Você está na página 1de 30

O Básico

Eu sei que alguns possivelmente já saibam de tudo isso, mas é necessário que repassemos
alguns dos pontos básicos antes de começar este curso. Se você já é um investidor com mais
experiencia, pode ser que prefira ir para a próxima lição. De qualquer forma, aqui vamos:

FOREX
FOREX (FOReign EXchange por suas siglas em inglês), FX ou Mercado de Divisas consiste na
compra de uma moeda de um determinado país e a venda simultanea de outra moeda do
outro. FOREX é ou mercado finamciero de maior tamanho e liquidez que existe hoje em dia a
nível mundial, com um volume diário de US$ 3 trilhões de dólares. Isto é muito mais que os
principais mercados acionários juntos.

O TIPO DE MUDANÇA
O intermudança de moedas é a ação simultânea de comprar uma moeda em mudança da
venda de outra moeda diferente, e por esta razão as transações de Forex sempre são
negociadas em pares de moedas, uma com relação à outra.

As moedas se cotam em pares, tais como ou EUR/USD ou USD/CHF. A primeira moeda


mencionada se conhece como a moeda base, enquanto a segunda é a moeda que está
contra, ou contramoeda.

A moeda base é a “base” para a compra ou venda. Por exemplo, se você faz uma COMPRA de
EUR/USD você terá comprado euros (e vendido simultáneamente dólares). Você tomaria esta
posição com a expectativa de que ou euro se valorize com relação ao dólar.

O tipo de mudança representa ou número de unidades da contramoeda que uma unidade da


moeda base pode comprar.

PIPS
No Forex, existe uma sigla chamada “pip”. Se denomina pip ao movimento minimo que pode
variar um tipo de mudança. É importante notar que alguns pares como ou USD/JPY e ou
EUR/JPY se cotam unicamente com duas casas decimais, enquanto que pares como ou
EUR/USD ou USD/CHF, se cotam com quatro casas decimais.

Portanto, o valor de um pip depende do PAR. Para um par que tem quatro casas decimais, um
pip é equivalente a 0.0001. Para um par que tem duas casas decimais, um pip é equivalente
a 0.01.

“Os pips são muito úteis porque permitem verificar rápidamente a conta dos ganhos ou
perdas obtidos em uma transação observando somente a variação do preço em pips, já que
se conhece seu valor. Também é útil para fixar de antemão o número de pips para fechar
uma operação de sucesso ou em quantos pips de variação se pode fixar o Stop Loss.”

É importante notar que cada transação se realiza em determinadas quantidades da moeda


base. Isto é conhecido com um lote. Na iFOREX o lote mínimo é de 5000 quantidades da
moeda base. Portanto quando estamos abrindo uma transação podemos comprar 5000
unidades de EUR ou vender 5000 unidades de EUR.

Um investidor que tenha uma boa alavancagem pode movimentar quantidades muito
grandes de dinheiro com relativamente pouco invesitmento. Uma pessoa, dependendo do
nível de alavancagem, pode controlar 5000 unidades de uma moeda com Basicamente US$
12,5 para colocar como exemplo.

O PROCESO BASICO DE COMPRA/VENDA DE UMA


PARIDADE
1. A primeira moeda se empresta.
2. Os valores da moeda emprestada são utilizados para finamciar a moeda que está sendo
comprada.

Esta é a razão pela qual se move em pares no Forex.

OPORTUNIDADES EM FOREX
Uma das principais vantagens do mercado forex, está na razão de de que existem
oportunidades de ganhar tanto quando os mercados estão em alta, como em baixas, já que
sempre em teoria se está comprando uma moeda com a expectativa de que se valorize. É
dizer que se compra USD/JPY, está esperando que o Dólar se valorize, mas se está vendendo
o par USD/JPY, está esperando que o JPY se valorize.

SPREADS
Quando um investidor de Forex estabelece uma posição (sem importar se estamos
comprando ou vendendo uma moeda), se estabelece uma perda na negociação, isto se deve
a que o preço de compra (buy/ask) é mais alto que o preço de venda (sel/bid). Em outras
palabras, a diferença (spread) é o resultado da diferença entre o preço de compra do preço
de venda. Isto é o que ganha o broker (a empresa onde a conta foi aberta).

Portanto sempre haverá dois preços para cada par: Um preço de compra e um de venda.

MARGEM
A margen de deposito não é um pagamento inicial, como muitos pensam por margem nos
mercados finamceiro. No mercado de divisas a margem é mais uma fiança, um depósito de
boa fé para assegurar-se contra possiveis perdas que possam ocorrer ao longo das
operações. O requisito da margem permite aos operadores tomarem posições muito maiores
que o valor disponível em sua conta.
No caso de que as perdas da conta cheguem a um nível abaixo da margem necessária, a
empresa (broker) fechará todas as posições abertas, isentando o cliente de um saldo
negativo. Se por um lado pode ser ruim já que se fecharam todas as posições, por outro lado
é bom porque o cliente não fica devemdo para a empresa, no caso de uma movimentação de
mercado altamente volátil e rápida.

