Você está na página 1de 236

iPasolink Series

MICROWAVE RADIO SYSTEM

PARTE 2

TREINAMENTO TÉCNICO
Local Craft Terminal - LCT

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
1. Introdução

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
1. Introdução 1.1 Interface LCT para Acesso Local

LCT Port
LCT Port

LCT Port

LCT Port

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 4


1. Introdução 1.2 Acesso Local

Orientações Gerais

iPasolink Series - IDU Configure a interface de rede do PC para


obter um endereço IP automaticamente

LCT Port
Cabo LAN 10/100 Base-TX (RJ-45)

LCT Port possui suporte DHCP.


Default IP address é 172.17.254.253/24

SOFTWARE REQUIREMENT

WINDOWS XP (ENGLISH VERSION)


OS WINDOWS VISTA (ENGLISH VERSION)
WINDOWS 7 (ENGLISH VERSION)

CHROME, IE7, FIREFOX 3.6 OU SUPERIOR

WINDOWS XP WINDOWS VISTA & WINDOWS 7

CPU PENTIUM-M 1.6 GHz OR BETTER INTEL CORE2 DUO 1.6 GHz

RAM 512 MB OR MORE 1 GB

HDD 40 GB OR MORE FREE CAPACITY 40 GB OR MORE FREE CAPACITY

DISPLAY COLOR LCD (1024x768) COLOR LCD (1024x768)

LAN 10/100 Base T(X) 10/100 Base T(X)


PORT

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 5


1. Introdução 1.2 Acesso Local

Inicie o Browser e entre com a


URL abaixo para abrir a janela
WebLCT Login:

http://172.17.254.253

Login
User Name: Admin
Password: 12345678

IDU e ODU view é


função do tipo de
iPasolink acessado.
O LCT sempre é inicializado
na janela “Current Status”

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 6


1. Introdução 1.3 Visão Geral do WebLCT
Login User Name Sumário de Alarmes Acesso Remoto Maintenance Logout

Indica o usuário Indica o sumário de alarmes na ODU, IDU, Permite conexão com Botão de Manutenção ON/OFF Botão de Saída
corrente conectado AUX I/O, TCN e Status de Manutenção lado remoto

Diagrama em Blocos

Indica a(s) ODU(s), IDU


e suas interfaces
instaladas

Display Detalhado
Menu em Árvore
Mostra alarmes em detalhes & status de
Mostra os menus do informação de ítens selecionados a partir
LCT das tabelas

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 7


1. Introdução 1.3 Visão Geral do WebLCT

Sumário de Alarmes / Cores


Verde  Sem Alarmes
Vermelho  Alarme Crítico
Menu tree
Laranja  Alarme Majoritário
Indica os Menus
do LCT
Amarelo  Alarme Minoritário
Azul  Aviso

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 8


1. Introdução 1.3 Visão Geral do WebLCT

Auto Mode: Proporciona “Refresh” periódico (quando


selecionado) a fim de manter as informações de status Block Diagram
correntes atualizadas no display. Mostra ODU e IDU
com interfaces
montadas

Tabs

Filtragem dos
Alarmes e Eventos

Detail Display
Refresh: Clique em Refresh para exibir Alarmes O Event Log é dividido em três categorias:
Alarmes e
e Eventos atualizados no Detail Display Alarm – 1000 eventos
Informações de
status referentes as
Status – 1000 eventos
abas selecionadas Control – 1000 eventos

Apenas os últimos 1000 eventos de cada


categoria são armazenados.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 9


1. Introdução 1.3 Visão Geral do WebLCT

Event Log: As colunas relativas a Detail Display


do Event Log podem ser classificadas de forma
ascendente ou descendente e em algumas
colunas, opcionalmente há filtros que podem
ser usados.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 10


2. Equipment Setup

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
2.1. Equipment Configuration

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
2. Equipment Setup 2.1 Equipment Configuration

Somente iPasolink
400 e 1000
Todos os rádios da
série
 NE Name (Todos)
 Equipment Configuration (Todos)
 Modem SW / XPIC GRP Configuration (iPasolink 200)
 Modem/STM-1 SW / XPIC Configuration (iPasolink 400 e 1000)

NE Name

Todos os rádios da série.

Configura o nome da estação

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 13


2. Equipment Setup 2.1 Equipment Configuration

Equipment Configuration

Unidades STM-1: Necessário definir o modo de


operação para:
 STM-1 Through ou
 STM-1 Channelized

Auto Detect: Detecta automaticamente as


unidades instaladas e alimentadas
corretamente.

Not Used: Slots não preenchidos com


nenhuma unidade, devem obrigatoriamente
serem configurados com a opção “Not Used”.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 14


2. Equipment Setup 2.1 Equipment Configuration

Modem SW / XPIC GRP Configuration iPasolink 200

1 + 0: Habilitar um único modulador

2 + 0: Habilitar ambos os moduladores

Redundância 1 + 1: Selecionar entre Hot Standby ou Twin Path

XPIC 1 + 0: Selecionar a opção 1 + 0 XPIC

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 15


2. Equipment Setup 2.1 Equipment Configuration

Modem SW / XPIC GRP Configuration iPasolink 400

Para os moduladores, os slots universais do iPasolink 400 são divididos em grupos: Slots 1 e 2 formam o grupo 1
(GRP1) e Slots 3 e 4 formam o grupo 2 (GRP2). Cada grupo pode ser configurado como 1+0 ou como 1+1 (Hot
Standby ou Twin Path)

Exemplo: 1 + 0 no GRP1

Exemplo: 1 + 1 HS no GRP1

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 16


2. Equipment Setup 2.1 Equipment Configuration

Modem SW / XPIC GRP Configuration iPasolink 400


Para as unidades STM-1, os slots universais do iPasolink 400 se comportam como um grupo de comutação
automática de proteção (APS GRP). Slot 1 é o APS GRP1, Slot 2 é o APS GRP2 e assim sucessivamente. Cada unidade
STM-1 possui 2 portas. Uma proteção APS pode ser configurada entre portas do mesmo grupo ou entre grupos
diferentes, mas consecutivos (Ver nota).
Exemplo: APS entre portas STM-1 no mesmo
grupo, ou seja, na mesma unidade. Unidade
STM-1 montada no Slot 3

Exemplo: APS entre portas STM-1 de


diferentes grupos, ou seja, entre diferentes
unidades. Unidades STM-1 montadas nos slots
3 e 4.

Automaticamente Nota: Proteção entre portas de


marcado como APS após diferentes unidades, somente é
configuração do GRP3 possível entre os slots 1 e 2 ou 3 e 4

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 17


2. Equipment Setup 2.1 Equipment Configuration

Modem SW / XPIC GRP Configuration iPasolink 1000


Para os moduladores, os slots universais do iPasolink 1000 são divididos em grupos: Slots 1 e 2 formam o grupo 1
(GRP1) e Slots 3 e 4 formam o grupo 2 (GRP2) e assim sucessivamente até o grupo 7 (GRP7/Slots 13 e 14). Cada
grupo pode ser configurado como 1+0 ou como 1+1 (Hot Standby ou Twin Path)

Exemplo: 1 + 0 no GRP1

Exemplo: 1 + 1 Twin Path no GRP2

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 18


2. Equipment Setup 2.1 Equipment Configuration

Modem SW / XPIC GRP Configuration iPasolink 1000


Para as unidades STM-1, os slots universais do iPasolink 1000 se comportam como um grupo de comutação
automática de proteção (APS GRP). Slot 1 é o APS GRP1, Slot 2 é o APS GRP2 e assim sucessivamente. Cada
unidade STM-1 possui 2 portas. Uma proteção APS pode ser configurada entre portas do mesmo grupo ou entre
grupos diferentes, mas consecutivos (Ver nota).

Nota: Proteção entre portas de diferentes


unidades, somente é possível entre os slots 1 e
2 ou 3 e 4 ou 5 e 6 ou 7 e 8 ou 9 e 10 ou 11 e 12
ou 13 e 14

Exemplo: APS entre portas STM-1 entre


diferentes unidades. Grupo (GRP11) e grupo
(GRP12), ou seja, entre as unidades STM-1
montadas no Slot 11 e Slot 12.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 19


2. Equipment Setup 2.1 Equipment Configuration

Modem SW / XPIC GRP Configuration iPasolink 1000

Nota: Proteção entre portas de diferentes


unidades, somente é possível entre os slots 1 e
2 ou 3 e 4 ou 5 e 6 ou 7 e 8 ou 9 e 10 ou 11 e 12
ou 13 e 14

Exemplo: Sem proteção APS no GRP12


Exemplo: APS entre portas STM-1 no mesmo
grupo (GRP11), ou seja, na mesma unidade.
Unidade STM-1 montada no Slot 11.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 20


2.2. Radio Configuration

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
2. Equipment Setup 2.2 Radio Configuration

Todos os rádios da série

iPasolink 200 iPasolink 400/1000

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 22


2. Equipment Setup 2.2 Radio Configuration
Channel Spacing: Espaçamento entre canais adjacentes na mesma
polarização.
Reference Modulation: Modulação a ser empregada. Quando se trabalha com
AMR, essa modulação é considerada como referência dentro do intervalo de
atuação do AMR ou se trata de modulação fixa quando não se usa o AMR.

Radio Mode: Pode se optar entre High Capacity ou High System Gain . A
primeira opção disponibiliza maior throughput (rendimento). A segunda
opção, faz uso de um FEC mais poderoso, proporcionando um enlace mais
robusto, porém com menor throughput.
E1 Mapping, STM-1 Mapping e ETH Bandwidth: São definidos juntamente
com a configuração de AMR no menu AMR/ Radio Mapping Configuration.

TX RF Frquency (MHz): Valor da frequência de transmissão do canal a ser


configurado. Deve estar em acordo com a banda e sub-banda da ODU a ser
usada.
RX RF Frequency (MHz): Valor da frequência de recepção do canal a ser
configurado. É preenchido automaticamente pelo sistema após a configuração
da frequência de transmissão.

Frame ID: Identificador do Frame. Deve ser diferente entre moduladores que
fazem uso de XPIC e coerente com a configuração na estação remota. Caso
contrário, adotar valor padrão igual a 1 em todos os moduladores utilizados.
TX Power Control: Escolha entre MTPC ou ATPC para definição da potência de
transmissão.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 23


2. Equipment Setup 2.2 Radio Configuration

Radio Traffic Agregattion: Pode-se habilitar o RTA entre os moduladores 1 e 2


através da opção Radio GRP1. O RTA em questão, implementa o modo de
iPasolink 200 distribuição do “Packet Layer”.

Radio Traffic Agregattion: Pode-se habilitar o RTA entre os moduladores


através da opção Radio GRPn. O RTA pode ser L2 (Packet Layer) ou L1 (Physical
Layer). Modem-A só implementa RTA L2. Os moduladores que farão parte do
RTA devem ser configurados com o mesmo nome de grupo (Radio GRPn).
iPasolink 400/1000

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 24


2.3. AMR/Radio Mapping Configuration

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
2. Equipment Setup 2.3 AMR/Radio Mapping Configuration

Todos os rádios da série

AMR Configuration
AMR Operation: Pode-se habilitar ou
não o uso do AMR, através das opções
AMR Mode (habilitado) ou Non
Operation (Desabilitado).

AMR Range: Define o intervalo de


modulações a serem empregadas
quando o AMR estiver habilitado.
Marque Used ou Not Used para definir
quais modulações farão parte do AMR
Range.

Nota: 512QAM disponível apenas no iPasolink 400 e 1000, mediante upgrade key.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 26


2. Equipment Setup 2.3 AMR/Radio Mapping Configuration

Radio Mapping Configuration

E1 Mapping: Define a quantidade de E1’s que poderão ser


encaminhados pelo modulador.
STM-1 Mapping: Define a quantidade de STM-1’s que poderão
ser encaminhador pelo modulador.
ETH Bandwidth: Calculado automaticamente pelo sistema após
a definição dos mapeamentos TDM pelo modulador.
Somente as modulações definidas no “AMR Range” são
objeto de configuração de mapeamento TDM. O
mapeamento de referência deve ser configurado perante
a modulação de referencia do modulador.
A cor verde indica a modulação de
referência.

