Relê R12 pino 85 - 1 velocidade do ventilador do radiador
41 Relê R13 pino 86 - compressor de ar condicionado
42 Painel de instrumentos pino A13 - painel com indicador de temperatura
47 Positivo pós chave de ignição - linha 15
48 Solicitação de ar condicionado (interruptor do A/C) pino 2B
50 Painel de instrumentos pino A08
52 Eletrovalvula do canister pino 2

76
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo

Pin-out da unidade de controle do motor

80 vias

Palio
Siena
Strada

1.0 08V
Flex

Term. Descrição
1.3 08V
53 Sensor de rotação pino 1 Flex
54 Sensor de posição da borboleta pino 1
54 Sensor de temperatura da água pino 1
55 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 2
56 Sensor de detonação pino 2
57 Corretor de marcha-lenta pino 3
58 Corretor de marcha-lenta pino 4
59 Bobina de ignição pino 3
60 Sensor de posição da borboleta pino 2
61 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 1
62 Sensor de temperatura da agua pino 2
63 Sensor de detonação - malha
64 Corretor de marcha-lenta pino 2
65 Corretor de marcha-lenta pino 1
66 Bobina de ignição pino 1
67 Sensor de rotação pino 2
68 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 3
70 Sensor de detonação pino 1
71 Eletroinjetor 1 pino 2
72 Eletroinjetor 4 pino 2
75 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 4
76 Sensor de posição da borboleta pino 3
77 Sensor de rotação pino 3
78 Eletroinjetor 3 pino 2
79 Eletroinjetor 2 pino 2

77
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW4AF sem Computador de bordo
Alimentação da UCE Eletro-injetores (resistência)
carcaça e massa continuidade isolado 13,0 a 17,0 Q
pino 02 e massa continuidade pinos 71 e 79 26,0 a 34,0 Q
pino 27 e massa continuidade pinos 71 e 78 26,0 a 34,0 Q
29 e massa 11,0 a 13,5V - motor deslig. pinos 71 e 72 26,0 a 34,0 Q
29 e massa 11,0 a 13,5V- motor ligado
Palio Sistema de Ignição (resistência)
Siena 47 e massa 0,0V - motor desligado
primário isolado 0,5 a 0,7 Q
Strada 47 e massa 12,0 a 15,0V - motor ligado
pinos 1 e 3 (66 e 59) 1,0 a 1,4 Q
1.0 08V Relé principal (resistência) secundário 1 (1 e 4) 10,4 a 12,8 kQ
Flex 15e47 70 a 90 Q secundário 2 (2 e 3) 10,4 a 12,8 kQ

1.3 08V Sensor de rotação e PMS (resistência) Bomba de Combustível


Flex
53 e 6 7 840 a 1450 Q Pressão da linha 3,5 bar

Sensor de pressão absoluta Corretor da marcha-lenta (resistencia)


Verificar gráfico nas páginas seguintes pinos 65 e 58 20,0 a 53,0 Q
pinos 64 e 57 20,0 a 53,0 Q
Sensor de temperatura do ar
pinos 65 e 57 resistência infinita
Verificar gráfico nas páginas seguintes
pinos 64 e 58 resistência infinita
Sensor de temperatura da água
Eletroválvula de purga do canister (resist.)
Verificar gráfico nas páginas seguintes
¡solado 18,0 a 22,0 Q
Sensor posição da borboleta * pinos 52 e 71 31,0 a 39,0 Q canister + inj.
Fechada Aberta
3 e 1 (76 e 60) 2215 a 2708Q 1334 a1631Q
3 e 2 (76 e 54) 1447 a 1768Q 2160 a2640Q
1 e 2 (60 e 54) 1065 a 1302Q 1065 a 1302Q

Sonda Lambda
resist, de aquec. 3,0 a4,0Q
pinos 01 e 71 16,0 a 21,On aq sonda +
injetor
pinos 09 e 20 0,1 a 0,9V (marcha-lenta)

Sensor de detonação (resistência)


pinos 56 e 70 4,75 a 5,25 MQ

78
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 61 e 55.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de Palio
gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 61 e 55. Ou diretamente no componente desconectado, Siena
Strada
meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

1.0 08V
Flex
Sensor de temperatura do ar
Temp. Tensão 1.3 08V
(°C) (V) Flex
0 3,75
10 3,25
20 2,75
30 2,27
40 1,75
50 1,41
60 1,11 .
70 0,87
80 0,68
90 0,53
100 0,41
110 0,32
120 0,26

Sensor de temperatura do ar
Temp. Resist.
(°C)
0
(m
6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
r 90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 2040 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3554/(T+273) - 4,30 ± 10%
79
FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 54 e 62.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
Palio conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de
Siena gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 54 e 62. Ou diretamente no componente desconectado,
Strada meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

1.0 08V
Flex

1.3 08V Temp. Tensão Sensor de temperatura da água


Flex (°C) (V)
0 4.28
10 3.94
20 3.55
30 3.13
40 2.59
50 2.20
60 •1.81
70 1.48
80 1.19
90 0.95
100 0.75
110 0.60
120 0.49

Temp. Resist. Sensor de temperatura da água


(°C) (")
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 Z (1 + 1020 Z Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3995Z(T+273) - 3,77 ± 10%

80
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magnetí Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou 61
e 75 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Palio
Bosch 0 261 230 030 Siena
Strada
bar KPa mmHg Tensão (V)
0,2 20 150,01 0,301 1.0 08V
0,3 30 225,02 0,739 Flex
0,35 35 262,52 0,958
1.3 08V
0,4 40 300,02 1,177
Flex
0,5 50 375,03 1,615
0,6 60 450,04 2,053
0,7 70 525,04 2,491
0,8 80 600,05 2,929
0,9 90 675,05 3,367
0,92 92 690,06 3,455
1,0 100 750,06 3,805
1,1 110 825,07 4,243
1,2 120 900,07 4,681
1,23 123 922,57 4,812

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,38 * P(bar) - 0,575


Equação da pressão: P(bar) = 0,228 * U + 0,131
81
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo

Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis interno

Tomada de diagnose
Palio versão Celebration
Siena
Strada

1.0 08V
Flex

1.3 08V
Flex

FUS DESTINO Relé Função

01 Limpador do parabrisa R01


02 Central dos vidros elétricos R02
03 Central dos vidros efétricos R03
04 Farol alto esquerdo R04 Farol baixo
05 Farol alto direito R05 Desembaçador do vidro traseiro
06 Lanterna de neblina R06 Buzina (não em todos)
07 Luz de posição - lado esquerdo R07
08 Luz de posição - lado direito R08 Limpador traseiro (peq./marrom)
09 Farol de neblina R09 Limpadores
10 Trava de porta Ventilação interna
11 Desembaçador do vidro traseiro Relê do farol baixo
12 Sinalização de emergência R15 Vidro elétrico (amarelo/grande)
13 Buzina
14 Interruptor do pedal de freio
15 Painel de instrumentos
16 Ar condicionado
17 Farol baixo esquerdo
18 Farol baixo direito
19 Ventilação interna
20 Iluminação interna
Tomada de diagnose (16) - v. Celebration
21 Partida a frio
22 ABS
23 Imobilizador

82
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo

localização de componentes
Caixa de fusíveis ao lado da bateria
Fus Função

EFI Injeção eletrônica


j Palio
IGN Comutador de ignição
Siena
JB1 Faróis baixos
Iluminação interna, Strada
Limpador do pára-brisa,
Partida a frio, 1.0 08V
Ventilação interna Flex
JB2 Buzina,
Desembaçador,
11.3 08V
Flex
frente do veículo Emergência

Caixa de relés e fusíveis próximo ao


servofreio
Fus Função

F10A Injeção eletrônica


F15A Sonda lambda e canister
a
F30A Arrefecimento ( 1 veloc. sem A/C)
a
F40A Arrefecimento ( 1 veloc. com A/C)

Relê Função frente do veículo


R10 Partida a frio
R11 Principal
R12 a
Arrefecimento ( 1 veloc. sem A/C) * A posição dos relés pode mudar de carro para
carro

Caixa de relés abaixo do suporte da


bateria (com A/C)

Relê Função
a
R12 Arrefecimento ( 1 Veloc. com A/C)
R13 Compressor
a
R14 Arrefecimento (2 Veloc. com A/C)

* A posição dos relés pode mudar de carro para carro

frente do veículo 83
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo
Localização dos componentes do
controle do motor

Palio
Siena
Strada

1.0 08V
Flex

1.3 08V
Flex

84
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo

Bobina de ignição parte traseira do cabeçote


Bomba de combustível no interior do tanque de combustível
Bomba de partida a frio na caixa de roda dianteira direita
Central de injeção eletrônica vão do motor fixado ao painel corta fogo
Central do imobilizador fixado abaixo da coluna de direção
Corretor da marcha-lenta corpo de borboleta (próx. central injeção)
Palio
Eletro-injetores coletor de admissão Siena
Eletroválvula de purga do canister coletor de admissão acima tubulação 4 cil. o
Strada
Injetor de partida a frio abaixo da central de injeção
1.0 08V
Interruptor do reservatório de partida a frio na caixa de roda dianteira direita Flex
Interruptor inercial à esquerda do pedal de embreagem
Painel de instrumentos painel de instrumentos 1.3 08V
a Flex
Relê R21 da 4 vel. do eletroventildor interno à esquerda do porta-luvas
Sensor de detonação bloco motor abaixo do coletor de admissão
Sensor de posição da borboleta corpo de borboleta (próx. central injeção)
o
Sensor de pressão e temperatura do ar coletor de admissão acima tubulação 2 cil.
Sensor de pressão do ar condicionado frente do veículo próximo farol lado direito
Sensor de rotação frente do motor
Sensor de temperatura da água parte traseira do cabeçote, próx. bobina ign.
Sensor de velocidade caixa de cambio abaixo do cj. trambulador
Sonda lambda aquecida tubulação de escape na frente do veículo
Termostato eletrônico no conjunto evaporador (alguns possuem)
Tomada de diagnose (versão comum) ao lado da central de injeção eletrônica
Tomada de diagnose (versão Celebration) acima da caixa de fusíveis interna

85
FIAT

86
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT

87
FIAT Fábio Ribeiro von Glehn

Controle do motor Magneti Marelli lAW 4AF sem Computador de bordo


eímobilizador no painel
Pin-out da unidade de controle do motor

80 vias

Palio
Siena
Strada

1.0 08V
Flex

Term. Descrição
01 Sonda lambda aquecida pino 3
06 CAN-L
Painel de instrumentos pino 18
Tomada de diagnose pino 14
08 Interruptor da pressão do óleo do motor
09 Sonda lambda aquecida pino 2
o
14 Relê R14 pino 85 - 2 velocidade do ventilador do radiador
15 Relê R11 pino 86 - principal da injeção
20 Sonda lambda aquecida pino 1
25 Tomada de diagnose pino 7
27 Aterra mento
28 Aterramento
29 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F10A
30 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 2
32 CAN-H
Painel de instrumentos pino 19
Tomada de diagnose pino 6
33 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 1
34 Indicador de nivel do reservatório auxiliar da partida a frio pino 1
38 Relê R10 pino 85 - partida a frio
39 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 3
o
40 Relê R12 pino 85 - 1 velocidade do ventilador do radiador
41 Relê R13 pino 86 - compressor de ar condicionado
47 Positivo pós chave de ignição - linha 15 protegida pelo fusível F23
48 Solicitação de ar condicionado (termostato eletrônico pino 2)
52 Eletrovalvula do canister pino 2

88
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo
eimobilizador no painel
Pin-out da unidade de controle do motor

80 vias

Palio
Siena
Strada

1.0 08V
Flex

Term. Descrição
53 Sensor de rotação pino 2
54 Sensor de posição da borboleta pino 1
54 Sensor de temperatura da água pino 1
55 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 2
56 Sensor de detonação pino 1
57 Corretor de marcha-lenta pino 2
58 Corretor de marcha-lenta pino 1
59 Bobina de ignição pino 1
60 Sensor de posição da borboleta pino 2
61 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 1
62 Sensor de temperatura da agua pino 2
63 Sensor de detonação - malha
64 Corretor de marcha-lenta pino 3
65 Corretor de marcha-lenta pino 4
66 Bobina de ignição pino 3
67 Sensor de rotação pino 1
68 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 3
70 Sensor de detonação pino 2
71 Eletroinjetor 1 pino 1
72 Eletrbinjetor 4 pino 1
75 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 4
76 Sensor de posição da borboleta pino 3
77 Sensor de rotação - malha
78 Eletroinjetor 3 pino 1
79 Eletroinjetor 2 pino 1
Interruptor de pressão do óleo do motor

89
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo
eimobilizador no painel
Alimentação da UCE Eletro-injetores (resistência)
carcaça e massa continuidade isolado 13,0 a 17,0 n
pino 02 e massa continuidade pinos 71 e 79 26,0 a 34,0 n
pino 27 e massa continuidade pinos 71 e 78 26,0 a 34,0 n
29 e massa • 11,0 a 13,5V- motor deslig. pinos 71 e 72 26,0 a 34,0 n
Palio 29 e massa 11,0 a 13,5V- motor ligado
Siena Sistema de Ignição (resistência)
47 e massa 0,0V - motor desligado
Strada primário isolado 0,5 a 0,7 n
47 e massa 12,0 a 15,0V - motor ligado
pinos 1 e 3 (66 e 59) 1,0 a 1,4 n
1.0 08V
Flex Relé principal (resistência) secundário 1 (1 e 4) 10,4 a 12,8 kn
15 e 47 70 a 90 n secundário 2 (2 e 3) 10,4 a 12,8 kn

Sensor de rotação e PMS (resistência) Bomba de Combustível


53 e 67 840 a 1450 n Pressão da linha 3,5 bar

Sensor de pressão absoluta Corretor da marcha-lenta (resistencia)


Verificar gráfico nas páginas seguintes pinos 65 e 58 20,0 a 53,0 Q
pinos 64 e 57 20,0 a 53,0 Q
Sensor de temperatura do ar
pinos 65 e 57 resistência infinita
Verificar gráfico nas páginas seguintes
pinos 64 e 58 resistência infinita
Sensor de temperatura da água
Eletroválvula de purga do canister (resist.)
Verificar gráfico nas páginas seguintes
¡solado 18,0 a 22,0 n
Sensor posição da borboleta * pinos 52 e 71 31,0 a 39,0 n canister + inj.
Fechada Aberta
3 e 1 (76 e 60) 2215a2708Q 1334 a 16310
3 e 2 (76 e 54) 1447 a 1768Q 2160a2640Q
1 e 2 (60 e 54) 1065 a 1302n 1065 a 1302Q

Sonda Lambda
resist, de aquec. 3,0 a 4,0Q
pinos 01 e 71 16,0 a 21,OQ aq sonda +
injetor
pinos 09 e 20 0,1 a 0,9V (marcha-lenta)

Sensor de detonação (resistência)


pinos 56 e 70 4,75 a 5,25 Mn

90
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo
eímobilizadorno painel
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo u m a agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de c o m a n d o ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de c o m a n d o utilize os correspondentes 61 e 55.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. M e ç a a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja, Palio
conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de Siena
gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 61 e 55. Ou diretamente no c o m p o n e n t e d e s c o n e c t a d o , Strada
I meça a resistência entre os terminais 1 e 2.
1.0 08V
Flex

f Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar


8
> (°C) (V)
J
3 0 3,75
1
0
5 10 3,25

1
i
20 2,75

•o
30 2,27
1 40 1,75
50 1,41
í
a 60 1,11 "
2
c

I 70 0,87
I 80 0,68
9
1
i 90 0,53
i
z 100 0,41
£
a

jj 110 0,32
4 120 0,26
a
a

Temp. Resist, Sensor de temperatura do ar


(°C) (fíj
0 6100
10 3800
i 20 2500
1 30 1700
o
40 1100
j 50 800
•a

60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

E q u a ç ã o da t e n s ã o : Unte = 5,0 / (1 + 2040 / Rntc) ± 5%


E q u a ç ã o da r e s i s t ê n c i a : In(Rntc) = 3554/(T+273) - 4,30 ± 1 0 %
91
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW4AF sem Computador de bordo
eímobilízadorno painel
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 54 e 62.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
Palio ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
Siena conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de
Strada gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 54 e 62. Ou diretamente no componente desconectado,
meça a resistência entre os terminais 1 e 2.
1.0 08V
Flex

Temp. Tensão Sensor de temperatura da água


(°C) (V)
0 4.28
10 3.94
20 3.55
30 3.13
40 2.59
50 2.20
60 1.81
70 1.48
80 1.19
90 0.95
100 0.75
110 0.60
120 0.49

Temp. Resist. Sensor de temperatura da água


(°C) (O)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1020 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3995/(T+273) - 3,77 ± 10%
92
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo
e imobilizador no painel
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou 61
e 75 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.
Palio
Siena
Bosch 0 261 230 030 Strada
bar KPa mmHg Tensão (V)
0,2 20 150,01 0,301 1.0 08V
Flex
0,3 30 225,02 0,739
0,35 35 262,52 0,958
0,4 40 300,02 1,177
0,5 50 375,03 1,615
0,6 60 450,04 2,053
0,7 70 525,04 2,491
0,8 80 600,05 2,929
0,9 90 675,05 3,367
0,92 92 690,06 3,455
1,0 100 750,06 3,805
1,1 110 825,07 4,243
1,2 120 900,07 4,681
1,23 123 922,57 4,812

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,38 * P(bar) - 0,575


Equação da pressão: P(bar) = 0,228 * U + 0,131 93
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo
eimobilizadorno painel
localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis interno

Palio
Siena
Strada

1.0 08V
Flex

FUS DESTINO Relé Função

01 Limpador do parabrisa R01 Follow me home


02 Central dos vidros elétricos R02 Farol de neblina
03 Central dos vidros elétricos R03 Farol baixo
04 Farol alto esquerdo R04 Limpador traseiro
05 Farol alto direito R05 Buzina
06 Central dos vidros elétricos
07 Luz de posição - DE/TD e luz de placa
08 Luz de posição - DD/TE
09 Farol de neblina
10 Trava de porta
11 Desembaçador do vidro traseiro
12 Sinalização de emergência
13 Buzina
14 Interruptor do pedal de freio
15 Serviços
16 Ar condicionado
17 Farol baixo esquerdo
18 Farol, baixo direito
19 Ventilação interna e acendedor de cigarros
20 Iluminação interna
Rádio
Tomada de diagnose pino 16
21 Partida a frio
22 ABS
23 Injeção eletrônica pino 47
24 Vidro elétrico traseiro esquerdo
25 Vidro elétrico traseiro direito
94
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo
eimobilizadorno painel
Localização de componentes
Caixa de fusíveis ao lado da bateria
Fus Função

EFI Injeção eletrônica Palio


IGN Comutador de ignição Siena
JB1 Faróis baixos Strada
Iluminação interna,
Limpador do pára-brisa, 1.0 08V
Partida a frio, Flex
Ventilação interna
JB2 Buzina,
Desembaçador,
frente do veículo Emergência

Caixa de relés e fusíveis próximo ao


servofreio
Fus Função

F10A Injeção eletrônica


F15A Sonda lambda e canister
a
F30A Arrefecimento ( 1 veloc. sem A/C)
a
F40A Arrefecimento ( 1 veloc. com A/C)