TIPOS DE ORDENS
O termo “orden” se refere à maneira em que um investidor de forex entra ou sai de sua
posição no mercado. Em termos gerais, existem 2 tipos de ordens:

1. Ordens para iniciar uma negociação


2. Ordens para sair de uma negociação

1. Ordens Utilizadas para Entrar em uma negociação


Ordens de Mercado
Este tipo de ordem é uma ordem para comprar ou vender um para ao preço do mercado
deste momento.
A principal vantagem de uma orden de mercado está que lhe garante a entrada da sua
negociação imediatamente no valor de cotação determinado.
Por outro lado, a principal desvantagem, é que possivelmente o investidor não esteja obtendo
o melhor preço porque muitas vezes pode ser definida de forma desordenada e
indicisplinada.

Ordens de Entrada
As ordens de entrada iniciadas se o mercado alcança certo preço. Seria dizer, você indica no
sistema, que deseja comprar ou vender um par, quando o preço chegue a “X”. Você coloca a
orden e não necessita estar de olho para que seja iniciada. Quando o par alcance este preço,
o sistema automáticamente executará, iniciando assim a sua negociação.
2. Ordens Utilizadas para Sair de uma Posição
Ordens de Limite ou de tomada de Ganhos
Uma ordem de limite permite ao cliente especificar o tipo de mudança no qual deseja tomar
seus ganhos ou sair de uma negociação no mercado. Este tipo de orden é excelente para
ajudar os investidores de forex a manter uma disciplina e assegurar-se de algum tipo de
ganho.

A principal desvantagem, está que colocar uma orden de limite pode resultar na tomada
prematura de ganhos.

Ordens de perda ou SL (Stop Loss)


As ordens de parade de perda funcionam como as ordens de limite, mas de forma contrária.
Estabelecem a quantidade máxima de perda que um investidor de forex está disposto a
absorver em uma posição.

As ordens de parada de perda são uma necessidade para cada investidor de forex. Este tipo
de ordem evita que perca todo seu capital em umpar de negociações. Além do mais, são
muito importantes como guía para planejar a relação risco-ganhos.

Entretanto, a principal desvantagem é que se estes tipos de ordens não são colocadas nos
níveis apropriados, podem resultar em que os investidores fiquem fora de posiçoes antes do
tempo ou inclusive justamente quando o mercado se dispõe em reverter-se em uma posição
rentável.

Análise Técnica

O que é a análise técnica (AT)?


A análise técnica inclue o prognóostico do tipo de mudança com base em análises estatisticas
e padrões de preços (Em contraste com a análise fundamental que estuda os fatores
económicos e geopolíticos de um país).

O elemento mais importante da análise técnica é a ação dos preços. Podemos dizer que as
mesmas barras de preço e seu comportamento, são mais importantes que os indicadores.

A AT depende de estatisticas e padrões de movimento de preços para seu prognóstico. Uma


combinação de Ação de preços e indicadores técnicos, é a melhor forma de analisar o
mercado.

Outro ponto básico é que NUNCA deve tomar uma decisão com um único elemento de
análise, que seja indicador ou ação de preço. SEMPRE deverá confirmar suas decisões de
entrar ou sair do mercado com ou cruzamento de indicadores técnicos ou fundamentais.

Os indicadores mais comuns do AT são:


• Padrões de Vela
• Médias Móveis
• Média Móvel de Convergência/Divergência (PMCD)
• Indice Relativo de Força (IRF)
• Stochastics
• Níveis de retração de Fibonaccis
• Bandas Bolinger (BB)

E que tem haver os diferentes quadros de tempo?


A análise técnica pode ser realizada em qualquer faixa de tempo. Podemos analisar o que
passa com qualquer par de moedas a cada minuto, cada meia hora, cada hora, cada 4 horas,
cada dia, cada mês, cada semana, etc.

A regra básica que enquanto tenha menos tempo disponível em frente ao computador,
deverá aprender a traçar quadros maiores de tempo, como 4 horas, diários e semanas.

De qualquer forma, não importa o quadro de tempo que analise, NUNCA deixe de analisar o
quadro diário. A utilização de quadros menores como de uma hora ou meia hora, lhe ajudará
a encontrar pontos mais exatos de entrada e saida para as posições.

O importante é que saiba que quadros mais longos de tempo, como o semanal ou mensal,
são mais exatos e mostram as tendências a longo prazo, mas os pontos de entrada são
menos precisos, ou que requerem ordens de stop loss maiores e vice-versa. Além do mais,
possivelmente se obtenha somente 1 ou 2 sinais em todo o mês para entrar em uma posição
segundo sua estratégia.

Ao contrário, quadros de tempo mais curtos como o de 15 minutos, significa ainda que suas
entradas e saidas serão mais exatas.

