Você está na página 1de 8

Pesquisa www. AJOG.

org

Geral Ginecologia

Acupuntura em pacientes com dismenorréia: um estudo


randomizado sobre a eficácia clínica e relação custo-eficácia
no tratamento usual
Claudia M. Witt, MD, MBA; Thomas Reinhold, MSc; Benno Brinkhaus, MD; Stephanie Roll,
MSc; Susanne Jena, MSc; Stefan N. Willich, MD, MPH, MBA

OBJETIVO: Para investigar a eficácia clínica e relação custo-eficácia da Cl 2,7; 3.6) vs. 5,4 (4,9; 5,9), diferença 2,3 ( 2,9; 1.6); P . 001.
acupuntura em pacientes com dismenorréia. O grupo da acupuntura teve melhor qualidade de vida e custos mais elevados. (RCEI global € 3011
por AVAQ).
DESIGN DE ESTUDO: Num ensaio controlado randomizado mais coorte não-randomizado, pacientes

com dismenorreia foram randomizados para acupunctura (15 sessões de mais de três meses) ou com
CONCLUSÃO: acupuntura adicionais em doentes com dismenorreia foi associada com
um grupo de controlo (sem acupuntura). Os pacientes que se recusaram a randomização receberam
melhorias na dor e na qualidade de vida, em comparação com o tratamento com o cuidado
acupuntura trata- mento. Todos os indivíduos foram autorizados a receber cuidados médicos
habitual sozinho e foi custo-eficaz dentro de limites normais.
habituais.

RESULTADOS: De 649 mulheres (idade média de 36,1 7,1 anos), 201 foram RAN domized. Após

Palavras-chave: acupuntura, medicina complementar, costeffectiveness,


três meses, a intensidade de dor média (NRS 0-10) foi mais baixa na acupunctura em comparação
com o grupo de controlo: 3,1 (95% dismenorréia, estudo randomizado controlado

Citar este artigo como: Witt CM, Reinhold t, Brinkhaus B, et al. Acupuntura em pacientes com dismenorréia: um estudo randomizado sobre Efetividade clínicos areia
relação custo-eficácia no tratamento usual. Am J Obstet Gynecol 2008; 198: 166.e1-166.e8.

D incluindo acupuntura e acupuntura têm sido punção deve ser conduzida para síndromes de dor. 8 Posteriorm
1,5 Há alguma evi-
ysmenorrhea
de é a curto
ausência escolar causa líderrecorrente em
prazo utilizados. a acupuntura só poderiam ser reembolsados ​por
meninas adolescentes e um problema comum em dência que acupuntura é eficaz no tratamento decompanhias de seguros se os pacientes participaram
1
mulheres em idade reprodutiva. estados de dor, como a osteoartrite do joelho ou de um dos estudos. O objectivo principal do presente
6,7
As taxas de prevalência variou de dor lombar. estudo foi investigar a eficácia e custo-eficácia de
18-81%, dependendo do método de medição No entanto, a evidência para o tratamento de acupuntura em adição aos cuidados de rotina em
utilizado. 2 doenças crônicas, como dismenorréia que
acupuntura em mulheres com dismenorréia não é clara. comparação com os cuidados de rotina sozinho em
afetam a população activa pode causar perdas de pacientes com dor devido à dismenorreia. Além disso,
produtividade. 3 Antiinflamatórios não-em inflamatóriaNa Alemanha, a acupuntura é administrado foi investigado se os efeitos da acupuntura diferem em
são a terapia inicial de escolha para pacientes comprincipalmente por médicos. Antes do ano 2000, a pacientes randomizados e não randomizados e se os
dismenorreia primária. acupuntura foi parcialmente pago por algumas efeitos do tratamento última durante um longo período
1
empresas de seguro de saúde. Sob a pressão de tempo.
Mesmo assim, o anti-em inflamatória orçamental aumentando a Comissão Federal de
medicamentos estão associados a um número de efeitos Médicos e seguradoras de saúde recomendou em
4 Além de farma-
secundários. 2000 que as iniciativas de pesquisa grandes na acu-
tratamento gico várias técnicas

M MATERIAIS E M ÉTODOS
Do Instituto de Medicina Social, Epidemiologia e Economia da Saúde da Universidade Charité Medical desenhar
Center, Berlim, Alemanha. a Acupuntura em Cuidados de Rotina
Recebeu 28 de março de 2007; revista 04 de maio de 2007; aceito 24 de julho de 2007. (ARC) estudo foi um ensaio controlado randomizado,
Reprints: Dr Claudia M. Witt, do Instituto de Medicina Social, Epidemiologia e Economia da Saúde, Charité University multicêntrico, mais uma coorte não aleatório. Os
Medical Center, 10098 Berlim, Alemanha; claudia.witt@charite.de pacientes que concordaram em randomização foram
Este estudo foi financiado por companhias de seguros de saúde, incluindo a Techniker Krankenkasse (TK), alocados para um
Betriebskrankenkasse (BKK) Aktiv, Bosch BKK, DaimlerChrysler BKK, Bertelsmann BKK, BKK BMW, acupuntura grupo que recebeu o tratamento de
Siemens-Betriebskrankenkasse (SBK), BKK Deutsche Bank, BKK Hoechst, HypoVereinsbank BKK, Ford BKK,
acupuntura imediato durante 3 meses ou a um grupo
Betriebskrankenkasse der Allianz Gesellschaften, Vereinsund Westbank BKK, Handelskrankenkasse (HKK) e
de controlo que recebeu o tratamento de acupuntura
Innungskrankenkasse (IKK) Hamburgo. 0002-9378 / $ 34,00 • © 2008 Mosby, Inc. Todos os direitos reservados. • doi:
retardada após 3 meses. Os pacientes que não
10.1016 / j.ajog.2007.07.041
quiseram

