Você está na página 1de 15

UNIVERSIDADE PAULISTA

Projeto Integrado Multidisciplinar III


Cursos Superiores de Tecnologia

GESTÃO ESTRATÉGICA DO NEGÓCIO


Análise financeira da MRV Engenharia e Participações S.A.

PAULO EDUARDO DOS SANTOS – RA 1982317

BIRIGUI
2019
UNIVERSIDADE PAULISTA
Projeto Integrado Multidisciplinar III
Cursos Superiores de Tecnologia

GESTÃO ESTRATÉGICA DO NEGÓCIO


Análise financeira da MRV Engenharia e Participações S.A.

PAULO EDUARDO DOS SANTOS – RA 1982317

Projeto Integrado Multidisciplinar III


apresentado a UNIP para a conclusão das
matérias: Fundamentos da Gestão Financeira,
Contabilidade e Estatística Aplicada.

Orientador: Prof. Me. Fabio Arten

BIRIGUI
2019
PAULO EDUARDO DOS SANTOS – RA 1982317

GESTÃO ESTRATÉGICA DO NEGÓCIO


Análise financeira da MRV Engenharia e Participações S.A.

Projeto Integrado Multidisciplinar III


apresentado a UNIP para a conclusão das
matérias: Fundamentos da Gestão Financeira,
Contabilidade e Estatística Aplicada.

Aprovado em:

BANCA EXAMINADORA
_______________________________ ____/____/____
Prof. Me. Fabio Arten
Universidade Paulista - UNIP

_______________________________ ____/____/____
Prof. Alexandre Fernandes
Universidade Paulista - UNIP

_______________________________ ____/____/____
Profa. Ana Carolina Bueno
Universidade Paulista - UNIP
RESUMO

O presente trabalho, tem por finalidade levantar os pontos forte e ou fracos de uma
organização, empresa real de capital aberto. Buscando analisar os conceitos da administração
estratégica dos executivos financeiro, demonstrando o papel importante da analise contábil em
relação as prospecções financeira da empresa. Para isto, foi escolhida a MRV Engenharia e
Participações S.A. Trata-se de um trabalho qualitativo, cujo o processo de pesquisa envolve
problema de pesquisa, consistindo num estudo de caso, explorando a companhia em seu
mercado de atuação, mostrando que o gestor deve atuar como um agente facilitador de
estratégia, por meio delineado da estrutura e dos processos organizacionais.

Palavras chaves: Administração Estratégica, Analise Contábil, Agente Facilitador.

ABSTRACT

This paper aims to raise the strengths and or weaknesses of an organization, a real public
company. Seeking to analyze the concepts of strategic management of financial executives,
demonstrating the important role of accounting analysis in relation to the company's financial
prospects. For this, MRV Engenharia e Participações S.A. was chosen. This is a qualitative
work, whose research process involves research problem, consisting of a case study, exploring
the company in its market, showing that the manager should act as a facilitating agent for
strategy, outlined by organizational structure and processes.

Keywords: Strategic Administration, Accounting Analysis, Facilitating Agent.


SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO .................................................................................................................. 5

2. DESCRIÇÃO ORGANIZACIONAL ................................................................................ 5

3. GESTÃO FINANCEIRA ................................................................................................. 10

4. CONTABILIDADE ......................................................................................................... 11

5. ESTATÍSTICA APLICADA............................................................................................ 12

6. CONCLUSÃO .................................................................................................................. 12

REFERÊNCIAS ............................................................................................................... 13
5

1. INTRODUÇÃO

O presente trabalho diz respeito a gestão financeira da MRV Engenharia e Participações