O sistema automaticamente prioriza o serviço TDM


perante o serviço ethernet. Entre os serviços TDM, o
sistema prioriza o STM-1 perante os serviços E1 quando
há redução na modulação devido a atuação do AMR.
Pode-se customizar o mapeamento, respeitando-se a
referência acima.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 27


2.4. Network Management Configuration

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
2. Equipment Setup 2.4 Network Management Configuration

Os parâmetros aqui configurados referem-se as configurações


necessárias para viabilizar a DCN de gerenciamento, para que se
possa gerenciar um rádio iPasolink Series instalado. Tais parâmetros
podem ser gerados através da ferramenta NEC “NETCONFIG TOOL”
na forma de um arquivo e inserido no iPasolink através da função de
Update no Menu Utilities, ou também, podem ser configurados
manualmente.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 29


2.4.1. General Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
2.4 Network Management Configuration 2.4.1 General Setting

IP Addres Setting (Bridge 1)


IP Addess: Endereço IP da Bridge 1, inicialmente composta pelas
postas NMS, NE1 e Moduladores.
Subnet Mask: Máscara de rede do endereçamento da Bridge 1.
Default Gateway: Endereço IP do Default Gateway, para a rota
padrão a partir da Bridge 1.

NMS Port Setting


Connect NMS Port to NMS: Define se o iPasolink em questão é o
Root (Yes) ou não (No) da rede gerenciada perante a DCN de
gerenciamento.

NOTA 1: O iPasolink series disponibiliza um branching NOTA 2: O branching por sua vez, pode ser dividido
para gerenciamento. Esse branching é composto por: em 1 uma ou mais bridges, onde cada bridge pode
• Porta NMS ter seu respectivo endereçamento IP. Por default,
• Porta NE1 inicialmente o branching possui apenas uma bridge,
• Moduladores (M1 até M4) denominada bridge 1.
• 16 x VLAN’s inband management

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 31


2.4.2. General Setting Detail

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
2.4. Network Management Configuration 2.4.2 General Setting (Detail)

Configurações detalhadas para gerenciamento do NE

NE2 Port Setting


NE2 Port Setting: NE2 é uma porta serial usada para
‘casteamento’ da DCN de gerenciamento para interface com
rádios NEC mais antigos como Pasolink V4, MX, Plus etc.

NE2 Port IP Address: Endereço IP da porta NE2


NE2 Port Usage: Habilita ou não o uso da porta NE2
NE2 Port Speed: Define qual é a velocidade da porta serial NE2.

NOTA: Para se utilizar essa porta no iPasolink 400 e 1000, os mesmos devem estar equipados com a unidade
AUX-A. No caso do iPasolink 200, essa porta é parte integrante da “Main board”.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 33


2.4. Network Management Configuration 2.4.2 General Setting (Detail)
Inband Management VLAN Setting

NOTA 1: iPasolink Series


disponibiliza 16 VLAN’s pré-
configuradas para gerenciamento
inband. Cada uma dessas VLANs
podem ser habilitadas ou
desabilitadas e também editadas.

Inband Management VLAN Usage: Habilita ou não o uso de uma VLAN para NOTA 2: Antes de habilitar
gerenciamento inband do NE. Ver Nota 2. qualquer VLAN para gerenciamento
inband, deve-se previamente
VLAN ID: Permite configurar uma VLAN qualquer no gerenciamento inband. informar a qual bridge esta irá
CoS: Classe de Serviço atribuída a VLAN. Usada para política de QoS no rádio. pertencer. Faça isso em NE Branch
Setting.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 34


2.4. Network Management Configuration 2.4.2 General Setting (Detail)
Ethernet Port Setting

NOTA 1: iPasolink 200 e 1000 possuem portas


ethernet NE1 exclusivas para casteamento,
respectivamente localizadas Main Board e
TERM-M.

NOTA 2: iPasolink 400 possui


uma porta na Main Board que
pode ter dupla função. Pode ser
uma porta para casteamento da
DCN de gerência ( Management
Port) ou uma porta de serviço
qualquer (User Port).

Port Mode: Somente para o iPasolink 400, define se a porta NE1 da unidade MC-A4 será usada como Management
Port ou não (User Port).

Usage: Habilita ou desabilita o uso da porta NMS e/ou NE1.

Auto Negotiation: Habilita ou desabilita o uso do protocolo de auto negociação em portas ethernet.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 35


2.4. Network Management Configuration 2.4.2 General Setting (Detail)
Ethernet Port Setting

NOTA 1: Item/Port exibe uma lista de portas FE/GbE NOTA 2: A Funcionalidade Discovery pode ser
que podem ser utilizadas com a finalidade de configurada para se utilizar do protocolo LLDP
gerenciamento outband ou inband do iPasolink. padronizado ou proprietário da NEC. Os rádios
iPasolink podem usar ambos os tipos, porém há
outros rádios NEC que somente podem utilizar o
proprietário.

Discovery Usage: Habilita ou não o uso do protocolo LLDP para que a função Discovery da gerência possa localizar o
NE a ser gerenciado.
LLDP Mode: Permite configurar o uso do protocolo LLDP padronizado (Standard) ou proprietário da NEC.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 36


2.4. Network Management Configuration 2.4.2 General Setting (Detail)
Ethernet Port Setting

Item: Exibe uma relação de portas e de inband Bridge No.: Permite configurar o endereçamento da
Management VLAN’s habilitadas para gerenciamento Bridge a qual um ou mais itens pertencem. Ao clicar
e composição da DCN da gerência. Ao clicar nesses no número da Bridge, é possível configurar o
itens, é possível alterar o número da bridge vinculada endereçamento da mesma.
e segmentar a rede.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 37


2.4. Network Management Configuration 2.4.2 General Setting (Detail)
M- Plane Bandwidth Limitation
Bandwidth Limitation.: Habilita ou desabilita a
limitação de banda para tráfego de gerência através do
iPasolink.
Bandwidth: Configura a taxa de limitação em kbps

M- Plane Priority
CoS: Configura a classe de serviço para tráfego de
gerenciamento para efeito de política de QoS.

NMS Port Setting


Connect NMS Port to NMS: Define se o iPasolink em
questão é o Root (Yes) ou não (No) da rede gerenciada
perante a DCN de gerenciamento.

LCT Port Setting


LCT Port Setting: A opção “Only to Local NE” restringe o
uso do LCT apenas para o acesso local. A opção default
“Any” não impõe restrição e permite que o iPasolink
possa ser acessado via LCT através de acesso local em
estação remota.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 38


2.4.3. Routing Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
2.4. Network Management Configuration 2.4.3 Routing Setting

Permite configurar rotas estáticas a partir


da porta NMS
Add: Adiciona rotas estáticas

Delete: Exclui uma rota estática

IP Address: Endereço da rede de destino;


Subnet Mask: Máscara de rede da rede de destino;
Gateway: Endereço IP do próximo host em direção a rede de destino.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 40


3. Provisioning

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.1. Modem Function Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.1.1. Modem Port Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.1. Modem Function Setting 3.1.1 Modem Port Setting

Port Name: Opcional. Permite atribuir um nome ao


modulador.

Header Compression Mode: Permite habilitar a compressão


de MAC e retirada do preâmbulo dos frames ethernet. Para
habilitar, selecione a opção MAC. Para desabilitar, selecione
“disable”.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 44


3.1.2. Radio Switch Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.1. Modem Function Setting 3.1.2 Radio Switch Setting

Configurações exclusivas
para 1+1 HS

Válido para 1+1HS e 1+1TP

TX SW Priority e RX SW Priority:
Non Priority  Sistema não reversível. Não há
prioridade de uso para o canal 1 ou canal 2 do
sistema 1+1 HS.
No.1  Sistema reversível. Quando ambos os
canais estão em condições normais, o canal 1
encontra-se online. Quando há falha no canal 1, o
sistema comuta para o canal 2. Quando a falha
desparece, o sistema retorna para o canal 1.

TX Reverse Function Usage: Válido apenas para quando TX SW Priority é configurada como Non Priority.
Used  Quando a falha na recepção de sinal em ambas as ODU’s da estação local por mais de 120 segundos, a TX da
ODU ativa, envia uma notificação para a estação oposta, solicitando a comutação da TX da ODU ativa para a TX da
ODU em standby.
Not Used  Desabilita a função TX “Reverse Function Usage”.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 46


3.1. Modem Function Setting 3.1.2 Radio Switch Setting

TX SW Lock-in Usage: Válido quando “TX SW Priority” é configurado como No.1 (Reversível).
Used  Impede a comutação frequente da TX da ODU 1 (canal 1) para a ODU 2 (canal 2). O critério é: Se durante um
período de 10 minutos, houver 10 comutações de TX (CH1CH2 / CH2CH1), o sistema será “travado” no CH2
(ODU2). Se após 24 horas não houver nenhum alarme no CH1 (ODU1), o sistema irá comutar de volta ao CH1 (ODU1).

Not Used  Função TX Lock-in Usage desativada.

RX SW Conditional Early Warning:


Include EW  Envia sinal de alarme EW quando a BER (Taxa de Erro de Bit) atingir 1E-9 para a condição de comutação
em 1 + 1.
Exclude EW  Não envia sinal de alarme EW.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 47


3.1.3. TX Power Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.1. Modem Function Setting 3.1.3 TX Power Setting

MTPC ATPC

AMR ou AMR Fixa


Fixa

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 49


3.1. Modem Function Setting 3.1.3 TX Power Setting
MTPC

MTPC - MANUAL TRANSMIT POWER CONTROL MODE:


MTPC TX Power  Valor em dBm da potência de transmissão (Cálculo de Desempenho).

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico


3.1. Modem Function Setting 3.1.3 TX Power Setting
ATPC

Operação
com AMR

Operação com
modulação fixa
ATPC - AUTO TRANSMIT POWER CONTROL MODE:
ATPC Range (MAX):  Valor em dBm da potência máxima de
transmissão no modo ATPC (Cálculo de Desempenho).

ATPC Range (MIN):  Valor em dBm da potência mínima de


transmissão no modo ATPC (Cálculo de Desempenho).

RX Threshold:  Valor em dBm do limiar de recepção na


estação oposta (Cáculos de Desempenho).

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 51


3.1.4. ALM Mode Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.1. Modem Function Setting 3.1.4 ALM Mode Setting

MTPC ATPC
ATPC Power Mode: Configura a ação
a ser tomada no caso de falha no
controle ATPC.
Hold: Mantém o nível de TX da ODU
com o último valor usado.

MAX: Coloca a ODU com o valor de


TX ATPC no máximo configurado.

ODU COMM ALM Mode: Configura a ação a ser MIN: Coloca a ODU com o valor de
tomada no caso de falha na comunicação entre IDU TX ATPC no mínimo configurado.
e ODU.

Mute: Desliga a TX da ODU

Hold: Mantém a TX da ODU

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 53


3.1.5. XPIC Function Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.1. Modem Function Setting 3.1.5 XPIC Function Setting

XPIC Conditional – Local Fail: Configura a ação a ser tomada


para a operação da ODU no caso de falha na Ref. do OSC..

Mute: Desliga a TX da ODU.

Ref LO.  LO.: Usar o oscilador local.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 55


3.1.6. AMR Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.1. Modem Function Setting 3.1.6 AMR Setting

CNR: ‘Carrier Noise Rate’


RSL: ‘Received Signal Level’

AMR Switch Control: Define a condição para comutar a modulação.

AMR Transition: Caracteriza de que forma é feita a transição entre moduladores.


Aplicavél apenas para sistemas com ATPC.

Modo Normal: Limiar de ATPC é baseado na Modulação de Referência;


Modo Sensitive: Limiar de ATPC é baseado na maior Modulação.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 57


3.2. Equipment Clock / Synchronization
Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.2.1. Equipment Clock Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.2. Equipment Clock/Sync. Setting 3.2.1 Equipment Clock Setting

Configura a fonte de sincronismo a ser usada pelo rádio.


iPasolink 200
Master: Quando configurado para operar no modo Master, o
iPasolink fará uso de seu clock interno (Free Run) como fonte de
sincronismo.

Slave: Quando configurado para operar no modo Slave, o


iPasolink irá recuperar a referência de sincronismo. Pode-se
recuperar de uma estação adjacente (via modulador), de uma
fonte externa ou de um tributário E1.

iPasolink 400 / 1000

PL Mode e QL Mode: O iPasolink


200 trabalha apenas no QL Mode.
O iPasolink 400 e 1000, possuem a
opção de trabalhar no QL Mode ou
somente no PL Mode.
Sync ETH: O iPasolink
200/400/1000 pode enviar a sua
referência de sincronismo por uma
porta ethernet para um cliente a
ela conectada.
iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 60
3.2. Equipment Clock/Sync. Setting 3.2.1 Equipment Clock Setting
iPasolink 400 / 1000 QL Mode ou PL Mode
Timing Souce: Todos os rádios
iPasolink series podem ter até
três opções de fonte de
sincronismo configuradas
simultaneamente. A seleção da
fonte de sincronismo a ser
usada pelo rádio é feita
automaticamente através do
modo de seleção QL Mode ou
PL Mode.

iPasolink 200 Somente QL Mode


PL Mode: Observa apenas o valor da prioridade atribuída a fonte
de sincronismo como critério de seleção. Prioridade 1 é o nível
mais alto de prioridade, depois prioridade 2, 3, 4 e assim
sucessivamente.
QL Mode: Observa incialmente o valor da qualidade como
critério de seleção. Sempre seleciona a fonte de sincronismo de
maior qualidade. Se duas ou mais fontes de sincronismo tiverem
o mesmo valor de qualidade, a prioridade passa a ser usada
como critério de seleção (desempate) entre as mesmas.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 61


3.2. Equipment Clock/Sync. Setting 3.2.1 Equipment Clock Setting
Timing Souce: As opções disponíveis são:

• Modem ou Line CLK (Modem)  Recuperar o sincronismo da estação adjacente ao


modulador selecionado.