166.e1 American Journal of Obstetrics & Gynecology fev 2008


www.AJOG.org geral Ginecologia Pesquisa

ser ao acaso, foram incluídos num terceiro braço e educação ture. Esta educação e outros treinamentos controlo groupwith um desvio padrão comum assumido
também receberam tratamento de acupuntura incluem grandes variações de estilos e técnica de de 2 pontos usando um 2-sided t teste com signi fi
imediato (grupo não-randomizado acupuntura) acupuntura. Cada paciente recebeu um máximo de cado nível .05. O tamanho da amostra estimativa foi
durante 3 meses. O período de estudo por doente foi 15 sessões de acupuntura. Para avaliar a eficácia da feita em nQuery Conselheiro versão 6.01 (soluções
de 6 meses. A Acupuntura em estudo Cuidados de acupuntura na medicina geral, o número de agulhas estatísticas, Saugees, MA). Os resultados das análises
Rotina é parte de uma grande iniciativa de um grupo e os pontos de acupuntura utilizados foram descritivas no início do estudo são apresentados como
de fundos de seguros de saúde sociais que oferecem escolhidos a critério dos médicos. Apenas médias e desvios-padrão ou frequências e
cobertura a aproximadamente 10% da população acupunctura de agulha (com agulhas uma vez percentagens. As diferenças na linha de base entre
alemã pesquisa da acupuntura. O protocolo deste descartáveis ​e estimulação manual) foi permitido; grupos foram analisadas usando t teste ou 2
estudo foi aprovado pelos conselhos de revisão ética outras formas de tratamento de acupuntura, tais
locais, bem como o estudo foi conduzido de acordo como acupunctura laser não foram autorizados. Em
com as diretrizes padrão comuns (Declaração de todos os 3 grupos de tratamento, os pacientes foram
teste. Con fi testes rmatory do desfecho primário foi
Helsinki, Bom Epidemiológica Prática: http: // autorizados a utilizar quaisquer tratamentos
realizada utilizando uma análise de covariância
www.dundee.ac.uk/iea/GoodPract.htm). convencionais adicionais, conforme necessário.
(ANCOVA ajustado para o valor da linha de base) para
testar a hipótese nula de médias iguais nas
pontuações de intensidade da dor após 3 meses entre
os grupos randomizados de acupuntura versus
Todos os participantes do estudo fornecido por escrito, o De acordo com os regulamentos federais alemães,
controlo. A mesma análise foi feita para todos os
consentimento informado. os fundos de seguro social de saúde cobria 100% dos
resultados secundários (pior dor de intensidade e de
custos de acupuntura para as pacientes que
qualidade de vida) entre acupuntura e grupo de
concordaram em randomização e custo 90% para os
Pacientes controlo. Comparação inpain intensidade andQoL
pacientes que participaram do estudo, mas não
Os pacientes segurados por 1 dos participantes fundos
concordam em randomização. entre
de seguro social de saúde foram recrutados depois de
contactar um médico participar devido a dismenorréia.
grupo acupuntura distribuídos
Se um paciente solicitou acupuntura ou se o médico
aleatoriamente e grupo acupuntura não aleatório foi
considera que a acupuntura é uma opção de
medidas de desfecho feito usando análise de covariância (ajustada para o
tratamento adequado o paciente foi informado sobre o
Os pacientes preencheram questionários valor da linha de base) e análise de sensibilidade
estudo. Os pacientes que preencheram os critérios de
padronizados que incluíam características adicional (ajustes para quaisquer diferenças de linha de
inclusão e fornecidos consentimento informado foram
sociodemográficas, na linha de base e após 3 e 6 base entre os 2 grupos). A análise de sensibilidade foi
randomizados usando um procedimento centralizado
meses. Themain parâmetro resultado foi a realizada para o desfecho primário por replacingmissing
randomização telefone (em blocos de 10; lista
intensidade média da dor durante a última dados usando último valor transportado imputação. Isto
aleatória gerada com a SAS). Os pacientes foram
menstruação antes da avaliação medido em uma é visto como uma abordagem adequada desde
incluídos no estudo apenas se recebemos questionário
classificação numérica usando números from0 a 10 dismenorréia não deve mostrar uma mudança
base e os pacientes tanto os médicos formulário de
(0 descrito como sem dor e 10 como dor máxima). progressiva no prazo de 3 meses. todos relataram P Os
consentimento após a randomização. 9
valores são a partir de testes de dois lados. Todas as
Como uma análise secundária calculamos taxas de
análises foram baseadas na intenção de tratar
resposta. Um paciente com uma redução de pelo menos 33%
população (ITT), utilizando o máximo conjunto de dados
foi considerado como sendo um respondedor tratamento.
Para inclusão no estudo, os pacientes do sexo feminino disponíveis, realizado INSAS version9.1 (SAS Institute,
Todos os pacientes sem dados foram contados como
tinham que seguir os seguintes critérios: idade Cary, NC).
não-respondedores. parâmetros de resultados secundários
18 anos (idade entre menarca e
incluíram a intensidade pior dor (escala numérica) 9 durante a
menopausa), dismenorréia primária desde o
última menstruação eo SF-36 10 escalas componentes e suas
início da menarca em ou dismenorréia
subscores para avaliar saúde relacionados com qualidade de
secundária (por pelo menos 12 meses) com Para a derivação de curvas de aceitabilidade
vida. Os efeitos colaterais foram avaliados utilizando paciente
cólicas durante a menstruação, o consentimento de custo-eficácia foi usado bootstrapping não
e do médico questionários após 3 meses.
informado por escrito. Os critérios de exclusão paramétrico. Portanto, os samplewas originais
foram dor causada por no inflamatória ou bootstrap 1000 vezes, a fim de obter 1000 meios
doenças malignas. de custos e diferenças de efeito, bem como a
relação de custo-eficácia resultante (RCEI). Para
estatísticas inferencial, SPSS 11.0 (Chicago, IL)
intervenções Estatisticas foi utilizada e para as curvas de aceitabilidade
Para a participação neste estudo, os médicos foram Um tamanho de amostra de 86 pacientes por grupo custo eficácia foi utilizado o Microsoft Excel 2000
obrigados a manter pelo menos um “A-diploma”, um terá% poder, pelo menos, 90 para detectar uma (Redmond, WA).
diploma alemão representando 140 horas de certi fi diferença de um ponto na escala de intensidade de dor
cado acupunc- entre a acupunctura e o