S.A., uma análise direta e objetiva, considerando os meios que ocasionaram sua expansão desde
a fundação. Apresentando a empresa objeto de estudo, o ramo de negócios que atua, forma de
constituição, ressaltando os principais eventos de sua trajetória, identificando o setor econômico
de atuação, porte organizacional, produtos e serviços negociados, principais fornecedores,
como também, apontar alguns de seus concorrentes.
O objetivo especifico deste trabalho, tem por finalidade responder, “Como é a gestão
dos negócios em termos financeiros e contábeis na MRV Engenharia e Participações S.A.? E
como as técnicas estatísticas são aplicadas na gestão daquela empresa? Para isto, aplicou-se os
principais tópicos abordados nas três disciplinas: Fundamentos da Gestão Financeira,
Contabilidade e Estatística Aplicada.
Foi organizado em 6 capítulos. O primeiro capítulo trata-se da introdução. No segundo
capítulo, tratou-se de descrever a organização, sua fundação e expansão, denominação, sede,
objeto e duração, históricos relevantes, atividade e negócios, porte da organização, classificação
da empresa, composição organizacional, produtos e serviços, fornecedores e concorrentes. Já o
terceiro capítulo, optou-se por tratar da gestão financeira, apontando pontos positivos da
administração MRV. No quarto capítulo, foi feita uma breve analise nos demonstrativos
financeiros da empresa, em especifico o Balanço Patrimonial e Demonstrativo do Resultado do
Exercício – DRE. O quinto capitulo, abordou a estatística na decisão dos negócios, com
relevância a média. Já o sexto e último capítulo, diz respeito a conclusão.
A metodologia utilizada foi a revisão de literatura, do tipo quantitativa, adotando o
estudo de casos como estratégia de investigação, coletando dados secundários da empresa em
relação a Gestão Financeira, Contabilidade e Estatística.

2. DESCRIÇÃO ORGANIZACIONAL

2.1 Fundação e Expansão


Atuaria no mercado imobiliário, a constituída MRV Serviços de Engenharia, desde a
fundação em Belo Horizonte, Minas Gerais, ano 1979, constrói e incorpora empreendimentos
residenciais. Fundada pelos então sócios, Mário Lúcio Pinheiro Menin, Rubens Menin Teixeira
de Souza e Veja Engenharia Ltda, apresentou significativo crescimento, sendo hoje, a principal
construtora no segmento de imóveis residenciais para classe média e média baixa. Sua dispersão
geográfica proporciona um diferencial competitivo, com presença em 160 municípios.
6

Em 1992, inovou o atendimento no pais, pioneira no ramo, oferecendo atendimento aos


clientes. Nos anos de 1994 à 1996, investiu em marketing esportivo, inaugurou a primeira loja
e expandiu as atividades para o interior de Minas Gerais, de São Paulo, como ao Sul do país.
Completa 25 anos, em 2004, projeta expansão para os estados de: Rio de Janeiro, Goiás, Mato
Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Espirito Santo, Ceará e Distrito Federal. Já em 2007, dois
grandes eventos marcaram o crescimento histórico, sendo eles; “Assinatura de contrato com a
Caixa Econômica Federal oficializa a MRV como a primeira correspondente da CEF no setor
imobiliário”, e, “Abertura de capital com ações negociadas na BM&FBovespa”.
Atual MRV Engenharia e Participações SA, fazendo uso da estrutura organizacional em
linha, atinge em 2018, o melhor resultado da trajetória, com lucro de R$ 690 Mil, alta de 5,6%
em comparado com 2017.
Hoje, sua composição societária, se dá, por Rubens Menin Teixeira de Souza 32,7% das
ações, Conselho e Diretoria 1,6% das ações, Outros Acionistas 53,6% das ações, Ações em
Tesouraria 0,4% das ações, Dynamo 6,6% das ações e Atmos 5,0% das ações.
2.2 Denominação, Sede, Objeto e Duração
O Estatuto Social MRV, 2012, afirma que, a empresa “MRV Engenharia e Participações
S.A. (“Companhia”) é uma sociedade por ações de capital autorizado”, regida pelo estatuto e
disposições legais, Lei nº 6.404, de 15 de Dezembro de 1976.
Parágrafo primeiro e segundo do artigo 1º do estatuto diz:

Parágrafo Primeiro - Com a admissão da Companhia no Novo Mercado da


BM&FBOVESPA S.A. – Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros
(“BM&FBOVESPA”), a Companhia, seus acionistas, administradores e membros do
Conselho Fiscal instalado, sujeitam-se também às disposições do Regulamento de
Listagem do Novo Mercado da BM&FBOVESPA (“Regulamento do Novo
Mercado”).
Parágrafo Segundo - As disposições do Regulamento do Novo Mercado
prevalecerão sobre as disposições estatutárias, nas hipóteses de prejuízo aos direitos
dos destinatários das ofertas públicas previstas neste Estatuto . (Estatuto MRV,
2012)

