Você está na página 1de 18

1

S é r ie : Re vis ã o de V i d a ( G ua r da ndo a Fé )
28.01.18
Comunidade Evangélica Luterana do Aririu
_____________________________________
Hino: Bom Estarmos aqui
F#m B E
Intro: E7M C#m11 G6 A/B EM UM SÓ AMOR E UM SÓ ESPÍRITO

E F#m7 G#m7 F#m7 E F#m7


BOM ESTARMOS AQUI LOUVANDO A DEUS VENHA NOS ABENÇOAR
DEUS
B E
E F#m7 G#m7 E QUE ESTA UNIÃO NUNCA FALTE PARA
F#m7 NÓS
PODENDO EXALTAR TEU SANTO NOME

A7+ B Intro
TEMPO PARA ISSO
G#m C#m Bom estarmos aqui.
TEMPO PARA LOUVARMOS A DEUS
Deus venha nos abençoar 4x
2

Saudação e Confissão de Pecados:

Acolhida – “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-


se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de
experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de
Deus”.Rm 12.2

Boas-vindas... Explicações...

Em meio às várias demandas da vida contemporânea, somos muitas vezes levados a viver, dia
após dia, de forma alucinada e acrítica. Por isso, é fundamental que tenhamos a disciplina e a
coragem para, de tempos em tempos, fecharmos nossas vidas para um balanço, a fim de
sssxavaliarmos se o resultado de nossas escolhas tem sido boas ou ruins para nossas vidas.
Você é convidado através de nossa nova série a fazer uma REVISÃO DE VIDA!
3

Hino: Todo dia

G/B C D G/B C
Todo dia seja o meu viver para Te honrar
G/B C D Em G79
Minhas atitudes todas para te louvar
CD
O caminho que Jesus aponta
G D/F# Em
Sim, por ele vou seguir
CDCD
Revelar o Teu Amor por onde eu for
G/B C D G/B C
Todo dia seja o meu viver para Te honrar
G/B C D D#0 Em G79
De tudo o que tenho recebido vou compartilhar
C
Dedicar os meus talentos
D G D/F# Em
Minha vida para abençoar
CDCD
Revelar o Teu Amor por
onde eu for G/B C D
Ouve a nossa oração
Senhor
G/B C D
E recebe glória e louvor
G/B C
Sonda o nosso coração
D/F# G
Guia-nos por Teu Amor
4

Hino: Senhor do Tempo

D Perdendo a alma
Eu busco tempo para tantas coisas D/F#
Bm Tentei de tudo
São tantos planos para pouco tempo G
G Me vi sem calma
Em meio a tudo que exige tempo D
Em D Busquei tão longe
Eu já não tenho tempo pra falar com Deus A
Quando tão perto
Eu me disponho para o trabalho D/F#
Bm Teria tudo
E sem notar eu perco o horário G
G Do jeito certo
Só resta tempo pra fechar a porta
Em Em D/F# G
Pra tudo que na realidade importa Vencer o Senhor deste mundo
Em D/F# G
Bm A Vem ser o Senhor da minha vida
Não tenho tempo para descansar A (D/F# G A) 2x
G D/F# Em todo tempo, Deus
Rever amigos e conversar
Em
Já não consigo me assentar à mesa Bm A
E° Não tenho tempo para descansar
E alimentar o que a alma almeja G D/F#
Bm A Rever amigos e conversar
E quando eu quero viver o tempo Em
G D/F# Já não consigo me assentar à mesa
Tal fumaça some num momento E°
E alimentar o que a alma almeja
Em
Bm A
E antes que tudo perdido esteja
E quando eu quero viver o tempo
E° G D/F#
E antes que tarde demais eu perceba que Tal fumaça some num momento
Em
Refrão: E antes que tudo perdido esteja
D E°
Ganhei o mundo E antes que tarde demais eu perceba
A/C# que
5

Hino: É só por hoje

D D/F# G D Bm E G D
É só por hoje e o amanhã não me pertence
D D/F# G D Bm E G D
assim prossigo e muito mais eu me descubro