fev 2008 American Journal of Obstetrics & Gynecology 166.e2


Pesquisa geral Ginecologia www.AJOG.org

As análises econômicas
FIGURA 1
A perspectiva de custos era social. A análise dos dados
Ensaio fluxo traçar
incluídos 1) os custos globais durante os três meses após a
randomização (relatedtodysmenorrhea includingcostsnot) e 2) Preencheram os critérios de inclusão (n = 656)

apenas custos fi c diagnóstico-especí usando CID-10 códigos


para identificar os custos devido à dismenorreia e condições
relacionadas. Os custos diretos relacionados com a saúde para Randomizados (n = 208) Não randomizados, acupuntura
(n = 448) enviada de volta
consultas médicas, internações hospitalares, medicamentos, questionário de base (n = 431)
de dados completo da dor (n =
tratamento de acupuntura, e o número de dias de licença de 429)
Linha de base Alocado para acupunctura (n = 104) Alocado para Controlo (n =
saúde foram fornecidos pelas companhias de seguros de incluído (n = 101) enviada de volta 104) incluído (n = 100) enviada
questionário de base (n = 97) de de volta questionário de base
saúde que participam e valorizado utilizando a abordagem do dados completo da dor (n = 97) (n = 96) de dados completo da
dor (n = 94)
capital humano. Custo por sessão de acupuntura foi € 35.
Porque theobservationperiodwas apenas 6 meses de duração,
não houve necessidade de descontar custos
anycostsoreffects.Wecompared entre os 2 grupos 3 meses Completou 3 meses questionário (n = Completou 3 meses questionário (n = Completou 3 meses questionário (n =
94) de dados completo da dor (n = 93) 92) de dados completo da dor (n = 91) 431) de dados completo da dor (n =
randomizados e realizada uma basedonQALYs análise de 389)

custo-eficácia (análise de custo-benefício). O SF-36 10 de dados


na linha de base e depois de 3 meses foram transformados
Delayed acupuntura Completado 6
para o SF-6D, utilizando o algoritmo desenvolvido por braseiro.6 meses Completaram 6 meses questionário (n Completaram 6 meses questionário (n =
= 93) de dados completo da dor (n = meses questionário (n = 86) de dados 394) de dados completo da dor (n =
93) completo da dor (n = 84) 387)

Witt. Acupuntura em pacientes com dismenorréia. Am J Obstet Gynecol de 2008.

11

R ESULTADOS e redução da qualidade de vida na contagem física


Somente os pacientes com dados completos do
A inclusão de pacientes, as características componente, a dor física, e subescalas funcionamento
SF-36 foram incluídos na análise de custo-eficácia.
da linha de base, e de tratamento físicas, em comparação com os doentes
Qualidade anos de vida ajustados (QALY) ganhou
Entre janeiro de 2001 andAugust 2001, um total de randomizados. Os pacientes nos grupos de
foram calculados adotando a área sob a curva de
12,13 acupuntura recebeu 10,5
656patientswithpaindue todysmenorrhea foram recrutados
método
para o estudo de 456 médicos de estudo (ver figura 1 para 3.1 sessões de acupuntura (aleatório
usando a seguinte fórmula:
selecção de doentes). Um total de 208 pacientes acupuntura ized 10,6 2,9; nonran-
admitidos randomização e foram definidos para a acupuntura domized 10,5 3,2; P
utility QALY ganhou
acupunctura ou o grupo de controlo. Sete pacientes (3 . 960). A maioria dos pacientes (68,8%) receberam 5-10

Acupuntura Acupuntura acupuntura, 4 controle) não puderam ser incluídos na sessões, ao passo que 27,0% receberam mais de 10
sessões e 4,2% a menos de 5 sessões.
análise, porque o estudo de fi ce não recebeu o formulário
2
de consentimento ou os pacientes não receberam a
Ao controle Ao controle intervenção estudo. Os restantes 649 pacientes (101

2 acupuntura, 100 de controlo, 448 acupuntura não comparações randomizados


randomizado) foram incluídos na análise. Após 3 meses,O curso da intensidade da dor em ambos os grupos
A análise foi calculada com base nos valores de utilidade
os dados estavam disponíveis para 88,3% dos doentes randomizados é descrito em Figura 2 . Na análise preliminar
em cada ponto de tempo ( linha de base
(93 de acupuntura, controlo 91, acupuntura não depois de 3 meses, a intensidade de dor média foi mais
utilidade, utilidade após 3 meses) usando o randomizado 389). baixa no grupo de acupuntura em comparação com o grupo
pressuposto comum de uma variação linear com o de controlo 3,1 (IC de 95% 2,7, 3.6) em função do 5,4 (4,9,
12 Como o eco de saúde
tempo. 5,9), diferença 2,3 ( 2,9,
seção nómico do nosso estudo foi desenhado para se
concentrar na estimativa em vez thanonhypothesis 1,6), P . 001, após o ajuste para
testes, foi calculado o ICER como medida pelos custos Os grupos randomizados eram comparáveis ​no que diferenças de linha de base. Esta melhoria era
adicionais que são necessárias para realizar um QALY se refere à maioria das características da linha de baserobusta na análise de sensibilidade para os dados
adicional da seguinte forma (ver tabela 1 ) Com excepção da função física, dor em falta (diferença entre a acupunctura e controlo
14 :
física, e a pontuação da componente física do SF-36. de grupo 2.2
Entre o randomizado e os grupos de acupuntura não ( 2,8, 1,5), P . 001). Além disso,
custos médios Acupuntura aleatorizados, há algumas diferenças significativas, ajuste para todas as diferenças basais não alterou os
bem como: pacientes não randomizados tinham, em resultados. A resposta proportionof foi de 63,4% no
custos médios Ao controle
ICER média, mais dor devido à dismenorreia, grupo de acupuntura em comparação com 24,0% no
significa QALY Acupuntura
grupo de controlo ( P
significa QALY Ao controle . 001).