• GbE Line CLK  Disponível para Sync-ETH mediande upgrade-key (Licença). Permite
recuperar o sincronismo de uma interface GbE.

• E1 Line Clock (ou Line CLK 16E1)  Recuperar o sincronismo de uma porta E1.

Slot e Port/CH: Campos utilizados para indicar a localização da fonte de sincronismo a ser
configurada .

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 62


3.2. Equipment Clock/Sync. Setting 3.2.1 Equipment Clock Setting
Line SSM Usage: SSM é uma mensagem de status de sincronismo. Permite informar e ser
informado do valor da qualidade que o rádio está usando ou que pretende usar
(recuperar). Quando habilitada (used), o rádio envia aos adjacentes via modulador ou via
Sync-ETH o valor da sua qualidade . Também, lê essa mensagem, quando a recebe pelas
mesmas interfaces acima mencionadas.
QL Qualidade
1 PRC - Primary Reference Clock - G.811
2 SSU-A - Synchronization Supply Unit A - G.812
3 SSU-B - Synchronization Supply Unit B - G.812
5 SEC - Synchronous Equipment Clock - G.813

Forced SSM Value: Quando a opção Line SSM Usage é configurada como “Not Used” ou
quando a fonte do sincronismo não oferece suporte ao SSM, deve-se informar qual é a
qualidade da fonte de sincronismo a ser usada. As opções são:
• QL-PRC
• QL-SSU-A
• QL-SSU-B
• QL-SEC

WTR Timer: No caso de comutação da fonte de sincronismo em virtude de falha para a


redundância, o WTR representa o tempo para reversão à fonte de sincronismo incialmente
utilizada, após a falha ter sido retirada.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 63


3.2.2. EXT Clock Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.2. Equipment Clock/Sync. Setting 3.2.2 Ext Clock Setting

Configura a fonte de sincronismo a ser exportada pelo rádio.

iPasolink 200 iPasolink 400 / 1000

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 65


3.2. Equipment Clock/Sync. Setting 3.2.2 Ext Clock Setting
EXT Impedance: Configuração da impedância da interface para
clock externo (In/Out).
EXT CLK Interface: Configuração do padrão de sinal da
iPasolink
interface de clock externo (In/Out) em analógico (2MHz) ou
200 digital (2Mbps).
CRC On / Off: Disponível apenas quando o padrão na interface
iPasolink
400/1000 de clock externo (In/Out) é configura para 2Mbps, ou seja, bps.
Quando em “On” habilita o suporte ao CRC no time slot “0” do
sinal a 2Mbps, bem como o suporte a mensagens SSM no
mesmo.
SSM Support: Quando habilitado (Enable) possibilita o envio
de mensagens SSM através do time slot “0”.

Sa Bit: Configura qual bit Sa será usado para SSM no sinal a


2Mbps.

Multiquadro 2048kbps (2Mbps)


0 1 2 16 17 31

CRC 0 0 1 1 0 1 1 Palavra A Frames pares: 0, 2, 4, 6...


1 1 A SA4 SA5 SA6 SA7 SA8 Palavra B Frame ímpares: 1, 3, 5. 7...
SA Bits disponíveis para SSM
Apenas 1 bit é suficiente

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 66


3.2. Equipment Clock/Sync. Setting 3.2.2 Ext Clock Setting
EXT CLK Out SEL: Configuração da permissão para a referência
de sincronismo e seleção da fonte a ser exportada:
 Not Select (Não exportar)
 NE CLK (Free Run)
 Line CLK (Modem)
 E1 Line CLK
 Line CLK (16E1-A)
Slot: Indicação do Slot em que encontra a unidade que irá
exportar o sincronismo. É função da configuração feita em EXT
iPasolink
CLK Out SEL.
200 Port/CH: Indicação da porta ou canal em que encontra-se a
fonte do sincronismo a ser exportado. É função da
configuração feita em EXT CLK Out SEL e Slot.
Message Pass Through: Habilita ou desabilita o modo de
passagem da mensagem SSM, ou seja, exporta o sincronismo
com a mensagem SSM proveniente da referência escolhida.
Forced SSM Send Value: Quando habilitado Message Pass
iPasolink
400/1000 Through é desabilitado, permite a configuração do valor da
qualidade a ser exportada via SSM perante a referencia
escolhida em EXT CLK Out SEL.
AIS Generation Mode: No caso de falta de referência de
sincronismo para ser exportada, pode-se enviar AIS ou desligar
a interface de saída de clock (shutdown).
Timing Loop Detection: Habilita ou desabilita o suporte a
detecção de loop de sincronismo.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 67


3.3. E1/STM-1/ Cross Connect Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.3.1. E1 Port Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.1 E1 Port Setting

Seleção da Interface
a ser configurada

Janela de Configuração Coletiva da


Interface de 2M. Permite configurar todos
os 16 canais E1 ao mesmo tempo com a
mesma configuração.

CH Usage: Habilita (Used All) ou desabilita (Not Used All) todos os canais. Um canal desabilitado não é monitorado
e não permite que um serviço seja ativado no mesmo.

CH Usage Error Report: Essa função é habilitada apenas para canais que se encontram com status “Not Used”, ou
seja, desabilitados. Quando habilitada (Report), gera um alarme “CH Usage Error”, caso o canal tente ser utilizado
para ativação de um serviço.

Impedance: Impedância do canal. Podem ser configurados para 75 ou 120.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 70


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.1 E1 Port Setting

Janela de Configuração individual para


cada um dos canais E1. Permite configurar
todos os 16 canais E1 um a um.

CH Usage: Habilita (Used All) ou desabilita (Not Used All) um canal E1. Um canal desabilitado não é monitorado e
não permite que um serviço seja ativado no mesmo.

CH Usage Error Report: Essa função é habilitada apenas para canais que se encontram com status “Not Used”, ou
seja, desabilitados. Quando habilitada (Report), gera um alarme “CH Usage Error”, caso o canal tente ser utilizado
para ativação de um serviço.

Impedance: Impedância do canal. Podem ser configurados para 75 ou 120.

Porta Name: Campo opcional para atribuição de um nome ao canal.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 71


3.3.2. STM-1 Port Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.2 STM-1 Port Setting

iPasolink 200

O iPasolink 200 permite a instalação de uma


única unidade STM-1 com apenas 1 porta.

Seleção da Unidade
iPasolink 400 / 1000

O iPasolink 400/1000 permite a instalação de


mais que uma unidade STM-1 com 2 portas
por unidade..

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 73


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.2 STM-1 Port Setting

Unidade(s) STM-1 configuradas como Through


iPasolink 200 Nota 1: Alteração no modo de operação do
STM-1 entre Through ou Channelized é feita
em Equipment Setup.
Nota 1
Nota 2: O uso e configuração de ALS e MS-AIS
é restrito ao uso de módulos SFP’s STM-1
ópticos montados na unidade STM-1.

Port Usage: Habilita ou desabilita o uso da


porta STM-1. Uma porta desabilitada não é
monitorada e não permite que um serviço
Nota 2
STM-1 seja ativado na mesma.
iPasolink 400 / 1000 Port Name: Opcionalmente, permite atribuir
um nome a porta STM-1.

Nota 1 MS-AIS Generation: Essa função é usada para


permitir o envio de AIS ou não no STM-1 em
direção ao cliente ou ao radio enlace.
Disponível apenas no modo Through. As
opções são:
• Enable
• Disable (Nota 3).

Nota 2

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 74


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.2 STM-1 Port Setting

Unidade(s) STM-1 configuradas como Through


Quando a falha na recepção do sinal na interface STM-1, falha no enlace de rádio ou qualquer falha de equipamento
um MS-SIA é enviado em direção ao equipamento cliente (MUX). Essa funcionalidade (MS-SIA) pode estar habilitada
(default) ou desabilitada. Quando encontra-se desabilitada, há duas considerações a fazer:
a) Interface STM-1 é elétrica: Sinal STM-1 output em “All 1”
b) Interface STM-1 óptica: Sinal óptico é desligado em direção ao cliente (MUX).

Nota 3 STATION-A STATION-B

PASOLINK PLUS
MODEM STM-1
MODEM OUTPUT
STM-1 RFCOH RFCOH STM-1
MUX X INTFC MUX
ODU ODU FSYNC
DEMUX INTFC
MUX
INPUT
LOSS STM-1
STM-1
RLOS RLOS LOF
LOF OUTPUT
RLOF RLOF CONTROL
LOS
LOF

STATION-A STATION-B

EVENT LED LCT LED LCT STM-1 OUTPUT

STM-1 OUTPUT CONTROL

STM-1 Input Loss at station-A IDU ALM MAIN INTFC LOS -- UNDER EXECUTION AIS/SHUTDOWN

STM-1 L0ss of Frame at station-A IDU ALM MAIN INTFC LOF -- UNDER EXECUTION AIS/SHUTDOWN

RX Level down at station-B -- ODU ALM UNDER EXECUTION AIS/SHUTDOWN

Loss of radio frame at station-B -- IDU ALM UNDER EXECUTION AIS/SHUTDOWN

BER at station B (<= 1 E-4) -- IDU ALM NORMAL N/A

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 75


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.2 STM-1 Port Setting

Unidade(s) STM-1 configuradas como Through

ALS Usage: Habilita ou desabilita o uso da função Automatic Laser Shutdown


(ALS) nas portas STM-1 ópticas.
ALS Interval: Quando o ALS encontra-se habilitado (Enable), pode-se
configurar o intervalo de tempo entre os períodos de emissão de potência
óptica (Laser ON) do ALS.

Porta STM-1 Óptica Laser ON


2 segundos Laser ON
Laser OFF Laser OFF
TX
ALS
ALS RX Interval

LOS

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 76


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.2 STM-1 Port Setting

Unidade(s) STM-1 configuradas como Channelized


iPasolink 200 iPasolink 400 / 1000

A1 A1 A1 A2 A2 A2 J0
B1 E1 F1
D1 D2 D3
AU Pointer(s) J1
B2 B2 B2 K1 K2 Pay Load B3
D4 D5 D6 C2
D7 D8 D9 G1
VC3 / VC4
D10 D11 D12 F2
Pay Load
S1 Z1 Z1 Z2 Z2 M1 E2 H4
F3
K3
N1

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 77


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.2 STM-1 Port Setting

Unidade(s) STM-1 configuradas como Channelized


iPasolink 200 iPasolink 400 / 1000

Trace Mode: Seleção do Trace de via J0 ou J1.


Trace Mismatch AIS Generation Action: Se habilitado,
no caso de descasamento de trace, AIS é gerado pela Section Trace Send Port01/02: Valor do J0 enviado a
interface onde ocorreu a detecção do descasamento. interface oposta.
Expected Section Trace Port01/02: Valor esperado do
J0 na RX em relação ao enviado pela interface oposta.
Trace de Via: J0 ou
J1 Conceito High Order Path Trace: Valor do J1 enviado.
Send: ABC Expected: ABC
Expected High Order Path Trace: Valor esperado do J1.
TX Rede de RX

RX Transporte TX

Expected: FBI Send: FBI

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 78


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.2 STM-1 Port Setting

Unidade(s) STM-1 configuradas como Channelized


iPasolink 200 iPasolink 400 / 1000

Received Trace Value: Usado para monitoração, Radio Alarm Transfer: Habilita/Desabilita a
representa o valor de J0 e J1 recebidos. transferência de alarme através do canal E1 quando em
Received Section Trace Port 01/02: Representa o valor STM-1 canalizado.
recebido via J0.
Received High Order Path Trace: Representa o valor
recebido via J1.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 79


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.2 STM-1 Port Setting

Unidade(s) STM-1 configuradas para APS


iPasolink 400 / 1000

Lock-in Usage: Habilita/Desabilita um intervalo de tempo para


detecção de falha (Detection Time). Quando habilitado, caso
ocorra um número específico de falhas (Detection Count) no
intervalo configurado, haverá atuação do APS entre as portas
STM-1 utilizadas.