Quadros de Análise Técnica

Tipos de Mercado
Basicamente existem dois tipos de mercado dependendo do seu comportamento. Cada tipo
de mercado deve ter sua própria estratégia e um dos erros mais comuns de muitos
investidores de Forex é querer traçar 2 mercados em uma mesma estratégia.

Mercado Sem Tendência


Mercado com Tendência (de Alta ou de Baixa)

Dois Conceitos Básicos


Existem 2 conceitos básicos que podem ser aplicados em qualquer dos mercados
mencionados anteriormente.

Suporte e Resistência
O suporte pode ser definido como ou “solo” ou ou “piso” em que um PAR tem dificuldade de
ultrapasar.

Resistência é o conceito contrário: o teto ou limite superior no qual um PAR tem dificuldade
de ultrapasar.
Seguem abaixo alguns modelos dos níveis de suporte e resistência dos mercados com ou
sem tendência. Poderá ver que os conceitos se aplicam a ambos tipos de mercado.
Mercados Sem Tendência

Assim que, a estratégia que deveria ser aplicada neste tipo de mercado, obviamente em seu
modo mais simples é: comprar nos níveis de suporte e vender nos níveis de resistência.

Mercados Com Tendência


A estratégia que deve ser aplicada para este tipo de mercado com tendência, é em certa
forma o inverso da estratégia anterior: COMPRAR acima dos níveis de Resistência e Vender
abaixo dos níveis de suporte.

Também é muito importante dizer que em um mercado com tendência para baixa, os níveis
de resistência são mais importantes, enquanto que nos mercados com tendência para alta,
os níveis de suporte são os mais importantes na hora de analisar os quadros e tomar
decisões.

Também é importante mencionar que não EXISTE uma fórmula exata de desenhar as linhas
de suporte e resistência. Alguns investidores de Forex preferem conectar unicamente os
corpos das velas e excluir os altos e baixos das sombras ou mechas, enquanto outros fazem
ou contrário: Unem os extremos das sombras ou mechas ainda que seja um pico fora do
comum. O importante é que se deve usar a lógica. Dizemos que se as linhas de suporte e
tendência no se vêem reais ou validas, o mais seguro é que não sejam, já que outros
investidores possivelmente estão pensando o mesmo e usando os mesmos quadros de
análise.

Padrões de Velas
Que são velas ou padrões de velas?
As velas são figuras que contém informações sobre ou movimentos dos preços dos pares
durante certo período de tempo. Cada vela contém:

Mecha ou sombra: É o preço mais alto que vela


atingiu durante o lapso. (Maior/High)

Corpo: Representa a diferença entre o preço de


abertura e o preço de fechamento (open/close)

Mecha ou sombra: É o preço mais baixo que a


vela atingiu durante o lapso. (Menor/Low)

Cada vela representa 24 horas em um quadro diário,


Cada vela representa 60 minutos em um quadro de 1 hora,
Cada vela representa 240 minutos em um quadro de 4 horas,
e assim...

Uma vela negra ou verde significa que, durante o período analisado, o mercado ganhou valor
(se valorizou).
Uma vela branca ou vermelha significa que, durante o período analisado, o mercado perdeu
valor (se desvalorizou).

O objetivo principal dos padrões de velas é de conseguir identificar possíveis retrações do


mercado ou alguns outros padrões de preço ANTES de que sucedam. Ou ao menos, o mais
próximo possível ao momento do evento.

Tudo isto é ao que me refiro como ação de preço. Pode ser que prefira utilizar outros
indicadores, mas recomendamos que SEMPRE confirme seus sinais destes indicadores, com a
ação de preço.

Quais Padrões de Vela Pergunta?


Aqui os mais comuns:
Bulish Engulfing
Usualmente aparece logo depois de fortes tendências
para a queda. É muito possível que volte a subir.

Bearish Engulfing
Usualmente aparece logo depois de fortes tendências
para a alta. É possível que volte a baixar.

Padrão Básico de reversão para a Alta


Significa que os vendedores estão perdendo força e
que poderia ocorrer uma reversão para a alta em
qualquer momento.

Padrão Básico de Reversão para a queda


Significa que os compradores estão perdendo força e
que poderia ocorrer uma reversão para a queda em
qualquer momento.

Estrela Fugaz
Significa que os compradores não podem manter
novas altas e que poderia ocorrer uma reversão para
a queda em qualquer momento.

Estrela ao Amanhecer
Este é um sinal de reversão do topo para a queda.
Acontece posteriormente ao momento que ou
mercado alcançou novas altas.

Estrela ao Entardecer
Este é um sinal de reversão do solo até a alta.
Acontece depois que ou mercado tenha alcançado
novas baixas.

Martelo/ Homem Pendurado


Este é um padrão de reversão que usualmente
aparece logo depois de tendências muito fortes. O
padrão é considerado como Martelo logo de uma
tendência de queda, e um Homem Pendurado logo
depois de uma tendência de subida.
Harami
Pode ocorrer com a vela de corpo longo sendo verde
e a segunda vermelha, ou vice-versa. Neste exemplo,
se mostra um padrão de reversão até a queda.

