Você está na página 1de 6

FIGURAS DE LINGUAGEM

As figuras de linguagem são recursos que tornam mais expressivas as


mensagens. Subdividem-se em figuras de som, figuras de construção, figuras
de pensamento e figuras de palavras.

FIGURAS DE CONSTRUÇÃO

 aliteração: consiste na repetição ordenada de mesmos sons


consonantais.

“Belos beijos bailavam bebendo breves brumas boreais” (Luan


Farigotini)

 assonância: consiste na repetição ordenada de sons vocálicos


idênticos.

“Ó Formas alvas, brancas, Formas claras” (Cruz e Sousa)

 inversão: consiste na mudança da ordem natural dos termos na frase.

“Do que a terra mais garrida / Teus risonhos, lindos campos têm mais
flores” (Osório Duque Estrada, em Hino Nacional Brasileiro)

 pleonasmo: consiste numa redundância cuja finalidade é reforçar a


mensagem.

“Ó mar salgado, quanto do teu sal


São lágrimas de Portugal”
(Fernando Pessoa)

EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO (FIGURAS DE CONSTRUÇÃO)

1. Indique a expressão em que não ocorre pleonasmo.


a) entrar para dentro
b) adiar para depois
c) liberdade escrava
d) fatos reais
e) encarar de frente
f) certeza absoluta

2. Quais figuras de sintaxe foram empregadas nestes versos de Chico


Buarque?
Por esse pão pra comer, por esse chão pra dormir
A certidão pra nascer, e a concessão pra sorrir
Por me deixar respirar, por me deixar existir
Deus lhe pague.
3. Leia o trecho da música “O que é, o que é”, de Gonzaguinha, e indique
a alternativa na qual esteja escrita a figura de linguagem presente no
trecho.

“É bonita, é bonita e é bonita!”.


a) Onomatopeia
b) Metáfora
c) Metonímia
d) Pleonasmo
e) Assonância

4. Nos versos: “Bomba atômica que aterra


Pomba atônita da paz
Pomba tonta, bomba atômica…”
A repetição de determinados elemento fônicos é um recurso estilístico
denominado:
A) hiperbibasmo
B) sinédoque
C) metonímia
D) aliteração
E) metáfora
5. Leia o trecho da música Águas de março, de Tom Jobim, e marque a
alternativa que corresponde à figura de linguagem que se destaca no
trecho.

“É pau, é pedra, é o fim do caminho”.


a) Aliteração
b) Pleonasmo
c) Onomatopeia
d) Assonância
e) Sinestesia

6. Identifique a alternativa em que ocorre um pleonasmo vicioso:


a) Ouvi com meus próprios ouvidos.
b) A casa, já não há quem a limpe.
c) Para abrir a embalagem, levante a alavanca para cima.
d) Bondade excessiva, não a tenho.
e) N.D.A.

GABARITO

1. c) liberdade escrava
2. Inversão: Deus lhe pague por esse pão pra comer, por esse chão pra
dormir.

3. Letra E. A assonância é a repetição ordenada de sons vocálicos idênticos.

4. Letra D

5.Letra D. A Assonância é a repetição ordenada de sons vocálicos idênticos.


6. Letra C

FIGURAS DE PENSAMENTO

 antítese: consiste na aproximação de termos contrários, de palavras


que se opõem pelo sentido.

“Eu vi a cara da morte, e ela estava viva”. (Cazuza)

 ironia: é a figura que apresenta um termo em sentido oposto ao usual,


obtendo-se, com isso, efeito crítico ou humorístico.

“A excelente Dona Inácia era mestra na arte de judiar de crianças.”

 eufemismo: consiste em substituir uma expressão por outra menos


brusca; em síntese, procura-se suavizar alguma afirmação
desagradável.

Seu Jurandir partiu desta para uma melhor. (em vez de ele morreu)

 hipérbole: trata-se de exagerar uma ideia com finalidade enfática.

Estava morrendo de fome. (em vez de estava com muita fome)

 prosopopeia ou personificação: consiste em atribuir a seres


inanimados predicativos que são próprios de seres animados.

