Você está na página 1de 4

DELEGADO DA POLÍCIA CIVIL

Direito Administrativo
Romoaldo Goulart

CERS Polícia - é a atividade de limitar - é o poder


DIREITO ADMINISTRATIVO que o estado tem pra limitar o exercício de
DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL – 2015 uma atividade ou de um Direito a favor do
PROF. ROMOALDO GOULART interesse público, a favor da sociedade.

10 encontros (DELEGADO DE POLÍCIA – Serviço público – Atividade prevista em Lei,


2015) como serviço público. Em sendo assim, trata-
se de uma importante questão de prova, pois
Direito Administrativo: nem toda a atividade realizada pelo Governo
Aula 4 - Organização administrativa: é serviço público, mas apenas aquela que a
centralização, descentralização, concentração Lei prevê como serviços públicos, a lei
e desconcentração; administração direta e estabelece o que é serviço público .
indireta.
Todas as atividades são realizadas no
A organização Administrativa se constitui na interesse público, mas nem todas são
estruturação das entidades e órgãos que irão serviços públicos.
desempenhar as funções estatais, através de
agentes públicos. Se estudarmos não o que o governo faz, mas
Daí que se fala na Doutrina que sim quem faz as atividades do governo,
Administração Pública é o conjunto passaremos a ter outra ideia de
harmônico de princípios jurídicos que regem administração, pois se trata de administração
os órgãos, os agentes e as atividades pública no sentido formal – sentido subjetivo
públicas tendentes a realizar concreta, direta ou também chamado de sentido orgânico.
e imediatamente os fins desejados pelo
Estado. Na administração direta nos só temos 04
De acordo com Maria Sylvia Zanella Di (quatro) grupos de pessoas jurídicas.
Pietro o conceito de administração pública
divide-se em dois sentidos: 1) sentido - União
objetivo, material ou funcional e; 2) sentido - Estados
subjetivo, formal ou orgânico. - Distrito Federal
"Em sentido objetivo, material ou funcional, a - Municípios
administração pública pode ser definida como
a atividade concreta e imediata que o Estado o resto, são todos órgãos.
desenvolve, sob regime jurídico de direito
público, para a consecução dos interesses Na administração indireta, como pessoas
coletivos. jurídicas, temos as autarquias, empresas
Em sentido subjetivo, formal ou orgânico, públicas, fundações públicas , sociedades de
pode-se definir Administração Pública, como economia mistas e os consórcios.
sendo o conjunto de órgãos e de pessoas
jurídicas aos quais a lei atribui o exercício da Quando se fala em Entidades, trata-se de
função administrativa do Estado". pessoas jurídicas, subdividindo-se em
Assim, podemos tratar Administração Pública, entidades políticas e entidades
no sentido material, quando levamos em administrativas.
consideração as atividades feitas pelo
governo, podendo ser indicadas as atividades Entidades politicas – é aquela cuja
de fomento, intervenção, atividade de polícia competência é expressa diretamente na
e serviço público.. constituição. São aquelas pertencentes à
Atividades : administração direta.

Fomento – refere-se a atividade de Entidades administrativas - são as demais


incentivo. ( ex. incentivo fiscal) entidades governamentais são aquelas
Intervenção – é a intromissão do governo em pertencentes à administração indireta.
atividades, em bens, na vida privada.

www.cers.com.br 1
DELEGADO DA POLÍCIA CIVIL
Direito Administrativo
Romoaldo Goulart

Entende-se melhor o conceito de específica, trata-se de uma Lei que só possa


Administração direita e Administração tratar sobre determinado assunto,
Indireta, quando observamos dois importantes especificamente sobre determinada questão,
fenômenos dessas relações, tratam-se da no caso em apreço criação ou, até mesmo,
Centralização e da Descentralização extinção de determinada Autarquia.

As demais entidades não precisam ser


Desconcentração – está se arrumando criadas por Lei, só precisam ser autorizadas a
internamente, ou seja, distribuição de criação. Quando se fala em autorizar, significa
competências internamente. dizer que, após a Lei autorizativa, poderá ser
criada determinada entidade amanhã, daqui a
Descentralização – é a distribuição externa de uma semana, um mês, um ano, ou, até
competências. mesmo, nem chegar a ser criada; Já quando
se diz que a Lei cria, a entidade nasce junto
A descentralização pode acontecer ora por com a própria Lei, ainda que meramente em
outorga, ora por delegação. Por que ao “espírito”, mas a partir daquele momento, já
descentralizar o governo pode transferir a se tem a existência daquela autarquia.
titularidade da atividade (outorga) ou,
meramente, transferir o direito de explorar a Natureza jurídica – Quando se trata sobre
atividade (delegação). natureza jurídica nada mais é do que
identificar o que é “aquilo” dentro do direito,
O INSS é uma autarquia, o Banco do Brasil e em quais dos institutos do direito pertence a
a Petrobrás são sociedades de economia Entidade. Para Maria Helena Diniz, natureza
mista, já os correios e a Caixa Econômica jurídica é a "afinidade que um instituto tem em
Federal são empresas públicas. diversos pontos, com uma grande categoria
jurídica, podendo nela ser incluído o título de
Essas são tão “manjadas”, tão “batidas”, tão classificação". Logo, determinar a natureza
presentes na sociedade que as bancas já jurídica de um instituto consiste em nada mais
tratam como “obrigação” do candidato que uma forma de localizar tal instituto
identifica-las. topograficamente. É como se, em relação a
um instituto, quisesse saber a qual gênero ele
Outras que venham a surgir na prova, as pertence. No caso presente, a Autarquia é
bancas trarão suas características e, uma pessoa jurídica de direito público. Tendo,
conhecendo essas, teremos condições então, personalidade jurídica de direito
amplas de identificar de forma correta na público.
prova.
Regime jurídico de pessoal – De natureza
Ante o exposto, passaremos a tratar de cada pública, que é o Estatutário, são servidores
uma delas e suas características, a fim de públicos.
que possamos ter plenas condições de, na
prova, identificar, de forma correta, a Em relação ao regime de pessoal, a doutrina
alternativa. trata de dois regimes básicos, o estatutário e
o celetista. Quando se fala em regime jurídico
Autarquias: de pessoal é a relação entre a administração
pública e aqueles que estão sendo
Conceito – é a entidade da administração contratados, é a “regra do jogo”.
indireta criada para realizar atividade Aqueles que são classificados como
própria de estado. servidores públicos, em sentido restrito, são
regidos pelo conhecido Regime Jurídico
Criação – conforme estabelece o artigo 37, único, são os estatutários; Já os regidos pela
inciso XIX, da CF/88, ela tem que ser criada CLT, são os denominados celetistas.
por Lei, não qualquer Lei, mas uma lei
específica de criação. Quando se fala em Lei