Doji / Doji Duplo


Este não é um padrão de reversão em si, mas sim
significa que existe uma indecisão no mercado. Um
Doji Duplo, vem reafirmar ainda mais a indecisão.
Deverá ficar alerta sempre que se apresente este
padrão, já que pode existir uma tendência ou um
rompimento muito forte nos preços do par.

Médias Móveis
A Média Móvel ou PM é o indicador mais utilizado em análise técnica e com razão, já que é
um dos indicadores técnicos mais antigos que existem.

Uma média móvel é o preço médio do mercado em um certo período de tempo.

Uma média móvel mostra a direção e a duração de uma tendência. O propósito de uma
média móvel é o de mostrar a tendência, de uma forma simples.

A média móvel é um dos indicadores mais versáteis e de maior uso dentro de todos os
indicadores, é a base do desenho da maioria de sistemas e estratégias utilizados hoje em dia.

Segue abaixo algumas das características mais comuns das médias móveis:

A média móvel é calculada em certo período de tempo pré-definido.


Enquanto mais curto seja o período, maior é a probabilidade de um sinal falso.
Enquanto mais largo seja o período, menor é a sensibilidade da média móvel. Podemos dizer,
mais certeira, mas existirão menos sinais.

Como seu mesmo nome implica, uma média móvel é uma média de um corpo oscilante de
dados.

Por exemplo, uma média móvel de 50 períodos (50 MA onde MA é Moving Average por sua
sigla em inglês), aplicado ao fechamento, é formado pela somatória dos preços de
fechamento dos últimos 50 períodos, dividido por 50.

Se chama Média MÓVEL, já que unicamente os últimos períodos avaliados, são os que estão
sendo utilizados para calcular os resultados. E assim, os dados sendo avaliados se movem
até adiante com cada dia (ou período) que avança.

A análise de médias móveis pode ser realizada a qualquer dos seguintes diferentes tipos de
preços:

Preço de Abertura:
A análise do período se faz com base no preço de abertura de cada corpo.

Preço de Fechamento:
A análise do período se faz com base no preço de fechamento de cada corpo.
Preço mais Alto:
A análise do período se faz com base no preço mais alto de cada corpo.

Preço mais Baixo:


A análise do período se faz com base no preço mais baixo de cada corpo.

Preço Médio:
A análise do período se faz com base no preço médio de cada corpo.
Preço Médio = (Preço Alto + Preço Baixo) / 2

Preço Típico:
O preço típico do período é calculado da seguinte forma:
Preço Típico = (Preço Alto + Preço Baixo + Preço Fechamento) / 3

Preço Ponderado:
O preço ponderado do período é calculado da seguinte forma:
Preço Ponderado = (Preço Alto + Preço Baixo + Preço fechamento + Preço fechamento) / 4

Tipos de Médias Móveis


Existem quatro tipos comuns do indicador de Médias Móveis:

• Simples
• Exponencial
• Suavizado (Smoothed)
• Ponderado Linearmente (Linear Weighted)

Média Móvel Simples (SMA):


A Média Móvel Simples é sem dúvida a média móvel mais utilizada hoje em dia.

A Média Móvel Simples é as vezes chamada uma média móvel aritmética e basicamente é um
preço médio através de um período de tempo.

Se calcula somando os preços de fechamento do par analisado durante certo período de


tempo e logo se divide dentro do mesmo número de períodos.

Por exemplo, a Média Móvel dos últimos 10 dias do preço de fechamento, dividido por 10.

A Média Móvel Simples dá ou mesmo peso a cada período de preço avaliado, enquanto mais
largo seja ou período de tempo avaliado, maior será a suavidade dos dados mais recentes.

Aqui temos um exemplo do par GBP/USD SMA 25


Média Móvel Exponencial (EMA):
O indicador de Média Móvel Exponencial reaciona mais rapidamente a mudanças de preços
recentes que a Média Móvel Simples devido ao fato que soma os preços de fechamento do
período atual ao período anterior, dando assim mais peso aos últimos períodos de preços.

O período é utilizado para determinar ou peso relativo que deveria ser assinado a períodos
previos.
A fórmula é utilizada para determinar a porcentagem.

Aqui temos um exemplo do par GBP/USD 25 EMA

Média Móvel Suavizada (SMMA):


O indicador de Média Móvel Suavizada, suaviza a média móvel por meio da designação de
mesmos pesos aos preços pasados que aos preços recentes, é recomendável utilizar ou
SMMA em períodos mais largos de tempo para melhores resultados

Aqui está ou mesmo exemplo do par GBP/USD 25 mas com SMMA:


(Notar como a curva está muito mais suavizada)

Média Móvel Ponderada Linear (LWMA):


A Média Móvel Ponderada se calcula através da multiplicação de cada período de tempo
anterior por um peso. O peso está baseado no número de dias da média móvel.

