Você está na página 1de 4

b) Poderão existir inúmeros problemas conosco

Figuras de Linguagem devido às opiniões dadas neste relatório.


01. (VUNESP) No trecho: “…dão um jeito de mudar o c) Os adultos somos bem mais prudentes que os
mínimo para continuar mandando o máximo”, a figura jovens no combate às dificuldades.
de linguagem presente é chamada: d) Dar-lhe-emos novas oportunidades de trabalho para
que você obtenha resultados mais satisfatórios.
a) metáfora e) Haveremos de conseguir os medicamentos
b) hipérbole necessários para a cura desse vírus insubordinável a
c) hipérbato qualquer tratamento.
d) anáfora
e) antítese 07. (FEI) Assinalar a alternativa correta,
correspondente à figuras de linguagem, presentes nos
02. (PUC – SP) Nos trechos: “O pavão é um arco-íris fragmentos abaixo:
de plumas” e “…de tudo que ele suscita e esplende e
estremece e delira…” enquanto procedimento I. “Não te esqueças daquele amor ardente que já nos
estilístico, temos, respectivamente: olhos meus tão puro viste.”

a) metáfora e polissíndeto; II. “A moral legisla para o homem; o direito para o


b) comparação e repetição; cidadão.”
c) metonímia e aliteração;
d) hipérbole e metáfora; III. “A maioria concordava nos pontos essenciais; nos
e) anáfora e metáfora. pormenores porém, discordavam.”

03. (PUC – SP) Nos trechos: “…nem um dos autores IV. “Isaac a vinte passos, divisando o vulto de um,
nacionais ou nacionalizados de oitenta pra lá faltava pára, ergues a mão em viseira, firma os olhos.”
nas estantes do major” e “…o essencial é achar-se as
palavras que o violão pede e deseja” encontramos, a) anacoluto, hipérbato, hipálage, pleonasmo;
respectivamente, as seguintes figuras de linguagem: b) hipérbato, zeugma, silepse, assíndeto;
c) anáfora, polissíndeto, elipse, hipérbato;
a) prosopopéia e hipérbole; d) pleonasmo, anacoluto, catacrese, eufemismo;
b) hipérbole e metonímia; e) hipálage, silepse, polissíndeto, zeugma.
c) perífrase e hipérbole;
d) metonímia e eufemismo; 08. (FEBA – SP) Assinale a alternativa em que ocorre
e) metonímia e prosopopéia. aliteração:

04. (VUNESP) Na frase: “O pessoal estão a) “Água de fonte ………. água de oceano ………….
exagerando, me disse ontem um camelô”, água de pranto. (Manuel Bandeira)
encontramos a b) “A gente almoça e se coça e se roça e só se vicia.”
figura de linguagem chamada: (Chico Buarque)
c) “Ouço o tique-taque do relógio: apresso-me então.”
a) silepse de pessoa (Clarice Lispector)
b) elipse d) “Minha vida é uma colcha de retalhos, todos da
c) anacoluto mesma cor.” (Mário Quintana)
d) hipérbole e) N.d.a.
e) silepse de número
09. (CESGRANRIO) Na frase “O fio da idéia cresceu,
05. (ITA) Em qual das opções há erro de identificação engrossou e partiu-se” ocorre processo de gradação.
das figuras? Não há gradação em:

a) “Um dia hei de ir embora / Adormecer no derradeiro a) O carro arrancou, ganhou velocidade e capotou.
sono.” (eufemismo) b) O avião decolou, ganhou altura e caiu.
b) “A neblina, roçando o chão, cicia, em prece. c) O balão inflou, começou a subir e apagou.
(prosopopéia) d) A inspiração surgiu, tomou conta de sua mente e
c) Já não são tão freqüentes os passeios noturnos na frustrou-se.
violenta Rio de Janeiro. (silepse de número) e) João pegou de um livro, ouviu um disco e saiu.
d) “E fria, fluente, frouxa claridade / Flutua…”
(aliteração) 10. (FATEC) “Seus óculos eram imperiosos.” Assinale
e) “Oh sonora audição colorida do aroma.” (sinestesia) a alternativa em que aparece a mesma figura de
linguagem que há na frase acima:
06. (UM – SP) Indique a alternativa em que haja uma
concordância realizada por silepse: a) “As cidades vinham surgindo na ponte dos nomes.”
b) “Nasci na sala do 3° ano.”
a) Os irmãos de Teresa, os pais de Júlio e nós, c) “O bonde passa cheio de pernas.”
habitantes desta pacata região, precisaremos de muita d) “O meu amor, paralisado, pula.”
força para sobreviver. e) “Não serei o poeta de um mundo caduco.”
15. (Cesesp – PE) Leia atentamente os períodos:
11. Em cada um dos períodos abaixo ocorre uma
silepse. Marque a alternativa que classifica Vários de nós ficamos surpresos.
corretamente cada uma delas. Essa gente está furiosa e com medo; por
consequência, capazes de tudo.
“Está uma pessoa ouvindo missa, meia-hora o cansa Tua mãe, não há idade nem desgraça que lhe
e atormenta e faz romper em murmurações”. transforme o sorriso.
“E todos assim nos distraímos nesses preparativos”. Entre elas, alguém estava envergonhada.
(Aníbal Machado) Os períodos aça contêm, respectiva e
“A multidão vai subindo, subiram, subiram mais”. sucessivamente, as seguintes figuras de sintaxe:
(Murilo Mendes)
A) silepse de gênero, silepse de número, silepse de A) Silepse de pessoa, silepse de gênero, anacoluto,
número. silepse de número.
B) silepse de pessoa, silepse de número, silepse de B) Anacoluto, anacoluto, anacoluto, silepse de
pessoa. número.
C) silepse de gênero, silepse de pessoa, silepse de C) Silepse de número, silepse de pessoa, anacoluto,
pessoa. anacoluto.
D) silepse de gênero, silepse de pessoa, silepse de D) Silepse de pessoa, silepse de número, anacoluto,
número. silepse de gênero.
E) silepse de número, silepse de pessoa, silepse de E) Silepse de pessoa, anacoluto, silepse de gênero,
gênero. anacoluto.

12. (FUVEST) A figura de linguagem empregada nos 16. (Maringá) Leia os versos e depois assinale a
versos em destaque é: alternativa correta:

“Quando a Indesejada das gentes chegar “Amo do nauta o doloroso grito


(Não sei se dura ou caroável) Em frágil prancha sobre o mar de horrores,
Talvez eu tenha medo. Porque meu seio se tornou pedra,
Talvez sorria, ou diga: Porque minh’alma descorou de dores.” (Fagundes
- Alô, iniludível!” Varela)

A) clímax No primeiro verso, há uma figura que se traduz por:


B) eufemismo
C) sínquise A) pleonasmo
D) catacrese B) hipérbato
E) pleonasmo C) gradação
D) anacoluto
13. (FUVEST) Identifique a figura de linguagem E) anáfora
empregada nos versos destacados:
17. (FAU-Santos) Nos versos: “Bomba atômica que
“No tempo de meu Pai, sob estes galhos, aterra
Como uma vela fúnebre de cera, Pomba atônita da paz
Chorei bilhões de vezes com a canseira Pomba tonta, bomba atômica...”
De inexorabilíssimos trabalhos!”
A repetição de determinados elemento fônicos é um
A) antítese recurso estilístico denominado:
B) anacoluto
C) hipérbole A) hiperbibasmo
D) litotes B) sinédoque
E) paragoge C) metonímia
D) aliteração
14. (Mack) Nos versos abaixo, uma figura se ergue E) metáfora
graças co conflito de duas visões antagônicas:
18. (U. Taubaté) No sintagma: “Uma palavra branca e
“Saio do hotel com quatro olhos, fria”, encontramos a figura denominada:
- Dois do presente,
- Dois do passado.” A) sinestesia
B) eufemismo
Esta figura de linguagem recebe o nome de: C) onomatopéia
D) antonomásia
A) metonímia E) catacrese
B) catacrese
C) hipérbole 19. (FMU) Quando você afirma que enterrou “no dedo
D) antítese um alfinete”, que embarcou “no trem” e que serrou “os
E) hipérbato pés da mesa”, recorre a um tipo de figura de
linguagem denominada:
A) metonímia a) silepse de pessoa
B) antítese b) elipse
C) paródia c) anacoluto
D) alegoria d) hipérbole
E) catacrese e) silepse de número