D D/F#
e quanto mais o tempo passa
G A
o modo, o jeito pouco importa
Bm E G D
é preciso aprender a viver
D D/F# G A
é verdade a vida é curta mas não precisa ser pequena
Bm E G D
é preciso aprender a viver

D D/F#
por isso eu vou viver
G A
sem nada mais perder
D D/F#
e sem me apressar
G A
1 dia de cada vez
D D/F# G A
o que eu quero mais é te chamar de pai
D D/F# G A
e ter o teu amor vivendo aqui em mim

Interlúdio: D D/F# G D/F# Bm E G D

Base Solo: Bm G D A Bm E G D

PREGAÇÂO
6

COMPLETANTO A MARATONA!Guardando a Fé
“ Guardei a fé...” (2Tm 4.7)

NÓS

A) DEUS NUNCA MAIS!

Quando, porém, vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra? Lucas 18:8

 Um dos sinais dos fins dos tempos segundo a própria escritura é o abandono da Fé em
Deus.

 Não me arrisco a dizer com toda certeza se este sinal pré anunciado por Jesus já esta
acontecendo de modo pleno, mas que já podemos constatar essa realidade a cada dia
mais, isso é impossível negar.

 Assim como eu, você deve ter AMIGOS QUE COMEÇARAM A VIDA DE FÉ DE VENTO
EM POUPA E DEPOIS ABANDONARAM A CRISTO.

 Os motivos para o abandono da fé podem ser muitos, pesquisas falam dos principais:

1. Decepção com a liderança da igreja ou outros membros.

 Muitos se esfriam porque sentem abandono, hipocrisia e falta de cuidado em momentos


de lutas ou necessidades.

 Infelizmente as pessoas hoje estão muito ocupadas com seus próprios problemas e não
percebem as necessidades do próximo, mesmo dentro da igreja.

 Muitos de nós cristãos, estamos nos tornando cada vez mais egoístas.

 Jesus advertiu a respeito disso quando falou do esfriamento da igreja: E, por se multiplicar
a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mateus 24:12
Sem falar ainda na terrível decepção dos escândalos que se espalham até mesmo pela mídia de
líderes de igrejas envolvidos em escândalos sexuais e financeiros.

2. acontecimentos trágicos.
 São tragédias em geral.
7

 Doenças ou morte de um ente querido, desemprego, divorcio, prejuízos ou perdas


materiais como a perda do carro ou casa ou mesmo uma injustiça por parte de alguma
autoridade civil ou militar como uma prisão quando inocente.

3. Crescimento em conhecimentos (teológicos, teóricos e filosóficos) sem


a cobertura da graça de Deus.

 Mesmo hoje é comum observarmos pessoas cheias de teorias e filosofias diferentes que
acabam batendo de frente com verdades bíblicas, passando a viver na letra e longe do
Espírito, e quando não abandonam totalmente a fé, caem no esfriamento mórbido.

4. Não aceitar a forma de Deus agir.


 Há pessoas que imaginam que por serem crentes e por se esforçarem em frequentar a
igreja, serem dizimistas e por cumprirem as demais obrigações de um cristão,
obrigatoriamente Deus precisa atender suas orações como se Ele fosse obrigado a fazer
tudo que querem ou anseiam.

 Quando não atendidos, sem decepcionam com Deus a fé e a igreja. Tais pessoas
abandonam a fé pelo fato de não terem um benefício atendido por Deus.

 Alguns se esfriam porque pediram sinais ou bênçãos de Deus e não obtiveram resposta.

 Muitos se sentem rejeitados por Deus e acabam por abandonar a fé. Tais pessoas
precisam saber que Deus sempre responde nossas orações, mas segundo a vontade Dele
e não a nossa.

5. falta de leitura bíblica e oração.

 Estes motivos ilustram bem um grande risco que todos nós corremos ao
caminharmos ao longo da jornada da vida.

 Em meio às muitas lutas e desafios, podemos acabar nos tornando: Selvagens, agressivos,
preocupados apenas em ganhar e incapazes de sonhar com um mundo melhor.

 Desta forma, na medida em que envelhecemos, podemos nos tornar céticos para com a
vida e amargos para com as pessoas.