Uma Média Móvel Ponderada Linear, dá mais peso a informação mais recentes que a dados
mais antigos.

O fato de que é medido lineramente, significa que o dado mais antigo recebe o valor de 1,
logo o dado que segue, um valor de 2, logo o dado que segue um valor de 3 e assim
sucesivamente, até que o último dado recebe um peso equivalente ao período.

Assim que em um LWMA de 25, o peso do primeiro dia é 1, enquanto que o peso do dia mais
recenté é de 25. Isto dá 25 vezes mais peso ao preço de hoje que ao preço de 25 dias atrás.

Aqui está ou mesmo exemplo do par GBP/USD 25 utilizando LWMA:


Como Traçar Utilizando Médias Móveis:
O uso das médias móveis para traçar o Forex é um tema muito, muito amplo, mas vamos
descrever as maneiras mais comuns, das quais você poderá se beneficiar se aplicar e utilizar
corretamente.
Antes de iniciar é importante saber que as médias móveis geralmente funcionam melhor em
mercados com tendência que em mercados sem tendência, já que pode existir muito "ruído
de mercado", no qual significa que poderão existir falsos sinais de entrada e/ou de saída,
devido as altas e baixas fortes de preço de algum par. Entretanto, as médias móveis indicam
o momento em que um preço vai romper, o qual nos leva ao primeiro ponto:

Rompimento das Médias Móveis:


Deverá comprar quando os preços se movimentem para cima e romperem a média móvel por
cima. É ainda melhor se existe uma Vela completa por cima da média móvel.

Deverá vender quando os preços se movimentem para baixo e romperem a média móvel por
baixo. É ainda melhor se existe uma Vela completa por baixo da média móvel.
Cruzamento de Médias Móveis:
Para traçar o cruzamento de médias móveis, é necessário ter ao menos duas médias móveis
de diferentes períodos de tempo.
A média móvel menor é conhecida como média móvel RÁPIDA e a média móvel maior é
conhecida como média móvel LENTA.
No exemplo seguinte, a média móvel RÁPIDA de 25 é branca e a média móvel LENTA de 50 é
amarela.
Deve comprar quando a média móvel RÁPIDA de 25 cruza por cima da média móvel LENTA
de 50.
Deve vender quando a média móvel RÁPIDA de 25 cruza por baixo da média móvel LENTA de
50.

CONSELHOS RENTÁVEIS DE INVERSÕES FOREX


Lembre-se SEMPRE de confirmar seus pontos de entrada e saída com outros indicadores
quando utilizar qualquer das estratégias anteriormente mencionadas com médias móveis.
Estes outros indicadores podem ser, mas no se limitam a: MACD, Momentum, RSI, Stochastics
& Preço ROC.

Os sinais falsos podem ser evitados ao utilizar períodos mais largos de tempo. Entretanto,
apesar de que isto fará com gerem menos sinais, os sinais brindados serão mais certeiros e
exatos.

Quando inserir médias móveis em seus gráficos, utilize períodos comumente utilizados pela
maioria dos investidores de Forex. Estes períodos podem ser: 10, 50, 100 & 200

Algumas médias móveis comumente utilizadas como o EMA 200, também são utilizadas como
niveís de suporte ou resistência. Assim que, quando chegue a este nível específico, esteja
atento para ver possíveis retrações de preços.

Retrações Fibonacci
Retrações Fibonacci
Os números de Fibonacci são usados frequentemente na formulação de hipótesis, cujas taxas
de ativos gravitam. Particularmente, existem quatro populares estudos de Fibonacci: arcos,
abanico, retrações e séries de tempo.

O uso dos números de Fibonacci estão se generalizando no mercado de divisas (Forex).


Os números de Fibonacci foram desenvolvidos por Leonardo Fibonacci e são simplemente
uma série de números que quando você soma os números prévios termina com o seguinte
número da sequência. Aquí temos um exemplo:

1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34, 55

Quando um mercado está movendo-se velozmente em uma direção dada, algunas vezes
poderia retrair-se a medida que os participantes tomam seus lucros. Este fenômeno é
conhecido como retrações e usualmente criará boas oportunidades para voltar a entrar no
mercado a atrativos níveis antes que o movimento se reative.

As retrações são usualmente de um tamanho similar, e as retrações de 50% e de 61% em


particular (proporções de Fibonacci) gozan de considerável atenção entre os investidores de
Forex.

Os preços usualmente se retraem ou retrazam uma porcentagem do movimento prévio antes


de dar marcha para trás. Estas retrações de Fibonacci usualmente ocorrem em tres níveis –
38.2%, 50% e 61.8%. Em realidade, o nível de 50% não tem nada que ver com Fibonacci,
mas os operadores usam este nível porque a tendencia de preços mudam depois de retrair à
metade do movimento prévio.

No exemplo seguinte ilustramos de forma muito geral uma retração no nível de 38% em uma
tendência de alta.