Relé Função frente do veículo


R10 Partida a frio
R11 Principal
R12
a
Arrefecimento ( 1 veloc. sem A/C) * A posição dos relés pode mudar de carro para
carro

Caixa de relês abaixo do suporte da


bateria (com A/C)

Relê Função
a
R12 Arrefecimento ( 1 Veloc. com A/C)
R13 Compressor
a
R14 Arrefecimento (2 Veloc. com A/C)

* A posição dos relés pode mudar de carro para carro

95
frente do veículo
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo
eimobilizadorno painel
Tabela de localização dos componentes
do controle do motor

Palio
Siena
Strada

1.0 08V
Flex

96
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AF sem Computador de bordo
eimobilizadorno painel
Bobina de ignição parte traseira do cabeçote
Bomba de combustível no interior do tanque de combustível
Bomba de partida a frio na caixa de roda dianteira direita
Central de injeção eletrônica vão do motor fixado ao painel corta fogo
Central do imobilizador incorporado ao painel de instrumentos
Corretor da marcha-lenta corpo de borboleta (próx. central injeção)
Palio
Eletro-injetores coletor de admissão Siena
Eletroválvula de purga do canister
o
coletor de admissão acima tubulação 4 cil. Strada
Injetor de partida a frio abaixo da central de injeção
1.0 08V
Interruptor do reservatório de partida a frio na caixa de roda dianteira direita Flex
Interruptor inercial à esquerda do pedal de embreagem
Painel de instrumentos painel de instrumentos
Sensor de detonação bloco motor abaixo do coletor de admissão
Sensor de posição da borboleta corpo de borboleta (próx. central injeção)
o
Sensor de pressão e temperatura do ar coletor de admissão acima tubulação 2 cil.
Sensor de pressão do ar condicionado frente do veículo próximo farol lado direito
Sensor de rotação frente do motor
Sensor de temperatura da água parte traseira do cabeçote, próx. bobina ign.
Sensor de velocidade caixa de cambio abaixo do cj. trambulador
Sonda lambda aquecida tubulação de escape na frente do veículo
Termostato eletrônico no conjunto evaporador (alguns possuem)
Tomada de diagnose na caixa de fusíveis interna

97
FIAT

98
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT

99
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF com Computador de bordo
Pin-out da unidade de controle do motor

80 vias

Palio
Siena
Strada

1.4 08V
Flex

1.8 08V Term. Descrição


Flex 01 Aterramento
02 Aterramento
04 Sensor de posição do pedal acelerador pino 5
Sensor de pressão ar condicionado pino 1
05 Relê T09 principal da injeção pino 85
10 Sensor de posição do pedal acelerador pino 2
11 Sonda lambda aquecida pino 2
14 Computador de bordo pino C36 - CAN L
15 Sensor de posição do pedal acelerador pino 3
17 Relê T05 do ar condicionado pino 86
18 Interruptor duplo do pedal de freio pino 4
19 Solicitação de ar condicionado (termostato eletrônico pino 2)
22 Sonda lambda aquecida pino 1
25 Computador de bordo pino C37 - CAN H
27 Aterramento
28 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F18
o
32 Relê T07 da 2 velocidade do ventilador do radiador pino 85
35 Interruptor duplo do pedal de freio pino 3
36 Sensor de posição do pedal acelerador pino 1
Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 2
38 Positivo pós chave de ignição - linha 15 protegida pelo fusível F16
39 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 3
41 Sonda lambda aquecida pino 3
o
42 Relê T06 da 1 velocidade do ventilador do radiador pino 85
43 Eletroválvula de purga do canister pino 2
45 Interruptor do pedal da embreagem
46 Computador de bordo pino C20 - Diagnose
48 Sensor de posição do pedal acelerador pino 6
49 Sensor de posição do pedal acelerador pino 4

100
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF com Computador de bordo

Pín-out da unidade de controle do motor

80 vias

Palio
Siena
Strada

1.4 08V
Flex

Term. Descrição 1.8 08V


53 Acelerador eletrônico pino 3 Flex
54 Sensor de rotação pino 2
55 Sensor de temperatura do ar pino 2
56 Sensor do sensor da borboleta pino 4
57 Sensor do sensor da borboleta pino 2
58 Sensor de temperatura da água pino 1
Sensor do sensor da borboleta pino 6
59 Relê T10 da.partida a frio pino 85
60 Interruptor de pressão do óleo do motor
61 Sensor de detonação pino 1
62 Sensor de pressão absoluta pino 4
64 Sensor de pressão absoluta pino 3
65 Sensor de temperatura do ar pino 1
67 Acelerador eletrônico pino 5
68 Sensor de rotação pino 1
69 Sensor de temperatura da agua pino 2
70 Bobina de ignição pino 1
73 Bobina de ignição pino 3
75 Sensor de detonação pino 2
76 Sensor do sensor da borboleta pino 1
77 Eletroinjetor 2 pino 2
78 Eletroinjetor 4 pino 2
79 Eletroinjetor 1 pino 2
80 Eletroinjetor 3 pino 2

101
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF com Computador de bordo
Alimentação da UCE Sonda Lambda
carcaça e massa continuidade resist, de aquec. 3,0 a4,0Q
pino 01 e massa continuidade pinos 41 e 79 16,0 a 21,0Q aq sonda +
pino 02 e massa continuidade injetor
pino 27 e massa continuidade pinos 22 e 11 0,1 a 0,9V (marcha-lenta)

28 e massa 11,0 a 13,5V- motor deslig. Sensor de detonação (resistência)


Palio
Siena 28 e massa 11,0a 13,5V- motor ligado pinos 75 e 61 4,55 a 5,15 MQ
Strada 38 e massa 0,0V - motor desligado
38 e massa 12,0 a 15,0V - motor ligado Interruptor do pedal de embreagem
1.4 08V
pino 45 e massa resist, infinita (pedal solto)
Flex Relé principal (resistência) pino 45 e massa 0Q (pedal acionado)
1.8 08V 05 e 38 70 a 90 Q
Eletro-injetores (resistência)
Flex
Sensor de rotação e PMS (resistência) isolado 13,0 a 17,0 Q
68e54 480 a 600 Q pinos 79 e 77 26,0 a 34,0 Q

Sensor de pressão absoluta pinos 79 e 80 26,0 a 34,0 Q

Verificar gráfico nas páginas seguintes pinos 79 e 78 26,0 a 34,0 í l

Sensor de temperatura do ar Sistema de Ignição (resistência)

Verificar gráfico nas páginas seguintes primário isolado 0,5 a 0,7 Q


pinos 1 e 3 (70 e 73) 1,0a 1,4 O
Sensor de temperatura da água secundário 1 (1 e 4) 10,4 a 12,8 kQ
Verificar gráfico nas páginas seguintes secundário 2 (2 e 3) 10,4 a 12,8 kQ

Sensor posição da borboleta * Bomba de Combustível


Fechada Aberta Pressão da linha 3,5 bar
1 e 2 (76 e 57) 1200 a 1480Q 350 a 440O •

1 e 6 (76 e 58) 700 a 860Q 1180 a 1460Q Eletroválvula de purga do canister (resist.) 8
|

2 e 6 (57 e 58) 880 a 1090Q 880 a 1090Q isolado 18,0 a 22,0 n a

pinos 43 e 79 31,0 a 39,0 n canister + inj. J


4 e 2 (56 e 57) 550 a 680Q 1150 a 1420Q
Ï8
4 e 6 (56 e 58) 1060 a1310Q 320 a 410Q Relé de partida a frio

Acelerador eletrônico (resistência) pinos 59 e 79 93,0 a 117,0 Q bobina + inj.

3e5(53e67) 1,0 a 2,0 Q

102
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4Sf com Computador de bordo
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 65 e 55.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de Palio
gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 65 e 55. Ou diretamente no componente desconectado, Siena
meça a resistência entre os terminais 1 e 2. Strada

1.4 08V
Flex

Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar


1.8 08V
(°C) (V) Flex
0 3,75
10 3,25
20 2,75
30 2,27
40 1,75
50 1,41
60 1,11 -
70 0,87
80 0,68
90 0,53
100 0,41
110 0,32
120 0,26

Temp. Resist. Sensor de temperatura do ar


(°C)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 2040 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3554/(T+273) - 4,30 ± 10%
103
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF com Computador de bordo
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 58 e 69.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
Palio conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de
Siena gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 58 e 69. Ou diretamente no componente desconectado,
Strada meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

1.4 08V
Flex

1.8 08V Sensor de temperatura da água


Temp. Tensão
Flex
(°C) (V)
0 4,01
10 3,58
20 3,13
30 2,66
40 2,12
50 1,74
60 • 1,39
70 1,11
80 0,88
90 0,69
100 0,54
110 0,43
120 0,34

Resist. Sensor de temperatura da água


Temp.
(°C) (P)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1500 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3554/(T+273) - 4,30 ± 10%
104
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF com Computador de bordo
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou 65
e 62 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Palio
Bosch 0 261 230 030 Siena
Strada
bar KPa mmHg Tensão (V)
0,2 20 150,01 0,301 1.4 08V
0,3 30 225,02 0,739 Flex
0,35 35 262,52 0,958
1.8 08V
0,4 40 300,02 1,177
Flex
0,5 50 375,03 1,615
0,6 60 450,04 2,053
0,7 70 525,04 2,491
0,8 80 600,05 2,929
0,9 90 675,05 3,367
0,92 92 690,06 3,455
1,0 100 750,06 3,805
1,1 110 825,07 4,243
1,2 120 900,07 4,681
1,23 123 922,57 4,812

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,38 * P(bar) - 0,575


Equação da pressão: P(bar) = 0,228 * U + 0,131
105
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF com Computador de bordo

Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis interno


VISTA ANTERIOR VISTA POSTERIOR

Palio
Siena
Strada

1.4 08V
Flex

1.8 08V
Flex

Computador de bordo Computador de bordo

FUS DESTINO FUS DESTINO

12 Farol baixo esquerdo (2) 49 Auto-rádio (A04)


13 Farol baixo direito (2) Interruptor do farol de neblina (4)
31 Interruptor de marcha a ré (1 ) Comando do espelho elétrico (7 e 8)
32 Conj. alavancas (B06) Central de estacionamento (A01)
33 Central do vidro elétrico (B11) Sensor de chuva (1)
34 Central do vidro elétrico (B20) Central do vidro elétrico (A17)
35 Sensor de nível de combustível (1 ) 50 Airbag (A02)
37 Interruptor do pedal de freio (1 ) 51 Acendedor de cigarros (1)
Computador de bordo (13) Painel de comando (A06)
38 Computador de bordo (01 ) Iluminação de comando aquecedor (1)
39 Computador de bordo (17) 52 Central do vidro elétrico (A07)
Auto-rádio (A07) Banco elétrico (2)
40 Vidro traseiro térmico (2) 53 Computador de bordo (19)
42 ABS (15)
43 Conj. alavancas (A11) Relê Função
44 Acendedor de cigarros (2)
45 Banco elétrico (1) T01 Farol baixo
47 Central do vidro elétrico (A01 ) T11 Aquecedor traseiro térmico
48 Central do vidro elétrico (A10) T12 Relê de serviços 1
T13 Relê de serviços 2

106
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF com Computador de bordo

Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis do vão do motor


VISTA SUPERIOR
Palio
Siena
Strada

O 1.4 08V
ZJ Flex
s ü

> 1.8 08V


O Flex
"O

"E
CD
ZJ
cr
a>
0)
~cõ

03

frente do veículo
FUS DESTINO FUS DESTINO

01 Central do painel (P02) 21 Relé T10 da partida a frio


02 Central do painel (P02) 22 Bobina de ignição (1) se IAW 4AF ou IAW 4SF
03 Comutador de ignição (A2) Eletro-injetores (1) se IAW 4AF ou IAW 4SF
04 ABS (17 e 18) Bomba de combustível (1)
06 Relé T06 eletroventilador (baixa vel.) 23 Relé T20 do farol suplementar
07 Relé T07 do eletroventilador (alta vel.) 30 Relé T14 do farol de neblina
08 Relé T08 do eletroventilador interno
09 Relé T17 Relé Função
10 Relé T03 da buzina >
11 Sonda lambda (4) T02 Farol alto
Eletroválvula do canister (1) T03 Buzina
Sensor de velocidade (3) T05 Compressor de ar condicionado
14 Farol alto direito (10) T06 Eletroventilador (baixa velocidade)
15 Farol alto esquerdo (10) T07 Eletroventilador (alta velocidade)
16 Central de injeção eletrônica T08 Eletroventilador interno
(05 se IAW 4SF / 1 5 se IAW 4AF7 B62 se 5NF) T09 Injeção eletrônica (principal)
Relé T09 da injeção eletrônica T10 Partida a frio
Relé T10 da partida a frio T14 Farol de neblina
17 Bobina de ignição (2) - somente 5NF T17
Eletro-injetores (1) - somente 5NF T19
18 Central de injeção eletrônica T20 Farol suplementar
(28 se IAW 4SF / 29 se IAW 4AF / B16 se 5NF)
19 Relé T05 do compressor da ar condic.
20 Relé T19
107
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF com Computador de bordo
Localização dos componentes do
controle do motor

Palio
Siena
Strada

1.4 08V
Flex

1.8 08V
Flex

108
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF com Computador de bordo

Alternador Frente do motor, lado direito


Bobinas de ignição Parte traseira do motor fixado ao cabeçote
Bomba de combustível Reservatório de combustível
Bomba de partida a frio Reservatório de partida a frio, lado direito do
veículo
Central de injeção eletrônica Vão do motor, acima do servo freio
Palio
Computador de bordo Abaixo e a esquerda do volante do veículo, fixado à
Siena
central de fusíveis
Strada
Eletro-injetores Coletor de admissão no lado direito do motor
Eletroválvula de purga do canister Fixado ao coletor de admissão 1.4 08V
Painel corta fogo entre o coletor de admissão e a Flex
Injetor de partida a frio
central de admissão
1.8 08V
* Interruptor da pressão de óleo do motor Fixado a bomba de óleo, frente do motor no lado Flex
direito
Interruptor do pedal de embreagem Fixado ao pedal de embreagem
Interruptor duplo do pedal de freio Pedal de freio
Interruptor inercial Ao lado do pedal de embreagem
Painel de instrumentos —
a
Relê T21 da 4 vel. do eletroventildor interno à esquerda do porta-luvas
Sensor de detonação Abaixo do coletor de admissão, entre o segundo e
terceiro cilindro
Sensor de posição da borboleta Na entrada do coletor de admissão
Sensor de posição do pedal do acelerador Pedal acelerador
Sensor de pressão e temperatura do ar Coletor de admissão, acima do duto do quarto
cilindro
Sensor de pressão do ar condicionado Duto do ar condicionado, abaixo do suporte da
bateria
Sensor de rotação Frente do motor e o chicote pela lateral direita do
motor
Sensor de temperatura da água Parte traseira do cabeçote, abaixo da bobina de
ignição
Sensor de velocidade Cambio logo abaixo da central de injeção
Sonda lambda aquecida Coletor de escape próximo as vávulas de escape
Termostato eletrônico Ao lado da caixa de ar no lado direito

109
FIAT

110
r

Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT

I Resistores limitadores da
í velocidade do
eletroventilador

111
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF sem Computador de bordo
Pín-out da unidade de controle do motor

80 vias

Palio
Siena
Strada

1.4 08V
Flex Term. Descrição
01 Aterramento
1.8 08V
02 Aterramento
Flex
04 Sensor de posição do pedal acelerador pino 5
Sensor de pressão ar condicionado pino 1
05 Relê R11 principal da injeção pino 85
07 Interruptor de nível do reservatório de partida a frio
Painel de instrumentos pino B03
10 Sensor de posição do pedal acelerador pino 2
11 Sonda lamba aquecida pino 2
15 Sensor de posição do pedal acelerador pino 3
17 Relê R13 do ar condicionado pino 86
18 Interruptor duplo do pedal de freio pino 4
19 Solicitação de ar condicionado (termostato eletrônico pino 2)
20 Central do imobilizador pino A06
21 Painel de instrumentos pino A13 - painel com marcador de temperatura
22 Sonda lamba aquecida pino 1
26 Painel de instrumentos pino A13 - painel com led indicador de superaquecimento
27 Aterramento
28 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F10A
32 o
Relê R14 da 2 velocidade do ventilador do radiador pino 85
33 Painel de instrumentos pino B04 - sinal de nível do reservatório de combustível
35 Interruptor duplo do pedal de freio pino 3
36 Sensor de posição do pedal acelerador pino 1
36 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 2
38 Positivo pós chave de ignição - linha 15
39 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 3
41 Sonda lamba aquecida pino 3
42 o
Relê R12 da 1 velocidade do ventilador do radiador pino 85
43 Eletroválvula de purga do canister pino 2
44 Painel de instrumentos pino A08
45 Interruptor do pedal de embreagem
46 Tomada de diagnose pino 3
48 Sensor de posição do pedal acelerador pino 6
49 Sensor de posição do pedal acelerador pino 4
52 Painel de instrumentos pino A14

112
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF sem Computador de bordo

Pin-out da unidade de controle do motor

80 vias

Palio
Siena
Strada

1.4 08V
Flex
Term. Descrição
53 Acelerador eletrônico pino 3 1.8 08V
Flex
54 Sensor de rotação pino 2
55 Sensor de temperatura do ar pino 2
56 Sensor de posição da borboleta pino 4
57 Sensor de posição da borboleta pino 2
58 Sensor de posição da borboleta pino 6
Sensor de temperatura da agua pino 1
59 Relê R10 da partida a frio pino 85
61 Sensor de detonação pino 1
62 Sensor de pressão absoluta pino 4
64 Sensor de pressão absoluta pino 3
65 Sensor de pressão absoluta e temperatura do ar pino 1
67 Acelerador eletrônico pino 5
68 Sensor de rotação pino 1
69 Sensor de temperatura da água pino 2
70 Bobina de ignição pino 1
73 Bobina de ignição pino 3
75 Sensor de detonação pino 2
76 Sensor posição borboleta pino 1
77 Eletroinjetor 2 pino 2
78 Eletroinjetor 4 pino 2
79 Eletroinjetor 1 pino 2
80 Eletroinjetor 3 pino 2

113
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF sem Computador de bordo
Alimentação da UCE Sonda Lambda
carcaça e massa continuidade resist. de aquec. 3,0a4,0Q
pino 01 e massa continuidade pinos 41 e 79 16,0 a 21,0Q aq sonda +
pino 02 e massa continuidade injetor
pino 27 e massa continuidade pinos 22 e 11 0,1 a 0,9V (marcha-lenta)
28 e massa 11,0 a 13,5V- motor deslig. Sensor de detonação (resistência)
Palio
Siena 28 e massa 11,0 a 13,5V- motor ligado pinos 75 e 61 4,75 a 5,25 MQ
Strada 38 e massa 0,0V - motor desligado
38 e massa 12,0 a 15,0V- motor ligado Eletro-injetores (resistência)
1.4 08V
isolado 13,0 a 17,0 Q
Flex Relé principal (resistência) pinos 79 e 77 26,0 a 34,0 Q
1.8 08V 05 e 38 70 a 90 Q pinos 79 e 80 26,0 a 34,0 Q
Flex pinos 79 e 78 26,0 a 34,0 Q
Sensor de rotação e PMS (resistência)
68e54 840 a 1030 Q Sistema de Ignição (resistência)