Com sede e foro jurídico em Belo Horizonte, Minas Gerais, a empresa, por meio de sua
diretoria, pode criar e extinguir escritórios ou agencias representativos em toda e qualquer parte
do território nacional.
Administra bens próprios, constrói e comercializa imóveis a terceiros, presta serviços
de construção e engenharia, participa em outras sociedades na atribuição de sócia e acionista.
O prazo é indeterminado.
2.3 Histórico Relevante
Os 39 anos de atuação na construção de unidades econômicas, é reflexo da união de três
conceitos: localização dos imóveis, preço e forma de financiamento. Assim, tem melhor retorno
dos empreendimentos.
7

Tendo foco na implementação de imóveis para classe média, com entrega em curto
prazo, a MRV Engenharia procura para isto, soluções inovadoras e estratégicas, baseando-se
em projetos qual lhe permite replicar em diferentes empreendimento. Produzindo assim imóveis
de qualidade.
Nesta 4 década, com transparência e responsabilidade, concretizando o sonho da casa
própria pelo menor custo-benefício da atualidade, proporcionaram a Companhia as excelência
dos resultados.
Fatores relevantes e principais para isto, são: pensar como o cliente, a sustentabilidade,
o divisor do sucesso, comprometimento da equipe, geração de valores para seus acionistas, ética
e transparência, fizeram possível os seguintes eventos:
 Capitalização da companhia e expansão das operações
 Inauguração da primeira loja
 Constituição da MRV Empreendimentos
 Patrocínio ao esporte, divulgando a marca e empreendimento
 Lançamento do plano de financiamento com prestações fixas
 Concepção do registro de companhia aberta
 Participação acionaria no capital social das empresas: Prime e Blás
 Constituição da MRV LOG
 Crescimento do volume negociado em ações
 Constituição da Urbamais Properties e Participações S.A.
2.4 Atividade e Negócios
Segundo (Freitas, 2019), setores da economia, é o conjunto de pessoas que praticam
atividades produtiva, distribuída em três setores a saber:
 Setor Primário
Vinculado ao desenvolvimento da agricultura, pecuária e extrativismo.
 Setor Secundário
Atuaria no seguimento industriais, construção civil e produção de bens e consumo,
especialidades do grupo, companhia objeto de estudo deste trabalho. Além de, ter participação
no processamento do setor primário.
 Setor Terciário
Ligada a prestação de serviços, como ENGENHARIA, e comercio em geral, do qual,
MRV Engenharia e Participações S.A. tem ativamente participado.
2.5 Porte da Organização
Kaio Cunha (2018), define porte organizacional, como, terno técnico para identificar o
tamanho da empresa. Sendo normatizada, para fins tributários, pela Lei Geral das Micros e
Pequenas Empresas.
Desta forma, sendo a empresa estudo de caso do referido trabalho, Sociedade Anônima,
com capital social “não ligado” a pessoa física especifica, dividindo ações que são negociadas
livremente e tendo 17.500 operários em obras, define-se o porte organizacional da MRV como
sendo Empresa de Grande Porte.
8

2.6 Classificação da empresa


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, classifica o
porte da empresa pela receita operacional bruta, sendo classificada como grande empresa,
aquelas com receita anual igual ou superior à R$ 300 Milhões.
Com receita Liquida, de R$ 191 Milhões no quatro trimestre de 2019, pelo avanço das
receitas e diluição das despesas, “o desempenho operacional medido pelo lucro antes dos juros,
impostos, depreciações e amortização” (Ebitda) somou R$ 273 Milhões.
2.7 Composição organizacional
A estrutura administrativa da MRV, composta pelo conselho administrativo, do qual,
quatro independentes e três de grupos de controle. O comitê de gestão, com responsabilidades
especificas, dão suporte ao conselho.

“Já a Diretoria Executiva responde pela gestão da empresa. Atualmente,


nove profissionais eleitos pelo Conselho de Administração compõem o
grupo. Todos os integrantes do Cons elho de Administração e da Diretoria
Executiva são brasileiros, contratados, e residem nas áreas de atuação da
empresa”. MRV (s/d).

