Você está na página 1de 4

Abordagens e procedimentos de Pesquisa

Autora: Elivane Leandro da Silva

Resumo:

Pesquisa é o mesmo que obter conhecimento sobre alguma coisa.


Quem pesquisa objetiva descrever, compreender ou explicar algo. O caminho
percorrido pelo qual se desenvolve a pesquisa exige dedicação do
pesquisador, exatidão, rigor, confiabilidade dos dados dentre outras. O
pesquisador procura respostas para um dado problema. O percurso
metodológico desde a formulação do problema até a comprovação de suas
hipóteses é chamado de método. Dentre os diferentes métodos que
correspondem a cada ramo da ciência, busca-se aquele que melhor atende as
necessidades do tema a ser pesquisado. Ateremo-nos aqui nos métodos de
abordagem e procedimento.

Os diferentes tipos de pesquisa podem ser classificados quanto à sua


abordagem, sua natureza, seus objetivos e seus procedimentos; a partir daí
pode-se selecionar a modalidade de pesquisa mais adequada ao objeto de
pesquisa.

Os métodos de abordagem possuem caráter mais geral dentre os quais


se destacam as pesquisas de abordagem qualitativa e de abordagem
quantitativa. Já os métodos de procedimentos são concebidos por etapas que
exigem mais concretude e menos abstrações. Dentre os vários procedimentos
metodológicos nos atermos como destaque à pesquisa experimental,
bibliográfica, documental, de campo, estudos de caso, participante e pesquisa-
ação.

Palavras-chave: Métodos de abordagem e procedimentos

Introdução:

O tema “abordagens e procedimentos de pesquisa” é de extrema


relevância, pois para se desenvolver uma pesquisa é necessário conhecer as
etapas que caracterizam o método científico. As etapas são identificadas como
1º a criação de um problema; 2º a indicação de uma hipótese; 3º a coleta de
dados e por último e 4º a análise das respostas.

O problema:

Essas etapas não constituem um exercício simples tão pouco de fácil


utilização. Assim, justifica-se a necessidade de utilizar-se de um determinado
método que corresponde às diferentes maneiras de se chegar às respostas
almejadas.

Objetivos:

Identificar os diferentes tipos de pesquisa quanto à abordagem e


procedimento necessários que perpassem as etapas exigidas para o
desenvolvimento de uma pesquisa.

Descrever os tipos de pesquisa quanto à abordagem qualitativa e


quantitativa e quanto a seus procedimentos caracterizando algumas delas para
facilitar a escolha adequada ao objeto de pesquisa.

Desenvolvimento:

Dos tipos de pesquisa, a pesquisa qualitativa é identificada como


aquela que não se preocupa em quantificação, mas sim, no aprofundamento,
compreensão e explicação de um determinado fenômeno, de uma ação, de
uma organização social, etc. Procura explicar o porquê, levando em
consideração os aspectos da realidade, se valendo de diferentes abordagens.
Opõe-se ao modelo positivista, aquele reconhece o conhecimento cientifico
como único e verdadeiro. Esse tipo de pesquisa se caracteriza por objetivação
de fenômenos, descreve, compreende, explica, relaciona determinado
fenômeno, busca resultados mais fidedignos, além de defender um modelo
único de pesquisa.

A pesquisa quantitativa preza por atributos mensuráveis, enfatiza o


raciocínio dedutivo, preocupa-se em quantificar os dados. O método estatístico
é utilizado nessa abordagem, pois tem caráter matemático. Apresenta gráfico e
análises que quantificam as características e os fenômenos pesquisados.

Alguns autores defendem que, os dois tipos de pesquisas citados


possuem diferenças com pontos fracos e fortes. No entanto, os pontos fortes
de uma complementam as fraquezas da outra sendo isso fundamental para o
desenvolvimento da Ciência.

No percurso de desenvolvimento de uma pesquisa, tornar-se importante


e indispensável o método adequado de pesquisa a ser utilizado, considerando
em especial as características da mesma.

A pesquisa quanto aos procedimentos pode ser:


1. Experimental: aquela desenvolvida em laboratório. Segue um planejamento
rigoroso, sendo submetido a testes que assegurem a eficácia do procedimento
daquilo que se pretende medir.

2. Bibliográfica: Esta é realizada a partir do levantamento de referências


teóricas já analisadas como livros, artigos científicos, páginas de web, etc.
(FONSECA, 2002, p. 32). Esse tipo de pesquisa é comum investigação sobre
ideologias e análises de diferentes posições aceca de um dado problema.

3. Documental: segue a mesma ideia da pesquisa bibliográfica. É comum


inclusive confusões em distingui-las. Utiliza-se de fontes diversificadas, como
tabelas estatísticas, jornais, revistas, relatórios, documentos oficiais, cartas,
filmes, fotografias, pinturas, tapeçarias, relatórios de empresas, vídeos de
programas de televisão, etc. (FONSECA, 2002, p. 32)

4. Campo: Investiga utilizando-se de coleta de dados com diferentes recursos.


Utiliza-se da pesquisa bibliográfica e/ou documental. (FONSECA, 2002)

5. Estudo de caso: Muito utilizada nas ciências sociais e biomédicas. Objetiva


conhecer em profundidade como e porque de uma situação única em diversos
aspectos, buscando nela o que se apresenta como essencial e característico.
Alves-Mazzotti (2006, p. 640), cita que os exemplos mais comuns para esse
tipo de estudo são pesquisas que focam: um indivíduo, um pequeno grupo,
uma, um programa, um evento, além de casos múltiplos, onde vários estudos
são conduzidos simultaneamente.

6. Participante: nesta há o envolvimento do pesquisador com as pessoas


investigadas. Programas públicos, plataformas politicas e ações básicas de
grupos de trabalhos são exemplos para se utilizar esse tipo de procedimento.

7. Pesquisa-ação: caracteriza-se como empírica onde há uma associação com


uma ação ou ainda com a resolução de um problema coletiva. Há um
envolvimento cooperativo e/ou participativo por parte do pesquisador, que
reflete e analisa a realidade e os elementos. A metodologia é sistematizada no
sentido de transformar as realidades observadas. O objeto de pesquisa é uma
situação social situadas em um conjunto.

Neste resumo utilizou-se de algumas abordagens e procedimentos mais


comuns ao estudo das ciências sociais. As pesquisas de cunho social buscam
compreender e esclarecer como as coisas vêm a ser nos grupos sociais, e
como cada grupo e membro apreende e dá sentido à realidade, construindo,
nesse emaranhado de grupos com ações individuais e coletivas, sua realidade
social.

O conhecimento de abordagem e procedimentos de pesquisas facilitará


ao pesquisador cumprir com sucesso as etapas exigidas para a realização de
uma pesquisa cientifica de qualidade, com grau de exigência e com domínio
consistente de método e técnicas de investigação corretas ao problema
investigado.

Palavras chave: tipos de pesquisa, procedimentos de pesquisa.

Bibliografia:

DEMO, Pedro. Educar pela Pesquisa. 8 ed. Campinas, SP. Autores


Associados, 2007.

Métodos de pesquisa. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.


Organizadoras: Tatiana Engel Gerhardt e Denise Tolfo Silveira. Editora
UFRGS. Disponível em
http://www.ufrgs.br/cursopgdr/downloadsSerie/derad005.pdf Acessado em
01/12/17.