Você está na página 1de 7

UVA - UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA

Engenharia de Produção

Fernanda Soares Gama – 20182300788

Avaliação 1 - Trabalho da Disciplina 1 [AVA 1]

Campos dos Goytacazes, 2019


SUMÁRIO

Introdução ............................................................................................................................................ 4
Objetivos............................................................................................................................................... 5
Texto Origem ....................................................................................................................................... 6
Resposta as questões....................................................................................................................... 7
Referências .......................................................................................................................................... 8

3
Introdução

Proposta do trabalho desta unidade é demonstrar a capacidade de construir os


conteúdos conforme conhecimentos prévios. Contemplando os princípios químicos
básicos de química geral, suas aplicações e desenvolvimento nos diferentes
processos e diferentes áreas de engenharia. Realizar atividades com conteúdo da
química que promovam o desenvolvimento dos processos de compreensão
necessários ao perfil profissional do engenheiro.

4
Objetivos

Elaborar um texto discursivo que contenha entre 15 e 20 linhas e que tenha


justificativas baseadas nos conteúdos das unidades 1 e 2. Respondendo as
seguintes questões:
 Como você considera que seja a correlação entre o(s) tipos de ligação e as
propriedades em destaque?
 Qual a relação entre essas propriedades e aquelas dos compostos formados
pelas ligações iônicas e covalentes?

5
Texto Origem

O tipo de ligação (metálica, iônica e covalente) influencia a classificação e ad


propriedades dos materiais mais comuns na engenharia (metais, cerâmicos e
polímeros) estudados nas ciências dos materiais.

As propriedades físicas e químicas desses materiais têm relação direta com o tipo
de ligação entre os átomos.

Dos materiais citados, as cerâmicas têm uma faceta importante no mundo da


engenharia de materiais. Numa definição simplificada, materiais cerâmicos são
compostos de elementos metálicos e não metálicos, com exceção do carbono.
Exemplos: SiO2 (sílica); Al2O3 (alumínio).

No aspecto ligação química, há uma variação de totalmente iônica até totalmente


covalente, bem como combinações desses dois tipos de ligação.

Algumas propriedades das cerâmicas:

 Maior dureza em comparação aos metais, porém, normalmente, são frágeis.


 Apresentam alto ponto de fusão.
 Propriedades térmicas: alta capacidade calorífica; baixo coeficiente de
expansão térmica e condutividade térmica.
 Maior resistência ao calor e à corrosão que metais e polímeros.

As propriedades em destaque permitem que a cerâmica seja utilizada como alto


forno nas indústrias siderúrgica e aeroespacial.

6
Resposta as questões

As ligações químicas têm forte influência sobre diversas propriedades dos materiais
dependendo da energia envolvida na ligação elas podem ser divididas em fortes e
fracas. As ligações químicas iônica, covalente e metálica são as mais fortes que
existem e normalmente definem a formação de moléculas.

As ligações nos materiais cerâmicos podem apresentar maior ou menor caráter


iônico ou covalente, dependendo do grau de direcionalidade das ligações. Quanto
maior for a separação tanto vertical como horizontal na tabela periódica maior será a
diferença na eletronegatividade e mais iônica será a ligação. O acumulo de elétrons
entre os centros dos átomos diminui o caráter iônico, influenciando assim nas
propriedades desses materiais.

A ligação covalente é direcional, ou seja, mantém um ângulo entre as ligações. Nos


materiais cerâmicos covalentes há uma tendência a reduzir a expansão térmica e a
densidade em relação a materiais iônicos com massa atômica semelhante.

Os materiais cerâmicos iônicos formados a partir de elementos de grupos de maior


valência possuem ligações em caráter menos iônico, mas com alta força nas
ligações gerando compostos de alto ponto de fusão, resistência dureza, etc.

Já as cerâmicas por ligação covalente são tipicamente duras e de alta resistência


apresentando altos pontos de fusão.

7
Referências

• Livro BROWN, T. L., LEMAY JR, H. E., BURSTEN, B. E., MURPHY, Catherine J.,
WOODWARD, Patrick, M., STOLTZFUS, Matthew, W. Química: A ciência central. 13.
ed. São Paulo: Pearson, 2016.

• https://pt.khanacademy.org/science/biology/chemistry--of-life

•http://professor.pucgoias.edu.br/SiteDocente/admin/arquivosUpload/17341/material/
Cer%C3%A2micas.pdf