“Devagar as janelas olham…” (Carlos Drummond de Andrade)

EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO (FIGURAS DE PENSAMENTO)

1) Em “Eu te avisei bilhões de vezes”, há:


a) antítese
b) ironia
c) eufemismo
d) hipérbole

2) Em “Naquele terrível desastre, muitos adormeceram para sempre”, há:


a) antítese
b) ironia
c) eufemismo
d) hipérbole

3) Em “Que garota linda! Até parece um king-Kong!”, há a figura de


pensamento:
a) antítese
b) ironia
c) eufemismo
d) hipérbole

4) Em “Você se preocupa com coisas passageiras; eu, com o que é eterno”, há:
a) antítese
b) ironia
c) eufemismo
d) metáfora

5) Identifique os recursos estilísticos destacados nas frases a seguir. Trata-se


de personificação, eufemismo, hipérbole, onomatopeia, catacrese, pleonasmo?
A. Os carros modernos não andam, voam.
B. Você não foi muito educado com a vizinha.
C. Já lhe falei milhões de vezes que eu quero viajar nas férias.
D. "O vento beija meus cabelos"
E. "Quando o sol bater na janela do teu quarto"
F. "Te mando mil rosas roubadas"
G. Ele morreu de rir ao ouvir a piada.
H. Ele é desprovido de beleza.

GABARITO:

1) hipérbole 2) eufemismo 3) ironia 4 ) antítese

5) A. hipérbole,
B. eufemismo,
C. hipérbole,
D. prosopopeia,
E. prosopopeia,
F. hipérbole,
G. hipérbole,
H. eufemismo.

FIGURAS DE PALAVRAS

 metáfora: consiste em empregar um termo com significado diferente do


habitual, com base numa relação de similaridade entre o sentido próprio
e o sentido figurado. A metáfora implica, pois, uma comparação em que
o conectivo comparativo fica subentendido.

“Meu coração é um balde despejado” (Fernando Pessoa)

 metonímia: como a metáfora, consiste numa transposição de


significado, ou seja, uma palavra que usualmente significa uma coisa
passa a ser usada com outro significado. Todavia, a transposição de
significados não é mais feita com base em traços de semelhança, como
na metáfora. A metonímia explora sempre alguma relação lógica entre
os termos.

Observe: Sócrates tomou as mortes. (O efeito é a morte, a causa é o veneno).

 catacrese: ocorre quando, por falta de um termo específico para


designar um conceito, torna-se outro por empréstimo. Entretanto, devido
ao uso contínuo, não mais se percebe que ele está sendo empregado
em sentido figurado.

O pé da mesa estava quebrado.

 sinestesia: trata-se de mesclar, numa expressão, sensações percebidas


por diferentes órgãos do sentido.

“Como era áspero o aroma daquela fruta exótica” (Giuliano Fratin)

EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO (FIGURAS DE PALAVRAS)

1. Em “Seus olhos são dois céus em miniatura.”, temos:

a) Metonímia
b) Eufemismo
c) Metáfora
d) Prosopopeia
e) Pleonasmo

2. O esforço molhou-lhe o rosto. Exemplo de:

a) anacoluto
b) elipse
c) metáfora
d) hipérbole
e) metonímia

3. Enterrou um espinho no dedo. A frase exemplifica uma figura de linguagem


conhecida como:

a) eufemismo
b) personificação
c) antítese
d) catacrese
e) pleonasmo

4. Assinale o exemplo de Sinestesia.

a) O grupo reuniu-se após o jantar. Conversavam alegremente.


b) “E oscila, e resvala, e tomba, e morre.”
c) Ouvimos um som pesado.
d) Pisou as flores com seus pés enormes.
e) Adoro as maçãs do seu rosto.

5. Nas horas de inspiração, gosto de cantar Elis Regina. Na frase, encontramos


a figura:

a) Eufemismo
b) Catacrese
c) Metáfora
d) Metonímia
e) Prosopopeia

6. No sintagma: “Uma palavra branca e fria” encontramos:

a) Sinestesia
b) Eufemismo
c) Onomatopeia
d) Antonomásia

Gabarito: 1c; 2e; 3d; 4c; 5d; 6a.