Sensor de pressão absoluta primário isolado 0,5 a 0,7 Q

Verificar gráfico nas páginas seguintes pinos 1 e 3 (70 e 73) 1,0 a 1,4 Q
secundário 1 (1 e 4) 10,0 a 13,0 kQ
Sensor de temperatura do ar secundário 2 (2 e 3) 10,0 a 13,0 kQ
Verificar gráfico nas páginas seguintes
Bomba de Combustível
Sensor de temperatura da água Pressão da linha 3,5 bar
Verificar gráfico nas páginas seguintes
Eletroválvula de purga do canister (resist.)
Sensor posição da borboleta * isolado 18,0 a 22,0 Q
Fechada Aberta pinos 43 e 79 31,0 a 39,0 Q canister + inj.
1 e 2 (76 e 57) 1200 a 1480Q 350 a 440Q
1 e 6 (76 e 58) 700 a 860Q 1180 a 1460Q
2 e 6 (57 e 58) 880 a 1090D 880 a 1090Q
4 e 2 (56 e 57) 550 a 680Q 1150 a 1420Q
4 e 6 (56 e 58) 1060 a 1310Q 320 a 410Q

Acelerador eletrônico (resistência)


3 e 5 (53 e 67) 4,5 a 5,5 Q

114
Injeção eletrônica tecnologia flex

Controle do motor Magneti Marelli IAW4SF sem Computador de bordo


Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 65 e 55.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de Palio
gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 65 e 55. Ou diretamente no componente desconectado, Siena
meça a resistência entre os terminais 1 e 2. Strada

1.4 08V
Flex

Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar


1.8 08V
(°C) (V) Flex
0 3,75
10 3,25
20 2,75
30 2,27
40 1,75
50 1,41
60 1,11 .
70 0,87
80 0,68
90 0,53
100 0,41
110 0,32
120 0,26

Temp. Resist. Sensor de temperatura do ar


(°C) (fl)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 2040 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3554/(T+273) - 4,30 ± 10%

115
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF sem Computador de bordo
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 58 e 69.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
Palio conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de
Siena gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 58 e 69. Ou diretamente no componente desconectado,
Strada meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

1.4 08V
Flex

1.8 08V Sensor de temperatura da água


Temp. Tensão
Flex
(°C) (V)
0 4,01
10 3,58
20 3,13
30 2,66
40 2,12
50 1,74
60 • 1,39
70 1,11.
80 0,88
90 0,69
100 0,54
110 0,43
120 0,34

Temp. Resist. Sensor de temperatura da água


(°C) (O)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1500 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3554/(T+273) - 4,30 ± 10%

116
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF sem Computador de bordo
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou 65
e 62 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Palio
Bosch 0 261 230 030 Siena
Strada
bar KPa mmHg Tensão (V)
0,2 20 150,01 0,301 1.4 08V
0,3 30 225,02 0,739 Flex
0,35 35 262,52 0,958
1.8 08V
0,4 40 300,02 1,177
Flex
0,5 50 375,03 1,615
0,6 60 450,04 2,053
0,7 70 525,04 2,491
0,8 80 600,05 2,929
0,9 90 675,05 3,367
0,92 92 690,06 3,455
1,0 100 750,06 3,805
1,1 110 825,07 4,243
1,2 120 900,07 4,681
1,23 123 922,57 4,812

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,38 * P(bar) - 0,575


Equação da pressão: P(bar) = 0,228 * U + 0,131
tl7
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF sem Computador de bordo
Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis interno

Tomada de diagnose
Palio versão Celebration
Siena
Strada

1.4 08V
Flex

1.8 08V
Flex

FUS DESTINO Relé Função

01 Limpador do parabrisa R01


02 Central dos vidros elétricos R02
03 Central dos vidros elétricos R03
04 Farol alto esquerdo R04 Farol baixo
05 Farol alto direito R05 Desembaçador do vidro traseiro
06 Lanterna de neblina R06 Buzina (não em todos)
07 Luz de posição - lado esquerdo R07
08 Luz de posição - lado direito R08 Limpador traseiro (peq./marrom)
09 Farol de neblina R09 Limpadores
10 Trava de porta Ventilação interna
11 Desembaçador do vidro traseiro Relê do farol baixo
12 Sinalização de emergência R15 Vidro elétrico (amarelo/grande)
13 Buzina
14 Interruptor do pedal de freio
15 Painel de instrumentos
16 Ar condicionado
17 Farol baixo esquerdo
18 Farol baixo direito
19 Ventilação interna
20 Iluminação interna
Tomada de diagnose (16) - v. Celebration
21 Partida a frio
22 ABS
23 Imobilizador

118
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF sem Computador de bordo

Localização de componentes
Caixa de fusíveis ao lado da bateria
Fus Função

EFI Injeção eletrônica


Comutador de ignição Palio
IGN
Faróis baixos Siena
JB1
Iluminação interna, Strada
Limpador do pára-brisa,
Partida a frio, 1.4 08V
Ventilação interna Flex
JB2 Buzina,
1.8 08V
Desembaçador,
Flex
frente do veículo Emergência

Caixa de relés e fusíveis préximo ao


servofreio
Fus Função

F10A Injeção eletrônica


F15A Sonda lambda e canister
a
F30A Arrefecimento ( 1 veloc. sem A/C)
a
F40A Arrefecimento ( 1 veloc. com A/C)

Relé Função frente do veículo


R10 Partida a frio
R11 Principal
R12 a
Arrefecimento ( 1 veloc. sem A/C) * A posição dos relés pode mudar de carro para
carro

Caixa de relés abaixo do suporte da


bateria (com A/C)

Relê Função
a
R12 Arrefecimento ( 1 Veloc. com A/C)
R13 Compressor
a
R14 Arrefecimento (2 Veloc. com A/C)

* A posição dos relés pode mudar de carro para carro

119
frente do veículo
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW4SF sem Computador de bordo

Localização dos componentes do


controle do motor

Palio
Siena
Strada

1.4 08V
Flex

1.8 08V
Flex

120
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW4SF sem Computador de bordo

Bobina de ignição Parte traseira do cabeçote


Bomba de combustível No tanque
Bomba de partida a frio Lateral direita do veículo
Central de injeção eletrônica Painel corta fogo acima do servo freio
Central do imobilizador Abaixo da coluna de direção
Eletro-injetores Coletor de admissão - lado direito do motor
Palio
Eletroválvula de purga do canister Abaixo do corpo de borboleta Siena
Injetor de partida a frio Painel corta fogo abaixo central de injeção Strada
Interruptor inercial Ao lado do pedal de embreagem
1.4 08V
Interruptor do pedal de embreagem Flex
Interruptor duplo do pedal de freio
Painel de instrumentos 1.8 08V
a Flex
Relê R21 da 4 vel. do eletroventildor interno à esquerda do porta-luvas
Sensor de detonação Bloco motor abaixo do coletor de admissão
Sensor de posição da borboleta No corpo de borboleta
Sensor de posição do pedal do acelerador Junto ao pedal do acelerador
o
Sensor de pressão e temperatura do ar Coletor de admissão próximo duto do 1 cil.
Sensor de pressão do ar condicionado Frente do motor próximo ao farol direito
Sensor de rotação Frente do motor
Sensor de temperatura da água parte traseira do cabeçote, próx. bobina ign.
Sensor de velocidade caixa de cambio abaixo do cj. trambulador
Sonda lambda aquecida tubulação de escape na frente do veículo
Termostato eletrônico no conjunto evaporador (alguns possuem)
Tomada de diagnose ao lado da central de injeção

121
FIAT

122
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT

123

_
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF ou IAW 4DF sem Computador de bordo
eimobilizadorno painel
Pin-out da unidade de controle do motor

80 vias

Palio
Siena
Strada

1.4 08V
Flex
Descrição
01 Aterramento
02 Aterramento
04 Sensor de posição do pedal acelerador pino 5
Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 1
05 Relê R11 principal da injeção pino 86
10 Sensor de posição do pedal acelerador pino 2
11 Sonda lamba aquecida pino 2
14 CAN-L
Painel de instrumentos pino 18
Tomada de diagnose pino 14
15 Sensor de posição do pedal acelerador pino 3
17 Relê R13 do ar condicionado pino 86
18 Interruptor duplo do pedal de freio pino 3
19 Solicitação de ar condicionado (termostato eletrônico pino 2)
22 Sonda lamba aquecida pino 1
25 CAN-H
Painel de instrumentos pino 19
Tomada de diagnose pino 6
27 Aterramento
28 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F10A
32 o
Relê R14 da 2 velocidade do ventilador do radiador pino 85
34 Interruptor de nível do reservatório de partida a frio pino 1, somente IAW 4SF
35 Interruptor duplo do pedal de freio pino 4
36 Sensor de posição do pedal acelerador pino 1
Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 2
38 Positivo pós chave de ignição - linha 15 protegida pelo fusível F23
39 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 3
41 Sonda lamba aquecida pino 3
o
42 Relê R12 da 1 velocidade do ventilador do radiador pino 85
43 Eletroválvula de purga do canister pino 1
45 Interruptor do pedal de embreagem pino 2
46 Tomada de diagnose pino 7
48 Sensor de posição do pedal acelerador pino 6
49 Sensor de posição do pedal acelerador pino 4

124
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF ou IAW 4DF sem Computador de bordo
eimobilizadorno painel
Pín-out da unidade de controle do motor

80 vias

Palio
Siena
Strada

1.4 08V
Flex

Term. Descrição
53 Acelerador eletrônico pino 3
54 Sensor de rotação pino 1
55 Sensor de temperatura do ar pino 2
56 Sensor de posição da borboleta pino 4
57 Sensor de posição da borboleta pino 6
58 Sensor de posição da borboleta pino 2
Sensor de temperatura da agua pino 1
59 Relê R10 da partida a frio pino 85
60 Interruptor da pressão do óleo do motor pino 1
61 Sensor de detonação pino 1
62 Sensor de pressão absoluta pino 4
64 Sensor de pressão absoluta pino 3
65 Sensor de pressão absoluta e temperatura do ar pino 1
67 Acelerador eletrônico pino 1
68 Sensor de rotação pino 2
69 Sensor de temperatura da água pino 2
70 Bobina de ignição pino 1
73 Bobina de ignição pino 3
75 Sensor de detonação pino 2 s
76 Sensor posição borboleta pino 5
77 Eletroinjetor 2 pino 1
78 Eletroinjetor 4 pino 1
79 Eletroinjetor 1 pino 1
80 Eletroinjetor 3 pino 1

125
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF ou IAW 4DF sem Computador de bordo
eimobilizadorno painel
Alimentação da UCE Sonda Lambda
carcaça e massa continuidade resist. de aquec. 3,0 a4,0n
pino 01 e massa continuidade pinos 41 e 79 16,0 a 21,On aq sonda +
pino 02 e massa continuidade injetor
pino 27 e massa continuidade pinos 22 e 11 0,1 a 0,9V (marcha-lenta)
Palio 28 e massa 11,0 a 13,5V- motor deslig. Sensor de detonação (resistência)
Siena 11,0 a 13,5V - motor ligado
28 e massa pinos 75 e 61 4,75 a 5,25 Mn
Strada
38 e massa 0,0V - motor desligado
1.4 08V 38 e massa 12,0 a 15.0V - motor ligado Eletro-injetores (resistência)
Flex isolado 13,0 a 17,0 n
Relé principal (resistência) pinos 79 e 77 26,0 a 34,0 n
05 e 38 70 a 90 n pinos 79 e 80 26,0 a 34,0 n

Sensor de rotação e PMS (resistência) pinos 79 e 78 26,0 a 34,0 n

68e54 840 a 1030 Q Sistema de Ignição (resistência)

Sensor de pressão absoluta primário isolado 0,5 a 0,7 n


Verificar gráfico nas páginas seguintes pinos 1 e 3 (70 e 73) 1,0 a 1,4 n
secundário 1 (1 e 4) 10,0 a 13,0 kn
Sensor de temperatura do ar secundário 2 (2 e 3) 10,0 a 13,0 kn
Verificar gráfico nas páginas seguintes
Bomba de Combustível
Sensor de temperatura da água Pressão da linha 3,5 bar
Verificar gráfico nas páginas seguintes
Eletroválvula de purga do canister (resist.)
Sensor posição da borboleta * isolado 18,0 a 22,0 n
Fechada Aberta pinos 43 e 79 31,0 a 39,0 n canister + inj.
1 e 2 (76 e 57) 1200 a 1480Q 350 a 440n
1 e 6 (76 e 58) 700 a 860Q 1180 a 1460n
2 e 6 (57 e 58) 880 a 1090Q 880 a 1090n
4 e 2 (56 e 57) 550 a 680Q 1150 a 1420n
4 e 6 (56 e 58) 1060 a 1310n 320 a 410n

Acelerador eletrônico (resistência)


3 e 5 (53 e 67) 4,5 a 5,5 Q

126
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF ou IAW 4DF sem Computador de bordo
eimobilizadorno painel
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 65 e 55.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja, Palio
conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de Siena
gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 65 e 55. Ou diretamente no componente desconectado, Strada
meça a resistência entre os terminais 1 e 2.
1.4 08V
Flex

Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar


(°C) (V)
0 3,75
10 3,25
20 2,75
30 2,27
40 1,75
50 1,41
60 1,11
70 0,87
80 0,68
90 0,53
100 0,41
110 0,32
120 0,26

Temp. Resist. Sensor de temperatura do ar


(°C) (Cl)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da resistência: In(Rntc) = 3554/(T+273) - 4,30 ± 10%

127
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF ou IAW 4DF sem Computador de bordo
eimobilizadorno painel
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 58 e 69.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
Palio ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
Siena conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de
Strada gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 58 e 69. Ou diretamente no componente desconectado,
meça a resistência entre os terminais 1 e 2.
1.4 08V
Flex

Sensor de temperatura da água


Temp. Tensão
(°C) (V)
0 4,01
10 3,58
20 3,13
30 2,66
40 2,12
50 1,74
60 1,39
70 1,11
80 0,88
90 0,69
100 0,54
110 0,43
120 0,34

Temp. Resist. Sensor de temperatura da água


fC) (")
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1500 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3554/(T+273) - 4,30 ± 10%
128
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF ou IAW 4DF sem Computador de bordo
eimobilizador no painel
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou 65
e 62 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.
Palio
Bosch 0 261 230 030 Siena
Strada
bar KPa mmHg Tensão (V)
0,2 20 150,01 0,301 1.4 08V
0,3 30 225,02 0,739 Flex
0,35 35 262,52 0,958
0,4 40 300,02 1,177
0,5 50 375,03 1,615
0,6 60 450,04 2,053
0,7 70 525,04 2,491
0,8 80 600,05 2,929
0,9 90 675,05 3,367
0,92 92 690,06 3,455
1,0 100 750,06 3,805
1,1 110 825,07 4,243
1,2 120 900,07 4,681
1,23 123 922,57 4,812

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,38 * P(bar) - 0,575


Equação da pressão: P(bar) = 0,228 * U + 0,131
129
FIAT Fábio Ribeiro von Glehn

Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF ou IAW 4DF sem Computador de bordo
eimobilizadorno painel
Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis interno

Palio
Siena
Strada

1.4 08V
Flex

FUS DESTINO Relê Função

01 Limpador do parabrisa R01 Follow me home


02 Central dos vidros elétricos R02 Farol de neblina
03 Central dos vidros elétricos R03 Farol baixo
04 Farol alto esquerdo R04 Limpador traseiro
05 Farol alto direito R05 Buzina
06 Central dos vidros elétricos
07 Luz de posição - DE/TD e luz de placa
08 Luz de posição - DD/TE
09 Farol de neblina
10 Trava de porta
11 Desembaçador do vidro traseiro
12 Sinalização de emergência
13 Buzina
14 Interruptor do pedal de freio
15 Serviços
16 Ar condicionado
17 Farol baixo esquerdo
18 Farol baixo direito
19 Ventilação interna e acendedor de cigarros
20 Iluminação interna
Rádio
Tomada de diagnose pino 16
21 Partida a frio
22 ABS
23 Injeção eletrônica pino 38
24 Vidro elétrico traseiro esquerdo
130 25 Vidro elétrico traseiro direito
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF ou IAW 4DF sem Computador de bordo
eimobilizadorno painel
Localização de componentes
Caixa de fusíveis ao lado da bateria
Fus Função

EFI Injeção eletrônica Palio


IGN Comutador de ignição Siena
JB1 Faróis baixos Strada
Iluminação interna,
Limpador do pára-brisa, 1.4 08V
Partida a frio, Flex
Ventilação interna
JB2 Buzina,
Desembaçador,
frente do veículo Emergência

Caixa de relés e fusíveis próximo ao


servofreio
Fus Função

F10A Injeção eletrônica


F15A Sonda lambda e canister
a
F30A Arrefecimento ( 1 veloc. sem A/C)
a
F40A Arrefecimento ( 1 veloc. com A/C)

Relé Função frente do veículo


R10 Partida a frio
R11 Principal
R12 a
Arrefecimento ( 1 veloc. sem A/C) * A posição dos relés pode mudar de carro para
carro

r" Caixa de relés abaixo do suporte da


bateria (com A/C)

Relê Função
a
R12 Arrefecimento ( 1 Veloc. com A/C)
R13 Compressor
a
R14 Arrefecimento (2 Veloc. com A/C)

* A posição dos relés pode mudar de carro para carro

131
frente do veículo
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF ou IAW 4DF sem Computador de bordo
eimobilizadorno painel
Localização dos componentes do
controle do motor

Palio
Siena
Strada

1.4 08V
Flex

132
Iniecão eletrônica tecnoloaia flex
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF ou IAW 4DF sem Computador de bordo
eimobilizadorno painel
Bobina de ignição Parte traseira do cabeçote
Bomba de combustível No tanque
Bomba de partida a frio Lateral direita do veículo
Central de injeção eletrônica Painel corta fogo acima do servo freio
Central do imobilizador incorporado ao painel de instrumentos
Eletro-injetores Coletor de admissão - lado direito do motor
Palio
Eletroválvula de purga do canister Abaixo do corpo de borboleta Siena
Injetor de partida a frio Painel corta fogo abaixo central de injeção Strada
Interruptor inercial Ao lado do pedal de embreagem
1.4 08V
Interruptor do pedal de embreagem Flex
Interruptor duplo do pedal de freio
Painel de instrumentos
a
Relê R21 da 4 vel. do eletroventildor interno à esquerda do porta-luvas
Sensor de detonação Bloco motor abaixo do coletor de admissão
Sensor de posição da borboleta No corpo de borboleta
Sensor de posição do pedal do acelerador Junto ao pedal do acelerador
o
Sensor de pressão e temperatura do ar Coletor de admissão próximo duto do 1 cil.
Sensor de pressão do ar condicionado Frente do motor próximo ao farol direito
Sensor de rotação Frente do motor
Sensor de temperatura da água parte traseira do cabeçote, próx. bobina ign.
Sensor de velocidade caixa de cambio abaixo do cj. trambulador
Sonda lambda aquecida tubulação de escape na frente do veículo
Termostato eletrônico no conjunto evaporador
Tomada de diagnose na caixa de relés e fusíveis interna