166.e3 American Journal of Obstetrics & Gynecology fev 2008


www.AJOG.org geral Ginecologia Pesquisa

TABELA 1

As características basais de população de estudo

Randomizado Acupuntura

acupuntura n Controlo randomizados n não randomizado n


101 Média n 100 Média 101 Média 448 Total n Média
DP / N (%) DP / N (%) DP / N (%) Média DP / N DP 649 / N
Parâmetro P valor (%) P valor (%)

Idade (y) 35,4 7,8 36,3 6,5 . 374 35,4 7,8 36,3 7.1 . 251 36,1 7.1
....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

10 anos de escola 55 (57,9%) 55 (57,3%) . 933 55 (57,9%) 287 (67,7%) . 069 397 (64,6%)
....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

Duração da doença (y) 9.4 8,7 10.4 8,7 . 441 9.4 8,7 9,3 7.7 . 936 9,5 8
....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

A intensidade da dor (NRS) 6 2,0 6,3 2.1 . 283 6 2,0 6,7 2.1 . 004 6,5 2.1
....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

Pior intensidade da dor (NRS) * 8.1 1.9 8.2 2.2 . 793 8.1 1.9 8.4 1.8 . 107 8.4 1.9
....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

Qualidade de vida (SF-36)


....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

funcionamento físico 89,0 12,7 82,9 21,0 . 015 89,0 12,7 83,1 19,5 . 000 84,0 18,9
....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

física papel 70,7 36,8 62,2 38,2 . 119 70,7 36,8 62,7 39,0 . 070 63,8 38,6
....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

dor corporal 72,9 31,9 61,7 32,9 . 018 72,9 31,9 63,2 33.2 . 010 64,5 33,1
....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

percepções de saúde geral 64,3 18,4 64,0 18,9 . 892 64,3 18,4 61,8 20,2 . 257 62,5 19,7
....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

Vitalidade 47,9 17,8 43,8 20,2 . 138 47,9 17,8 44,0 18,4 . 057 44,6 18,6
....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

Funcionamento social 69,7 26,5 66,1 27,5 . 368 69,7 26,5 66,6 27,1 . 310 67,0 27,0
....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

papel emocional 64,9 40,7 64,5 38,4 . 951 64,9 40,7 63,4 40,5 . 751 63,8 40,2
....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

Saúde mental 60,8 20,6 60,3 18,8 . 868 60,8 20,6 58,3 20,2 . 283 59,0 20.1
....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

Pontuação da componente física 50,9 9 47,5 9.6 . 014 50,9 9 47,9 9.6 . 007 48,3 9.6
....................................................... ................................................................................................. . ................................................................................................................................................................................................ . ......................

Pontuação Componente Mental 41,0 12,3 41,3 11.3 . 859 41,0 12,3 40,6 12,0 . 780 40,8 11,9
....................................................... ................................................................................................. . .......................................................................................................................................................................................................................

* Valores mais baixos indicam menos dor. Exploratório P valores de dois lados t ou testes 2 testes.

Witt. Acupuntura em pacientes com dismenorréia. Am J Obstet Gynecol de 2008.

Para qualidade de vida (em todos os SF-36

FIGURA 2 subescalas e ambos os escores de componentes

Desenvolvimento de intensidade da dor nos 3 grupos de tratamento (médias e com a excepção da percepção geral de saúde

intervalos de confiança de 95%) sub-escala), a melhoria de 3 meses foi


significantemente mais acentuada na acupuntura do
que no grupo controle; Vejo mesa 2 ). Seguindo
acupuntura retardada entre 3 e 6 meses, os pacientes
de controlo apresentaram melhorias semelhantes em
comparação com os pacientes randomizados para
terapia acupuntura imediato (Mesa 2) .

comparações não randomizados


A comparação da randomizado e os grupos de
acupuntura não randomizados
(Tabela 3) após 3 meses revelou que o efeito de
acupuntura foi semelhante em ambos os grupos. A
proporção de resposta foi de 63,4% no grupo de
acupuntura e
NRS escala de classificação numérico, NR-acupuntura grupo acupuntura não aleatório. 60,9% no grupo de acupuntura não-randomizado
Witt. Acupuntura em pacientes com dismenorréia. Am J Obstet Gynecol de 2008. (P . 651). Além disso, tanto
grupos eram comparáveis ​após 6 meses.

fev 2008 American Journal of Obstetrics & Gynecology 166.e4


Pesquisa geral Ginecologia www.AJOG.org

MESA 2
A intensidade da dor e desfechos secundários para ambos os grupos randomizados após 3 e 6 meses (médias ajustadas de
ANCOVA ajustado para valores da linha de base)

3 meses 6 meses

Acupuntura vs controle Acupuntura vs controle


A média de Controlo A média de Ao controle b
acupuntura [IC Média [IC P valor acupuntura [IC Significa [IC P valor
95%] 95%] [IC 95%] 95%] 95%] [IC 95%]

A intensidade da 3,1 [2,7, 3,6] 5,4 [4,9, 5,9] 2.3 [ 2,9, 1.6] . 001 3,2 [2,7, 3,6] 3,2 [2,7, 3,6] 0.0 [ 0,6, 0,6] . 963
dor (NRS) uma
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

Pior intensidade da dor 4,4 [3,9, 4,9] 7,1 [6,6, 7,6] 2,7 [ 3,4, 2.0] . 001 4.7 [4.1, 5.2] 4,7 [4,2, 5,3] 0.0 [ 0,8, 0,7] . 933
(NRS) uma
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

