Você está na página 1de 7

FACULDADE DE MÚSICA DO ESPÍRITO SANTO “MAURÍCIO DE OLIVEIRA”

LICENCIATURA EM MÚSICA

Janine Theodoro Santos


Wilsander Gomes Cunha

RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO I –


EDUCAÇÃO INFANTIL

Vitória
2018
SUMÁRIO

1 APRESENTAÇÃO.....................................................................................................3

2 CARACTERIZAÇÃO DA INSTITUIÇÃO..................................................................4

3 DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO ESTÁGIO.......................5

4 CONCLUSÃO E RECOMENDAÇÕES.....................................................................6

5 REFERÊNCIAS.........................................................................................................7
1 APRESENTAÇÃO

Este relatório apresenta a experiência durante o Estágio Supervisionado 1 –


Educação Infantil, neste descreveremos as atividades realizadas nas aulas práticas,
dinâmicas, metodologia, etc. Além disso, vamos apresentar os resultados,
características do CMEI “Nelcy da Silva Braga” em que estagiamos e a comunidade
em que ela está inserida.

Trabalhamos com o grupo 3A formado por cerca de 22 crianças na faixa etária de 2


a 3 anos, um grupo bem heterogêneo, com crianças bem ativas e comunicativas.
Existiam crianças que acabaram de chegar, tendo mais dificuldades em se
acostumar com a turma.

O horário do estágio se realizou as 10:20 do período matutino, logo após o almoço


das crianças. Neste horário elas estavam sonolentas e aparentemente cansadas,
porém respondiam as atividades propostas.

Nossa proposta foi proporcionar aos alunos o aprendizado musical por meio de
movimentos corporais, incentivo ao canto, utilização de instrumentos, apreciação de
história com música e figuras, explorando parâmetros sonoros e encantamento sem
deixar de cultivar nelas a alegria e o divertimento, como diz Freire (1996): "Ensinar e
aprender não podem dar-se fora da procura, fora da boniteza e da alegria" (FREIRE,
1996, p. 160).

Consideramos importante para todos os licenciados em música o estágio na


educação infantil. O estágio desenvolve habilidades no estudante que serão
importantes no desenvolvimento de sua prática docente.
2 CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA E DA COMUNIDADE (bairro)

A creche municipal CMEI Nelcy da Silva Braga situa-se na Rua João de Azevedo,
300 – Maruípe – Vitória, ES. No turno da manhã, o qual estagiamos, o corpo docente
é formado por 8 professores regentes, para 8 turmas, 1 professora de educação
especial, 2 pedagogas, 2 dinamizadores, 6 estagiários sendo um em cada grupo do
4 ao 6. Conta também com 4 assistentes de Educação Infantil (AEI) 2 em cada
grupo 3 e o nome da diretora é Priscilla Zamprogno Harrigan.

A creche situa-se próximo ao quartel central da Polícia Militar, atrás deste, dando
uma maior segurança naquela região. A maioria das crianças usam o Transporte
Escolar para ir e vir da creche, dando maior segurança nesse trajeto.

O Grupo 3A, é composto por crianças de 2 a 3 anos, a participação dos pais é ativa
e positiva em relação maioria das crianças. A professora Profª Anna Cláudia Vidigal
é a regente da turma e, durante as aulas de observação, pudemos aprender muito
sobre o ensino musical para as crianças. A professora possui um domínio muito
grande sobre a turma e tem a sua disposição uma variedade de recursos para
realizar as aulas. As crianças desse grupo necessitam de muito material lúdico para
absolver o conteúdo musical.
3 DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO ESTÁGIO

3.1 OBSERVAÇÃO E CO-PARTICIPAÇÃO

Nesta fase do estágio, tivemos três aulas de observação e co-participação. Nestas,


ajudamos a organizar as crianças, fizemos gestos lúdicos para elas imitarem e, em
alguns momentos, participamos entregando e recolhemos instrumentos utilizados
nas atividades. Durante esta fase, fizemos anotações pertinentes a confecção de
nosso relatório final como também material de consulta para determinar nossa
abordagem nas aulas práticas.

3.2 OBSERVAÇÃO E CO-PARTICIPAÇÃO

Nesta fase pudemos colocar em prática o conteúdo estudado em sala de aula


através de atividades voltadas para a faixa etária da turma. Buscamos desenvolver
planos de aula que dessem continuidade ao trabalho da professora Anna Claudia.

Utilizamos de histórias com animais reproduzindo seus sons, execução de


instrumentos de percussão, imagens impressas e uso de instrumentos, danças e
improvisos, deixando que as crianças expressassem o que sentiam com a música
aprendida. A professora colaborava em tudo com nossas atividades.

Nosso projeto também teve como base a metodologia Dalcroze trabalhando ritmo e
movimentos corporais. Desenvolvemos atividades com o objetivo de desenvolver a
sensibilidade auditiva quanto à intensidade e altura dos sons, bem como sons
longos e curtos, sons dos instrumentos musicais, expressão corporal, bandinha
rítmica e interação entre os colegas.
4 CONCLUSÃO E RECOMENDAÇÕES

O Estágio na Educação infantil foi uma oportunidade tamanha frente a


responsabilidade de ser um professor e formar cidadão maduros e responsáveis.
Nele pudemos colocar em prática os conteúdos aprendidos em sala de aula e sentir
realmente as dificuldades de ser um professor na prática. As crianças respondem
com generosidade ao conteúdo aplicado nos levando a ter mais segurança quanto a
aplicação dos métodos que chegaram até nós pelos diversos pedagogos que
estudamos.

Como também nos diz Oliveira e Cunha (2006):

O objetivo do Estágio Supervisionado é proporcionar ao aluno a


oportunidade de aplicar seus conhecimentos acadêmicos em situações da
prática profissional, criando a possibilidade do exercício de suas
habilidades. Espera-se que, com isso, que o aluno tenha a opção de
incorporar atitudes práticas e adquirir uma visão crítica de sua área de
atuação profissional (OLIVEIRA; CUNHA, 2006).

Chegamos um tanto apreensivos ao estágio por ser um desafio do qual não


havíamos nos submetido, e avaliamos como indispensável a qualquer professor que
queira se aventurar a ensinar música. Encontramos muitos pontos favoráveis na
Creche que atuamos, a estrutura da sala de aula, com diversos instrumentos a
disposição, o profissionalismo e cuidado da professora com as crianças bem como
seu conhecimento sobre educação musical infantil.

Certamente levaremos desta experiência um desejo de pesquisar e conhecer mais o


universo da musicalização infantil que, apesar de muito material já publicado sobre o
comportamento da criança, nunca irá esgotar a capacidade de surpreender que cada
criança é capaz de gerar.
5 REFERÊNCIAS

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática


educativa. 16ª edição. São Paulo: Paz e Terra, 1996. Pag 160.
OLIVEIRA, E.S.G.; CUNHA, V.L. O estágio Supervisionado na formação
continuada docente à distância: desafios a vencer e Construção de novas
subjetividades. Revista de Educación a Distancia. Ano V, n. 14, 2006. Disponível em
http://www.um.es/ead/red/14/. Acesso em: 23 jun. 2018.