133
FIAT

134
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT

135
FIAT Fábio Ribeiro von Glehn

Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo


Pin-out da unidade de controle do motor

Palio
Siena
Strada

1.8 08V
Flex

Term Descrição
K02 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F18
K03 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 2
K04 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 3
K05 Interruptor do pedal de freio pino 3
K07 Relê T05 do compressor de ar condicionado pino 85
K.11 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C37 - CAN H
K13 Interruptor do pedal de freio pino 1
K16 Relê T09 principal dainjeção eletrônica pino 85
K19 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F18
K20 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 1
K23 Relê T19 da bomba de combustível pino 85
a
K24 Relê T07 da 2 velocidade do ventilador do radiador pino 85
K25 Interruptor do pedal da embreagem pino 1
K33 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 5
K35 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 2
K36 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 6
K37 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 4
a

K39 Relê T06 da 1 velocidade do ventilador do radiador pino 85


K43 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C36 - CAN L
K45 Solicitação de ar condicionado (interruptor do A/C pino 2B ou termostato eletrônico pino 2)
K49 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 1
K50 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 3
K51 Relê T10 da partida a frio pino 85
K52 Positivo pós chave de ignição - linha 15 protegida pelo fusível F16
K54 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C20 - Diagnose

136
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo

Pin-out da unidade de controle do motor

Term. Descrição
M01 Bobina de ignição pino A
M03 Eletroválvula do canister pino 1
M05 Sensor de rotação pino 2 Palio
M09 Sensor de posição da borboleta pino B Siena
M10 Sensor de temperatura da água pino 2 Strada

M12 Sensor de posição da borboleta pino C


1.8 08V
M13 Sensor de posição da borboleta pino A Flex
M15 Acelerador eletrônico pino E
M16 Acelerador eletrônico pino H
M17 Bobina de ignição pino A
M22 Sensor de rotação pino 1
M26 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 4
M31 Acelerador eletrônico pino E
M32 Acelerador eletrônico pino H
M33 Bobina de ignição pino C
M37 Sensor de rotação pino 3
M39 Sensor de detonação pino B
M40 Injetor de partida a frio pino 2
M42 Sonda lambda aquecida pino A
M43 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 2
M44 Sonda lambda aquecida pino B
M45 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 1
M46 Sensor de posição da borboleta pino D
M47 Alimentação positiva proveniente do relê T09 e protegida pelo fusível 17
M48 Alimentação positiva proveniente do relê T09 e protegida pelo fusível 17
M49 Bobina de ignição pino C
M52 Sonda lambda aquecida pino C
M56 Interruptor da pressão do óleo do motor
M57 Eletroinjetor 1 pino 2
M58 Eletroinjetor 3 pino 2
M59 Eletroinjetor 4 pino 2
M60 Eletroinjetor 2 pino 2
M62 Sensor de detonação pino A
M62 Sensor de temperatura da água pino 1
M63 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 3
M64 Alimentação positiva proveniente do relê T09 e protegida pelo fusível 17

137
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo
Alimentação da U.C.E Eletroinjetores
carcaça e massa continuidade Isolado 11,0 a 14,0Q
pino K02 e massa 12,5V pinos M57 e M60 22,0 a 28,0Q
pino K19 e massa 12,5V pinos M57 e M58 22,0 a 28,0Q
pino K52 e massa 0,05V (ignição desligada) pinos M57 e M59 22,0 a 28,0Q
pino K52 e massa 12,3V (ignição ligada)
Palio Sistema de ignição
Siena Relê principal primário isolado 0,4 a 0,6 Q
Strada
pinos K16 e K02 70 a 90Q pinos M01 e M33 0,8 a 1,2 Q. n

1.8 08V Sensor de rotação e PMS secundário isolado 4,2 a 5,2 kD •z


Flex c
pinos M05 e M22 500 a 610Q
Sistema de combustível 1
Sensor de pressão absoluta Pressão da linha 3,5 bar f

1
Verificar gráfico nas páginas seguintes
Válvula de purga do canister 1
Ë
Sensor de temperatura do ar isolado 23,0 a 29,0Q
Verificar gráfico nas páginas seguintes M03 e M57 (canister + injetor) 34,0 a 43,0Q i
X

Sensor de temperatura da água Eletroválvula de partida a frio •o

Verificar gráfico nas páginas seguintes pinos M40 e K52 18,0a22,0Q •S

Sensor posição da borboleta * * Adote uma margem de 5% para mais ou para menos |
Fechada Aberta como faixa de tolerância
B e A(M09 e M13) 1481Q 2690Q
C e A ( M 1 2 e M13) 2492Q 1190Q
D e A(M46 e M13) 1851Q 1851Q
BeC(M09eM12) 3431Q 3431Q
B e D (M09 e M46) 2666H 1290Q
CeD(M12eM46) 1316Q 2565Q
H e E (M16 e M31) 1,6Q

Aquecimento da sonda lambda aquecida


resist. aquecimento 9,0 a 11,0Q
pinos M52 e M57 22,0 a 25,0Q
aq sonda + injetor
pinos M44 e M42 0,1 a 0,9V (marcha-lenta)

Sensor posição do pedal do acelerador *


Pedal solto Acionado
2 e 3 (K>35 e K50) 1235Q 1235Q
2 e 4 (K35 e K37) 2000Q 12110
3 e 4 (K50 e K37) 1149Q 1951Q
5 e 6 (K33 e K36) 1090Q 1635Q
1 e 5 (K20 e K33) 1683Q 1683Q
1 e 6 (K20 e K36) 2509Q 1953Q

Sensor de detonação
pinos M39 e M62 resistência infinita

138
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes M45 e M43.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave
de ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou
seja, conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade Palio
de gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais M45 e M43. Ou diretamente no componente Siena
desconectado, meça a resistência entre os terminais 1 e 2. Strada

1.8 08V
Flex

Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar


(°C) (V)
0 4.17
10 3.78
20 3.36
30 2.91
40 2.37
50 1.98
60 1.61 '
70 1.30
80 1.04
90 0.82
100 0.64
110 0.51
120 0.41

Temp. Resist. Sensor de temperatura do ar


(°C) (O)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1220 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3995/(T+273) - 3,77 ± 10%

139
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de hordo
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes M62 e M10.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave
de ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou
Palio seja, conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade
Siena de gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais M62 e M10. Ou diretamente no componente
Strada desconectado, meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

1.8 08V
Flex Temp. Tensão Sensor de temperatura da água
(°C) (V)
0 3.00
10 2.42
20 1.91
30 1.48
40 1.07
50 0.82
50 3.45
60 3.09
70 '2.72
80 2.35
90 2.00
100 1.67
110 1.40
120 1.17

Sensor de temperatura da água


Temp. Resist.
(°C) (")
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão até 50 °C: Unte = 5,0 / (1 + 4060 / Rntc) ± 5%


Equação da tensão acima de 50 °C: Unte = 5,0 / (1 + 360 / Rntc) ± 5%
140 Equação da resistência: In(Rntc) = 3550/(T+273) - 4,30 ± 10%
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou M45
e M26 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize,um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Palio
Bosch 0 261 230 030 Siena
Strada
bar KPa mmHg Tensão (V)
0,2 20 150,01 0,301 1.8 08V
0,3 30 225,02 0,739 Flex
0,35 35 262,52 0,958
0,4 40 300,02 1,177
0,5 50 375,03 1,615
0,6 60 450,04 2,053
0,7 70 525,04 2,491
0,8 80 600,05 2,929
0,9 90 675,05 3,367
0,92 92 690,06 3,455
1,0 100 750,06 3,805
1,1 110 825,07 4,243
1,2 120 900,07 4,681
1,23 123 922,57 4,812

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,38 * P(bar) - 0,575


Equação da pressão: P(bar) = 0,228 * U + 0,131
141
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de hordo

Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis interno


VISTA ANTERIOR VISTA POSTERIOR

Palio
Siena
Strada

1.8 08V
Flex

Computador de bordo Computador de bordo

FUS DESTINO FUS DESTINO

12 Farol baixo esquerdo (2) 49 Auto-rádio (A04)


13 Farol baixo direito (2) Interruptor do farol de neblina (4)
31 Interruptor de marcha a ré (1 ) Comando do espelho elétrico (7 e 8)
32 Conj. alavancas (B06) Central de estacionamento (A01)
33 Central do vidro elétrico (B11) Sensor de chuva (1)
34 Central do vidro elétrico (B20) Central do vidro elétrico (A17)
35 Sensor de nível de combustível (1 50 Airbag (A02)
37 Interruptor do pedal de freio (1 ) 51 Acendedor de cigarros (1)
Computador de bordo (13) Painel de comando (A06)
38 Computador de bordo (01 ) Iluminação de comando aquecedor (1)
39 Computador de bordo (17) 52 Central do vidro elétrico (A07)
Auto-rádio (A07) Banco elétrico (2)
40 Vidro traseiro térmico (2) 53 Computador de bordo (19)
42 ABS (15)
43 Conj. alavancas (A11) Relê Função
44 Acendedor de cigarros (2)
45 Banco elétrico (1) T01 Farol baixo
47 Central do vidro elétrico (A01 ) T11 Aquecedor traseiro térmico
48 Central do vidro elétrico (A10) T12 Relê de serviços 1
T13 Relê de serviços 2

142
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo

Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis do vão do motor


VISTA SUPERIOR

Palio
Siena
Strada

1.8 08V
Flex

frente do veículo
FUS DESTINO FUS DESTINO

01 Central do painel (P02) 21 Relé T10 da partida a frio


02 Central do painel (P02) 22 Bobina de ignição (1) se IAW 4AF ou IAW 4SF
03 Comutador de ignição (A2) Eletro-injetores (1) se IAW 4AF ou IAW 4SF
04 ABS (17 e 18) Bomba de combustível (1)
06 Relé T06 eletroventilador (baixa vel.) 23 Relé T20 do farol suplementar
07 Relé T07 do eletroventilador (alta vel.) 30 Relé T14 do farol de neblina
08 Relé T08 do eletroventilador interno
09 Relé T17 Relé Função
10 Relé T03 da buzina
11 Sonda lambda (4) T02 Farol alto
Eletroválvula do canister (1) T03 Buzina
Sensor de velocidade (3) T05 Compressor de ar condicionado
14 Farol alto direito (10) T06 Eletroventilador (baixa velocidade)
15 Farol alto esquerdo (10) T07 Eletroventilador (alta velocidade)
16 Central de injeção eletrônica T08 Eletroventilador interno
(05 se IAW 4SF / 1 5 se IAW 4AF / B62 se 5NF) T09 Injeção eletrônica (principal)
Relé T09 da injeção eletrônica T10 Partida a frio
Relé T10 da partida a frio T14 Farol de neblina
17 Bobina de ignição (2) - somente 5NF T17
Eletro-injetores (1) - somente 5NF T19
18 Central de injeção eletrônica T20 Farol suplementar
(28 se IAW 4SF / 29 se IAW 4AF / B16 se 5NF)
19 Relé T05 do compressor da ar condic.
20 ReléT19 143
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo

Localização dos componentes do


controle do motor

Palio
Siena
Strada

1.8 08V
Flex

144
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo

Alternador Frente do motor, lado direito


Bobinas de ignição Parte traseira do motor fixado ao cabeçote
Bomba de combustível Reservatório de combustível
Bomba de partida a frio Reservatório de partida a frio, lado direito do
veículo
Central de injeção eletrônica Vão do motor, acima do servo freio
Palio
Computador de bordo Abaixo e a esquerda do volante do veículo, fixado à
Siena
central de fusíveis
Strada
Eletro-injetores Coletor de admissão no lado direito do motor
Eletroválvula de purga do canister Fixado ao coletor de admissão 1.8 08V
Injetor de partida a frio Painel corta fogo entre o coletor de admissão e a Flex
central de admissão
Interruptor da pressão de óleo do motor Fixado a bomba de óleo, frente do motor no lado
direito
Interruptor do pedal de embreagem Fixado ao pedal de embreagem
Interruptor duplo do pedal de freio Pedal de freio
Interruptor inercial Ao lado do pedal de embreagem
Painel de instrumentos —
a
Relê T21 da 4 vel. do eletroventildor interno à esquerda do porta-luvas
Sensor de detonação Abaixo do coletor de admissão, entre o segundo e
terceiro cilindro
Sensor de posição da borboleta Na entrada do coletor de admissão
Sensor de posição do pedal do acelerador Pedal acelerador
Sensor de pressão e temperatura do ar Coletor de admissão, acima do duto do quarto
cilindro
Sensor de pressão do ar condicionado Duto do ar condicionado, abaixo do suporte da
bateria
Sensor de rotação Frente do motor e o chicote pela lateral direita do
motor
Sensor de temperatura da água Parte traseira do cabeçote, abaixo da bobina de
ignição
Sensor de velocidade Cambio logo abaixo da central de injeção
Sonda lambda aquecida Coletor de escape próximo as vávulas de escape
Termostato eletrônico Ao lado da caixa de ar no lado direito

145
FIAT

146
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT

147
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli lAW 4SF com computador de hordo tetra fuel
Pin-out da unidade de controle do motor

80 vias

Siena

1.4 8V Term. Descrição


Tetra-fuel 01 Aterramento
02 Aterramento
03 Relê T20 das resistências de aquecimento pino 85
04 Sensor de posição do pedal acelerador pino 5
Sensor de pressão ar condicionado pino 1
Sensor de pressão de gás
05 Relê T09 principal da injeção pino 85
08 Sensor de pressão de gás
10 Sensor de posição do pedal acelerador pino 2
Sensor de pressão de gás
11 Sonda lambda aquecida pino 2
13 Relê dos injetores pino 08
14 Computador de bordo pino C36 - CAN L
15 Sensor de posição do pedal acelerador pino 3
16 Relê dos injetores pino 01
17 Relê T05 do ar condicionado pino 85
18 Interruptor duplo do pedal de freio pino 4
19 Solicitação de ar condicionado (interruptor do A/C pino 2B ou termostato eletrônico pino 2)
21 Relê das eletroválvulas de shut-off pino 86
22 Sonda lambda aquecida pino 1
24 Relê dos injetores pino 11
25 Computador de bordo pino C37 - CAN H
27 Aterramento
28 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F18
31 Relê dos injetores pino 13
o
32 Relê T07 da 2 velocidade do ventilador do radiador pino 85
35 Interruptor duplo do pedal de freio pino 3
36 Sensor de posição do pedal acelerador pino 1
Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 2
38 Positivo pós chave de ignição - linha 15 protegida pelo fusível F16
39 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 3
41 Sonda lambda aquecida pino 3
o
42 Relê T06 da 1 velocidade do ventilador do radiador pino 85
43 Eletroválvula de purga do canister pino 2
45 Interruptor do pedal da embreagem
46 Computador de bordo pino C20 - Diagnose
47 Relê T19 da bomba de combustível pino 85
48 Sensor de posição do pedal acelerador pino 6
148 49 Sensor de posição do pedal acelerador pino 4
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4SF com computador de bordo tetra-f uel

Pín-out da unidade de controle do motor

80 vias

Siena

1.4 8V
Tetra-fuel

Term. Descrição
53 Acelerador eletrônico pino 3
54 - Sensor de rotação pino 2
55 Sensor de temperatura do ar pino 2
56 Sensor do sensor da borboleta pino 4
57 Sensor do sensor da borboleta pino 2
58 Sensor de temperatura da água pino 1
Sensor do sensor da borboleta pino 6,
59 Relê T10 da partida a frio pino 85
60 Interruptor de pressão do óleo do motor
61 Sensor de detonação pino 1
62 Sensor de pressão absoluta pino 4
64 Sensor de pressão absoluta pino 3
65 Sensor de temperatura do ar pino 1
66 Sensor de rotação malha
67 Acelerador eletrônico pino 5
68 Sensor de rotação pino 1
69 Sensor de temperatura da agua pino 2
70 Bobina de ignição pino 1
73 Bobina de ignição pino 3
75 Sensor de detonação pino 2
76 Sensor do sensor da borboleta pino 1
77 Eletroinjetor líquido 2 pino 2
Eletroinjetor de gás 2 pino 2
78 Eletroinjetor líquido 4 pino 2
Eletroinjetor de gás 4 pino 2
79 Eletroinjetor líquido 1 pino 2
Eletroinjetor de gás 1 pino 2
80 Eletroinjetor líquido 3 pino 2
Eletroinjetor de gás 3 pino 2

149
FIAT Fábio Ribeiro von Glehn

150
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4DF com Computador de bordo

151
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4DF com Computador de bordo
Pin-out da unidade de controle do motor

80 vias

Punto

1.4 08V
Flex

Term. Descrição
1 Aterramento
2 Aterramento
4 Sensor de posição do pedal acelerador pino 5
Sensor de pressão ar condicionado pino 1
5 Relê T09 principal da injeção pino 85
7 Interruptor de nível do reservatório de partida a frio
10 Sensor de posição do pedal acelerador pino 2
11 Sonda lambda aquecida pino 2
14 Computador de bordo pino C35 - CAN L
15 Sensor de posição do pedal acelerador pino 4
17 Relê T05 do ar condicionado pino 85
18 Interruptor duplo do pedal de freio pino 1
19 Termostato eletrônico pino 2
22 Sonda lambda aquecida pino 1
25 Computador de bordo pino C36 - CAN H
27 Aterramento
28 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F18
o
32 Relê T07 da 2 velocidade do ventilador do radiador pino 85
35 Interruptor duplo do pedal de freio pino 2
36 Sensor de posição do pedal acelerador pino 1
36 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 2
38 Positivo pós chave de ignição - linha 15 protegida pelo fusível F16
39 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 3
41 Sonda lambda aquecida pino 3
o
42 Relê T06 da 1 velocidade do ventilador do radiador pino 85
43 Eletroválvula de purga do canister
45 Interruptor do pedal da embreagem pino 1
46 Computador de bordo pino C26 - Diagnose
48 Sensor de posição do pedal acelerador pino 6
49 Sensor de posição do pedal acelerador pino 3

152
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 40F com Computador de bordo

Pín-out da unidade de controle do motor

80 vias

Punto

1.4 08V
Flex

Term. Descrição
53 Acelerador eletrônico pino 3
54 Sensor de rotação pino 1
55 Sensor de temperatura do ar pino 2
56 Sensor do sensor da borboleta pino 4
57 Sensor do sensor da borboleta pino 2
58 Sensor de temperatura da água pino 1
58 Sensor do sensor da borboleta pino 6
59 Relê T10 da partida a frio pino 85
60 Interruptor de pressão do óleo do motor
61 Sensor de detonação pino 1
62 Sensor de pressão absoluta pino 4
64 Sensor de pressão absoluta pino 3
65 Sensor de temperatura do ar pino 1
67 Acelerador eletrônico pino 5
68 Sensor de rotação pino 2
69 Sensor de temperatura da agua pino 2
70 Bobina de ignição pino 3
73 Bobina de ignição pino 1
75 Sensor de detonação pino 2
76 Sensor do sensor da borboleta pino 1
77 Eletroinjetor 2 pino 2
78 Eletroinjetor 4 pino 2
79 Eletroinjetor 1 pino 2
80 Eletroinjetor 3 pino 2

153
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4DF com Computador de bordo
Alimentação da UCE Sonda Lambda
carcaça e massa continuidade resist, de aquec. 3,0 a 4 , 0 0
pino 01 e massa continuidade pinos 41 e 79 16,0 a 21,0Q aq sonda +
pino 02 e massa continuidade injetor

pino 27 e massa continuidade pinos 22 e 11 0,1 a 0,9V (marcha-lenta)

28 e massa 11,0 a 13.5V - motor deslig. Sensor de detonação (resistência)


Punto
28 e massa 11,0 a 13.5V - motor ligado pinos 75 e 61 resistência infinita
1.4 08V 38 e massa 0,0V - motor desligado
Flex Interruptor do pedal de embreagem
38 e massa 12,0 a 15.0V - motor ligado
pino 45 e massa resist, infinita (pedal solto)
Relé principal (resistência) pino 45 e massa 0Q (pedal acionado)
05e38 70 a 90 Q
Eletro-injetores (resistência)
Sensor de rotação e PMS (resistência) isolado 13,0 a 17,0 Q
68 e 54 840 a 1030 Q pinos 79 e 77 26,0 a 34,0 Q

Sensor de pressão absoluta pinos 79 e 80 26,0 a 34,0 Q

Verificar gráfico nas páginas seguintes pinos 79 e 78 26,0 a 34,0 Q

Sensor de temperatura do ar Sistema de Ignição (resistência)

Verificar gráfico nas páginas seguintes primário isolado 0,5 a 0,7 Q


pinos 1 e 2 (70 e 73) 1,0 a 1,4 O
Sensor de temperatura da água secundário 1 (1 e 4) 10,0 a 13,0 kQ
Verificar gráfico nas páginas seguintes secundário 2 (2 e 3) 10,0 a 13,0 kQ

Sensor posição da borboleta * Bomba de Combustível


Fechada Aberta Pressão da linha 3,5 bar
1 e 2 (76 e 57) 1310 a 1600Q 370 a 450Q
1 e 6 (76 e 58) 730 a 900Q 1300 a 1580Q Eletroválvula de purga do canister (resist.)

