Você está na página 1de 2

VENTILAÇÃO E QUALIDADE DE AR

VENTILAÇÃO

É essencial fornecer um abastecimento constante e uniforme de ar de boa qualidade ao nível

da ave, para permitir que mantenha boa saúde e alcance o potencial de crescimento. As taxas mínimas e máximas de ventilação para aviários com ambiente controlado são apresentadas abaixo. Maiores detalhes sobre as taxas de ventilação requeridas para uma variação de pesos corporais podem ser encontrados no Apêndice 3, Tabela 30, página 108.

Taxa Mínima de Ventilação

Taxa Máxima de Ventilação 7,20m 3 /hora/kg peso corporal. * Fonte: Serviço de Consultoria e Desenvolvimento Agrícola do Reino Unido. Outros números podem ser obtidos de fontes locais de consultoria.

0,70m 3 /hora/kg peso corporal *

A taxa mínima de ventilação é definida como a menor troca de ar necessária para manter a

qualidade do ar a uma dada biomassa.

A taxa máxima de ventilação é definida como a quantidade de ar necessária para dissipar o calor,

para que a temperatura dentro do aviário não suba mais do que 3 o C acima da temperatura

externa. Quando o resfriamento evaporativo é usado, o sistema deve ser capaz de resfriar o ar

a taxa máxima de ventilação. Caso seja excedida a capacidade do sistema de resfriamento, ou

se não for usado o resfriamento evaporativo, então, as aves devem ser resfriadas pela perda de

calor convectiva, ou seja, movendo o ar por cima das aves como descrito na página 11.

O sistema de ventilação deve ser projetado para que a taxa de ventilação seja infinitamente

ajustável entre os valores máximos e mínimos. As taxas mínimas de ventilação podem ser atingidas funcionando os ventiladores intermitentemente.

QUALIDADE DO AR

A medida que os frangos crescem, consomem oxigênio e produzem gases residuais. A

combustão dos aquecedores também contribui para a formação de gases no aviário. O sistema de ventilação deve remover estes gases do aviário e fornecer ar de boa qualidade.

Os principais poluidores do ar dentro do aviário são: pó, amônia, dióxido de carbono, monóxido de carbono e excesso de vapor de água. Quando em excesso, podem prejudicar o trato respiratório, diminuindo a eficiência respiratória e reduzindo o desempenho da ave. A exposição contínua ao ar contaminado pode causar Ascites e Doenças Respiratórias Crônicas. O excesso do vapor de água pode afetar o ajuste da temperatura e contribuir para camas de baixa qualidade.

A INCIDÊNCIA DE NÍVEIS ALTOS DE ASCITE E DOENÇAS RESPIRATÓRIAS CRÔNICAS PODE SER UM INDÍCIO DE PROBLEMAS COM A QUALIDADE DO AR DEVIDO A VENTILAÇÃO INADEQUADA.

RESPIRATÓRIAS CRÔNICAS PODE SER UM INDÍCIO DE PROBLEMAS COM A QUALIDADE DO AR DEVIDO A VENTILAÇÃO

17

A Tabela 3 mostra os principais efeitos de cada poluente e quais níveis tem maior sucetibilidade

a estes efeitos.

TABELA 3: PRINCIPAIS POLUENTES E SUAS CONSEQUÊNCIAS EM DIFERENTES NÍVEIS DE CONCENTRAÇÃO.
TABELA 3: PRINCIPAIS POLUENTES E SUAS CONSEQUÊNCIAS EM
DIFERENTES NÍVEIS DE CONCENTRAÇÃO.

A VENTILAÇÃO INADEQUADA PROVOCA

CAMAS MOLHADAS, PROVOCANDO AUMENTO DA INCIDÊNCIA DE ARTICULAÇÕES QUEIMADAS E DEPRECIAÇÃO DA CARCAÇA.

DE ARTICULAÇÕES QUEIMADAS E DEPRECIAÇÃO DA CARCAÇA. A melhor maneira de conseguir ar de boa qualidade

A melhor maneira de conseguir ar de boa qualidade é mantendo as taxas de ventilação no mínimo definido, ou acima deste, conforme o Apêndice 3, Tabela 30, página 108, especialmente durante a fase de aquecimento.

Existem aditivos químicos que podem ser usados na ração ou na cama para reduzir a produção de amônia.

Existem sensores no mercado que monitoram a amônia, o dióxido de carbono, a umidade relativa e a temperatura e podem ser usados junto com sistemas automatizados de ventilação.

PONTOS-CHAVE

Use um sistema de ventilação que seja capaz de atender os requisitos para obter ar de boa qualidade (ou seja, taxa mínima de ventilação) e controle de temperatura (ou seja, taxa máxima de ventilação).

Mantenha a taxa de ventilação sempre no mínimo ou acima deste.

Monitore a qualidade do ar para determinar o ajuste adequado da taxa de ventilação.

18

A BAIXA QUALIDADE DO AR LIMITA O DE-

SEMPENHO DO LOTE E AUMENTA A SUS-

CEPTIBILIDADE À DOENÇAS.

de ventilação. 18 A BAIXA QUALIDADE DO AR LIMITA O DE- SEMPENHO DO LOTE E AUMENTA