 Mas, este risco do qual estamos falando tem estreita relação com o tema “FÉ”.
8

 Segundo Hebreus 11.1 “A fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas
que não vemos”.

 Em outras palavras, a fé é a convicção que mantém nossa esperança viva, mesmo em face
às mais sérias adversidades e complexidades que venhamos a enfrentar.

 Ainda, a fé é o poder que nos capacita a enxergar o invisível, e contemplar o que ainda não
é visto.

 Desta forma, a fé amplia nossa visão da realidade, protegendo nosso coração do ceticismo
e amargura.

 A PERGUNTA É COMO PODEMOS NÓS MESMOS ESCAPAR DE ISSO


ACONTECER EM NOSSAS VIDAS?

DEUS

ECLESIASTES:

 Analisamos alguns trechos de Eclesiastes na primeira mensagem da série.

 E provavelmente a FRASE QUE MAIS SE DESTACA DE SALOMÃO É: “TUDO É VAIDADE, TUDO É


CORRER ATRÁS DO VENTO”.

 No entanto, no último capitulo do livro o autor dá um conselho em tom de certo arrependimento:

 “Lembra-te do teu criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias,
e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer...” Eclesiastes 12.1

O APÓSTOLO PAULO E MANUNTEÇÃO DA FÉ

 No entanto, enquanto Salomão parece ter chego ao fim de sua vida um tanto desanimado,
o Apóstolo Paulo No trecho da carta que temos estudado, parece chegar a uma constatação
bem diferente daquela vivida pelo autor de Eclesiastes.

 Já no fim de sua vida, ele faz uma declaração que parece estar bem distante de qualquer
tom de arrependimento:

 “Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé.” 2 Timóteo 4.7


9

 O termo “Fé” é grandemente usado pelo apóstolo Paulo em suas cartas.

 Somente nas duas cartas escritas a Timóteo, ele faz uso do termo em 25 ocasiões.

 NO entanto, quando o usa, Paulo não faz tendo em mente sempre o mesmo sentido.

 Por isso, quando encontramos o termo “fé”, nos escritos de Paulo, precisamos ter em mente
pelo menos 3 signficados.

I. Fé como único meio para salvação.

“ Desde a infância, sabes as sagradas letras, que podem tornar-te sábio para a salvação pela
fé em Cristo Jesus.” 2 Timóteo 3.15

II. Fé como o conjunto de verdade cristãs.

“ Expondo estas coisas ao irmãos, serás bom ministro de Cristo Jesus,


alimentado com as palavras da fé e da boa doutrina que tens seguido.” 2
Timóteo 4.6

III. Fé como estilo de vida cristão.

“Foge, outrossim, das paixões da mocidade. Segue a justiça, a fé, o amor e apaz com os que, de coração
puro, invocam o Senhor.” 2 Timóteo 2.2

 Diante disso, quando lemos 2 Timóteo 4.7 precisamos nos perguntar: qual deste sentidos Paulo teria
em mente? AO afirmar “Guardei a Fé, a que “Fé” ele se referia?

 Este é um ponto que pode nos levar a uma das grandes controvérsias doutrinárias da igreja cristã.

 À luz de tudo quanto encontramos na palavra, parece-me difícil entender que Paulo, ao afirmar,
“guardei a fé”, estava se referindo ao primeiro sentido.

 Isso porque, no contexto maior dos evangelhos e das outras cartas de Paulo, torna-se claro o fato
de que, ao nos rendermos à fé em Jesus como nosso único e suficiente salvador, abrimos mão da
confiança em nós mesmo para confiarmos nos méritos de Deus.

 Logo Paulo, um dos maiores defensores da salvação pela graça, não se gabaria de sua “auto-
salvação”.
10

 Portanto, parece-me que ao usar a expressão “guardei a fé”, o apóstolo Paulo está afirmando que,
ao longo de sua vida, manteve-se firme, pensando e vivendo de forma coerente aos princípios e
valores de Cristo.

 Paralelamente, ele também está sugerindo que, mesmo após render-se à fé em Jesus como
Salvador, alguém pode, ao longo de sua história de vida, desviar-se do conjunto de verdade cristãs
ou mesmo do estilo de vida cristão que deve nortear um discipulo de Jesus.