Clear Lock-in Time: Reinicializa a funcionalidade Lock-in após


um tempo específico.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 80


3.3.3 Cross Connect Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.3 Cross Connect Setting

Use “Add” para adicionar Use “Delete” para apagar


uma cross-conexão uma cross-conexão

Use “Hold Off Timer Setting”


para configurações de ajuste
na proteção SNCP (E1).
Hod Off Timer: No caso de proteções SNCP para E1,
quando habilitado, realiza a comutação de path na
ocorrência de uma falha de sinal (SF) após um
determinado tempo e não imediatamente (quando
desabilitado).
iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 82
3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.3 Cross Connect Setting

Add Cross Connection


Service No.: Identificador numérico do
serviço. Para toda “cross-conexão” criada é
obrigatório atribuir um identificador entre
1 e 168.
Service Name: Identificador alfanumérico,
não obrigatório, usado para nomear um
serviço.
Cinza – Ocupado Cinza – Ocupado
Azul – Selecionado
Branco – Disponível Cross Connect Type: Representa o tipo da
para a cross conexão
Azul – Selecionado cross-conexão a ser criada.
para a cross conexão  E1: Usado para cross-conexões
envolvendo E1, E1-SNMP e STM-1
canalizado.
 STM-1 (Through): Usado
especificamente para cross-conexões
envolvendo STM-1 passagem.

Edge A e Edge B: Representam as partes integrantes de uma cross-conexão. Podem ser um modem, uma unidade E1,
uma unidade STM-1 etc.
Protection: Quando ativada em Edge A ou Edge B, permite a configuração de um serviço E1 SNCP em um NE no contexto
de uma topologia nodal.
AMR Linkage: Quando em Edge A ou Edge B um modem é selecionado, essa função permite visualizar a configuração de
mapeamento TDM (E1 e STM-1) realizada em ARM/ Radio Mapping Configuration.
iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 83
3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.3 Cross Connect Setting

Add Cross Connection – E1

No exemplo, MODEM
(Slot02) é um
modulador com 2
mapeamentos
reservados para E1

No exemplo, 16E1-A é uma unidade E1 que disponibiliza 16


canais E1 que podem ser usados para configuração de
serviços.

Cinza claro – ocupado


Branco – disponível Azul claro – selecionado

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 84


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.3 Cross Connect Setting

Add Cross Connection – E1

No exemplo, o canal de número 3 da unidade 16E1-A está sendo cross-conectado com o mapeamento reservado de
número 2 do modulador “Modem (Slot2)”.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 85


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.3 Cross Connect Setting

Add Cross Connection – E1 com SNCP

No exemplo, o canal de número 3 da unidade 16E1-A está sendo cross-conectado com o mapeamento reservado de
número 2 dos moduladores “Modem (Slot01)” e Modem (Slot02). Numa configuração nodal com redundância, 2 paths
em diferentes direções caracterizam a cross conexão para SNCP.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 86


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.3 Cross Connect Setting

Add Cross Connection – STM-1 Canalizado

No exemplo, o VC12-43 (KLM=311) da unidade STM1-A está sendo cross-conectado com o mapeamento reservado de
número 2 (para E1) do modulador “Modem (Slot02)”.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 87


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.3 Cross Connect Setting

Add Cross Connection – STM-1 Canalizado

No exemplo, a Porta 2 da unidade STM1-A (Slot11) está sendo cross-conectado com o mapeamento reservado de
número 1 (para STM-1) do modulador “Modem (Slot02)”.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 88


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.3 Cross Connect Setting

Delete Cross Connection

No exemplo, o Service No. 2, foi selecionado para ser apagado.

Filter (Somente iPasolink 1000)

Permite filtrar a visualização de serviços através do intervalo inserido no campo Service No. Ou pela posição da
unidade no chassi referente ao serviço associado.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 89


3.3.4. PWE Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.4 PWE Setting

No caso de mais que uma unidade MSE


montada, selecione previamente a unidade a
ser usada

Adiciona um PWE Apaga um PWE

PWE: Pseudo Wire Emulation Edge to Edge. Tecnologia ponto a ponto que pode ser utilizada para o transporte de
serviços TDM sobre uma conexão ethernet (TDMoETH Mode). Utiliza um protocolo específico (SAToP) para “fatiar e
encapsular“ os frames TDM. Um serviço PWE para transporte TDM requer cerca de 20% mais banda (CIR) que um
serviço TDM nativo.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 91


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.4 PWE Setting

Add PWE
PWE No.: Identificador numérico do serviço.
Para todo serviço PWE criado é necessário
um identificador único.
PWE Service Name: Nome opcionalmente
atribuído ao serviço.
MSE E1 CH: Canal de transporte PWE
serviços E1. Deve-se criar previamente uma
cross-conexão (NOTA 1) entre esse canal e o
canal E1 de uma unidade E1 também no
chassis.
Jitter Buffers: Tamanho do buffer para
compensação de jitter.
Clock Mode: Referencia de sincronismo para
o serviço TDM. Use numa ponta NE Clock ou
SyncE1 e na ponta oposta do serviço PWE,
NE Clock.: Oscilador local do equipamento (Free Run).
escolha a opção ACR.
SyncE1: Referencia de sincronismo do próprio tributário E1.
ACR: Recupera a referência de sincronismo da estação oposta.

NOTA 1

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 92


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.4 PWE Setting

Add PWE
CoS: Classe de serviço a ser atribuída ao
serviço PWE.

ECID: Unique Emulated Circuit Identifier .


Identificador único do emulador.

Destination MAC Address: MAC Address de


destino. É o MAC Address da unidade MSE.
Pode ser obtido previamente via Inventário
do rádio.

Enable/VLAN ID/ VLAN Service Name:


Obrigatoriamente deve-se selecionar uma
VLAN que represente um serviço ethernet
entre as estações onde se configura o PWE.
Cross Cross
Connection PWE No. EICD Connection

E1 CH E1 CH
NE NE
VLAN ID
NE MASTER NE SLAVE
NE Clock ou SyncE1 ACR

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 93


3.3. E1/STM-1/Cross Connect Setting 3.3.4 PWE Setting

Delete PWE

Selecione o PWE a ser apagado a partir da lista de PWE’s existentes.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 94


3.4. Ethernet Function Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.4.1. Bridge Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.4. Ethernet Function Setting 3.4.1 Bridge Setting

Ajuste da bridge
ethernet dos rádios
iPasolink 200 iPasolink iPasolink 400 / 1000

iPasolink 200 admite apenas o modo IEEE802.1Q iPasolink 400/1000 admitem os modos IEEE802.1Q
(default) e IEEE802.1ad

VLAN MODE 802.1Q VLAN MODE 802.1ad


ACCESS VLAN C-ACCESS VLAN
TRUNK VLAN S-TRUNK VLAN
TUNNEL VLAN C-BRIDGE VLAN

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 97


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.1 Bridge Setting
iPasolink 200 iPasolink 400 / 1000

Aging On / Off: Habilita (On) ou Desabilita (Off) a renovação da tabela de encaminhamento (FDB) da bridge.

FDB Aging Time: Quando em “Aging On”, representa o tempo de vida da tabela de encaminhamento (FDB).

GbE MAX Frame Size: Tamanho máximo admissível dos frames GbE.

FE MAX Frame Size: Tamanho máximo admissível dos frames FE.

VLAN Mode: Opção para 802.1Q ou 802.1ad (somente iPasolink 400/1000).

Default VLAN ID: Valor padrão da VLAN para as portas de acesso da bridge.

Default VLAN TPID: Identificador do VLAN “TAG” (Não confundir com identificador da VLAN que é VLAN ID).

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 98


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.1 Bridge Setting

Observação: TPID

Cliente Cliente
Provedor

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 99


3.4.2.ETH Port Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.4. Ethernet Function Setting 3.4.2 Ethernet Port Setting

Localização das portas


FE/GbE disponíveis no
rádio. Nome e slot são
função do modelo do
rádio.

Ao clicar no indicador
da porta, a janela de
configuração da
mesma é exibida.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 101


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.2 Ethernet Port Setting
Portas FE/GbE Elétricas – RJ45 Portas FE/GbE via SFP (Óptico ou Elétrico)

Port Usage: Habilita (Enable) ou Desabilita (Disable) o uso da porta. Portas em disable não permitem tráfego.
Porta Name: Campo opcional para atribuir um nome a porta.

Media Type: Disponível apenas para portas via SFP. Informa o tipo de SFP (elétrico ou óptico)
Speed: Permite configurar uma porta com “Auto Negotiation” (Auto) ou “forçar” em uma velocidade específica.
Configuração não disponível para GbE óptico.

Duplex: Quando “Speed” não for Auto, deve-se informar o modo duplex (Half ou Full).
MDI/MDIX: Quando “Speed” não for Auto, informar o tipo de cabo de rede a ser usado [Paralelo (MDI) ou Cruzado
(MDIX)].

Flow Control: Habilita (Enable) ou Desabilita (Disable) o controle de fluxo.


Sync ETH: Habilita (Enable) ou Desabilita (Disable) o sincronismo de Ethernet para a porta.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 102


3.4.3. VLAN Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

iPasolink 200/400

iPasolink 1000

VLAN Mode
Indica o modo de operação da bridge. Configurado em
Bridge Setting

Menu VLAN Setting


Permite configurar as portas ethernet em relação ao modo
de operação e VLAN’s relacionadas.

Menu VLAN List


Permite criar ou apagar um VLAN e exibir a lista das VLAN’s
existentes.
Filter
Mecanismo de filtro de exibição das configurações de
Porta/VLAN no sistema. Pode-se configurar um filtro
de exibição com base no ID da VLAN, Unidade e Porta.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 104


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN List Filtro de Exibição: Somente iPasolink 1000

Exibe as VLAN’s

Apaga uma VLAN

Adiciona uma VLAN

VLAN ID: Informe o ID da VLAN a ser adicionada VLAN ID: Informe o ID da VLAN a ser apagada
VLAN Service Name: Campo opcional para atribuir VLAN Service Name: Campo opcional para atribuir
um nome a VLAN a ser adicionada. um nome a VLAN a ser apagada.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 105


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1Q

Campo para busca


Campo para busca
Resultado exibido pela exibido apenas no
busca iPasolink 1000.

Clique em Port para Clique em VLAN


configurar ou modificar Service Name para
as configurações de editar um nome a
VLAN na mesma. VLAN.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 106


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1Q

Exibe informações
relativas a porta
que está sendo
configurada.

Modo de operação
da porta no que se
refere a VLAN.

Exibe quais VLAN’s estão


Clique em Port para vinculadas a porta.
configurar ou modificar
as configurações de
VLAN na mesma.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 107


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1Q

Observação: VLAN Assigment


Clear  Apaga as configurações
de VLAN na porta e retorna ao
Default.

PORT TYPE: ENABLE:


Access: Somente untagged frames são encaminhados. Selecionado/Não Selecionado: Atribuiu a VLAN
especificada à porta em questão.
Tunnel: Untagged e tagged frames são encaminhados. UNTAG FRAME ASSIGMENT (ACCESS PORT):
Indica que “untagged frames” encaminhados pela porta
Trunk: Somente tagged frames são encaminhados. de acesso, serão internamente processados como uma
VLAN específica, indicada pela opção marcada.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 108


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1Q – Exemplo: Access Port (Untagged Frames)

CLICK

S D S D VLAN S D
Payload Payload Payload
A A A A 200 A A

Access Access
P1 (GbE-A) PX (GbE-A)

S D VLAN
Payload
A A “X”

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 109


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1Q – Exemplo: Trunk Port (Tagged Frames)

CLICK

S D VLAN S D VLAN S D VLAN


Payload Payload Payload
A A 200 A A 200 A A 200

Trunk Trunk
P1 (GbE-A) PX (GbE-A)
S D VLAN S D
Payload Payload
A A “X” A A

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 110


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1Q – Exemplo: Trunk Port (Tagged/Untagged Frames)

CLICK

S D VLAN S D
Payload Payload
A A 100 A A
S D S D VLAN S D VLAN S D VLAN
Payload Payload Payload Payload
A A A A 200 A A 200 A A 200

Trunk Trunk
P1 (GbE-A) PX (GbE-A)
S D VLAN
Payload
A A “X”

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 111


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1Q – Exemplo: Tunnel Port (Tagged/Untagged Frames)

CLICK

S D VLAN S D
Payload Payload
A A 200 A A
S D S D VLAN S D VLAN VLAN S D VLAN
Payload Payload Payload Payload
A A A A 50 A A 50 200 A A 50

Tunnel Tunnel
P1 (GbE-A) PX (GbE-A)

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 112


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1Q – Exemplo: Modem Port Trunk


S D VLAN
Payload
A A 1

S D VLAN
Payload
A A 100

P1 (GbE-A)
S D VLAN
Payload
A A 101

S D VLAN
Payload
A A 200

O Modulador trabalha sempre no modo Trunk (Tagged Frames)


a fim de manter incondicionalmente a segmentação lógica
(VLAN’s) no meio de transmissão.