20. (ADVISE) No enunciado: “Virgílio, traga-me uma 24. Na expressão: “Faz dois anos que ele entregou a
coca cola bem gelada!”, registra-se uma figura de alma a Deus.” a figura de linguagem presente é:
linguagem denominada: a) pleonasmo
b) comparação
A) anáfora c) eufemismo
B) personificação d) hipérbole
C) antítese e) anáfora
D) catacrese
E) metonímia 25. (Mackenzie)
- "Ó mar salgado, quanto do teu sal são lágrimas de
21. (ANHEMBI) Portugal!"
“A novidade veio dar à praia Há, nesses versos, uma convergência de recursos
na qualidade rara de sereia expressivos, que se realizam por meio de:
metade um busto de uma deusa maia I - metonímia;
metade um grande rabo de baleia II - pleonasmo;
a novidade era o máximo III - apóstrofe;
do paradoxo estendido na areia IV - personificação.
alguns a desejar seus beijos de deusa
outros a desejar seu rabo pra ceia Quanto às especificações anteriores, diz-se que:
oh, mundo tão desigual a) todas estão corretas.
tudo tão desigual b) nenhuma está correta.
de um lado este carnaval c) apenas I , II e III estão corretas.
do outro a fome total d) apenas III e IV estão corretas.
e a novidade que seria um sonho e) apenas I está incorreta.
milagre risonho da sereia
virava um pesadelo tão medonho 26. (Marília) - Na expressão: "Eles têm poder; nós,
ali naquela praia, ali na areia dinheiro", a figura de construção empregada é:
a novidade era a guerra a) anástrofe
entre o feliz poeta e o esfomeado b) elipse
estraçalhando uma sereia bonita c) zeugma
despedaçando o sonho pra cada lado” d) anacoluto
(Gilberto Gil – A Novidade) e) hipérbole
Assinale a alternativa que ilustra a figura de linguagem
destacada no texto: 27. (Fau – Santos) Nos versos:
a) “A novidade veio dar à praia/na qualidade rara de “Bomba atômica que aterra
sereia” Pomba atômica da paz
b) “A novidade que seria um sonho/o milagre risonho Pomba tonta, bomba atômica...”
da sereia/virava um pesadelo tão medonho” A repetição de determinados elementos fônicos é um
c) “A novidade era a guerra/entre o feliz poeta e o recurso estilístico denominado:
esfomeado” a) hiperbibasmo
d) “Metade o busto de uma deusa maia/metade um b) sinédoque
grande rabo de baleia” c) metonímia
e) “A novidade era o máximo/do paradoxo estendido d) aliteração
na areia” e) metáfora

22. (FATEC) "Seus óculos eram imperiosos." Assinale 28. (Aman) Há uma evidente onomatopéia em:
a alternativa em que aparece a mesma figura de a) "Os dois bois tafulham as munhecas, com cloques
linguagem que há na frase acima: sonoros."
b) "E Soronho ri, com estrépito e satisfação."
a) "As cidades vinham surgindo na ponte dos nomes." c) "... um tremembé atapeado de alvas florinhas de
b) "Nasci na sala do 3° ano." bem-casados e de longos botões fusiformes de lírios."
c) "O bonde passa cheio de pernas." d) "Vam'bora, lerdeza! Tu é bobo o mole; tu é boi?!..."
d) "O meu amor, paralisado, pula." e) "De éis, Buscapé, e depois Namorado, acabaram."
e) "Não serei o poeta de um mundo caduco."
29. (Un. Fe. Uberlândia) Cada frase abaixo possui
23. (VUNESP) Na frase: "O pessoal estão uma figura de linguagem. Assinale aquela que não
exagerando, me disse ontem um camelô", está classificada corretamente:
encontramos a a) O céu vai se tornando roxo e a cidade aos poucos
figura de linguagem chamada: agoniza. (prosopopéia)
b) "E ele riu frouxamente um riso sem alegria".
(pleonasmo) 34. (VUNESP) Assinale a alternativa em que está
c) Peço-lhe mil desculpas pelo que aconteceu. caracterizada a figura de sintaxe denominada
(metáfora) pleonasmo.
d) "Toda vida se tece de mil mortes." (antítese)
e) Ele entregou hoje a alma a Deus. (eufemismo). a) Esperamos, sinceramente, você compreenda
nossos motivos.
30. (UFPB) b) Dizem que os brasileiros autênticos somos loucos
I."À custa de muitos trabalhos, de muitas fadigas, e por futebol.
sobretudo de muita paciência..." c) Ao povo, nada lhe dão que não seja seguido de
II."... se se queria que estivesse sério, desatava a novos impostos.
rir..." d) Ele que era forte e corajoso, ei-lo fraco e covarde.
III."... parece que uma mola oculta o impelia..." e) Informaram que Sua Santidade continua
IV."... e isto (...) dava em resultado a mais refinada adoentado.
má-criação que se pode imaginar."
35. (FUNCAB - Técnico de Administração) O
Quanto às figuras de linguagem, há neles, fragmento transcrito que possui um exemplo de
respectivamente, onomatopeia é:

a) gradação, antítese, comparação e hipérbole. a) “– É mesmo? – respondeu ele. – PentiumII?”


b) hipérbole, paradoxo, metáfora e gradação. b) “Mas tudo durou pouco, porque um certo escritor
c) hipérbole, antítese, comparação e paradoxo. amigo meu me telefonou.”
d) gradação, antítese, metáfora e hipérbole. c) “–Clic – fiz eu do outro lado.”
e) gradação, paradoxo, comparação e hipérbole. d) “– E como você fica aí, dando risada?”
e) “Bobagem, como logo se veria.”
31. (FEI) Assinalar a alternativa correta, com relação
as figuras de linguagem, presentes nos fragmentos a 36. (FUNCAB - Médico Legista - ES) As figuras de
seguir: linguagem são usadas como recursos estilísticos para
I. “Não te esqueças daquele amor ardente que já nos dar maior valor expressivo à linguagem.
olhos meus tão puro viste.”
II. “A moral legisla para o homem; o direito, para o No seguinte trecho “Tu és a chuva e eu sou a terra
cidadão.” [...]” predomina a figura, denominada:
III. “A maioria concordava nos pontos essenciais; nos
pormenores porém, discordavam.” a) onomatopeia.
IV. “Isaac a vinte passos, divisando a vulto de um, b) hipérbole.
pára, ergue a mão em viseira, firma os olhos.” c) metáfora.
d) catacrese.
a) anacoluto, hipérbato, hipálage, pleonasmo e) sinestesia.
b) hipérbato, zeugma, silepse, assíndeto
c) anáfora, polissíndeto, elipse, hipérbato 37. (VUNESP - PM-SP) Em – Mas há as ficções
d) pleonasmo, anacoluto, catacrese, eufemismo benignas, como as que saíram dos pincéis de um
e) hipálage, silepse, polissíndeto, zeugma Goya ou da pena de um Cervantes... –, a figura de
linguagem empregada no termo destacado é
32. (UFPE) Nos enunciados abaixo, a palavra
destacada NÃO tem sentido conotativo em: a) metonímia.
b) ambiguidade.
a) A comissão técnica está dissolvida. Do goleiro ao c) antítese.
ponta-esquerda. d) anáfora.
b) Indispensável à boa forma, o exercício físico detona e) hipérbole.
músculos e ossos, se mal praticado.
c) O melhor tenista brasileiro perde o jogo, a cabeça e 38. (FUVEST) A catacrese, figura que se observa na
o prestígio em Roland Garros. frase “Montou o cavalo no burro bravo”, ocorre em:
d) Sob a mira da Justiça, os sorteios via 0900
engordam o caixa das principais emissoras. a) Os tempos mudaram, no devagar depressa do
e) Alta nos juros atropela sonhos da classe média. tempo.
b) Última flor do Lácio, inculta e bela, és a um tempo
33. (FUVEST) A catacrese, figura que se observa na esplendor e sepultura.
frase "Montou o cavalo no burro bravo", ocorre em: c) Apressadamente, todos embarcaram no trem.
a) Os tempos mudaram, no devagar depressa do d) Ó mar salgado, quanto do teu sal são lágrimas de
tempo. Portugal.
b) Última flor do Lácio, inculta e bela, és a um tempo e) Amanheceu, a luz tem cheiro.
esplendor e sepultura.
c) Amanheceu, a luz tem cheiro
d) Ó mar salgado, quanto do teu sal são lágrimas de
Portugal.
e) Apressadamente, todos embarcaram no trem.