Você está na página 1de 11

CMCG PRF/2016 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 01 Visto:

GABARITO Assinada por:


1o Ten Moraes

1ª QUESTÃO (11 escores)

MÚLTIPLA ESCOLHA

ESCOLHA A ÚNICA RESPOSTA CERTA, ASSINALANDO-A COM UM “X” NOS PARÊNTESES À ESQUERDA.

01. O bloco de massa m, presa à extremidade de uma mola, oscila num plano horizontal de atrito
desprezível, em trajetória retilínea em torno do ponto de equilíbrio O. O movimento é harmônico
simples, de amplitude x. Levando em consideração essas informações, analise a figura representada a
seguir.

É correto afirmar que:

( A ) o período do movimento independe de m.


( B ) a energia mecânica do sistema é maior no ponto x quando comparada ao ponto O.
( C ) a energia cinética é máxima no ponto O.

( D ) a energia potencial elástica é máxima no ponto O


( E ) se a amplitude dobrar, a frequência também dobra.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG PRF/2016 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 02 Visto:

GABARITO Assinada por:


1o Ten Moraes

02. A figura a seguir mostra dois pulsos que se propagam em sentidos contrários ao longo de uma corda.

Entre as alternativas, marque aquela que representa uma configuração possível, quando os pulsos se
cruzam?

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

03. Considerando o estudo sobre fenômenos ondulatório, é correto afirmar:

( A ) As ondas mecânicas se propagam no meio e no vácuo.


( B ) As ondas eletromagnéticas se propagam apenas no vácuo.
( C ) A luz, por se tratar de uma onda mecânica, se propaga apenas em meios materiais.
( D ) O som (no ar) é uma onda longitudinal.
( E ) Todas as ondas mecânicas são transversais.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG PRF/2016 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 03 Visto:

GABARITO Assinada por:


1o Ten Moraes

04. Uma pessoa observa a imagem de seu rosto refletida numa concha de cozinha semiesférica,
perfeitamente polida em ambas as faces. Considere que diante da face côncava, o rosto da pessoa
esteja antes do foco. Enquanto na face côncava a imagem do rosto dessa pessoa aparece

( A ) invertida e situada na superfície da concha, na face convexa, ela aparecerá direita, também
situada na superfície.
( B ) invertida e à frente da superfície da concha, ou seja, imagem real e na face convexa,
ela aparecerá direita e atrás da superfície, ou seja, imagem virtual.
( C ) direita e situada na superfície da concha, na face convexa, ela aparecerá invertida e atrás da
superfície, ou seja, imagem virtual.
( D ) direita e atrás da superfície da concha, ou seja, imagem virtual, na face convexa, ela aparecerá
também direita, mas à frente da superfície, ou seja, imagem real.
( E ) invertida e atrás da superfície da concha, ou seja, imagem virtual, na face convexa, ela
aparecerá direita e à frente da superfície, ou seja, imagem real.

Um projeto que se beneficia do clima ensolarado da caatinga nordestina é o fogão solar, que
transforma a luz do Sol em calor para o preparo de alimentos. Esse fogão é constituído de uma
superfície côncava revestida com lâminas espelhadas que refletem a luz do sol. Depois de refletida, a
luz incide na panela, apoiada sobre um suporte, a uma distância x do ponto central da superfície.
Suponha que a superfície refletora seja um espelho esférico de pequena abertura (espelho esférico de
Gauss), com centro de curvatura C e ponto focal F.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG PRF/2016 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 04 Visto:

GABARITO Assinada por:


1o Ten Moraes

05. Considerando as informações apresentadas, o esquema que representa a situação descrita está
indicado na alternativa:

(A) (C) (E)

(B) (D)

06. À noite, numa sala iluminada, é possível ver os objetos da sala, por reflexão, numa vidraça, com
muito maior nitidez que durante o dia. Isso ocorre porque

( A ) aumenta a parcela de luz refletida.


( B ) não há luz refletida.
( C ) diminui a quantidade de luz difundida.
( D ) aumenta a parcela de luz absorvida pelo vidro.
( E ) diminui a parcela de luz refratada proveniente do exterior.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG PRF/2016 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 05 Visto:

GABARITO Assinada por:


1o Ten Moraes

07. Uma aluna do CMCG realizou uma experiência no laboratório de física. O experimento era composto
por um recipiente contendo três líquidos não miscíveis, transparentes e superpostos. Ao fazer incidir
uma luz monocromática nos líquidos, a aluna observa os desvios da luz ao se propagar nos líquidos,
conforme a figura abaixo.