Qualidade de vida
(SF-36)
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

funcionamento físico 90,5 [87,6, 93,4] 85,6 [82,7, 88,5] 4,9 [0,7, 9,0] . 021 91,4 [89,0, 93,7] 91,7 [89,3, 94,0] 0.3 [ 3.7, 3.1] . 866
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

física papel 86,8 [80,6, 92,9] 69,7 [63,7, 75,7] 17,1 [8,4, 25,7] . 001 82.7 [76.8, 88.7] 85,1 [79,1, 91,1] 2.3 [ 11,0, 6,1] . 585
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

dor corporal 84,0 [78,5, 89,5] 63,7 [58,2, 69,2] 20,3 [12,5, 28,2] . 001 81,5 [76,6, 86,4] 78,7 [73,7, 83,7] 2.8 [ 4.2, 9.9] . 427
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

percepções de 71,4 [68,9, 73,9] 68,2 [65,7, 70,6] 3.2 [ 0.3, 6.8] . 071 69,3 [66,3, 72,2] 69,5 [66,5, 72,5] 0,2 [ 4.5, 4.0] . 913
saúde geral
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

Vitalidade 60,2 [57,1, 63,3] 48,0 [44,9, 51,2] 12,2 [7,8, 16,6] . 001 57,9 [54,8, 61,1] 58,7 [55,4, 61,9] 0,7 [ 5.2, 3.8] . 751
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

Funcionamento social 84,3 [80,0, 88,7] 69,3 [65,0, 73,6] 15,0 [8,9, 21,2] . 001 84,1 [80,6, 87,6] 83,8 [80,2, 87,5] 0.3 [ 4,8, 5,3] . 922
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

papel emocional 83,5 [77,2, 89,9] 70,2 [63,9, 76,5] 13,3 [4,4, 22,3] . 004 84,1 [78,5, 89,7] 85,9 [80,2, 91,7] 1.8 [ 9,9, 6,2] . 651
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

Saúde mental 70,5 [67,6, 73,5] 61,1 [58,1, 64,0] 9,5 [5,3, 13,7] . 001 70,6 [67,8, 73,4] 68,5 [65,6, 71,4] 2.1 [ 2.0, 6.1] . 312
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

Pontuação da componente 53,1 [51,5, 54,7] 49,1 [47,5, 50,6] 4,1 [1,9, 6,3] . 001 52,2 [50,8, 53,6] 52,3 [51,0, 53,7] 0,1 [ 2.1, 1.9] . 908
física
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

Pontuação Componente 47,6 [45,6, 49,5] 42,5 [40,6, 44,4] 5,0 [2,3, 7,7] . 001 48,0 [46,3, 49,7] 47,7 [46,0, 49,4] 0.3 [ 2.1, 2.7] . 829
Mental
....................................................... ................................................................................................. . .......................................................................................................................................................................................................................

NRS, escala de classificação numérica.


uma Valores mais baixos indicam menos dor.

b O grupo de controlo recebeu também acupunctura.

Witt. Acupuntura em pacientes com dismenorréia. Am J Obstet Gynecol de 2008.

Efeitos colaterais agnosis-especi fi c: € 437,67, 95% CI relação custo eficácia foi estimada como sendo € 3011
In11.8% dos pacientes (n 59) um total de 70 foram € 357,16, 518,18) foi essencialmente devido aos por QALY adicional adquirida (média bootstrap € CI
relatados efeitos secundários após receber acupuntura custos de acupuntura ( € 365,59 [SD: 3296, 95%:
(74,3% sangramento menor local ou hematoma, 10% dor 98,56]) no grupo de acupunctura. Dados completos sobre € 1705, 9025) na perspectiva de custos e pela
[por exemplo, dor agulhagem], 4,3% sintomas qualidade anos de vida ajustados estavam disponíveis € 6567 (média bootstrap
vegetativos, e 11,4% de outros). Não foram relatados para 177 dos 201 pacientes randomizados (88%; 88 € 7104, 95% CI € 4207, 12,679), na perspectiva de
efeitos colaterais potencialmente fatais. acupuntura, 89 controle). Como resultado, apenas estes custos fi c diagnóstico-especi.
177 pacientes foram incluídos na análise de
custo-efetividade. tabela 4 mostra os valores de utilidade
As análises econômicas QALY no início do estudo e depois de 3 meses. Não houveC OMMENT
Para todos os pacientes randomizados (n 201), diferenças significativas entre os 2 grupos ao acaso no Pacientes com dor crônica devido à dismenorréia
observaram-se diferenças significativas entre o início do estudo ( P tratados com acupuntura, além de cuidados de rotina
grupo de acupuntura e controlo do período de linha mostrou signi fi cativas melhorias na intensidade da dor e
de base entre a 3 meses em custos globais ( € 666,66 . 085). Três qualidade de vida em comparação com pacientes que
[SD: meses após a randomização, os valores QALYutility receberam cuidados de rotina sozinho. Em pacientes que
739,95] vs € 407,40 [SD: 1179,71], P foram maiores no grupo de acupuntura do que no consentiram a randomização, os resultados do
. 001) e diagnóstico-especí fi custos c ( € 467,62 grupo de controlo (0,79 [SD: 0,11] versus 0,69 [SD: tratamento após acupuntura foram semelhantes para
[SD: 401,20] vs € 29.95 [SD 0,13], P . 001). aqueles que diminuiu a randomização. tratamento de
76,05], P . 001). A média das diferenças A diferença de custo entre ambos os grupos foi € 195,40 acupuntura foi associado com melhor qualidade de vida,
entre os 2 grupos de tratamento durante a fase de (DP: 152,33) para os custos globais e € 426,11 (DP: bem como custos mais elevados. Esse aumento nos
intervenção de 3 meses (total: € 259,26, 95% CI € 14,37,
43,39) para os custos de fi c diagnóstico-específica. o custos foi
532,89; di- incrementais

166.e5 American Journal of Obstetrics & Gynecology fev 2008


www.AJOG.org geral Ginecologia Pesquisa

TABELA 3

A intensidade da dor e os resultados secundários para os pacientes de acupuntura não randomizados em comparação
com os pacientes randomizados de acupuntura após 3 e 6 meses (médias ajustadas de ANCOVA ajustado para valores
da linha de base)

3 meses 6 meses

Média Média não Média Média não


randomizados randomizados (95% P valor randomizados randomizados (95% P valor
(95% CI) CI) (IC 95%) (95% CI) CI) (IC 95%)

