Você está na página 1de 4

rm

{CADERNO – tabelas dinâmicas excel }


- Criação de uma tabela dinâmica

2018 - rui marques

P á g i n a 1|4
Como criar uma tabela dinâmica (Pivot Table)

As tabelas dinâmicas permitem analisar rapidamente, listas ou tabelas de dados muito extensas, uma vez que
possibilitam o resumo dos mesmos de acordo com vários critérios. Das muitas funções apresentadas por esta
funcionalidade podemos destacar:
 Possibilita uma consulta amigável a grandes quantidades de dados;
 Agrupamento de dados, resumidos por categorias e subcategorias;
 Criação de cálculos e fórmulas personalizados;
 Expansão e contração de níveis de dados, com o objetivo de destacar resultados;
 Criação de filtros, classificações, grupos e formatações de acordo com condições pré-estabelecidas, de
forma a visualizar apenas o que se pretende;
 Elaboração de relatórios de forma atraente e concisa, podendo ainda conter anotações e revisões.

Na elaboração das tabelas dinâmicas devemos ter em consideração, alguns fatores nomeadamente:
 Os dados devem estar organizados num formato de tabela e não devem existir linhas ou colunas em branco.
Podemos utilizar as funcionalidades associadas às tabelas do Excel;
 A utilização de tabelas como origem de dados de uma tabela dinâmica, é uma mais-valia, dado que a adição
de novas linhas a uma tabela, faz com que estas sejam incluídas automaticamente na tabela dinâmica
quando procedemos à atualização dos dados, o mesmo acontecendo se forem incluídas novas colunas, estas
passam a fazer parte da Lista de Campos da Tabela Dinâmica.
 Os tipos de dados nas colunas devem ser os mesmos, isto é, não devemos misturar datas e texto na mesma
coluna.

Com base na seguinte tabela resumo de vendas, iremos proceder à construção de uma tabela dinâmica baseada
nesta informação.

Figura 1- Lista de dados

Criar uma Tabela Dinâmica


Podemos começar por usar a funcionalidade Tabelas Dinâmicas Recomendadas para criar a tabela dinâmica. Quando
usamos esta funcionalidade, o Excel determina o esquema relevante ao associar os dados com as áreas mais
adequadas na tabela dinâmica. Esta opção é um ponto de partida, para posteriormente podermos personalizar e
reorganizar os diversos campos para alcançar os resultados pretendidos.
Na impossibilidade de usarmos esta funcionalidade, ou se pretendermos podemos sempre optar por inserir
manualmente uma tabela dinâmica, usando a respetiva opção da barra de comandos/friso Inserir.

P á g i n a 2|4
Usando Tabelas Dinâmicas Recomendadas

1. Clique numa célula na origem de dados ou intervalo da tabela.


Aceda ao friso Inserir > Tabelas > Tabelas Dinâmicas Recomendadas.

O Excel analisa os dados e apresenta-nos várias opções, neste exemplo, com base nos dados do resumo de
vendas., apresenta as seguintes opções:

2. Selecionamos a tabela dinâmica mais adequada e clicamos em OK. O Excel irá criar uma tabela dinâmica
numa nova folha de calculo, à esquerda da folha com os dados, e apresentará a Lista de Campos da Tabela
Dinâmica, conforme está documentado mais à frente.

Criar manualmente uma tabela dinâmica

1. Clique numa célula na origem de dados ou intervalo da tabela.


Aceda a Inserir > Tabelas > Tabela Dinâmica.

Se estiver a utilizar o Excel para Mac 2011 ou anterior, o botão Tabela Dinâmica encontra-se no separador
Dados no grupo Análise.

2. O Excel apresentará a caixa de diálogo Criar Tabela Dinâmica com o nome da tabela ou intervalo
selecionado. Neste caso, estamos a utilizar uma tabela denominada "tb_ResumoVendas".

P á g i n a 3|4
Na caixa de diálogo apresentada, assinalamos na secção Escolha onde pretendemos colocar aTabela
Dinâmica, podemos optar por selecionar Nova Folha de Cálculo ou Folha de Cálculo Existente. No caso de
escolhermos Folha de Cálculo Existente, teremos de selecionar a folha de cálculo e a célula onde será
colocada a tabela dinâmica.
3. Se pretendermos incluir múltiplas tabelas ou origens de dados na tabela dinâmica, devemos assinalar a caixa
de verificação Adicionar estes dados ao Modelo de Dados.

4. Após clicarmos no botão OK o Excel irá criar uma tabela dinâmica em branco e apresentar a Lista de Campos
da Tabela Dinâmica.

Trabalhar com a Lista de Campos da Tabela Dinâmica

Qualquer que seja o mecanismo, usado para criar a tabela dinâmica, é sempre afixado o painel com a Lista de
Campos da Tabela Dinâmica.
Na área Nome do Campo na parte superior, seleciona-mos a caixa de verificação de qualquer campo que se pretenda
adicionar à tabela dinâmica. Por predefinição, os campos não numéricos são adicionados na área das Linha, os
campos de data e hora são adicionados na área das Coluna e os campos numéricos são adicionados à área Valores.
A qualquer momento podemos arrastar e largar manualmente um item disponível para uma das áreas da tabela
dinâmica, ou se já não quisermos um item na tabela dinâmica, basta arrastá-lo para fora para a Lista de campos ou
desmarcá-lo.
A facilidade com que podemos incluir, remover ou reorganizar os Itens de campo, permite rapidamente alterar a o
aspeto da tabela dinâmica, e consequentemente a forma como a informação é apresentação
Com base nesta configuração, obtemos a seguinte tabela dinâmica.

Figura 2 – Lista de campos da tabela dinâmica, e resultado obtido

P á g i n a 4|4