Você está na página 1de 8

CURSO CIÊNCIAS CONTÁBEIS

BRENA CATHERINI SANTOS DA SILVA


LUIZ ALFREDO FERREIRA RAMOS

CONTABILIDADE NA GESTÃO EMPRESARIAL: A contabilidade de custos


aplicada como ferramenta de gestão em empresa varejista de pequeno
porte.

SANTA MARIA-DF
2017
CURSO CIÊNCIAS CONTÁBEIS

BRENA CATHERINI SANTOS DA SILVA


LUIZ ALFREDO FERREIRA RAMOS

CONTABILIDADE NA GESTÃO EMPRESARIAL: A contabilidade de custos


aplicada como ferramenta em empresa varejista de pequeno porte no
ramo.

Trabalho de conclusão de curso,


apresentado à coordenação do curso de
Ciências Contábeis, como requisito
parcial para obtenção do título de
bacharel em Ciências Contábeis na
Faculdade JK.
Orientador: Prof. David Vieira de Souza

SANTA MARIA-DF
2017
FOLHA DE APROVAÇÃO
BRENA CATHERINI SANTOS DA SILVA
LUIZ ALFREDO FERREIRA RAMOS

Este trabalho de conclusão de curso, foi julgado adequado para a obtenção do


título de Bacharel em Ciências Contábeis e aprovado em sua forma final, pela
Coordenação do Curso na Faculdade JK.

______________________________________
Prof. Msc. Coordenador

BANCA EXAMINADORA

______________________________________
Prof. Esp. Orientador

______________________________________
Prof. Esp. Examinador

______________________________________
Prof. Esp. Examinador
1. INTRODUÇÃO

O comercio varejista vem crescendo consideravelmente no Brasil,


aumentando a necessidade da criação de empreendimentos capazes
de oferecer conforto e qualidade nos serviços prestados, tem papel
importante na circulação de dinheiro e geração empregos no pais.

Os supermercados, são apresentados com relevante importância


na organização e na estruturação do comercio, e com a competitividade
do setor aumenta a necessidade das empresas varejistas em
aprimorarem seu sistema de gestão, auxiliando no processo de decisão
e a permanência no mercado. A contabilidade e responsável pelo
sistema gerencial, auxiliando para o crescimento do negócio, e pela
gestão das informações que são produzidas e documentadas, tais
como, escrituração, contabilização e demonstrações financeiras,
através desta a empresa tem demonstrado um crescimento significativo
ocupando seu espaço perante os gestores das empresas.

Nas últimas décadas, os avanços tecnológicos, mudou o ambiente


das empresas, incluindo as empresas varejistas, necessitando também
de um gerenciamento inovador, focado na Gestão de Custos que é um
dos setores mais dinâmico da contabilidade, notoriamente, por dar mais
responsabilidade ao contador, uma vez que necessita de atenção
redobrada nas análises e interpretações das questões empresariais,
apresentando instrumentos para o processo decisório. Nesse contexto,
segundo (Leone, George S.G 1997 pg.19) custos e o ramo da
contabilidade que se destina a produzir informações para os diversos
níveis gerenciais de uma entidade, como auxilio as funções de
determinação de desempenho, de planejamento e controle das
operações e de tomada de decisões. Logo ela tem obrigação de
encontrar soluções viáveis para redução de gastos, controle de
despesas e auxiliar no processo decisório, necessitando dos
contadores um conhecimento elevado sobre a empresa, dos mais
variáveis níveis organizacionais. A implantação de um sistema eficaz e
de alta tecnologia não implica necessariamente no sucesso da
organização e necessário uma boa estratégia de mercado incluindo
fundamentalmente uma boa contabilidade de custo.

1.1 Problema
Diante de um cenário econômico conturbado, se manter no mercado
está ficando cada vez mais difícil, gestores de pequenos comércios precisam
estar preparados para essas situações diante disso como a contabilidade de
custo se torna eficaz em um supermercado de pequeno porte na cidade de
Novo Gama-GO?
1.2 Objetivos
1.2.1 Objetivo geral
Como a contabilidade de custos pode auxiliar na gestão de um
supermercado de pequeno porte a identificar qual a quantidade mínima de
produtos vendidos, necessária para manter a entidade em funcionamento?
1.2.2 Objetivos específicos
 Conceituar contabilidade e contabilidade de custos;
 Demonstrar a importância da contabilidade de custos na formação de
preço;
 apresentar alguns sistemas de custos, enfatizando o custo variável;
1.3 Justificativa
Descrever a relevância desta pesquisa tanto para a sociedade
acadêmica quanto para a sociedade em geral, demonstrando a importância do
uso de informações provenientes da contabilidade de custos para a tomada de
decisões junto as empresas que há utilizam.