A intensidade da 3,2 [2,8, 3,7] 3,3 [3,1, 3,6] 0,1 [ 0,6, 0,4] . 726 3,3 [2,8, 3,7] 3,3 [3,1, 3,5] 0.0 [ 0,5, 0,5] . 914
dor (NRS) uma
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

Pior intensidade da dor 4.5 [4.0, 5.1] 4,9 [4,6, 5,1] 0.3 [ 0,9, 0,3] . 302 4,7 [4,2, 5,3] 4,9 [4,6, 5,2] 0,2 [ 0,8, 0,4] . 565
(NRS) uma
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

Qualidade de vida
(SF-36)
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

funcionamento físico 90,6 [88,3, 92,9] 91,5 [90,4, 92,6] 0,9 [ 3,5, 1,6] . 473 90,9 [88,2, 93,6] 91,7 [90,5, 93,0] 0,8 [ 3.8, 2.2] . 582
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

física papel 86,8 [81,3, 92,3] 84,8 [82,2, 87,4] 2.0 [ 4.1, 8.1] . 510 82,4 [76,3, 88,4] 82,9 [80,0, 85,7] 0,5 [ 7.2, 6.2] . 891
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

dor corporal 83,2 [78,6, 87,8] 79,0 [76,8, 81,3] 4.2 [ 1,0, 9,3] . 113 80,8 [75,9, 85,8] 78,8 [76,4, 81,2] 2.1 [ 3,5, 7,6] . 464
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

percepções de 70,1 [67,4, 72,8] 68,9 [67,6, 70,2] 1.2 [ 1.8, 4.2] . 430 68,8 [65,7, 71,9] 68,5 [67,0, 70,0] 0,2 [ 3,2, 3,7] . 886
saúde geral
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

Vitalidade 60,2 [57,0, 63,5] 58,5 [56,9, 60,1] 1,7 [ 1,9, 5,3] . 348 57,6 [54,1, 61,1] 56,2 [54,5, 57,8] 1.4 [ 2,5, 5,3] . 476
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

Funcionamento social 84,2 [80,2, 88,1] 82,5 [80,6, 84,4] 1,7 [ 2.8, 6.1] . 460 83,8 [79,7, 88,0] 81,5 [79,5, 83,5] 2.3 [ 2.2, 6.9] . 316
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

papel emocional 83,3 [77,7, 89,0] 83,0 [80,3, 85,7] 0.3 [ 5,9, 6,6] . 913 83,7 [77,4, 90,0] 81,0 [77,9, 84,0] 2,7 [ 4.3, 9.7] . 444
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

Saúde mental 70,0 [67,0, 73,0] 69,3 [67,9, 70,7] 0,7 [ 2.6, 4.0] . 685 70,1 [66,7, 73,4] 68,7 [67,1, 70,3] 1.4 [ 2.3, 5.0] . 466
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

Pontuação da componente 52,9 [51,6, 54,2] 52,4 [51,8, 53,0] 0,5 [ 1.0, 2.0] . 495 52,0 [50,5, 53,4] 52,5 [51,8, 53,1] 0,5 [ 2.1, 1.1] . 565
física
........................................................ ................................................................................................ . .......................................................................................................................................................................................................................

Pontuação Componente 47,4 [45,5, 49,2] 47,2 [46,4, 48,1] 0,1 [ 1.9, 2.2] . 899 47,8 [45,7, 49,8] 46,6 [45,6, 47,6] 1.2 [ 1.1, 3.5] . 301
Mental
....................................................... ................................................................................................. . .......................................................................................................................................................................................................................

NRS, escala de classificação numérica.


uma Valores mais baixos indicam menos dor.

Witt. Acupuntura em pacientes com dismenorréia. Am J Obstet Gynecol de 2008.

essencialmente devido aos custos de acupuntura e não foi o estudo hadhigh acompanhamento Obviamente, essa abordagem também tem suas
compensado por economias em outros componentes de conservativemethods rateswe usado para lidar dados limitações metodológicas. Neste estudo, nem
cuidados de saúde durante o período de estudo. withmissing. A inclusão adicional de pacientes fornecedores, nem pacientes ficaram cegos ao
whodeclined randomizationallowedus para investigar os tratamento. Portanto, um viés devido à desocultação
O estudo teve uma abordagem pragmática, efeitos de seleção potenciais. O presente estudo inclui, não pode ser descartada. Para minimizar o viés
visando avaliar a acupuntura de uma forma que iria para o nosso conhecimento, a primeira calculationof aceitabilidade social, todos os questionários foram
reflectir tanto quanto possível as condições de Icers para o tratamento de acupuntura em pacientes enviados diretamente de e para o instituto de
prática médica diária e maximizar a validade com dismenorreia.
pesquisa de coordenação. Porque tanto o fi cações
externa. Apesar
cs de tratamento de acupuntura, bem como de
quaisquer co-intervenções foram deixados ao critério
TABELA 4 dos médicos, os regimes de tratamento de pacientes
QALY-utilitários em diferentes pontos de tempo e meios do estudo eram altamente variável. Os critérios de
Acupuntura média (DP) Controlo média inclusão foram amplo, o que resultou numa amostra
n 88 (DP) n 89 P valor uma do doente heterogénea com alta comorbidade e
AVAQ utilidade na linha de base ( ) 0,72 (0,14) 0,69 (0,13) . 085 possivelmente alguns diagnosticmisclassi fi cação.
....................................................... ................................................................................................. . .....................................................................................

utility QALY aos 3 meses ( ) 0,79 (0,11) 0,69 (0,13) . 001 Enquanto estas questões pode ser considerado
....................................................... ................................................................................................. . .....................................................................................
perspectiva experimental limitações froman, o estudo
utilitário AVAQ sobre estudo 0,75 (0,11) 0,69 (0,12) . 001
designwas escolhido para re medicina geral fl ect.
duração: Outra limitação surge a partir da
2
....................................................... ................................................................................................. . .....................................................................................
uma P valores de dois lados t testes.