 Neste caso, estamos falando de pessoas que, um dia , se renderam ao amor de Deus demonstrado
na morte de Jesus na Cruz.

 NO entanto, pelas razões mais variadas, elas se deixaram levar por ensinamento incoerentes à fé e
adotaram um estilo de vida distante do proposto pela Palavra de Deus.

 Elas chegaram ao limiar de suas vidas tendo a garantia da eternidade na presença de Deus, mas sem
poder declarar como Paulo:

 “Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé.” 2 Tm 4.7

O “GUARDAR A FÉ” EM PAULO”

 Mas , qual o conselho de Paulo para aqueles que desejam viver suas vidas de tal forma que possam,
ao final dela, também declarar: “Guardei a Fé?

 Buscando algumas dicas nas duas cartas enviadas por ele a Timóteo, encontramos pelo menos 3
referencias que merecem nossa consideração e reflexão.

1. CULTIVE A PRÁTICA DA BOA CONSCIÊNCIA.

“Este é o dever de que te encarrego, ó filho Timóteo, segundo as profecias de que


antecipadamente foste objeto: combate, firmado nelas, o bom combate, mantendo a
Fé e boa consciência, porquanto alguns, tendo rejeitado a boa consciência, vieram a
naufragar na fé. E dentre esses se contam Himeneu e Alexandre.” 1 Timóteo 1.18-20

 AO longo da vida, diariamente, nos deparamos com inúmeras situações de demandam de


nós um posicionamento diante das opções que nos são oferecidas.
11

 Algumas destas opções são coerentes aos princípios e valores de Deus, no entanto, outras
não são.

 Diante da maioria destas situações que demandam uma decisão, temos principio claros e
explícitos da parte de Deus, os quais nos foram dados para nos orientar e nos conduzir em
meio ao caos.

 Quando nossas decisões são condizentes a estes princípios de Deus, somos


tomados pela paz interior.

 Mas, quando não o fazemos, ferimos nossa própria consciência e semeamos em nosso
coração a falta de paz.

 Mas, além dos princípios claros e explícitos que nos foramd eixado por Deus, quando nos
rendemos à fé em Jesus como nosso salvador, a Palavra de Deus afirma que recebemos
como presente o Espirito Santo que, dentre outras coisas, tem a missão de nos orientar e
nos guiar a toda verdade.

 Logo, diante de situações para as quais não existem princípios tão claros e explícitos, existe
uma voz interior que, de forma suave e singela, nos convida a optarmos pela vontade de
Deus.

 Quando respondemos a esta voz com prontidão, tornamo-nos cada vez mais sensíveis a
ela.

 Quando não, além de ferirmos nossa própria consciência, tornamo-nos cada vez mais
insensíveis para com este toque suave e carinhyoso do Espirito Santo de Deus.

 Escrevendo a Timóteo, Paulo parece estar dizendo que cristãos que, diante das mais
variadas situações de pressão na vida, respondem em coerência com os princípios da vida
que nos foram dados por Deus e em sensibilidade ao toque do espirito santo, fortalecem a
fé.

 Por outro lado, aqueles que não o fazem, minam sua própria fé e tendem ao naufrágio.

 Exemplos disso, segundo Paulo, se tornaram Himeneu e Alexandre.

 Por outro lado, um bom exemplo de opção pelo cuidado da própria consciência nos é dado
em um dos episódios da Reforma Protestante do Século 16.

 Na primeira defesa de Martinho Lutero perante o Imperador Carlos V, após pedir um tempo
para considerar sobre o assunto, Lutero se posicionou Dizendo:

 “Minha consciência é cativa da palavra de Deus. Não posso e não me retratarei de


nada, pois ir contra a consciência não é certo nem seguro. Deus me ajude. Amém.”
Martin Lutero
12

2. DESENVOLVA UMA MENTALIDADE BÍBLICA E SADIA.

 E, do modo por que Janes e Jambres resistiram a Moisés, também estes resistem à
verdade. São homens de todo corrompidos na mente, réprobos quando à fé.” 2
Timóteo 3.8

 “Ora, o Espírito Santo afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns
abandonarão a fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios,
pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência.”
1 Timóteo 4.1-2

 Nem tudo o que reluz é ouro. Nem tudo que parece ser luz é de fato luz.