2 e 6 (57 e 58) 980 a 1200Q 980 a 1200Q isolado 18,0 a 22,0 Q

4 e 2 (56 e 57) 580 a 720Q 1260 a 1540Q pinos 43 e 79 31,0 a 39,0 Q canister + inj.

4 e 6 (56 e 58) 1170 a 1430Q 350 a 420Q Relê de partida a frio

Acelerador eletrônico (resistência) pinos 59 e 79 93,0 a 117,0 Q bobina + inj.

3e5(53e67) 1,5 a 2,1 Q

Sensor posição do pedal do acelerador *


Pedal solto Acionado
4 e 3 ( 4 9 e 15) 1120 a 1370Q 2030 a 2490Q
4 e 2 ( 4 9 e 10) 1990 a 2440Q 1070 a 1320Q
3 e 2 (15e 10) 1210 a 1490Q 1210 a 1490Q
1 e 6 (36 e 48) 2430 a 2980Q 1850a2270Q
5 e 6 (04 e 48) 1070 a 1320Q 1670a2050Q
5 e 1 (04 e 36) 1580 a 1940Q 1580 a 1940Q

154
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4DF com Computador de bordo
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 65 e 55.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de Punto
gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 65 e 55. Ou diretamente no componente desconectado,
meça a resistência entre os terminais 1 e 2. 1.4 08V
Flex

Sensor de temperatura do ar
Temp. Tensão
(°C) (V)
.0 3,75
10 3,25
20 2,75
30 2,27
40 1,75
50 1,41
60 1,11
70 0,87
80 0,68
90 0,53
100 0,41
110 0,32
120 0,26

Resist. Sensor de temperatura do ar


Temp.
(°C) (Q)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 2040 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3554/(T+273) - 4,30 ± 10%
155
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4DF com Computador de bordo
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 58 e 69.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
Punto conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de
gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 58 e 69. Ou diretamente no componente desconectado,
1.4 08V meça a resistência entre os terminais 1 e 2.
Flex

Sensor de temperatura da água


Temp. Tensão
(°C) (V)
0 4.01
10 3.58
20 3.13
30 2.66
40 2.12
50 1.74
60 1.39
70 1.11
80 0.88
90 0.69
100 0.54
110 0.43
120 0.34

Temp. Resist, Sensor de temperatura da água


(°C) (ft)
0 6100
10 3800
20 2500
3(3 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1500 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3554/(T+273) - 4,30 ± 10%
156
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4DF com Computador de bordo
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou 65
e 62 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Punto
Bosch 0 261 230 030
bar KPa mmHg Tensão (V) 1.4 08V
Flex
0,2 20 150,01 0,301
0,3 30 225,02 0,739
0,35 35 262,52 0,958
0,4 40 300,02 1,177
0,5 50 375,03 1,615
0,6 60 450,04 2,053
0,7 70 525,04 2,491
0,8 80 600,05 2,929
0,9 90 675,05 3,367
0,92 92 690,06 3,455
1,0 100 750,06 3,805
1,1 110 825,07 4,243
1,2 120 900,07 4,681
1,23 123 922,57 4,812

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,38 * P(bar) - 0,575


Equação da pressão: P(bar) = 0,228 * U + 0,131
157
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 401 com Computador de bordo

Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis interno


VISTA ANTERIOR VISTA POSTERIOR

Punto

1.4 08V
Flex

Computador de bordo Computador de bordo

FUS DESTINO FUS DESTINO

12 Farol "baixo dirito 49 Alarme


13 Farol baixo esquerdo Auto-rádio
31 Relê T08 da ventilação interna Iluminação interna
32 Subwoofer Comando do espelho elétrico
33 Levantador do vidro traseiro esquerdo Sensor de chuva
34 Levantador do vidro traseiro direito 50 Airbag
35 Luz de ré 51 Iluminação do radio
Sensor de velocidade Iluminação dos comandos do A/C
36 Central dos levantadores dos vidros Sensor de estacionamento
37 Painel de instrumentos Teto solar
38 Trava elétrica 52 Central dos levantadores dos vidros
39 Alarme Limpador do vidro traseiro
40 Vidro traseiro térmico Regulagem dos bancos
42 ABS 53 Luz de direção e emergência
43 Limpador do pára-brisa Painel de instrumentos
Bomba bidirecional
44 Acendedor de cigarros Relé Função
47 Central do vidro elétrico (A01)
46 Teto solar T01 Farol baixo
47 Levantador do vidro dianteiro esquerdo T11 Aquecedor traseiro térmico
48 Levantador do vidro dianteiro direito T12 Relé de serviços 1
T13 Relé de serviços 2

158
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4DF com Computador de bordo

Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis do vão do motor


VISTA SUPERIOR
Punto

1.4 08V
Flex
o
=3
O

>
O
"D
CO
"D
0
D"
C/5
CD
"cõ
i_
CD
•+— >
CD

frente do veículo
FUS DESTINO FUS DESTINO

01 Central do painel 21 Relê T10 da partida a frio


02 Central do painel 22 Bobina de ignição
03 Comutador de ignição Eletroinjetores
04 ABS Bomba de combustível
06 Relê T06 eletroventilador (baixa vel.) 23 Limpador do pára-brisa
07 Relê T07 do eletroventilador (alta vel.) 24 Comanda da luz de neblina
08 Relê T08 do eletroventilador interno 30 Relê T14 do farol de neblina
10 Buzina
11 Eletroválvula do canister Relé Função
Sensor de velocidade
14 Farol alto direito T02 Farol alto
15 Farol alto esquerdo T03 Buzina
16 Central de injeção eletrônica T05 Compressor de ar condicionado
Relê T09 da injeção eletrônica T06 Eletroventilador (baixa velocidade)
17 Relê T10 da partida a frio T07 Eletroventilador (alta velocidade)
Sonda lambda T08 Eletroventilador interno
18 Central de injeção eletrônica T09 Injeção eletrônica (principal)
19 Relê T05 do compressor da ar condic. T10 Partida a frio
T14 Farol de neblina
T17
T19
T20 Farol suplementar

159
FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4DF com Computador de bordo
Localização dos componentes do
controle do motor

Punto

1.4 08V
Flex

160
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4DF com Computador de bordo

Bobinas de ignição Parte traseira do motor fixado ao cabeçote


Bomba de combustível Reservatório de combustível
Bomba de partida a frio Reservatório de partida a frio, lado direito do
veículo
Central de injeção eletrônica Painel corta-fogo cno centro do vão do motor
Computador de bordo Abaixo e a esquerda do volante do veículo, fixado à
central de fusíveis Punto

Eletro-injetores Coletor de admissão no lado direito do motor


1.4 08V
Eletroválvula de purga do canister Fixado ao coletor de admissão, abaixo do corpo de Flex
borboleta
a
Injetor de partida a frio Painel corta fogo próximo ao duto do 1 cilindro
Interruptor da pressão de óleo do motor Lado esquerdo da frente do motor próximo ao sensor
de rotação
Interruptor do pedal de embreagem Fixado ao pedal de embreagem
Interruptor duplo do pedal de freio Pedal de freio
Interruptor inercial Coluna lateral direita, abaixo do porta-luvas
Painel de instrumentos —
Sensor de detonação Abaixo do coletor de admissão, entre o segundo e
terceiro cilindro
Sensor de posição da borboleta Na entrada do coletor de admissão
Sensor de posição do pedal do acelerador Pedal acelerador
a a
Sensor de pressão e temperatura do ar Coletor de admissão, abaixo dos dutos do 1 e 2
cilindros
Sensor de pressão do ar condicionado Lateral direita do vão do motor próximo ao coxim de
fixação do motor
Sensor de rotação Frente do motor e o chicote pela lateral direita do
motor
Sensor de temperatura da água Parte traseira do cabeçote, abaixo da bobina de
ignição
Sensor de velocidade Câmbio abaixo do corpo de borboleta
Sonda lambda aquecida Coletor de escape próximo as vávulas de escape
Termostato eletrônico Ao lado da caixa de ar no lado direito

161
FIAT

162
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT

163
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo
Pin-out da unidade de controle do motor

Punto

1.8 08V
Flex

Term. Descrição
K02 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F18
K03 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 2
K04 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 3
K05 Interruptor do pedal de freio pino 2
K07 Relê f 05 do compressor de ar condicionado pino 85
K11 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C36 - CAN H
K13 Interruptor do pedal de freio pino 1
K16 Relê T09 principal da injeção eletrônica pino 85
K19 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F18
K20 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 1
K23 Relê T19 da bomba de combustível pino 85
a
K24 Relê T07 da 2 velocidade do ventilador do radiador pino 85
K25 Interruptor do pedal da embreagem pino 1
K33 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 5
K35 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 2
K36 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 6
K37 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 4
a
K39 Relê T06 da 1 velocidade do ventilador do radiador pino 85
K43 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C35 - CAN L
K45 Solicitação de ar condicionado (termostato eletrônico pino 2)
K49 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino 1
K50 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 3
K51 Relê T10 da partida a frio pino 85
K52 Positivo pós chave de ignição - linha 15 protegida pelo fusível F16
K54 Computador de bordo com imobilizador incorporado pino C26 - Diagnose

164
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo

Pin-out da unidade de controle do motor

Punto

1.8 08V
Flex

Term. Descrição
M01 Bobina de ignição pino 3
M03 Eletroválvula do canister pino 2
M05 Sensor de rotação pino 2
M09 Sensor de posição da borboleta pino B
M10 Sensor de temperatura da água pino 1
M12 Sensor de posição da borboleta pino C
M13 Sensor de posição da borboleta pino A
M15 Acelerador eletrônico pino E
M16 Acelerador eletrônico pino H
M17 Bobina de ignição pino 3
M22 Sensor de rotação pino 1
M26 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 4
M31 Acelerador eletrônico pino E
M32 Acelerador eletrônico pino H
M33 Bobina de ignição pino 1
M37 Sensor de rotação malha
M39 Sensor de detonação pino 1
M40 Injetor de partida a frio
M42 Sonda lambda aquecida pino 1
M43 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 2
M44 Sonda lambda aquecida pino 2
M45 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 1
M46 Sensor de posição da borboleta pino D
M47 Alimentação positiva proveniente do relê T09 e protegida pelo fusível 17
M48 Alimentação positiva proveniente do relê T09 e protegida pelo fusível 17
M49 Bobina de ignição pino 1
M52 Sonda lambda aquecida pino 3
M56 Interruptor da pressão do óleo do motor
M57 Eletroinjetor 1 pino 2
M58 Eletroinjetor 3 pino 2
M59 Eletroinjetor 4 pino 2
M60 Eletroinjetor 2 pino 2
M62 Sensor de detonação pino 2
Sensor de temperatura da água pino 2
M63 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 3
M64 Alimentação positiva proveniente do relê T09 e protegida pelo fusível 17
165
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo
Alimentação da U.C.E Eletroinjetores
carcaça e massa continuidade Isolado 11,0 a 14,0Q
pino K02 e massa 12,5V pinos M57 e M60 22,0 a 28,0Q
pino K19 e massa 12,5V pinos M57 e M58 22,0 a 28,00
pino K52 e massa 0,05V (ignição desligada) pinos M57 e M59 22,0 a 28,0Q
pino K52 e massa 12,3V (ignição ligada)
Punto Sistema de ignição
Relê principal primário isolado 0,4 a 0,6 O
1.8 08V
pinos K16 e K02 70 a 90Q pinos M01 e M33 0,8 a 1,2 O
Flex
Sensor de rotação e PMS secundário isolado 4,2 a 5,2 kQ
pinos M05 e M22 500 a 610Q
Sistema de combustível
Sensor de pressão absoluta Pressão da linha 3,5 bar
Verificar gráfico nas páginas seguintes
Válvula de purga do canister
Sensor de temperatura do ar isolado 23,0 a 29,0Q
Verificar gráfico nas páginas seguintes M03 e M57 (canister + injetor) 34,0 a 43,0Q

Sensor de temperatura da água Eletroválvula de partida a frio


Verificar gráfico nas páginas seguintes pinos M40 e K52 18,0a22,0Q

Sensor posição da borboleta *


* Adote uma margem de 5% para mais ou para menos
Fechada Aberta como faixa de tolerância
B e A(M09 e M13) 1481p 2690Q
CeA(M12eM13) 2492Q 1190Q
D e A(M46 e M13) 1851Q 1851Q
BeC(M09eM12) 3431Q 3431Q
B e D (M09 e M46) 2666Q 1290Q
CeD(M12eM46) 1316Q 2565Q
H e E (M16 e M31) 1.6Q

Aquecimento da sonda lambda aquecida


resist. aquecimento 9,0 a 11,0Q
pinos M52 e M57 22,0 a 25,0Q
aq sonda + injetor
pinos M44 e M42 0,1 a 0,9V (marcha-lenta)

Sensor posição do pedal do acelerador *


Pedal solto Acionado
2 e 3 (K35 e K50) 1235Q 1235Q
2 e 4 (K35 e K37) 2000Q 1211Q
3 e 4 (K50 e K37) 1149Q 1951Q
5 e 6 (K33 e K36) 1090Q 1635Q
1 e 5 (K20 e K33) 1683Q 1683Q
1 e 6 (K20 e K36) 2509Q 1953Q

Sensor de detonação
pinos M39 e M62 resistência infinita

166
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 65 e 55.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de Punto
gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 65 e 55. Ou diretamente no componente desconectado,
meça a resistência entre os terminais 1 e 2. 1.8 08V
Flex

Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar


(°C) • (V)
0 4.17
10 3.78
20 3.36
30 2.91
40 2.37
50 1.98
60 1.61 *
70 1.30
80 1.04
90 0.82
100 0.64
110 0.51
120 0.41

Temp. Resist. Sensor de temperatura do ar


(°C) (G)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1220 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3995/(T+273) - 3,77 ± 10%
167
FIAT Fábio Ribeiro von Glehn

Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo


Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 58 e 69.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
Punto conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de
gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 58 e 69. Ou diretamente no componente desconectado,
1.8 08V meça a resistência entre os terminais 1 e 2.
Flex

Tensão Sensor de temperatura da água


Temp.
(°C) (V)
0 3.00
10 2.42
20 1.91
30 1.48
40 1.07
50 0.82
50 3.45
60 3.09
70 2.72
80 2.35
90 2.00
100 1.67
110 1.40
120 1.17

Sensor de temperatura da água


Temp. Resist,
(°C) (ft)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão até 50 °C: Unte = 5,0 / (1 + 4060 / Rntc) ± 5%


Equação da tensão acima de 50 °C: Unte = 5,0 / (1 + 360 / Rntc) ± 5%

168 Equação da resistência: In(Rntc) = 3550/(T+273) - 4,30 ± 10%


Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou 65
e 62 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Punto

Bosch 0 261 230 030 1.8 08V


bar KPa mmHg Tensão (V) Flex
0,2 20 150,01 0,301
0,3 30 225,02 0,739
0,35 35 262,52 0,958
0,4 40 300,02 1,177
0,5 50 375,03 1,615
0,6 60 450,04 2,053
0,7 70 525,04 2,491
0,8 80 600,05 2,929
0,9 90 675,05 3,367
0,92 92 690,06 3,455
1,0 100 750,06 3,805
1,1 110 825,07 4,243
1,2 120 900,07 4,681
1,23 123 922,57 4,812

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,38 * P(bar) - 0,575


Equação da pressão: P(bar) = 0,228 * U + 0,131
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo

Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis interno


VISTA ANTERIOR VISTA POSTERIOR

Punto

1.8 08V
Flex

Computador de bordo Computador de bordo

FUS DESTINO FUS DESTINO

12 Farol baixo dirito 49 Alarme


13 Farol baixo esquerdo Auto-rádio
31 Relê T08 da ventilação interna Iluminação interna
32 Subwoofer Comando do espelho elétrico
33 Levantador do vidro traseiro esquerdo Sensor de chuva
34 Levantador do vidro traseiro direito 50 Airbag
35 Luz de ré 51 Iluminação do radio
Sensor de velocidade Iluminação dos comandos do A/C
36 Central dos levantadores dos vidros Sensor de estacionamento
37 Painel de instrumentos Teto solar
38 Trava elétrica 52 Central dos levantadores dos vidros
39 Alarme Limpador do vidro traseiro
40 Vidro traseiro térmico Regulagem dos bancos
42 ABS 53 Luz de direção e emergência
43 Limpador do pára-brisa Painel de instrumentos
Bomba bidirecional
44 Acendedor de cigarros Relé Função
47 Central do vidro elétrico (A01)
46 Teto solar T01 Farol baixo
47 Levantador do vidro dianteiro esquerdo T11 Aquecedor traseiro térmico
48 Levantador do vidro dianteiro direito T12 Relé de serviços 1
T13 Relé de serviços 2