Quando um movimento começa a mudar, os 3 níveis de preços são calculados (e traçados


usando linhas horizontais) usando movimentos de baixo para cima. Estes níveis de retrocesso
são logo interpretados como níveis provavéis onde movimentos contrários pararão. É
interessante observar que as proporções de Fibonacci foram também conhecidas pelos
matemáticos gregos e os egipcios. A proporção foi conhecida como a Média de Ouro (Golden
Mean) e foi aplicada na música e na arquitetura. Uma espiral de Fibonacci é uma espiral
logarítmica que rastreia os padrões naturais de crescimento.

Depois que um preço faz um movimento para cima (A), logo pode retroceder uma parte
desse movimento (B), antes de seguir adiante novamente na direção desejada (C). As
retrações são o que você, como operador das oscilações, quer vigiar para quando inicie
posições curtas ou longas.
Uma vez que o preço começa a retrair-se (retroceder), então você pode representar estes
níveis de retrocesso em um gráfico para examinar sinais de mudança. Você não deve aceitar
o preço automáticamente só porque é um nível de retroceso comum! Espere e busque
padrões de velas para desenvolver na área em 38.2%. Se não vê nenhum sinal de mudança,
então poderia baixar para a área em 50%. Busque um retrocesso ai.

No seguinte exemplo encontramos uma perfeita retração do ponto "A", ao ponto "B" (em
61.8%) e logo em contínua tendência em direção a "C".

No seguinte exemplo encontramos uma retração de um mercado em queda do ponto "A", ao


ponto "B1" (em 50%) e logo continua para baixo, mas volta a tocar para cima o ponto B2. Daí
a importância de níveis de suporte e resistência. Podemos ver que ao confirmar um duplo
tope nos pontos B1 e B2 cruzados com uma retração Fibonacci em 50% e um padrão de velas
de reversão para a baixa, temos uma posição com altas probabilidades de ser rentáveis para
continuar abaixo do ponto "C".
Você não sabe quando haverá uma retração nem saberá se o preço retrocederá a um nível
de Fibonacci de uma maneira segura. Somente marque essas áreas no gráfico e espere um
sinal com outro indicador ou padrão de velas para assumir uma posição longa ou curta.

Bandas Bolinger
Bandas Bolinger
As Bandas Bolinger são indicadores utilizados na análise de Forex, que foram desenvolvidos
inicialmente por John Bolinger durante os 1980s. As Bandas Bolinger permitem aos
investidores saber se o preço de uma moeda é alto ou baixo. A banda superior é o critério
para os preços altos enquanto a banda inferior para os preços baixos.

As Bandas Bolinger usam a medida da desviação standard, na qual é usada para calcular o
diferencial de preços em torno do "preço real". As Bandas Bolinger se expandirão e
contraerão à medida que o padrão de preço vigente se expande a cifras dinâmicas ou se
contrae a cifras fechadas.

Muitos investidores usam-nas principalmente para determinar níveis de sobre-compra e


sobre-venda, vendendo quando o preço toca a Banda Bolinger superior e comprando quando
toca a Banda Bolinger inferior. Nos mercados sem tendência, esta técnica funciona bem, já
que os preços viajam entre duas bandas como bolas quicando por duas paredes.
O simples fato de que os preços toquem as bandas NÃO QUER DIZER que sejam um sinal
para iniciar uma posição. O preço usualmente pode caminhar pelos extremos das bandas e
sair. Nestes mercados, os investidores que tratam continuamente de "vender na parte
superior " ou "comprar na parte inferior" se enfrentam com uma intensa série de “stop-outs”
(saídas por perdas) ou pior ainda, com uma perda flutuante aumentando à medida que os
preços se movimentam cada vez mais longe da entrada original.
Talvez uma forma mais inteligente para utilizar as Bandas Bolinger é usar-las para avaliar
tendências. Para entender por que as Bandas Bolinger poderiam ser uma boa ferramenta
para esta tarefa primeiro necessitamos perguntar-nos como.
Principalmente, as Bandas Bolinger medem os desvíos. Esta é a razão pela qual estas podem
ser muito úteis ao diagnosticar tendências. Ao gerar dois grupos de Bandas Bolinger – um
grupo usando o parâmetro de "1 desvío standard" e o outro usando a configuração típica de
"2 desvío standard ", podemos olhar os preços de uma forma totalmente nova.
Sempre que o preço se mova entre as Bandas Bolinger superiores +1 SD e +2 SD longe
da média, a tendência é de alta; por conseguinte, podemos definir a esse canal como a "zona
de compra". (Área Branca)

Pelo contrário, se o preço se move dentro das Bandas Bolinger –1 SD e –2 SD, este está na
"zona de venda".

Finalmente, se o preço vaga entre a banda +1 SD e a banda –1 SD, este está essencialmente
em um estado neutro e podemos dizer que está em “terra de ninguém”.
MACD
CONVERGÊNCIA/DIVERGÊNCIA DAS MÉDIAS MÓVEIS
MOVING AVERAGE CONVERGENCE/DIVERGENCE (MACD)
A Convergência/Divergência das médias Móveis (MACD) foram inicialmente construídas por
Gerald Appel um analista de Nova York. Originalmente desenhada para a análise das
tendências das ações da bolsa, agora é ampliamente usada em muitos mercados.