 Nem todo aquele que cita textos bíblicos está realmente sendo bíblico. (VIDEOS
DESCONFINADOS)

 Nem todo aquele que fala de coisas boas e inspirativas está nos conduzindo à presença de
Deus.

 Nem todos dos caminhos nos levam realmente a Deus.

 Infelizmente, esta foi uma realidade nos tempos de Paulo, tem sido ao longo da historia do
Cristianismo e continua a ser em nossos dias.

 Vivemos em um momento histórico no qual pessoas se entregam a toda forma de


sincretismo religioso superstição tremendamente piores do que aqueles comercializados no
mundo medieval, qunado os reformadores se levantaram para defender a Fé.

 O difícil para muitos de nós é que os propagadores destes sincretismos e superstições


fazem isso citando o nome de Deus e trechos de sua palavra.

 Vivemos um momento histórico onde somos tentados e incentivados a viver uma “Fé
hipermercado”.

 Vamos passando com nosso carrinho pelas mais variadas prateleiras de ensinamentos
supostamente cristãos que no são oferecidos nos variados cultos e reuniões ao londo da
semana, nos programas de rádio e Tv, nos diversos livros e folhetos e nos inúmeros sites
da internet.

 Ai, como bons consumidores da fé, escolhemos um pouco daqui e um tanto dali.
13

 Criamos, então, uma “fé” de acordo com as nossas prefêrencias e opções.

 Escrevendo a Timóteo, Paulo faz menção de Janes e Jambres que “resistiram à verdade”
e alerta para o fato de que “nos últimos dias” muitos se desviaram desta mesma verdade,
seguindo ensinamento de espíritos enganadores, ou seja, de demônios.

 Os que se deixam levar por tais ensinamentos vão, gradativamente, tendo suas consciência
cauterizadas pelos ensinamentos antibiblicos e práticas incoerente à vida Cristã.

 Passam então a confundir fé em Deus com pensamento positivo para fazer dinheiro,
superar dificuldades e obter cura para as enfermidades. Além disso, passam a falar da graça
de Deus como sinônimo de libertinagem e completa falta de princípios.

 Não existe outro caminho para evitarmos que estar detuparções nos alcancem a não ser o
estudo sério e profundo da Palavra de Deus.

 Precisamos nos submeter ao cuidado de uma igreja que tenha exposição da Palavra como
o centro de sua vida.

 Semanalmente precisamos ser alertados e encorajados a continuar firmes na caminhada


cristã através de uma boa exposição Biblica.

 Diariamente, precisamos ter nossas mente influenciadas pela leitura e compreensão sadia
das escrituras.

 Como discípulos de Jesus realmente comprometidos com o desafio de “guardar a fé”,


precisamos resgatar a nobre atitude dos cristãos da cidade de BEREIA que, Segundo Atos
17.11:

 “RECEBERAM a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as


escrituras, para ver se tudo era assim mesmo.”

 Duas atitudes faziam daqueles Cristãos ouvintes diferentes: recebiam a mensagem com
grande interesse e examinavam todos os dias as escrituras para chegar se o que fora dito
era coerente com o todo da palavra.

3. TENHA UMA RELAÇÂO APROPRIADA COM O DINHEIRO.


 “Tendo sustento e com o que nos vestir, estejamos contentes. Ora, os que querem ficar ricos caem
em tentação, e cilada, e em muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os
homerns na ruina e perdição, porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa
cobiça, se desviaram da fé e a si mesmo se atormentaram com muitas dores. 2 Timóteo 6.8-10
14

 Interessante sermos, agora, conduzidos pelo apóstolo Paulo a pensar em nossa relação com o
dinheiro e, consequentemente, com os bens materiais.

 Qual a relação entre “guarda a fé”, um assunto tão espiritual, e “ganhar dinheiro”, um assunto tão
profano?

 Porque um tema considerado por muitos como “profano” é colocado numa reflexão tão importante
como “Guardar a fé”?