Witt. Acupuntura em pacientes com dismenorréia. Am J Obstet Gynecol de 2008.

fev 2008 American Journal of Obstetrics & Gynecology 166.e6


Pesquisa geral Ginecologia www.AJOG.org

duração do estudo. Os dados de custo e de eficácia tura de 90% dos pacientes no grupo de acupuntura tiveram berger, Dr Bodo Liecker, Hardy Müller, Dr Albrecht
Molsberger, Dr. Helmut Rudinger, Dr WolframStör, o Dr.
foram comparados entre os 2 grupos de 3 meses alívio da dor em comparação com 36% dos pacientes de
22 A mais recente Gabriel Stux) para o conselho útil e agradecemos a todos os
depois da linha de base desde que, controlo.
médicos participantes e pacientes.
subsequentemente, os pacientes no grupo de estudo que incluiu 57 pacientes encontrou uma redução na
controlo lista de espera também foram oferecidas medicação em mulheres com acupuntura em comparação
acupunctura. Portanto, possíveis efeitos econômicos com acupuntura simulada. 23 No entanto, todos estes
REFERÊNCIAS
de saúde a longo prazo não pode ser investigado no estudos tiveram uma amostra pequena. Nosso estudo
presente estudo. A projeção do efeito da terapia 3 pragmática não pode responder à questão de saber se os 1. Francês L. dismenorréia. Am Fam Physician 2005; 71:
285-91.
meses na nossa base-case-cenário até 1 ano foi efeitos observedmay ser devido, pelo menos em parte, ao
2. Latthe P, Latthe H, Say G, Gulmezoglu M, Khan KS.
apoiada por descobertas de outros ensaios de “placebo”. No entanto, nosso estudo mostrou que a
OMS revisão sistemática da prevalência de dor pélvica
acupuntura, que mostraram que a melhoria na acupuntura foi bene cial fi para as mulheres se oferecido crônica: a negligenciada morbidade saúde reprodutiva.
qualidade de vida mantida até 1 ano. como parte do sistema de seguro de saúde. Há alguma BMC Public Health 2006; 6: 177.
evidência de que o naproxeno reduz o absenteísmo do
15,16 3. Burton WN, Morrison A, Wertheimer AI. Produtos
trabalho ou escola em mulheres com dismenorreia primária 3
farmacêuticos e perda de produtividade do trabalhador: uma
auto-seleção do paciente em estudos randomizados mas nenhuma análise de custo foi encontrado. No nosso
revisão crítica da literatura. J Occup Environ Med 2003; 45:
de medicina complementar e alternativa poderia ser um tratamento de acupuntura estudo resultou em custos 610-21.
problema relevante. 17 A variedade de modelos, tais comoadicionais, mas tomando o tamanho do efeito do tratamento4. Tramer MR, Moore RA, Reynolds DJ, McQuay HJ.
estudos abrangentes de coorte foram recomendados em conta que era altamente rentável. Nosso estudo forneceestimativa quantitativa de eventos adversos raros que
para a inclusão de pacientes tanto randomizados e não mais evidências de que a acupuntura é uma intervenção seguem uma progressão biológica: um novo modelo
aplicado ao uso de AINE crônica. Dor 2000; 85: 169-82.
randomizados, embora apenas poucos estudos têm segura. Isto está de acordo com grandes estudos,
efetivamente utilizado-los para a data. publicados anteriormente.
5. Tzafettas J. menstruação dolorosa. Pediatr Endocrinol Rev
2006; 3 (Suppl 1): 160-3.
18 Em nosso estudo,
6. Branco A, Foster NE, Cummings M, o tratamento Acupuntura

cerca de dois terços dos pacientes elegíveis recusou Barlas P. para a dor crônica no joelho: uma revisão sistemática.
Rheumatology (Oxford) 2007; 46: 384-90.
randomização apesar de um (pequeno) incentivo financeiro
24,25 Quando em-
e a pequena desvantagem de ter uma possibilidade de 50%
7. Manheimer E, Branco A, Berman B, Forys K, Ernst E.
de um atraso de três meses antes do início do tratamento terpreting estes achados, no entanto, ele deve ser Meta-análise: a acupuntura para dor lombar. Ann Intern
acupunctura. Estes pacientes tinham uma ligeiramente mais mantido em mente que todos acupuntura neste Med 2005; 142: 651-63.
elevada intensidade de dor e menor qualidade de vida em estudo foi administrado por médicos. 8. Ministério da Saúde. Bundesanzeiger nr.12 vom

themore subescalas físicas orientadas do SF-36. Ao 18.Januar 2001: Bekanntmachung einer um nderung der
Richtlinien über die Bewertung ärztlicher und
comparar um tratamento verum com um placebo, viés de A acupuntura é uma interventiondue relativamente
Untersuchungs- Behandlungsmethoden Gema §135 Abs.
seleção pode desempenhar um papel mais proeminente do resourceintensive para o tempo envolvido para
1 Fünftes Buch Sozialgesetzbuch (SGB V)
que em nosso estudo. Um interessante encontrando do médicos e pacientes. Até à data, acupuntura mostrou (BUB-Richtlinien). Bundesgesundheitsblatt 2001; 685.
nosso estudo é que os resultados em pacientes ser de custo eficaz para a dor de cabeça crónica,
26
randomizados e não randomizados foram comparáveis. 9. Huskisson CE, Scott J. VAS Visuelle AnalogSkalen;
e dor de garganta. Como em auch VAPS Visual Analogue Scales Dor, NRS
dor lombar,
27,28 29
Essa descoberta é suportada por uma revisão de Concato
Numerische Rating-Skalen; Mod. Kategorialskalen. Em:
que observou que estudos observacionais e estudos estes estudos o presente estudo mostrou que
Handbuch psychosozialer Me instrumente - ein
randomizados controlados podem ter resultados acupuncturewas associatedwith custos adicionais, Kompendium für epidemiologische und Forschung
semelhantes. mas era altamente rentável de acordo com limiares klinische zu chronischer Krankheit. Göttingen: Hogrefe,
internacionais de GBP 30.000 ou US $ 50.000 por 1993: 881-5.
QALY ganho. 30,31
19 10. Bullinger H, Kirchberger I. SF-36 Fragebogen zum
Gesundheitszustand. Göttingen: Hogrefe; 1998.
Outra importante encontrando do nosso estudo é Em conclusão, nosso estudo mostra que a
que as melhorias observadas imediatamente após a acupuntura, além de cuidados de rotina, resultou em 11. Braseiro J, Roberts J, Deverill M. A estimativa de
conclusão de 3 meses de tratamento continuou por um benefício clinicamente relevante t e foi rentável uma medida baseada preferência de saúde do SF-36. J
pelo menos mais 3 meses. em pacientes com dismenorréia em práticas de Saúde Econ 2002; 21: 271-92.