O MACD se baseia na média móvel que é um indicador atrasado, mas o MACD é mais sensível
a os movimentos de preços.

O indicador MACD consiste de duas linhas; A primeira linha no MACD tradicional é a linha
MACD, e esta usa a média móvel exponencial do preço de 12 períodos (EMA rápido) menos a
média móvel exponencial do preço de 26 períodos (EMA lento).

MACD = EMA [12] do preço – EMA [26] do preço

A linha gerada oscila ao longo da linha do zero (Linha do Centro) sem límites superiores e
inferiores.
Nota: você pode aplicar o EMA 12 e o EMA 26 ao preço de fechamento, ao preço de abertura,
ao preço alto, ao preço baixo, ao preço médio ((alto + bajo) /2), ao preço típico ((alto + bajo
+ fechamento)/3) e ao preço de fechamento ponderado ((alto + baixo + fechamento +
fechamento)/4). O preço recomendado e o mais utilizado, é o preço de fechamento.

A segunda linha é chamada de Linha de Sinal e usa uma média móvel simples de período 9
da linha prévia (linha MACD).

Sinal= MACD – SMA [9] de MACD


Configurações do MACD:
A típica configuração recomendada para o MACD é a EMA 26 para a média móvel lenta, A
EMA 12 para a média móvel rápida e a SMA 12 para a linha de sinal.

Mas você pode escolher as configurações que se adequem a seu estilo de inversão. Tenha em
conta que médias móveis curtas produzirão um indicador mais rápido que é mais sensível aos
movimentos de preço enquanto as médias móveis lentas produzirão um indicador lento que é
menos zigzagueante.

Como utilizar o indicador MACD para investir em Forex?


O indicador MACD é um gerador de sinais de altas e baixas que se usam para prognosticar o
movimento do mercado.

Este pode ser usado em diferentes formas, os métodos mais usados de comércio com o
MACD são:
1- Cruzamento da média móvel
2- Cruzamento da linha central.
3- Divergência.

Cruzamento do média móvel:


Quando o MACD cruza para cima (de baixo para cima) da média móvel simples de período 9,
se gera um sinal de alta.
Pelo contrário, quando o MACD cruza para baixo (de cima para baixo) da média móvel
simples de período 9, um sinal de baixa ocorre.

Nota: Estas sinais são usualmente falsos e devem ser confirmados com os sinais de outros
indicadores.
Cruzamento da linha central:
Quando o MACD cruza para cima (de abaixo para cima), a linha do zero (linha do centro),
ocorre um sinal de alta.

Pelo contrário, quando o MACD cruza para cima (de abaixo para cima) a linha do zero, ocorre
um sinal de baixa.
Igualmente aos sinais de cruzamento da média móvel, estes sinais devem ser confirmados
por outros sinais MACD (Divergência por exemplo) ou por outros indicadores.

Divergência:
Quando o MACD diverge da tendência do mercado, este diverge da tendência quando o
MACD faz novos pontos altos enquanto a tendência dos preços falha em alcançar estes
pontos altos, nesse caso temos um sinal de alta.

Notar como os preços fazem novos altos, mas o MACD já nos indica que está enfraquecendo
a tendência de baixa, e que não consegue manter as mesmas altas. Vemos uma queda de
preços justamente depois deste sinal.

Do contrário, o sinal de baixa ocorre quando o MACD faz um novo ponto baixo enquanto a
tendência do preço falha em alcançar este ponto baixo.

Nota: o indicador MACD também pode ser usado como indicador de sobre-compra e/ou
sobre-venda quando a média móvel de período 12 (EMA rápido) esteve cruzando a média
móvel de período 26 (EMA lenta) e se distancia a uma grande distância e um longo período,
isto usualmente é um signo de uma sinal de sobre-compra/sobre-venda.

RSI
Indice Relativo de Força
Relative Strength Index (RSI)
O indicador técnico RSI desenvolvido por Weles Wilder serve para ajudar aos investidores a
medir a força atual do preço dos pares em realação ao seu desempenho passado. A utilidade
desse indicador está baseada na premissa de que o RSI usualmente chegará ao tope ou ao
fundo antes que o preço real faça isto, dando um sinal de que uma retração ou ao menos
uma reação significativa no preço do par é muito possível.
As leituras do RSI superiores a 70 indicam que os preços estão sobre-comprados e é possível
que comecem a cair. As leituras por baixo de 30 indicam que os preços estão sobre-vendidos
e uma consolidação pode ser de esperar. O período de tempo especificado determina a
volatilidade do RSI. Por exemplo, um período de tempo de 9 dias será mais volátil que um de
21 dias.

