Você está na página 1de 4

1ª Prova Parcelar

Disciplina Macroeconomia I Classificação


Curso Economia Turma ECN3_T1

Aluno Número
Professor Gorete Capilo Leitão Data 19/04/18

1. Recorrendo aos conhecimentos adquiridos define macroeconomia, fala dos


dois temas centrais dessa ciência avançados no livro Economia de P.
Samuelson e W. Nordhaus. (2 val)
R:
- Os ciclos económicos - as flutuações de curto prazodo produto, do emprego
e dos preços;
- Crescimento económico – as tendências de longo prazo no produto e nos
níveis de vida

2. Que benefícios trouxe o desenvolvimento da macroeconomia ao mundo?


Usa como exemplo o período da grande depressão e o contributo de Keynes
para fundamentar a tua resposta. (2 val)
R:
Resposta em Nascimento da macroeconomia, pág.406 e 407 do livro
Economia de P. Samuelson e W. Nordhaus.

3. Sobre a contabilidade nacional, a existência da dupla contabilização na


mensuração do PIB pode ser resolvida com o seu cálculo na óptica do
rendimento? Se sim, explica usando conceitos e exemplos. (2 val)
R:
O PIB é a produção total de bens e serviços finais. Um produto final é o que
é produzido e vendido para consumo ou investimento. Como o PIB exclui os
bens intermédios o conceito de Valor Acrescentado, diferença entre as
vendas duma empresa e as suas compras de matérias-primas e de serviços
a outros empresas, inclui todos os custos excepto os pagamentos feitos a
outras empresas.

Com o cálculo do VA em cada estádio evita adequadamente toda dupla


contabilização e regista exactamente uma única vez os salários, juros,
rendas e lucros.

4. Diz se os elementos mencionados abaixo são ou não contabilizáveis no PIB.


(2,5 val)
a) Produção de computadores para aumento do stock. Sim
b) Colar de esmeraldas vendido pela joalharia W. sim
c) Um carro novo saído da concessionária e vendido 5 horas depois de
comprado. Não

Página 1 de 4
1ª Prova Parcelar

d) Areia usada na produção de vidro. Não


e) Venda de sapatos em stock. Não

5. Relaciona o deflator do PIB e os índices de preços. (2,5 val)

6. No modelo Keynesiano simples: (2,5 val)


a) Quais são as variáveis exógenas? I,G
b) Quais as endógenas? Y, C
c) Quais são os dois pressupostos de equilíbrio? I=S; DA=Y
O que é o gasto autónomo? Gasto que não depende do rendimento
- Y*= [1/ (1-C1)] (C0-C1T+I+G+X-M)

Exercícios práticos

7. Contabilidade Nacional (2,75 val)

Produção Importação Vendas


Bens de consumo intermédio 100 200 280
Bens de consumo final 400 50 460
Bens de investimento 80 70 140

Sabe-se ainda o seguinte: dos bens de consumo intermédio vendidos, uma


parte no valor de 20 u.m. foi exportada e a parte restante foi integralmente
utilizada na produção de bens de consumo e de investimento. Não existe
sector público. Assim sendo determina:
a) A variação das existências.
b) O PIB

R: a) VE= Ef-Ei

Ef=Ei +Prod+Imp – Vendas


Ef= 20

VE=20-0
VE=20

c) PIB = C+I+G+X-M
I= venda de bens de I+VE

PIB = 460+ (140+20) +0+20-320 =320

Ou

PIB= VAB (vendas – consumos intermédios)

Página 2 de 4
1ª Prova Parcelar

PIB= (460+140) -280= 320

8. Considera uma economia simples descrita pelas seguintes equações


comportamentais: (3,75 val)

C= 100+ 0,8Yd
I = 300
G=100
T= 50
X= 100
M = 50

Determine algebricamente:
a) O Produto (Y) de equilíbrio (1,25)
b) Se os gastos públicos aumentarem em 50 u.m., em que proporção
aumentará o produto de equilíbrio? (1)
c) Determina o novo produto de equilíbrio. (0,5)
d) Acha o valor do multiplicador do investimento. (1)

R:
a)
Y=C+I+G+X-M
C=C0 + C1Yd
G
I=S
DA=Y

DA=C0+C1 (Y-T) +I+G+X-M


DA=Y

Y*= [1/ (1-C1)] (C0 - C1T+I+G+X-M)


Y*=2550

b)
vY/vG=1/(1-c1)=5

para G=50

vY=vG*(vY/vG)=50*5=250

O produto aumenta em 250 u.m

c)

Página 3 de 4
1ª Prova Parcelar

Y*´=Y+vY= 2550+250
Y*´= 2800

d)

vY/vI=1/(1 - C1)= 5

Página 4 de 4