Modulador aqui
(acima), representado
pelo Radio GRP1 ou TRUNK
sem LAG (abaixo).

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 113


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1ad

TPID EM BRIDGE SETTING: 88A8

PORT TYPE: ENABLE:


C-Access: Somente untagged frames ou C-Tagged Selecionado/Não Selecionado: Atribuiu a S-VLAN
frames são encaminhados. especificada à porta em questão.
S-Trunk: Somente untagged frames e S-Tagged C-TAG FRAME ASSIGMENT (C-ACCESS PORT):
frames são encaminhados Indica que frames encaminhados pela porta de acesso,
C-Bridge:Somente C-Tagged frames são serão internamente processados como uma S-VLAN
encaminhados no S-VLAN específica, indicada pela opção marcada.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 114


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1ad – Exemplo C-ACCESS

C-ACCESS

S D S D S-VLAN S D
Payload Payload Payload
A A A A 200 A A

S D C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN S D C-VLAN


Payload Payload Payload
A A qualquer A A 200 qualquer A A qualquer

C-ACCESS C-ACCESS

P3 (GbE-A) PX (GbE-A)

S D S-VLAN C-VLAN
Payload
A A qualquer qualquer

S-VLAN 200

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 115


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1ad – Exemplo C-ACCESS

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 116


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1ad – Exemplo S-TRUNK

S-TRUNK

S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN


Payload Payload Payload
A A 300 qualquer A A 300 qualquer A A 300 qualquer

S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN


Payload Payload Payload
A A 200 qualquer A A 200 qualquer A A 200 qualquer

S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN


Payload Payload Payload
A A 100 qualquer A A 100 qualquer A A 100 qualquer

S-TRUNK S-TRUNK

P3 (GbE-A) PX (GbE-A)

S D S-VLAN C-VLAN
Payload
A A outra qualquer

S D C-VLAN
Payload
A A qualquer

S D
Payload
A A

S-VLAN 100/200/300

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 117


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1ad – Exemplo S-TRUNK

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 118


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1ad – Exemplo S-TRUNK (C-TAG Frame Enable)

S-TRUNK (C-TAG Frame Option enable)

S D S D S-VLAN S D
Payload Payload Payload
A A A A 200 A A

S D C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN S D C-VLAN


Payload Payload Payload
A A qualquer A A 200 qualquer A A qualquer

S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN


Payload Payload Payload
A A 300 qualquer A A 300 qualquer A A 300 qualquer

S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN


Payload Payload Payload
A A 200 qualquer A A 200 qualquer A A 200 qualquer

S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN


Payload Payload Payload
A A 100 qualquer A A 100 qualquer A A 100 qualquer

S-TRUNK S-TRUNK

P3 (GbE-A) PX (GbE-A)

S D S-VLAN C-VLAN
Payload
A A outra qualquer

S-TRUNK – VLAN 100/200/300 + C-TAG Enable – S-VLAN 200


iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 119
3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1ad – Exemplo S-TRUNK (C-TAG Frame Enable)

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 120


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1ad – Exemplo C-Bridge

C-BRIDGE
S D C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN S D C-VLAN
Payload Payload Payload
A A 10,20 A A 100 10, 20 A A 10, 20

S D C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN S D C-VLAN


Payload Payload Payload
A A 25, 30 A A 200 25, 30 A A 25, 30

S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN


Payload Payload Payload
A A 200 25, 30 A A 200 25, 30 A A 200 25, 30

S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN S D S-VLAN C-VLAN


Payload Payload Payload
A A 100 10, 20 A A 100 10, 20 A A 100 10, 20

C-BRIDGE C-BRIDGE

P3 (GbE-A) PX (GbE-A)

S D S-VLAN C-VLAN
Payload
A A OUTRAS qualquer

S D C-VLAN
Payload
A A OUTRAS

S D
Payload
A A

S-VLAN 100 com C-VLAN 10/20


S-VLAN 200 com C-VLAN 25/30
iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 121
3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1ad – Exemplo C-Bridge

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 122


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.3 VLAN Setting

VLAN Setting – Modo IEEE 802.1ad – Exemplo C-Bridge

Edição do C-VAN ID

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 123


3.4.4. QoS/Classification Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting
Menu para configuração dos modos de classificação de tráfego
Ingress Setting
Menu para configuração do policer (CIR/EIR)
Port Setting
Menu para configuração do scheduling

Classification Mode
Permite selecionar entre três modos distintos de classificação de tráfego

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 125


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Equipment Based QoS Mode

Equipment Based QoS Mode


Disponibiliza 4 profiles (0, 1, 2 e 3) que podem ser selecionados a
partir do campo Select Profile No. O Profile “0” é default do
equipamento e não pode ser editado. Os demais profiles
encontram-se em “branco” e podem ser configurados de acordo a
necessidade da rede. O Profile que encontra-se em uso pelo
equipamento é indicado através do campo “Current Cjassify Profile
Information”

Classify Profile Information: Permite visualizar as configurações dos


profiles 0, 1, 2 e 3. Também permite editar os profiles 1, 2 e 3. O profile 0
é default e não pode ser editado.
iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 126
3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Equipment Based QoS Mode

0 a 7: Para VLAN CoS, IPv4 Precedence,


MPLS EXP e Others
0 a 63: Para IPv4/IPv6 DSCP

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 127


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Equipment Based QoS Mode

Classify Field
Nesse modo de classificação, a “regra” utilizada para
realizar a classificação do tráfego, é atribuída
igualmente à todas as portas ethernet do
equipamento, ou seja, o tráfego entrante no
Regras equipamento, em qualquer porta, será sempre
Disponíveis classificado pela mesma regra
CoS (VLAN)

VLAN CoS 111 7


110 6
101 5
Destination Source VLAN Type /
Preâmbulo SFD Data / Payload FCS 100 4
Address Address TAG Lenght
011 3
010 2
VLAN CoS
001 1
TAG Protocol User Priority
CFI VLAN ID 000 0
ID CoS

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 128


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Equipment Based QoS Mode

IPv4 Precedence
IPv4 Header
Version IHL ToS Total Lenght
Identification Flags Offset
TTL Protocol Header Checksun
Source Address
Destination Address
Options Padding

IPv4 ToS Field


8 7 6 5 4 3 2 1
Precedence D T R ECN

IPv4 Precedence

111 7
110 6
101 5
100 4
011 3
010 2
001 1
000 0

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 129


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Equipment Based QoS Mode

IPv4 DSCP

IPv4 Header
Version IHL ToS Total Lenght
Identification Flags Offset
TTL Protocol Header Checksun
Source Address
Destination Address
Options Padding

IPv4 ToS Field


8 7 6 5 4 3 2 1
DSCP ECN

IPv4 DSCP
111111 63 110111 55 101111 47 100111 39 011111 31 010111 23 001111 15 000111 7
111110 62 110110 54 101110 46 100110 38 011110 30 010110 22 001110 14 000110 6
111101 61 110101 53 101101 45 100101 37 011101 29 010101 21 001101 13 000101 5
111100 60 110100 52 101100 44 100100 36 011100 28 010100 20 001100 12 000100 4
111011 59 110011 51 101011 43 100011 35 011011 27 010011 19 001011 11 000011 3
111010 58 110010 50 101010 42 100010 34 011010 26 010010 18 001010 10 000010 2
111001 57 110001 49 101001 41 100001 33 011001 25 010001 17 001001 9 000001 1
111000 56 110000 48 101000 40 100000 32 011000 24 010000 16 001000 8 000000 0

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 130


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Equipment Based QoS Mode

IPv6 DSCP
IPv6 Header
Version ToS Flow Label
Payload Lengh Next Header Hop Limit
Source Address
Destination Address

IPv6 ToS Field


8 7 6 5 4 3 2 1
DSCP ECN

IPv6 DSCP
111111 63 110111 55 101111 47 100111 39 011111 31 010111 23 001111 15 000111 7
111110 62 110110 54 101110 46 100110 38 011110 30 010110 22 001110 14 000110 6
111101 61 110101 53 101101 45 100101 37 011101 29 010101 21 001101 13 000101 5
111100 60 110100 52 101100 44 100100 36 011100 28 010100 20 001100 12 000100 4
111011 59 110011 51 101011 43 100011 35 011011 27 010011 19 001011 11 000011 3
111010 58 110010 50 101010 42 100010 34 011010 26 010010 18 001010 10 000010 2
111001 57 110001 49 101001 41 100001 33 011001 25 010001 17 001001 9 000001 1
111000 56 110000 48 101000 40 100000 32 011000 24 010000 16 001000 8 000000 0

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 131


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Equipment Based QoS Mode

MPLS EXP

Shim Header
Layer 2 Protocol Layer 3 Protocol
MPLS

Label EXP S TTL

MPLS EXP BITS

111 7
110 6
101 5
100 4
011 3
010 2
001 1
000 0

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 132


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Equipment Based QoS Mode

Caso o tráfego não possa ser classificado com base


na regra escolhida (Classify Field), o mesmo será
classificado com base na informação configurada nos
campos abaixo:

Classify Priority: Valor a ser usado para classificação


de tráfego, na condição acima mencionada, quando
IPv4 ou IPv6 DSCP foram configurados em Classify
Field.

Classify Internal Priority: Valor a ser usado para


classificação de tráfego, na condição acima
mencionada, quando VLAN Cos, IPv4 Precedence ou
MPLS EXP foram configurados em Classify Field.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 133


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Port Based QoS Mode

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 134


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Port Based QoS Mode

Nesse modo de classificação, a “regra”


utilizada para realizar a classificação do
tráfego, é atribuída porta a porta, ou seja,
portas diferentes podem ter regras de
classificação diferentes.
Regras
Disponíveis

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 135


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Port Based QoS Mode

Port Classification
“Internal Priority”

CoS = 7
CoS = 6
CoS = 5
Ether CoS = 4
CoS = 3
Todo tráfego entrante na porta é
classificado de acordo com o valor CoS = 2
configurado em Default Port Priority. Entrada / Ingress CoS = 1
CoS = 0

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 136


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Port Based QoS Mode


CoS (C-TAG) Todo tráfego entrante na porta é classificado de acordo com o valor CoS definido
pelos User Priority bits do campo VLAN TAG do Cliente (C-Tag). Caso o tráfego
entrante não seja “Tagged”, este será classificado de acordo com o campo Default
Port Priority.

Tagged Frame
Destination Source VLAN Type /
Preâmbulo SFD Data / Payload FCS
Address Address C-TAG Lenght

Classification
TAG Protocol User Priority
CFI VLAN ID “Internal Priority”
ID CoS = 6

CoS = 7
CoS = 6
CoS = 5
Ether CoS = 4
CoS = 3
CoS = 2
Entrada / Ingress CoS = 1
CoS = 0

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 137


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Port Based QoS Mode


CoS (C-TAG)

Tagged Frame (Q in Q)
Destination Source VLAN VLAN Type /
Preâmbulo SFD Data / Payload FCS
Address Address S-TAG C-TAG Lenght

Classification
TAG Protocol User Priority
CFI VLAN ID “Internal Priority”
ID CoS = 6

CoS = 7
CoS = 6
CoS = 5
Ether CoS = 4
CoS = 3
CoS = 2
Entrada / Ingress CoS = 1
CoS = 0

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 138


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Port Based QoS Mode


CoS (C-TAG)

Untagged Frame
Destination Source Type /
Preâmbulo SFD Data / Payload FCS
Address Address Lenght

Classification
“Internal Priority”

CoS = 7
CoS = 6
CoS = 5
Ether CoS = 4
CoS = 3
CoS = 2
Entrada / Ingress CoS = 1
CoS = 0

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 139


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Port Based QoS Mode


CoS (S-TAG) Todo tráfego entrante na porta é classificado de acordo com o valor CoS definido
pelos User Priority bits do campo VLAN TAG do Service Provider (S-Tag). Caso o
tráfego entrante não seja “Tagged” ou “Tagged” pelo cliente (C-Tag), este será
classificado de acordo com o campo Default Port Priority.