O principal propósito do RSI é medir a força e fraqueza do mercado. Um RSI alto, por cima de
70, sugere um mercado de alta que está sobre-comprado. Do contrário, um RSI por baixo de
30, denota um mercado sobre-vendido ou um mercado de baixa agonizando.

Adicionalmente, ao agregar o valor de 50, pode servir para o mesmo propósito que a linha
do zero em outros osciladores. A redução de velocidade de uma tendência vigente ou uma
inversão na tendência poderia ser indicada ao cruzar por cima ou por baixo de 50.
Vender quando o RSI está por cima de 70 ou comprar quando o RSI está por baixo de 30 pode
ser uma custosa estratégia de investimento. Um movimento para estes níveis é um sinal de
que as condições do mercado estão amadurecendo para um tope alto ou baixo nos preços de
mercado. Entretanto, não significa que já EXISTE um tope alto ou baixo. Uma divergência
neste caso poderia ser uma boa opção para confirmar sinais e mesclar indicadores.
Um uso do RSI é a divergência. Os preços de mercado continuam se movendo para cima ou
para baixo enquanto o RSI não se move para cima ou para baixo durante o mesmo período
de tempo. As divergências podem ocorrer em alguns intervalos de negociação, mas a
divergência de uma diferença autêntica usualmente requer uma longa margem margen de
tempo, talvez de 20 a 60 períodos de tempo. Quando o RSI começa a cair por baixo do ponto
mais baixo formado por um duplo-tope alto, isto poderia indicar uma inversão na tendência e
um sinal de compra. Um duplo-mínimo no RSI com penetração para cima poderia sinalar uma
inversão da tendência oposta e um sinal de venda.
O estudo do RSI pode acentuar as zonas de suporte e resistência. As zonas de suporte e
resistência usualmente se colocam em evidencia no RSI antes de ser claras na gráfico de
barras. Muitos analistas traçam uma linha de suporte e resistência baseados no RSI da
mesma forma que poderíam traçar linhas de tendência em um gráfico.

A gráfico de barras diário é a expressão gráfica mais común para o RSI. Além do mais, você
poderia traçar um gráfico semanal para confirmar as indicações do RSI no gráfico diário; os
gráficos semanais oferecem mais fundo quando se rastreiam tendências ativamente.

A estrutura recomendada para o RSI, é usar um RSI de 14 dias. (Os RSIs de 9 e 25 dias
também tem ganhado popularidade ultimamente). Porque se pode variar o número de
períodos de tempo no cálculo do RSI, se sugere experimentar para encontrar o período que
melhor se adeque ao seu estilo de investidor ou "trading". (Entre menos dias use para
calcular o RSI, mais volátil é o indicador).

Estocásticos
ESTOCÁSTICOS
(Stochastics)
O indicador estocástico foi desenvolvido por George Lane, a principios de 1960’s. Seu
conceito se baseia nao suposição de que quando o preço se incrementa este tende a estar
mais perto do ponto alto da recente diferença de preços. Pelo contrário, quando o preço decai
este tende a estar mais perto do ponto baixo da recente diferença de preços.

Como funciona o indicador estocástico?


O estocástico é um oscilador de momento que oscila entre 0 e 100 e consiste de duas linhas:
%K – É a linha principal e usualmente é apresentada como uma linha compacta
%D – é simplemente uma média móvel de %K e usualmente é apresentada como uma linha
pontilhada.
Existem três tipos de estocásticos: os estocásticos lentos, os rápidos e os plenos. Os
estocásticos lentos são simplemente uma versão suavizada dos estocásticos rápidos e os
estocásticos plenos são uma versão ainda mais suavizada dos estocásticos lentos.

Como traçar com o indicador estocástico?


Existem tres métodos para traçar os indicadores estocásticos em Forex:

1. Sobre-compra / Sobre-venda:
Quando uma das linhas estocásticas cruza os níveis de 20% ou de 80%, significa que os
preços do par estão sobre-comprados ou sobre-vendidos.
A estratégia em sua forma mais simples, consiste em comprar quando o estocástico cai por
baixo do nível do 20% e logo aparece por cima deste novamente.

De igual forma, se gera um sinal de venda quando o estocástico sobe por cima do nível de
80% e logo cai para baixo deste.
2. Cruzamentos:

Se pode dar um trato similar as linhas %K e %D do indicador estocástico, a aquelas dos


indicadores de médias móveis, um dos quais é rápido e o outro é lento e se buscam os
cruzamentos destes dois.

Deverá comprar quando %K cruza de baixo para cima a %D:

Ou deverá vender quando %K cruza de cima para baixo a %D:


Nota: o cruzamento da linha estocástica às vezes podem fornecer sinais falsos, os quais
necessitan ser filtrados com outro(s) indicador(es).

3. Divergências:
As divergências entre as linhas estocásticas e o preço são um bom sinal para a Compra ou
Venda. Por exemplo, se os preços estão fazendo “novos altos” e o estocástico está tendendo
para baixa, poderia ser um sinal de advertência de fragilidade no mercado.