Você está na página 1de 2

A transmissão da tuberculose, se da pelas vias aéreas, o indivíduo inala gotículas

contendo os bacilos expelidos pela fala ou tosse de uma pessoa doente , muitas
vezes essas gotículas se fixam no chamado trato respiratório superior que são:
garganta e nariz onde é improvável que ocorra infecção , mas ao continuarem
superando as barreiras mucosas e ciliares do trato respiratório , e chegando aos
alvéolos , inicia se uma resposta do sistema imune através das células de defesa
, essas células são da imunidade inata : macrófagos, células dendríticas e
diversas moléculas solventes do sistema imune.
Os macrófagos e as células dendríticas são chamados de fagócitos (ou se já,
são células capazes e produzir pseudópodes englobando o microrganismo e
possuem substâncias capazes de quebrar o microrganismo). Esse processo s
chama fagocitose.
O primeiro contato do macrófago com o bacilo é crucial para o desenvolvimento
e controle de doença. Isso ocorre através de receptores do tipo toll emitidos
pelos macrófagos e sua membrana que reconhece características específica
de classe de microrganismos chamadas de PAMPS.A partir deste contato é
possível que o macrografo fagocito o. Do contato do PAMPS com o receptor
toll. O macrófago fagocita ou engloba o microrganismo, colocando o em uma
vesícula chamada de fagossomo no qual se funde em uma outra vesícula
chamada lisossomo que possui substâncias como oxido nítrico e radicais de
oxigênio que são capazes e destruir o microrganismo e assim se forma o fago
lisossomo. Após destruir o microrganismo o macrófago pega uma pequena
parte dele chamada de peptídeo e acopla em uma molécula apresentadora
chamada MHC classe1, que se fixa na membrana que tem como função
apresentar esse peptídeo para célula TCD8 que pertence a imunidade
adaptativa.
Quando o macrófago reconhece os PAMPS dos bacilos através dos
receptores de toll isso gera um estimulo intra celular de genes que começa a
produção de 3 substancias:IL1,IL6 E INFalfa,essas substâncias agem no
endotélio do vaso próximo ao tecido conjuntivo onde esta ocorrendo a infecção
e onde está o macrófago , promovendo vaso dilatação, aumento da
permeabilidade vascular, quimiotaxia de neutrófilos e também diapedese que e
a transmigração das células do sangue para o tecido.
A uma participação da célula dendrítica que ira permitir a ativação da
imunidade adaptativa, com a seguinte ação:
A célula dendrítica que fagocita e que também é apresentadora de antígeno faz
isso traves da molécula MHC2 para a célula TCD4. O Macrófago fica no tecido
esperando que a célula TCD8 que é a circulante venha reconhecer o peptídeo
já a dendrítica sai do tecido e vai até onde a célula T se encontram nos órgãos
linfoides secundários , como linfonodos para apresentar as células TCD4 e
consequentemente ativa-la.
Quando ocorre essa apresentação dendrítica ela dá três sinais importantes
para célula T necessários para ativa lós e diferencia -lá e fazer com que vá ate
o tecido combater a infecção. os sinais são :apresentação dos peptídeos com
estimulação que acontece através de duas moléculas: A CD 80 e CD86, que
ajudam a ativar a célula T e as citocinas que são substâncias que indicam em
que tipo de célula T deve se diferenciar podendo ser:Th1, Th17 e Treg.
A IL12 e a interferon gama diferenciam o TCD4 em Th1 que produz interferon
gama para agir no macrófago aumentando sua potência em matar o micro-
organismo, por sua vês o macrófago produz IL12 para agir no TCD4 criando
um ciclo.
A citocina TGFbeta e IL6 diferenciam o TCD4 em Th17que produz IL17 que
estimula outras células a fazer quimiotaxia de neutrófilos e produção da tria
inflamatória. A citocina TGFbeta diferencia células TCD4 em Treg que são
importantes para regular as respostas imunes exageradas e também prevenir a
auto imunidade através de interleucinas IL10 E TGFbeta, essas diferenciações
são importantes para que o sistema imune tenha ao resposta contr o
microrganismo .Apos o aparecimento a resposta da imunidade adaptativa ou
seja ativação das células T, os macrófagos tornam se mais ativados e passam
a secretar principalmente maiores concentrações de 3 tipos de citocinas
:quimiotaticas,interferons e fatores e crescimento e fibroblastos, os linfócito T
estimulam também a formaçã de macrófagos gigantes que ajudam a controlar
a infecção, porém com a persistência do microrganismo se tem constantes
mortes dessas células liberando novamente o microrganismo, a ativação da
imunidade adaptativa continua e a uma formação de um cordão de linfócitos
em volta das células gigantes para tentar controlar a infecção, esse conjunto de
células constitui um granuloma coma função básica e de barreira da
disseminação do bacilos e outros locais do tecido normal, o conjunto de
granulomas formados recebem o nome de nódulo de GHON que pode ser visto
na radiografia .