Tagged Frame (Q in Q)
Destination Source VLAN VLAN Type /
Preâmbulo SFD Data / Payload FCS
Address Address S-TAG C-TAG Lenght

Classification
TAG Protocol User Priority
CFI VLAN ID “Internal Priority”
ID CoS = 6

CoS = 7
CoS = 6
CoS = 5
Ether CoS = 4
CoS = 3
CoS = 2
Entrada / Ingress CoS = 1
CoS = 0

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 140


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Port Based QoS Mode


CoS (S-TAG)

Tagged Frame
Destination Source VLAN Type /
Preâmbulo SFD Data / Payload FCS
Address Address C-TAG Lenght

TAG Protocol User Priority


CFI VLAN ID
ID CoS = 6
Classification
“Internal Priority”

CoS = 7
CoS = 6
CoS = 5
Ether CoS = 4
CoS = 3
CoS = 2
Entrada / Ingress CoS = 1
CoS = 0

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 141


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Port Based QoS Mode


CoS (S-TAG)

Untagged Frame
Destination Source Type /
Preâmbulo SFD Data / Payload FCS
Address Address Lenght

Classification
“Internal Priority”

CoS = 7
CoS = 6
CoS = 5
Ether CoS = 4
CoS = 3
CoS = 2
Entrada / Ingress CoS = 1
CoS = 0

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 142


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Port Based QoS Mode


Todo tráfego entrante na porta é classificado de acordo com o valor do campo DSCP dos pacotes IP conforme
mapeamento configurado na janela DSCP Classification Mapping. Caso não seja possível usar o DSCP configurado
no header IP, o tráfego entrante será classificado de acordo com o valor configurado em Default Port Priority.

Mapeamento utilizado quando o tráfego é


classificado em função do campo DSCP

Resumo
Mapeamento Default
Classificação utilizada (Default Port Priority)
quando não há possibilidade de leitura do DSCP Internal Priority
DSCP 0a7 0
8 a 15 1
16 a 23 2
24 a 31 3
32 a 39 4
40 a 47 5
48 a 55 6
56 a 63 7

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 143


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – Port Based QoS Mode


IPv4 Header
IPv4/v6 DSCP
Version IHL ToS Total Lenght
Identification Flags Offset IPv6 Header DSCP Internal Priority
TTL Protocol Header Checksun Version ToS Flow Label 0a7 0
Source Address Payload Lengh Next Header Hop Limit 8 a 15 1
Destination Address Source Address 16 a 23 2
Options Padding Destination Address 24 a 31 3
32 a 39 4
IPv4 ToS Field IPv46ToS Field
40 a 47 5
8 7 6 5 4 3 2 1 8 7 6 5 4 3 2 1
48 a 55 6
DSCP = 111011 (59) ECN DSCP = 111011 (59) ECN 56 a 63 7

DSCP usado como referência para a Classification


classificação do tráfego interno. “Internal Priority”

CoS = 7
CoS = 6
CoS = 5
Ether CoS = 4
CoS = 3
CoS = 2
Entrada / Ingress CoS = 1
CoS = 0
Classificação utilizada quando não há
possibilidade de leitura do DSCP

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 144


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – VLAN ID Based QoS Mode

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 145


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – VLAN ID Based QoS Mode


Nesse modo de classificação, a “regra” utilizada para realizar a classificação do tráfego é o ID das VLAN’s , ou
seja, pode-se classificar internamente o tráfego de uma VLAN específica com a prioridade interna desejada
(fila). O ID a ser considerado é:
 C-TAG para Tagged Frames
 S-TAG para Q in Q Frames

Todo tráfego de uma


determinada (ID) VLAN é
classificado internamente com a Classification
prioridade desejada “Internal Priority”

CoS = 7
CoS = 6
CoS = 5
Ether CoS = 4
CoS = 3
CoS = 2
Entrada / Ingress CoS = 1
CoS = 0

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 146


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Classify Setting – VLAN ID Based QoS Mode


Nesse modo de classificação, quando os frames a serem classificados forem Untagged, a classificação em “Internal
Priority” é dado pelo campo Default Priority.

Classification
“Internal Priority”

CoS = 7
CoS = 6
CoS = 5
Ether CoS = 4
CoS = 3
CoS = 2
Entrada / Ingress CoS = 1
CoS = 0

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 147


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Ingress Setting

Apagar
Adicionar um Profiles para serem
um Policer aplicados no Policer
Policer

Editar Profiles

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 148


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Ingress Setting – Ingress Policer Profile

“Class of Service”

Diferentes “Policer Profiles” podem ser criados para


CoS = 7
serem posteriormente aplicados nas portas e classes de CoS = 6
serviços.
Os parâmetros CIR/CBS e EIR/EBS são configurados
CoS = 5
conforme necessidade de controle de tráfego para uma Ether CoS = 4
porta e/ou classe de serviço.
CoS = 3
CoS = 2
Entrada / Ingress/ CoS = 1
Port
CoS = 0

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 149


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Ingress Setting – Add Policer Index

CoS indica em qual classe de “Classe de Serviço”


serviço, o policer é aplicado.
CoS = 7
CoS = 6
CoS = 5
Ether CoS = 4
CoS = 3
CoS = 2
Entrada / Ingress
CoS = 1
MC-M/PORT01 1
CoS = 0
Policer é sempre relacionado a 1
uma porta e ao tráfego entrante
(ingress) na mesma.
Caso seja especificado uma
VLAN, a política aplicada será
restrita a essa VLAN na classe de
serviço indicada no campo CoS.
Ver Nota 1

NOTA 1: Caso não seja assinalada nenhuma


VLAN, a política configurada é aplicada para todo Profile aplicado a Classe de
tráfego existente na classe de serviço indicada Serviço (não é aplicado na fila) e
pelo campo CoS. a VLAN quando especificada.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 150


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Port Setting
NOTA: Opcionalmente, via Upgrade
Key, pode-se trabalhar com 8 filas
para Scheduling. Por default e sem
upgrade key, os equipamentos
iPasolink disponibilizam 4 filas para
Scheduling.

8 Classes QoS

4 Classes QoS

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 151


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Port Setting

Scheduling Mode permite configurar de que forma


os pacotes serão “sequencializados” na saída
(egres) de uma porta ethernet.

CLASS MODE: 4 CLASSES QoS

CoS = 7 Classe 3
CoS = 6 Shaper
CoS = 5 Classe 2
CoS = 4 Shaper
CoS = 3 Classe 1
CoS = 2 Shaper
CoS = 1 Classe 0
CoS = 0 Shaper

Interna Priority Queueing representa o fluxo de


pacotes nas diversas filas internas antes da
chegada do Scheduler (4xSP, SP+3xDWRR ou
4xDWRR).

Observação: Através de licença, há opção para Class Mode com 8 Classes de QoS

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 152


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Port Setting

Drop Mode permite selecionar qual método de


descarte de pacotes (WTD ou WRED) será
utilizado quando a capacidade do buffer das filas
internas atingir um determinado limiar (Threshold).

Acima pode-se definir o threshold para atuação do


método de descarte escolhido (WTD ou WRED).
Adicionalmente, pode se definir um shaper e realizar a
configuração do ponderador através dos parâmetros
DWRR Weight e Queue Lenght.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 153


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.4 QoS / Classification Setting

Port Setting EXEMPLO: 4 x DWRR

Costuma-se adotar “Queue Lenght” com mesmo Queue


valor para todas a classes e diferenciar a Lenght
ponderação pelo “DWRR Weight”..
DWRR Weight
Classe 3

DWRR Weight Saída


Classe 2 Processador
4xDWRR
DWRR Weight
Classe 1

DWRR Weight
Classe 0

Limiar (Threshold) para descarte de pacotes em


função do tipo de protocolo de congestionamento
de fila WTD ou WRED..

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 154


3.4.5. Port Isolate Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.4. Ethernet Function Setting 3.4.5 Port Isolate Setting

Essa funcionalidade permite Port Isotate: Habilita (Enable)


isolar o tráfego ethernet entre ou desbilita (Disable) a função
as portas onde a mesma for “Port Isolate”.
ativada

Port Isolate Enable


Exemplo: E-Tree Service

Port Isolate Enable

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 156


3.4.6. ETH OAM Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.4. Ethernet Function Setting 3.4.6 ETH OAM Setting

MEG Levels

Customer Service
Operator
Level (5-7) Provider
Level (0-2)
Level (3-5)
MEG 1 / LEVEL 7

MEP 1 MEP 2
MIP MIP

Maintenance MEG 3 / MEG 4 /


MEG 2 / LEVEL 5 Entity Group LEVEL 2 LEVEL 1
(MEG)
MEP 11 MEP 12 MEP 13 MEP 14 MEP 22 MEP 21

Maintenance Entity Maintenance Intermediate


Modulador Ethernet Port
Points (MEP) Points (MIP)

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 158


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.6 ETH OAM Setting

OAM MEG

Apaga um MEG
Adiciona um MEG
Para apagar um MEG,
basta inserir o índice
que o representa.

MEG Index: Índice do MEG. Para cada MEG criado, é


atribuído automaticamente um índice.
Maintenance Domain Name: Nome do domínio do
MEG. Ver Nota 1.
Short MA Name: Nome “curto” usado como
NOTA 1: Não se pode adicionar dois MEG’s em um identificador de mensagens para CCM.
mesmo equipamento com o mesmo nome de domínio. É CCM: Continuity Check Messages. Habilita (enable) ou
possível um equipamento pertencer a MEG’s diferentes desabilita (disable) o enviou contínuo de mensagens
desde que em domínios diferentes, ou seja, nome do para estabelecer um “check” de continuidade.
domínio diferente. ETH-CC Period: Configure o intervalo de tempo para
envio entre mensagens CCM.
NOTA 2: O MEG criado deverá ser atribuído a todos os
elementos de rede que irão caracterizar os MEP’s e MIP’s CCM Priority: Defina a Classe de Serviço (CoS) para as
do grupo. mensagens CCM com propósito de QoS.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 159


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.6 ETH OAM Setting

OAM MEP

Apaga um MEP
Adiciona um MEP

Para apagar um MEP,


basta inserir o índice
que o representa

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 160


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.6 ETH OAM Setting

OAM MEP
NOTA 1: Dentro de um mesmo MEG só
pode haver um par de MEP’s diretamente
opostos. Pode haver também, além do par
de MEP’s, os MIP’s. Não há limite de
MIP’s.

MEP Index: Índice do MEP. Para cada MEP criado, é atribuído automaticamente um índice.
MEP ID: Identificador do local do MEP atribuído a uma porta ETH ou Modulador que representará o MEP.
Item: Selecione entre Modem ou placa onde estará caracterizado o MEP.
Port: Complemento do campo item. Identifica a porta que será representada pelo MEP.
Enable/VLAN ID: Informe a qual VLAN pertence o MEP.
Enable/MEG Index: Defina a qual MEG o MEP pertence. Ver NOTA 1.
Add Peer MEP: Informe qual o MEP oposto, através do MEP ID do mesmo.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 161


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.6 ETH OAM Setting

OAM MEP
MEG 1 / LEVEL 7

MEP 1 MEP 2
NOTA 4
MIP MIP
NOTA 2
Permitido
Não
Permitido

NOTA 1 Permitido
Maintenance
MEG 2 / LEVEL 5 Entity Group
(MEG) MEP 13 MEP 14 MEP 22 MEP 21
MEP 11 MEP 12

MEG 3 / LEVEL 2
NOTA 1: O mesmo elemento NOTA 3: Dentro de um mesmo
Não
encontra-se em dois MEP’s porém em MEG só pode haver um par de
Permitido
MEG’s diferentes. Permitido. MEP’s. Nesse caso há 4 MEP’s.

NOTA 2: Dentro de um mesmo MEG NOTA 4: Permitido. Um par de NOTA 3


só pode haver um par de MEP’s MEP’s diretamente opostos e
diretamente opostos. mais alguns MIP’s, dentro do
mesmo MEG.
iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 162
3.4. Ethernet Function Setting 3.4.6 ETH OAM Setting

OAM MIP

Apaga um MIP
Adiciona um MIP
Para apagar um MIP,
basta inserir o índice
que o representa.