O Conselho administrativo, tem por função, a estratégia, a eleição da diretoria e a


fiscalização da gestão. Já o comitê de Gestão, dá suporte. A diretoria executiva cuida da gestão
MRV.
Assim como demonstra a figura:
9

Fonte: https://www.mrv.com.br/sustentabilidade/pt/mrv-sustentavel/empreendimentos-sustentaveis/nossa-
diretoria

Na equipe de produção encontra-se:


 Diretores
 Gestores
 Coordenadores
 Engenheiros
 Auxiliares de engenharia e técnicos de edificação
 Estagiários
 Demais cargos e terceirizados
2.8 Produtos e serviços
As linhas de produtos, Eco, Bio e Premium, demostram soluções ao setor imobiliário,
com novos acabamentos, designer, segurança, tecnologia e interatividades. Possuindo a mesma
essência e características distintas, exclusiva de cada linha, a linha Eco traz designer
contemporâneo e conforto, além de propor uma construção inteligentes com preços acessíveis.
10

A linha Bio, propõem um padrão mais alto. “Já a premium será uma construção de alto padrão
e serão pontuais, quando a companhia identificar uma oportunidade no mercado”.
2.9 Fornecedores
No grupo de principais fornecedores e insumos da MRV Engenharia estão:
 Tigre
 Amanco
 Docol
 Portobello
 Suvinil
 Outros
2.9.1 Concorrentes
No segmento atuário da MRV, pode-se encontrar, outras grandes empreendedoras no
ramo da construção de unidades habitacionais. Dentre elas, encontra-se as seguintes:
 Direcional Engenharia
 Cyrela
 Casa Alta Construções
 Grupo Pacaembu
 Toledo Ferrari Construtora
 HF Engenharia
 Cury Construtora e Incorporadora
 Rossi Residencial
 Bueno Netto Empreendimentos

3. GESTÃO FINANCEIRA

O diretor financeiro é responsável pela divulgação dos dados financeiros. Focado na


implementação estratégica, crescimento orgânico com ganho de eficiência e aumento de
rentabilidade. Sobre seu controle, a administração de operações financeiras executa diferentes
atividades, como: planejamento, operações e analises financeiras, operações de tesouraria,
aquisição de terrenos para implementações, planejamento fiscal e relações com investidores.
A MRV Engenharia estruturou um grande time de profissionais, comprometidos com o
sucesso da empresa. Apostado no longo prazo, com intenção de estar preparada na alta da
economia, tomou decisões de destinação de caixa, investindo em terrenos e definindo sua
atuação. No curto prazo, estima crescimento de 10%.
11

Seu estoque de áreas corresponde ao valor geral das vendas, qual a mantem na liderança
do mercado habitacional de baixa renda.
As ações da MRV são negociadas na B3 S.A. desde 2007, sob código MRVE3,
encerrando 2018 cotadas a R$ 12,36, com volume financeiro negociado de R$ 43,7 Milhões
(média/dia). Em 2011 estabeleceu o programa recompra de ações ativos. No ano 2018, o
programa adquiriu 2.540.000 ações. Revisando a estrutura de capital em 2016, enxergou a
possibilidade do aumento aos acionistas e ao desempenho financeiro.
Outro grande diferencial, que proporciona uma boa gestão a administração MRV em
geral, são os softwares próprios, MRV Obras, MRV Corretora, MRV Orçamentos, além dos
externos.

4. CONTABILIDADE

4.1 Analise das demonstrações contábeis


Edson Mota dos Santos (2012, p. 90) diz:

“Iudícibus (2010, p. 26) comenta que relatório contábil é a exposição resumida e


ordenada dos principais fatos registrados pela contabilidade, em determinado período.
Entre os relatórios contábeis, os mais importantes são as demonstrações financeiras
(terminologia utilizada pela Lei das S.A.), ou demonstrações contábeis (terminologia
preferida dos contadores)”.
“Ainda de acordo com Iudícibus (idem), a Lei das Sociedades por Ações estabelece
que, ao fim de cada exercício social (12 meses), a diretoria fara elaborar, com base na
estruturação contábil, as demonstrações financeiras (ou demonstrações contábeis)
relacionadas a seguir:
 Balanço patrimonial;
 DRE;
 Demonstração dos lucros ou prejuízos acumulados;
 Demonstrações dos fluxos de caixa;
 Demonstrações do valor adicionado (se companhia aberta)”.
(Santos 2012)