170
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo

Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis do vão do motor


VISTA SUPERIOR
Punto

1.8 08V
Flex

frente do veículo
FUS DESTINO FUS DESTINO

01 Central do painel 21 Relê T10 da partida a frio


02 Central do painel 22 Bobina de ignição
03 Comutador de ignição Eletroinjetores
04 ABS 23 Limpador do pára-brisa
06 Relé T06 eletroventilador (baixa vel.) 24 Comanda da luz de neblina
07 Relé T07 do eletroventilador (alta vel.) 30 Relê T14 do farol de neblina
08 Relé T08 do eletroventilador interno
10 Buzina Relé Função
11 Eletroválvula do canister
Sensor de velocidade T02 Farol alto
Sonda lambda T03 Buzina
14 Farol alto direito T05 Compressor de ar condicionado
15 Farol alto esquerdo T06 Eletroventilador (baixa velocidade)
16 Central de injeção eletrônica T07 Eletroventilador (alta velocidade)
Relé T09 da injeção eletrônica T08 Eletroventilador interno
17 Relé T10 da partida a frio T09 Injeção eletrônica (principal)
18 Central de injeção eletrônica T10 Partida a frio
19 Relé T05 do compressor da ar condic. T14 Farol de neblina
20 Relé T19 da bomba de combustível T17
T1 Q
i iy
T20 Farol suplementar

171
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo
Localização dos componentes do
controle do motor

Punto

1.8 08V
Flex

172
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Delphi MT27E com Computador de bordo

Bobina de ignição Parte traseira do motor fixado ao cabeçote


Bomba de combustível Reservatório de combustível
Bomba de partida a frio Reservatório de partida a frio, lado direito do
veículo
Central de injeção eletrônica Painel corta-fogo cno centro do vão do motor
Computador de bordo i Abaixo e a esquerda do volante do veículo, fixado à
central de fusíveis Punto

Eletro-injetores Coletor de admissão lado direito do motor


1.8 08V
Eletroválvula de purga do canister Fixado acima e atrás do alternador Flex
a
Injetor de partida a frio Painel corta fogo próximo ao duto do 1 cilindro
Interruptor da pressão de óleo do motor Frente do motor no lado direito e abaixo
Interruptor do pedal de embreagem Fixado ao pedal de embreagem
Interruptor duplo do pedal de freio Pedal de freio
Interruptor inercial Coluna lateral direita, abaixo do porta-luvas
Painel de instrumentos Painel de instrumentos
Sensor de detonação Abaixo do coletor de admissão, entre o segundo e
terceiro cilindro
Sensor de posição da borboleta Na entrada do coletor de admissão
Sensor de posição do pedal do acelerador Pedal acelerador
a
Sensor de pressão e temperatura do ar Coletor de admissão, na altura dos dutos do 3 e
a
4 cilindros
Sensor de pressão do ar condicionado Reservatório de partida a frio, lado direito do veículo,
ao lado da bomba de partida a frio
Sensor de rotação Frente do motor
Sensor de temperatura da água Abaixo da bobina de ignição
Sensor de velocidade Cambio logo abaixo da central de injeção
Sonda lambda aquecida Coletor de escape próximo válvulas escape
Termostato eletrônico Ao lado da caixa de ar no lado direito

173
FIAT

174
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT

175
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Pin-out da unidade de controle do motor
Term. Descrição
K02 Linha 30 de bateria protegida pelo fusível F18
K03 Sensor de pressão do ar condicionado pino B
K04 Sensor de pressão do ar condicionado pino C
Stilo K05 Interruptor do pedal de freio pino 1
1.8 Flex
K07 Relé T05 (compressor de ar condicionado) pino 86
K11 CAN-H
Central da direção elétrica pino B08
Central do ABS pino 24
Veículo sem ABS - Resistencia de terminação pino B
Piloto automático adaptativo pino 02
K13 Interruptor do pedal de freio pino 2
K16 Relé T09 principal pino 86
K19 Positivo de bateria - linha 30 protegida pelo fusível F18
K20 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 1
K23 Relé T10 da bomba de combustível pino 86
a
K24 Relé T07 da 2 velocidade do ventilador do radiador pino 86
K25 Interruptor do pedal da embreagem pino 1
K29 Piloto "automático pino 6
K30 Computador de bordo pino C29
K33 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 5
K32 Painel de instrumentos pino A10 - anomalias
K35 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 2
K36 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 6
K37 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 4
a
K39 Relé T06 da 1 velocidade do ventilador do radiador pino 85
K43 CAN-L
Central da direção elétrica pino B07
Central do ABS pino 40
Veículo sem ABS - Resistência de terminação pino A
Piloto automático adaptativo pino 04
K44 Piloto automático pino 1
K45 Solicitação de ar condicionado (climatizador automático pino C04 ou central de funções pino 10)
K49 Sensor de pressão do fluido de refrigeração do ar condicionado pino A
K50 Sensor de posição do pedal do acelerador pino 3
K51 Relé T19 da partida a frio pino 85
K52 Positivo pós chave de ignição - linha 15 protegida pelo fusível F16
K54 Computador de bordo pino C20 - Diagnose
K61 Piloto automático pino 5
K62 Piloto automático pino 4

176
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E

Pin-out da unidade de controle do motor


Term. Descrição
M01 Bobina de ignição pino 1
M03 Eletroválvula do canister pino 1
M05 Sensor de rotação pino 2
Stilo
M09 Sensor de posição da borboleta pino B
1.8 Flex
M10 Sensor de temperatura da água pino B
M12 Sensor de posição da borboleta pino C
M13 Sensor de posição da borboleta pino A
M15 Acelerador eletrônico pino E
M16 Acelerador eletrônico pino H
M17 Bobina de ignição pino 1
M22 Sensor de rotação pino 1
M23 Sensor de fase pino 2
M26 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 4
M30 Sensor de fase pino 1
M31 Acelerador eletrônico pino E
M32 Acelerador eletrônico pino H
M33 Bobina de ignição pino 3
M37 Sensor de rotação pino 3
M39 Sensor de detonação pino A
M40 Injetor de partida a frio
M42 Sonda lambda aquecida pino 4
M43 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 2
M44 Sonda lambda aquecida pino 2
M45 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 1
M46 Sensor de posição da borboleta pino D
M47 Alimentação positiva proveniente do relê T09 e protegida pelo fusível 17
M48 Alimentação positiva proveniente do relê T09 e protegida pelo fusível 17
M49 Bobina de ignição pino 3
M52 Sonda lambda aquecida pino 3
M56 Interruptor da pressão do óleo do motor
M57 Eletroinjetor 1 pino 2
M58 Eletroinjetor 3 pino 2
M59 Eletroinjetor 4 pino 2
M60 Eletroinjetor 2 pino 2
M62 Sensor de detonação pino B
M62 Sensor de fase pino 3
M62 Sensor de temperatura da água pino A
M63 Sensor de pressão e temperatura do ar pino 3
M64 Alimentação positiva proveniente do relê T09 e protegida pelo fusível 17

177
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Alimentação da U.C.E Eletroinjetores
carcaça e massa continuidade Isolado 11,0 a 14,0Q
pino K02 e massa 12.5V pinos M57 e M60 22,0 a 28,0Q
pino K19 e massa 12,5V pinos M57 e M58 22,0 a 28,0Q
pino K52 e massa 0,05V (ignição desligada) pinos M57 e M59 22,0 a 28,0Q
pino K52 e massa 12,3V (ignição ligada)
Stilo Sistema de ignição
1.8 Flex Relê principal primário isolado 0,4 a 0,6 n
pinos K16 e K02 70 a 90Q pinos M01 e M33 0,8 a 1,2 Q
Sensor de rotação e PMS secundário isolado 4,2 a 5,2 kD
pinos M05 e M22 500 a 610Q
Sistema de combustível
Sensor de pressão absoluta Pressão da linha 3,5 bar
Verificar gráfico nas páginas seguintes
Válvula de purga do canister

Sensor de temperatura do ar isolado 23,0 a 29,0Q 8

Verificar gráfico nas páginas seguintes M03 e M57 (canister + injetor) 34,0 a 43,0Q I
1
Sensor de temperatura da água Eletroválvula de partida a frio j

Verificar gráfico nas páginas seguintes pinos M40 e K52 18,0a22,0Q


%

Sensor posição da borboleta * Sensor de pressão do ar condicionado I


2
Fechada Aberta pino K04 e massa 10% = 3,02 bar
B e A (M09 e M13) 1582Q 2690Q pino K04 e massa 90% = 29,51 bar 3

C e A ( M 1 2 e M13) 2650Q 1190Q


D e A (M46 e M13) 1952Q 1851Q * Adote uma margem de 5% para mais ou para menos
como faixa de tolerância
BeC(M09eM12) 3640Q 3460Q
B e D (M09 e M46) 2807Q 1290Q
CeD(M12eM46) 1425Q 2565Q
H e E (M16 e M31) 2,6Q

Aquecimento da sonda lambda aquecida


resist. aquecimento 11,0 a 15,00
pinos M52 e M57 22,0 a 29,0Q
aq sonda + injetor
pinos M44 e M42 0,1 a'0,9V (marcha-lenta)

Sensor posição do pedal do acelerador *


Pedal solto Acionado
2 e 3 (K35 e K50) 1235Q 1235Q
2 e 4 (K35 e K37) 2000Q 1211Q
3 e 4 (K50 e K37) 1149Q 1951Q
5 e 6 (K33 e K36) 1090Q 1635Q
1 e 5 (K20 e K33) 1683Q 1683Q
1 e 6 (K20 e K36) 2509Q 1953Q

Sensor de detonação
pinos M39 e M62 resistência infinita

178
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes M45 e M43.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave
de ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou
seja, conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade Stilo
de gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais M45 e M43. Ou diretamente no componente 1.8 Flex
desconectado, meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar


(°c> (V)
0 4.17
10 3.78
20 3.36
30 2.91
40 2.37
50 1.98
60 1.61 '
70 1.30
80 1.04
90 0.82
100 0.64
110 0.51
120 0.41

Temp. Resist. Sensor de temperatura do ar


(°G) (O)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1220 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3995/(T+273) - 3,77 ± 10%
179
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes M62 e M10.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave
de ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou
Stilo seja, conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade
1.8 Flex de gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais M62 e M10. Ou diretamente no componente
desconectado, meça a resistência entre os terminais 1 e 2.

Temp. Tensão Sensor de temperatura da água


(°C) (V)
0 3.00
10 2.42
20 1.91
30 1.48
40 1.07
50 0.82
50 3.45
60 3.09
70 '2.72
80 2.35
90 2.00
100 1.67
110 1.40
120 1.17

Temp. Resist. Sensor de temperatura da água


(°C) (")
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão até 50 °C: Unte = 5,0 / (1 + 4060 / Rntc) ± 5%


Equação da tensão acima de 50 °C: Unte = 5,0 / (1 + 360 / Rntc) ± 5%
180 Equação da resistência: In(Rntc) = 3550/(T+273) - 4,30 ± 10%
Injeção eletrônica tecnologia flex FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou M45
e M26 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Stilo
Bosch 0 261 230 030 1.8 Flex
bar KPa mmHg Tensão (V)
0,2 20 150,01 0,301
0,3 30 225,02 0,739
0,35 35 262,52 0,958
0,4 40 300,02 1,177
0,5 50 375,03 1,615
0,6 60 450,04 2,053
0,7 70 525,04 2,491
0,8 80 600,05 2,929
0,9 90 675,05 3,367
0,92 92 690,06 3,455
1,0 100 750,06 3,805
1,1 110 825,07 4,243
1,2 120 900,07 4,681
1,23 123 922,57 4,812

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,38 * P(bar) - 0,575


Equação da pressão: P(bar) = 0,228 * U + 0,131

181
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis interno

VISTAANTERIOR VISTA POSTERIOR


Stilo
1.8 Flex

Computador de bordo Computador de bordo

FUS DESTINO FUS DESTINO

12 Farol baixo direito pino A01 49 Auto-rádio pino A02


13 Farol baixo esquerdo pino A01 Central de funções pino 4 - A/C manual
Painel de instrumentos pino 06 Central A/C automático pino C01
31 Interruptor de marcha a ré pino 1 Conjunto interruptores combinados pino 1
Relé T08 pino 86 Comando do espelho elétrico pino 1
32 Central das portas dianteiras pino B11 Central de estacionamento pino A01
33 Central das portas traseiras pino AA8 Sensor de chuva pino 1
34 Central das portas traseiras pino AB8 Interruptor rotativo aciona teto solar pino 7
35 Piloto automático pino 2 Push boton aciona, teto solar pino 5
Alarme volumétrico pino 3 Plafonieiras diant. e tras. centrais pino 6
Interruptor do pedal de freio pino 3 Interruptor do painel central pino 9
36 Alarme volumétrico pino 03 50 Central do airbag pino A12
Central das portas traseiras pino AB8 Sensor de peso airbag lado direito pino 1
37 Interruptor do pedal de freio pino 4 51 Acendedor de cigarros pino 1
Computador de bordo pino 13 Computador de bordo pinos 12 e 15
38 Computador de bordo pino 01 Painel de comando pino A06
39 Central de funções pino 12 - A/C manual Iluminação de comando aquecedor pino 1
Computador de bordo pino 17 52 Conjunto de alavancas pino C02
Auto-rádio pino A07 Relé atuador do banco elétrico pino 85
40 Vidro traseiro térmico pino 2 53 Computador de bordo pino 19
42 Central do ABS pino 23
43 Conjunto de alavancas pino A11 Relé Função
44 Acendedor de cigarros pino 2
45 Motor traseiro do teto solar pino 3 T01 Farol baixo
46 Motor dianteiro do teto solar pino 9 T11 Aquecedor traseiro térmico
47 Central da porta do motorista pino B08 T12 Relé de serviços 1
48 Central da porta do passageiro pino B08 T13 Relé de serviços 2

182
Injeção eletrônica tecnologia flex
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E

Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis do vão do motor

I Stilo
1.8 Flex

FUS DESTINO FUS DESTINO

01 Central do painel pino P01 19 Relé T05 do compressor da ar condic.


Central do ABS pinos 02 e 05 20 Relé T19 da partida a frio
02 Nó da direção elétrica pino A02 21 Relé T10 da bomba de combustível
03 Comutador de ignição pino A2 22 Bobinas de ignição
06 Relé T06 eletroventilador (baixa vel.) Eletro-injetores pino 1
07 Relé T07 do eletroventilador (alta vel 23 . Relé T20 do farol suplementar
08 Relé T08 do eletroventilador interno 24 Nó da direção elétrica pino B01
09 ReléT17 30 Relé T14 do farol de neblina
10 Relé T03 da buzina
11 Sonda lambda pino 1 Relé Função
Variador de fase (1)
Medidor de vazão de ar pino 2 T02 Farol alto
Eletroválvula EGR pino E T03 Buzina
Eletroválvula do canister pino B T05 Compressor de ar condicionado
Eletroválvula do coletor variável pino T06 Eletroventilador (baixa velocidade)
14 Farol alto direito pino A03 T07 Eletroventilador (alta velocidade)
15 Farol alto esquerdo pino A03 T08 Eletroventilador interno
16 Controle do motor pino K52 T09 Injeção eletrônica (principal)
17 Controle do motor pinos M47, M48 e M64 T10 Bomba de combustível
18 Controle do motor pinos K02 e K19 T14 Farol de neblina
T17
T19 Partida a frio
T20 Farol suplementar 183
FIAT
Controle do motor Delphi MT27E
Localização dos componentes do
controle do motor

Stilo
1.8 Flex

Bobinas de ignição parte traseira do cabeçote


Bomba de combustível no interior do tanque de combustível
Bomba de partida a frio na caixa de roda dianteira direita
Central da direção elétrica na coluna de direção
Central de funções (A/C manual)
Central de injeção eletrônica vão do motor fixado ao painel corta fogo
Central do"ABS
Comando do piloto automático
Computador de bordo fixado à caixa de fusíveis interna
Eletro-injetores coletor de admissão
o
Eletroválvula de purga do canister coletor de admissão acima tubulação 1 cil.
Injetor de partida a frio painel corta-fogo atrás do alternador
Interruptor de pressão do óleo do motor fixo a bomba de óleo próximo a roda dentada
Interruptor do pedal da embreagem
Interruptor do pedal do freio
Interruptor inercial de corte de combustível coluna interna a direita perna do passageiro
Painel de instrumentos painel de instrumentos
Resistência de terminação
Sensor de detonação bloco motor abaixo do coletor de admissão
Sensores de posição da borboleta 1 e 2 corpo de borboleta (próx. central injeção)
Sensor de posição do pedal do acelerador
o
Sensor de pressão e temperatura do ar coletor de admissão acima tubulação 4 cil.
Sensor de pressão do ar condicionado frente do veículo abaixo do farol lado direito
Sensor de rotação frente do motor
Sensor de temperatura da água parte traseira do cabeçote abaixo bobina ign.
Sensor de velocidade caixa de cambio abaixo do cj. trambulador
Sonda lambda aquecida tubulação de escape na frente do veículo
184 Termostato eletrônico no conjunto evaporador (alguns possuem)
FORD FLEX 2003 - 2008
Courier / Ecosport / Fiesta

Magneti Marelli IAW 4CFR

Ka

FoMoCo EEC-VI

Focus

FoMoCo EEC-VI
FORD

186
Injeção eletrônica tecnologia flex FORD

187
FORD
Controle do motor Magnetí Marelli IAW4AFR ou IAW4CFR
Pín-out da unidade de controle do motor

80 vias

Courier
1.6 Flex

Ecosport
1.6 Flex

Fiesta
1.0 Flex Term. Descrição
1 Sonda lambda aquecida pino 1
Fiesta
1.6 Flex 3 Aterramento
4 Módulo transceptor com a antena para chave eletrônica pino 03
6 CAN L / Painel de instrumentos pino 31 / Tomada de diagnose pino 14
7 CAN H / Painel de instrumentos pino 32 / Tomada de diagnose pino 6
8 Painel de instrumentos pino 12 (painel 2004) ou pino 21 (painel 2007)
9 Sonda lambda aquecida pino 4
13 Módulo transceptor com a antena para chave eletrônica pino 04
14 Relê R13 da alta velocidade do eletro ventilador pino 85
15 Relê R11 principal e da bomba de combustível pino 85
20 Sonda lambda aquecida pino 3
27 Aterramento
28 Aterramento
29 Linha 30 protegida pelo fusível F17i
31 Relê R06 inibidor de partida pino 85
38 Relê R10 de partida a frio pino 85
39 Pressostato de duplo contato do sistema de AC pino 3
40 Relê R14 (sem A/C) ou R16 (com A/C) da baixa velocidade do eletro ventilador pino 85
41 Relê R14 de plena carga do compressor de ar pino 2
42 Aquecimento elétrico da válvula termostática
44 Aterramento
47 Positivo de bateria pós chave de ignição - Linha 15
48 Pressostato de duplo contato do sistema de AC pino 4
49 Sensor de nível de combustível do tanque de partida a frio pino 2
50 Sensor de velocidade pino 2
52 Eletroválvula de purga do canister