MIP Index: Índice do MIP. Para cada MIP criado, é atribuído


automaticamente um índice.
MEG Level: Indica qual nível de MEG este MIP estará associado.
Item: Selecione a placa onde estará caracterizado o MIP.
Moduladores não podem ser selecionados.
Port: Complemento do campo item. Identifica a porta que será
representada pelo MIP.
Enable/VLAN ID: Informe a qual VLAN pertence o MIP.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 163


3.4.7. Link Aggregation Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
3.4. Ethernet Function Setting 3.4.7 Link Agregation Setting

Modifica um LAG
existente

Apaga um LAG
existente

Adiciona um LAG

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 165


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.7 Link Agregation Setting

Add LAG

Mode: Modo de Operação do LAG


Modo Dinâmico: LACP-Active e LACP-Passive
• Complemento: TX Interval (Short ou Long)
Modo Estático: Static
• Complemento: Revertible ou Non Revertible

Distribuition Rule: Modo de distribuição de


pacotes do LAG. Pode ser em L2, L3 ou MPLS.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 166


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.7 Link Agregation Setting

Add LAG

LAG
Exemplo: ETHGRP1

LAG
Nessa coluna, seleciona-se quais portas
do equipamento faram parte do LAG a
ser criado. Escolha as portas,
informando o LAG em questão.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 167


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.7 Link Agregation Setting

Add LAG

LAG
As portas marcadas com o mesmo LAG definem o Link
Aggregation. Exemplo: ETH GRP1. Not used indica que a
porta não faz parte de nenhum Link Aggregation.

Port Role
Permite a configuração M+N=8, onde se
define as portas Working (Active) e
Protection (StandBy)

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 168


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.7 Link Agregation Setting

Delete LAG

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 169


3.4. Ethernet Function Setting 3.4.7 Link Agregation Setting

Observação

NOTA
Quando um LAG é criado entre portas quaisquer, tais portas não aparecem
mais discriminadas no Port List do Menu VLAN Setting. No lugar das portas,
veremos a informação do grupo LAG. Assim todas as configurações de VLAN
devem ser realizadas no LAG.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 170


4. Maintenance

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
4.1. Loopback Control

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
4.1.1. Modem Loopback Control

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
4.1 Loopack Control 4.1.1 Modem Loopback Control

IF Loopback: On ativa o loop e off


desativa o loop.
Release Time: O loop é desativado
IF LB
automaticamente após o tempo aqui
especificado.

Somente o iPasolink 400 e


1000 poderão oferecer
recursos para loopback no Não disponível ainda
Somente iPasolink modulador em nível de
400 e 1000 tráfego ethernet (L2).

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 174


4.1.2. TDM Loopback Control

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
4.1. Loopback Control 4.1.2. TDM Loopback Control

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 176


4.1. Loopback Control 4.1.2. TDM Loopback Control

TDM Loopback Control (E1 Loopback 1)

Nota: Cada coluna está relacionada com a


localização da interface E1 (Placa 16E1 ou
Mainboard)

E1 Loopback1: On ativa o loop e off


desativa o loop.

TDM Loopback Control (E1 Loopback 1)  LB1

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 177


4.1. Loopback Control 4.1.2. TDM Loopback Control

TDM Loopback Control (E1 Loopback 2)

Nota: Cada coluna está relacionada com a


localização da interface E1 (Placa 16E1 ou
Mainboard)

E1 Loopback2: On ativa o loop e off


desativa o loop.

TDM Loopback Control (E1 Loopback 1)  LB1

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 178


4.1. Loopback Control 4.1.2. TDM Loopback Control

TDM Loopback Control (STM-1 Loopback 1)

Nota 1: Cada coluna está relacionada com a


localização da interface STM-1 (Placa STM1-
A ou APS entre portas STM-1 na mesma
placa ou em placas diferentes).

STM-1 Loopback1: On ativa o loop e off desativa o


loop.

Nota 2: No caso do iPasolink 200, apenas


uma porta STM-1 é visualizada, pois sua TDM Loopback Control (STM-1 Loopback 1)  LB1
unidade STM-1 possui apenas uma porta e
apenas uma unidade pode ser montada.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 179


4.1. Loopback Control 4.1.2. TDM Loopback Control

TDM Loopback Control (STM-1 Loopback 2)

Nota 1: Cada coluna está relacionada com a


localização da interface STM-1 (Placa STM1-
A ou APS entre portas STM-1 na mesma
placa ou em placas diferentes)

STM-1 Loopback2: On ativa o loop e off desativa o


loop.

Nota 2: No caso do iPasolink 200, apenas


uma porta STM-1 é visualizada, pois sua TDM Loopback Control (STM-1 Loopback 2)  LB2
unidade STM-1 possui apenas uma porta e
apenas uma unidade pode ser montada.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 180


4.2. Protection Control

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
4.2.1. Modem TX/RX Switch Control

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
4.2. Protection Control 4.2.1. Modem TX/RX Switch Control

O status do Observação: O rádio deve ser colocado em


chaveamento é manutenção antes de executar a
indicado abaixo
dos controles.
comutação.

TX / RX SW MANUAL CONTROL
Menu ativo somente quando um par de modems é configurado para
trabalhar em redundância 1+1 Hot Standby. O modo de operação
normal é “Clear”. Manual-No.1 ou Manual No. 2 permitem realizar a
comutação manual de 1 para 2 ou de 2 para 1. Interrompe
momentaneamente o tráfego.

LOCK-IN CONTROL
A função Lock-in Control está disponível para qualquer configuração
redundante 1+1, onde o modo de operação normal é o modo “OFF”.
Pode ser forçar a operação do modem no sistema 1 ou no sistema 2,
usando-se o comando No.1 Lock-in ou no sistema 2, usando-se No.2
Lock-in.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 183


4.2.2. SNCP Switch Control

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
4.2. Protection Control 4.2.2. SNCP Switch Control
Observação: O rádio deve ser colocado em
manutenção antes de executar a
comutação.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 185


4.2. Protection Control 4.2.2. SNCP Switch Control

SNCP MANUAL SWITCH CONTROL


Permite realizar a comutação manualmente do path SNCP.

Clear: Remove a comutação realizada.

Forced SW to Protection: Realiza a comutação forçada para unidade Protection com a mesma em condição de alarme.

Forced SW to Work : Realiza a comutação forçada para unidade Work com a mesma em condição de alarme.

Manual SW to Protection: Realiza a comutação manual para unidade Protection com a mesma sem alarme.

Manual SW to Work : Realiza a comutação manual para unidade Work com a mesma em sem alarme.

Nota 1: Uma vez realizada a comutação, o


status da mesma é exibido e a cor laranja é
usada para destacar o mesmo.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 186


4.2.3. APS Switch Group Control

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
4.2. Protection Control 4.2.3. APS Switch Group Control
Observação: O rádio deve ser colocado em
manutenção antes de executar a
comutação.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 188


4.2. Protection Control 4.2.3. APS Switch Group Control

APS MANUAL SWITCH CONTROL


Permite realizar a comutação manualmente do path SNCP.

Clear: Remove a comutação realizada.

Forced SW to Protection: Realiza a comutação forçada para a porta de Protection com a mesma em condição de
alarme.

Forced SW to Work : Realiza a comutação forçada para a porta Work com a mesma em condição de alarme.

Manual SW to Protection: Realiza a comutação manual para a porta de Protection com a mesma sem alarme.

Manual SW to Work : Realiza a comutação manual para a porta Work com a mesma em sem alarme.

Nota 1: Uma vez realizada a comutação, o status da mesma é exibido e a cor laranja é usada para
destacar o mesmo.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 189


4.2.4. Timing Source Switch Control

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
4.2. Protection Control 4.2.4. Timing Source Switch Control
Observação: O rádio deve ser colocado em
manutenção antes de executar a
comutação.

* É usado para indicar qual é a referência atual de sincronismo usada pelo equipamento

LOCK Out
Permite inibir ou não a utilização da referência de
sincronismo. Quando em ON a mesma não pode ser
usada, quando em OFF pode ser usada.

TIMING SOURCE SW CONTROL


Permite realizar a comutação de uma referência de sincronismo para outra. Deve-se escolher qual a referência de
destino da comutação.
Normal: Sem comutação.
Manual SW: Realiza a comutação para a opção escolhida. Respeita condição de alarme.
Forced SW: Realiza a comutação para a opção escolhida. Não respeita condição de alarme.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 191


4.3. Modem Maintenance Control

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
4.3. Modem Maintenance Control 4.3.1. ATPC Manual Control

ATPC Manual Control


Observação: O rádio deve ser colocado em manutenção antes Quando em ON, permite desabilitar
de executar a função.. temporariamente o ATPC. Quando em OFF, o
ATPC encontra-se ativado.
ATPC Manual Power
Indica o valor da potência de transmissão
quando o ATPC for desabilitado através da
opção ON em ATPC Manual Control.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 193


4.3. Modem Maintenance Control 4.3.2. TX Mute Control
Observação: O rádio deve ser colocado em
manutenção antes de executar a função..

TX Mute Control
Quando em ON, permite desabilitar
temporariamente a transmissão da ODU.
Quando em OFF, a transmissão encontra-se
ativada.
Release Time
Indica o intervalo de tempo em que
transmissão estará desativada através da
função TX Mute Control.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 194


4.3. Modem Maintenance Control 4.3.3. CW Control
Observação: O rádio deve ser colocado em
manutenção antes de executar a função..

CW Control
Quando em ON, permite desabilitar
temporariamente a modulação, transmitindo
apenas a portadora. Quando em OFF, a
transmissão encontra-se em condição normal.
Release Time
Indica o intervalo de tempo em que
transmissão estará enviando apenas a
portadora através da função CW Control.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 195


4.3. Modem Maintenance Control 4.3.4. TX Modulation Manual Control
Observação: O rádio deve ser colocado em
manutenção antes de executar a função.

TX Modulation Manual Control


Quando em Auto, o AMR opera em seleção
automática da modulação. Pode-se forçar o
modulador a trabalhar em qualquer uma das
modulações disponíveis através da seleção
mesma.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 196


4.4. H/W / F/W Reset Control

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
4.4. H/W / F/W Reset Control 4.4.1. H/W Reset Control

Nota: iPasolink 200/400 não permite H/W Reset


da Main Card.
Program ROM Switch:
Alterna para a janela de
comutação de Firmware.
Essa função permite
retornar o firmware do
equipamento para versão
“uncurrent”.

H/W Reset Control


Selecionar a unidade desejada na coluna item e
clicar em OK na janela referente a essa unidade.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 198


4.4. H/W / F/W Reset Control 4.4.1. H/W Reset Control

H/W Reset F/W Reset:


Alterna para a janela de
H/W Reset ou F/W Reset.

Program ROM Switching


Selecionar a unidade desejada na coluna item e
clicar em OK na janela referente a essa unidade,
para retornar o F/W a versão anterior.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 199


4.4. H/W / F/W Reset Control 4.4.2. F/W Reset Control

Program ROM Switch:


Alterna para a janela de
comutação de Firmware.
Essa função permite
retornar o firmware do
equipamento para versão
“uncurrent”.
F/W Reset Control
Selecionar a unidade desejada na coluna item e
clicar em OK na janela referente a essa unidade.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 200


4.5. Maintenance Test

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
4.5. Maintenance Test 4.5.1. ETH OM LB/LT/DM/LM

Nota: Selecione um item na coluna


Nº para criar ou editar um teste
existente.

LB: Loopback;

LT: Link Trace;

DM: Delay Measurement;

LM: Loss Measurment.

ETH OAM LB/LT/DM/LM: Selecionar o teste a ser realizado em Type, o MEP


e o MAC de destino. Ao clicar em OK o teste será realizado.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 202


4.5. Maintenance Test 4.5.1. ETH OM LB/LT/DM/LM

LB - Resultado

LT - Resultado

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 203


4.5. Maintenance Test 4.5.1. ETH OM LB/LT/DM/LM

DM - Resultado

LM - Resultado

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 204


5. Metering

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
5. Metering 5.1. Current Metering

Nota: A opção High Speed pode ser selecionada para que


a janela em questão possa ser atualizada a cada 3
segundos. Não feche a janela para monitorar.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 206


6. Equipment Utility

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
6. Equipment Utility 6.1. Export (NE->Storage) Utility
Ao Clicar em Execute, o item selecionado
será exportado para seu PC/Notebook ou
USB Storage.
Todas as configurações existentes no
equipamento (Config Data) são divididas em
três grupos:
• Equipment Config Data
Observação: O rádio deve ser • Network Config Data
colocado em manutenção • User Config Data
antes de exportar algum item.
Inventory Data permite exportar todas as
informações relativas ao inventário do
Equipment Config Data
equipamento, que também podem ser
visualizadas através do menu Inventory.

Network Config Data

User Config Data

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 208


6. Equipment Utility 6.2. Update (Storage->NE) Utility
Ao Clicar em Execute, o item selecionado
será atualizado no iPasolink através dos
respectivos arquivos no PC/Notebook ou
USB Storage.

