Você está na página 1de 3

Microcontroladores -Utilizando o PIC18F2550 como Ferramenta para alimentar

um LED.

Daniel Rosendo de Souza


Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará
Maracanaú, 2019.

Abstract • Protoboard
O PIC18F2550, é um PIC da famı́lia do • Jumpers
PIC18F4550, é considerado um microcontrolador, • Capacitor
que aceita gravação de comandos a serem execu-
tados por suas portas lógicas. Neste presente tra- • Microcontrolador
balho, é explanado como é feita a utilização deste • Resistor
PIC, sua utilização, programação e gravação. O
exemplo utilizado aqui, é o exemplo mais comum • Cristal Oscilador
de todo o meio de microcontroladores, acender • Led
e piscar um LED, utilizando a ferramenta MB-
PLABX para programar as ações que o PIC irá • Diodo
exercer e utilizaremos a ferramente SanUSB para • Botão
injetar esses comandos dentro do PIC.
• Cabo USB
Palavras-Chave: Microcontroladores, PIC18F2550, Sa- • Entrada USB
nUSB, MBPLABX.
• Placa virgem
1 Introdução • Computador
Segundo [3] e [4] Um microcontrolador (MCU) é basica- • Solda
mente um microcomputador em um único chip, que contém
um processador, memória e periféricos de entrada/saı́da que 1. Primeira Montagem do Projeto - Circuitos na Protobo-
são interfaces que podem ser programadas mantendo contato ard:
com o mundo externo, é através deles que controlamos as en- Inicialmente para averiguar todo o funcionamento dos
tradas e saı́das de informações. componentes, antes de solda-los na placa, utilizamos a
Segundo [3] os microcontroladores com o passar dos anos protoboard como meio de testes. O datasheet a ser uti-
e de seus avanços se tornaram uma das melhores relações lizado para a montagem é encontrado no [6], livro que
custo/benefı́cio, estando presente na maioria das coisas que contém todos os dados necessário para aplicação dessa
envolve a eletrônica, devido ao seu pequeno tamanho, facili- montagem inicial, a figura 1 mostra a base da monta-
dade de realizar manutenção e gerenciar tarefas internas em gem, como cada pino se conecta no PIC e na protobo-
aparelhos eletrônicos e seu baixo custo de hardware. ard, e como é feita cada ligação com os componentes.
Os microcontroladores geralmente são programados utili- O objetivo no final dessa primeira montagem é, verificar
zando as linguagens de programação C e Assembly [1]. Para se todos os componentes estavam em perfeito estado e
que o microcontrolador receba os programas desenvolvidos, verificar o acendimento do LED, pois ele é quem diria
normalmente é utilizado um hardware de gravação especı́fico, se toda a montagem e seguimento do datasheet estava
que permite a descarga de comandos desejados. [2] Neste correto.
trabalho será descrito um projeto o qual utilizamos o micro-
A princı́pio encontramos dificuldade na realização da
controlador PIC18F2550 para construirmos um circuito que
primeira parte da prática, pois não encontrávamos PIC
tem como propósito acender o LED de acordo com os coman-
que estivessem em bom funcionamento, muitos estavam
dos.
enferrujados ou não gravados, embora estivesse tudo co-
nectado corretamente. Utilizamos o multı́metro e tro-
2 Metodologia camos alguns componentes como jumpers e LEDs para
Para a realização dos testes e primeiras implementações testar, até o nosso circuito funcionar como pode ser vi-
foram entregues os seguintes itens: sualizado na figura 2.
Figura 3: Código.

mandos, devemos agora soldar os componentes listado na


metodologia, em uma placa de solda. A placa entregue em
sala, é uma placa já configurada e desenhada para este PIC,
Figura 1: Datasheet do PIC18F2550.
já contendo todas as ligações necessárias para o mesmo fun-
cionamento que existe na montagem da protoboard. Inicial-
mente, pela falta de experiencia em soldagem, houve algumas
dificuldades, porém com auxilio do outros alunos a placa foi
soltada, utilizando todas as recomendações dadas pelo pro-
fessor, e como mostra a figura 4, a placa foi soldada e estava
em pleno funciomaneto, tal qual acontecia na protoboard.

Figura 2: Circuito na protoboard.

2. Gravação do Pisca LED no Microcontrolador:


Após a montagem do circuitos protoboard, e conferido
todos os componentes e LED aceso, devemos iniciar
nossa primeira etapa de injeção de comandos para den-
tro do PIC. A primeira etapa de injeção ela é bastante
simples, é necessário apenas fazer uma intercalação en-
tre nı́vel lógico alto e baixo do pino B7 do PIC, fazendo Figura 4: Placa soldada.
isso, o LED irá piscar. O código é bastante simples,
basta dizer que se for clicado o botão, significa que que-
remos gravar alguma coisa no nosso PIC, caso contrario,
o microcontrolador irá setar em um tempo de milisse-
gundos, a alternância da porta lógica, fazendo alternar 3 Resultados
entre nı́vel lógico alto e baixo, fazendo assim o LED
piscar. A figura 3 mostra o código como ele foi feito. Seguindo as instruções do professor, livro utilizado como
base e de colegas de turma, foi possı́vel concluir todas as
3. Soldagem dos Componentes em uma Placa
práticas solicitadas com êxito. Os resultados finais foi a sol-
Após realizamos todos os testes, verificar se todos os com- dagem da placa com os componentes e a utilização do mi-
ponentes estavam funcionamento em perfeito estado e verifi- crocontrolador, criando novas funções para ele e injeção de
car que nosso microcontrolador estava salvando nossos co- novos comandos para o PIC [5].
4 Considerações Finais
A prática foi bastante importante para o aprendizado e
fixação do conteúdo, já que quando praticamos o conteúdo
dado em sala de aula podemos absorver mais.
.

Referências
[1] Grogressiva.E. O que sao, para que servem e onde
são usados os microcontroladores). Disponı́vel em:
https://www.eletronicaprogressiva.net/2014/08/Microcontroladores-
O-que-sao-Para-que-servem-Onde-sao-usados.html.,
urldate = 2019-05-17, 2014.
[2] Paulo Cesar Marques de e BRITO Fábio Timbó. JUCA,
Sandro César Silveira; CARVALHO. Sanusb: software
educacional para o ensino da tecnologia de microcontro-
ladores.), 2009.
[3] Nardênio Almeida Martins. Sistemas microcontrolados.
São Paulo: Novatec Editora, 2005.
[4] M Oliveira Junior and R de O DUARTE. Apostila
sobre introdução ao projeto com microcontroladores e
programação de periféricos. Departamento de Engenha-
ria Eletrônica–Escola de Engenharia–Universidade Fe-
deral de Minas Gerais, 2011.
[5] Daniel Rosendo and Brena Moreira. Prática 1), 2019.
[6] Grupo SanUSB. Aplicações práticas de eletrônica e mi-
crocontroladores em sistemas computacionais), 2016.