www.cers.com.br 2
DELEGADO DA POLÍCIA CIVIL
Direito Administrativo
Romoaldo Goulart

Regime de bens - são públicos, tendo suas - Fundações pública com personalidade
prerrogativas, que são impenhoráveis, jurídica de direito público
imprescritíveis, inalienáveis e indisponíveis. - Fundações pública com
personalidade jurídica de direito privado .
Prerrogativas (principais) :
Uma Fundações pública de personalidade
 Tributos – Não incidência de jurídica de direito privado, a lei não vai criar,
impostos sobre seus bens, rendas e serviços, a lei vai autorizar a criação. Ela será criado
na forma do art.150, §2°, da CF/88. como uma fundação comum a partir do
 processos judiciais: prazos para registro de seu Estatuto em Cartório.
contestar (quadruplo) e para recorrer (em
dobro). Fundações públicas com personalidade
jurídica de direito público e Fundações pública
Princípio da imunidade reciproca - nesse com personalidade jurídica de direito privado.
princípio o ente político não pode cobrar As duas são públicas o que muda é só a
impostos uma das outras. personalidade jurídica.
Art. 150 § 2. As autarquias não pagarão
impostos incidentes sobre seus bens, rendas - Fundações públicas com
e serviços. personalidade jurídica de direito público -
chamamos de autarquia fundacional.
Espécies de Autarquias
Empresas Públicas * Sociedades de
 simples (propriamente dita) - é a economia Mista
autarquia comum
 territorial - refere-se aos territórios Pontos comuns - área de atuação.
federais
 associativa/multifederada/consorcial – Conforme o art. 173, da CF/88 – a empresa
consórcios públicos pública e a sociedade elas poderão atuar
 especial – agencias reguladoras ou tanto na prestação de serviço público como
executivas. Coorporativas que são os também pode ser criada para a exploração da
conselhos de classe. Os conselhos são atividade econômica.
autarquias - criação
 fundacionais – são as fundações Como regra, elas não são criada por lei
públicas que tem personalidade de direito elas, mas sim, autorizadas por lei. Também
público. poderão ser criadas por ato próprio do poder
executivo.
Fundação- É o Patrimônio personificado, Isso
acontece na vida privada quando se tem - personalidade jurídica
muitos recursos se destina uma parte do
patrimônio à uma atividade social, passando Elas tem personalidade jurídica de direito
a ser tratado como uma pessoa jurídica. O privado.
governo também pode criar uma fundação.
Uma pessoa pode criar uma fundação Pontos de diferença - formação jurídica
através de um testamento ou através de
uma escritura pública. Cabe ao ministério A empresa pública pode ser constituída por
público fiscalizar a atuação das fundações qualquer formação jurídica, já a sociedade de
privadas. economia mista, apenas como S/A –
sociedade anônima.
Fundações pública – é aquela que é criada
e mantida pelo governo. o governo pode Formação do capital :
criar:
A empresa pública o capital é
exclusivamente público. A sociedade de

www.cers.com.br 3
DELEGADO DA POLÍCIA CIVIL
Direito Administrativo
Romoaldo Goulart

economia mista, o capital é publico e


privado.

Terceiro Setor – são entidades privadas sem


fim lucrativos voltadas pra realizar atividades
sociais. (obs: Não fazem parte da estrutura do
governo).

- OS”s – são organizações sociais . lei


9.637/98.
- OSCIPS – são organizações da
sociedade civil para interesse público – lei
9.790/99.
- Sistema “S” – Trata-se do chamado
serviço social autônomo (SESC / SENAI /
SESI/ SEBRAE, outros).
- Fundação de apoio - São fundações
para apoiar o desenvolvimento de entidades.

As entidades do terceiro setor somam


esforços com o governo para realizar
atividades sociais. Chamadas tecnicamente
de paraestatais.

www.cers.com.br 4