Observação: O rádio deve ser FPGA Data


colocado em manutenção
antes de exportar algum item.

Program File

Atualiza Firmware de Main Board/IDU e ODU Atualiza FPGA das unidades que compõem o
chassis.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 209


6. Equipment Utility 6.2. Update (Storage->NE) Utility

Selecionar o arquivo a ser usado para o


updade de Config Data.
Config Data

Config Data Files para Update: Partial Equipment Config


iPASOLINK-equip.cfg
iPASOLINK-network.cfg
iPASOLINK-user.cfg

Nota: Para a opção “Partial Equipamento


Config”, deve selecionar o arquivo
iPASOLINK-equip.cfg

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 210


6. Equipment Utility 6.2. Update (Storage->NE) Utility

Selecionar o arquivo a ser usado para o


updade de Modem Parameter

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 211


6. Equipment Utility 6.3. Program ROM Switching
Observação: O rádio deve ser
colocado em manutenção
antes de exportar algum item.

Program ROM Switching


Selecionar a unidade desejada na coluna item e
clicar em OK na janela referente a essa unidade,
para retornar o F/W a versão anterior.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 212


6. Equipment Utility 6.4. USB Memory Utility

Observação: O rádio deve ser


colocado em manutenção
antes de exportar algum item.

USB Memory Utility


Permite ver o conteúdo de um USB Storage inserido no slot USB. Permite ver arquivos dentro de pastas nomeadas
como “Config”, “IDU”, “FPGA” e “Inventory”.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 213


6. Equipment Utility 6.5. Log Clear Function

Observação: O rádio deve ser


colocado em manutenção
antes de exportar algum item.

Log Type Select:

All Log: Todos os registros de log são pagados;

Alarm Log: Somente os registros de log de alarmes são apagados;

Status Log: Somente os registros de log de status são apagados;

Command Log: Somente os registros de log de comandos (operações) são apagados.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 214


6. Equipment Utility 6.6. Shipment

Observação: O rádio deve ser


colocado em manutenção
antes de exportar algum item.

Nota: Essa função somente


pode ser realizada
localmente. Não é permitida
via acesso remoto.

Provisiong Clear
Retornar todas as configurações realizadas através do menu
Provisioning para o padrão de fábrica. Não altera as configurações de
rede e de usuários.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 215


6. Equipment Utility 6.7. Date / Time Setting

Date / Time Setting:


Date: Permite editar a data no formato MM/DD/AAAA;
Time: Permite editar o horário no formato HH:MM:SS;
Time Zone: Ajuste do fuso horário.

Display PC Time: Permite ajustar Data/Time e Time Zone a


partir do PC que acessa o rádio via LCT.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 216


7. Security Management

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
7. Security Management 7.1. Service Status Setting

SNMP Community: Para que o rádio iPasolink possa ser gerenciado


pela plataforma de gerência, uma comunidade SNMP deve ser
obrigatoriamente criada.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 218


7. Security Management 7.1. Service Status Setting

Os privilégios administrativos
são mostrados nas tabelas a
seguir.

Community Name: Deve ser “public” em letras minúsculas. Obrigatório.

Access Level: Define o nível de privilégios administrativos para ativos para o gerenciamento remoto via NMS.

Access Control: Controle de acesso. Quando habilitado (enable), permite especificar a origem do acesso remoto via
NMS através dos campos Source IP Address e Subnet Mask. Quando desabilitado (disable), não há restrição de acesso
por IP.

Source IP Address/Subnet Mask: Host ou Rede liberado para acessar o iPasolink remotamente via NMS.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 219


7. Security Management 7.1. Service Status Setting
Category Admin Config User REMOTE
Up/Down Up/Down Upload
File Operation
Load Load only
SNMP Operation Get/Set Get/Set Get
EASY SETUP WIZARD
EASY SETUP R/W R R 
MODEM SETUP R/W R R 
AMR SETUP R/W R R 
MANAGEMENT SETUP R/W R R 
TDM SETUP R/W R R 
ETH SETUP R/W R R 
PWE SETUP R/W R R 
EQUIPMENT SETUP
EQUIPMENT CONFIGURATION R/W R R 
MODEM MIGRATION R/W R R 
RADIO CONFIGURATION R/W R/W R 
AMR / RADIO MAPPING CONFIGURATION R/W R/W R 
GENERAL SETTING R/W R R 
GENERAL SETTING (DETAIL) R/W R R 
NETWORK MANAGEMENT ROUTING SETTING R/W R R 
CONFIGURATION IP ACCESS CONTROL SETTING R/W R R 
DHCP SERVER / RELAY SETTING R/W R R 
EQUIPMENT CASCADE SETTING R/W R R 
PROVISIONING
MODEM PORT SETTING R/W R/W R 
RADIO SWITCH SETTING R/W R/W R 
MODEM FUNCTION TX POWER SETTING R/W R/W R 
SETTING ALARM MODE SETTING R/W R/W R 
XPIC SETTING R/W R/W R 
AMR SETTING R/W R/W R 
BRIDGE SETTING R/W R/W R 
ETH PORT SETTING R/W R/W R 
VLAN SETTING R/W R/W R 
FDB SETTING R/W R/W R 
ETH OAM SETTING R/W R/W R 
ETH FUNCTION SETTING RSTP / MSTP SETTING R/W R/W R 
ERP SETTING R/W R/W R 
LINK AGGREGATION SETTING R/W R/W R 
QoS /CLASSIFICATION SETTING R/W R/W R 
FILTER SETTING R/W R/W R 
L2CP TRANSPARENT/MIRRORING SETTING R/W R/W R 

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 220


7. Security Management 7.1. Service Status Setting
CATEGORY Admin Config User REMOTE
PROVISIONING
PORT ISOLATE SETTING R/W R/W R 
ETHER FUNCTION SETTING LLF SETTING R/W R/W R 
BROADCAST STORM SETTING R/W R/W R 
CROSS CONNECT SETTING R/W R/W R 
E1/ STM1/CROSS CONNECT
E1 PORT SETTING R/W R/W R 
SETTING
STM-1 PORT SETTING R/W R/W R 
PWE SETTING PWE SETTING R/W R/W R 
EQUIPMENT CLOCK SETTING R/W R/W R 
EQUIPMENT CLOCK / EXT CLOCK SETTING R/W R/W R 
SYNCHRONIZATION SETTING PTP MODE SETTING R/W R/W R 
PTP DOMAIN SETTING R/W R/W R 
RELAY ALARM MAPPING RELAY CONTROL SETTING R/W R/W R 
SETTING CLUSTER ALARM SETTING R/W R/W R 
V.11/SC SETTING R/W R/W R 
V.11/ OW SETTING V.11/DIRECTIONAL SETTING R/W R/W R 
OW SETTING R/W R/W R 
CORRELATION SETTING R/W R/W R 
ALARM SEVERITY SETTING R/W R/W R 
ALARM /AIS SETTING
AIS SETTING R/W R/W R 
BER THRESH HOLD SETTING R/W R/W R 
PMON THRESHOLD R/W R/W R 
PMON / RMON THRESHOLD PMON OTHER R/W R/W R 
SETTING RMON THRESHOLD R/W R/W R 
RMON OTHER R/W R/W R 
AUX INPUT SETTING R/W R/W R 
AUX SETTING
AUX OUTPUT SETTING R/W R/W R 
MAINTENANCE
MODEM LOOPBACK CONTROL R/W R/W R 
TDM LOOPBACK CONTROL (E1 LB1) R/W R/W R 
TDM LOOPBACK CONTROL (E1 LB2) R/W R/W R 
LOOPBACK CONTROL
TDM LOOPBACK CONTROL (STM-1 LB1) R/W R/W R 
TDM LOOPBACK CONTROL (STM-1 LB2) R/W R/W R 
LINK OAM LOOPBACK CONTROL R/W R/W R 

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 221


7. Security Management 7.1. Service Status Setting
CATEGORY Admin Config User REMOTE
MAINTENANCE
MODEM TX/TX SW CONTROL R/W R/W R 
RSTP SW CONTROL R/W R/W R 
LAG REVERT CONTROL R/W R/W R 
PROTECTION CONTROL ERP CONTROL R/W R/W R 
APS SWITCH GROUP CONTROL R/W R/W R 
SNCP SW CONTROL R/W R/W R 
TIMING SOURCE SW CONTROL R/W R/W R 
MODEM MAINTENANCE CONTROL R/W R/W R 
LASER SHUTDOWN CONTROL R/W R/W R 
OW BUZZER CONTROL R/W
LASER SHUTDOWN CONTROL R/W R/W R 
H/W RESET CONTROL R/W - - 
H/W_F/W RESET CONTROL
F/W RESET CONTROL R/W - - 
MAIN CARD CONTROL SWITCH OVER / STATUS CONTROL R/W - - 
PMON / RMON/ FDB CLEAR R/W R - 
PTP DOMAIN CONTROL R/W R - 
OFFLINE MAINTENANCE R/W R - -
MAINTENANCE TEST ETH OAM LB/LT/LM/DM CONTROL R/W R R 
CURRENT HISTORY PMON/RMON REPORT
MODEM PMON REPORT R R R 
E1 PMON REPORT R R R 
STM-1 PMON REPORT R R R 
ETH RMON REPORT R R R 
VLAN COUNTER REPORT R R R 
METERING
CURRENT METERING R/W R/W R 
USER ACCOUNT / SECURITY SETTING
LOGIN USER R - - 
USER AUTHENTICATION CONFIGURATION R/W - - 
USER ACCOUNT MANAGEMENT R/W - - 
USER GROUP PROFILE CONFIGURATION R/W - - 
SECURITY STATUS SETTING R/W - - 
SECURITY MANAGEMENT
RADIUS SETTING R/W - - 

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 222


7. Security Management 7.1. Service Status Setting
CATEGORY Admin Config User REMOTE
INVENTORY
EQUIPMENT INVENTORY INFORMATION R R R R
S/W LICENSE INFORMATION R R R R
S/W LICENSE SETUP
IMPORT LICENSE KEY R/W - - 
SFP PORT LICENSE SETTING R/W R R 
RADIO CAPACITY SETTING R/W R R 
EQUIPMENT UTILITY
EXPORT (NE -> STORAGE) UTILITY R/W R/W 
UPDATE (STORAGE -> NE ) UTILITY R/W - - 
PROGRAM ROM SWITCHING R/W - - 
USB MEMORY UTILITY R/W - - 
LOG CLEAR FUNCTION R/W - -
SHIPMENT R/W - - -
DATE/TIME SETTING R/W R R 

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 223


8. User Account / Security Setting

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
8. User Account / Security Setting 8.1. User Account Management

Default Users

Add User Modify User Delete User

O nome de usuário a ser apagado deve


ser informado

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 225


8. User Account / Security Setting 8.1. User Account Management

User Name: Nome de usuário para login


Privilégios administrativos

AuthPriv: Habilita o uso de protocolo de autenticação (MD5 ou


SHA) e de criptografia (DES ou AES)

AuthNoPriv: Habilita o uso apenas de protocolo de autenticação


(MD5 ou SHA)

NoAuthNoPriv: Não habilita o uso de protocolo de autenticação,


tão pouco de criptografia.
Configura a senha para login.

Configura a chave para autenticação.

Configura a chave para criptografia.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 226


9. Inventory

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
9. Inventory 9.1. Equipment Inventory Information

Permite exportar o inventário de IDU

Permite exportar o inventário de ODU

IDU Inventory

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 228


9. Inventory 9.1. Equipment Inventory Information
IDU Inventory

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 229


9. Inventory 9.1. Equipment Inventory Information
IDU Inventory

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 230


9. Inventory 9.1. Equipment Inventory Information

ODU Inventory

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 231


9. Inventory 9.2. Equipment Inventory Information

Permite exportar o S/W Licence


Information

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 232


10. S/W License Setup

iPasolink Series Micro Wave Radio System

TREINAMENTO TÉCNICO
10. S/W License Setup 10.1. Import License Key

Permite selecionar o arquivo contendo a


licença a ser instalada no rádio iPasolink.
A licença é vinculada ao equipamento.

iPASOLINK200 – IDU No iPasolink 200, a licença é gerada a partir do “Serial


Number” da IDU.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 234


10. S/W License Setup 10.1. Import License Key
iPASOLINK400 – MC-4 No iPasolink 400, a licença é gerada a partir do “Serial
Number” da MC-4.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 235


10. S/W License Setup 10.1. Import License Key

iPASOLINK1000 – TERM No iPasolink 1000, a licença é gerada a partir do “Serial


Number” da TERM.

iPasolink Series Micro Wave Radio System Treinamento Técnico 236