Você está na página 1de 7

Pontos de referência:

*supermercado
*cor de uma residência
*posto de gasolina,etc...
Os pontos de referência servem para facilitar
a localização.

ROSA – DOS – VENTO


N Norte
NE Nordeste
E Este (Leste)
SE Sudeste
S Sul
SO Sudoeste
O Oeste
NO Noroeste
Todos esses pontos servem para
indicar a direção.

Formas de
orientação
*astros
1.Sol
Nasce no leste:
Se põe no oeste

2.Lua
Nasce no leste
Se põe no oeste

3.Cruzeiro do sul
Instrumentos:
1.Bússola
É composta por uma agulha magnética na horizontal suspensa pelo centro de gravidade,
e aponta sempre para o eixo norte-sul, ao seguir a direção do norte magnético da Terra.
Atribui-se a descoberta da orientação natural dos ímans aos chineses, por volta do ano
2000 a.C., e por consequência, a invenção da bússola. Foi introduzida na Europa pelos
árabes, e foi Flávio Gioia que introduziu também o desenho da rosa-dos-ventos na
bússola. Data pelo menos do século XV o conhecimento da declinação magnética, quer
dizer, da diferença entre o Norte magnético, indicado pela agulha, e o Norte verdadeiro
e, possivelmente, foi descoberta pelos portugueses. A declinação era verificada pelo
confronto com a observação da Estrela Polar, quando no hemisfério norte, ou da Estrela
Pé do Cruzeiro, quando no hemisfério sul, e a direcção apontada pela bússola.
A bússola é sem dúvida o instrumento mais conhecido dos Descobrimentos, pois foi
provavelmente o mais importante. Indicando sempre o Norte, é uma ajuda preciosa para
todo e qualquer navegador. As bússolas atuais variam um pouco entre si, mas têm os
mesmos componentes básicos.
Uma bússola é um instrumento navigacional para se encontrarem direcções. Ela consiste
num ponteiro magnetizado livre para se alinhar de maneira precisa com o campo
magnético da Terra. Uma bússola fornece a uma direção de referência conhecida que é
de grande ajuda na navegação. Os pontos cardeais são norte, sul, leste e oeste. Uma
bússola pode ser usada com um relógio e uma sextante para fornececer uma capacidade
de navegação bem precisa. Esse dispositivo melhorou bastante o comércio marítimo
tornando as viagens mais seguras e mais eficientes.
Uma bússola pode ser qualquer dispositivo magnético que usa uma agulha para indicar
a direção do norte magnético da magnetosfera do planeta. Qualquer instrumento com
uma barra magnetizada ou agulha girando livremente sobre um pivô e apontando para o
norte e o sul pode ser considerada uma bússola.
Principais componentes das bússolas:
- Base: é transparente e de plástico, normalmente marcada com uma régua de escala e
com uma (ou mais) réguas laterais.
- Cápsula: contém uma agulha magnética, é preenchida por um líquido que em geral é
um óleo pouco viscoso, que tem como finalidade dar estabilidade à agulha. A agulha
geralmente tem algum destaque para o pólo norte (podendo a ponta ser vermelha, de
alguma cor brilhante, etc...). Existem, porém, bússolas em que o Sul é destacado, as
ditas "bússolas de geólogo".
- Disco de Leitura: Tem uma escala em graus que fica em volta da cápsula, que serve
para ser girada manualmente de modo a obter o rumo em graus (em alguns casos, essa
escada não gira manualmente, girando apenas com o movimento da agulha).
- Portão: Faixa preta e vermelha pintada numa lâmina ou na cápsula. Serve para alinhar
a agulha, move-se junto com a cápsula e as linhas de Norte e tem o lado Norte pintado
de vermelho. Em algumas bússolas o portão pode ser movido independentemente.
- Linhas de Norte: São sem série, e servem para alinhar a bússola com os meridianos
inseridos no mapa. Movem-se juntamente com o disco de leitura, e são finas, pretas e
paralelas ficando geralmente no fundo da cápsula ou numa lâmina transparente.
Atualmente, as bússolas electrônicas são mais utilizadas, mas no entanto as suas agulhas
estão igualmente sujeitas a desvios, graças à ação que o ferro exerce sobre a agulha.
Contudo, uma bússola a bordo de uma embarcação não é chamada de bússola, mas sim
agulha de marear, ou simplesmente agulha.

2.GPS
É um sistema de posicionamento por satélite americano, por vezes incorretamente
designado de sistema de navegação, utilizado para determinação da posição de um
receptor na superfície da Terra ou em órbita. Existem atualmente dois sistemas efetivos
de posicionamento por satélite; o GPS americano e o Glonass russo; também existem
mais dois sistemas em implantação; o Galileo europeu e o Compass chinês.

Antena de telhado para GPS


O sistema GPS foi criado e é controlado pelo Departamento de Defesa dos Estados
Unidos da América, DoD, e pode ser utilizado por qualquer pessoa, gratuitamente,
necessitando apenas de um receptor que capte o sinal emitido pelos satélites, portanto
nada garante que o serviço continue para sempre à disposição dos habitantes terrestres.