Deste modo, com relação ao balanço patrimonial e a DRE da companhia MRV


Engenharia e Participações S.A., pode-se observar, que os cálculos foram feitos
desconsiderando as casas decimais.
12

O Balanço Patrimonial levantado em 31 de Dezembro de 2018 e de 2017, demonstra


um equilíbrio porcentual nos dois exercícios, destacando o ativo imóveis a comercializar, que
indicam os apartamentos e casa a serem vendidos, concluídos e em construção, como também,
terrenos para futuras incorporações.
O relatório contábil indica, para o exercício de 2018, o total de saldo consolidado de
imóveis em construção e concluídos, onde, R$2.159.735 refere-se a projetos lançados e
R$588.632 refere-se a projetos iniciados, mas não lançados.
O Demonstrativo do Resultado do Exercício – DRE, destaca o lucro líquido de 2018 e
2017 correspondente a 81,16% e 88,33% da receita bruta.

5. ESTATÍSTICA APLICADA

Com relação ao 4T16 e1T17, ouve aumento de 3% das vendas brutas. Totalizando 46%
do crescimento no 4T17. Com aplicação da média mensal, ao levantamento estatístico trimestral
do 4T16 à Out./Nov. 2017, onde encontrou-se aumento porcentual de: 3%, 8%, 10%, 20%,
demonstrando dezembro como sendo o mês de maior potencial de Vendas do ano.

6. CONCLUSÃO

O presente trabalho, teve a finalidade de aplicar os conceitos estudados nas disciplinas:


Fundamentos da Gestão Financeira, Contabilidade e Estatística Aplicada em uma empresa real
de capital aberto. Deste modo, conclui-se, a necessidade dos conhecimentos abordados pelas
disciplinas para uma boa gestão e tomada de decisão.
Cumprido os objetivos propostos, foi analisado e aplicado os conhecimentos adquiridos
no estudo de cada matéria, acima mencionada. Respondendo no desenvolvimento textual, a
questão de pesquisa apresentada na introdução.
Este trabalho foi importante para compreensão, visto que, permitiu desenvolver
competência de investigação e comunicação da informação.
13

REFERÊNCIAS

Composição Acionaria. MRV. Disponível em:


https://www.mrv.com.br/sustentabilidade/pt/mrv-sustentavel/empreendimentos-
sustentaveis/composição-acionaria.htm. Acesso em 29 de setembro de 2019.

Lucro da MRV cresce no quarto trimestre. MRV. Disponível em:


https://www.mrv.com.br/institucional/pt/relacionamento/noticias/lucro-da-mrv-cresce-no-
quarto-trimenstre.htm. Acesso em 29 de setembro de 2019.

CAITANO. Guilherme. “MRV tem lucro de R$ 690 mi em 2018, melhor resultado da história”;
Suno. Disponível em:
https://www.sunoresearch.com.br/noticias/mrv-lucro-melhor-resultado-história.htm. Acesso
em 29 de setembro de 2019.

Princípios. MRV. Disponível em:


https://www.mrv.com.br/institucional/pt/a-mrv/principios.htm. Acesso em 29 de setembro de
2019.

História. MRV. Disponível em:


https://www.mrv.com.br/institucional/pt/a-mrv/historia.htm. Acesso em 29 de setembro de
2019.

MRV em Números. MRV. Disponível em:


https://www.mrv.com.br/institucional/pt/a-mrv/mrv-em-numeros.htm. Acesso em 29 de
setembro de 2019.

FREITAS, Eduardo de. "Setores da Economia"; Brasil Escola. Disponível em:


<https://brasilescola.uol.com.br/geografia/setores-economia.htm>. Acesso em 29 de setembro
de 2019.

Cunha, Kaio. “Empreendedorismo”; Conube. Disponível em:


https://conube.com.br/blog/como-definir-o-porte-da-empresa.htm. Acesso em 29 de setembro
de 2019.
14

SILVA. Edwin F.; MELO. Wesley Candido de. “Estatística Aplicada”. São Paulo: Editora
Sol,2012.

ALMEIDA. Ailton Galdino de. “Fundamentos da gestão financeira”. São Paulo: Editora
Sol,2012.

SANTOS. Edson Mota dos. “Contabilidade”. São Paulo: Editora Sol, 2012.