cuidados primários na Alemanha. Como resultado, a


12. Richardson G, Manca A. Cálculo da qualidade anos de
Até o momento, existem poucos estudos sobre acupuntura deve ser considerada como uma opção
vida ajustados na literatura publicada: uma revisão da
tratamento de acupuntura em pacientes com viável no manejo desses pacientes. f metodologia e transparência. Saúde Econ 2004; 13:
dismenorréia. 20 Um estudo observacional 21 incluiu 48 1203-1210.
mulheres com dismenorréia. Após 5 sessões de 13. Thompson SG, Barber JA. Como deve custar dados em

acupuntura resultados satisfatórios foram encontradas ensaios clínicos randomizados pragmáticos ser analisado? BMJ
RECONHECIMENTO 2000; 320: 1197-200.
em mais de 80% dos casos após 6 e 12 meses. Em um
Agradecemos Katja Wruck para gerenciamento de dados, Iris 14. Claxton K. A irrelevância da inferência: a abordagem de
RCT mais velho com 91 pacientes comparando
Bartsch, Beatrice Éden, e Sigrid Mank para aquisição de tomada de decisão para a avaliação estocástica de
acupuncturewith shamacupunc- dados, os membros do conselho consultivo (Dr Konrad Beyer, tecnologias de saúde. J Saúde Econ 1999; 18: 341-64.
Dr. Josef Hummels-

166.e7 American Journal of Obstetrics & Gynecology fev 2008


www.AJOG.org geral Ginecologia Pesquisa

15. Witt C, Brinkhaus B, Jena S, et al. Acupuntura em 20. Proctor ML, Smith CA, Farquhar CM, Pedras RW. A 26. Vickers AJ, Rees RW, Zollman CE, et ai. Acupuntura para
pacientes com osteoartrite do joelho: um estudo TENS e acupuntura para dismenorreia primária. Dados dor de cabeça crônica na atenção primária: grande,
randomizado. Lancet 2005; 366: 136-43. Cochrane Syst Rev 2002; CD002123. pragmática, randomizado. BMJ 2004; 328: 744.
16. Brinkhaus B, Witt CM, Jena S, et al. Acupuntura em
pacientes com dor lombar um ensaio controlado 27. Witt CM, Jena S, Selim D, et al. ensaio clínico
randomizado crónica. Arch Intern Med 2006; 166: 450-7. 21. Steinberger A. O tratamento de dismenorreia por randomizado pragmático da eficácia e relação custo-eficácia
acupunctura. Am J Chin Med 1981; 9: 57-60. da acupuntura para dor lowback crônica. Am J Epidemiol
17. Gerhard I, Abel U, Loewe-Mesch A, Huppmann S,
2006; 164: 487-96.
Kuehn JJ. Problemas de estudos aleatorizados em 22. Helms JM. Acupuntura para a gestão da
28. Thomas KJ, MacPherson H, Ratcliffe, J, et al. Mais longo
medicina complementar demonstrada num estudo sobre dismenorréia primária. Obstet Gynecol 1987; 69: 51-6.
prazo ts clínico e econômico bene fi de oferta de cuidados de
tratamento visco de pacientes com cancro da mama.
acupuntura para pacientes com dor lombar crônica. Saúde
Forsch Komplementärmed Klass Naturheilkd 2004; 11: 23. Habek D, Çerkez HJ, Bobic-Vukovic H, Vujic
Technol Avaliar 2005; 9: 1-109.
150-7. B. e fi cácia de acupuntura para o tratamento de dismenorreia
18. Britton A, McKee M, Black M, McPherson primária. Gynakol Geburtshil fl iche Rundsch 2003; 43: 250-3.
29. Willich SN, Reinhold t, Selim D, Jena S, Brinkhaus B, Witt
K, Sanderson C, Bain C. Escolhendo entre estudos
CM. Relação custo-eficácia do tratamento de acupuntura em
randomizados e não-randomizados: uma revisão 24. Branco A, Hayhoe S, Hart A, Ernst E. eventos
pacientes com dor cervical crônica. Dor de 2006; 125: 107-13.
sistemática. O Programa de Avaliação NHSHealth adversos após a acupuntura: estudo prospectivo de 32
Tecnologia, editor. http: // www. 000 consultas com médicos e fisioterapeutas. BMJ 2001;
hta.nhsweb.nhs.uk/ProjectData/3_project 2 [13], 1-124. 323: 485-6. 30. LothgrenM, Zethraeus N. De definição, interpretação e
1998. 25. MacPherson H, Thomas K, S Walters, ajustador M. A cálculo de curvas de aceitabilidade custo-eficácia. Saúde
19. Concato J, Shah N, Horwitz RI. Randomizados e Iorque estudo de segurança acupuntura: estudo Econ 2000; 9: 623-30.
controlados, estudos observacionais, ea hierarquia de prospectivo de 34 000 tratamentos por acupunctura 31. Raftery J. NICE: acesso mais rápido aos tratamentos
projetos de pesquisa. N Engl J Med 2000; 342: 1887-1892. tradicionais. BMJ 2001; 323: 486-7. modernos? Análise de orientação sobre as tecnologias de saúde.
BMJ 2001; 323: 1300-3.

fev 2008 American Journal of Obstetrics & Gynecology 166.e8