Examinando a trajetória da luz nos líquidos, a aluna chegou a seguinte conclusão a respeito
da velocidade da luz nos três líquidos:

( A ) é maior no líquido I do que no líquido II.


( B ) é a mesma nos três líquidos.
( C ) é menor no líquido I do que no líquido II
( D ) é a mesma nos líquidos I e III.
(E) é maior no líquido II do que no líquido III.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG PRF/2016 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 06 Visto:

GABARITO Assinada por:


1o Ten Moraes

08. Um raio luminoso incide sobre a superfície da água. Veja a ilustração a seguir.

Das figuras apresentadas a seguir, aquela que representa corretamente o que acontece ao
raio na vizinhança da superfície é:

(A) (C)

(B) (D)

(E)

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG PRF/2016 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 07 Visto:

GABARITO Assinada por:


1o Ten Moraes

Um estudante deseja queimar uma folha de papel, concentrando, com apenas uma lente, um
feixe de luz solar na superfície da folha. Para tal, ele dispõe de 4 lentes de vidro, cujos perfis são
mostrados a seguir:

09. Para conseguir seu intento, o estudante poderá usar somente as lentes:

( A ) I ou II somente.
( B ) I ou III somente.
( C ) I ou IV somente.
( D ) II ou III somente.
(E) II ou IV somente.

10. Dois objetos, A e B, são constituídos do mesmo material e recebem a mesma quantidade de calor.
Observa-se que a variação da temperatura do objeto A é o dobro da variação da temperatura do
objeto B. Podemos, então, afirmar que a/o(s)

( A ) a capacidade térmica de B é o dobro da de A.


( B ) o calor específico de B é o dobro do de A.
( C ) a capacidade térmica de A é o dobro da de B.
( D ) o calor específico de A é o dobro do de B.
(E) os dois objetos têm coeficiente de dilatação térmica diferente.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG PRF/2016 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 08 Visto:

GABARITO Assinada por:


1o Ten Moraes

Os exaustores, na foto a seguir, são dispositivos usados para retirar o ar quente do interior de
um ambiente, sem qualquer acionamento artificial. Observe a ilustração que segue.

11. Mesmo assim, as hélices dos exaustores giram. Uma explicação correta para o movimento das hélices
éa
(A) passagem do ar quente da parte interna para a externa, através do exaustor.
(B) passagem do ar quente da parte externa para a interna, através do exaustor.
(C) passagem do ar frio da parte externa para a interna, através do exaustor.
(D) propagação do calor por condução da parte interna para o meio exterior.
(E) propagação do calor por irradiação da parte interna para o meio exterior.

2ª QUESTÃO (07 escores)

VERDADEIRO OU FALSO

COLOQUE UM “X” NO RETÂNGULO COM V, QUANDO A SENTENÇA FOR DE SENTIDO


VERDADEIRO, OU NO RETÂNGULO COM F, QUANDO A SENTENÇA FOR DE SENTIDO FALSO.

12. Com base nos conhecimentos sobre Termodinâmica, analise as assertivas a seguir.

V F Quando um gás ideal é comprimido rapidamente, a energia interna do gás aumenta.

V F O ciclo de Carnot é composto por transformações isométricas e isobáricas.

V F O rendimento de uma máquina térmica depende exclusivamente da temperatura da fonte


quente.

V F No refrigerador o gás refrigerante remove calor do reservatório frio, evaporando-se, e


transfere calor ao reservatório quente, condensando-se.

V F Admitindo-se o Universo como sistema físico isolado, a entropia do Universo sempre


aumenta.

V F A energia interna de um sistema gasoso só não varia nas transformações adiabáticas.

V F Numa transformação adiabática, o gás não troca trabalho com o meio externo.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG PRF/2016 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 09 Visto:

GABARITO Assinada por:


1o Ten Moraes

3ª QUESTÃO (33 escores)

DÊ O QUE SE PEDE

13. Um engenheiro precisa analisar o Movimento Harmônico Simples (MHS) que um objeto executa em
uma máquina das Indústrias Nucleares do Brasil (INB). O objeto, de massa m, está se movendo na
extremidade de uma mola, de constante K, que desenvolve MHS de amplitude A. O engenheiro
precisa elaborar um relatório para seu chefe se houver alguma alteração no movimento do objeto. Se
a amplitude do movimento for dobrada, o que o engenheiro deve colocar em seu relatório a respeito
da (o):

a) distância total que o objeto percorre em um período? (01 escore)

Distância percorrida = 8 x A – será dobrada √___________________________________

b) período do movimento? (01 escore)

O período não depende da amplitude. Portanto, o período não mudará. √_____________

c) frequência de oscilação? (01 escore)

A frequência não depende da amplitude. Portanto, a frequência não mudará. √

d) aceleração máxima do objeto? (01 escore)

Sabe-se assim que: (livro adotado pelo colégio, página 137). _________________
Observa-se que a aceleração será dobrada. √___________________________________

“Fazer a ola” em um estádio é um exemplo de onda mecânica: a perturbação se propaga pela


multidão, como mostrado na figura abaixo.