 Segundo o que Paulo escreve a timóteo, o amor ao dinheiro levou e continua levando muitos
cristãos a se desviarem da fé.

 Tomados pelo desejo insaciável de ter sempre um pouco mais ou consumidos pela ambição de
conquistar o sucesso e o bem estar, gradativamente, cristão abrem mão de princípios e fazem
opções que os levam para bem longe da vida caracterizada pela fé.

 Emas porque o dinheiro tem o poder de desviar cristãos do caminho da fé?

 Duas, talvez, sejam as maiores razões:

I. A busca pelo dinheiro é uma busca insaciável.

 Quando o assunto é dinheiro, parece que sempre que nos aproximamos do que
imaginávamos ser ao alvo, o horizonte se desloca mais distante.

II. A busca pelo dinheiro gera devocação.

 A riqueza não é uma coisa, mas um entidade.

 Por isso mesmo Jesus refere-se a ela como um Deus (MAMOM).

 É impossivelo você se relacionar com a riqueza de forma indiferente.

 Ou ela estará a seu serviço ou você estará a serviço dela.

 Por isso mesmo, Richard Foster diz que a melhor forma de exercitar a liberdade em relação
à riqueza é fazer com ela ela esteja sempre seu serviço e não você a serviço dela. COMO?

 DOANDO GRACIOSA E REGULAERMENTE UMA PARTE DO SEU EXCEDENTE


ÀQUELES QUE NÃO POSSUEM O BÁSICO.
15

VOCÊ

PARA PENSAR E PRETICAR

 Tenho eu realmente me dedicado a guarda a fé?


 Hoje, quais são os grande inimigos de minha fé? (BOA CONCIÊNCIA? Boa Doutrina? A
busca pelo dinheiro?

SANTA CEITA- “Dia de Ceia, Cesta Cheia”


Pai Nosso

Avisos Comunitários

 Cartão do VISITANTE
 DIA DE CEIA CESTA CHEIA.
 Projeto de plantação de igreja ORAÇÃO
 AVISOS ATRAVÉS DO WHATSAP – 991398729
 DEVOCIONAIS 2018
 Assembleia Extraordinária – 25.03 – culto da noite
 Assembleia sinodal
 Orçamento da comunidade ( PRESTAÇÃO DE CONTAS) E CARNES
 CANTINA dia 11 e 25 de março.

 OFERTA Manhã e noite: Troca do som / Atualizaçao teológica dos missionários da Missão
ZeroParceria Sinodo com Luterana da Russia / Noite: Culto infantil comunidade..
16

Hino: Não tenhas sobre ti

E A B
Não tenhas sobre ti
A E A
Um só cuidado qualquer que seja
E A
Pois um somente um,
B A E E7
Seria muito para ti

A B E E/G# A E/G#
É meu somente meu todo trabalho
A B A
E o teu trabalho é descansar em mim

E A B
Não temas quando enfim
A E A
Tiveres que tomar decisão
E A B
Entrega tudo a mim,
A E
Confia de todo coração

benção Final

 Hino: Quebrantado
17

Tom: B (com acordes na forma de G) Por sua cruz


Capotraste na 4ª casa C
Da morte me livrou
[Intro] G D Em C
G
Trouxe-me a vida
G D
Eu olho para cruz Eu estava condenado
D Em
E para cruz eu vou Mas agora pela cruz
Em C
Do seu sofrer participar Eu fui reconciliado
C
Da sua obra eu vou cantar G
Pela cruz, me chamou
G Em D
Meu Salvador Gentilmente me atraiu e eu
D C
Na cruz mostrou Sem palavras me aproximo
Em G
O amor do pai Quebrantado por seu amor
C
o justo Deus [Solo] G Em D C
G
G Pela cruz, me chamou
Pela cruz, me chamou Em D
Em D Gentilmente me atraiu e eu
Gentilmente me atraiu e eu C
C Sem palavras me aproximo
Sem palavras me aproximo G
G Quebrantado por seu amor
Quebrantado por seu amor
Am C
G Em D C Impressionante é o seu amor
Am C
G Me redimiu e me mostrou
Imerecida vida D
D O quanto é fiel
De graça recebi
Em
18