188
Injeção eletrônica tecnologia flex
FORD
Controle do motor Magno« Marelli lAW 4AFR ou IAW 4CFR

Pín-out da unidade de controle do motor

80 vias

Courier
1.6 Flex

Ecosport
1.6 Flex

Fiesta
Term. Descrição 1.0 Flex

53 Sensor de rotação e PMS pino 1


Fiesta
54 Sensor de posição da borboleta pino 1 1.6 Flex
54 Sensor de temperatura da água pino 2
55 Sensor de temperatura do ar pino 3
56 Sensor de detonação pino 2
57 Corretor de marcha-lenta pino 4
58 Corretor de marcha-lenta pino 1
59 Bobina de ignição pino 1
60 Sensor de posição da borboleta pino 3
61 Sensor de pressão absoluta e temperatura do ar pino 4
62 Sensor de temperatura da água pino 1
63 Sensor de detonação malha
64 Corretor de marcha-lenta pino 3
65 Corretor de marcha-lenta pino 2
6$ Botaria de f r a ç ã o pvr.o 3>
67 Sensor de rotação e PMS pino 2
68 Sensor de pressão absoluta pino 2
56 Sensor de detonação pino 1
71 Eletroinjetor 1
72 Eletroinjetor 4
74 Interruptor de pressão do óleo do motor
75 Sensor de pressão absoluta pino 1
76 Sensor de posição da borboleta pino 2
77 Sensor de rotação e PMS malha
78 Eletroinjetor 3
79 Eletroinjetor 2

189
FORD
Controle do motor Magnet! Marelli lAW 4AFR ou IAW 4CFR
Alimentação da UCE Eletroinjetores
29 e massa 11,0a 13.5V- motor deslig. Isolado 14a 17a
29 e massa 12,0 a 15,0V - motor ligado 71 e 79 28 a 34 a
47 e massa 0,0V - motor desligado 71 e 7 8 28 a 34 Q
47 e massa 12,0 a 15,0V - motor ligado 71 e 72 28 a 34 a
Courier Sensor de rotação e PMS Sistema de ignição
1.6 Flex
53e67 370 a 450 a 59e66 0,9 a 1,3 ¡Q
Ecosport Sensor de pressão absoluta Sistema de combustível
1.6 Flex
Verificar gráfico nas páginas seguintes Pressão da linha 2,8 a 3,0 bar
Fiesta Corretor da marcha-lenta
Sensor de temperatura do ar
1.0 Flex
Verificar gráfico nas páginas seguintes 58e65 45 a 50 Q.
Fiesta 57e64 45 a 50 Q.
1.6 Flex Sensor de temperatura da água
Verificar gráfico nas páginas seguintes Válvula de purga do canister
52 e Fusível 29 54 a 66 Q
Sensor posição da borboleta * 52 e 71 (canister + injetor) 68 a 83 Q.
Fechada Aberta
60 e 76 3900 a 1260 ü. Válvula termostática eletrônica
60e54 3508 a 3508 Q. 42 e Fusível 30 13 a 17a
54e76 1706 íl 4350 Q 42 e 71 (válvula + injetor) 27 a 34 a

Aquecimento da sonda lambda aquecida Sensor de velocidade


01 e 2 9 3,5 a 5,0 Q 50 e massa - posição 1 OV
50 e massa - posição 2 aprox. 11V
Solenóide do sistema auxiliar de partida a frio
medido direto no componente 19 a 23 a * Adote uma margem de 5% para mais ou para menos J
como faixa de tolerância 1
Bomba do sistema auxiliar de partida a frio
medido direto no componente 2,5 a 3,0 Q

190
Injeção eletrônica tecnologia flex
FORD
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AFR ou IAW 4CFR
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 3 e 4, já na unidade de comando utilize os correspondentes 55 e 6 1 .
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de Courier
gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 55 e 61. Ou diretamente no componente desconectado, 1.6 Flex
meça a resistência entre os terminais 3 e 4.
Ecosport
1.6 Flex

Fiesta
1.0 Flex
Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar
(°C) (V) Fiesta
1.6 Flex
0 3,97
10 3,53
20 3,04
30 2,53
40 2,05
50 1,63 •
60 1,27
70 0,99
80 0,77
90 0,60
100 0,47

Temp. Resist. Sensor de temperatura do ar


(°C) (Ò)
0 80000
10 50000
20 32000
30 21200
40 14300
50 10000
60 7100
70 5100
80 3800
90 2800
100 2200

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 20600 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3683/(T+273) - 2,19 ± 10%
191
FORD
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AFR ou IAW 4CFR
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes 54 e 62.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave de
ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou seja,
Courier conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade de
1.6 Flex gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais 54 e 62. Ou diretamente no componente desconectado,
meça a resistência entre os terminais 1 e 2.
Ecosport
1.6 Flex

Fiesta
1.0 Flex Sensor de temperatura da água
Temp. Tensão
(°C) (V)
Fiesta
1.6 Flex 0 4,15
10 3,74
20 3,25
30 2,72
40 2,21
50 1,75
60 1,36
70 1,05
80 0,81
90 0,62
100 0,48
110 0,37
120 0,29

Temp. Resist. Sensor de temperatura da água


(°C)
0 102000
10 61000
20 38000
30 25000
40 16000
50 11100
60 7800
70 5600
80 4000
90 3000
100 2200
110 1700
120 1300

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 20600 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3900/(T+273) - 2,75 ± 10%
192
Injeção eletrônica tecnologia flex FORD
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AFR ou IAW 4CFR
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou 75
e 61 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Courier
bar Kpa mmHG Tensão (V) 1.6 Flex
0,1 10 75,01 0,422
0,2 20 150,01 0,827 Ecosport
1.6 Flex
0,3 30 225,02 1,232
0,35 35 262,52 1,435 Fiesta
0,4 40 300,02 1,637 1.0 Flex
0,5 50 375,03 2,042
Fiesta
0,6 60 450,04 2,447 1.6 Flex
0,7 70 525,04 2,852
0,8 80 600,05 3,257
0,9 90 675,05 3,662
0,92 92 690,06 3,743
1,0 100 750,06 4,067
1,1 110 825,07 4,472
1,2 120 900,07 4,877
1,23 123 922,57 4,999

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,05 * P(bar) + 0,017


Equação da pressão: P(bar) = 0,25 * U - 0,0043
193
FORD
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AFR ou IAW 4CFR

localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis interno


Descrição dos relés
R01 - Relé do limpador / lavador
Courier R02 - Relé da buzina
1.6 Flex R03 - Não utilizado
R04 - Relé do farol baixo
Ecosport
1.6 Flex R05 - Relé do farol alto
R06 - Relé inibidor de partida
Fiesta R07 - Não utilizado
1.0 Flex
R08 - Não utilizado
Fiesta R09 - Relé do desembaçador do vidro traseiro
1.6 Flex R10 - Relé da partida a frio
R11 - Relé principal e da bomba de combustível
R12- Relé de ignição

Fusíveis identificados no esquema elétrico


F01 i - Modulo transceptor do imobilizador pino 01
F09i - Relé (R06) inibidor de partida pino 30
F1 Oi - Relé (14) do ar condicionado pino 3
F17i - Unidade de comando do motor pino 29
Interruptor do ar condicionado pino 07
F19i - Eletroventilador interno
F21 i - Interruptor do ar condicionado pino 01
F23i - Sensor de velocidade
F25i - Relé (R10) de partida a frio pino 30
Relé (13) da alta velocidade pino 86
Relé (14) do ar condicionado pino 1
Relé (14 ou 16) da baixa velocidade pino 86
Sonda lambda pino 2
F28i - Bomba de combustível
F29i - Eletroválvula do canister
F30i - Bobina de ignição
Eletroinjetores
Relé (R10) de partida a frio pino 85
Válvula termostática eletrônica

194
Injeção eletrônica tecnologia flex
FORD
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AFR ou IAW 4CFR

localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis próximo ao


farol esquerdo do veículo

Courier
1.6 Flex

Ecosport
1.6 Flex
Descrição dos relés
Fiesta
R13 - Com A/C = Relé da alta velocidade do ventilador 1.0 Flex
R14 - Sem A/C = Relé da baixa velocidade do ventilador
Com A/C = Relé do compressor do ar condicionado Fiesta
1.6 Flex
R15- Relé do farol de neblina
R16 - Com A/C = Relé da baixa velocidade do ventilador

Maxif usíveis ao lado da bateria

Maxifusíveis identificados no esquema elétrico


F02 - Relê (13) da alta velocidade pino 30
Relê (14 ou 16) da baixa velocidade pino 30

195
FORD
Controle do motor Magneti Marelli IAW4AFR ou IAW4CFR

localização dos componentes do


controle do motor

Courier
1.6 Flex

Ecosport
1.6 Flex

Fiesta
1.0 Flex

Fiesta
1.6 Flex

196
Injeção eletrônica tecnologia flex
FORD
Controle do motor Magneti Marelli IAW 4AFR ou IAW 4CFR

Bobina de ignição Parte traseira do cabeçote, fixada à tampa de válvulas


Bomba de combustiível Interna ao reservatório de combustível, acesso pelo banco
traseiro
Bomba de combustível do sistema auxiliar Painel corta-fogo, fixado ao próprio reservatório de partida a
de partida a frio frio no lado direito do vão do motor
Corretor da marcha-lenta Fixada ao coletor de admissão, com acesso pelo centro do
caracol Courier
Eletroinjetores Ao final da tubulação de admissão 1.6 Flex

Eletroválvula de purga do canister Painel corta-fogo próximo ao servo-freio


Ecosport
Interruptor da pressão do óleo do motor Lado esquerdo do motor, próximo ao sensor de rotação 1.6 Flex
Interruptor inercial de corte de Coluna lateral direita, abaixo do porta-luvas
combustível Fiesta
1.0 Flex
Módulo transceptor com antena para Próximo ao comutador de ignição
chave eletrônica
Fiesta
Pressostato de duplo contato do sistema Fixado a tubulação do AC, próximo do eletroventilador do 1.6 Flex
de AC radiador
Pressostato do A/C Abaixo do farol dianteiro direito
Sensor de detonação Fixado ao bloco do motor com acesso pelo centro do
caracol
Sensor de nível de combustível do sistema No reservatório de partida a frio
auxiliar de partida.a frio
Sensor de posição da borboleta Abaixo do duto de admissão número 4
Sensor de pressão absoluta e temperatura Fixada ao coletor de admissão, com acesso pelo centro do
do ar caracol
Sensor de rotação e PMS Lado esquerdo do motor e capta o sinal pela roda dentada no
volante do motor
Sensor de temperatura da água Lado esquerdo do moto, parte traseira do motor junto ao
conjunto termostático
Sensor de velocidade Caixa de câmbio, envolto por uma proteção térmica, pois
encontra-se próximo ao escapamento
Solenóide do sistema auxiliar de partida À frente do reservatório de partida a frio
a frio
Sonda lambda aquecida Tubulação de escapamento - conector fixado no painel corta-
fogo
Tomada de diagnose Próxima à caixa de relés e fusíveis interna
Válvula termostática eletrônica Lado esquerdo do moto, parte traseira do motor junto ao
conjunto termostático

197
FORD

198
Injeção eletrônica tecnologia flex
FORD

199
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI

Pin-out da unidade de controle do motor

46 + 46 vias

Focus
1.6 Flex

Term. Descrição
A03 R12 - Relê da baixa velocidade do ventilador do radiador pino 2
A04 R04 - Relê da bomba de combustível pino 2
A07 R09 - Relê da partida a frio pino 2
A08 R17 - Relê inibidor de partida pino 2 \
A09 R10 - Relê da alta velocidade do ventilador do radiador pino 2
A10 Massa
A11 Massa
A13 R08 - Relê do compressor do ar condicionado pino 2
A15 R04 -"Relê da bomba de combustível pino 5
A16 R09 - Relê da partida a frio pino 5
A20 Eletroválvula de purga do canister pino 1
A21 Sensor de nível do reservatório da partida a frio
A22 Módulo transceptor com a antena para a chave eletrônica pino 3
A23 Massa
A26 Massa
A27 Sonda lambda aquecida pino 2
A28 Sonda lambda aquecida pino 3
A29 Massa
A30 CAN L
Tomada de diagnose pino 14
Painel de instrumentos pino 15
A32 Sensor de velocidade pino 2
A33 Sonda lambda aquecida pino 1
A34 R05 - Relê principal pino 5
A35 R05 - Relê principal pino 2
A36 Relógio (PATS LED) pino 5
A37 Pressostato de duplo contato pino 4
A39 Pressostato de duplo contato pino 3
A40 Linha 15 protegida pelo fusível F21
A41 CAN H
Tomada de diagnose pino 06
Painel de instrumentos pino 31
A42 Massa
A44 Módulo transceptor com a antena para a chave eletrônica pino 4
200 A46 Linha 30 protegida pelo fusível F28
Injeção eletrônica tecnologia flex FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI

Pín-out da unidade de controle do motor


46+46 vias

Focus
1.6 Flex

Term. Descrição
B02 Eletroinjetor 1 pino 1
B03 Eletroinjetor 2 pino 1
B04 Eletroinjetor 3 pino 1
B05 Eletroinjetor 4 pino 1
B11 Bobina de ignição pino 1
B16 Alternador pino 2
B17 Sensor de pressão absoluta e temperatura do ar pino
B18 Corretor da marcha-lenta pino 1
B19 Corretor da marcha-lenta pino 3
B20 Alternador pino 1.
B21 Corretor da marcha-lenta pino 2
B22 Corretor da marcha-lenta pino 4
B23 Bobina de ignição pino 3
B24 Eletroinjetores 1/2/3/4 pino 2
B26 Sensor de rotação e PMS malha
B28 Sensor de rotação e PMS pino 2
B29 Sensor de detonação pino 2
B30 Sensor pressão absoluta e temp. do ar pino 4
Temp. da água pino 2
Posição da borboleta pino 1
B35 Bobina de ignição pino 2
B36 Sensor de pressão absoluta pino 2
Sensor de posição da borboleta pino 3
B37 Sensor de posição da borboleta pino 2
B38 Sensor de temperatura da água pino 1
B39 Sensor de rotação e PMS pino 1 '
B40 Sensor de detonação malha
B41 Sensor de detonação pino 1
B42 Sensor de pressão absoluta pino 1
B44 Aquecimento elétrico da válvula termostática pino 2

201
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-wl
Alimentação da UCE Eletroinjetores
A46 e massa 11,0a 13,5V- motor deslig. B24 e B02 1 4 a 17Q
A46 e massa 12,0 a 15,0V - motor ligado B24 e B03 14 a 17 £2
A40 e massa 0,0V - motor desligado B24 e B04 1 4 a 17 Q
A40 e massa 12,0 a 15,0V - motor ligado B24 e B05 1 4 a 17 fí

Focus Sensor de rotação e PMS Sistema de ignição


1.6 Flex 53 e 67 370 a 450 Q B11 e B35 0,5 a 0,7 Q
B23 e B35 0,5 a 0,7 Q
Sensor de pressão absoluta
B11 e B23 1,0 a 1,4 Q
Verificar gráfico nas páginas seguintes
Sistema de combustível
Sensor de temperatura do ar
Pressão da linha 2,8 a 3,0 bar
Verificar gráfico nas páginas seguintes
Corretor da marcha-lenta
Sensor de temperatura da água B18 e B21 45 a 50 Q.
Verificar gráfico nas páginas seguintes B19eB22 45 a 50 Q.
Sensor posição da borboleta * Válvula de purga do canister
Fechada Aberta A20 e A34 30 a 40 n
B30 e B37 1797Q 3457 Q
B30 e B36 2370 fí 2370 Q. Válvula termostática eletrônica
B36 e B37 1362 Q. B44 e A34 13a 17 Q
2206 a

Aquecimento da sonda lambda aquecida Sensor de velocidade


A28 e fusível 37 3,5 a 5,0 H A32 e massa - posição 1 OV
A32 e massa - posição 2 aprox. 11V
Sensor de detonação
B29 e B41 4,8 a 5,0 MQ * Adote uma margem de 5% para mais ou para menos
como faixa de tolerância
Solenóide do sistema auxiliar de partida a frio
medido direto no componente 19 a 23 Q.

Bomba do sistema auxiliar de partida a frio


medido direto no componente 2,5 a 3,0 Q

202
Injeção eletrônica tecnologia flex
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 3 e 4, já na unidade de comando utilize os correspondentes B17 e B30.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave
de ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou
seja, conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade Focus
de gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais B17 e B30. Qu diretamente no componente 1.6 Flex
desconectado, meça a resistência entre os terminais 3 e 4.

Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar


(°C) (V)
0 4,28
10 3,94
20 3,55
30 3,13
40 2,59
50 2,20
60 1,81.
70 1,48
80 1,19
90 0,95
100 0,75
110 0,60
120 0,49

Temp. Resist, Sensor de temperatura do ar


(°C) (fe)
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1020 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3553/(T+273) - 4,30 ± 10% 203
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes B38 e B30.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do'motor desconectada, sensor conectado, chave
de ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou
Focus seja, conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade
1.6 Flex de gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais B38 e B30. Ou diretamente no componente
desconectado, mèça a resistência entre os terminais 1 e 2.