14. A “ola” mostrada na figura é uma onda transversal, longitudinal ou uma combinação de transversal e
longitudinal ?. Justifique sua resposta. (03 escores)

Como o movimento das pessoas é de levantar e agachar√, ou seja, transversalmente à


direção de propagação da onda√, conclui-se que se trata de uma onda transversal√.______

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG PRF/2016 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 10 Visto:

GABARITO Assinada por:


1o Ten Moraes

15. Num anteparo a 30 cm de um espelho esférico forma-se a imagem nítida de um objeto real situado a
10 cm do espelho. Determine:

a) a natureza do espelho, mencionando se é côncavo ou convexo; (01 escore)

O espelho é côncavo √

b) a distância focal e o raio de curvatura do espelho. (04 escores)

1/f = 1/o + 1/i √


1/f = 1/10 + 1/30 √
f = 7,5 cm √
R = 15 cm √

16. A luz propagando-se no vácuo reduz sua velocidade em 25% ao penetrar numa placa de vidro.
Sabendo-se que a velocidade da luz no vácuo é de 3. 108 m/s, determine o índice de refração do
vidro e a velocidade da luz nesse meio. (04 escores)

v = 75% 3.108 √

v = 2,25.108 m/s √

n = c/v = 3.108/2,25. 108 = 1,33 √√

17. Um motor simples de levantamento de pesos, utilizados em obras de edificações, tem como
substância de trabalho o gás perfeito, como boa aproximação, no qual passa por um ciclo
termodinâmico. O gás se encontra em um cilindro que possui um êmbolo móvel. Analisando apenas a
etapa do ciclo em que o gás sofre um processo adiabático no qual realiza um trabalho de 300 J,
responda aos subitens (a), (b), (c) e (d).

a) O gás está se expandindo ou se contraindo? Por quê? (03 escores)

Como o trabalho é positivo √, pela convenção adotada, conclui-se que o trabalho é


realizado pelo√ gás, portanto, o gás sofre uma expansão √.________________________

b) Qual é a quantidade de calor que o gás está trocando com o ambiente? (01 escore)

Por se tratar de uma transformação adiabática, conclui-se que Q = 0. √_______________

c) De quanto é a variação de energia interna do gás nesse processo? (01 escore)

Sabe – se que: ∆Eint = Q – W, vem que ∆Eint = - 300 J √__________________________

d) Explique como se modificam (se aumentam ou diminuem) as variáveis de estado (volume,


temperatura e pressão) do gás nessa transformação. (04 escores)

Como o gás sofre uma expansão, o volume aumenta√. Como não há transferência de
calor, somente há realização de trabalho pelo gás, conclui-se, assim, que a temperatura
diminui√. Como pv/T = constante√, conclui-se que a pressão diminui. √_____________

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG PRF/2016 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 11 Visto:

GABARITO Assinada por:


1o Ten Moraes

18. Certa quantidade de gás perfeito pode passar de um estado A para um estado B por dois “caminhos”
possíveis:

1. Transformação isocórica seguida de uma isobárica;


2. Transformação isobárica seguida de uma isocórica.

Analise o gráfico a seguir e responda aos subitens a), b) e c).

a) Qual o trabalho realizado pelo gás nos caminhos 1 e 2? Justifique se o trabalho é realizado pelo gás
ou sobre o gás. (03 escores)

Sabe-se que W = p∆V. Vem que: W1 =3 .0,1 = 0,3 J√ e W2 = 6.0,1 = 0,6 J√

O trabalho é realizados pelo gás. √

b) Qual é a diferença de temperatura entre os pontos A e B? (03 escores)

PAVA/TA = PBTB/TB vem que 6.0,1/TA = 3.0,2/TB √

TA = TB √

Portanto, ∆T = 0 √

c) Qual é a variação de energia interna do gás no “caminho” 1 e no “caminho” 2? (02 escores)

Como ∆Eint = 3/2nR∆T√ e ∆T = 0, vem que

∆Eint = 0√

FIM DA PROVA

SSAA / STE / CMCG 2016