2 REFERENCIAL TEÓRICO
2.1 Visão geral da contabilidade
A contabilidade tem um papel fundamental no controle de um
empreendimento, pois através dela e possível obter uma série de informações
relevantes para a tomada de decisões, acompanhando e controlando as
operações, facilitando o planejamento.
Gonçalves (2004, p.23) descreve contabilidade como “a ciência que tem
por objeto o estudo do patrimônio a partir da utilização de métodos
especialmente desenvolvidos para coletar, registar, acumular, resumir, e
analisar todos os fatos que afetam a situação patrimonial”.
E para que esses métodos se tornem eficaz, são necessários que
certificamos que essas informações sejam de qualidade, e devem obter os
fatores: deve ser confiável, existir prazo, obter relevância, ter a possibilidade de
comparável e possuir nível de detalhamento.
Para Franco (1997) :
“a contabilidade, desde seu aparecimento como conjunto
ordenado de conhecimentos, como objeto e finalidades
definidos, tem sido considerada como arte, como técnica ou
como ciência, de acordo com a orientação seguida pelos
doutrinadores ao enquadra-la no elenco das espécies do saber
humano. “
Com base nos autores citados, podemos definir a contabilidade como
uma ciência que tem por finalidades a produção de informações inerentes ao
que diz respeito ao patrimônio das pessoas.

2.2 Conceituando contabilidade de custo


Custo é considerado todo gasto utilizado em produção de alguns bens ou
serviço.
Segundo Berti (2002) e Martins (1990) conceitua a contabilidade de
custos, como consumo ou gasto empregado na produção outros bens ou
serviço.
Já para Holanda (1975, p. 225), custo é todo e qualquer sacrifício feito
para produzir determinado bem, desde que seja possível atribuir um valor
monetário a esse sacrifício.
Dutra (1995, p 28) descreve contabilidade de custo como uma parcela
do gasto que é aplicada na produção, ou em outra qualquer função de custo,
gasto este desembolsado ou não.
Podemos dizer que a contabilidade de custo serve como apoiar nas
decisões das necessidades gerencias, tais como: determinar a rentabilidade e
desempenho das atividades na entidade e também no auxílio do planejamento,
controle e administração elaboração das operações gerenciais.
Para Leone, George S.G (1997, p 27),
”a contabilidade de custo e parte integrante
da contabilidade, está considerada como
ciência. É muito difícil desassociarmos uma
da outra. A contabilidade de custo e um
instrumento disponível poderoso porque
utiliza, em seu desenvolvimento os princípios,
os critérios e os procedimentos fundamentais
da ciência contábil.”

De acordo com o parágrafo citado a contabilidade de custo e de extrema


importância, pois ela fornece informações aos diversos setores da entidade.
Possibilitando uma maior interação entre os setores.
2.3 Gestão estratégica de custos e preço
Diante da grande recessão econômica uma gestão estratégica de custo
deve ser sempre utilizada pelas empresas, como uma orientadora na tomada
de decisões e formação de preço, pois através dela e possível se ter uma visão
de ‘futuro ‘possibilitando assim os gestores alcançar os objetivos da empresa.
Berti (2002) diz, a gestão estratégica de custos, vem sendo utilizada nos
últimos tempos para designar a integração que deve haver entre o processo de
gestão de custos e o processo de gestão da empresa como um todo.
A gestão estratégica de custo sem dúvidas e uma boa opção para as
empresas, que buscam um sistema eficaz e que traga bons resultados, em
curto período de tempo sem deixar de lado a qualidade em sua execução.
Segundo Martins (2003). A gestão estratégica de custos busca conhecer
toda a cadeia de valor desde a aquisição da matéria prima até o consumidor
final.
E necessário também se ter uma gestão de preço, pois através deste e
que se obtém lucro sobre as vendas de determinados produtos.
Para Berti (2002) o preço de venda acaba sendo o mais importante de
todo planejamento, já que qualquer mudança causa um impacto direto no
resultado desejado.
Mas é necessário um planejamento para se formular os preços, afim de
que se obtenha bons resultados.

Berti (2002) destaca diversas variáveis a serem observadas:


a) grau de consciência dos preços pelos consumidores
b) grau de sensibilização e alterações nos preços.
c) o conhecimento da concorrência e seus preços
d) a demanda operacional do produto
e) o nível de produção e/ou vendas que se pretende ou que se pode operar
f) os custos e despesas que se pode fabricar, administrar e comercializar o
produto.
g) os custos financeiros de gestão de produto.

São várias as variáveis que devem ser analisadas para uma boa gesta de
preços,..
2.4 Estoque

Você também pode gostar