Temp. Tensão Sensor de temperatura da água


(°C) (V)
0 3,97
10 3,53
20 3,04
30 2,53
40 2,05
50 .1,63
60 1,27
70 0,99
80 0,77
90 0,60
100 0,47

Temp. Resist, Sensor de temperatura da água


(°C) (fí)
0 80000
10 50000
20 32000
30 21200
40 14300
50 10000
60 7100
70 5100
80 3800
90 2800
100 2200

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 20600 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3683/(T+273) - 2,19 ± 10%
204
Injeção eletrônica tecnologia flex
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou B42
e B30 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Focus
bar Kpa mmHG Tensão (V) 1.6 Flex
0,1 10 75,01 0,422
0,2 20 150,01 0,827
0,3 30 225,02 1,232
0,35 35 262,52 1,435
0,4 40 300,02 1,637
0,5 50 375,03 2,042
0,6 60 450,04 2,447
0,7 70 525,04 2,852
0,8 80 600,05 ' 3,257
0,9 90 675,05 3,662
0,92 92 690,06 3,743
1,0 100 750,06 4,067
1,1 110 825,07 4,472
1,2 120 900,07 4,877
1,23 123 922,57 4,999

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,05 * P(bar) + 0,017


Equação da pressão: P(bar) = 0,25 * U - 0,0043
205
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI
Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis interno


Descrição dos fusíveis destacados no esquema elétrico
F36Í - Relógio (PATS LED) pino 6
Focus Módulo de comando do ar condicionado pino 08
1.6 Flex F45i - Módulo de comando do ar condicionado pino 10
F49i - Desembaçador traseiro
F50i - Desembaçadores dos retrovisores
F60i - Módulo transceptor pino 1
Relógio (PATS LED) pino 1

Descrição dos relés destacados no esquema elétrico


R17 - Relê inibidor de partida
R25 - Relê dos desembaçadores

Caixa de relés e fusíveis do vão do motor

Descrição dos fusíveis destacados no esquema elétrico


F03 - Relé (R12) da baixa velocidade do ventilador pino 3
Relé (R10) da alta velocidade do ventilador pino 3
F07 - Relé (R25) dos desembaçadores pino 30
F12- Tomada de diagnose pino 16
F14 - Relé (R04) da bomba de combustível pino 3
F15 - Relé (R08) da embreagem do compressor pino 3
F21 - Controle do motor pino A40
F26 - Eletroventilador interno
F28 - Controle do motor pino A46
F27 - Relé (R09) de partida a frio pino 3
F37 - Sonda lambda pino 4
Sensor de velocidade pino 1

Descrição dos relés destacados no esquema elétrico


R04 - Relé da bomba de combustível
R05 - Relé principal
R08 - Relé do compressor de ar condicionado
R09 - Relé do sistema de partida a frio
R10 - Relé da alta velocidade do ventilador
R12 - Relé da baixa velocidade do ventilador

206
Injeção eletrônica tecnologia flex
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI

Localização dos componentes do


controle do motor

Focus
1.6 Flex

207
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI
Localização de componentes

Tabela de localização dos componentes


do controle do motor

Focus Bobina de ignição Parte traseira do cabeçote, fixada à tampa de válvulas


1.6 Flex Interna ao reservatório de combustível, acesso removendo o
Bomba de combustiível
próprio reservatório
Bomba de combustível do sistema auxiliar Fixado ao próprio reservatório de partida a frio no lado direito
de partida a frio do vão do motor
Corretor da marcha-lenta Fixada ao coletor de admissão, com acesso pelo centro do
caracol
Eletroinjetores Ao final da tubulação de admissão
Eletroválvula de purga do canister Painel corta-fogo próximo ao reservatório de fluido de freio
Interruptor da pressão do óleo do motor Lado esquerdo do motor, próximo ao sensor de rotação
Interruptor inercial de corte de Coluna lateral direita, abaixo do porta-luvas
combustível
Módulo transceptor com antena para Próximo ao comutador de ignição
chave eletrônica
Pressostato de duplo contato do sistema Atrás do reservatório de partida a frio
de AC
Pressostato do A/C Abaixo do farol dianteiro direito
Sensor de detonação Fixado ao bloco do motor com acesso pelo centro do
caracol
Sensor de nível de combustível do sistema No reservatório de partida a frio
auxiliar de partida a frio
Sensor de posição da borboleta Abaixo do duto de admissão número 4
Sensor de pressão absoluta e temperatura Fixada ao coletor de admissão, com acesso pelo centro do
do ar caracol
Sensor de rotação e PMS Lado esquerdo do motor e capta o sinal pela roda dentada no
volante do motor
Sensor de temperatura da água Lado esquerdo do moto, parte traseira do motor junto ao
conjunto termostático
Sensor de velocidade Caixa de câmbio, envolto por uma proteção térmica, pois
encontra-se próximo ao escapamento
Solenóide do sistema auxiliar de partida À frente do reservatório de partida a frio
a frio
Sonda lambda aquecida Tubulação de escapamento - conector fixado no painel corta-
fogo
Tomada de diagnose Próxima à caixa de relés e fusíveis interna
Válvula termostática eletrônica Lado esquerdo do moto, parte traseira do motor junto ao
conjunto termostático

208
Livro Descrição
Neste livro você encontrará informações teóricas sobre o funcionamento
Coleção Ciclo Volume 1 dos sistemas de injeção eletrônica, ar condicionado, ABS e
imobilizador.
Coleção de esquemas elétricos de injeção eletrônica, ar condicionado,
Coleção Ciclo Volume 2 ABS e imobilizador dos veículos produzidos pela FIAT até o ano de
2001.
Coleção de esquemas elétricos de injeção eletrônica, ar condicionado,
Coleção Ciclo Volume 3 ABS, imobilizador e transmissão automática dos veículos produzidos
pela FORD até o ano de 2001.
Coleção de esquemas elétricos de injeção eletrônica, ar condicionado,
Coleção Ciclo Volume 4 ABS, imobilizador e transmissão automática dos veículos produzidos
pela GM até o ano de 2001.
Coleção de esquemas elétricos de injeção eletrônica, ar condicionado,
Coleção Ciclo Volume 5 ABS, imobilizador e transmissão automática dos veículos produzidos
pela VOLKSWAGEN até o ano de 2001.
Coleção de esquemas elétricos de injeção eletrônica dos veículos
Coleção Ciclo Volume 6 produzidos pela CITROEN, PEUGEOT e RENAULT até o ano de
2001.
Coleção de esquemas elétricos de injeção eletrônica de veículos
Coleção Ciclo Volume 7
importados.
Coleção de esquemas elétricos de injeção eletrônica de veículos
Coleção Ciclo Volume^
importados. Não repete esquemas do Volume 7.
Coleção de esquemas elétricos de todos os sistemas automotivos de
Coleção Ciclo Volume 9
veículos produzidos pela FIAT entre os anos de 2001 e 2003.
Coleção de esquemas elétricos de todos os sistemas automotivos de
Coleção Ciclo Volume 10
veículos produzidos pela GM entre os anos de 2001 e 2004.
Coleção de esquemas elétricos de todos os sistemas automotivos
Coleção Ciclo Volume 11 de veículos produzidos pela VOLKSWAGEN entre os anos de 2001
e 2005.
Coleção de esquemas elétricos de todos os sistemas automotivos de
Coleção Ciclo Volume T2
veículos produzidos pela FIAT entre os anos de 2004 e 2006.
Livro com procedimento de troca de correias sincronizadoras
(dentadas) dos principais motores produzidos pela CITROEN, FIAT,
Correias dentadas
FORD, GM, PEUGEOT, RENAULT e VOLKSWAGEN. Atende a mais
de 200 modelos de veículos.
Coleção de 300 dicas técnicas (sintoma, causa e solução) produzidas
Dicas técnicas do Elói
pela Elói Traning.
Livro treinamento a respeito do sistema de controle eletrônico
dos motores VOLVO D12C e D12D para ônibus e caminhões.
Gerenciamento de motores diesel Inclui explicações sobre o principio de funcionamento, a função, a
localização, os valores de teste de cada componente envolvido no
controle do motor.
FORD

210
Injeção eletrônica tecnologia flex FORD

211
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-WI
Pin-out da unidade de controle do motor
46 + 46 vias

Ka
1.0 Flex

Ka
1.6 Flex

Term. Descrição
A03 Veículo sem AC: RIV - Relê da alta velocidade do ventilador do radiador pino 2
Veículo com AC: RV - Relê da baixa velocidade do ventilador do radiador pino 2
A04 RD - Relê da bomba de combustível pino 2
A05 Eletroválvula de purga do canister pino 1
A06 Painel de instrumentos pino 05
A07 RG - Relê da partida a frio pino 2
A08 RIU - Relê inibidor de partida pino 2
A09 RVII - Relê da alta velocidade do ventilador do radiador pino 2
A10 Massa
A11 Massa
A13 RVI - Relê do compressor do ar condicionado pino 2
A15 RD - Relê da bomba de combustível pino 5
A16 RG - Relê da partida a frio pino 5
A22 Módulo transceptor com a antena para a chave eletrônica pino 3
A23 Massa
A26 Massa
A27 Sonda lambda aquecida pino 2
A28 Sonda lambda aquecida pino 3
A29 Massa
A30 CAN L
Tomada de diagnose pino 14
Painel de instrumentos pino 16
A32 Sensor de velocidade pino 2
A33 Sonda lambda aquecida pino 1
A34 RC - Relê principal pino 5 protegido pelo fusível 08i
A35 RC - Relê principal pino 2
A37 Pressostato de duplo contato pino 4
A39 Pressostato de duplo contato pino 3
A40 Linha 30 protegida pelo fusível 03i
A41 CAN H
Tomada de diagnose pino 06
Painel de instrumentos pino 15
A42 Massa
A44 Módulo transceptor com a antena para a chave eletrônica pino 4
212 A46 Linha 15 protegida pelo fusível 12i
Injeção eletrônica tecnologia flex FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI

Pin-out da unidade de controle do motor

46 + 46 vias

Ka

1.0 Flex

Ka
1.6 Flex

Term. Descrição
B02 Eletroinjetor 1 pino 1
B03 Eletroinjetor 2 pino 1
B04 Eletroinjetor 3 pino 1
B05 Eletroinjetor 4 pino 1
B11 Bobina de ignição pino 1
B15 Interruptor de pressão do óleo
B17 Sensor de pressão absoluta e temperatura do ar pino 3
B18 Corretor da roarcha-lenta pino 1
B19 Corretor da marcha-lenta pino 3
B21 Corretor da marcha-lenta pino 2
B22 Corretor da marcha-lenta pino 4
B23 Bobina de ignição pino 3
B24 Eletroinjetores 1/2/3/4 pino 2
Válvula termostática eletrônica pino 1
B26 Sensor de rotação e PMS malha
B28 Sensor de rotação e PMS pino 2
B29 Sensor de detonação pino 2
B30 Sensor pressão absoluta e temp. do ar pino 4
Temp. da água pino 2
Posição da borboleta pino 1
B35 Bobina de ignição pino 2
B36 Sensor de pressão absoluta pino 2
Sensor de posição da borboleta pino 3
B37 Sensor de posição da borboleta pino 2
B38 Sensor de temperatura da água pino 1
B39 Sensor de rotação e PMS pino 1
B40 Sensor de detonação malha
B41 Sensor de detonação pino 1
B42 Sensor de pressão absoluta pino 1
B44 Aquecimento elétrico da válvula termostática pino 2

213
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI

Alimentação da UCE Eletroinjetores


A40 e massa 11,0 a 13,5V - motor deslig. B24 e B02 14a 17a
A40 e massa 12,0 a 15,0V - motor ligado B24 e B03 14a 1 7 a
A46 e massa 0,0V - motor desligado B24 e B04 14a 17a
A46 e massa 12,0 a 15,0V - motor ligado B24 e B05 14a 17a
Ka Sensor de rotação e PMS Sistema de ignição
1.0 Flex B11 e B35
B39 e B28 370 a 450 Q 0,5 a 0,7 a
Ka B23 e B35 0,5 a 0,7 a
Sensor de pressão absoluta
1.6 Flex B11 e B23 1,0 a 1,4 a
Verificar gráfico nas páginas seguintes
Sistema de combustível
Sensor de temperatura do ar
Pressão da linha 3,0 a 3,2 bar
Verificar gráfico nas páginas seguintes
Corretor da marcha-lenta
Sensor de temperatura da água B18 e B21 45 a 50 a
Verificar gráfico nas páginas seguintes B19 e B22 45 a 50 a
Sensor posição da borboleta * Válvula de purga do canister
Fechada Aberta A20eA34 30 a 40 a
B30 e B37 1760 a 3324 a
B30 e B36 2272 a 2272 a Válvula termostática eletrônica
B36 e B37 3152 a 1276 a B44 e A34 13a 17a

Aquecimento da sonda lambda aquecida Sensor de velocidade


A32 e massa - posição 1 OV
A28 e fusível 07i 3,5 a 5,0 a
A32 e massa - posição 2 aprox. 11V
Sensor de detonação
B29 e B41 4,9 a 5,1 Ma * Adote uma margem de 5% para mais ou para menos
como faixa de tolerância
Solenóide do sistema auxiliar de partida a frio
medido direto no componente 19 a 23 a
Bomba do sistema auxiliar de partida a frio
medido direto no componente 2,5 a 3,0 a

214
Injeção eletrônica tecnologia flex FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI
Sensor de temperatura do ar na tubulação de admissão
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 3 e 4, já na unidade de comando utilize os correspondentes B17 e B30.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave
de ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou
seja, conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade Ka
de gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais B17 e B30. Ou diretamente no componente
desconectado, meça a resistência entre os terminais 3 e 4. 1.0 Flex

Ka
1.6 Flex

Temp. Tensão Sensor de temperatura do ar


(°C) (V)
0 4,28
10 3,94
20 3,55
30 3,13
40 2,59
50 2,20
60 1,81.
70 1,48
80 1,19
90 0,95
100 0,75
110 0,60
120 0,49

Temp. Resist, Sensor de temperatura do ar


(°C) í&j
0 6100
10 3800
20 2500
30 1700
40 1100
50 800
60 580
70 430
80 320
90 240
100 180
110 140
120 110

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 1020 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3553/(T+273) - 4,30 ± 10% 215
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI
Sensor de temperatura da água
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça a tensão entre os dois fios do sensor de temperatura introduzindo uma agulha pela parte traseira '
do conector do sensor, ou do conector da unidade de comando ou utilize um chicote adaptador. No sensor
utilize os terminais 1 e 2, já na unidade de comando utilize os correspondentes B38 e B30.
Medida de resistência: Unidade de gerenciamento do motor desconectada, sensor conectado, chave
de ignição desligada. Meça a resistência do sensor utilizando a extensão do próprio chicote do veículo, ou
Ka seja, conecte o ohmímetro nos terminais correspondentes ao sensor de temperatura no conector da unidade
1.0 Flex de gerenciamento do motor, para isso utilize os terminais B38 e B30. Ou diretamente no componente
desconectado, meça a resistência entre os terminais 1 e 2.
Ka
1.6 Flex!

Temp. Tensão Sensor de temperatura da água


(°C) (V)
0 3,97
10 3,53
20 3,04
30 2,53
40 2,05
50 .1,63
60 1,27
70 0,99
80 0,77
90 0,60
100 0,47

Temp. Resist. Sensor de temperatura da água


(°C) (íi)
0 80000
10 50000
20 32000
30 21200
40 14300
50 10000
60 7100
70 5100
80 3800
90 2800
100 2200

Equação da tensão: Unte = 5,0 / (1 + 20600 / Rntc) ± 5%


Equação da resistência: In(Rntc) = 3683/(T+273) - 2,19 ± 10%
216
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI
Sensor de pressão absoluta
Medida de tensão: Unidade de gerenciamento do motor conectada, sensor conectado, chave de ignição
ligada. Meça à tensão entre os terminais correspondentes a sinal e massa, ou seja 1 e 4 no sensor ou B42
e B30 na unidade de comando do motor. Introduza uma agulha pela parte traseira do conector ou utilize um
chicote adaptador.
Erro: admita a possibilidade de uma variação de ± 3% na medida de tensão.

Ka
bar Kpa mmHG Tensão (V)
0,1 10 75,01 0,422 1.0 Flex
0,2 20 150,01 0,827
Ka
0,3 30 225,02 1,232 1.6 Flex
0,35 35 262,52 1,435
0,4 40 300,02 1,637
0,5 50 375,03 2,042
0,6 60 450,04 2,447
0,7 70 525,04 2,852
0,8 80 600,05 3,257
0,9 90 675,05 3,662
0,92 92 690,06 3,743
1,0 100 750,06 4,067
1,1 110 825,07 4,472
1,2 120 900,07 4,877
1,23 123 922,57 4,999

Sensor de pressão absoluta

Equação da tensão: U = 4,05 * P(bar) + 0,017


Equação da pressão: P(bar) = 0,25 * U - 0,0043
217
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI
Localização de componentes

Caixa de relés e fusíveis interno


Descrição dos relés
RA - Relé do farol baixo
Ka RB - Relé do farol alto
RC - Relé principal
1.0 Flex
RD - Relé da bomba de combustível
Ka RE - Não utilizado
1.6 Flex RF - Relé do desembaçador do vidro traseiro
RG - Relé da partida a frio
RH - Relé da buzina
RI - Relé do limpador / lavador
Rll - Relé de ignição
RUI - Relé inibidor de partida
RIV - Veículos sem ar condicionado: Relé da alta
velocidade do eletroventilador

Fusíveis identificados no esquema elétrico


F02i Relê (D) da bomba de combustível pino 3
F03i - Controle do motor pino A40
F04i - Tomada de diagnose pino 16
F07i - Sensor de velocidade pino 1
Sonda lambda pino 1
Eletroválvula de purga do canister pino 2
F09i Relê (D) da bomba de combustível pino 1
F12i - Controle do motor pino A46
Modulo transceptor do imobilizador pino 1
Relê (IV ou VII) da alta velocidade pino 1
Relê (V) da baixa velocidade pino 1
F15i - Relê (VI) do ar condicionado pino 1
Módulo da válvula de aquecimento pino 2
Interruptor do desembaçador pino 8
F18i - Módulo da válvula de aquecimento pino 6
Interruptor do desembaçador pino 1
F21 i - Relê (VI) do ar condicionado pino 3
F22i - Relê (G) da partida a frio pinos 1 e 3
F26i - Relê (F) do desembaçador pino 3
F30i - Eletroventilador interno

218
Injeção eletrônica tecnologia flex
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI

Localização de componentes

Caixa de relés à esquerda da bateria


Descrição dos relés
RV - Relé eletroventilador (baixa velocidade)
RVI - Relé de plena carga do compressor de ar Ka
RVII - Relé eletroventilador (alta velocidade) 1.0 Flex

Ka
1.6 Flex

Maxíf usíveis ao lado da bateria

Maxifusíveis identificados no esquema elétrico


F07 - Relé (III) inibidor de partida pino 30
Relé (IV ou VII) da alta velocidade pino 03
Relé (V) da baixa velocidade pino 03

219
FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-ui

Localização dos componentes do


controle do motor

Ka
1.0 Flex

Ka
1.6 Flex

220
Injeção eletrônica tecnologia flex FORD
Controle do motor FoMoCo EEC-VI

Tabela de localização dos componentes


do controle do motor
Bobina de ignição Fixada à tampa de válvulas
Bomba de combustiível Interna ao reservatório de combustível
Bomba de combustiível do sistema auxiliar À frente da fixação do amortecedor dianteiro direito
de partida a frio Ka
Corretor da marcha-lenta Fixada ao coletor de admissão, com acesso pelo centro do
1.0 Flex
caracol
Eletroinjetores Ao final da tubulação de admissão Ka
Eletroválvula de purga do canister À frente da fixação do amortecedor dianteiro direito 1.6 Flex
Interruptor da pressão do óleo do motor Lado esquerdo do motor, próximo ao sensor de rotação
Interruptor inercial de corte de Próximo à alavanca de abertura do compartimento do motor,
combustível onde há um orifício que permite acesso ao mesmo
Módulo transceptor com antena para Próximo ao comutador de ignição
chave eletrônica
Pressostato de duplo contato do sistema Frente do veículo próximo ao farol de neblina direito
de AC
Pressostato do A/C Frente do veículo próximo ao farol de neblina direito
Sensor de detonação Fixado ao bloco do motor com acesso pelo centro do
caracol
Sensor de posição da borboleta Abaixo do duto de admissão número 4
Sensor de pressão absoluta e temperatura Fixado ao coletor de admissão com acesso pelo centro do
do ar caracol
Sensor de rotação e PMS Lado esquerdo do motor e capta o sinal pela roda dentada no
volante do motor
Sensor de temperatura da água Lado esquerdo do moto, parte traseira do motor junto ao
conjunto termostático
Sensor de velocidade Caixa de câmbio, envolto por uma proteção térmica, pois
encontra-se próximo ao escapamento
Solenóide do sistema auxiliar de partida Atrás do reservatório de partida a frio, lado direito do motor
a frio
Sonda lambda aquecida Tubulação de escapamento - conector fixado no painel corta-
fogo
Tomada de diagnose Próxima à caixa de relés e fusíveis interna
Válvula termostática eletrônica Lado esquerdo do moto, parte traseira do motor junto ao
conjunto termostático

221